Helter Skelter

Helter Skelter Vincent Bugliosi...




Resenhas - Helter Skelter


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Erica.Martins 05/09/2019

A macabra família Manson e seus instintos assassinos. Livro pesado!
Como fazer lavagem cerebral em um monte de jovens (acéfalos)? Simples! Você arranja uma mina louca, começa a levar uma vida hippie paz e amor com ela, vai agregando pessoas ao estilo de vida promiscua de vocês e quando você tiver um grupo notável, arraste todo mundo para viver feliz em um rancho no deserto, diga que é Jesus Cristo, invente uma baboseira de guerra racial e incite essas pessoas a saírem matando geral pra estimular o adiantamento da tal guerra em nome da paz. Isso faz algum sentido??? E olha que eu nem citei o Beatles na parada. Pois bem, sejam bem-vindo a família Manson.

Essa leitura é imprescindível pra qualquer um que tenha interesse em histórias de crimes reais e estudo psicológico de mentes psicóticas, sem dúvidas Charles Manson é um indivíduo que deveria ter sido estudado até pela Nasa, afinal como um cara esquisito como ele conseguiu comandar um dos crimes mais chocantes e bizarro da história americana sem enfiar a mão na massa? (Tipo “vai lá e faz por mim”) Depois que terminei a leitura, eu comecei a entender como ele conseguiu dominar tantas mentes, achei bem surreal.

Esse livro foi escrito pelo promotor do caso e a leitura já se inicia no fatídico dia do assassinato de Sharon Tate e amigos, seguido pelo dos LaBianca, o Bugliosi praticamente te coloca na cena do crime e nos conta um pouco da história de cada vítima e como elas morreram (tenso! O relato é bem gráfico), no desenrolar ainda vamos acompanhando os primeiros passos e divergências das investigações, entrevistas com testemunhas e tudo o que ocorreu desde então até a descoberta dos assassinos e o dia do julgamento.

Para os fãs de biografia, não espere ler detalhadamente sobre a difícil infância de Charles Manson, até porque a juventude dele se resumiu em cometer delitos e ser preso, ou seja, nada que indicasse que ele ia virar futuramente essa figura midiática e entrar pra história por ser o fundador de uma seita assassina, mas mesmo assim o autor oferece um ótimo resumo para o leitor e com base nessas informações já dá pra ter uma boa noção de onde as coisas começaram a dar errado.

O foco mesmo da narrativa é o famoso crime e a suas motivações, pra mim o depoimento da Susan Atkins em júri foi uma das partes mais estarrecedoras do livro, a reconstituição do caso Tate do ponto de vista dela é terrível! Te desafio a não ficar perplexo, essa mulher era qualquer coisa menos humana.

Ao longo das páginas é inevitável você não adentrar na mente insana de Manson e toda sua dinâmica com seus fiéis seguidores lunáticos, incluindo seus ensinamentos contraditórios, pois segundo ele não era errado matar humanos (???), mas era errado matar um animal ou planta (bem paz e amor né?).

Obviamente tudo é muito perturbador e o livro causa bastante mal-estar, principalmente quando através de declarações dele você percebe que de louco ele não tinha nada e sabia exatamente o que estava fazendo, tanto que pegou pena de morte convertido em prisão perpetua.

Como todo livro de “True crime” escrito por promotores, detetives e etc... o Bugliosi infla um pouco o próprio ego, mas nada que desmereça e tire a credibilidade da obra, a escrita é muito boa, o livro é excelente, leitura recomendadíssima e sem dúvida nenhuma um dos melhores do gênero!
comentários(0)comente



Zeka.Sixx 22/05/2016

Essencial
Tirando o fato de que o Bugliosi puxa demais o próprio saco, um livro essencial e imprescindível para aqueles que tem curiosidade sobre um dos crimes mais bizarramente motivados já registrados. Um mergulho no pensamento brilhante e doentio do psicopata Charles Manson! Recomendadíssimo!
Grace Ribeiro 27/11/2018minha estante
Não existe esse livro em português?


Zeka.Sixx 05/12/2018minha estante
Oi, Grace, desculpa a demora em responder! Olha, acredito que nunca foi lançado aqui no Brasil... Talvez exista alguma versão em português de Portugal!


Shaiene Montalvão 10/05/2019minha estante
Comecei a leitura e concordo com tudo, Bugliosi se tem em alta conta, mas o livro compensa demais. Encontrei uma edição brasileira de 1974, aqui batizado "Manson - Retrato de um Crime Repugnante", mas só encontro em sebo online por uma pequena fortuna. Uma pena, deveria ser relançado!




2 encontrados | exibindo 1 a 2