Batman: O Longo Dia das Bruxas

Batman: O Longo Dia das Bruxas Jeph Loeb




Resenhas - Batman - O Longo Dia Das Bruxas


34 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Rômullo 02/01/2010

O Ápice de Tim Sale e Jeph Loeb
Simplesmente a melhor minissérie das HQs.
Empolgante, instigante e envolvente.

Para todo os fãs de Batman essa é leitura obrigatória. Apresenta, praticamente, todos os vilões mais conhecidos do Homem-morcego e mostra a transformação da "Esperança de Gotham", o senador Harvey Dent, em um temível vilão, o Duas Caras.

Além da volta de Falcone que dá um tom de máfia italiana Cosa Nostra na série. Ainda temos o Coringa, o mais 'célebre' vilão dos quadrinhos, o mais engraçado e assustador ao mesmo tempo. O caos total.

Lembrando que a minissérie "O Longo Dia das Bruxas" foi a base do 'novo' filme do herói: "O Cavaleiro das Trevas", magistralmente dirigido por Christopher Nolan.
comentários(0)comente

Revi Cohen 02/01/2010minha estante
a melhor resenha! ever and ever!




Lucas de Abreu 09/08/2020

O Longo Dia das Bruxas
Excelente obra. A arte é muito boa e o enredo é bem desenvolvido, talvez alguns pontos podiam ser melhores explorados, mas no geral eu gostei bastante.
comentários(0)comente



Luiz 10/06/2020

Eu odeio feriados
Gostei muito da obra. A arte é fantástica e o enredo é intrigante. Acredito que alguns pontos podiam ser melhor explorados e desenvolvidos. No entanto, no contexto geral eu me diverti bastante. Vale uma leitura e depois uma releitura para absorver todos os detalhes.
comentários(0)comente



Thiago 12/03/2020

Acho que é a melhor história do Batman que já li. Intrigante no seu início, cruel na aparição do Duas Caras e surpreedente em seu fim.

Muito boa por ai incluir um leque de vilões para incrementar todo caos, que há na história. A máfia sempre contando as melhores histórias.
comentários(0)comente



Thiago Martins 18/06/2020

Vale pela sempre incrivel arte do Tim Sale e por trazer a história dramática de Harvey Dent.
comentários(0)comente



Bruno.Patrick 29/09/2020

Nolan, cópia mas só não faz igualzinho.
Para deixar bem claro, eu ingressei no mundo dos quadrinhos a pouco tempo, digo no sentido de ler diariamente. Meu primeiro contato com o Batman (homem morcego ou morcegão para os íntimos) se deu primeiramente pela animação da Liga da Justiça de 2002, acho que é o mesmo pra muitas crianças de 96 (valeu Silvio Santos!). De lá para cá, meu consumo pelo universo de capa e collants só aumentou e é interessante perceber hoje como filmes e animações tem pelo menos um pequeno traço de O Longo Dia Das Bruxas. Aqui desenho, texto e diagramação são três elementos que se complementam se tornando chave para essa obra tanto quanto Batman, Jim Gordon e Harvey Dent. Algumas páginas em preto e branco só dão um gosto a mais nesse clima de investigação noir, a inserção da galeria de vilões do Batman bem aos poucos cada louco vilão com sua função específica para a trama, culminando no final que é muito bom e até melhor ao que o Nolan fez no seu filme, mas são mídias diferentes então passa. Enfim acabou O Longo Dia Das Bruxas.
comentários(0)comente



Bemidio 11/04/2020

História incrível
Uma das melhores histórias de investigação que já li. Tensa, cheia de momentos marcantes, e um final surpreendente.
comentários(0)comente



Sabrina 17/09/2020

Ótima história do Batman. Os vilões e a forma com que acontecem as investigações e lutas contra eles tornam tudo um pouco mais humano. Ótimo que as famílias que vimos no Ano Um tiveram suas histórias contadas. E com direito a participação de vários dos inimigos clássicos do homem-morcego.
comentários(0)comente



Marginalis Veneficus 06/09/2020

Majestosa HQ de Máfia
Batman: O longo dia das bruxas é uma ótima HQ sobre máfia e Serial Killer. Roteiro ótimo. A arte me agrada, mas ela não é perfeita. O roteiro se perde um pouco no início do final, mas a HQ não para te prender o leitor!
comentários(0)comente



Elimar.Bezerra 02/10/2020

Melhor HQ do Morcego
O longo dia das bruxas acontece após os eventos de “Ano Um”. Não tem receio em dizer que é a melhor HQ que li sobre a vida do homem-morcego. A trama é bem ao estilo de “O Poderoso Chefão”. Ideal para quem tem preferência pelas estórias do Batman ainda em seu "início de carreira" e principalmente quando envolve a máfia de Gotham City, com personagens grandiosos como Carmine Falcone. Na estória, Batman, o promotor Harvey Dent e o Capitão Gordon tentam desvendar uma série de assassinatos cometidos por um misterioso personagem chamado “Feriado”.
comentários(0)comente



Matheus Lins 05/12/2009

http://omegageek.com.br/oneuromancista/2009/12/05/batman-o-longo-dia-das-bruxas/
O Longo Dia das Bruxas , maxissérie escrita por Jeph Loeb e desenhada por Tim Sale, dois pesos-pesados da indústria dos quadrinhos, é uma das histórias mais importagens no universo do Homem-Morcego, responsável por definir o canon da transição de Harvey Dent no vilão Duas-Caras, além de certos elementos de sua premissa terem inspirado os irmãos Nolan em O Cavaleiro das Trevas – a ponto dos dois escreverem um prefácio para um encadernado de luxo da história.

A ambientação é o que chama logo a atenção e é, sem dúvida, o grande destaque da obra: Sale veste Gotham com uma roupagem noir, fazendo bom uso de sombras e de uma paleta de cores rica em contrastes, enquanto Loeb pinta um competente retrato da máfia local, claramente inspirado no trabalho de cineastas como Coppola e Scorcese, que encontra-se acuada pela onda crescente de super-vilões a assolarem a cidade desde o surgimento do Cavaleiro das Trevas – um dos temas emprestados pelos Nolan para seus filmes.

Infelizmente, contudo, Loeb não abre mão do recurso do “whoddunit?“, elemento onipresente em sua carreira. Aqui, o mistério gira em torno de um assassino conhecido como Feriado, que, como o próprio nome já denúncia, ataca apenas em feriados, sempre mirando em membros da família de mafiosos que controlam submundo de Gotham. A questão é bem conduzida até o final, quando Loeb, na necessidade de chocar o leitor, vacila feio na revelação da identidade(s) do personagem, cuja alegada ambiguidade é uma mera desculpa para justificar os muitos furos que se evidenciam numa análise mais atenta.

Na edição definitiva publicado por aqui pela Panini – cujo tratamento arrojado a editora só viria a reproduzir com Watchmen – há, entre os extras, o esboço do roteiro original escrito por Loeb que passou por acentuadas mudanças, a principal deles pertinente ao tal do Feriado: originalmente, ele seria o assassino conhecido como Calendário, um obscuro nome da galeria de vilões do Batman. Na versão final do roteiro ele foi rebaixado a um coadjuvante a quem o morcegão busca assistência para lidar com o Feriado.

No frigir dos ovos, trata-se de uma história com méritos óbvios e inegáveis – tal como ser a pioneira em retratar Dent como um promotor cada vez mais amargurado com um sistema corrupto e ineficiente – mas que se mostra frustrantemente insatisfatória no fim. Sua relevância história é inegável, mas eu não a poria de jeito algum no roll das melhores histórias protagonizados pelo Cavaleiro de Gotham. E tampouco pagaria os R$95 cobrados por ela.
comentários(0)comente



JVCCP 18/04/2020

O Longo Dia Das Bruxas
Falar que "O Longo Dia Das Bruxas" é uma das melhores histórias do Batman é quase um senso comum entre os fãs e, agora que li, posso dizer que essa afirmação é mais do que justa!
Finalmente é apresentado a nós o famoso Batman com o seu lado mais detetive, colocando um mistério bem interessante e envolvente para o leitor, sobre o novo serial killer de Gotham: o Feriado. Enquanto isso, o vigilante tem acesso a alianças de pessoas que não estão nem um pouco satisfeitas com o novo assassino e nem com máfia que se alimenta da cidade há anos. Ainda nessa HQ, vemos cada vez mais coisas relacionados ao promotor Harvey Dent, que está nas histórias desde o Ano Um, que se torna um dos aliados mais importantes do Batman.
Com vários vilões aparecendo, ?alguns até pela primeira vez ? o Batman sendo posto ao limite para descobrir a identidade do misterioso Feriado e grandes desconfianças, "O Longo Dia Das Bruxas" se torna uma das HQs mais memoráveis do Homem Morcego.
comentários(0)comente



Stephanie 02/04/2020

O Longo Dia das Bruxas
"Eu acredito em Harvey Dent."

Não tenho palavras para descrever o quanto eu amei ler isso, simplesmente incrível. Todo aquele mistério faz a gente não conseguir parar de ler. A edição da Panini está perfeita, as artes e a capa são maravilhosas. Recomendo super e acho que vale muito a pena ler.

Nota: 5 estrelinhas
Nota de Capa: 5 estrelinhas
comentários(0)comente



Luiz Antonio 15/10/2013

Um longo livro.
"O Longo dia das Bruxas" Não recebeu o título atoa. Pois realmente é um livro longo, 400 páginas.
Mas cada página vale a pena.

Com minha ignorância juvenil, quando comecei a ler quadrinhos, procura pelos mais recentes e com desenhos mais atuais e bonitos. E passai várias vezes pela estante onde estava esse em questão, e só por causa da ilustração antiga, julguei ruim e o desprezava.
Em uma pesquisa pela internet, a procura das melhores hq's da DC e da Marvel, estava em todas as listas "O Longo dia das Bruxas" Era unanime. Então não restava alternativa, tinha que ler.


E me arrependi amargamente de não ter pego antes. Simplesmente perfeito do que jeito que é. Sem tirar e nem por. Até o desenhos são perfeitos, quando vistos junto da história.
comentários(0)comente



Usagi Shin 01/04/2015

Uma das histórias mais fodas do Batman, na minha opinião. Sei que a Piada Mortal sempre será O clássico para os amantes do Morcego, mas "Batman, o Longo Dia das Bruxas" é fantástico. Nessa história é introduzido um vilão muito bom e brilhante do Batman, o Calendário. O mais legal não é quem ele é e sim como você descobre quem ele é. Em uma batalha entre as máfias de Gotham, todos acabam chamuscados, inclusive nosso querido Harvey Dent. Ele, Gordon e o Batman entram em uma trama misteriosa sobre quem afinal está matando os mafiosos em datas comemorativas? Argumentos e desenhos maravilhosos. Vale muito a pena a leitura!
comentários(0)comente



34 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3