Dezessete Luas

Dezessete Luas Margaret Stohl
Kami Garcia




Resenhas - Dezessete Luas


140 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Sarinha 12/07/2020

Melhor do que o primeiro, mas a lena me deu muita agonia nesse livro, tinha hrs que eu queria bater nela
comentários(0)comente



Suélio 08/07/2020

Finalmente notamos um protagonisno maior do narrador na história, até então parecia que ele era apenas o observador da história da Lena, mas neste livro ele começa a se destacar, enquanto a Lena apenas está ali na história. Desfecho surpreendente.
comentários(0)comente



Coisas de Mineira 08/07/2020

Lena Duchannes desafiou uma maldição e tudo o que sua família conhecia há muito tempo. Mas tudo tem o seu preço. Após os acontecimentos de “Dezesseis Luas”, Lena está perdida e desolada. Ela não sabe lidar com o preço que teve que pagar por não escolher um lado.

Ethan por sua vez, não sabe o que aconteceu naquela noite e não sabe porque Lena tem fugido dele. Sendo assombrado com coisas que apenas ele consegue ver, ele tem que lidar com o afastamento da menina que ama e com todo esse mundo que descobriu em sua cidade.

Ethan tenta lutar para que Lena não se renda as trevas, já Lena, está perdida e tenta amenizar a dor que está sentindo. Esse é o enredo de “Dezessete Luas”, o segundo livro da série “Beautiful Creatures”.

“Dezessete luas, dezessete medos,
Dor da morte e vergonha das lágrimas,
Encontre o marcador, caminhe a distância,
Dezessete conhece só exílio…”

Quero dizer que li “Dezesseis Luas” antes do filme ser lançado, ou seja, já faz muito tempo. Depois que assisti ao filme (NÃO INDICO PARA NINGUÉM VER AQUELE FILME HORROROSO), fiquei bem desanimada para terminar de ler a série. Mas um belo dia eu vi uma promoção, e como sou a desesperada das promoções, comprei o box e comecei a me forçar a ler.

Como já fazia muito tempo que tinha lido o primeiro, fiz uma pequena revisão e já fui ler o segundo. Preciso dizer que a leitura não foi tão boa quanto o primeiro. Na verdade, eu estava sem paciência para a Lena e para o Ethan, talvez eu estivesse cansada mesmo ou talvez foi só cansativo mesmo a relação entre os dois.

Vemos uma Lena revoltada com as consequências da escolha que fez, e um Ethan sem saber o que está acontecendo e correndo atrás da Lena, afinal, a menina é o amor da sua vida.

“- Quando as pessoas vão para torre de água, L, elas não estão se referindo ao topo da torre de água. – Que era onde estaríamos em um minuto. Só nós dois, uma escada instável de ferro de uns 30 metros e o céu azul da Carolina.”

Sabe o que mais me animou a ler esse livro? Os personagens secundários. Sou uma fã de fogo no parquinho, então em “Dezessete Luas” somos apresentados a Liv, uma estudante inglesa que veio de Londres para estagiar com Marien na biblioteca. Liv acaba passando muito tempo com Ethan e com ela sempre ali e Lena fugindo, temos momentos de dúvidas.

Outro ponto alto é o fato de poder conhecer mais Ridley, a prima rebelde que foi para as trevas. É possível conhecer mais sobre a vida da garota e o que aconteceu com ela. Vamos dizer que a personagem me fez torcer para as trevas em vários momentos, não para as trevas em si, mas para ela. Sei que existe um livro que fala mais sobre a Ridley, então, apesar da preguiça que esses livros criaram em mim, tenho muita vontade de lê-lo.

Além de Ridley, podemos ver mais de Link, que vendo o amigo triste embarca de cabeça para ajudá-lo. Afinal, amizade é estar perto, não é? Foi engraçado ver o amigo ajudando Ethan, mostrando que a amizade dos dois, é bem bonita.

Apesar de ser cansativo, o livro não foi de todo ruim e no final eu acabei sentindo mais interesse por ele o que me levou a querer pegar o terceiro volume.

“Dezessete luas, dezessete anos
Conheça a perda, mantenha os medos
Espere por ele e ele aparece
Dezessete luas, dezessete lágrimas…”

“Beautiful Creatures” é uma série com quatro livro: Dezesseis Luas, Dezessete Luas, Dezoito Luas e Dezenove Luas. Além de uma “Novel” chamada “Sonhos Perigosos”. As autoras ainda lançaram duas séries juntas: “Beautiful Creatures: The untold stories” e “Dangerous Creatures”. Essa segunda tem os livros lançados no Brasil, também pela Galera.

Kami Garcia é uma autora de best sellers internacionais e redatora de quadrinhos. Ela possui doze livros publicados entre romances e graphic novels. Kami já foi publicada em 51 países e traduzida para 38 idiomas.

Margaret Stohl é uma autora premiada de livros jovens adultos, tendo quinze romances e graphic novels publicados. Stohl já foi publicada em 50 países e 32 idiomas. Além de escritora, Margaret é desenvolvedora de jogos.

“Dezoito Luas, dezoito esferas,
Do mundo além dos anos,
Um Não Escolhido, morte ou nascimento,
Um dia Partido espera a Terra…”

Por: Ana Elisa Monteiro
Site: www.coisasdemineira.com/dezessete-luas/
comentários(0)comente



Lucimar.Paiva 06/07/2020

Dezessete Luas ? Olhos onde trevas ou luz aparecem, dourado para sim e verde para o não. Dezessete, o último a saber...

Olá Literários....
Como não se apaixonar por Ethan e Lena...
Juntos, Ethan e Lena podem enfrentar qualquer ataque de Gatlin. Ao menos era assim que funcionava antes de Lena sofrer uma perda trágica e começar a se afastar e guardar segredos que estão testando o relacionamento.
E agora que Ethan abriu os olhos para o lado negro de Gatlin, não há como voltar atrás. Assombrado por estranhas visões que somente ele consegue ver, Ethan vai sendo puxado cada vez mais para dentro da história confusa de sua cidade.
?Tem alguma coisa em ficar sozinho no escuro que faz a gente se lembrar o quanto o mundo é grande e o quanto estamos distantes uns dos outros. As estrelas parecem estar tão perto que daria para esticar o braço e tocá-las. Mas não dá. Às vezes as coisas parecem bem mais próximas do que realmente estão.?
Dezessete luas, dezessete medos,
Dor da morte e vergonha das lágrimas,
Encontre o marcador, caminhe a distância,
Dezessete conhece só exílio...
.
.
comentários(0)comente



Colecionando Planetas 05/07/2020

Tem como não amar?
Eu comecei esse livro com muita raiva da Lena. Eu poderia dar uns tapas nela. Mas de uma parte para outra do livro ela sai de cena e temos um maior desenvolvimento do Ethan, adorei conhecer mais sobre ele.

Não só sobre ele, mas sobre o mundo conjurador. As reviravoltas do final foram perfeitas e eu amei demais.
comentários(0)comente



Debby 23/06/2020

A segunda lua
Acabei de ler 17 luas e já vim correndo despejar minhas conclusões enquanto ainda estão quentinhas. Gostei mais deste livro que do primeiro. Toda a construção e a participação de Ethan, que realmente não aceitou um ?mas é assim que funciona?. Gosto bastante deste tipo de protagonismo. Ver todas as pessoas que estiveram do lado dele nessa empreitada e o desenrolar da história foi muito gostoso. Por mais que tenha ficado um pouco irritada com Lena nas primeiras páginas. O livro se desenrola deu na forma deliciosa.
comentários(0)comente



Laura.Helena 20/06/2020

Melhor que o primeiro livro
Ao terminar este, vejo que talvez o primeiro livro não precisasse ter sido tão grande. O Dezessete luas te prende muito mais na história do que o livro anterior.
comentários(0)comente



mat 26/05/2020

Porco
É um livro YA, então já não é de se esperar muito, o primeiro livro até que conseguiu manter alguma coerência apesar dos inúmeros erros, esse aqui o estereótipo de garoto do Sul dos EUA, que é diferente dos "caras babacas" é extremamente irritante, além disso as autoras fazem repetições de coisas do primeiro livro para fazer volume no livro, diálogos horríveis, a Lena perde toda a coerência do que foi no primeiro livro, os vilões não convencem, o caso da Ridley e do Link consegue ser tão ruim quanto o casal protagonista irritante, as autoras tentam fazer um "humor" que não tem graça, ao longo da leitura, como é narrado em primeira pessoa, o Ethan fica muito irritante, parece uma fanfic de crepúsculo escrita por uma garotinha de 13 anos, enfim, é horrível e a leitura só serve para se ter parâmetro do que é um livro ruim.
comentários(0)comente



Karol 22/05/2020

Dezessete luas
Meu Deus. Que reviravolta alucinante foi essa? Não consigo nem expressar a felicidade que senti com o retorno de certo incubus. Fiquei tão feliz Pela Lena e Ethan, até pelo Link, coitado, tava mesmo precisando ser o protagonista em algum momento. Que venha os esclarecimentos do terceiro livro.
comentários(0)comente



Maitê 16/05/2020

Ruim
Muito repetitivo e chato. A série toda. Muito mais do mesmo. Enrolada
comentários(0)comente



Diego 13/05/2020

Sequência se aprofunda mais nas raízes de Gatlin.
Nessa tão esperada sequência de Beautiful Creatures Margaret Stohl e Kami Garcia foram audaciosas, tanto na parte da fantasia, quanto no romance.
Depois que terminei Dezesseis Luas fui correndo ler o segundo livro, e no quesito romance Dezessete Luas não foi fácil de se ler. Pois nele Lena se distância de Ethan, por causa dos acontecimentos no final do primeiro livro.
O fato de nós leitores sabermos os motivos dela facilita um pouco as coisas, já que Ethan(O personagem que narra a história)não tem a mínima ideia do que aconteceu com ele e com a moça.
As primeiras 100 páginas do livro são meio arrastadas, mas aí nós entramos definitivamente no enredo, e a presença de novos personagens faz com que a trama evolua bastante. Não tem como não gostar da Liv.
Estou animado para a sequência, e espero não me desapontar. Gosto quando eu não faço a mínima ideia do que vai acontecer em uma história, espero que continue a imprevisibilidade
comentários(0)comente



starkaban 26/04/2020

simplesmente incrível e perfeito, é impressionante o quanto amo essa saga!
comentários(0)comente



Maria.Luiza 22/04/2020

Nesse segundo livro
da série somos apresentados à mais detalhes, histórias e segredos do mundo conjurador,
além de nos agraciar com detalhes inesperados sobre a família de Ethan.

Neste volume somos introduzidos e percebemos todas as
consequências das escolhas realizadas no primeiro livro. Toda a
história nos reserva grandes acontecimentos, novos personagens e retorno de
outros, queridos ou não. 

Vemos o mundo, conhecemos os sentimentos e observamos os acontecimentos através das percepções e relatos de Ethan Wate em mais essa aventura rumo ao objetivo final: a invocação de Lena.
comentários(0)comente



Maria.Luiza 22/04/2020

Nesse segundo livro
da série somos apresentados à mais detalhes, histórias e segredos do mundo conjurador,
além de nos agraciar com detalhes inesperados sobre a família de Ethan.

Neste volume somos introduzidos e percebemos todas as
consequências das escolhas realizadas no primeiro livro. Toda a
história nos reserva grandes acontecimentos, novos personagens e retorno de
outros, queridos ou não. 

Vemos o mundo, conhecemos os sentimentos e observamos os acontecimentos através das percepções e relatos de Ethan Wate em mais essa aventura rumo ao objetivo final: a invocação de Lena.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



140 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |