Negro Amor

Negro Amor Camille Storch




Resenhas - Negro Amor


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Fernanda 02/11/2012

Resenha Negro Amor
Link da resenha: http://segredosemlivros.blogspot.com.br/2012/08/resenha-negro-amor-camille-storch.html

Resenha: Negro Amor é uma história emocionante, narrada no reino Nottingshare, em um mundo totalmente mágico, habitado por príncipes, princesas, reis e rainhas, magos e outros seres fascinantes. Um dos protagonistas se chama Niti. Ele presenciou seu pai, o rei Frederick, assassinar sua mãe, a rainha Sally. Ela era uma das pessoas que o menino mais se importava e não acreditava que ninguém tentou ajudá-la quando mais precisou. Niti se torna uma pessoa solitária com desejo de vingança, e também um poderoso mago. Se dedicava ao máximo nas aulas de magia com o professor Frenk, que tempos depois, vê a raiva que Niti nutre contra o pai, e resolve fazer alguma coisa para impedir. Por sorte, o menino consegue escapar antes que aconteça algo.

Na floresta, Niti encontra com Tsuki, uma jovem intrigante que desperta um sentimento estranho e profundo. Ela é a herdeira do trono do reino de Gottingheart, e a única família do rei Charlie. O menino consegue uma aliada que está disposta a ajudá-lo a encontrar as escrituras mágicas para rever sua mãe e obter sua vingança contra o pai. O que eles não sabem é que existe uma profecia que liga os dois. E em seus destinos, está escrito que precisam derrotar um inimigo ainda desconhecido.

Gostei bastante da narração, tem muita fantasia, aventura, ação com um toque de romance encantador. E o mais interessante e o que me chamou a atenção, é que a autora Camille Storch escreveu essa obra aos 14 anos. Ela está de parabéns pela ousadia, coragem e criatividade. Além de que, pode ser considerada um exemplo de incentivo aos novos autores e escritores em geral, que tem o sonho de publicar um livro. Parabéns Camille!

Link da resenha: http://segredosemlivros.blogspot.com.br/2012/08/resenha-negro-amor-camille-storch.html
comentários(0)comente



Thaís 28/09/2012

Quando vi pela primeira vez a capa de Negro Amor, imaginei se tratar de um romance adulto com muito drama e mistério. Lendo Negro Amor encontrei um romance infantojuvenil encantador, onde reinos, príncipes e princesas, reis e rainhas, magos e outros seres povoam esta história de amor.


Mas não ouse pensar que este livro seja adequado ao público juvenil! Negro Amor é de 8 à 80 anos, mas não me atrevo a ficar na faixa etária indicada, existem muitos senhores e senhoras (acima dos 80) leitores! Podem acreditar! A narrativa é audaciosa, Camille Storch escreveu este livro quando tinha apenas 14 anos, dá para acreditar? Como uma garota pode ter uma imaginação tão criativa assim? Mas pode acreditar, essa menina (agora maior de idade) publicou seu livro e realizou um sonho: Saber que muitos têm hoje, a oportunidade de conhecer o mundo imaginado por ela.

A história tem como estrutura principal a história de Niti, um poderoso mago, que outrora assistiu a morte da mãe e do meio-irmão, assassinados pelo coração negro e vingativo de seu pai. Já crescido, ele escapa da morte (ao longo da trama muitos desejarão exterminar esse príncipe amargurado e de coração tão negro quanto o pai, o rei Frederick), fugindo de seu reino denominado Nottingshare, ele vai em busca das escrituras mágicas, sagradas escrituras que têm o poder de conceder o desejo daquele que as invoca.

Tsuki, princesa de Gottingheart também está destinada a reinar, mas tem conhecimento de sua imaturidade e seu desejo é viver livremente e sem pressões, sua maior qualidade é a bondade e caridade. Vive na função de amar e ajudar o próximo, até o dia em que encontra nas redondezas de suas terras, um príncipe sem bondade, sem amor e com um coração vingativo, raivoso e amargurado. A partir desse ponto, a história se desenvolve, somos levados a conhecer criaturas inusitadas e reinos longínquos, e o caminho deles não será nada fácil, mas será que a bondade estará sempre a amar o mais negro dos corações?

Negro Amor é um reino mágico, narrativa muito concisa, leitura fluente e instigante. Todos os leitores irão se apaixonar por Pequenino, um vaga-lume, que ajudará os protagonistas em suas tenebrosas jornadas! Também compreendi a introdução do blog da autora (http://camillestorch.blogspot.com.br/) impossível não apreciar não é mesmo? A leitura é simples, não é complicada e nem possui dificuldade em sua narrativa. Com grande imaginação, a autora criou Negro Amor, e tem conclusão, mas daria uma ótima série de fantasia e romance!
comentários(0)comente



Naah 08/11/2012

Negro Amor
Desde o primeiro capitulo nota-se que a história não é nada parecida com os livros que estamos acostumados a ler. No inicio nos deparamos com morte, ódio, amor, vingança, traição... São tantos sentimentos em um único capitulo que Frederick, pai de Niti e rei de Nottingshare, experimenta, na execução de um traidor do reino, sua esposa, a rainha Sally, se coloca em defesa do traidor e tenta, com todas as forças, que o rei não o mate. Entendendo isso como uma traição da própria rainha, seu amor, pretende mata-la também. Na hora em que o traidor é executado a rainha coloca-se a chorar e corre para tentar impedir e, o próprio rei acaba por mata-la com a espada em seu coração, e em lágrimas pergunta o “por quê?”, as últimas palavras dela são... “Ele era seu filho”... Niti, o herdeiro do trono, presencia a cena do pai tirando a espada do coração da mãe e é tomado por uma fúria e um ódio imenso, ele faz uma promessa de nunca mais perdoar o pai nem o reino, pois ninguém se colocou em defesa de sua mãe, que era uma mulher muito bondosa para todos.
É eu também fiquei boquiaberta com o inicio do capitulo, fiquei feliz e irritada de mais com o casal. Eles se conhecem no bosque do reino de Gottingheart, onde o tio de Tsuki é o rei, quando Niti foge de casa, pois descobriu que o mestre de magia queria mata-lo. A principio, acredito eu, Niti não gosta de Tsuki por ela estar sempre sorrindo, ao contrario do pequeno príncipe que só sabe ficar de cara feia pra tudo e todos. Eles são os opostos em absolutamente tudo.
O objetivo de Niti, quando ele sai de casa, é achar as inscrições mágicas e usa-la pra trazer sua mãe de volta e vingar-se do rei e, Tsuki fugindo de um casamento inesperado, indesejado e forçado vai atrás dele, também pelo afeto que começa a sentir pelo príncipe e por não querer perde-lo. Com o desenrolar da história eles se vê totalmente apaixonados um pelo outro, e como sempre Niti não da o braço a torcer, ele pra mim é muito cabeça dura, não quer admitir a paixão pela garota pois acha que depois de tanto ódio é incapaz de amar, o que ele descobre estar errado, o medo do garoto em perde-la é tão grande que em várias situações ele se coloca em perigo pra salva-la.
O que os jovens não sabem é que ambos, juntos, tem um destino já selado e que só cabe a eles aceitar ou não, tendo em mão o destino do mundo inteiro e das inscrições magicas que Niti tanto busca. No caminho eles se deparam com animais mágicos, com pessoas más que só querem feri-los e também com aqueles que conhecem a história das vidas passadas dos jovens, sim eles são reencarnações que no passado foram sacrificados para selar o esconderijo das inscrições magicas.
Conforme o caminho eles vão contar com a ajuda de seres mágicos, como o Pequenino, como Tsuki gosta de chama-lo, que é um vaga-lume que tem por obrigação protege-la, vão se deparar com provações e ensinamentos.
O livro não só nos faz viajar por um mundo diferente, na época de reis e rainhas e ensinamentos mágicos, como nos faz parar pra pensa em certas atitudes. Nos faz torcer pelo amor e para que o jovem príncipe deixe aparecer o amor, sério, em algumas partes eu fiquei com vontade de gritar com ele e falar meu Deus olha pra ela, abrace ela, faz alguma coisa..
comentários(0)comente



Lelê 25/11/2012

Resenha:
Este livro me surpreendeu duas vezes. A primeira foi quando vi a capa. Pois é, pela capa eu imaginei que fosse um drama. Aí eu fui saber da autora e descobri que ela escreveu este livro quanto tinha quatorze anos, aí, claro que eu imaginei que fosse uma historinha bem infantil. Que grande engano! Até tem reis e rainhas, príncipes e reinos distantes, mas tem muito mais que isso.


" - O que fazemos a todos os traidores de
guerra! - e Fredrick segurou os cabelos
escuros do prisioneiro com força -
Decapitação!"
Pag. 14



Começa contando a história do rei Frederick, que cego de ódio e ciúme, comete o maior erro da sua vida, mata sua esposa na frente do seu filho Niti, que tinha apenas doze anos.
Niti nunca mais perdoou o pai, e começa a planejar sua vingança.


"Por mais que tentasse, não podia negar
para si mesmo que estava sempre
preocupado com ela, sempre temia
que alguma coisa lhe ocorresse, nem
que fosse um simples tropeço."
Pag. 146



A partir daí a história passa a ser carregada de lutas. Niti sofre uma grande traição, que o obriga a fugir para a floresta.
E na floresta ele encontra uma moça linda que também está fugindo do seu reino. Tsuki também é uma princesa, mas que não suportou ser obrigada a se casar com um homem sem amor.
Os dois juntos se embrenham na floresta em busca da vingança de Niti e da paz e felicidade de Tsuki. Ou seja, vão viver uma grande aventura cheia de magia, romance traições, cobras, leões, morte...


"Em poucos segundos, Tsuki adormeceu
com a cabeça deitada sobre o colo de
Niti. E o príncipe de Nottingshare ficou
o resto da noite acordado, imóvel, para
não despertar a jovem."
Pag. 53




Realmente é de tirar o fôlego. Quando eu achava que não tinha mais nada para acontecer ao casal, a autora conseguia colocar mais alguma surpresa. Li em algumas horas, na verdade nem sei em quanto tempo li, pois sentei no sofá, arrumei o livro no colo pra começar a ler e... só levantei quando acabei. Não dava pra parar, foi num suspiro só. Adorei!

Tenho que parabenizar a editora pela capa que está linda, adoro essas capas mais sombrias e com arabescos, a diagramação está bem bonita também, com linhas bem espaçadas, letras em tamanho perfeito e páginas levemente amareladas.

Claro que eu recomendo esta leitura!

Se Camille Storch escreveu este ótimo livro aos quatorze anos, imagine o que vem por aí...
comentários(0)comente



Amanda Ariela 23/01/2013

Negro Amor- Camille Stortch
Resenha em http://agarotadocasacoroxo,wordpress.com

Nome: Negro Amor

Autora: Camille Storch

Editora: Baraúna

Páginas: 225

Preço: R$ 31, 90

‘’Negro Amor’’ conta a história de Niti, um jovem que decide se vingar de seu pai, Frederick, um rei que matou a esposa friamente, bem na frente do filho. Ele se torna um mago poderoso que cresceu alimentado pelo ódio e desejo de vingança contra seu pai e contra aqueles que não tentaram salvar sua mãe. Niti parte de seu reino para concluir seu plano e derrotar seu pai; no meio do caminho ele conhece Tsuki, a sobrinha de um rei, que precisa se casar para assumir o trono e que decide fugir com Niti. Juntos os dois viverão uma trama de amor e de ódio, sofrimento e felicidade em um mundo mágico repleto de mitologia e de misticismo em busca das escrituras mágicas.

A história de Camille Storch é diferente de tudo que já li. A narrativa era muito fluída e fácil de ser lida, lembro que li a história em três horas. O que não me agradou muito foi que tudo era de repente e acontecia rapidamente demais e isso fez com que o enredo não parecesse real, acho que faltou um pouco de aprofundamento nos sentimentos dos personagens e nos acontecimentos para que eles ficassem mais realistas especialmente no final.

Por mais que seja uma narrativa de ficção, quanto mais real ela for, melhor e não senti ‘’Negro Amor’’ desse jeito. Veja bem, se você está correndo perigo em uma floresta e uma carruagem aparecer, obviamente que você vai tentar entender o que ela é e ter um pouco de receio antes de entrar nela, mas Niti e Tsuki não pensam assim (isso me fez querer fechar o livro e dar com ele na cabeça de ambos os personagens, especialmente na Tsuki). Eles entram direto e isso faz com que a história pareça ilógica e estranha.

O que eu achei bem legal na história foi o planejamento de acontecimentos do passado que provaram que se Niti e Tsuki estavam juntos, não era só por acaso.

Outra observação negativa é a falta de sinopse. Antes de ler um livro tento saber um pouco sobre a história dele lendo a sinopse na contracapa e em ‘’Negro Amor’’ tudo o que tem escrito lá é um breve texto falando sobre todos os sofrimentos que os personagens passam por. É a mesma sinopse do site da editora e do skoob, o que eu não acho que seja muito bom, já que falar que eles sofrem é muito pouco para descrever a história de Niti e Tsuki

Por mais que ‘’Negro Amor’’ não tenha me agradado, estaria mentindo se dissesse que Camile Storch não tem criatividade ou uma capacidade narrativa excelente. Se ela aprofundar essas habilidades, tenho certeza de que futuramente, publicará historias maravilhosas.
comentários(0)comente



Francielle 16/02/2013

O Rei Frederick voltava de uma guerra, feliz por mais uma vitória, porém quando sua amada esposa clama pela vida de um condenado à morte, Frederick perde a cabeça, imaginando que sua esposa o havia traído, e age movido pela raiva, pelo ciúme e pela dor. Essas atitudes impensadas afetam para sempre o reino, sua família e principalmente seu filho, Niti, que sente ódio e mágoa imensuráveis do pai, e o fazem partir na busca de tirar um grande peso de seu coração.

*

O livro mostra um reino em que a falta de confiança e o orgulho prevaleceram, e as consequências disso no íntimo das pessoas. Niti, assim como o pai, foi movido pela raiva e pela dor, e seguia fortemente atado à sua vontade de vingança, porém suas perspectivas mudam ao conhecer uma jovem encantadora vagando pela floresta. Tsuki é bondosa e inocente, não acredita em vingança, e sempre procura ver o lado bom das pessoas. Isso é chocante para Niti, pois o jovem príncipe não consegue confiar em ninguém, em consequência das inúmeras cicatrizes que a vida lhe deu. Acrescentando magia e fantasia, essa história segue por caminhos que surpreenderão o leitor.


"Então, começou a seguir Niti sem permissão, embora, obscuramente, sentisse que seu destino já estava ligado ao dele."


"Negro Amor" me surpreendeu bastante, pelo rumo que a história tomou. Gostei bastante da história, Camille soube levar a história de uma maneira que mantém o leitor curioso e é difícil parar de ler o livro antes de saber o final. Uma das poucas coisas que não me agradou muito foi o fato de a narrativa ser mais solta, gostaria que o livro fosse mais detalhado, gostaria de saber mais sobre os reinos, sobre os personagens, ler mais sobre a jornada de Niti e Tsuki. Também há vários acontecimentos que dependem da imaginação do leitor, e não vejo problema com isso, porém é algo que, particularmente, não me agrada muito. Camille começou a escrever "Negro Amor" aos 14 anos, e isso é algo incrível. Uma pessoa de 14 anos ter tamanha imaginação, e criar uma história com elementos mais maduros, é algo que merece destaque. Acredito que Camille tem muito potencial, e aguardo ansiosamente por mais livros dessa autora que conseguiu me prender do início ao fim, com uma história que escreveu apenas aos 14 anos.

*

3.5/5

Love always,
Francielle


http://theserialreader.blogspot.com.br/2013/01/resenha-negro-amor-camille-storch.html
comentários(0)comente



Mari Novaes 22/02/2013

O livro conta a história de dois jovens chamados Tsuki e Niti. Eles são herdeiros dos reinos de Nottingshare e Gottingheart. Por força do destino eles se encontram e seguem seus caminhos juntos, passando por algumas provações. “Negro Amor” trás para os leitores uma história de romance, mudança e fé.

Já no começo do livro, Camille já conta um episodio triste da vida de Niti, no qual ele presencia seu pai, o rei Frederick, assassinando sua mãe na sua frente. É nesse acontecimento que somos apresentados ao humor de Niti e ao seu desejo de vingança. Niti recebe aulas de magia com um mago e professor chamado Frenk e apesar de ter aprendido bastante sobre a magia, ele sai em busca de algo para completar sua vingança. Depois que ele foge do reino de seu pai ele encontra a nossa donzela Tsuki.

Niti conhece a Tsuki, que também fugiu do sei reino, por causa do casamento arranjado que seu pai lhe arranjou. E com isso os dois seguem o mesmo caminho e descobrem coisas que nunca passaram pelas suas cabeças (nem pela minha).


Ao longo do livro somos apresentados a aventuras, romance e magia. E essa mágica no livro me encantou.

O bom é que como no começo já é contado um episódio com impacto e isso me fez ficar curiosa com o resto do livro e acabei lendo ele em um dia só. Não sei vocês, mas gosto de livros com ação desde o começo. Nada daquelas lenga lengas.
Quando o desenrolar da trama foi sendo narrado, no final do livro, a história se tornou meio confusa. Dou nota cinco facilmente por todo livro e a história, mas no final ele me confundiu bastante. Acho que um pouco disso foi porque eu me decepcionei com o Niti e com suas ações.

E como vocês podem ver, a capa é simples, mas linda. A diagramação do livro é boa, principalmente a folha que é amarela (folhas brancas ardem meus olhos).

Resenha feita para http://desventurasembooks.wordpress.com/
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 27/05/2013

http://balaiodelivros.blogspot.com/
Era uma vez....rsrs.
Bem, não estou louca não em começar esta resenha com o famoso “era uma vez”, a verdade é que temos aqui um belo exemplar de um novo conto de fadas bem ao estilo dos que nós já conhecemos. Tudo começa quando o rei Frederick condena à morte um prisioneiro que ele acredita ser seu traidor, acontece que a esposa do rei reage a esta condenação e tenta fazer com que o marido mude de ideia. Frederick interpreta mal a sua ação e pensa que os dois são amantes.
Sego de ciúmes, Frederick além de matar o jovem condenado, ainda mata a esposa na frente do filho do casal, o pequeno Niti que depois deste episódio traumático cresce nutrindo uma raiva infinita contra o pai e prometendo em silêncio que um dia vingará a morte da mãe.
Quando o jovem príncipe Niti completa a maioridade, ele que aprendeu muitos truques de magia com seu professor, foge de Nottingshare (seu reino) em uma busca de recursos para concretizar sua vingança. O que Niti não esperava era que no meio do seu caminho encontraria a jovem futura rainha de Gottingheart, a pequena Tsuki que está desconsolada pelo fato de seu pai e tio quererem casa-la com um desconhecido.
Niti e Tsuki decidem então fugirem juntos um ajudando ao outro. Nesta jornada cheia de magia, perigos e acontecimentos inusitados, os dois acabarão descobrindo que têm muito em comum e que o destino lhes reservara uma aventura inimaginável.
Bem, este é o resumo do livro. Como vocês puderam perceber Negro Amor é repleto de acontecimentos únicos que dificilmente vocês irão encontrar em alguma outra história. É um livro juvenil sim, mas possui passagens tão fortes que podem escandalizar até mesmo os adultos que por ventura forem ler este livro. Ao mesmo tempo que escandaliza, também encanta pois, o romance entre os personagens principais é delicioso. A narrativa da Camile é muito gostosa e de fácil compreensão. Considero Negro amor uma história ideal para se ler quando se estiver a fim de uma trama fantástica (literalmente) que te prende do início ao fim.
Gostei bastante!
comentários(0)comente



Amanda's Tale 20/09/2013

Camille Storch
Olá queridos leitores, tudo bem? Vim aqui fazer mais uma resenha de um livro brasileiro rs. E dessa vez o livro é um conto de fadas, mas não é qualquer narrativa, igual o da Disney, é uma estória diferente.
O que mais surpreendi, foi que a autora escreveu com 14 anos, e a sua escrita é muito madura mesmo com a pouca idade que escreveu. Ela conseguiu publicar esse livro apenas com 18 anos. Bom, vou falar agora um pouco do que se trata o enredo do livro.
Na narrativa conhecemos o rei Frederick, que depois de uma guerra, considera traidor um jovem e como parte da tradição de Nottingshare todo traidor deverá ser morto, ou seja, é decapitado.
Sendo que acontece o inusitado, a rainha Sally tenta defender o acusado, e tenta interceder pela vida do mesmo, o rei Frederick fica confuso, pois a rainha nunca se mete nesses assuntos, e com isso ele começa a acreditar que a sua esposa tem um caso com o acusado, e começa a se enfurecer, pois ele pensa que a pessoa que ele mais ama o traiu.

O rei realmente a amava, mas pedir pela vida de alguém que o traíra, ah, isso era imperdoável, até uma pessoa tão amável e generosa como ela.

Cego de ciúmes o rei, não viu o que estava na sua frente, e decidiu matar o jovem perto de sua esposa, e quando erra gritou e foi até o jovem o rei lhe matou. E as últimas palavras da rainha foram: - Ele era seu filho.
Sendo que Niti filho de Sally com Frederick presencia a morte de sua mãe, e começa a chorar, guardando um grande ódio de seu pai e de todos do reino. E depois disso Niti nunca mais fala com ninguém a num ser com seu professor de magia Frenk.
Niti cresceu e tornou um grande mago, temido por todos, se tornará um homem frio e triste, que nunca confiava em ninguém, a num ser em seu professor, que mesmo sem demostrar nutria um carinho por ele.
Depois de um certo acontecimento, Niti decide fugir pela floresta, e acaba indo em outro reino, onde acaba conhecendo Tsuki, uma bela menina, que vive sorrindo, ele sente uma mistura de sentimentos ao vê-la.

Niti perguntou-lhe quase por instinto:
- Você não cansa de ficar sorrindo o tempo todo?
- E você não de ficar sério o tempo todo?
Revidou ela, já correndo em meio aos arbustos.

Fugindo de seu próprio destino Tsuki decide viajar juntamente com Niti, e daí vai surgindo um novo sentimento.
Bom, gente vou parar por aqui, se não vou contar demais sobre o livro. O livro é incrível, a autora faz com você entre dentro da estória, e faz com que você não queira desgrudar do livro até chegar à última página.
Não consegui parar de ler, e terminei a minha leitura em apenas um dia. O livro é maravilhoso.
A autora mostra vários sentimentos: amor, dúvida, traição, vingança, ódio, desespero... Da mesma forma que é uma leitura é forte ela é doce, suave, romântica.
Eu me apaixonei pelo Niti, mesmo ele sendo um personagem frio, mas no fundo eu sentia que ele tinha sentimentos, só não queria ser magoado novamente. O casal Niti e Tsuki tem muita química, física, biologia rs... São lindos juntos.

Henrique observava a cena. “Eles são perfeitos juntos”, pensou sem disfarça seu repentino mau humor.

Eu super recomendo essa literatura, você já pode perceber como eu amei o livro, a estória é simplesmente MAGNIFICA. Eu espero que gostem da leitura como eu.

“Não é vergonhar ter medo, vergonha é não enfrenta-lo”.

Editora: Baraúna
Páginas: 225

site: amandastale.blogspot.com
comentários(0)comente



Geovana 08/06/2014

Objetivo
Gostei muito do livro, objetivo e cheio de suspense,adorei cade pagina, pra quem gosta de uma boa aventura é ideal.
comentários(0)comente



Gabi 28/06/2014

Resenha do blog Frases Perdidas
A narrativa se inicia no reino de Nottingshare, apresentando a história de Niti, um príncipe que cresceu alimentando sua vontade de vingança, devido algo que aconteceu quando ainda era uma criança: a morte de sua mãe, causada tragicamente por uma atitude impensada de seu pai, trazendo-lhe um ódio que apenas aumentou com o tempo. Depois, a narrativa muda para o reino de Gottingshare, onde mora a princesa Tsuki, que está passando por um pequeno drama em sua família, pois foi a escolhida para assumir o trono quando o seu tio morrer, mas para isso precisa se casar com um desconhecido, o que não agrada a moça.
Em busca das inscrições máginas, Niti sai na floresta e acaba encontrando com Tsuki, que o conquista com a sua beleza e o seu jeito delicado de ser. Mesmo sem querer demonstrar seus sentimentos, o príncipe de cabelos prateados reconhece que está apaixonado e que não para de se preocupar com a amada. É no meio dessa procura na floresta que uma série de coisas acontece, mudando a vida dos dois para sempre e mostrando que nem tudo é como eles imaginavam.
O livro da Camille, escrito pela autora parceira (que foi maravilhosa no momento de parceria♥) quando ela ainda tinha 14 anos de idade, conta uma linda história de amor que, na minha opinião, aconteceu rápido demais. Niti e Tsuki se conheceram de repente na floresta e logo, mesmo sem querer demonstrar seus sentimentos, principalmente o príncipe, se apaixonaram. Acho que todos os acontecimentos poderiam ter sido mais explorados, tanto a paixão dos dois, quanto a parte referente à magia. Tenho que confessar que o final me decepcionou bastante, mas, isso vai do gosto de cada um. Penso que o que aconteceu com os protagonistas no fim do livro foi muito previsível. Tirando esses pontos, a leitura é ótima, bastante leve e diferente. Super recomendo.

site: http://frases-perdidas.blogspot.com.br/2014/06/minha-estante-11.html
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11