Nascida à Meia-Noite

Nascida à Meia-Noite C.C. Hunter




Resenhas - Nascida à Meia-Noite


205 encontrados | exibindo 91 a 106
7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Vanessa Vieira 08/10/2015

Nascida à Meia-Noite - C. C. Hunter
O livro Nascida à Meia-Noite, primeiro volume da série Acampamento Shadow Falls, de C. C. Hunter. nos traz um romance sobrenatural interessante e com um pano de fundo bastante atraente. Porém, o fato da história manter os mesmos elementos pertinentes aos demais livros do gênero e de ter uma protagonista vulnerável e contestadora demais com sua realidade fez com que a obra perdesse boa parte de seu brilho.

Kylie Galen está vivendo um verdadeiro inferno astral: seus pais estão prestes a se divorciar e o seu namorado acaba de colocar um ponto final no relacionamento dos dois. Para piorar a situação, ela acaba sendo presa em uma festa e sua mãe decide enviá-la para um acampamento para jovens problemáticos localizado na cidade de Fallen, o que acaba por mudar sua vida completamente. Poucas horas após adentrar o acampamento, Kylie percebe que o Acampamento Shadow Falls não tem nada de normal e que os seus colegas são criaturas sobrenaturais, tais como lobisomens, vampiros, metamorfos, bruxos e fadas. E mais: a adolescente reluta em aceitar que, assim como eles, possui algum dom paranormal.

Porém, a história toma um rumo diferente quando Derek e Lucas entram em cena. Derek é um fae dotado de poderes mágicos e que faz de tudo para namorar Kylie. Já Lucas é um lobisomem soturno com quem ela compartilha um segredo do passado. A princípio, tudo o que a garota quer é sair de Shadow Falls o mais rápido possível, mas quando o dueto de rapazes fazem morada cativa em seu coração, ela passa a descobrir os seus estranhos poderes e a notar que nunca mais sua vida será como antes...

Nascida à Meia-Noite nos traz um romance juvenil dotado de sobrenatural e suspense. O pano de fundo da trama foi muito bem arquitetado pela autora e ela soube construir um clima de mistério bacana para o livro. Porém, é praticamente impossível não comparar sua história com as dos demais livros adolescentes que vemos por aí, principalmente por conta do triângulo amoroso e da instabilidade emocional e vulnerabilidade da protagonista. Kylie é cabeça dura demais e reluta em aceitar sua condição atual e isso acabou me irritando bastante em alguns momentos. Narrado em terceira pessoa, de forma fluída e linear, a obra possui os seus atrativos, mas tinha potencial de sobra para ser bem melhor.

Kylie está enfrentando uma barra pesada, afinal lidar com o divórcio dos pais não é nada fácil, ainda mais quando seu namorado resolve simplesmente cair fora. Logicamente que o emocional de qualquer pessoa ficaria abalado, mas achei a protagonista melodramática demais e nem preciso entrar em detalhes de como isso, por vezes, me irritou. Quando adentra Shadow Falls, ela logo percebe que o acampamento não possui nada de normal, mas mesmo assim reluta a acreditar que faça parte dele de alguma forma. Depois de um certo tempo de leitura, a personagem acaba evoluindo, mas mesmo assim não conseguiu melhorar a visão inicial que eu tive dela. Os mocinhos da trama são os típicos rapazes dos romances young adult e confesso que acabei me afeiçoando um pouco mais pelo Lucas, mesmo não tendo morrido de amores pelo lobinho. Achei o Derek meio sem sal e sem açúcar e por oras, possessivo demais. A minha personagem favorita do livro foi Della, a amiga de quarto vampira de Kylie, que mostrou bastante fibra e personalidade.

Resumidamente, Nascida à Meia-Noite possui os seus atrativos, mas acabou se mostrando o típico mais do mesmo. Esperava mais da história e sobretudo dos personagens, mas infelizmente não tive as minhas expectativas atendidas. No final, acabei me deparando com uma espécie de mix de Stephenie Meyer, Colleen Houck e Alyson Nöel e essa mistura exótica acabou não me agradando. A capa é muito bonita e possui um belo efeito metalizado e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Apesar das ressalvas, não deixo de recomendar.

site: http://www.newsnessa.com/2015/10/resenha-nascida-meia-noite-c-c-hunter.html
comentários(0)comente



Paula 28/09/2015

Nascida à meia-noite é o primeiro volume da série Acampamento Shadowfalls. O livro conta a história de Kylie, uma garota cuja vida não vai muito bem: seus pais estão se divorciando e o namorado Trey terminou com ela por um motivo muito idiota. E tem mais: ela é atormentada por terrores noturnos e perseguida por um homem vestido como soldado, que só ela consegue ver, o que resultou em acompanhamento psicológico.

À convite da amiga Sara, Kylie resolve deixar a tristeza um pouco de lado, e vai a uma festa. Já na casa do garoto, sente-se completamente deslocada, principalmente após ver Trey grudado em uma garota nova. Conhecem a Lei de Murphy? Sim, as coisas ainda podem piorar! Uma batida policial acaba com a festa, e apesar de não ter usado nada, Kylie é levada até a delegacia e precisa chamar sua mãe para buscá-la. Resultado: a terapeuta indica um acampamento para adolescentes problemáticos, e a protagonista é enviada para lá.

Porém, quando chega a Shadow Falls, Kylie se depara com algo no mínimo inesperado: aquele é, na verdade, um acampamento para criaturas sobrenaturais. Vampiros, lobisomens, fadas, bruxas, duendes, metamorfos... Todos os tipos, para todos os gostos, estão ali para conhecer suas espécies e aprender a lidar com os poderes.

A garota se recusa a aceitar que também é uma daquelas "aberrações", e passa o livro todo buscando formas de justificar por que é tão diferente dos outros humanos, já que não se encaixa em nenhuma característica sobrenatural. Infelizmente, ela não pode negar que vê fantasmas, mas alega que isso pode ser resultado de um distúrbio mental ou até um tumor no cérebro. Sobrenatural? Nem pensar.

Apesar de não saber o que é, ela acaba criando laços com as pessoas, de uma profundidade inacreditável, principalmente com suas colegas de quarto, a bruxa Miranda e a vampira Della. Além disso, dois caras estão mexendo com os sentimentos dela. Um deles é Derek, metade fae (ou fada), que lembra muito a Trey, mas é completamente diferente no quesito atitudes. Ele é fofo, carinhoso e deixa claro desde o início que não pretende ser só amigo da Kylie. O segundo é Lucas, um lobisomem, com quem a protagonista divide um passado muito intrigante. Apesar de seu tratamento um pouco brusco com ela, é possível perceber que não consegue resistir a ele.

Nessa jornada de dois meses no acampamento, Kylie vai aprender muito sobre si e sobre os outros, além de compreender o sentido da verdadeira amizade e da família. Suas descobertas encantam o leitor, e seu amadurecimento é visível ao final do livro.

Eu amei a forma de escrever da C.C. Hunter, ela sabe prender as pessoas ao seu enredo. O final dos capítulos sempre tem uma questão que intriga e incentiva a continuar lendo mais e mais. Acabei terminando o livro em menos de 24 horas, o que é um recorde para mim. Por que não dei cinco estrelas? Porque penso que os próximos livros podem ser infinitamente melhores que o primeiro, e espero estar certa. Apesar de amadurecer, a Kylie é muito chata no início, e o que me manteve atenta foi o talento da autora. Acho que a personagem ainda tem muito a conhecer.

A diagramação é simples, mas muito agradável para ler. A capa parece metalizada, adorei o efeito!
comentários(0)comente



Bia 23/09/2015

Resenha - Nascida À Meia-Noite
Já tem anos que estou de olho nos livros dessa série. E quando vi que criaram o Box, eu coloquei na cabeça que só iria comprar a série em Box (não iria compra separadamente). Mas esse Box costuma custar uns cento e alguma coisa (ou seja, como a maioria dos boxs, é muito caro). Felizmente, quando fui à Bienal, o preço do Box caiu, comprei por oitenta reais!

As páginas são amareladas, a capa é meio metalizada (e é uma capa muito perfeita). Têm quarenta e dois capítulos, a fonte está mais ou menos pequena.

Kylie Galen está passando por um momento difícil na vida: Seus pais estão se divorciando, seu namorado acaba de terminar com ela e pra completar, sua queria avó acaba de morrer.
Ela sempre achou a mãe muito distante, com uma personalidade fria, como se não ligasse muito para a própria filha. Com esse pensamento sobre a mãe, Kylei fica horrorizada quando percebe que a mãe está tentando se livrar dela (pelo menos é isso que ela acha) mandando-a para um Acampamento para pessoas perturbadas (pessoas problemáticas), já que Kylei tem tido pesadelos horríveis que a faz acordar gritando a noite e nem se lembra do que exatamente sonhou... Sem falar que anda vendo pessoas que mais ninguém pode ver a não ser a própria Kylei.
Quando Kylei chega ao Acampamento Shadow Falls, logo de cara ela repara que tem algo de muito anormal naquele lugar e nas pessoas que estão nele. Ela acaba descobrindo que não é humana, que possui habilidades que nenhuma pessoa normal tem. Mas ela, e nem ninguém daquele acampamento, sabe o que ela é exatamente.
Todos sabem que ela é uma Sobrenatural, assim como todos os habitantes do Acampamento Shadow Falls são, mas ela não é uma Sobrenatural qualquer. Há algo muito estranho com ela, algo que ninguém consegue descobrir, algo que a faz ser especial. A única coisa que ela tem certeza é que pode ver fantasmas e se comunicar com eles... Mas, tem algo mais...

Que livro maravilhoso! Não tenho palavras para descrever o quanto amei, entrou para minha lista de favoritos!
Kylei é uma personagem forte (talvez nem tanto, mas com certeza não é uma coitada depois de tudo que passou), esperta, linda e decidida. O livro inteira ela fica negando ser uma Sobrenatural, ela não consegue acreditar que não é humana. Com o tempo, mesmo ainda negando ser uma Sobrenatural, ela acaba se acostumando a Shadow Falls e conhecendo dois caras (os dois Sobrenaturais, óbvio) super gatos e duas amigas loucas, divertidas e maravilhosas.
Lucas é um dos Sobrenaturais que vivem em Shadow Falls, ele é um lobisomem super gostoso, forte, maduro e com cara de sério haha. Ele e Kylei têm um passado secreto (que eu acho super fofo quando ela começa a se lembrar). Infelizmente ele não aparece muito no livro, mas quando aparece tudo esquenta!
Derek é um Fae (meio fada), ele é o primeiro que Kylei conhece no Acampamento e logo começa a sentir uma certa atração por ele. Mas eu não acredito na atração que ela sente por ele por causa dos poderes dele (quem leu o livro vai entender a que poder em especial me refiro). Ele também não aparece muito no livro, mas, assim como nos momentos em que Lucas aparece, tudo esquenta quando vemos ele perto de Kylei. Derek também é muito lindo e bem forte, mas ele é bem menos sério que Lucas, ele na verdade é bem descontraído e luta pela atenção de Kylei (e ele é muito fofo também, só que eu sou Team Lucas).
Miranda (uma bruxa) e Della (uma vampira)... Meu Deus! Como posso descrever essas duas briguentas super fofas e divertidas? As duas são minhas personagens favoritas dentre todos os outros personagens (inclusive a protagonista). Elas vivem brigando, de uma maneira bem engraça, e quando não estão brigando estão fazendo palhaçada (principalmente Miranda).

O livro não foca no romance, foca mais no mistério que envolve que tipo de Sobrenatural Kylei é e em como ela tenta descobrir isso. Não há muita aventura (ação) também, na verdade a única aventura que tem no livro é nas ultimas dez páginas. Estou loucamente curiosa para ler o segundo livro (que com certeza será minha próxima leitura muito em breve). Eu soube que a série irá virar filme, não lembro bem que comprou os direitos para levar a série as telonas, mas espero muito que comecem logo a produzir o filme, tenho certeza de que seguirem o livro direitinho (e não estragarem o filme como as vezes costuma acontecer) irá dá um sucesso enorme!
Super recomendo o primeiro livro, principalmente pra quem gosta de ficção.


site: http://mysecretsbooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Kelly Cristina Licare 28/08/2015

Vale a pena. Sem mais.
Sempre tive receito de ler esta série. Ainda bem que preconceitos podem ser vencidos quando damos a famosa chance.
Adorei os personagens, adorei os diálogos e historia é muito boa!!
As capas dos livros são lindas o que só me deu mais vontade de ler, consegui me transportar para dentro do livro com as palavra C.C Hunter, que através de sua escrita fluida deu vida a Shadowfalls.

Realmente é uma série que vale a pena ler.
comentários(0)comente



Grazi 03/06/2015

Me sigam no meu Instagram de livros @booksislife
Eu Amo esse livro muito perfeito sem mais nada a declarar. SINOPSE: Kylie Galen aos 16 anos vê sua vida implodir com a morte de sua avó, o divorcio dos pais e nada mais, nada menos do que um sujeito vestido de soldado que a persegue praticamente o tempo todo. Com o stress de sua vida atualmente, ela teme estar ficando maluca. E realmente está lutando para não acreditar que está "vendo gente morta".Com o término de seu namoro com Trey, parece que a gota d'água para transbordar Kylie foi uma festa onde depois de muita farra e excessos, a galera (inclusive ela) vai parar de madrugada na DP.Mandada para um acampamento para adolescentes "especiais", Kylie não acredita no que está acontecendo com a sua vida. Como um peixe fora d'água ela não acha que irá se encaixar dentre seus estranhos colegas de acampamento.E quando eu digo estranhos...realmente a palavra as vezes nem faz jus à quantidade de esquisitices que ela vai vivenciar a partir de agora.Shadow Falls é um acampamento especial, para adolescentes sobrenaturais. Vampiros, Lobisomens, Bruxos, Metamorfos, Faes e etc. estão em busca da descoberta de seus dons, mas sobre tudo de suas identidades. O acampamento busca desenvolver o trabalho em equipe e proporcionar a convivência saudável e sobre tudo tolerante entre as espécies. Mas só temos um problemas: Kylie nem mesmo sabe qual é a sua espécie. Com um padrão mental completamente fechado, ela é um enigma para todos, mas sobre tudo para ela mesma. Nascida à Meia Noite narra em 1ª pessoa através da perspectiva de Kylie toda a imersão dela neste novo mundo fantástico e a sua busca para compreender sua nova realidade.

site: https://instagram.com/p/b_iGIHRSqI/?taken-by=booksislife
comentários(0)comente



Milagres 30/04/2015

Blog Intoxicados Por Livros
O primeiro livro Saga Acampamento Shadow Falls é o ‘Nascida à meia noite’, a personagem principal é a Kylie e já aparece bem no início com sua vida revirada do avesso, os pais divorciando, a morte da avó que ela amava muito, pesadelos intermináveis e o namorado terminando com ela. Uma bagunça!

Ela tem uma única melhor amiga, o nome é Sara. E é o oposto de Kylie. Enquanto Kylie é super contida e quieta, Sara parece bem extrovertida e gosta de uma festa e muitos garotos.

Então, com sua vida toda conturbada, Kylie aceita o milésimo convite da sua amiga e vai à uma festa. Mas sabe aquela expressão: “Nada está tão ruim que não possa piorar?”, pois é... Depois de vários problemas na festa, a Kylie é detida e sua mãe a manda para um acampamento para “jovens deliquentes”.

Chegando lá, Kylie se depara com várias coisas estranhas e inexplicáveis e descobre que seus colegas de acampamentos são na verdade seres sobrenaturais. Depois do choque e de algumas descobertas, Kylie se torna amiga de alojamento de Della, uma vampira e Miranda, uma bruxa. Porém, ela ainda acha que não se encaixa naquele lugar, pois não se considera uma sobrenatural. E com todos os problemas que ela está enfrentando, ainda aparecem dois garotos, super gatos, pra aumentar a confusão. Derek, um “fada” (Achei muito estranha essa parte!) e Lucas, um lobisomem, que apesar de lindo, causa pavor nela por coisas que aconteceram no passado.

No acampamento, existe a responsável por aconselhamentos, a monitora Holiday, que acaba sendo de grande ajuda para os problemas que Kylie vem enfrentando. E a outra monitora é a Skys, que é bem durona e nada amigável.

O bom do livro é a busca da Kylie por saber quem ela é, porque até então ela não se encaixa em nenhum dos tipos de sobrenaturais. E então você quer ler sempre mais um pouquinho pra tentar descobrir antes de todos. A cada pista e cada dom novo que ela descobre você fica mais envolvido.

O drama adolescente no livro é muito grande, as vezes você fica gritando (Gritando mesmooo!!) pra Kylie se decidir logo, mas quando ela consegue resolver alguma coisa, aparece mais um mistério pra desvendar. E não tem como parar de ler até você saber tudo! E cada capítulo termina exatamente no clímax só pra você ter que ler mais um pouco pra terminar a cena... É perfeito!

O livro é bem leve e, realmente, de fácil leitura. Uma história gostosa de dar sequência. Com muito romance, dúvidas e mistérios, questões familiares e aventura.


site: http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Carla @camantovanni 24/04/2015

Nascida a meia noite
Bom, não foi muito bem o que eu esperava, mas a autora soube descrever bem o desenrolar da trama e tudo mais.

Nascida a meia noite tem como principal personagem uma garota "especial" , que bem no começo do livro, tem de lidar com vários acontecimentos desagradáveis, dentre eles, pais divorciados e um namorado que lhe deu um belo pe na bunda. Seus pensamentos estão embaralhados e um misterioso fantasma aparece na frente da sua casa.

Kylie então é enviada para um acampamento em fallen, para adolescentes problemáticos, como seus pais mesmo citam. O que ela não esperava, era que fosse encontrar as situações e as pessoas mais sinistras de sua vida. Inclusive, um futuro duvidoso a qual ela não estava esperando de jeito nenhum.

Um lobisomem de olhos claros que era seu vizinho matador de gatos, na verdade era sua menor preocupação, quando tem como colegas de alojamento, uma bruxa doidinha que tem sérios problemas de coordenação, e uma vampira raivosa que está aprendendo a controlar seu apetite.

Leitura leve e teen. Não dei mais do que três estrelas , por que me lembrou muito diversos livros que já li nos últimos tempos e também, por que não me impressionou tanto assim.

Indico a leitura ? Sim, principalmente para quem gosta do estilo teen sobrenatural
comentários(0)comente



Mônica 18/03/2015

Nascida à Meia-Noite
O livro lembra algumas passagens dos livros mais vendidos, mas mesmo assim eu gostei muito. Não vejo a hora de ler os próximos!
comentários(0)comente



Fabricio~Raito 10/02/2015

Sucessão de clichés com bom resultado
• Veja bem: eu, com tanto livro esperando anos na estante para ser lido, comprei esse box na semana passada e curiosamente, passei o primeiro livro (de cinco) na frente dos que já estavam na lista Emoticon pacman
Eu já não esperava muito quando li a sinopse: um grupo de adolescentes, que vão para um acampamento para lidarem com seus dilemas (e com o fato de não serem humanos e terem poderes sobrenaturais), lobisomens, vampiros, fantasmas, triângulo amoroso... já vi isto. E já vi isto várias vezes.
• Mas apesar de toda essa sucessão de eventos tão batidos e utilizados em literatura young adult, a narrativa da autora, C. C. Hunter desperta um certo interesse, e a leitura é dinâmica. Como era de se esperar (assim como o foi no primeiro livro de Percy Jackson), a protagonista desconhecia completamente seus poderes e sua raça (e até o fim do primeiro livro, ela continua não sabendo o que ela é), tornando "Nascida á Meia Noite" uma espécia de apresentação do cenário (ainda pouco explorado) e dos personagens que são extremamente cativantes, ponto muito positivo na saga.
• É impossível não se espantar com a qualidade da capa. O efeito metálico-púrpura-laminado (não saberia dizer com precisão o processo de tamanha beleza) é de fazer o queixo cair, trazendo um enorme destaque ao livro. O trabalho de tradução e revisão da Editora Jangada se mostrou eficiente e positivo, não tendo reparado erros durante a leitura. E é claro, você vai querer ler o próximo pra saber de fato o que Kylie é.
comentários(0)comente



Ju 06/02/2015

[ Resenha ]: Nascida à Meia-Noite {Acampamento Shadow Falls # 1}
Mais uma vez venho com uma resenha de um livro sobrenatural que tinha tudo para ser bom, mas que ficou só na vontade mesmo. Eu não sei qual o problema, mas a maioria dos livros sobrenaturais que foram publicados na época de Crepúsculo e Diários de Vampiro são sagas e grande parte deles, não é bem estruturado. Acontece que por serem escritos em formato de séries, os Autores deixam o conflito, a mitologia e tudo mais para ser explicado no decorrer dos livros. E bem, isso é bem frustrante quando você lê o primeiro e quer compreender a trama. Aí você tem que esperar o segundo, o terceiro para descobrir... Eu penso assim um livro deve ter um motivo para a história existir, que ele seja resolvido e explicado para os leitores.

Pois bem. Nascida à meia - noite, livro da Escritora C. C. Hunter e publicado pela Editora Jangada tinha tudo para ser incrível. Uma boa premissa e a princípio uma grande história. No livro, temos Kylie Galen, uma adolescente que não se dá muito bem com a mãe. As coisas não andam nada bem para a jovem, seus pais querem se separar, ela se sente excluída e acaba fazendo coisas erradas por andar meio perdida. Sua mãe então decide enviá-la para Shadow Falls, um acampamento para jovens problemáticos. Muito irritada, a garota embarca, mas descobre que o acampamento não é o que esperava. Ao chegar, se depara com vampiros, lobisomens e vários outros seres mitológicos. E aí você pensa, agora o mistério vai acontecer, vamos entender o que se passa com a protagonista... Er.. não rs. A partir daí é uma sequência de cenas, a maioria desnecessárias. Acontece que fiquei esperando o real motivo da Kylie estar ali, qual era ligação da personagem com o acampamento. A autora explicou? Sim, mas superficialmente. Não chegou perto de desvendar os segredos, dá a entender que o segundo livro é uma espécie de segunda parte do primeiro.

Provavelmente a autora deixou para explicar na continuação, o que é um grande erro bastante comum em séries. Um livro precisa ter início, meio e fim. Quando se é uma série, nos outros livros abordam obstáculos que costumam ter alguma ligação com o primeiro, como Harry Potter e O senhor dos anéis. Só que em Nascida á meia - noite não vi isso. Por esse motivo, o livro levou 3 estrelinhas e inclusive já até troquei no Skoob. Quem sabe um dia volte a ler. Por enquanto não. Se vocês leram ou pretendem, me contem para saber se vai valer a pena continuar ou não. Apesar de ser bem escrito, esperava bem mais de Nascida.

site: http://novosescritores.com/profiles/blogs/resenha-nascida-a-meia-noite-acampamento-shadow-falls-1?xg_source=activity
comentários(0)comente



Luna 17/11/2014

PERFEITO
Tenho até vontade de chorar só de lembrar da Kylie ! Amo, amo e amooooo essa coleção ! Li os 5 livros com trezentas e tantas páginas casa um em apenas 1 semana e meia. Super, mega, ultra, hiper RECOMENDOOOOOOO !!!!!!
Luna 17/11/2014minha estante
Outra coisa, a Kylie me lembrou muuuuuuuito a Zo, então se vc curte a coleção House Of Night, vai amar Shadow Falls !




Tracy Anny 06/10/2014

QUARTA-FEIRA, 31 DE OUTUBRO DE 2012
Por quê? perguntou outra vez. Por que estou aqui?
Holiday sentou-se ao seu lado.
Você é especial, Kylie.
Não quero ser especial disse Kylie, sacudindo a cabeça. Quero ser apenas eu... eu normal. E..., para ser bem honesta com você, acho que estamos cometendo um erro aqui. [...]
Kylie passou a mão no rosto a fim de apagar a evidência das lágrimas e se esforçou ao máximo para fazer a pergunta sobre a qual vinha tentando não refletir desde que tudo havia começado.
E eu, o que sou?
Pág. 45


Antes de começar a ler esse livro, algumas amigas me disseram que não gostaram muito e outras disseram que, apesar de terem gostado, acharam o enredo fraco. Pois bem, resolvi ler e não concordo com elas. O livro não é perfeito, tem algumas falhas, mas a história empolga e contagia. Li os volumes 1 e 2 em uma semana! (E já vou começar a ler o volume três).

Nascida à Meia-Noite, de C. C. Hunter (Jangada, 320 páginas, R$ 37,00), conta a história de Kylie, uma adolescente que não se sente normal, mas tenta se adaptar. Seus pais estão se divorciando e, por algum motivo, seu pai não quer que ela more com ele, mesmo que ela seja mais próxima dele do que da mãe. Kylie vai pra uma festa daquelas onde tudo pode dar errado. Ela bebe um pouco e vai presa. E, claro, a polícia chama sua mãe.

Sua mãe a manda para o acampamento Shadow Falls, um acampamento para jovens problemáticos. O divórcio dos pais, o término do namoro com Trey e agora ser mandada pra um acampamento de pessoas problemáticas, quando ela não se considera problemática... Kylie não poderia estar mais triste.

Chegando ao acampamento, ela percebe que o drama é um pouquinho maior. Na entrada há uma seleção, do tipo: Você sabe por que está aqui? Ela até tenta fingir que sabe, mas não é muito convincente e acaba descobrindo a maior verdade de sua vida.

E daí em diante, vamos acompanhar a jornada de descoberta de Kylie. Existem vários tipos de sobrenaturais no acampamento e Kylie se vê sem saída. Começa a fazer amizades com suas colegas de alojamento e dois rapazes. Derek, um garoto lindo que se parece muito com seu ex e está interessado nela e Lucas, com quem divide um segredo do passado e mexe com seus hormônios.

Kylie não quer acreditar, mas a cada dia que passa ela precisa tentar descobrir o que/quem ela é. Também precisa ajudar a amiga, que ficou em casa com um grande problema pra tentar resolver. Os pais ainda são um problema. E como se não bastasse, começam a acontecer algumas coisas estranhas no acampamento, mais estranhas do que aquelas pessoas estranhas estão acostumadas.

Saga Acampamento Shadow Falls:

1. Nascida à Meia-Noite
2. Desperta ao Amanhecer
3. Levada ao Entardecer
4. Whispers at Moonrise
5. Chosen at Nightfall


site: http://www.meninadabahia.com.br/2012/10/nascida-meia-noite-c-c-hunter.html
comentários(0)comente



Quel 27/09/2014

Um jeito diferente de ser sobrenatural
Olha, eu admito. Eu amei o livro. Comecei a ler porque duas amigas minhas já haviam lido e falaram que era muito bom. No começo, eu me senti muito deslocada.

A história é sobre Kylie Galen, uma menina de 16 anos que está passando por uma fase difícil de sua vida: seus pais estão se separando, sua melhor amiga está fazendo sexo com todo garoto que vê e indo em todas as festas (mesmo aquelas com bebida), seu ex-namorado anda se esfregando com uma piranha nova na frente dela e ela está sendo perseguida pelo fantasma de um soldado da Guerra do Golfo.

Depois de enfrentar esses problemas, e ainda com eles atormentando sua cabeça, a mãe de Kylie acha melhor envia-la para um acampamento para crianças problemáticas, indicado pela psiquiatra de Kylie: o Acampamento Shadow Falls.

Ela acha que é um acampamento para pessoas com problemas, como drogas e crimes, mas na verdade, é um acampamento para a convivência das pessoas sobrenaturais, como ela.
Durante sua vida toda, Kylie Galen achava que era humana, cem por cento humana, mesmo com o fantasma do Soldado Dude seguindo-a. E agora descobre que é sobrenatural. Como assim, sobrenatural? E agora, nem mesmo Sky e Holiday, as líderes do acampamento, conseguem identificar que tipo de sobrenatural ela é.

Agora, minha opinião sobre o livro. Achei o livro fantástico, acabei literalmente em uma tarde, por isso dei minhas 5 estrelinhas pra ele. Mas, sinceramente: no começo, me senti muito perdida. O livro começa com Kylie no meio de uma briga dos pais, e ela tentando entender se seus pais vão se divorciar ou não. Imagine que você acorda com seus pais gritando na sala, brigando, e você não está entendendo nada do que está acontecendo. Foi bem assim que me senti quando comecei o livro. Foi como se eu tivesse me teletransportado par algum lugar e não sabia onde, nem quando, nem por qual razão eu estivesse lá, e ainda não estivesse entendendo o que se passava na minha frente.

Depois de uns dois capítulos, você começa a entender tudo. Tirando esse começo um pouco caótico, o resto do livro é uma maravilha! Eu sinceramente indico, pra todas as idades (digo, de 12 a 120, por aí).
comentários(0)comente



Bela Landim 11/09/2014

Nascida a Meia-Noite por Simplesmente Isy
Os Sobrenaturais - Saga Acampamento Shadow Falls

Nascida à Meia - Noite
Despertada ao Amanhecer
Levada ao Entardecer
Sussurros ao Luar
Escolhida ao Anoitecer

Nas páginas de Nascida à Meia- Noite, você ri, chora e quer mais.

...Como conseguiria sobreviver pelos próximos dois meses? E sobreviver não apenas mentalmente: vampiros e lobisomens matam pessoas.


Só os maus, explicou Holiday a caminho do refeitório, quando Kylie estremecia toda vez que alguém se aproximava . Será que Holiday tinha certeza de que não havia criaturas más no acampamento? Algumas delas pareciam bem desagradáveis. Não que se achasse uma especialista em distinguir os sobrenaturais bonzinhos dos malvados. Mas devia ser mais ou menos como ela se sentia em relação a cobras e aranhas: havia as inofensivas e as perigosas. Entretanto, por uma questão de segurança, evitava todas.


O livro conta a estória de Kylie Galen, uma garota que se dizia super normal "muito bem , obrigada " mas que por uma brincadeirinha do acaso, acabou em uma festa onde policiais acharam drogas.

Que maravilha! Como se isso não bastasse, junte ao fato de que seu pai havia acabado de sair de casa a deixado com a mãe que a fazia ir ver a Sra.Day , uma psicologa, por causa do estranho Soldado Dude* que a vistava, e que apenas ela podia ver ...

Continue em :

site: http://simplesmenteisy.blogspot.com.br/2014/09/nascida-meia-noite-cc-hunter.html
comentários(0)comente



205 encontrados | exibindo 91 a 106
7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 |