O Mala: Manual de Identificação e Uso

O Mala: Manual de Identificação e Uso Mario Kostzer




Resenhas - O Mala: Manual de Identificação e Uso


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Shadai 19/07/2018

Decepcionante
Um livro de anedotas (poucas sendo engraçadas), do que, realmente, um "manual" sobre os diferentes tipos de malas.
comentários(0)comente



12/07/2013

O Mala pode parecer aquele guia de sobrevivência sobre como lidar com malas, mas, na verdade, só faz esse trabalho de identificação. Eu tinha expectativas de que o livro seria engraçado, com as descrições dos vários tipos de mala, mas acabou sendo uma leitura mediana.
Identifiquei muitos malas descritos no livro, pessoas com as quais esbarramos no dia a dia, no entanto, acredito que tenha faltado a sacada para deixar o texto engraçado. Isso teria tornado a leitura muito mais dinâmica e prazerosa, acabei finalizando-a sentindo como se algo estivesse faltando, um diferencial.
O que eu gostei mesmo foi a parte visual, o layout do livro é super caprichado: capa dura com uma parte metalizada imitando um espelho, folhas acetinadas e várias ilustrações super bacanas. Erro mesmo eu só achei um, de digitação, mas nada grave.
Entre malas da internet, que repassam as famosas correntes, crianças malas, que importunam a tudo e a todos sem reprimendas de suas mães e até casais malas, o autor discorre sobre esse estranho e irritante ser que consegue nos tirar do sério nas mais diferentes áreas imagináveis; da internet à medicina, do futebol ao jornalismo. E pode acreditar que você identificará várias dessas situações, afinal de contas, pode até ser que elas sejam mais corriqueiras do que possa imaginar.
Eu indicaria a leitura a alguém curioso ou que gosta de livros no estilo guia; só digo que esperava bem mais dele, então, quem sabe, se vocês não elevarem muito as expectativas tenham uma experiência melhor que a minha? É uma leitura rápida, de uma sentada, então não posso dizer que o tempo foi perdido, foi interessante até certo ponto, mas não foi aquela leitura que eu estava esperando.
Leiam por sua própria conta e risco.

site: http://onlythestrong-survive.blogspot.com.br/2013/03/resenha-o-mala-mario-kostzer.html
comentários(0)comente



Glaucia 27/05/2013

O Mala: Manual de Identificação e Uso - Mario Kostzer
O livro O Mala: Manual de Identificação e Uso foi escrito pelo autor Mario Kostzer e publicado no Brasil pela Editora Belas Letras.

Esse é um livro bem divertido e totalmente diferente dos livros que leio. Seu enredo é composto por vários textos, onde é possível conhecer alguns tipos de "malas" - pessoas chatinhas, que convivemos diariamente. O mais engraçado, é que além do autor "classificá-los", ele ensina até como se prevenir de tais pessoas.

O livro é bem ilustrado e tem a capa dura com uma imitação de espelho, onde você consegue ver seu reflexo... e quem sabe descobrir em qual categoria de mala você se enquadra!

No mais o livro é bom para passar o tempo e se divertir um pouco.

Resenha escrita por Glaucia Matos – www.leitorait.com ©
comentários(0)comente



Jung Angel 29/06/2012

Minha Opinião sobre:O Mala
O Livro contém inúmeros tipos de 'malas', nomeando cada tipo de mala, e suas chatices que irritam muitos. O Autor nos trás um conteúdo informativo com pitadas e muito humor.

Este é o primeiro livro que recebo e leio da editora Belas Letras, e fico feliz de começar bem, pois o livro além de estar um capricho é muito bom e divertido!

"Os amigos não são mais que inimigos com os quais estabelecemos um armistício, nem sempre lealmente observado" Giovanni Papini -- (Pág 59)


Sobre a Capa: A Capa é dura e bem trabalhada, combinando com o conteúdo do livros, o trabalho feito pela editora está de parabéns, pois o livro está um capricho que si só, as folhas são do tipo de revista a diagramação está boa, letras grandes, ótimas para leitura!

Me diverti muito com a leitura, foram altas gargalhadas, além de ficar ali tentando identificar quem da minha família combinava com certo tipo de mala. E sim não resisti e claro que queria descobrir qual mala eu sou {Risos},digamos que o que eu mais me identifiquei foi o Mala Otimista. Até meu cunhado se rendeu ao livro, assim que ele viu o nome do livro ele, disse preciso ler e descobrir qual mala eu sou {Risos},no final ele se convenceu de que era o Mala Apocalíptico.(Se não estou enganada é esse mala).

AGORA É SUA VEZ, Descubra qual mala você é, e quais malas são seus amigos. Divirta-se a procura dos Malas!

➟Convido vocês a conhecer o http://angelandherbooks.blogspot.com.br/ Sigam Visitem comentem para ajudar a chata Aqui! ;)
comentários(0)comente



Blog da Poli 21/04/2012

O Mala: Manual de Identificação e Uso
Resenha:
Cheio de guias sobre malas, este livro te faz dar boas risadas e relembrar todo tipo de situação que acontece na sua vida.
Ao ler este livro me deparei com vários momentos de minha vida onde sempre aparece um mala, até achei que algumas sistuações eu mesma era uma mala também.
Entre diversos temas, o livro agrada quem gosta de reconhecer os malas e mostrar pros amigos, mas a parte ruim dele é que tem alguns linguajares complexos e algums guias um pouco enfadonhas, e nem é para todas as idades.
Três me fizeram rir muito.
1)Malices de velórios
2)O mala amistoso
3) O mala que vem consertar alguma coisa.

É um livro que recomendo para quem gosta de rir e de piadas estilo The Big Bang Theory kkkkk
comentários(0)comente



Lelê 26/12/2011

Resenha: O Mala
Esse é um livro de identificação. Isso mesmo, é um manual de reconhecimento de "malas" que você com certeza convive.

Eu reconheci vários. Acho até que vou dar de presente para eles.

Voltando ao livro. A editora fez um trabalho lindo, capa dura e com um espelho, muito legal!!

O trabalho gráfico e as ilustrações são ótimas!



No começo de alguns capítulos tem frases de pessoas ilustres, veja algumas que selecionei:





"Faria qualquer coisa para recuperar a juventude... exceto fazer exercício,

madrugar ou ser um membro útil da comunidade" (Oscar Wilde)

Pag. 19





"Todos somos muito ignorantes. O que ocorre é que não ignoramos

todos as mesmas coisas" (Albert Einstein)

Pag. 36





Veja mais esse texto, no qual ele explica sobre o "Mala Boleiro":



"Pode pagar cifras ridiculamente altas para ver o time de seus amores

e negar uma quantia significativamente inferior a um filho para que

compre algum artigo de primeira necessidade"

Pag. 15







Fazia um bom tempo que eu não lia um livro de humor.



Adorei!.
comentários(0)comente



Guilherme F. 17/11/2011

O Simbolista, http://www.osimbolista.blogspot.com - Guilherme Franco
Confiram a resenha no blog: http://osimbolista.blogspot.com/2011/10/resenha-o-mala-mario-kostzer.html

Este é um guia para identificar as espécies de chatos que você precisa se esquivar todo dia, aquelas pessoas insuportáveis que ninguém quer carregar e, por isso, oportunamente ganharam o apelido de mala. Ou seja, este é um manual de sobrevivência, com doses refinadas do mais puro humor, para dar de presente a um amigo - com boas ou más intenções - ou para consumo próprio. Este livro também permite que cada um olhe para sua própria alça e descubra que grau de "malice" já atingiu.
Olá pessoas, como vai?Desculpem minha ausência, espero que entendam...
Então, vamos lá!Quando li a pequena bio sobre o autor e vi que ele é dono de uma livraria na Argentina que é por onde circulam as "musas" que inspiraram seu livro, na hora lembrei de meu trabalho onde também tem os "gênios" e pessoas "legais" que circulam por lá(também tem algumas excessões, mas...), os malas, em 80 páginas Mário junto alguns tipos dessas pessoas fantásticas que degradam seu dia e colocou neste livro, não somente os indivíduos e também situações e coisas.

"Malices de velório:
- Chorar escandalosamente quando aparecem visitas;
-Buscas explicações sobre a morte que jamais existirão;
-Perguntar a idade do falecido;
-Confira mais no livro"

Achei que no livro faltaram algum perfis de malas que tem muito mais, um ponto interessante é que o autor explixa bem como é o ser analisado, citando várias ocasiões de como este pode se comportar, as consequências e como se prevenir(kkkkkkkkkkk), esse é um livro que enquanto vai lendo, vai encaixando as pessoas que fazem parte de seu cotidiano em cada perfil.

"Mala Otimista:
Mulher!Olha o que saiu no jornal...Vão baixar nosso salário...Mas é certo que vão baixar também os preços né?!E vão criar um novo imposto.Bom, daí o governo vai ter mais dinheiro para fazer as coisas...Eu sou otimista, você vai ver, dê tempo ao tempo.Confira mais no livro."

O livro tem algumas imagens ilustrando como podem ser os malas, é de capa dura e tem nela uma representação de um espelho que reflete quando você olha para ele, entendeu?
Para passar o tempo, esquecer o cotidiano, e dar algumas risadas, recomendo para vocês: "O Mala, manual de identificação e uso", de Mário Kostzer.
comentários(0)comente



sentilivros 17/11/2011

resenha de O Mala
Bem, vamos lá...
Antes de qualquer coisa devo ressaltar que não tenho "senso de humor". Já disse isso algumas vezes no blog. Obras que a todo mundo faz rir, em mim, se tirar um sorriso é lucro. Foi o caso de O Mala.
Confesso que esperava um pouco mais do livro, mas o humor meio sarcástico e as inúmeras pérolas perdidas no livro, valem a leitura. Você pode até me perguntar, mas Andréia, e aí o livro é engraçado? Sim, ele é, mas o livro é bem como o nome diz... Um manual de identificação e uso dos malas.
Tenho que falar que essa capa é genial. Esse espelho em cima da pia, da para você realmente se ver , ou melhor, "se identificar"...rsrsrs...
Eu gostei de alguns tipos de identificação de malas. Principalmente do "Mala em Festas", "Contratempos Malas" e "Marido Mala". Por causa desse último, peguei no pé do maridão...hehehehe...
Além das tiradas legais, o livro valeu a pena, só por chamar a atenção do "aborrecente" da casa, que curioso, pegou o livro para ler e dava boas risadas sozinho...Ou seja, uma ótima dica para presentes...
Enfim, independente da ausência do meu senso de humor, um livro que vale a pena ser lido para descontrair...
Gostei bastante dessas "identificações"...
* O Mala em Festas.
"...Se veste com roupas incomodas que não sabe usar. Pagará caro por isso e, logo no inicio da festa começará um striptease que o exibirá da maneira como anda em casa, ou seja, de camiseta..." pg.41
"...Sua mulher aparece com roupas que não condizem com sua idade, nem com seu peso.Tinge o cabelo e, o pior de tudo, se sente sexy..." pg.42

site: http://sentimentonoslivros.blogspot.com.br/2011/11/o-mala-manual-de-identificacao-e-uso.html
comentários(0)comente



Iris Figueiredo 17/10/2011

Mais resenhas em: www.literalmentefalando.com.br
Quem nunca teve um mala em sua vida, como aquela tia que pergunta toda vez que te vê como vai o namorado que você não tem ou aquele parente que leva uma sacola plástica e enche de comida em festas de aniversário? Quem nunca quis matar o atendente de telemarketing ou enforcar aquele mala que encheu sua caixa de entrada com correntes que te deixariam encalhado se você não repassasse para 679 pessoas em 19 segundos? Brincando com o nosso mala de cada dia, O Mala de Mário Kostzer nos apresenta diversos tipos de mala que já conhecemos.
Muitas vezes "recriando" situações corriqueiras, Mário Kostzer traz crônicas leves, divertidas e universais. Não tem como não encontrar um conhecido em uma das "histórias" ou narrativas do livro (quem sabe você não encontra a si mesmo em uma ou mais crônicas do autor?).

O livro é bem cômico e tem muitas crônicas engraçadas, cada uma tentando recriar o "universo" onde o mala se encontra - repartição pública, telemarketing, supermercado, academia, festa de criança... A escrita também é leve e super deliciosa. Cada crônica possui duas ou três páginas, você lê super rápido e pode ler uma hoje e deixar a outra para depois e assim por diante.
O projeto gráfico do livro está lindo. O espelho da capa é realmente uma espécie de "espelho" (ou seja, às vezes o mala é você!). Além disso, o livro é capa dura e as páginas internas possuem ilustrações e diagramações diferenciadas, combinando com o estilo de cada conto. Além disso, todos os detalhes são em vermelho!
Não é exatamente meu tipo comum de leitura, mas é ideal para quem curte livrinhos de piadas e coisas do gênero, porque é ótimo para descontrair e ler em uma hora!
comentários(0)comente



Bárbara 16/10/2011

O Mala: Manual de Identificação e Uso - Mario Kostzer
Mais um daqueles livros ótimos para se ler em uma tarde. Pra quem gosta de crônicas é super recomendado.

São 80 páginas rápidas e divertidíssimas para ler. Quem, afinal, não conhece um mala?
O autor trabalha numa livraria e foi de lá que conseguiu ter a inspiração para pensar em tantos tipos de malas. E o melhor é que ele não explica como é cada um. Ele apenas faz uma crônica para cada, deixando que você entenda tudo ao ler o pequeno texto.

Mas o mais legal mesmo é ler e lembrar de pessoas que você conhece e ir enquadrando as mesmas nos diferentes tipos de malas existentes.
Alguns exemplos? O Jornalista Mala, A Notícia Mala (e todas aquelas manchetes estranhas que costumamos ler diariamente), O Mala Boleiro, O Mala Otimista e outros 35 super bacanas.

O trabalho gráfico do livro foi super bem feito. Carlinhos Müller ficou por conta das ilustrações e não fez feio.
Morri de rir com as figuras mostrando os tipinhos: bem do jeito que a gente costuma imaginar. A capa também está muito bem feita. O espelho é feito com aquele material que nós, meninas, já conhecemos por conta dos nossos espelhos de bonecas. Reflete. Então você se vê na capa. Além disso, é de capa dura – o que deixa o livro bem melhor!
comentários(0)comente



Livy 24/08/2011

Acesse: http://nomundodoslivros.blogspot.com
Este é um livro super divertido e cheio de ilustrações engraçadas que ficam por conta de Carlinhos Müller. Na verdade, fica difícil falar do livro, sem mencionar seu trabalho gráfico, que ficou muito bom, e do tema. O livro é uma sátira aos "malas" de nossa vida, e de como identificá-los, ou até mesmo, pra que você possa ver como anda seu próprio grau de malice (do qual descobri que tenho... hehe). O Mala me fez dar altas risadas, e eu o li super rápido, pois o livro conta apenas com 80 páginas.

Uma curiosidade: a capa tem realmente um espelho! É super legal, e foi uma tirada super inteligente, afinal você pode enxergar o mala que há em você!

Esta é uma leitura que vale à pena conferir, por se tratar de algo leve e rápido e diferente de tudo o que já vi, com relação a livros do gênero!
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11