A Maldição do Tigre

A Maldição do Tigre Colleen Houck
Colleen Houck




Resenhas - A Maldição do Tigre


779 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Book.Obsession 25/04/2017

Resenha feita pela Ana Helena para o blog Book Obsession
Pensem num amor. Agora tripliquem – no. Esse é o meu amor por Ren e essa Série Maravilhosa!!!!!
Minhas amigas mais próximas (fiz elas lerem também) sabem o quanto fiquei abalada por Ren, um Príncipe Indiano que foi enfeitiçado e se tornou o tigre branco mais lindo de todos!

Bom, mas vamos à resenha...

O livro começa no Oregon (USA) com Kelsey - a rabanete mais chatinha de todas – indo trabalhar em um circo para custear a faculdade.
É lá que ela conhece e se encanta pelos lindos olhos azuis do felino. (Como não?) Ela está tão envolvida por ele que decide passar as noites ao lado de sua jaula, lendo e conversando com o tigre. E em uma das noites fala:

“Queria que você fosse livre.”
O que Kelsey não sabe, é que ao dar atenção e dizer isso, começa a quebrar o feitiço que o prende na forma de tigre há séculos.
É aí que começa a aventura. Kelsey aceita ir pra Índia ajudar seu tigre (Oi? Seu tigre? Sai fora rabanete!! O REN É MEU!!!)
Claro que ela descobre também que ele é lindo. Gente, lindo é pouco, pra mim ele é DIVINO!!
E pra minha desgraça, claro que começa a rolar um clima entre eles, além de ser impossível resistir a Ren e seu charme, ainda mais ele a chamando de sundari, rajkumari, e outras palavras indianas. NÃO TEM COMO NÃO SUSPIRAR!!!

Essa série é maravilhosa!!! E esse é apenas o livro 1.

Quem ainda não leu: LEIA!!! MAS aviso: sério risco de sofrer de DPL (depressão pós-livro).

Sem falar os passeios na cultura indiana. A autora Colleen Houck arrasou. Somos completamente sugados para a Índia junto com os personagens. Parece que estamos nos templos, palácios, jardins, florestas. E quanto as divindades? Ficamos conhecendo quase todas.

APAIXONEM-SE TAMBÉM POR ESTA LINDA SAGA!!

p.s.: mas não digam que não avisei da DPL!!

site: http://bookobsessionresenhas.blogspot.com.br/2017/04/resenha-maldicao-do-tigre-colleen-houck.html
comentários(0)comente



Luiz 23/04/2017

A maldição do tigre, é um livro com um enredo bom, uma história incrível, mas que faltou mais a oferecer!
Essa é a terceira vez que pego este livro para ler, e posso dizer que finalmente terminei de lê-lo.
A maldição do tigre é um livro com pontos positivos, mas com pontos negativos. Para começar, um dos pontos mais negativos da história, é a Kelsey simplesmente embarcar em uma viagem para a Índia para levar um tigre para uma reserva, com um senhor desconhecido, que acabou de conhecer. Sabemos que ela cria um forte sentimento com o animal. Que ela sente ter uma conexão com ele. Sabemos que ela vai receber por isso, que ela precisa de dinheiro, mas qualquer um, com sã consciência não faria isso. Não. Não faria. Isso deixou a desejar, e deixou a essência da história um pouco irreal, a escritora tinha que ter trabalhado mais nisso, ou ter criado uma desculpa mais plausível. Ignorando isso, o livro tem uma história interessante, mas que nos apresenta uma personagem, indefesa, fraca e chata. Os personagens secundários, são bem trabalhados, bem construídos e são legais, diferentes da sua protagonista, o que ajuda muito no desenvolvimento da história. A história apresenta grandes clichés já conhecidos no universo literário por parte de outros livros, como a mocinha indefesa, que não se acha bonita, a escolhida, a mocinha que precisa ser defendida a todo custo, que se apaixona pelo cara bonitão. Já conhecemos isso muito bem.
Temos um enredo, com uma mitologia nova, uma história cativante, interessante, onde nos mostra a índia como cenário principal. Não vemos muito de mitologia indiana nos livros por aí, então isso foi legal, um ponto positivo para a autora. Apesar que este primeiro livro não nos aprofunda muito dentro do universo criado, o que acabei sentindo falta, nos apresenta cenas de ações, algumas aventuras, que por sinal são bem legais, mas na maior parte do tempo o foco é no desenvolvimento do romance. Espero que nos próximos livros da saga, tenha um maior aprofundamento neste mundo, pode ser mais interessante do que apenas romance, a autora tem uma grande história nas mãos.
O romance por parte fica meloso, e deixa a narrativa dramatizada. As ações por parte da Kelsey nos últimos capítulos (onde ela quer distanciar do Ren, pois não se acha suficiente para ele) a deixa ainda mais insuportável e chata. Quem leu sabe, que ela fica muito CHATA.
Terminei o livro e não fiquei surpreso com o final, não me deixou ansioso para o próximo, mas ainda assim vou ler os outros livros, acredito que a história tem grande potencial, a autora tem potencial, criou um universo incrível, extraordinário, mágico e tem muito mais a oferecer. Não pode ser só isso. Espero muito não me decepcionar com os outros.
O final deixa em aberto que os próximos livros vão apresentar um triângulo amoroso por parte da Kelsey com o Ren e com o Kishan. O que também já é um grande cliché, e já conhecemos bem. A mocinha que se apaixona por dois bonitões, perfeitos, como elas descrevem, e ficam com o coração dividido. Espero que isso não atrapalhe a leitura, e o triângulo amoroso não fique meloso e prejudique os outros livros.
Minhas expectativas para este livro eram muitas, mas infelizmente não cumpriu tudo o que eu esperava. Ainda assim foi um bom livro, uma leitura nova, uma boa experiência, e recomendo, para que cada um leem, tirem suas próprias conclusões. Isso foi a minha opinião, e o que eu senti no decorrer da leitura. Pode ser que você goste, e para você tudo o que ler seja suficiente, e tenha uma opinião totalmente diferente da minha.

Resumindo, a maldição do tigre tem uma mitologia incrivelmente interessante, uma história cativante e com potencial, que flui bem, mas tem muito mais a oferecer. A autora tem coisa grande em mãos, mas não soube de jeito nenhum usar isso no primeiro livro. Vamos ver os próximos.

Nota: 3
comentários(0)comente



Emily.Lisse 18/04/2017

Faz um tempo que parei de fazer a leitura deste livro,mas assim que minha amiga me devolver vou termina-lo.
comentários(0)comente



Carol 03/04/2017

Amei!!
Tenho que confessar: não fui muito com a sinopse do livro... Fiquei meio incerta quanto ao aspecto diferente que o livro traz, que é a cultura indiana. Mas depois de ler, posso dizer que é isso que torna o livro ainda melhor!! Adorei mesmo! A série é magnífica e se você, assim como eu, é fã de uma boa aventura, pode apostar nessa coleção!
comentários(0)comente



Mais Clube 31/03/2017

Gente, amei esse livro! Gosto muito de romances de aventura, mas fazia muito tempo que não lia um. Esse livro é muito legal porque ele é diferente de tudo que a gente encontra por aí. A história começa no Oregon – EUA, onde Kelsey que acabou de terminar o ensino médio, está a procura de um emprego de verão para poder juntar dinheiro e entrar numa faculdade comunitária. Muitas coisas tristes aconteceram com ela nos últimos anos, e embora ela tenha pessoas que a amam e a ajudam ela não tem mais coragem de abrir totalmente seu coração com medo de perder as pessoas que ela ama novamente. Ela acaba conseguindo um trabalho num circo que está de passagem pela cidade, onde um dos trabalhos que ela tem que fazer é alimentar um tigre branco de olhos azuis com os quais ela se encanta imediatamente. Para sua surpresa ela descobre que esse tigre é na verdade um príncipe indiano que foi amaldiçoado a séculos atrás e ela é a única pessoa que pode ajuda-lo. Então o Sr. Kadam, um dos meus personagens favoritos, os ajuda a embarcarem na busca das oferendas Durga (Deusa indiana) para quebrar a maldição, assim eles acabam indo para a Índia em busca dessas oferendas. No meio do caminho ela conhece Kishan, o irmão de Ren (Dhiren), que não aceita ir nessa jornada com eles, mas dá um presente para Kelsey para ajuda-la.
Eu adorei os príncipes ambos são lindos e marcam presença onde estiverem. Devo confessar que fiquei em dúvida de qual dos dois gostei mais, mas acho que só tirarei no próximo livro onde conheceremos melhor eles. Gostei bastante da personalidade da Kelsey, ela não é aquela garota boba que estamos acostumados a ver muito ultimamente, mas devo dizer que fiquei com raiva dela no final por se proteger tanto, embora eu entenda seus motivos. O livro não é monótono e consegue prender sua atenção do começo ao fim! Eu não achei partes chatas, como tem em alguns livros, que é bom, fica chato, e só no final, as vezes, volta a ser bom. A história é tão fluida que você nem percebe que já leu um bocado de páginas, e embora eu o tenha lido entre as milhares de provas que eu fiz esses dias a história continuou fresquinha na minha cabeça. A única coisa que eu senti falta foi mais cenas de comédia, Colleen perdeu muitas brechas que poderiam ter rendido boas risadas, mas mesmo assim o livro tem seus momentos. Só mais uma coisinha: a capa é linda demais! gostei do livro logo de cara, e com uma história dessas? Adorei =D

Recomendo: *****


site: http://maisclube.com.br/2012/10/resenha-a-maldicao-do-tigre.html
comentários(0)comente



Ray - @amorpelaspaginas 27/03/2017

Antes da resenha vou contar um segredo (não tão segredo assim). Por mais que tente, e tento gente, fantasia não funciona muito comigo. A maldição do tigre foi uma leitura coletiva em um grupo que participava e que praticamente todos amaram.. menos eu. A leitura foi arrastada, lenta e cansativa mas consegui me superar. Por isso minha explicação sobre o gênero, posso não ser tão justa assim mas juro que vou me esforçar.

Kelsey Hayes perdeu os pais e precisa de um emprego para bancar a faculdade. É nesse momento que surge uma vaga no circo que se encontra na cidade e ela é contratada. A conexão entre ela e um tigre branco é instantânea e quando surge a oportunidade de ir para Índia como acompanhante do animal, logo aceita.

Para sua surpresa, o tigre é um príncipe, amaldiçoado anos antes, e sua função na verdade é ajudá-lo a quebrar o feitiço. Muitas são as aventuras que eles irão enfrentar juntos e esse livro é só a primeira parte do caminho percorrido.

O início da leitura é bem lenta, sem grandes emoções, mas quando a aventura começa o ritmo automaticamente já muda e nos fisga, apesar de não ser tão surpreendente como esperava. A descrição do local e cultura também são bem interessantes.

Falar dos personagens que é o problema. Ren, nosso tigre branco, é simplesmente encantador mas a Kelsey é insuportável. Sabe aquela mocinha indecisa e muito irritante? É ela e para mim personagem assim pode destruir minha animação pela leitura.
comentários(0)comente



Hina 23/03/2017

Por que ler A Maldição do Tigre?
1° Motivo - Escrita envolvente!

2° Motivo - Personagens carismáticos, legais e difíceis de não se apaixonar!

3° Motivo - História fascinante e até fora de clichés!

4° Motivo - Tem um pouco de tudo; Romance, Mistério, Fantasia, Sobrenatural, Aventura, Educação Cultural (Sobre a Índia e alguns outros lugares), Etc.

5° Motivo - Ren (Amor da minha vida)

A Maldição do Tigre é um livro, considerado por mim, "famosinho". Quando se procura indicações de livros no google e aparece TOPs, é muito raro, até quase impossível, não encontrá-lo na lista. Por essa razão, enrolei muito para ler esse livro, porque a maioria das vezes leio livros desconhecidos (para sofrer sem poder comentar com ninguém sobre ele, porque ninguém conhece).

Depois de muito enrolar, dei uma chance a esse livro e não me arrependi. Bem, o único arrependimento que tive foi de não ter lido antes.

Me apaixonei desde a primeira página, fiquei tão viciada que li ele em um dia e logo corri para o segundo! E olha que não são poucas páginas!

A história é emocionante desde o começo e os personagens te conquistam de uma maneira impensável, você fica querendo saber o que vai acontecer com eles.

Esse livro também é muito informativo, conta várias lendas e histórias fantásticas, aprendi muito sobre a Índia através desse livro, de uma maneira boa e não entediante.

A maldição do tigre é uma leitura muito gostosa e um livro que recomendo para todos. Leiam, aproveitem e viciem!
comentários(0)comente



Sabrina.Guedes 20/03/2017

A Maldição
A Maldição do Tigre foi um daqueles livros que me conquistou pela capa, confesso que ela me pareceu mais interessante que a sinopse, então resolvi dar uma chance. O começo da leitura foi tranquilo, procurei não criar expectativas, pois desde o começo se percebe que é um livro voltado para o publico adolescente, com triangulo amoroso, insegurança, sofrimento e com todo clichê possível. Em alguns momentos até achei forçada a escrita, era como se eu pudesse ver a autora inventando tudo aquilo e escrevendo para depois ser vendido com uma capa bonita. Porém, continuei lendo, e deve confessar que depois que a personagem principal, Kelsey, embarcou em sua aventura pela índia para ajudar o tigre branco, já nos últimos capítulos, comecei a sentir a verdadeira essência da história.
Um ponto importante foi a autora trazer para o cenário da história uma cultura tão diferente da que estamos acostumados a ler, certamente o maior diferencial do livro. Assim, acabamos conhecendo um pouco mais da cultura indiana e suas crenças. Ela também representou muito bem uma pessoa insegura na personagem Kelsey, que chegou a tornar insuportável na maior parte das vezes.
Enfim, no final a saga acabou me convencendo e me fazendo ler os quatros livros e um spin off. Acabei dando 4 estrelas ao invés de 3 porque lá no fundo eu sofri com esse livro, e apesar das minhas resistências o final da saga me tocou.
comentários(0)comente



Rosa 06/03/2017

Livro perfeito
De primeira eu ñ aceitei o livro nem pela capa, nem pela sinopse, mas, resolvi dar uma chance pelo que todos diziam era um livro ótimo. Então comecei a ler e me apaixonei a autora trata muito bem os assuntos e particularmente adorei como ela fala da Índia e de tudo no livro. Adoro como os personagens se relacionavam .. eu li somente até o segundo volume da série mas já sou apaixonada pelos personagens e pelo contexto da história.

Obs: Sei que muitos esperam que Kelsey fique com Dirhen mas prefiro ela mil vezes com o Kishan ??
comentários(0)comente



Sam 03/03/2017

Um livro de aventura que nos mostra uma mitologia completamente diferente!
O livro todo é narrado em primeira pessoa e nos mostra a vida da protagonista Kelsey. Ela é órfã e para pagar seus estudos ela precisa de um emprego. Ao conseguir um, ela se depara com algo bem inusitado. Ela é contratada por um circo e rapidamente, no início de seus serviços, ela se vê encantada por um tigre albino de olhos perfeitamente azuis. De forma muito estranha ela sente uma conexão com o tigre, o qual ela chama de Ren, e também com dó da solidão a qual ele vive, sendo assim, ela passa grande parte do tempo com ele fazendo coisas triviais como por exemplo, lendo, conversando, fazendo desenhos, etc.

Em determinado ponto da história, Kelsey se depara com uma nova proposta de emprego. Um homem chamado Kadam aparece dizendo que comprou o tigre do circo e o levará embora para finalmente viver em seu habitat natural, na Índia. O mesmo propõe que ela vá com ele para acompanhá-lo nessa jornada, simplesmente para cuidar do animal no decorrer da viagem.

Ela aceita, porém, ao chegar em um país que ela desconhece, ambos, ela e o tigre acabam se perdendo dos demais, desesperada e sozinha, ela vê o tigre começar a andar e rapidamente o segue, ambos acabam indo para o meio da mata, onde, em algum lugar da selva, eles se deparam com uma cabana, e é quando ela vê um homem no lugar onde estava o tigre branco, ele explica tudo o que está acontecendo e narra que ele sofreu uma maldição que recaiu sobre ele e seu irmão há séculos atrás e como ela, aparentemente, possuía um papel fundamental na quebra da maldição.

A partir de então, Kelsey decide ajudar Ren e seu irmão nessa difícil tarefa, onde nesse primeiro volume ela enfrentou desde uma floresta de espinho, até uma luta ferrenha com macacos d'água imortais, a busca pelo fruto dourado e sem falar do primeiro encontro com a Deusa Durga no qual Kelsey ganha de presente uma cobra chamada Fanindra, a qual ajuda e muito em suas missões.

Esse primeiro volume da saga é muito bom, tanto que dei, facilmente, 4 estrelas, porém, o que me impediu de dar 5 estrelas foi o final que achei... ... não tenho palavras para descrevê-lo. Não nego, fiquei um tanto que revoltado de tão absurdo.
comentários(0)comente



Bells (Attraverso le Pagine) 14/02/2017

Kelsey, uma jovem do Oregon que mora com um casal de tutores e seus filhos após perder os pais num trágico acidente, terminou o Ensino Médio e está prestes a iniciar a faculdade; antes, porém, ela decide arrumar um emprego temporário e encontra um num circo itinerante, onde deverá ajudar a cuidar de um belo tigre branco.
Chegando lá, ela logo fica fascinada pelo tigre, e não apenas por sua beleza incomum, mas também pelo comportamento do tigre diante dela (bastante calmo, e dócil), completamente diferente do convencional de um tigre (principalmente quando este ainda desconhece a pessoa). Mesmo achando seu comportamento estranho, ela sente uma certa "ligação" com o tigre, que apelida carinhosamente de Ren (o nome verdadeiro dele é Dhiren), criando quase que um vínculo de amizade com ele.
Após alguns dias trabalhando no circo com o tigre, Kelsey recebe uma misteriosa proposta de um senhor chamado Kadam: ele diz que deseja levar o tigre para morar em seu habitat natural na índia e propõe que Kelsey vá junto, uma vez que ela já conhece o tigre e assim ele não ficaria muito nervoso durante viagem.
Embora relutante no começo, Kelsey acaba aceitando a proposta e, ao chegar na Índia, um país completamente diferente do seu, desde a culinária ao transporte, parte na na viagem rumo ao local onde o tigre deverá viver, indo somente ela acompanhando o animal. Tudo parecia ir bem até que os dois acabam se perdendo do motorista que os conduzia, estando o tigre solto e Kelsey desnorteada com a situação, mesmo com o tigre andando tranquilamente e aparentemente a um local que ele conhece. Kelsey o segue e acaba encontrando uma cabana no caminho, onde decide procurar ajuda; e é quando ela se depara com um homem muito bonito, de aspecto nobre, vestido com típicas roupas indianas no lugar onde antes estava Ren, o tigre, e ele alega ser o próprio.

"Mesmo descalço e vestido com roupas simplórias, parecia alguém poderoso. E mesmo que não fosse bonito - e ele era extremamente bonito - eu ainda me sentiria atraída por ele. Talvez fosse seu lado tigre. Os tigres sempre me pareceram majestosos. Ele era tão bonito como homem quanto como tigre."
(Colleen Houck)

O tal homem começa então a explicar a ela que ele e seu irmão foram amaldiçoados há mais de 300 anos e portanto fadados a viverem eternamente como tigres; e ainda que ela terá um papel fundamental para quebrar a maldição, sendo ela uma espécie de "escolhida" para realizar esta difícil tarefa.
Assim, os dois partem em missões por toda a Índia onde serão auxiliados pelos deuses hindus - em especial, pela deusa Durga - a fim de quebrarem a maldição que amaldiçoa Ren e seu irmão, Kishan.

site: http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/2016/04/recensione-livro-maldicao-do-tigre.html
comentários(0)comente



kivinhanayara 12/02/2017

Início o perfeito!
O autor realmente estudou muito achei magnífico os detalhes, os personagens são ótimos, a mocinha, kelsey começa bem, mas do meio do livro da preguiça de ler ela fica muito chata. Eu ainda não sei se vou continuar no segundo livro pq se ela seguir não quero ler
Tainara 19/03/2017minha estante
Eu também achei que ela ficou meio chata no meio do livro e deu vontade de parar, mas eu continuei e eu gostei, agora eu estou no segundo e ainda estou lendo ele, mas digo que até agora ele vale a pena ler, eu achei ele é muito melhor do que o primeiro e mais empolgante? , e espero que continue assim.




Natani Ayumi 12/02/2017

"A Maldição do Tigre" é um livro encantador cercado de mistérios e aventuras. Os direitos de adaptação para o cinema já foram vendidos e sinceramente, eu já estou esperando uma superprodução. Aqui somos apresentados à mitologia indiana com seus deuses, crenças, cenários e os animais mitológicos, e tudo tão bem detalhado que facilita ao leitor a visualização da cena, o que só torna a leitura ainda mais gostosa.

Cada personagem tem seu jeito único e característico. Todos eles têm problemas do qual se lamentar - uns mais que os outros -, mas eles continuam tentando seguir em frente.

Kelsey perdeu os pais, mas ao contrário do que vemos em outras histórias ela não leva uma vida depressiva, prendendo-se ao passado pensando em como sua vida poderia estar caso sua família ainda estivesse viva. Ela é uma garota bastante atrevida, teimosa, sarcástica, e é claro, corajosa por viajar sozinha para um país desconhecido para enfrentar o desconhecido.

**** RESENHA COMPLETA NO BLOG ****

site: http://paixonitesliterarias.blogspot.com.br/2014/11/resenha-maldicao-do-tigre-colleen-houck.html
comentários(0)comente



Bruna 09/02/2017

A Maldição do Tigre - Colleen Houck
Oi, gente! Tudo bom com vocês?


Hoje trago pra vocês o primeiro livro de uma das minhas séries preferidas: A Maldição do Tigre, da autora Colleen Houck.

Li essa série ano passado e agora, escrevendo, fico pensando: "Por que não fiz essa resenha antes?"

Nele vamos conhecer Kelsey, uma jovem orfã que atualmente mora com seus tutores - um casal amoroso e protetor - mas, mesmo assim, Kelsey deseja ter sua liberdade e independência. Quando surge a oportunidade de um trabalho temporário em um circo, ela nem ao menos hesita.

Entre seus ofícios está ajudar a tratar do Tigre. Desde o primeiro encontro com o Tigre Dhiren, ela ficou encantada com seu olhar profundo e seu jeito que não parece nem um pouco ser ameaçador. A cada dia ela deseja estar com ele mais e mais, sentindo pena por ele viver trancafiado. Ela acaba passando todo o tempo livre ao lado dele, observando-o, desenhando ou até mesmo lendo para o Tigre; e mesmo parecendo loucura, Kelsey acredita que ele compreenda cada palavra que ela diz.

Após alguns dias trabalhando, um senhor misterioso aparece no circo com a intenção de comprar o Tigre e levá-lo para seu habitat natural, na Índia. Após o acerto com o dono do circo, Sr. Kadam convida Kelsey a acompanhá-lo nessa viagem à Índia para garantir a segurança e conforto do Tigre, já que ela estava cuidando dele no circo.

Com essa proposta irrecusável, acompanhada de uma boa remuneração, uma viagem para a Índia com tudo pago, com direito a poder tirar férias quando chegasse lá e poder passar mais uns dias com o seu amado Tigre, Kelsey aceita entrar nessa aventura.

O que ela nem imagina é que esse tigre branco lindo que ela apelidou de Ren e que tanto a encantou na verdade é um príncipe indiano que juntamente com seu irmão Kishan, foram amaldiçoados a 300 anos atrás e que inexplicavelmente ela é uma peça importante para ajudá-los a quebrar esta maldição.

O livro é perfeito pra quem gosta de aventura, fantasia, romance e mitologia. E você pode me perguntar: "Mas Bruna, não é você que não gosta muito de fantasia?"

É verdade, mas para mim existem as fantasias fascinantes que me prendem e as fantasias que não me chamam a atenção, não sei explicar... Mas gosto é gosto, né? rsrs

A autora soube construir uma história envolvente, cheia de detalhes mas que não tornaram a história maçante, muito pelo contrário... achei genial ela utilizar a mitologia Hindu, transformando lugares, templos e deuses verdadeiros em uma grande fantasia. Em várias partes do livro eu parava a leitura para procurar no Sr. Google sobre os templos ou deuses que eu estava lendo e através dessa aventura conheci lugares lindos e uma cultura encantadora.

Só não dei nota máxima por que a kelsey me irritou em alguns momentos, mas os lindos príncipes/tigres compensam e muitooo os momentos irritantes dela! rsrs

Bom, é isso... Continuem conferindo o blog que logo trago pra vocês a resenhas dos outros livros da série!

Beijos, até a próxima!

site: http://www.conchegodasletras.com.br/2016/04/resenha-maldicao-do-tigre.html
comentários(0)comente



Mari 04/02/2017

Sobre a saga A Maldição do Tigre
A saga “A Maldição do Tigre”, de Collen Houck, publicada em 2011, é um romance cheio de aventura, mitologia e com referências hindus. A trama tem como centro uma jovem de 18 anos, Kelsey Hayes, do Oregon (EUA). Ela está em busca de um estágio durante as férias de verão e consegue uma vaga em um circo que chegou na cidade, só que para cuidar de um tigre branco, Ren. Durante a semana em que trabalha no local ela se aproxima cada vez mais do animal, que não lhe desfere nenhum tipo de agressão e gosta de sua aproximação. O que mais chama atenção da jovem é a forma como o animal a observa com seus olhos azuis, incomuns para tal espécie.

Ao final desta primeira semana ela é convidada, por um senhor que comprou o animal do circo, a ir junto com o tigre para a Índia, onde ele será solto em uma reserva. No destino, ela é abandonada com o bicho em uma floresta. Porém, o que a deixa assustada e encantada é o fato de que, após dias pela selva, ele se revela como homem para ela. Neste ponto Kelsey descobre que o tigre é na verdade um príncipe indiano e que seu nome é Alagan Dhiren Rajaram, e não apenas Ren como ela o chamava.

Ren e seu irmão Sohan Kishan Rajaram, conhecido como Kishan, foram amaldiçoados por Lokesh há 300 anos. Naquele período, os pais deles faleceram, assim como a noiva de Ren - por quem Kishan era apaixonado. Durante todos estes anos eles foram cuidados e orientados pelo Sr. Kadam, que era um dos militares que trabalhavam para os pais de ambos. Os tigres permanecem vivos todos estes anos por conta da maldição, porém presos ao corpo de animal. Já o senhor Kadam consegue se manter vivo com o uso de um amuleto, que está dividido em quatro partes, mas eles só possuem duas.

A maldade de Lokesh é para conquistar todos os pedaços dos amuletos para se tornar mais poderoso, porém, ele não contava com a garota Kelsey. Para que eles retornem à forma humana, precisam enfrentar diversos obstáculos, criaturas que os testam o tempo inteiro e ainda lidar com as emoções de suas relações. Eles contam também com as bênçãos e proteção da Deusa Durga, responsável por auxiliá-los na jornada, dando-lhes ferramentas importantes para as batalhas.
comentários(0)comente



779 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |