A Maldição do Tigre

A Maldição do Tigre Colleen Houck
Colleen Houck




Resenhas - A Maldição do Tigre


832 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Deia 21/05/2018

Bonitinho
Antes de começar a leitura li as resenhas e algumas falam muito mal da protagonista (chata, insuportável, etc).
Mas convenhamos... a menina é uma adolescente rs Quem, nessa idade (e tendo passado por tudo o que ela passou), agiria diferente?
No mais, o livro me surpreendeu, não pensei que fosse tão fofo e tão intenso. Só não sei se lerei as continuações (são cinco livros, haja estória!).
Mas recomendo, é um livro de amor e fantasia, a respeito de um príncipe que está preso em uma maldição homem / tigre, que conhece a protagonista Kels e daí em diante vivem aventuras tentando desfazer a maldição.
comentários(0)comente



Suz 15/05/2018

Já li fanfics melhores
Kelsey é uma adolescente padrão que se acha muito pouco. Mas a autoconfiança sarcástica dela não condiz com seu comportamento. Chata mesmo.
O que salvou o livro foi o charme do tigre e de seu fiel ajudante. O final foi tão sem emoção e rápido, que imagino apenas um desespero pra criar uma brecha pro próximo livro.
As aventuras foram legais, mas não são cativantes.
Espero que melhore nos próximos.
comentários(0)comente



Debora.Mendes 03/05/2018

A maldição do tigre
Eu amei muito esse livro pq é um livro de ficção científica,aventura e um pouco de romance .E fala sobre uma menina que quer trabalhar na época do verão para pagar a faculdade e acaba trabalhando num circo e nesse circo que ela conhece o tigre branco chamado Diren e ela conhece todos os seus segredos e mistérios e acaba se apaixonando por ele ! É uma leitura envolvente e muito linda e mágica!recomendo para todos esse livro se tornou um dos meus favoritos !????
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Gy de Paula 19/04/2018

Leitura que prende do início ao fim (apesar da vontade de matar a Kelsey...)
Esse é o primeiro livro (de cinco) da Saga do Tigre, um livro de aventura, épico, fantasia que envolve ainda a mitologia hindu.
Eu jamais teria lido esse livro se não fosse pelo meu grupo de leitura, ao qual só tenho a agradecer.
Ren e Kishan são dois irmãos que lutaram pelo amor de uma mesma mulher e acabaram sendo amaldiçoados. Kells (apelido de Kelsey) é uma jovem que, juntamente com o Sr Kadam, vai ajudar os irmãos a quebrarem a maldição. Para isso eles passam por várias aventuras loucas, arriscam suas vidas e precisam aprender a lidar com seus sentimentos.
A última participação de Ren nesse livro (ele continua no próximo volume) fez com que as minhas entranhas revirassem. Compartilhei do seu sentimento com todo o meu ser.
(Sobre a Saga do Tigre:
Livro 1 - A maldição do Tigre
Livro 2 - O resgate do Tigre
Livro 3 - A viagem do Tigre
Livro 4 - O Destino do Tigre
Livro 5 - O sonho do Tigre (a ser lançado ainda este ano)
Livro extra: A promessa do Tigre)
comentários(0)comente



Lary 12/04/2018

A Maldição do Tigre
Kelsey perdeu os pais, está desempregada e precisa pagar a faculdade. Ela então é contratada para trabalhar em um circo, super normal, certo? Errado.

Nesse circo, aparentemente comum, há um tigre branco. Um tigre enorme e de olhos azuis penetrantes que deixa Kelsey inquieta, ela quase sente o desespero do animal, ela passa a fazer dele uma espécie de companhia e e amigo ao passo que um sentimento de querer ajudá-lo se torna cada vez maior. O que Kelsey não sabe porém, é que esse mesmo tigre é um homem, Dhiren Rajaram, um príncipe indiano e amaldiçoado em forma de animal. Quando Dhiren, ou Ren, reaolve então revelar esse segredo, Kelsey embarca em uma grande aventura ao longo da Índia afim de ajudar seu mais novo amigo e crush. Navegando dentre a cultura indiana, esse livro nos apresenta mais sobre os deuses indianos, os mitos e várias curiosidades. Você vai rir, chorar, gritar e até mesmo se dividir quando em um ponto da série, no exato momento em que você já havia jurado entregar seu coração ao tigre branco, um tigre negro de brilhantes olhos dourados aparece e, Kishan, passa a invadir seus pensamentos tanto quanto seu irmão, Ren.

Ame os irmãos Rajaram
Seja uma Rabanete junto a Kelsey
Odeio imensamente Lokesh
E se admire com Senhor Kadam
comentários(0)comente



Nina 10/04/2018

Pior é bom
Não sei pq fui meio que o pé atras achando que seria chatinho, mas gostei.... é as vezes engraçado e tem momentos românticos calientes kkkkk to gostando....
comentários(0)comente



Daniela Tiemi 08/04/2018

Tive medo... de perder você. Senti um pavor corrosivo, angustiante e infinito. Era insuportável. A parte mais torturante foi perceber que eu não queria mais viver se você se fosse e saber que não havia nada que eu pudesse fazer. Eu estaria preso para sempre nesta existência miserável sem você".



A Editora Arqueiro lançou em 2011 a Saga do Tigre, sendo o primeiro livro "A maldição do Tigre", mas já com quarto livro da saga "O Destino do Tigre" lançado recentemente. Além de uma capa maravilhosa, neste primeiro livro da série encontramos uma história interessente que possui príncipes, maldiçoes e mitologia hindu.



Na trama, que se passa dias atuais, conhecemos a história de Kelsey Hayes, uma jovem de 17 anos que está à procura de trabalho para juntar dinheiro para a faculdade e por isso decide arranjar um emprego temporário de verão. Órfã, Kelsey vive com seus pais adotivos desde que seus pais faleceram quando estava no primeiro ano do ensino médio. Agora, está fazendo as malas para passar duas semanas fora de casa, pois seu trabalho no circo exige com que durma por lá para começar bem cedo, todas as manhãs. Entre suas atribuições, inclui-se: venda de ingressos, alimentação dos animais e limpeza. Tentando se consolar, pensando no quanto os circos são animados, Kelsey aceita o emprego, já que não possui outra opção.



Desde que se encontra trabalhando no circo, Kelsey rapidamente se vê encantada pela principal atração circense: um belíssimo tigre branco. Sendo uma de suas funções alimentar o tigre, ela logo percebe que além de dócil, o tigre parece carregar uma melancolia em seus olhos. Isto faz com que a jovem se apegue ao animal, e ela começa a passar seu tempo livre com o tigre Dhiren - que logo apelida de Ren -, lendo sonetos e histórias de Shakespeare, como Romeu e Julieta.



Contudo, um certo dia, um misterioso homem aparece no circo e oferece um bom dinheiro por Dhiren. Ele diz querer levar o tigre para a Índia e dar a chance ao animal a voltar a viver em seu habitat natural. Obviamente, a garota sente que apesar de ser algo bom para Ren voltar a ser livre, ela sentira muita falta do tigre que lhe fez companhia por quase duas. O Sr. Kadam, responsável pela oferta ao tigre, percebendo o envolvimento emocional da garota faz-lhe, então, a proposta de acompanhar o tigre até a Índia, alimentando e cuidando do animal. E, lhe oferece, um bom dinheiro por isso, além de todas as despesas pagas. Kelsey não resiste e aceita.



Essa decisão mudará definitivamente o destino de Kelsey.



Há mais de 300 anos um príncipe indiano foi traído por seu irmão. Ambos pagam pela consequência desta traição ao estarem presos em um maldição que os mantêm como tigres. Mas quando Kelsey surge e deseja ao tigre que seja livre, devolve-lhe a forma humana por 24 minutos a cada 24 horas. De alguma forma, Kelsey é a esperança que por anos Dhiren esperava para que a maldição seja quebrada. Porém eles encontrarão muitos desafios no caminho, a maioria deles, bem perigosos.



"A maldição do Tigre" de Colleen Houck foi uma leitura que me agradou bastante, mas que em alguns quesitos, também me decepcionou. A história é interessante, e o cenário que a autora escolheu para desenvolver a trama é diferente do que encontramos na maioria do YA, pois apesar de Kelsey ser americana, a maior parte do enrendo se desenrola na Índia. Há também o diferencial de Houck utilizar da mitologia hindu do qual estou pouco familiarizada, mas que gostei de conhecer um pouquinho.



Quantos aos personagens... Kelsey é muito chata. Muito mesmo. Eu me considero tolerante com a maioria dessas mocinhas de YA que costumam ser chatinhas (claro que há exceções), mas nesse caso foi bem complicado. Kelsey sofre do que chamam por aí de "complexo Bella". Ela tem baixo autoestima, não consegue acreditar que o mocinho lindo possa se apaixonar por ela. Aliás, ela é a típica mocinha sem graça que ninguém nunca notou e que de repente, um belo e rico e protetor príncipe indiano se apaixona. Sim, a trama carrega um pouco deste "mais do mesmo". Contudo, Ren é um dos mocinhos mais apaixonantes que me deparo há algum tempo. E se há um motivo para que eu diga que vale muito a pena essa leitura, o motivo é Ren, sem dúvida alguma.



A narrativa é simples, o que torna a leitura rápida, porém achei que alguns trechos ficaram mal desenvolvidos, especialmente nas partes que deveriam ser as mais emocionantes. A autora soube desenvolver um bom romance, mas algumas cenas de ação ficaram muito "Indiana Jones" para mim e tudo se concluía tão rápido e tanta coisa acontecia de uma vez, que perdia um pouco a graça.



Mesmo assim eu gostei e quero mais. Quero muito, muito mais de Ren em minhas leituras. E se você não é um leitor muito exigente e tudo o que procura é um romance sobrenatural com uma boa história de amor e aventuras - e com um mocinho completamente apaixonante -, eu recomendo esta leitura.

comentários(0)comente



Santos 31/03/2018

Acessem o ig: @universodeutopia
Universo de Utopia
20/01/16
A maldição do Tigre - Collen Houck

Apaixonante, eletrizante, empolgante, hilário, essas e um universo de palavras são necessárias para descrever esse livro tão surpreendente da amada Colleen Houck, que conta a aventura de Kelsey e seus dois lindos (quando digo lindos é liindos meesmo!) tigres/homens, Ren e Kishan. Ela é uma garota comum do Oregon que é arrebatada para uma emocionante viagem de mistérios e perigos na Índia. Os cenários são deslumbrantes, a autora leva o leitor diretamente para lugares inimagináveis.

Ren é o tipo de homem que qualquer uma entrega o coração em uma bandeja de prata, lindo, amoroso, que adora poesias, e com um olho azul que nem o oceano sem fim, já Kishan é aquele gato (literalmente!) que faz você se jogar de um penhasco sem nem perceber, os dois foram amaldiçoados por Lokesh, (um feiticeiro muito velho que a cada dia busca mais poder, tendo como obstáculos apenas os dois príncipes indianos), a serem tigres para sempre, um branco como o clarão do dia, e o outro negro como a noite, e apenas Kelsey, a protegida de Durga tem a capacidade de quebrar essa terrível maldição.

No primeiro livro da saga não há críticas a fazer, é muito cativante e te prende até a última sílaba, os personagens e os locais são descritos tão perfeitamente que dá para visualizar como se estivéssemos dentro da trama, a autora começou com o pé direito nessa série!
comentários(0)comente



Pamella.Ribeiro 28/03/2018

Que história! Nossa é de te levar direto pra dentro do livro. É tudo tão lindo, tão encantador, tão profundo, tão revelador , o mundo precisar ler esse livro rsrs
comentários(0)comente



Amanda.Marchesini 26/03/2018

Livro muito gostoso de ler. Mas o livro tem um fim bem previsível.
comentários(0)comente



Rebs 25/03/2018

A maldição do tigre
Bem, primeiramente, se você quer uma referência sobre esse livro, a obra de ?a Bela e a Fera? se enquadra super bem. Só que na Índia!!!
A série toda é muito bem desenvolvida, o que é muito bom de ler. É aquele tipo de livro que você não quer parar de pensar na história (tive uma ressaca danada).
A autora coloca uma riqueza cultural que é SENSACIONAL, voce se sente nos lugares, o que eu achei incrível. Os detalhes são bem presentes também, inclusive no início da leitura a presença de muita descrição me cansou um pouco, mas foi só porque não estava acostumada com a escrita dela. Depois que a história engajou mesmo, eu não conseguia mais parar!!! Sem duvidas minha saga preferida!!! E o que dizer sobre essas capas em... (e esses personagens!!!)
O primeiro livro é muito bom, mas o terceiro e quarto são meus preferidos. Se quiserem, falo mais a fundo deles.
TAcia.Hellen 07/05/2018minha estante
undefined




Bia Caroline 18/03/2018

AMT (Abreviação para facilitar as coisas) é basicamente a introdução da história, até mais da metade do livro, quando Ren e Kelsey finalmente vão procurar o primeiro dos quatro presentes da deusa Durga. Este é – na minha opinião – o livro com passagens e cenas mais memoráveis e engraçadas.

Para continuar lendo, acesse o Uncreative Place.

site: http://www.uncreativeplace.com.br/maldicao-do-tigre/
comentários(0)comente



priscila.saatmam 13/03/2018

Colleen Houck destruidora de corações (risos)
“Seus corações e suas almas lhes dirão a diferença entre fantasia e realidade.”

Através de uma narrativa em primeira pessoa a autora apresenta um romance YA, bem legal. O ritmo desse romance é mais lento, mas isso em minha opinião super combina com o pano de fundo que é a mitologia indiana e além disso para um YA isso foi muito peculiar.

Mas meus amigos quando Ren e Kelsey se beijam não há como não dar uns gritinhos de alegria.
Além do romance e da mitologia, as partes de ação são bem legais á lá Indiana Jones, o que me divertiu bastante. E no final me vi tão envolvida que fiquei destruída com o final e sei que vou sofrer ainda mais. Mas querem saber? Não mudaria nada.
comentários(0)comente



Bia- @Livros_and_Dreams 20/02/2018

A Maldição do Tigre
Antes de começar essa resenha, há alguns fatores que devem ser levados em consideração. Primeiramente, o livro me ganhou pela capa, mesmo antes de ler a sinopse ou pesquisar sobre ele, sabia que entraria para lista de (?Livros que eu compraria pela capa?).

Pronto agora posso começar...

? Kelsey é uma adolescente de 17 anos, que já passou por várias situações complicadas na vida, inclusive a perda dos pais, que a levou a ter um amadurecimento significativo em relação ao esperado para uma menina de sua idade. Com a chegada do verão, ela procura um emprego temporário, e vê num circo que estava passando pela cidade a oportunidade perfeita para ganhar o seu próprio dinheiro e bancar os seus estudos na faculdade. Ela sabia que o trabalho não seria fácil, começou vendendo ingressos na bilheteria do circo, até que passou para o seu trabalho principal, cuidar de um tigre branco, de olhos azuis que tinha um olhar hipnotizante que, às vezes, chegava a ser ameaçador. ''Olhei dentro daqueles grandes olhos azuis e sussurei: Queria que você fosse livre. '' pág 41.

No decorrer do tempo, ela começa a passar mais tempo com o tigre, compreendendo a solidão e sentindo um desejo de liberta-lo, mas como isso não era possível, ela se contenta em passar cada intervalo do trabalho lendo poesias, conversando com ele, o que acabou resultando em uma estranha ligação com o animal. Mas o que ela não sabia, é que isso seria apenas o começo de uma aventura que estava prestes a mudar sua vida para sempre.
comentários(0)comente



832 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |