Infinito

Infinito Alyson Noël




Resenhas - Infinito


145 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Camila Ramos | @oxeeuamoler | 23/02/2012

Pode conter spoilers dos livros anteriores.

Esse é Sexto e último livro da série Os Imortais. Um livro que me cativou muito e superou todas as expectativas que eu tive (se é que eu tive alguma).

Essa é uma série que teve muito seus altos e baixos. Muita gente abandonou a série no terceiro livro, porque foi mesmo frustrante. A Ever fez muitas e muitas e muitas besteiras no decorrer da série. Ela foi burra, foi egoísta entre outros adjetivos que eu poderia citar aqui. Ela não confiava nas pessoas quando era pra confiar e confiava nas que não eram pra confiar. Resumindo, ela fez tanta burrada que eu não tinha mais esperanças pra ela. Mesmo com tudo isso eu continuei a ler a série, porque no fundo eu esperava que tivesse um desfecho bom. E foi muito mais que bom.

A Ever evoluiu. E muito. Parece que ela aprendeu com todos os erros que cometeu. Ela deixou de ser egoísta e conseguiu ver o que realmente era certo.

Esse livro teve uma narrativa muito boa, até porque a Ever ajudou muito. O livro não foi chato em nenhum momento. Sempre acontecendo alguma coisa. Teve um determinado momento, quando a Ever encontra todos que ela inevitavelmente mandou pra Shadowland, foi um momento de muita emoção mesmo. Eu adorei essa parte.

Vemos uma vida passada da Ever que eu adorei. E se em algum momento eu duvidei que ela tivesse que ficar com o Damen (eu era totalmente a favor do Jude xD) essa vida dela me mostrou que eu estava errada. O Damen foi quem me irritou um pouco. Eu achei que ele tinha aprendido alguma coisa nos outros livros, mas nesse ele mostrou que continuava o mesmo arrogante do primeiro livro. Mas como a Ever mudou (pra melhor) ela conseguiu mostrar o caminho certo pra ele. Eu gostei também do final que a autora deu pro Jude. Foi melhor do que eu esperava.

Eu estou até emocionada em falar sobre esse livro porque eu gostei muito mesmo do desfecho. Nem passou pela minha cabeça que seria assim. Até deixou aquele vazio, aquela tristeza por ser o fim (coisa que eu pensava que nem fosse acontecer).

Então eu digo pra todos que pararam de ler a série ou estão com medo, continuem porque quando chegar em Infinito, vai valer MUITO a pena. De verdade. Amei! LEIA!
Fran Anjos 28/11/2012minha estante
Eu dei uma desanimadinha também no terceiro livro, mais continuei porque eu acho que é melhor terminar tudo o que se começa e eu já havia criado um carinho especial pelos personagens. No mês passado comprei vários livros inclusive o infinito e resolvi deixar ele para ler por ultimo pois estou muito triste pelo fim da série. Mais agora eu estou curiosa para ler, não vejo a hora.


Paulinha 07/12/2012minha estante
Li do primeiro ao terceiro livro.Estou doida para ler o quarto livro.


Lívia Nery 04/01/2013minha estante
Engraçado como a saga começa ótima, na minha opinião, fica chata no meio e termina ótima tbm!


ma 12/04/2013minha estante
Li até o quarto, quando cheguei no terceiro desanimei, porque realmente a série começou a ficar entediante, porém decidi continuar e li mais um livro da saga e desisti totalmente. Ficou completamente abismal. Mas agora me reanimei e vou continuar, só espero que eles consigam essa cura logo de uma vez porque eu já estou cansada.


Jôh 01/07/2013minha estante
Nossa li toda a serie ,mais realmente terra de sombras e chama negra foram uma negação, mais como tinha comprado to a serie, tive que ler toda e me surpreendi em estrela da noite e infinito pois gostei muito do final !


Yasmim Braga 26/07/2013minha estante
Quero ler o INFINITO *-*


Natasmi Cortez 12/06/2014minha estante
Obrigada pela resenha... Acabei de terminar Lua Azul e fiquei abismada com as críticas à continuação... Eu já estava deprimida e com medo de continuar lendo! Mas você me animou! Obrigada mesmo \o


Gigi 21/06/2014minha estante
olha , eu acabei de ler Lua Azul , e vendo as criticas sobre Terra de sombras eu tavo meio em dúvida em continuar , mas você me animou mt ! vou continuar lendo *-* ansiosamente para o final !


Camille 13/07/2020minha estante
Eu ia colocar esse livro pra troca como estou fazendo com o resto da série, mas eu me lembro dele com tanto carinho, que dei um segunda chance e li sua resenha, e eu me lembro de que eu fiquei com o coração aquecido com o desfecho da história. Então Infinito vai ficar comigo.


Bibi 01/08/2020minha estante
Eu tenho o Para Sempre, Lua Azul e Terra de Sombras, faltam Chama Negra, Estrela da Noite e Infinito e até hoje eu não comprei esses três livros não pq não gostei e sim pq comecei a ler outros livros outras séries e sempre fui deixando para depois mais agora eu quero comprar os últimos livros




MillaJauregui 29/09/2020

Queria o meu dinheiro de volta
Quando eu comecei essa série, eu tinha 15/16 anos, amei logo de cara; fã de Crepúsculo, não havia nada que eu não almejasse tanto quanto ter a imortalidade para dividir com a minha verdadeira alma gêmea. Quatro anos depois, eu não desejo passar dos 50, muito menos estar acompanhada. Ler esse livro é refletir sobre quem eu um dia fui e relembrar os meus gostos duvidáveis; posso não ser como Ever que teve várias encarnações, mas o fato que eu mudei muito desde então, é inegável.
 
As vezes eu me pergunto o que se passa na cabeça do autor de criar uma série, ? principalmente quando a série perde o sentido ?, não me lembro muito dos primeiros 5 livros, mas após conhecer Jude e observar a autora forçar um triângulo amoroso entre eles, definitivamente ali foi que começou o desfiladeiro.
 
Nesse livro a trama gira em volta de dois pontos principais: arranjar a cura para Damen (que foi fadado a não poder tocar no amor dele) e a mudança de Summerland junto com uma senhora que proferia enigmas, ao invés de ir direto ao ponto.
 
O que ela queria além de encher o saco e caçar alguém para fazer o trabalho "sujo" para ela; basicamente ela precisava de um fruto que dava em uma árvore ? lá aonde o Judas já tinha perdido as roupas tudo, para não utilizar outro termo ?, esse fruto garantia a quem o comia a vida eterna ? os imortais quando morriam ia para uma espécie de inferno, com esse fruto eles poderiam ir para um "céu", revertendo a imortalidade ? porém isso não parecia ser motivo suficiente para incentivar alguém a ir atrás, já que ela era muito velha para essa jornada. Ps. A garota gastou 6 meses nesse viagem.
 
Jornada, essa que ela tem que ir sozinha, melhor dizendo ela não pode ir com Damen, mas com Jude pode; logo pensei que haveria mais uma forcação de um triângulo amoroso novamente, o que não rola.
 
O primeiro passo dessa jornada é reviver uma vida passada, na qual Ever se chamava Adelina e vivia um amor proibido com Alrik (Damen),e que Heath (Jude) a amava; o que ela quis mostrar era que a história de vida dela se repetia incansavelmente, e que estava na hora de ela quebrar esse ciclo para finalmente ela ter o seu final feliz com Damen. Essa parte do livro me fez lembrar porque eu não gosto de livros de época, pois me enoja a forma que a mulher é tratada caso perde a virgindade antes do casamento, sem contar que se levarmos em conta o contexto histórico, não teríamos nojo apenas disso.
 
Ever aceitou tranquilamente o seu destino... já Damen após viver uns 500 anos, tudo o que ele queria era encontrar a cura e ficar com ela pelo resto da eternidade; ambos seguem caminhos diferentes, tendo êxito nas suas respectivas missões.
 
No fim, Ever reúne os imortais e distribui a eles o fruto, porém Damen não está entre eles; mas ela não desiste dele, indo a seu encontro. A Autora vende o livro todo a história que Damen é totalmente contra compactuar com a procura e o consumo desse fruto, mas após um breve drama, ele aceita de bom grado. Enfim, eles vão transar.
 
Eu creio que o livro trata de assuntos bem importantes, tais como energia, meditação, chacras e etc; mas por ser destinado a um público jovem, esse conhecimento é ofuscado pela trama clichê, pelo triângulo amoroso ? que até hoje não faz sentido para mim, pois se ambos já tem a certeza que são almas gêmeas, por que colocar mais alguém?? Para ser feito de otário?? Acho que o gesto mais admirável desse livro foi a Ever ter acendido uma estrela e desejado que Jude encontre a sua alma gêmea; nada mais justo, depois de ter feito tudo o que fez.
 
Algo que eu gostaria de pontuar é que eu nunca me senti tão cansada após terminar um livro; todo esse drama demasiado, sugou a minha energia, ? ironia do destino, não é ? tenho outras 5 amigas/conhecidas que odeiam essa série.
 
Eu senti que a premissa do livro foi tão "fraca", foi tão sem sentido estender tanto essa série quando poderia ter compactado em apenas 3 livros, mesmo que ficasse corrido seria até melhor; percebi que alguns diálogos eram ?imaturo?, também, assim como as brigas foram muito forçadas e sem sentido, a autora forçou tanto esse negócio de alma gêmea que a Ever ficou fadada a permanecer com Damen, mesmo que ambos tivesse focos de vida diferente.
 
Mas creio o que mais me incentivou escrever essa resenha foi o final, nunca me senti tão decepcionada; tudo bem que era óbvio que no fim, eles terminaram juntos, porém a autora o livro todo nos fez acreditar que o relacionamento de ambos foi por água a baixo, para nas últimas páginas ? faltava 10 páginas para o fim dessa merda ?, ela juntou eles, e tentou enfiar que ambos seriam felizes até que a morte os separe.
 
 Bem o livro acaba me deixando vários questionamentos e com uma imensa vontade de pedir os meus 10 reais de volta.
Nicoli Bueno 06/10/2020minha estante
Maravilhosa!


MillaJauregui 06/10/2020minha estante
Obrigada amor




Breh Lee 30/04/2020

Finalmente último livro da série. Confesso que me decepcionei com esse último livro. O início da história tinha me deixado bem motivada, mas ao longo dos livros os personagens foram se tornando chatos e desmoronando a continuar com a série. Ele não é um livro ruim, mas deixa muito a desejar. São enrolados vários problemas apenas para ter páginas e as decisões dos personagens são as mais óbvias e erradas possíveis para dar um gás na trama, fora o fato de que poucos foram explorados. Não é uma leitura ruim, mas deixa bastante a desejar quando você fica curioso com a trama, como foi o caso.
Nat 30/04/2020minha estante
o primeiro livro dessa série é muito legal mesmo, parei no quarto a um bom tempo.


Breh Lee 30/04/2020minha estante
Uma pena a história ter desandado mesmo.


Nat 02/05/2020minha estante
Total




spoiler visualizar
Humb 05/03/2013minha estante
Não me canso de ler suas resenhas! Divertidas, como sempre!
Decidi terminar a série, já que consegui os dois últimos livros emprestado. Terminei de ler Estrela da Noite e vou começar a ler Infinito. Aguardo ansiosamente pela sensação de "ufa, terminei essa droga de série"!!


Drica 06/03/2013minha estante
rsrs Obrigada. Acredite, o sentimento que fica quando você termina essa série não é o de tristeza e, sim, o de alívio! Alívio por nunca mais ter de aturar a Ever e nem o Damen!




estantedogabs 21/01/2021

Ótimo
Li essa série por influência de uma amiga minha e amei. Eu achei genial o conceito de imortalidade e o universo criado pela autora. Faço planos de reler logo
Beatriz 21/01/2021minha estante
Comprei esse livro (último da série) porém ainda não li. Agora que vi sua resenha pretendo ler


estantedogabs 22/01/2021minha estante
Eu sempre recomendo! Gostei muito do desenvolvimento da história, criei um carinho muito grande por ela.




Ana 15/07/2012

Uma luz no fim do túnel.
Depois de tanta enrolação e acontecimentos que chegaram a ser até bobos em vários aspectos, "Infinito" leva a série tão odiada por algumas pessoas e tão amadas por outras (geralmente sem um meio termo) a algum lugar agradável e bem aceito pela maior parte dos leitores (sejam aqueles que amavam a série, ou aqueles que odiavam, mas queriam terminar a série ou tinham alguma esperança para ela).
Digamos apenas que finalmente Ever, protagonista da série, amadurece um pouco mais e se torna mais suportável neste livro, finalmente tendo raciocínios e pensamentos que vão além de uma rebeldia sem motivos.
Apesar de aparentemente algumas coisas mudarem "do nada" (da água para o vinho), como a mudança com Sabine e o comportamento de Damen a respeito do elixir (para evitar spoilers).
Em minha opinião, a inversão de papéis da série foi um tanto quanto estranha, sendo que o amadurecimento de Ever ocasionou a infantilidade de Damen, que se tornou cego para enxergar algumas coisas que para todos eram claras e também tendo uma teimosia um tanto quanto irritante para mudança de opiniões.
Posso dizer a todos que "Infinito" melhora muito os conceitos da série e chegou a um lugar de favorito e bem avaliado nos meus quesitos, por mais que a série em todo tenha deixado muito a desejar.
Fabiane 15/07/2012minha estante
Adorei a resenha


Iscabele 01/09/2012minha estante
nossa, fiquei loca pra ler o livro agora




Josimar 31/07/2020

Novidades no fim.
Quando achamos que tudo se resolveria, novos acontecimentos surgem, dando ao leitor a incerteza de que a história se resolva nas páginas restantes da série.
Uma novidade um tanto mal colocada no enredo.
No fim, considera-se todo o universo criado, mágico, que nos faz gostar da série em um todo.
Sair dessa história levando os pontos realmente interessantes desconsiderando atitudes imaturas da personagem principal, com certeza fará com que o leitor goste, ao fim.
comentários(0)comente



Humb 11/01/2014

Dever cumprido
Terminar essa série não foi fácil. Pelo menos, a leitura desse último não foi tão arrastada.

Ever amadureceu muito. Passou por várias situações difíceis e superou todas elas. Já Damen... incorporou o espirito birrento da Ever. Um verdadeiro mala, chato, infantil. Pior que a fase "vou me afastar" de Terra de Sombras.

Para quem não tinha expectativas, até que o livro foi bom (bom em relação aos outros). Só que alguns detalhes não convencem.
O primeiro deles é o comportamento de Damen, que nem parece o imortal de 600 anos que meditou com monges. É contraditório: ele se recusa a ir com Ever, depois fica se lamentando por ela ter partido na jornada com (no spoiler). Em outros trechos, ele faz a mesma coisa!

Outra coisa que não convenceu foi a tal profecia, que sequer merecia o mistério criado no fim do último livro. O que me faz lembrar de um detalhe: se Misa e Marcos são os vilões, o que estavam fazendo com a velha em Summerland? E Rafe: surgiu do nada após ficar sem aparecer por dois livros.

O desfecho foi legal. Esperava outro, já que a Ever vivia atrás do tal antídoto.

Apesar de tudo, não recomendo essa série. Terminei mais pela satisfação de dever cumprido. Comecei esse martírio em 2010, já estava na hora de terminar...

Duas estrelas, e olha que estou sendo bem generoso.
Drica 12/03/2013minha estante
Tivemos opiniões bastante parecidas no fim. rs E, claro, nunca mais compro um livro dessa autora! Ela já me enrolou demais, credo! Haha


Humb 12/03/2013minha estante
Oi, Drica!
Parabéns para nós por compartilharmos essa sensação de dever cumprido! Livros da Alyson nunca mais!
Abço!


Wilson 06/01/2020minha estante
Eu creio que quando li os dois primeiros livros tenha ficado empolgado, mas aí depois de um tempo resolvi terminar de ler a série e confesso que pra mim foi em parte uma perda de tempo. Acho que consegui perseverar tanto porque não gosto de abandonar livros, mas como voce também não recomendo a ninguém a série Os Imortais. kkkkk




Rosinha.Correia 21/03/2020

Depois de anos tentando terminar essa série, finalmente terminei. A personagem parecia não evoluir em 5 livros, chegando no 6°, continuou monótona, até que deu um salto radical para um final tão esperado.
comentários(0)comente



Camila 07/09/2011

Infinito
Depois de acompanhar a série toda, aos trancos e barrancos, estava ansiosa por esse último livro! Peguei o livro e li tudo numa "sentada" só! Foi impossível parar... Eu tinha que saber o que ia acontecer!! E o final me surpreendeu! Não imaginava que a história entraria em tantas questões morais e tão místicas! E agora que cheguei ao fim, vejo que valeu a pena ter enfrentado tantos altos e baixos! Não que o final seja sensacional, mas a verdade é que tive bons momentos de leitura e o final me deixou satisfeita!

www.leitoracompulsiva.com.br
Clara Njambela 17/10/2013minha estante
me deixou um pouco mais entusiasmada pra continuar a série, tava quase desistindo, mas como sou teimosa, ouvir de alguém q ñ parou no meio q valeu a pena é motivante!!




Naty 05/02/2020

null
E finalmente o final dessa longa estrada. Eu gostei bastante das explicações desse livro, entender por que certas coisas aconteceram, foi uma boa jogada da autora.

No geral eu curti a série imortais, a Ever da nos nervos em muitas ocasiões, mas foi legal vê um crescimento dela depois de tanta besteira que ela fez.

E um ponto que eu acho válido dizer é que a história poderia ter se desenvolvido muito bem em uma trilogia, por exemplo. Não eram necessários taaantos livros. Mas, no fim, foi uma leitura gostosa.
comentários(0)comente



Barbara Sant 18/09/2011

Oie Gente!

Recebi da Intrínseca o último livro da série Para Sempre e confesso que fui ler "Infinito" com bastante receio.
Se vocês já frequentam o In Death há algum tempo, devem saber que eu sofri um bocado com o os livros de Para Sempre. Fiquei me perguntando se era intencional nos fazer passar por toda aquela provação (afinal de contas, ver os personagens fazendo burrada depois de burrada não é nada fácil) e se tinha algum motivo oculto para todo aquele... bem... azar.
Aí chegou Infinito e fiquei quase 100% certa de que ela tinha exatamente esse objetivo em mente: nos fazer sofrer para entender o bem maior...
No contexto geral da série, ler Infinito compensa o sofrimento eterno que foi "Chama negra".
Tudo é cuidadosamente explicado e apesar da confusão causada por uma pequena referência à passagem das estações, vale muito a pena ler.
Então, se você não desistiu de ler a série, fique sabendo que vai ter uma ótima surpresa nessa leitura.
O sofrimento, dessa vez, foi compensado! hehe

Mas a Alyson também criou situações que eu achei que não fosse conseguir resolver.
Como a recusa da turrona (mula empacada) da Sabine. A mulher simplesmente se recusava a ver e aceitar o que estava bem alí, na cara dela. (em algumas cenas isso é literal).
Para ela o preto tem que ser preto e o branco tem que ser branco e ai de quem inventar o cinza!
Nunca imaginei encontrar uma cabeça tão dura assim no mundo YA, mas acho que esse é um dos objetivos da Alyson... dar um toque de realidade aos seus personagens. (afinal, duvido que se você descobrisse que sua sobrinha/irmã/filha/etc tem poderes paranormais inimagináveis iria simplesmente dizer "ceeerttto, vamos lá!").

Ela também fez alguns personagens inverterem seus próprios papeis na trama.
Sabem aquela mania da Ever agir sem pensar? Dessa vez quem ficou assim foi o Damen!
Juro, ele me lembrou um adolescente que acabou de descobrir a possibilidade de sexo e que simplesmente quer o caminho mais rápido até lá!
Aí a Ever é quem teve que ser a racional da história e mostrar para ele que o destino dos dois não era só aquilo.
Que ele é quem estava sendo imediatista e cego, se recusando a ver que as coisas podiam ser muito mais do que eles já desejaram... que para isso bastava que ele tivesse fé.

Finalmente ela explica porque o fofo do Jude sempre acaba atrapalhando os planos da Ever e fazendo o que esta ruim ficar ainda pior.
Me acreditem, a explicação vale toda a frustração que ele já causou.

Temos o Miles de volta com toda a sabedoria que lhe é peculiar e ainda topamos com a explicação de porque ele sempre foi o mais sensato de todos...
Resumindo, tudo aquilo que deixou você frustrada(o) durante a leitura dos livros anteriores vai ter uma explicação sobrenatural convincente.

Se você é daqueles que não desiste facilmente e que encararia ler um livro difícil de ler pelo bom entendimento da série, Para Sempre lhe é recomendado.
Se você não gosta de sofrer com situações sem explicações, aí eu não recomendaria Para Sempre para você.
É preciso ter força e fé para chegar até o fim!
Beijos!
Alice 30/09/2011minha estante
Apesar de ter gostado de alguns livros da série, esta chega ao fim com a sensação de dever cumprido, mais por desencargo de consciência que qualquer outra coisa, tipo, acabou.
Não é que o livro seja ruim, não é, mas acho que esperava mais do protagonista masculino. Neste último deixou a desejar... mas vale a leitura.




Maria Carolina 19/04/2013

Fraco, mas não salva a série do fracasso total!
Relutei muito para ler esse livro, a série desde o segundo livro perde força, e só li as continuações por curiosidade, e porque também já tinha comprado os livros e era desaforo ter gasto o $$ e não ler.
Resolvi ler, e ver se a Autora melhorava a série ou fracassava.
E a Autora consegue melhorar um pouco o livro, mas desde o 2° livro a história vem perdendo força, mais nesse o livro e a história conseguem te inspirar confiança a continuar a ler.
Porém, entretanto e Todavia não consegue salva a Série de um fracasso total.
A história desse eu achei uma coisa forçada demais, sabe quando a Autora encheu tanta linguiça nos livro anteriores, que no último ela tenta uma coisa totalmente desnecessária e inesperada.
Os personagens eu eu amava como o Damem, ela conseguiu deixar intragável e irreconhecível de tão chato, e insuportável.
Essa série foi a mais PURA DECEPÇÃO.
comentários(0)comente



Milena.Oliveira 11/01/2021

Uma serie que diz bastante sobre a vida
E esse livro e o anterior dessa coleção, so me fizeram ver mais ainda o quanto a vida é maravilhosa da forma que é, que ela ja é perfeita assim, que ja somos imortais, que ja somos magicos, esse corpo é mortal um dia ira morrer, mas minha alma é imortal...
comentários(0)comente



Fernanda.Cozetino 12/04/2020

Infinito
No último livro do série, Ever mostra-se mais madura e corajosa.
Resolveu todos os seus problemas sem ajuda de Damen.
O final foi incrível, valeu a pena continuar
comentários(0)comente



145 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |