O Escaravelho do Diabo

O Escaravelho do Diabo Lucia Machado de Almeida




Resenhas - O Escaravelho do Diabo


156 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


E. Dantas 02/05/2009

Faça o teste.

Chegue para aquele seu amigo viciado em livros de ação/suspense/policial, que tenha seus 25, 30 anos, aponte pra ele e diga apenas:
- Escaravelho do diabo!
Eu aposto um galo que a resposta dele será:
- PÔÔÔÔÔ ESSE LIVRINHO É F***!!!"
E a partir daí ele vai passar o resto do dia falando em besouros, ruivos, assassinatos e etc.

Esse é sem dúvida o melhor livro infanto-juvenil de mistério, se você já cresceu e não leu, leia. Talez o livro lhe pareça ingênuo ( na verdade você é que deixou de ser ) mas apresente ele a seu filho, irmão mais novo, neto e eu aposto que quando ele terminar de ler você ouvira dele:
- PÔÔÔÔÔ ESSE LIVRINHO É F***!!!"

Beijos e inté!

OBS: Ok, apenas as crianças desbocadas falarão isso...
Thata 20/03/2010minha estante
Um dos livros mais marcantes da época de escola!


Radige Hanna 16/11/2010minha estante
Esse livro me marcou quando eu li anos atrás... hoje nem me lembro da história direito mas me lembro do sentimento de adoração quando terminei o livro... Vou ter que lê-lo de novo e redescobrir!


warley torres 05/08/2011minha estante
Tai um livro que merecia um filme. Daria um bom roteiro!!!


renatademetrio 05/10/2011minha estante
E os ruivos que se cuidem! rsrsrs


Miss Ariane 22/11/2011minha estante
Concordo plenamente :-D


Cidalia 21/01/2012minha estante
Foi o melhor livro de suspense que lí, em minha juventude!!


Flávia 11/02/2012minha estante
Hehhe, sem dúvida alguma eu gritaria: Pôôôô, ESSE LIVRO É F***!!! Amei quando li na infância!


kiwi 25/02/2012minha estante
Lembro que fiquei muito impressionada (e com medo) quando li esse haha


Luh! 26/02/2012minha estante
Dantas, é verdade, esse livro é muito massa cara. Eu li e tenho ele até hoje. Adorei esse livro, gosto muito desse tipo de leitura.
Bom com isso ja da pra imaginar a minha idade né?!!! kkkkkkkkkkkkkkkkk


Camilla 18/03/2012minha estante
nossa li esse livro a muitos anos hehe, muito bom nao tem como esquecer! esse livrinho é foda mesmo!


Daniel 01/04/2012minha estante
pow, muito bom esse livro...acho que se eu fosse ruivo, eu ficaria com medoo! rs


Sayonara 09/11/2012minha estante
Eu tenho esse livro e já reli diversas vezes. Realmente é muito bom e é o tipo de leitura que mais gosto: mistérios e investigação


Daniel 16/01/2013minha estante
Marcante mesmo. Até hoje lembro dos personagens: as vítimas, quem era o assassino...


Raquel 15/05/2013minha estante
nossa... essa coleção vagalume.. devorava na epoca da escola...mt bom!!! apesar ter lido esse, me lembro que a maioria que lia e curtia eram os do Marcos Rey


Rodrigo S. 20/05/2014minha estante
Essa coleção era o sonho de consumo dos leitores da minha geração.Curiosamente só cheguei a ler um deles quase aos 30 anos, mesmo tendo sonhado em lê-los ainda criança quando nem sequer sabia ler, só me deliciava com as ilustrações esplêndidas das capas.


Letssi 19/06/2016minha estante
DISSE TUDOOOO




Tullia Maria 31/08/2012

Simplesmente Fantástico

Uma história inegavelmente fantástica! Porém, se você é um pouco paranóico é recomendável não ler...
Nessa trama, um misterioso assassino (ou misteriosos assassinos) está a solta e na sua mira estão todos os ruivos da cidade! Apenas Alberto pode desvendar esse mistério, já que percebeu a ligação entre os assassinatos e enigmáticas encomendas de escaravelhos.
Você pode até desconfiar do verdadeiro culpado, mas as pistas falsas podem lhe fazer afastar as suspeitas dele... principalmente porque o motivo desses crimes é até então desconhecido.
Para temperar ainda mais essa trama, há uma complicada história de amor, que envolve o grande investigador (Alberto) e uma das suspeitas moradoras da pensão de Cora O'Shea.


kassya 12/05/2009

escola
E impressionante como os livros mudam a medida que mudamos... tudo tem um tempo certo de acontecer... e esse livro.. apesar de ser obrigação das aulas de portugues / redação, da minha epoca... eu fiz meu filho, ler.. exatamente com a mesma idade, que eu li.
comentários(0)comente



robertaba 17/04/2009

Marcou minha infância
Li qdo tinha meus 11, 12 anos e adorei!
Ele, juntamente com os livros do Marcos Rey e Pedro Bandeira (e alguns outros da série "Vagalume" e "Para gostar de Ler"), foram responsáveis por minha paixão pela leitura!!!

E por isso, por ter marcado o início de minha vida "leitora de livros" e preenchido minhas tardes chuvosas das férias (o li várias vezes), eu o coloco entre os meus favoritos!
comentários(0)comente



Bela 17/08/2010

Eu adorava esse livro!
Esse, como muitos outros livros da coleção vagalume marcaram minha infância. Adoravaaaa quando minha mãe chegava com um novo pra mim! Não tenho mais nenhum deles, depois que cresci dei todos para os filhos de uma amiga. Achei que estariam melhores sendo aproveitados por outros também, mas sinto uma "dó" lá no fundo de ter aberto mão.. Rsrsrs :) Mas eu recomendo muito, principalmente para os mais jovens :)
comentários(0)comente



Douglas 27/01/2010

Não consigo lembrar muito deste livro pois tinha uns 10 anos quando o li e depois fui lendo a coleção toda do Vaga-Lume. Ótimo livro, salvou minha infância chata.
comentários(0)comente



Douglas 19/08/2013

O escaravelho do Diabo
O livro tem uma história tão interessante, que quando eu terminei o livro, pensei: ‘‘Puxa, ainda bem que eu não sou ruivo’’.

Um abraço e meu respeito a todos.
tata 18/09/2013minha estante
eu pensei a mesma coisa kkkkkkk ... esse livre é d++++




Dalton 07/04/2013

O escaravelho do Diabo.
Na época em que eu estava na minha... Sexta, sétima série, meu colégio estava com uma proposta pedagógica forte. Queriam incrementar as aulas de redação, implementando livros paradidáticos que fossem além daqueles livrinhos de 70 páginas que tinha 5 páginas de figuras e textos com dois parágrafos. Escolheram então "O escaravelho do Diabo" que na minha opinião foi a melhor escolha que eles fizeram. Apesar de ser um livro sobre assassinatos e apesar de ter um título como esse, o livro não era pesado de se ler (já que se tratava de crianças entre 10 e 12 anos) e muito menos maçante. O livro é dinâmico porém bem cadenciado. A estória contada é bem interessante. Um assassino que aparentemente escolhe as vítimas pela cor de seus cabelos. Ruivo ou Avermelhado. E nisso vai se desenrolando uma trama super bem escrita e viva em cada detalhe. Sem deixar brechas ou coisas do tipo. Recomendo a leitura do livro. Apesar de um livro curto e voltado para o público infanto-juvenil.
comentários(0)comente



Ilma 19/08/2009

Bom livro
Gostei demais, acho que todo mundo pelo menos uma vez na vida deveria pegar um livrinho simples e bem escrito como esse para ler.
Garantia certa de bons momentos de uma leitura facil e sem compromisso.
comentários(0)comente



Virgínia 02/05/2014

O primeiro que li, adorei
Eu nunca li um livro tão bom na minha vida, o escaravelho do diabo
é recomendado por mim.

Aprendi que dependendo do livro e do gosto você pode gostar de ler, por exemplo eu mesma, esse foi meu primeiro livro a ler que estimulou a leitura, os outros livros que li não eram bons pra mim e naquela época eu lia livros que acabei não gostando e por isso achava que todos os próximos que iria ler seriam chatos então continuei a ler diferentes livros e percebi que era questão de gosto.

comentários(0)comente



Sudan 10/05/2009

O escaravelho do Diabo
Vítimas ruivas recebem um escaravelho antes de serem mortas. É a única pista que Alberto tem para chegar àquele estranho criminoso. Selecionado para o Programa Nacional de Biblioteca da Escola em 1999. Acompanha suplemento de atividades.
comentários(0)comente



Mariane 06/09/2012

Bem diferente do que você imagina
Bem, queria ler esse livro desde que uma amiga do meu ex trabalho sempre lembrava e falava que havia lido ele há muito tempo. Uma história onde um assassino só matava RUIVOS de uma cidade, me deixou curiosa, já que sou uma RUIVA artificial(como o próprio livro diz das mulheres que pintam seus cabelos de vermelho).

A linguagem da autora Lúcia Machado de Almeida é bem gostosa de ler, simples, mas ao mesmo tempo não é infantil demais, pode ser lida e apreciada por crianças, jovens e adultos. Como a história vai sendo contada e decorrida é bem interessante também, até o final eu queria saber quem SERIA o tal assassino, ficava até impaciente por não contarem logo quem era o tal. Eu imaginei que poderiam ser umas 3 pessoas, já que pensei que o assassino seria alguém que eu ia me surpreender, e já que para mim essas 3 eram impossíveis de serem, só podiam ser elas. Que nada. A pessoa foi revelada bem perto do final e bem, não imaginei ela não, mas também não me espantei como esperava que o fizesse, achei, tá, foi ela, ok. Também não gostei da maneira como o assassino foi revelado e a razão dele matar apenas vítimas ruivas.

Não me cativaram nenhum dos personagens, se o personagem principal morresse, por mim ok. Também não gostei do romance do personagem principal, Alberto, com a personagem Verônica, eu sei que o livro não tem o foco no romantismo, mas podia ser um pouco mais bonitinho^^.

Eu só esperava que o livro fosse como a maioria dos livros policiais com suspense, e foi bem diferente, principalmente o final, eu esperava me surpreender e não foi o que aconteceu.

cLARO que toda leitura é válida por mais ruim e regular que ela seja, mas poderia até descartar essa.

É isso.
comentários(0)comente



MÁRSON ALQUATI 24/04/2010

Tantos anos atrás e ainda lembro...
Inesquecível, como tantos outros livros maravilhosos da coleção Vagalume que marcaram a melhor fase da minha vida: a doce e tenra infância! Recomendo!
Lucia Sousa 31/07/2010minha estante
Márson,esse livro foi o meu preferido da coleção Vaga-Lume,também marcando uma fase dourada da minha vida.Pena que não cosegui conservá-lo comigo!




Tuca. 27/01/2010

Para ganhar vocabulário, prefira uma enciclopédia... ou um dicionário.
É, se eu tivesse lido na época que deveria ler, talvez tivesse achado bom. Digo, tem palavras "difíceis". É, eu era esse tipo de cara. Hoje em dia não tem como achar aquilo muito bom, não, hehehe. Risíveis as alternativas de palavras utilizadas pela escritora a fim de fazer as crianças pesquisar o significado delas no dicionário. Sou muito mais Lemony Snicket nesse ponto.
comentários(0)comente



Blog Elvis Gatão (Ana Mercury) 25/08/2015

Meu mistério preferido!!!!
Tudo começa na cidade de Vista Alegre, quando o jovem querido e alegre Hugo, mais conhecido como Foguinho por causa de seus cabelos cor de fogo, é assassinado brutalmente em seu quarto por uma espada espanhola antiga!!!
Não tem explicação. Ele não tinha inimigos. Não há pistas. Só tem uma caixinha contendo um besouro diferente, chamado escaravelho, que pelo jeito, foi tirado de uma coleção (onde estava embalsamado) e que também está transpassado por uma agulha.
Como se demonstrasse a morte de Hugo.

Alberto, seu irmão, inconformado, luta em busca de descobrir e fazer justiça à morte do irmão. Mas não é nada fácil sua busca, ainda mais levando em conta, as outras mortes que se sucedem.
Uma cantora famosa, um animal raro de um zoológico local, um ataque a uma moça de família nobre, a morte brusca e totalmente estranha de um rapazinho... Enfim, mortes sem explicação, porém, com apenas UMA conexão! Os cabelos vermelhos cor de fogo!
Instigante e perturbador, não?!

Alberto, corre em disparada, à procura de alertar os ruivos (naturais) e em busca de novas pistas para prender o assassino, juntamente com o inspetor Pimentel e o subinspetor Silva.
"O moço prometera a si mesmo esclarecer a morte do irmão e tinha frequentes encontros com o inspetor Pimentel. Decidira não falar nada sobre o besouro de chifre na testa. Para quê? O policial iria rir-se dele, com certeza..." - P. 17
Há alguns personagens secundários que também fazem parte da lista de "suspeitos", o suíço quieto, comilão e "adorável", Mr. Graz, o americano sisudo, Gedeon e Verônica, que despertará fortes e dúbias emoções em Alberto. Sendo uma moça de personalidade forte e determinada, passa durante a trama por alguns perrengues não muito fáceis de suportar, porém, se mostra firme e elegante.

É um livro incrível. Leitura fluidíssima. E o final é realmente surpreendente e muito real!
"- Meu amigo, você ainda não ouviu dizer que, em relação aos desígnios de Deus, nós só vemos o "avesso" do bordado? Um avesso confuso e feio?" - P. 63
Vou dar uma dica: o assassino é um homem. E o inspetor está certo sobre aonde ele pode ser encontrado! Aeeeh, não é spoiler, se você ainda não o leu, assim ficará mais fácil de você descobrir antes de concluir a leitura, sem revelar o enredo (porque todos são boas pessoas, sem algumas dicas, fica bem dificultado para se descobrir antes do final, na primeira vez que o li, minha mãe me deu essa mesma dica, e por isso, consegui saber antes do fim!!!!!!).
"- Tenho o palpite de que o "inseto" virá de onde menos se espera - comentou Silva - Talvez alguém cujo nome ainda nem tenha sido pronunciado por nós..." - P. 70
Li ele a primeira vez com 10 anos! Só tinha lido até então, livros de princesas, alguns da Bíblia, e fui para A Ilha do Tesouro, o primeira grandinho já, depois vem O escaravelho do diabo, e daí não parei mais kkkkk
Faz parte da coleção Vaga-Lume, que eu AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO DE PAIXÃO!!!!!
Já li vários e continuo lendo. O mais legal dos livros da Vaga-Lume, é que eles não envelhecem, as histórias são eternas, viram lendas! kkkkk Sempre contemporâneas, inclusive e particularmente na escrita.

Quem já O escaravelho?? O que achou?? Vai ler??
Deixe seu comentário. Quero saber sua opinião!!

site: http://elvisgatao.blogspot.com.br/2015/06/resenha-o-escaravelho-do-diabo-lucia.html
Ellen.Cristina 26/04/2016minha estante
Impossível esquecer esse livro! Devorei as páginas a partir do primeiro assassinato, e torcia os dedos para que Alberto, além de descobrir o assassino, ainda vivesse seu amor. Qual não foi minha surpresa ao descobrir a verdadeira identidade do assassino... O Escaravelho do Diabo é, ao lado A Marca de Uma Lágrima, aquele livro que não sairá da minha estante, que marcou minha adolescência e que ainda pego para ler nas férias, só para relaxar... O que é bom não fica velho, torna-se clássico, e clássicos devem ser lidos por todos. Eu ainda indico essa leitura para meus alunos!




156 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |