Química Perfeita

Química Perfeita Simone Elkeles




Resenhas - Química Perfeita


191 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Maria 31/05/2019

Brittany era uma menina linda e aparentemente perfeita, mas com uma vida muito complicada, e Alex um menino que aparentemente não tinha jeito, mas que na verdade era um homem doce e bom. Os dois se encontram e as diferenças entre eles ficam insignificantes perto do amor que um sente pelo outro.
comentários(0)comente



Jessica 24/05/2019

Maravilhoso
Que leitura gostosa e personagens cativantes, perdi a conta de quantas vezes eu li esse livro, amo demais
comentários(0)comente



Dani A. 19/01/2019

1° livro da trilogia Química Perfeita
Eu realmente não esperava gostar tanto desse livro.. já tinha lido uma vez, há um tempo atrás quando era adolescente, mas agora já adulta tinha certeza que não teria mais paciência para clichê adolescente, mas paguei a língua haha a única coisa que não me conformo foi na época eu não ter comprado a 1° ed. pois a capa do mesmo era perfeita..agora esse eu comprei, e mesmo não curtindo a representação do mocinho, pessoalmente a capa é bonita sim.

Aqui temos um clichê, mocinha loira, bonita, rica, líder de torcida, com um namorado onde são considerados o casal perfeito, ela aparentemente têm uma vida perfeita não é mesmo?? NÃOOOOO, não mesmo, isso é só uma fachada que ela usa para esconder seus problemas pessoais, seus problemas familiares enfim, e ela estando nesse conflito acaba ficando mais próxima de Alex por que ambos foram obrigados a fazerem dupla para um trabalho de química..ele é mexicano, faz parte de uma gangue, e apesar de viver uma vida errante, é super família e luta para mantê-los em segurança.

Eu AMEI demais esse livro, achei a história envolvente, com trechos que mesmo sendo óbvios, eu me senti muito entusiasmada lendo, e o casal eu torci demais por eles, o quanto eles mudaram em nome do amor, os sacrifícios que tiveram que fazer, a química deles é realmente perfeita !! Alex é um Homão, forte, com atitude, mesmo tendo aquela faixada de bad boy, ele é muito humilde e de bom coração. A Britt é uma fofa, me surpreendi demais pois achei que teria uma forte tendência de não gostar dela por fazer o estilo patricinha, mais que nada, ela é mara e mesmo seus chiliques eu me identifiquei..ninguém é perfeito, e isso é bastante reforçado aqui no livro..eu amei praticamente tudo, incluindo o final (Ahhh Alex Suspiros), por isso o favorito, mesmo com uns defeitinhos, não consigo baixar a nota. E ah, mesmo sendo um livro com protagonistas jovens, os temas tratados são bem fortes, e o único aspecto que me fez sentir lendo um livro para adolescentes foi o fato das cenas de sexo não serem detalhadas (triste, but entendo).

SPOILER SPOILER SPOILER
Acho que nunca vou superar a morte de Paco..e olha que a autora nem detalhou/focou demais nesse assunto (DEVERIA pois ele era o melhor amigo do Alex e pelas circunstâncias em que se deu sua morte deveria ter tido mais enfoque) e mesmo assim eu quase chorei lendo kkk
comentários(0)comente

Dani A. 19/01/2019minha estante
Obrigado Skoob por ter cortado minha resenha que quase não deu trabalho para escrever e deixar só o primeiro parágrafo *-* mais agradecimentos por ter feito eu escrever e ter continuado a mesma coisa *-* Como eu amooo *-*

AFFFSS


Dani A. 19/01/2019minha estante
*Escrever de novo


Jefi 19/01/2019minha estante
kkkkkk bahhh isso é pra matar um




clarinha 16/01/2019

Foi tudo mesmo Química Perfeita..
A Brittany tem uma vida perfeita. Tudo para ela tem que ser perfeito. Rupas, casa, pais e namorando. Nada podia dá errado. Tudo está estava calculado em sua vida.
??
Já Alex é um Latino americano e integrante de uma gangue e não se importava com a escola e com certeza não tinha nada a perde. E sua vida não era perfeita.
??
Eles são de dois mundos diferentes e acabam se chocada, quando foram forçados a fazerem dubla nas aulas de Química. Mas isso acaba os aproximando, e os dois percebem que tem mais em comum do que pensam.
??
Brittany mundou bastante no decorrer do livro como o Alex e a conclusão da história foi legal. Mas não foi tudo que eu esperava.
??
??
Bom, achei os personagens sem química alguma. E não sei se foi por ter ido ler com a expectativa tão alta ou ter esperado muito dele. Então para mim foi legal. E sim recomendo, talvez esse livro seja seu tipo de leitura.
comentários(0)comente



Minha Velha Estante 09/01/2019

Resenha da Mylena Suarez
“ Minha história define quem eu sou.”
Oh, gente! Nada como a química perfeita entre dois pólos opostos para criar uma reação em cadeia quase impossível de ser controlada.

Alex é o típico badboy encrenqueiro e inconsequente que faz parte da gangue Latin Blood. Filho de mexicanos sente na pele o preconceito e sabe que pessoas do lado sul não se misturam com pessoas do lado norte da cidade, assim como óleo não se mistura com água. Ponto.

Mesmo tendo um sonho distante de entrar na faculdade e estudando muito para ter notas boas na escola, ele sabe da realidade de sua família e que, uma vez dentro da gangue, não existe a menor possibilidade de sair. A vida segue sua curso natural, pelo menos até ele precisar encarar de frente a garota de ouro da escola, Brittany.

Brittany é a garota perfeita, dedicada a família perfeita, com as notas perfeitas e o namorado perfeito. Mas esta aparente perfeição está prestes a ser testada quando ela é obrigada a se aproximar de Alex como dupla do projeto de química e ele começar a testar a paciência e os limites da garota com seu jeito debochado e provocador.


O livro é uma verdadeira montanha-russa de emoções conflituosas e inesperadas recheado com uma grande crítica a sociedade moralista, preconceituosa e negligente que pensa que a raça e a condição social podem definir quem a pessoa é. Não é à toa que escolhi a frase do próprio Alex para abrir esta resenha pois, para mim, resume bem a mensagem do livro e eu acredito piamente que quem define a pessoa são os próprios passos que ela escolhe dar. Claro que nem sempre é tão simples fugir das armadilhas da vida, mas sempre temos escolhas e é esta jornada de amadurecimento, descobertas e amor rumo à escolha perfeita que Alex e Britanny irão percorrer.

Narrado em primeira pessoa alternadamente por cada um dos protagonistas, o livro traz uma trama forte e impactante onde jovens (destaque para Paco e Isabel) serão postos à prova a cada instante e onde o uso de um simples composto errado pode gerar resultados explosivos.

Lembrei muito de um filme antigo que vi pequena: Westside Story, que conta também uma história de amor impossível entre uma jovem de uma gangue de brancos e um rapaz de uma gangue mexicana com clara inspiração em Romeu e Julieta. Então já viu o tanto de conflito, sangue, suor e lágrimas que podem estar te esperando, né?

A própria escritora faz algumas referências a outro filme que amo: Grease, Nos Tempos da Brilhantina, que mostra a garota perfeita e certinha se apaixonando pelo badboy complicado.

Esse livro fez sucesso uns anos atrás quando foi publicado aqui pela primeira vez e, graças a Deus, a Globoalt publicou agora com nova roupagem e essa capa maravilhosa com um casal que transmite bem a tensão do livro.

A história é apaixonante, o casal maravilhoso e o desfecho, mesmo tendo sido um pouco rápido demais, é de tirar o fôlego.

Beijos, Myl

site: http://www.minhavelhaestante.com.br/2018/07/quimica-perfeita-simone-elkeles.html
comentários(0)comente



carinavd 25/12/2018

Simplesmente gosto
Esse já é o 2º livro dessa autora que leio. Sei que não é melhor coisa do mundo, porém gosto. Tem um quê no texto que me prende.

O livro começa muito bem, porém mais pro final parece que tem uns saltos na história, falta conexão entre as cenas, como se ela tivesse com pressa de finalizar, ou uma editora editou meio errado e tirou umas cenas sem adaptar as que ficaram. Não sei o que aconteceu, só sei que senti falta, mas fiz a conexão na minha cabeça e tudo certo.

Uma observação sobre o livro, o gatinho faz parte de uma gangue, mas a visão da autora dessa vida de gangue é muito a visão do policial (ela inclusive agradece um no final pela ajuda na pesquisa), da "família". Gangue é ruim. É falso. É política. Entendo que ela também não podia colocar a gangue como algo legal, mas existem nuances nesse universo que não foram exploradas, mas que também não é papel desse tipo de livro.

Em vários momentos me lembrou 10 coisas que eu odeio em você.
comentários(0)comente



Aline.Braga 17/11/2018

Sem graça
Muito drama para nada .
Confesso que foi pior livro do mês. .
Se é que não posso dizer do ano?
comentários(0)comente



Taize Lima 31/10/2018

Livro maravilhoso!
Essa é uma história imperdível, para quem adora um romance proibido, sem muito blá blá blá, e que no final, tudo vira de cabeça para o ar, e volta a aterrissar na terra! ❤️

site: https://www.instagram.com/p/BpeqfLcnmTp/?utm_source=ig_share_sheet&igshid=1ixgd7gwoo7bc
comentários(0)comente



Suka Rosário 09/09/2018

Adorooo qndo clichê não é clichê!!
Adoro qndo um livro que é um clichê, garota popular gosta do bar boy da escola tem bem mais do que mostra.
Gosto qndo livro mostra bem mais do q ele realmente é. Brit senhorita perfeita mas não tão perfeita pro padrões do mundo lá fora. Qntas vezes nos disfarcamos de outra pessoa bem mais legal e divertida pro amigos pois temos medo de sermos nos mesmo ou depcionar as altas expectativas. Alex a mesma coisa, abraçou seu lado bad boy pq era o único caminho q conhecia.
O livro é super gostoso de ler, daqueles q vc tem vontade de só parar qndo acabar. Alex com as expressões mexicanas foram ótimos, posso chamar a pessoa de imbecil e ela nem irá percebe amei isso. As brigas deles, a amizade da Sierra e Isa( amei ela rs, tadinha dela mas fazer o quê, espero q ela tenha um livro dela), Sra P, tadinha irá aturar a 2° geração dos Fuentes rs. A Shellby, fofa as vezes a irmã na frustação de ser tão perfeita não via q aquilo tava fazendo mal a irmã.
Enfim, Alex Fuentes e Brit Ellis iram pra minha listinha de OTP literários!!
Ameeiii
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Tamirez | @resenhandosonhos 02/08/2018

Química Perfeita
Sabe aquele livro fofinho, cheio de clichês, mas que dá uma aquecidinha no coração porque você acaba se apegando aos personagens? Química Perfeita é assim. Esse título já havia sido lançado no Brasil há vários anos por uma editora que não existe mais, o que o tornou esgotado. Como já publica outros livros da Simone Elkeles, agora a Globo Alt traz essa reedição de história de Brittany e Alex.

A primeira coisa gostosinha desse livro é o nosso protagonista. Alejandro é um bom garoto com pinta de bad boy. E ele é latino, então preparem-se para muitas palavras em sendo substituídas, o que deixa as partes com ele muito divertidas. Ele tem uma devoção muito firma para com a família e tudo o que ele faz é pensando no bem estar da mãe e do irmão mais novo que está começando a arrumar seus próprios problemas.

Já Brit se esconde atrás de uma fachada. Sua irmã tem paralisia cerebral e esse é um segredo guardado à sete chaves. Enquanto os pais querem internar a menina, ela zela fielmente por ela e contrariando os dois. Porém, ela sendo a filha “normal” sua vida é feita de expectativas construídas para ela, mas não por ela.

Acho que isso foi o que me cativou na história (depois do sotaque de Alex). Ver que além da superfície de “estereótipos” os personagens tinham uma camada mais profunda e que tinha algo importante a passar. Aprendemos com eles a sermos mais gentis, a dar valor à família e aqueles que importam, a ligar menos para as aparências, a abraçar quem você é de verdade mesmo que hajam perdas ao longo do caminho e, principalmente, a valorizar as pessoas que conseguem enxergar seu verdadeiro eu e o abraçam ao invés de fugir.

“Ele pode até parecer um modelo da Abercrombie, com seu corpo torneado e rosto perfeito, mas o mais provável é que sua melhor foto seja tirada pela polícia, depois de ele ser preso.”

Algo que também é trabalhado aqui é o preconceito com as origens latinas, a marginalização e o fato de o primeiro empecilho ser a própria sociedade. Isso é algo muito forte nos Estados Unidos, onde as pessoas se agrupam “com os seus”, criando bairros de comunidades que dividem a descendência para se defender. E, claro, a visão externa de que são criminosos, inferiores ou não se adequam ao padrão “americano”.

Eu, por não ser uma leitora de romance, preciso que a história sempre me dê um pouquinho mais. Uma raiz mais profunda pra que eu possa me apegar a ela. E confesso que quando eu comecei a ler, não estava verdadeiramente esperando encontrar isso aqui e, portanto, foi uma bela surpresa.

E vocês sabem muito bem que quando há uma aposta envolvida a coisa nunca termina bem né? Ficamos o tempo todos apreensivos pela descoberta e pelo que vai sair daquilo. Então ao mesmo tempo em que torcemos por certas coisas darem certo, também sabemos que os confrontos vão ser inevitáveis. E mesmo com os clichês presentes, a gente torce e fica nervosa. E isso é muito legal! Saber que eu consegui ser envolvida ao ponto de me importar por uma trama mesmo sabendo exatamente onde ela vai dar.

A escrita da autora é super fluída e eu devorei o livro de uma vez só. A obra é uma trilogia mas os livros são naquela pegada independente. Pelo que eu vi, o segundo foca no irmão de Alejandro, então vamos ter sim uma conclusão aqui. Porém acho que vai ficar um pouco sem sentido ler o segundo se você não tiver lido o primeiro, por vir depois e ter os devidos spoilers. Mas, lendo Química Perfeita, você pode optar por seguir em frente ou parar sua experiência por aqui. Esse foi o meu primeiro livro da autora e curti muito a narrativa. Amor em Jogo e A Garota Dele, da mesma escritora, já foram resenhados por aqui.

Então, se você curte young adults com romance ou está procurando uma leitura super levinha, mas com um pouco mais além da superfície, fica aqui a minha recomendação para Química Perfeita. Acredito que mesmo que você já tenha visto esse formato de história mil vezes, ainda vai haver algo aqui que vai cativar a sua atenção e fazer a leitura valer a pena.

site: http://resenhandosonhos.com/quimica-perfeita-simone-elkeles/
comentários(0)comente



Shirley Cabral 27/07/2018

No geral a história é interessante, legalzinha para não ter uma ressaca entre livros mais 'pesados', porque a leitura é leve (mas demorei 3 dias pra ler). Confesso que achei o começo um saaaaaco, quase uma versão mal feita de Belo Desastre, com um monte de frase de efeito tosca. Achei os personagens mal construídos e realmente não senti muita química entre eles haha. Felizmente, a partir da metade os acontecimentos até que melhoram as coisas, de certa forma.
comentários(0)comente



G.Benício 17/07/2018

Não foram só elementos, que está aula de química juntou.
O livro "Química Perfeita" de Simone Elkeles acaba de se tornar um dos meus favoritos. A autora consegue desenvolver bem os personagens, e o fato dos capítulos serem alternados é incrível, o livro é emocionante e a autora da um passo de cada vez, ou seja ela desenvolve muito bem a história.

Ao decorrer do livro os personagens vão se revelando, mostrando como são atraz da imagem que se esforçam tanto para construir.

Um capítulo é de Brittany e outro de Alex o que é muito legal, você consegue ver os dois lados da história, e como é o sentimento de cada um deles.

O desenvolvimento do livro não é apresado, todos os sentimentos dos personagens são construídos camada por camada.

O melhor fato desta leitura é querer ler o próximo capítulo, o livro é cada vez mais emocionante e surpreendente, recomendo esse livro a todos, não me arrependi em nenhum momento da compra.
comentários(0)comente



Patricia Chame 10/07/2018

Gostei bastante, mas não o suficiente para 5 estrelas
Gostei muito da história e não pude deixar de lembrar de um outro livro (duologia) chamada "A luta pela liberdade" / "Vale a pena lutar". - Não que as histórias sejam parecidas, mas digo que pensei neste outro porque a mocinha desse teve e exatamente a reação que eu esperava para a mocinha do outro ... rsrsrsrs
Enfim,
A leitura flui super bem, os diálogos são bons e a história bem construída.
Acho que minha expectativa alta demais atrapalhou um pouco, por isso não se deixem influenciar e leiam.
Vale a pena.
comentários(0)comente



mylena.suarez 07/07/2018

“ Minha história define quem eu sou.”
Oh, Gente! Nada como a química perfeita entre dois pólos opostos para criar uma reação em cadeia quase impossível de ser controlada.

Alex é o típico badboy encrenqueiro e inconsequente que faz parte da gangue Latin Blood.

Filho de mexicanos sente na pele o preconceito e sabe que pessoas do lado sul não se misturam com pessoas do lado norte da cidade, assim como óleo não se mistura com água. Ponto.



Mesmo tendo um sonho distante de entrar na faculdade e estudando muito para ter notas boas na escola, ele sabe da realidade de sua família e que uma vez dentro da gangue não existe a menor possibilidade de sair. A vida segue sua curso natural pelo menos até ele precisar encarar de a garota de ouro da escola, Brittany .



Brittany é a garota perfeita, dedicada a família perfeita com as notas perfeitas e o namorado perfeito. Mas esta aparente perfeição, está prestes a ser testada quando ela é obrigada a se aproximar de Alex como dupla do projeto de química e ele começar a testar a paciência e os limites da garota com seu jeito debochado e provocador.



O livro é uma verdadeira montanha-russa de emoções conflituosas e inesperadas recheado com uma grande crítica a sociedade moralista, preconceituosa e negligente que pensa que a raça e a condição social podem definir quem a pessoa é. Não a toa escolhi a frase do próprio Alex para abrir esta resenha, pois para mim resume bem a mensagem do livro e eu acredito piamente que quem define a pessoa são próprios passos que ela escolhe dar. Claro que nem sempre é tão simples fugir das armadilhas da vida, mas sempre temos escolhas e é esta jornada de amadurecimento, descobertas e amor rumo a escolha perfeita que Alex e Britanny irão percorrer.



Narrado em primeira pessoa alternadamente por cada um dos protagonistas, o livro traz uma trama forte e impactante onde jovens ( destaque para Pacoe Isabel) serão postos a prova a cada instante e onde o uso de um simples composto errado pode gerar resultados explosivos.



Lembrei muito de um filme antigo que vi pequena : Westside Story que conta também uma história de amor impossível entre uma jovem de uma gangue de brancos e um rapaz de uma gangue mexicana com clara inspiração em Romeu e Julieta. Então já viu o tanto de conflito, sangue, suor e lágrimas que podem estar te esperando, né?

A própria escritora faz algumas referências a outro filme que amo : Grease, Nos Tempos da Brilhantina que mostra a garota perfeita e certinha se apaixonando pelo badboy complicado.



Esse livro fez sucesso uns anos atrás quando foi publicado aqui pela primeira vez e graças a Deus a Globoalt publicou agora com nova roupagem e essa capa maravilhosa com um casal que transmite bem a tensão do livro.



A história é apaixonante, o casal maravilhoso e o desfecho mesmo tendo sido um pouco rápido demais é de tirar o fôlego.

4/5 estrelas

site: http://www.minhavelhaestante.com.br/
comentários(0)comente



191 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |