O país das mulheres

O país das mulheres Gioconda Belli




Resenhas - O País das Mulheres


3 encontrados | exibindo 1 a 3


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Wislanny 16/10/2013

Resenha: O País das Mulheres
Já imaginou um país sendo governado só por mulheres e nada de homens?! Que perfeito seria! Hahaha. E é essa a história desse livro.
O personagem, quero dizer a personagem principal é a presidenta do país de Fáguas, Viviana Sansón, e também suas companheiras de partido e amigas Eva, Martina, Rebeca e Ifigenia. Ah sem contar que o nome do partido é bafo, babado e confusão!! É o Partido da Esquerda Erótica (PEE)! Rsrs. Viviana tem uma filha, ela perdeu o marido em um acidente, mas encontra um novo “amor” e sem contar que tem outros personagens que são importantes.
Essas mulheres revolucionarias subiram ao poder e governaram brilhantemente o país durante meses. Só que em um discurso para seu povo Viviana foi atingida por um tiro. Mas quem atirou nela? Havia muitas pessoas que queriam estar no lugar dela, alguns homens não estavam satisfeitos com o seu jeito de administrar o país. Mas antes disso como elas conseguiram chegar ao poder? Suas propagandas eram super inteligentes. Quando Viviana levou o tiro, foi levada para o hospital e ficou dias em coma, nesses dias ela acorda em um galpão cheio de objetos e todos eles tem história. Ela relembra de coisas que tinha esquecido.
É um bom livro e uma boa história, eu não achei nada surpreendente. Porém o livro foi best-seller em seu país natal. Eu comprei ele mais pela capa e o título que me chamou muita atenção. Mas quem leu a resenha e gostou, eu recomendo!

“Mas é preciso ver quanto é possível aprender com o passado. Somos tão bons para esquecer as lições que ele contém, tão hábeis em fazer desaparecer nossos erros, acreditar que jamais os cometeram para assim voltar outra vez a cometê-los.”
comentários(0)comente



Paola 07/11/2011

O livro me interessou pelo nome. A capa também me chamou atenção. A história foi ficando melhor a cada página lida.

Como seria um país governado somente por mulheres? Presidenta, ministras e todos os cargos do alto poder ocupados somente por mulheres? Pois o país de Fáguas, uma cidade latino americana, passa por essa revolução. As amigas Viviana, Martina, Eva Salvatierra, Ifigênia, Juana de Arco e Rebeca, decidem montar o Partido de Esquerda Erótica (PEE) e concorrer a presidência.

As propagandas políticas são as mais inteligentes possíveis, e com isso acabam ganhando o voto da maioria e exercendo o poder! E a primeira atitude é mandar todos os homens para casa e as mulheres para trabalhar! Ou seja, inverter os papéis. E isso com certeza gera uma enorme polêmica. O objetivo disso tudo e mostrar que um país governado e controlado somente por mulheres tem a capacidade de dar certo igual ou melhor de quando são comandados pelos homens. Um governo super feminista!

Porém, no meio de um discurso Viviana sobre um atentado em praça pública. Um bala é disparada do meio da multidão e atinge a brilhante presidenta. E depois desse atentado, ela acorda num galpão e encontra objetos que perdeu há tanto tempo... No entanto, esses objetos como, guarda chuva, toalha e xícara, a fazem voltar no tempo e lembrar de muitos momentos vividos. E pelas suas memórias vamos conhecendo como o PEE chegou ao poder.

O livro é de linguagem simples e divertida. Pois, a história além de falar sobre a luta de um poder feminista coloca um pouco de humor e romance também, para deixar ainda melhor o enredo. Quem atirou em Viviana? Como o país ficou? Só lendo a história para descobrir!
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3