O Pássaro

O Pássaro Samanta Holtz




Resenhas - O Pássaro


129 encontrados | exibindo 76 a 91
1 | 2 | 3 | 6 | 7 | 8 | 9


Daniele Nhasser 14/08/2012

O passaro - Samanta Holtz
Um romance medieval que ira prender sua atencao do inicio ao fim !
Samanta Holtz conta a historia de Caroline uma filha de um poderoso barão , que não concorda como seu pai manda e desmanda na vida de todos ao seu redor inclusive da sua !
Ela aos 7 anos esteve frente a frente com a realidade dura das outras pessoas , pessoas que nao nasceram no berco de ouro que ela !
Ela cresce inconformada como o pai era rico tinha um castelo , varias propriedades sem trabalhar , enquanto as outras pessoas trabalhavam debaixo de sol e chuva e morava em um casebre ....
Seu pai foi longe demais quando no casamento de sua irma Elizabeth anunciou o noivado de Caroline , a menina ficou revoltada como o pai poderia tomar essa decisao sem ao menos consulta-la ?
A vontade de querer ser livre , tomar as redeas de sua propria vida faz ela se aproximar do filho do domador Bernardo , onde decide fugir no dia do seu casamento com Felip filho do duque para quem seu pai prometeu a mão !!

Eles fogem e passam dias na floresta , Bernardo e Caroline tem algo em comum , os dois por terem crescidos educados diferentes , tem uma energia que os faz descutir por tudo ate que um acidente com Caroline , eles vao parar em uma tenda de ... não vou contar voces vao ter que ler !
haha ..
Lá percebem que não só cumplices de fuga , mas a algo mais forte que e os toma por inteiro ... Mas segredos que com o enredo são desvendados que Caroline e Bernardo percebem que as barreiras que os empedem de serem felizes juntos para sempre é bem maior do que só a diferenca de classe social !!

Eu li em tempo recorde é uma historia linda que confesso no final , meus olhos se enxeram de lagrimas !!

http://amantesdelivros-2012.blogspot.com.br/2012/07/o-passaro-samanta-holtz.html
Samanta 14/08/2012minha estante
Obrigada pela resenha, querida Danny!




Giovanna 17/02/2013

Resenha para o blog Sonhando com Livros
Resenha no link: http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/2012/11/resenha-o-passaro.html

A história se passa na Europa, Século XIII. Caroline Mondevieu é a filha mais nova do Barão Enézio, um homem frio, com o coração duro feito uma pedra. Antonelle sua esposa, frágil e acatava a qualquer ordem do barão, Elizabeth a mais velha.

"Teve vontade de rugir de volta para o trovão que ameaçava os humanos, subir até ele e, lá de cima, roubar sua voz para gritar ao mundo que era livre."

Mais essa vida rodeada de ouro, vestidos não é oque Caroline quer. Pelo contrário ela quer mesmo é ser livre, viver aventuras, e o mais importante traçar o próprio destino sozinha. Uma garota muito diferente de todas de sua época, questiona tudo. Mais a sua maior dúvida é: Porque o seu pai que nunca trabalhou tem tanto ouro e seus servos que se matavam de trabalhar, eram tão pobres..

"Toda escolha, por melhor que lhe pareça sempre exige que um caminho seja deixado para trás"

Até que ela conhece Bernardo, o filho mais novo do domador de cavalos, um menino rebelde, e assim como Caroline tem a liberdade na sua lista de desejos. Apesar de Bernardo ser indelicado, chato e mal educado, ela o vê como uma ajuda para conseguir oque quer: Fugir.

"A velhice não me trouxe sabedoria alguma. Quem a trouxe foi a vivencia. Não devo tudo oque sou aos meus anos de idade, e sim à maneira como decidi vivê-los."

Mais será que vai ser fácil? Posso dizer que não, mais oque eles não esperavam é que o destino iria preparar, surpresas e muito mistério.

O pássaro foi uma surpresa, não imaginava que me prenderia tanto, um romance com dificuldades, aventura e segredos. Narrativa flui rápido, mesmo sendo 480 páginas. A Samanta soube contar muito bem a história, percebi que ela não se perdeu em nenhum momento, nas situações, confusões.

Caroline se tornou a minha personagem feminina favorita, forte, determinada e sonhadora, uma tipica adolescente porém nos tempos feudais. É incrível que mesmo tendo tudo, ouro, castelo, uma mãe maravilhosa, mesmo assim tudo oque ela mais quer é ser livre, enquanto seu pai quer ouro, e mais ouro.

Confesso que eu demorei pra simpatizar com Bernardo mais ainda bem que com o desenrolar da história ele muda um pouco e eu fui conseguindo simpatizar mais mesmo assim ele não é aquele mocinho fofo, cavalheiro que costumo ler que tipo, você se apaixona na hora, rs.

Eu me surpreendi com o Barão, como ele consegue ser tão frio, sem paciência com a sua própria família, e olha que eu ainda tinha uma pontinha de esperança pra ele ter pelo menos um pingo de compaixão.

Antonelle é uma mulher muito quieta e parece que tem medo do barão, mais naquela época as mulheres serviam para dar filhos aos homens e mais nada né? Mais no final eu me surpreendi com ela, fiquei muito feliz mesmo com tudo, desde suas ações até o segredos. E também não posso deixar de falar de Elizabeth, adorei como aconteceu as coisas para ela e fiquei muito orgulhosa delas.

E o final.. Foi perfeito acho que não tinha como Samanta fazer melhor, mais eu chorei, confesso que que chorei, acho que já falei demais, mais resumindo tudo isso: LEIAM !! Só isso, depois me contem ok? Entrou pros meus favoritos posso garantir :)

Resenha no link: http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/2012/11/resenha-o-passaro.html
Samanta 18/02/2013minha estante
Olá, querida Giih :)

Muito obrigada por dividir aqui no Skoob a sua opinião sobre o meu livro!!! Como já comentei lá no seu blog... adorei a sua resenha :)

Um beijãooo!




Lisse 01/06/2012

"Se você é um pássaro, eu também sou"
Numa sociedade em que reina dois lados opostos - os abastados e os pobres - regidos pelo mesmo objetivo: viver suas vidas, ficamos encantados com um linda história.

Enquanto os menos afortunados querem apenas a dignidade que lhes foi tirada, os da alta sociedade tem apenas um "nome" a zelar, independente de quem precisem pisar.

Nesse incrível mundo de "O Pássaro" criado pela autora Samanta Holtz que encontramos Enézio Mondevieu, o barão, que apesar de muitas terras e serviçais, é autoritário, tempestuoso e frio. Nem sua linda esposa, Antonelle Mondevieu, escapa de seus momentos de impiedade. E quando vieram as filhas - Elizabeth e Caroline - nada mudou.

Elizabeth segue de forma submissa e calada os mesmo passos da mãe, consentindo mesmo quando não quer. Caroline é o oposto das duas, quer mudar o que vê de errado, é comunicativa, quer ser livre e é nela que o livro se concentra, apesar de conhecermos bem intimamente outros personagens através dessas muitas páginas.

O mundo de Caroline passa a ter um nova visão após um breve diálogo com Bernardo onde ele abre seus olhos, dirigindo seu olhar para a realidade que ela até então desconhecia. Depois disso, tudo o que Caroline anseia é viver livre das amarras que lhe foram impostas, quer ser dona das suas próprias escolhas.

Depois desse encontro impactante, somos conduzidos numa linda trajetória de escolhas, até vermos Caroline atingir seus objetivos. Mesmo tendo que traspassar caminhos suntuosos onde nunca imaginou estar, faz isso de uma forma corajosa e firme. Vê-la se transformar de um jovem sonhadora à uma mulher que vai atrás do que quer, não tem preço. Torci muito por ela!

"E se aquilo que eu almejo, na verdade, estiver um degrau abaixo de onde estou?"

Sempre digo que não tenho fé na humanidade porque apesar de sermos os únicos seres pensantes e capaz de expressar suas ideias nesse planeta, poucos fazem isso. Mas Elizabeth e Antonelle me mostraram que pessoas mudam, se tornam melhores, evoluem. (Estou sim levando em conta que elas viviam no século XVIII e que foram criadas para ser um objeto de decoração - mas nem por isso deixam de ter um cérebro - e tinham de "existir" à sombra de um homem, e isso não me enche os olhos pois isso não é viver!) Quando essas lindas mulheres mudam suas próprias vidas, seguindo o exemplo de Caroline, decidindo alçar voo foi simplesmente fantástico.

"Passava as tardes lendo qualquer coisa proibida a ela - "Mulher não pensa, para que haveria de ler?" - ou fora de casa, em assuntos também exclusivamente masculinos"

Para conseguir sua liberdade, Caroline precisa se livrar das garras de seu pai, e se aventura com Bernardo numa fulga muito inesperada para ambos. Nesse caminho vão se deparar com escolhas que não serão fácieis e lhe ensinarão lições impossíveis de se esquecer. A história de amor descrita no livro é algo encantador, que foi emocionante ao extremo. Mas não vou me delongar aqui. Se quiser, leia aqui!

A forma de escrita da autora é maravilhosa. Confesso que não sou fã de narrativas em 3° pessoa pois omite muito os sentimentos dos personagens, prefiro aqueles livros em que há um capítulo para cada personagem. Mas "O Pássaro" foi surpreendente, existe naquelas páginas uma profunda descrição de sentimentos, paisagens, tanto do mundo interno e externo dos personagens, que nem me dei falta de nada, pelo contrário, foi muito - muito mesmo - perfeito! Além de personagens muito bem caracterizados, não são apenas adereços, todos tem um papel vital na história.

Meu eterno agradecimento à Samanta por ter acreditado em mim tão emcima da hora. Sua história é linda e me inspirou profundamente à seguir em frente apesar dos contratempos que surgem na vida. Você tem talento, parabéns, continue acreditando nele!

Caroline & Bernardo são duas faces de um perfeito encaixe. Sonham em ser livres e alcançar seus sonhos.
Ao se conhecerem ainda na infância, um breve diálogo marca a vida de Caroline para sempre. Após alguns anos há um reecontro que torna tudo muito claro: são mais parecidos do que imaginam.
Quando se unem para tornar realidade um objetivo em comum, a convivência revelará algo mais: um Amor Eterno - que supera as barreiras da classe social, tabus e conveniência.

Seus corações estão interligados. Unidos. Era como se fosse um... uma só carne. Como se um ouvisse o chamado do outro e se protegessem através desse laço.

"Estou aqui, milady. Acredito que haja uma razão para tudo que acontece. Estou aqui para protegê-la e guiá-la. É para isso que eu vim."
Um amor cheio de aventura numa fulga ao encontro da liberdade. Lutas pelo que quer, e mais encontros com pessoas que se revelarão mais importantes nas suas vidas do que esperavam. Afinal, esta é a vida: surpreendente!

Por ser mulher, Caroline enxerga o amor mais rápido, mais fácil; porém, como é dura na queda demora um pouco para se entregar à ele em toda sua plenitude. Já Bernardo é turão e inflexível, e o que se por Caroline se choca com seu coração.

"Jamais tal sensação se apoderara dele. Sentiu vontade de poder parar aquele momento e fazê-lo durar para sempre. A princípio, odiou-se por isso; amar jamais fora compatível aos princípios da sua filosofia de uma vida livre e inconstante. Contudo, no momento em que Caroline sorriu para ele, tudo se inverteu a uma velocidade que o desconcertou."

E foi impossível não pensar no filme "Diário de uma Paixão" e no lindo amor de Noah & Allie. Mais especificamente numa cena que é indescritível. Quando a Allie diz à Noah para dizer que ela é um pássaro, e ele diz que ela é, e que ele será o que ela for. E como sou movida a associação (não que o livro da Samanta tenha algo a ver com o filme ou o livro do Nicholas Sparks), Caroline & Bernardo são pássaros!

A vida é feita de escolhas e essas sempre conduzem nosso futuro como queríamos ou não. Esse livro me deu a garantia de que sonhar nunca é demais, e que um amor eterno e sublime existe sim por mais impossível que pareça aos olhos incrédulos.

"Posso ter potes de ouro aos meus pés, joias me cobrindo o corpo. Trocaria isso tudo por um mundo onde eu e você pudéssemos ser um só..."
Samanta 04/06/2012minha estante
Querida Lisse!

Fiquei muito feliz com sua resenha, e por saber que meu livro a agradou tanto ^^

Também AMEI a homenagem que fez para Caroline e Bernardo! Awnnnnnnnnnnnnnn!!! s2 s2

http://meuamorseuamor.blogspot.com.br/2012/05/nosso-amor-caroline-bernardo.html

Beijos!




Olivia 26/02/2013

Lindoooo
" Ah como meu destino é cruel... amei como irmão aquele a quem devia amar como homem, e como homem aquele a quem devia amar como irmão..."

Desde criança Caroline sonhava em retirar as algemas da submissão ao pai, viver livre, poder viajar, conhecer ao mundo e eis que surge a chave para retirar essas algemas, Bernardo.
Achei lindo o amor de Filip pela Caroline, ela teria sido feliz, mas com certeza não teria amado como amou e vivido o pouco que viveu.
Esse livro reapresenta os valores humanos e nos faz avaliar o que é realmente importante em nossa vida. "E" e "Se" são duas palavras inofensivas quando colocadas sozinhas, mas juntas têm o poder de mudar vidas "E se...", Caroline não viveu no "E se..." que sua mãe vivia e pode ver o mundo com outro olhar e vier um amor de alma.
Samanta 05/03/2013minha estante
Querida Olivia

Essa sua divagação do "e se..." é algo que eu mesma vivo me perguntando, como autora!!! Caroline tinha tantos caminhos possíveis à sua frente! Será que ela teria sido feliz escolhendo o mais fácil??? Talvez sim... mas e o seu espírito livre, como se sentiria? :)

Adorei o seu ponto de vista!!!! Obrigada por dividir a sua opinião aqui no Skoob!!

Um beijão!




Samara 26/02/2013

Do começo ao meu do livro fiquei bastante empolgada, devorando cada capítulo, no entanto não gostei do final...fiquei bastante decepcionada esperava um final diferente...snif!!! Mas a autora está de parabéns, para quem gosta de drama eis aqui uma excelente sugestão!!!
Samanta 05/03/2013minha estante
Olá, Samara :)

Muito obrigada por dividir a sua opinião aqui no Skoob!!! Entendo a sua opinião sobre o final rs... ele realmente divide opiniões, e respeito todas elas!!! Fico feliz que tenha gostado do meu livro e da minha narrativa, ainda assim! E, em breve, vem aí "Quero ser Beth Levitt", uma história bem diferente... quem sabe a agrada mais, nesse ponto? hehehehehe

Um beijo enorme!!
Samanta




Irinia Zachello 09/03/2013

O Pássaro Samanta Holtz
Caroline é uma menina doce e esperta, tem um sentimento de liberdade muito grande, uma vontade de alçar voo daquela fazenda, viver muito mais do que casamentos arranjados. Enquanto sua irmã é mais resignada e aceita o casamento arranjado sem reclamar. sua mãe uma mulher doce também, mas que esconde uma fibra muito intensa por baixo da resignação para com o marido, fiquei muito surpresa!

Ela conhece Bernardo e depois de muito tempo o reencontra, um belo domador de Cavalos e descobre que ele também tem o mesmo sentimentos que o seu: ser livre! Unindo a fome com a vontade de comer, Caroline persuadis o moço a seguir seu plano de fuga. E eles vivem uma história emocionante. Resumindo é isso, mas eu podia comentar do amor secreto da Antonelle mãe de Caroline, da irmã Elisabeth que enfrenta seu marido mesmo sendo educada para abaixar a cabeça para tudo e como isso dá tão certo... Como o Enézio me fez sentir uma raiva tão grande dele e como me senti sufocada com toda essa pressão de homem pomposo perante a sociedade... Um falso.

Com um final surpreendente em que eu esperava um momento clichê. E o que veio foi uma certeza e um tapa na minha face (positivamente) de que nada é da maneira que queremos ser, nada é da maneira que planejamos, a Samanta escreveu em linhas o que nós já sabemos e no mínimo desconfiamos de que a vida segue o curso natural dos sentidos e não adianta querermos mudar o curso, que não é e pronto!

O Pássaro para mim foi um livro muito gostoso de ler, passa a sensação de querer lutar pelo o que é nosso, de viver sem medo, de não refrear o que sente. De lutar pelo seu amor, pelo seus ideais. E isso é muito importante. Caroline consegue o seu objetivo de uma forma linda. E mesmo que não seja do jeito que eu queria que fosse, ou até mesmo do jeitos que os personagens queriam que fosse. O final foi perfeito!

Agradeço por ter lido esse livro e por estar lendo coisas boas que me trazem mensagens boas...

Irinia Zachello - Meu blog: http://livroseuquerolersempre.blogspot.com.br
Samanta 11/03/2013minha estante
Querida Irinia,

Muito obrigada por dividir sua opinião sobre o livro aqui no Skoob!!! Que delícia ler palavras tão lindas sobre o meu livro :)

Um beijo enorme!!!

Samanta




Jéssica R. 14/03/2013

"Europa, século XIII. Época dos vestidos pomposos, das charretes elegantes e das extensas propriedades de terra com seus castelos, onde perambulavam serviçais, condes, duques, barões e segredos"


Acredito que não somos nós quem decidimos os livros que vamos ler, pelo contrário são eles quem nos encontra e nos agarra e não solta nunca mais. Foi assim com O Pássaro, passei semanas olhando pra ele na estante até que ele gritou “- Eiii! Leia-me”, é foi praticamente assim :D

Adorei a forma como a Samanta mostra as relações sociais do século 18, o comportamento dos pais com os filhos, o casamento, o papel que a mulher desempenhava nessa sociedade desde criança tendo que estar sempre bela além de ser esposa submissa, a relação pobreza x riqueza e senhor x vassalo. Mas sempre tem algum personagem que vai contra esses padrões e é com um pensamento fora do padrão para época que conhecemos Caroline Mondevieu, uma garota que queria ser livre, voar como os pássaros, ir onde o coração desejasse, mas ser filha do Enézio Mondevieu não lhe proporcionava a tão desejada liberdade.

Bernardo um jovem domador de cavalo e vassalo do Barão Mondevieu, pai de Caroline, é aquele tipo de cowboy mal-educado e grosseirão, mas depois de descobrir seu amor por Caroline passamos a enxergar um Bernardo amoroso, cuidadoso e muito carismático. Mesmo vivendo vidas tão diferentes possuem um sonho em comum que os levará a viver uma aventura e descobrir uma paixão arrebatadora capaz de enfrentar muitas dificuldades.

O personagem que mais me encantou foi Caroline por ser corajosa, forte, sonhadora e principalmente determinada, algumas vezes achava seu comportamento muito infantil então me lembrava que ela tinha apenas 17 anos e exatamente por isso ela me surpreendeu em vários momentos. Teve duas outras personagens que na verdade foi uma alegria imensa quando elas começaram a tomar as rédeas da própria vida, mãe e irmã de Caroline, Antonelle mesmo debaixo de tanta humilhação existia uma mulher forte que praticamente sozinha sustentou um segredo por muitos anos. E Elizabeth que após sofrer nas mãos do pai decidiu que não seria assim em seu casamento e resolveu assim como a mãe fazer exatamente aquilo que desejava, assim acabou por encontrar sua verdadeira felicidade. E o que dizer dos ciganos? Sim, nessa história também tem ciganos,dança, música, beleza e magia.

Bem, só tenho a dizer que amei, amei, amei esse livro, é um romance delicado, maravilhoso e inesquecível, é impossível não sentir vontade de começar tudo novamente quando terminamos a última página. É uma leitura que leva o leitor a sentir raiva, tristeza, alegria, enfim uma mistura de sentimentos que é difícil descrever. Tem um final surpreendente. E que final!!! Cheio de reviravoltas deliciosas, confesso que desejei outro final, mas depois entendi toda a riqueza da história contada por Samanta Holtz.

http://lilianejessica.blogspot.com.br/2013/03/o-passaro-lancava-um-olhar-fulminante.html
Samanta 16/03/2013minha estante
Querida Jéssica!

Muito obrigada pelas palavras tão lindas sobre o meu livro... fico muito feliz em saber que gostou tanto!!!

Um beijo enorme,

Samanta




estantedasuh 20/12/2012

O Pássaro - Samanta Holtz
Caroline Mondevieu era filha de um poderoso Barão, com todas as sua regalias e riquezas, mas fora isso era diferente das outras meninas da realeza. Ela pensava diferente e discordava em tudo que vi o seu pai fazer na fazenda e na forma que ele tratava as pessoas. Seu maior sonho era ser livre pra decidir o seu próprio destino. Mas naquela época era impossível uma mulher ser levada em consideração.

Por outro lado temos Bernardo Rachlev um domador de cavalos, muito charmoso, mas com uma personalidade muito forte. Seu maior sonho é ser livre pra ser um grande corredor de cavalos, assim como seu avô foi.

A história gira em torno da liberdade que os dois almejam. Por serem de um temperamento forte Caroline e Bernardo vivem as turra um com o outro. Mas no fundo, bem lá no fundo algo de muito lindo está pra acontecer com eles.

Eu nunca tinha lido uma história de época, o mais perto que cheguei dessas histórias foi vendo novela, então não sabia o que esperar do livro, mas me encantei com a história, chego a me atrever a dizer que foi um dos melhores livros que li esse ano.

Cada página que avançava, com mais ódio, essa é a palavra exata, eu ficava do Barão Enézio, pai de Caroline. Ele é a pessoa mais ruim, sem alma que já conheci, se assim posso dizer. E creio que naquelas épocas tenham vivido homens assim.

A autora nos prende do começo ao fim cada capítulo que você lia era uma baque que você levava, digo isso porque ela vai te impressionado com informações novas que você jamais desconfiaria do que iria acontecer. Cada informação nova que ela dava sobre um personagem te surpreendia.

Eu fiquei pensando, se eu vivesse naquela época seria igual a Caroline, não me curvaria aos mandos e desmandos de meu pai o qualquer um que o fizesse. Seria uma menina rebelde como Caroline é chamada.

E o que dizer dos últimos capítulos!! Bom vai acontecendo coisas que você fica de boca aberta. Você para e pensa: "Jamais imaginaria que a historia iria dar essa reviravolta". Quanto ao final propriamente dito é lindo e muito emocionante. Eu chorei muito. Não consegui conter minhas emoções.

O livro é lindo do começo ao fim. Ele transborda de emoção. E adorei a citação que ela deixou na última folha do livro. "Campeão, vencedor... Deus dá asas, faz teu voo. Essa fé que te faz imbatível te mostra o teu valor." Beno César. Então é isso, nunca desista dos seus sonhos, mesmo que isso lhe custe um preço. Lá na frente vem a recompensa de alguma forma.

Espero que tenham gostado da resenha.
Samanta 20/12/2012minha estante
Querida!!!

Muito obrigada por sua lindíssima resenha!! :) Fico muito feliz que tenha gostado do livro, especialmente por ainda não ter lido muitos livros de época ^^ E que legal saber que meu livro foi um dos melhores do ano, para você!

Um beijo enorme!




cotonho72 07/04/2013

Uma grata supresa!!! Excelente!
Nesse belíssimo livro, vamos viver uma época onde os Barões dominavam e a sociedade era marcada por servos e senhores, época conhecida pelo sistema feudal, o ano é 1227; assim acompanhamos a história de Caroline Mondevieu, uma criança de sete anos de idade,que tem não só uma aparência bem diferente da irmã mais velha, Elizabeth, como também a sua personalidade, bem mais ousada e astuta. Seu pai, um poderoso Barão, Enézio Mondevieu, um homem que não é nada piedoso com os seus servos e nem amoroso com os suas filhas e sua mãe, Antonelle, é totalmente submissa e sofre muito calada, pois seu marido só pensa em dinheiro, poder e status.
Caroline desde pequena já questionara os costumes impostos naquela época, no entanto tudo ficou mais claro depois de um encontro com o filho de um dos empregados da fazenda, mas o que mais marcou sua infância foi um enorme surra que levou por questionar na frente de uma visita ilustre os costumes do pai; esse episódio o atormentou e dez anos mais tarde veio acontecer novamente.
Mas agora jovem e com personalidade formada, estava determinada a ser livre daqueles costumes inpostos não somente pela sociedade, mas também pelo seu impiedoso pai, que depois de casar sua irmã Elisabeth, agora queria arrumar um casamento com seu amigo de infãncia Filip, filho do Duque La Friet, o qual foi anunciado durante a festa de casamento da irmã, só que por mais que ela nutra um sentimento bonito por ele, gostaria de ter o direito de escolher o seu próprio esposo ou melhor seu próprio futuro. Assim um revolta toma conta dela e maldizendo palavras em frente ao setor de equinos, acabou conhendo Bernardo, filho mais novo de Gerson do domador de cavalos do seu pai, um rapaz com um gênio semelhante ao dela e que também está em busca da tão sonhada liberdade.
O que eles não imaginavam é que aquele encontro iria mudar o rumo de as suas vidas para sempre, assim juntos traçam um plano arriscado e aldacioso que os levará a lugares e pessoas desconhecidas e temidas por muitos, mas que os ajudarão a fortalecer a amizade e os segredos do coração de ambos; mas essa aventura arriscada irá revelar também segredos até então desconhecidos de seus antepassados.
A autora Samanta Holtz, consegue nos envolver de uma tal maneira nesse romance que não conseguimos parar de ler, uma história cheia de drama, suspense e muitos mistérios, com personagens cativantes e também temidos e misteriosos, um livro inesquecível que recomendo a todos.



http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

Samanta 08/04/2013minha estante
Querido!!

Fico muito feliz com suas palavras, e em saber que "O Pássaro" foi uma leitura tão gostosa :)

Um beijo enorme!




Marcia Lopes 13/04/2013

O Pássaro é uma história triste, trágica, emocionante e inesquecível. Caroline ficará para sempre na minha memória. Com ela eu aprendi que mesmo que as condições sejam contrárias a tudo que você pensa ou sente, não existem amarras para a realização de um sonho, cujo o sentimento de querer está enraizado no fundo da alma, sempre faremos escolhas que nos levem a concretizá-lo, basta ter ousadia, obstinação e coragem para arcar com as consequências que nem sempre é o que esperamos. E é também uma linda estória de amor que foge aos padrões comuns de " casaram e viveram felizes para sempre".


A história se passa no século XIII época em que os filhos obedeciam o pai, e a mulher ao pai e ao marido. E é nesse contexto que nasce Caroline, filha mais nova do poderoso e intolerante Barão de Montevieu e de Antonelle, uma mulher calada e submissa assim como sua irmã Elizabeth, ambas não contestavam de forma alguma as decisões e atitudes de Enézio (o Barão).

Bernado e Caroline se conheceram ainda criança, ela totalmente inocente e ele já amadurecido pelo sofrimento e com ressentimento lhe abre os olhos para a realidade social em que vivem. A partir desse dia a vida de Caroline passou a ter outro destino.
Cresceu ressentida com o pai e coberta de perguntas sem respostas, descobrira até que a igreja compactuava com toda a situação pela omissão da verdade.
Para desgosto de Caroline seu pai lhe arranjara um marido e embora a escolha fosse seu muito querido amigo Filip, não era o que ela queria para o futuro, uma vida convencional, ela queria ser livre para decidir como viver e ela amava a vida!

O seu reencontro com Bernado só lhe trouxe mais inquietações, embora ele a irritasse por tratá-la com ironia, acabou descobrindo que tinham sonhos parecidos, ela tinha dinheiro e posição para levar uma vida confortável e segura, mas não tinha a liberdade de escolhas, ele era livre pra fazer o que quisesse , mas não tinha dinheiro e posição. E em meio a vários acontecimentos e movida pela história de sua bisavó, uma mulher que largara tudo e saira ao encontro de seu grande amor, Antonieta nunca fora encontrada tornara-se uma lenda na região,decidida a ousar como sua bisavó , Caroline convence Bernado a ajudá-la fugir

Durante a fuga nasce o amor entre eles e foi no acampamento cigano, sob a proteção da líder mãe Nuha, que Caroline resolve seus conflitos interiores e recebe o nome cigano de Daeyah. O pássaro. Eles passam um tempo por ali e sentem que tem uma força quase sobrenatural que os impelem a caminhar juntos, mas é claro que foram encontrados!
No regresso , segredos são revelados, mistérios são solucionados, correntes são quebradas e a liberdade enfim, conquistada.

Essa é uma frase de um trecho que Caroline conversa com uma menina cigana, eu gostei muito.
"Quando a tristeza cresce dentro da gente, ela precisa sair. Senão, não sobra espaço para felicidade."
http://mundoliterando.blogspot.com.br/

site: http://www.mundoliterando.com.br/resenha-o-passaro-samanta-holtz/
Samanta 16/04/2013minha estante
Querida, obrigada pela linda resenha!!!!!!!!!

Um beijo,
Samanta!




Joice Lourenço 18/04/2013

A história...

A história começa contando da infância da personagem.
Mas tudo isso tem algo valioso para o entendimento ainda maior para o que irá vir a seguir.

Vivendo em uma época em que casamentos eram armados pelos pais
e a obediência era severa, Caroline anseia por liberdade.
Se o seu pai não fosse tão rude e insensível talvez não ficasse assim.
...Mas tudo em sua volta a deixava sufocada.
Entretanto, tinha a sua irmã e sua mãe em que poderia pelo menos sorrir um pouco.

Caroline é pega de surpresa quando seu pai revela sobre seu casamento.
Apesar de ser com um amigo muito querido e estimado, sua mente só volta
para uma direção: Liberdade.

Então, quando conhece Bernardo, as coisas começam a mudar.
Apesar de viverem discutindo feito cão e gato, há algo ainda maior dentro deles.

O que achei...

Poderiam continuar a escrevendo mais.... Entretanto, vou parando por ai.
Por que? Você deve estar me perguntando.

Simplesmente por que o livro é surpreendente.
Tudo isso que escrevi não é nada se comparado ao resto da história.
Não tenho palavras que possam descrever como fiquei de boca aberta a cada
nova cena, a cada nova emoção, a cada segredo revelado.

Capa
Ótima! A cara do livro

Conclusão

A autora escreve em terceira pessoas, e de uma forma maravilhosa.
Se você gosta do famoso Nikolas Spaks. Então leia esse livro, que irá se surpreender
ainda mais, com a história, e a capacidade dessa querida escritora de nos absorver para dentro da história.

www.oreinodebetra.blogspot.com.br
Samanta 24/04/2013minha estante
Querida Joice!!

Obrigada pelas lindas palavras sobre "O Pássaro"!!
Fico muito feliz que tenha gostado da leitura e que tenham lhe faltado palavras para descrevê-lo :)))

Um beijo!
Samanta




Rafa 21/04/2013

Resenha O Pássaro
Blog: http://slothreaders.blogspot.com.br/

O Pássaro

Samanta Holtz

Status, riqueza e um ótimo partido para casar. É o que toda garota quer na época de Caroline Mondevieu. Mas seus sonhos, todavia, vão além disso. Caroline quer ser dona de seu próprio destino. Sua vida muda ao encontrar Bernardo, um domador de cavalos, que por mais que não se entendam os dois tem algo em comum, que é a busca da liberdade. Terão de se arriscar e se unir para conquistar aquilo que eles tanto desejam.


Emocionante, maravilhoso, incrível. Muitos adjetivos podem descrever este livro, mas nenhum vai chegar perto do que estou sentindo agora. Terminei o livro ontem durante a noite, dormi pensando nessa resenha. As vezes expressar o que sentimos através de palavras não é fácil, mas vou tentar.
Primeiro tópico, a obra é de uma escritora brasileira. Sempre existiu e acredito que sempre existirá certo preconceito com nossos escritos - posso dizer que eu já fui muito preconceituosa - ainda bem que não sou mais. Comecei minha paixão por literatura nacional quando li "Anjo Negro" de Nelson Rodrigues , clássicos sempre me chamaram a atenção, mesmo que no início a compreensão desses livros fosse difícil. Passei a ler outros livros, que amigos meus indicassem ou que o título e chamasse a atenção. Até que um dia vi uma resenha sobre "O Pássaro", era só elogios, fiquei curiosa, mas mesmo assim não o li. Quando soube que era uma escritora brasileira senti mais vontade de ler, então comprei ele.
Pode-se dizer que está obra é superior a muitas obras internacionais. A narrativa é leve e nada cansativa, devorei o livro do início ao fim.

"Enquanto subia os degraus de mármore, parou no patamar em frente a porta, reparando numa alta gaiola dourada, onde um belo pássaro branco era mantido. Ela o admirou demoradamente."

Liberdade. O que seria liberdade para você? Temos nossas crenças e ideologias. Cada individuo tem sua concepção do que é a liberdade. Estudamos em filosofia que Platão dizia estarmos todos presos em nossa próprias fantasias, vivendo em nosso imaginário, que só encontraríamos nossa realidade quando fossemos libertados dessas correntes.

A liberdade que Caroline busca, é a de escolha. Seu pai é um poderoso barão que controla a vida de sua mulher e filhas, um outro assunto muito tocado no livro, o controle do homem sobre a vida das mulheres.
No século XIII as convenções eram totalmente diferentes da que vivemos hoje. Mulheres eram vistas apenas como procriadoras, deviam ficar caladas, algo que Caroline questionava muito.
Então com seu senso de busca por respostas e seu desejo de liberdade, ela se junta a Bernardo. Os dois são de mundos completamente diferentes, o que vai gerar muitas brigas, que a escritora acrescentou leves toques que humor. Obviamente vocês conhecem o ditado "os opostos se atraem" e é bem o que ocorre. Um amor nasce entre eles, entretanto para nossa infelicidade a coisa não é tão fácil assim. Muitos segredos são guardados. Segredos que talvez levem os dois jovens a se separar.

"Sob a aclamação de toda a comunidade, ele a beijou. Caroline sentiu um choque, de início, que foi gradativamente substituído por uma agradável sensação de conforto."

Coisas surpreendentes ocorrem no decorrer da história. Quando você pensa que está tudo bem, ocorre algo, o que me fascinou. Amor, mistério e ensinamentos envolvem o livro até sua ultima página. Deixando seus pensamentos ligados a ele, por um bom tempo. Teve momentos que senti vontade de bater em alguns personagens e até mesmo na escritora, mas tudo passageiro. Esse livro me fez chorar, rir, sentir raiva e muitos outros sentimentos aglomerados. É sublime.


O livro foi publicado no ano de 2012 pela editora Novo século.
Terminado essa resenha, lhes deixo uma questão:
Até onde você iria para conquistar liberdade?
Samanta 24/04/2013minha estante
Olá, Rafa!!

Obrigada pela linda resenha que você escreveu sobre meu livro :)

Fico muito feliz que "O Pássaro" tenha sido uma leitura tão agradável!!!

Um grande beijo,
Samanta Holtz




Kenia 03/05/2013

O Pássaro é um romance de época que se passa na Europa do século XIII. Não temos um país específico onde se passa a trama, mas temos uma ideia da propriedade em que ocorre a narrativa, a personagem principal, Caroline Mondevieu é filha de um Barão influente e super temido, Enézio Mondevieu, que possui uma extensa propriedade de terra com um castelo, palco de ilustres visitas da sociedade e da realeza.
Nessa propriedade moram uma família que vive de aparências para a sociedade: Enézio e sua esposa Antonelle, uma mulher totalmente submissa a seu marido e suas duas filhas, Elisabeth e Caroline.
Acompanhamos então Caroline, que é uma mulher à frente do seu tempo que sonha com o dia em que possa seguir seu próprio caminho, sem ter que seguir as convenções que a sociedade impunha.
Porém, era a época de casamentos arranjados e Enézio planejara o casamento de Caroline com Filip de La Friét, filho de um Duque amigo da família há gerações. Acontece que a moça só nutria o sentimento de amizade pelo rapaz e acreditava que ninguém deveria se casar por interesse.
Só que o rapaz, amigo de Caroline desde quando os dois eram crianças, realmente a amava, e seria uma honra tê-la como esposa. Diante de uma situação como essa e em parte para confrontar o Barão, Caroline precisava fazer algo a respeito.
Paralelo a isso, Caroline conhece Bernardo, um atraente e destemido domador de cavalos. A princípio, os dois não se deram muito bem. Tudo que o rapaz dizia parecia irritar a jovem, mas foi necessário deixar essa rixa de lado porque ambos perceberam que tinham um objetivo em comum. Então, traçaram um plano arriscado que vai levá-los a uma jornada de muita aventura, situações de perigo e de amadurecimento para ambos. Além de um sentimento muito forte que vai crescer entre os dois. O que eles não sabem é que suas vidas estão entrelaçadas desde o nascimento e que segredos virão à tona e que podem acabar com os sonhos que ambos veem planejando.
O que me encantou nas 400 páginas desse romance foi a escrita tão instigante e leve de Samanta. Ela nos conduz capítulo a capítulo a mais e mais surpresas e não é de forma cansativa!
O final dessa trama é surpreendente e foi o que mais me chamou atenção, digo de forma positiva! Acredito que por mais que desejamos um final feliz, as tragédias e infortúnios só nos leva a reflexão de que houve um porque de tal sacrifício. E nessa trama teve um porque que eu super entendi e me emocionei! Acompanhamos personagens lutando pela felicidade em uma época em que a possibilidade não era para todos. O poder e o dinheiro era algo que comandava. Mas mesmo com essas limitações, surgia mulheres com personalidade forte e determinação na vida pra fazer a diferença e é isso que acompanhamos nesse livro. No início Caroline é uma moça imatura e rebelde, mas ao passar por várias situações novas em sua vida, ela vai amadurecendo e se torna uma referência de mulher.
É bacana ler um livro que se remete a séculos atrás e se transportar para aquela realidade, de imposições, censura, submissão além de amores proibidos repletos de aventuras. Tudo isso e mais um pouco se encontra nesse livro nacional que eu super indico aos apaixonados por romance de época. Se preparem para se surpreender e se apaixonar!
Samanta 06/05/2013minha estante
Querida Kenia!

Muito obrigada por suas lindas palavras sobre o meu livro e por dividir sua opinião com os leitores aqui do Skoob :)

Um beijo enorme!

Samanta




Elves ºº 09/06/2013

Lindo e angustiante !!
Tive que ler uns dois livros pra passar a maldita angustia que esse livro me causou...Calma! O livro é maravilhoso, mas ele é daqueles livros que te envolvem de forma suuuurpreendente e no final de tudo o final não é o que esperamos e a nossa vontade é de entrar na história e mudar tudo.
PS : É o segundo livro que leio nesse ano que me deixa desse jeito, sendo o primeiro os 13 Porquês , haja coração!
Enfim, o negocio aqui não é bem um resenha, porque se eu fizer eu conto a história toda, nos mínimos detalhes, e eu não quero sofrer um atentado por ter estragado a surpresa de quem ainda quer ler. Olha tenho meus autores brasileiros preferidos, ou melhor autoras, entre elas Lycia Barros e Tânia Gonzales, mas tenho que confessar que até então O Pássaro é o livro nacional mais bem escrito que eu já li até então #Thebest . Personagens bem construídos, história coerente, um casalzinho de protagonista de não se colocar defeito. Reviravoltas constantes, personagens secundários com histórias próprias. E o final geeeeeente, que final é esse ? #Valeime...Mas quando comecei a ler o livro e vi a época que a história se passava, já imaginava um final parecido. E olha eu já estragando o final #ARgh! Tá Chega ! Enfim Samanta estreou com chave de ouro, mas vou aguardar o próximo livro pra ver se ela entra na lista de autores favoritos......Sabe de uma coisa eu acho que já É !!!
Samanta 10/06/2013minha estante
Uauuu!!!

Elves, que depoimento mais lindo a respeito do meu livro... Obrigada!!! Fiquei sem palavras aqui :)

Muito feliz em saber que sou "candidata a favorita" (rs)... e que o meu livro foi "o nacional mais bem escrito até então" ;)


Obrigada!! Mesmo!

Um beijo!




129 encontrados | exibindo 76 a 91
1 | 2 | 3 | 6 | 7 | 8 | 9