Se Eu Morrer Antes de Você

Se Eu Morrer Antes de Você Allison Brennan




Resenhas - Se Eu Morrer Antes de Você


85 encontrados | exibindo 61 a 76
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Suuh 12/09/2012

???
Não entendi pq a média desse livro é tão baixa se ele é tão bom.
MARAVILHOSO, esse é o termo para definí-lo, era o tipo de livro q eu precisava.
Os personagens são muito bons e a capa é linda, só lendo o livro e percebendo a profundidade do romance dos personagens principais pra entedê-la.
Lucy é uma personagem encantadora e guerreira como poucas que já vi, ela passou pelo pior e tenta tirar o melhor disso na vida. A média deve ser baixa pelo tema q ele aborda acho q ninguém liga muito para grupos 'vingadores' e a maioria gosta qndo os bandidos estão mortos (mas ninguém adimite) ao contrário de Lucy, uma moça 'virtuosa' demais pro meu gosto, mas que tem seus motivos para ser tão correta e tenta a todo custo "não fazer justiça com as próprias mãos".
O livro se trata disso, que a justiça existe e é só confiar nela. Será?????
comentários(0)comente



Literatura 05/07/2012

Supere os seus medos
Oi queridos, como é que estão?

Bom, Se Eu Morrer Antes De Você (479 páginas – Universo dos Livros) foi um livro que me irritou em vários níveis diferentes, por vários motivos diferentes.

1º – Que tipo de título é esse?

Quando li a sinopse achei o livro muito interessante, afinal a história fala de uma garota que sofre um inferno e conseguiu dar a volta por cima e passou a ser o pesadelo dos seus pesadelos, ou pelo menos é isso que a sinopse dá a entender. Mas mesmo assim eu não entendi qual é a do título, afinal mesmo depois de ler o livro, não entendi o que tem a ver com a história, a não ser que em inglês ele tenha algum significado especifico que se perca em português.


2º – Essa coisa é uma série!
Comecei a ler o livro e fui gostando da história, a mocinha se fode pra caralho, já sabe como é, né?
O livro conta a história de Lucy, uma garota de vinte e poucos anos, que há seis anos sofreu um trauma que definiu sua vida. Quando adolescente ela foi sequestrada quando saiu para encontrar com um cara que conheceu pela internet, acontece que esse cara era o cabeça de uma organização que distribuía vídeos pornográficos na internet.

Pior! Ele cobrava para que internautas o assistissem estuprando e às vezes matando garotas.

Com ajuda da sua família, Lucy consegue escapar do cativeiro antes de ser assassinada em frente às câmeras, e acaba matando seu agressor. Depois disso Lucy faz do lema de sua vida caçar predadores que se aproveitam do anonimato da internet para atacar inocentes, claro que tudo isso “pela forma da lei”.

Veja resenha completa no Literatura de Cabeça:
http://bit.ly/KVS60A
comentários(0)comente



Paulo V. 29/06/2012

Mini-crítica
Diferente do que a capa e o título do livro pode indicar, o livro é um romance policial, um romance policial muito bom. A protagonista do livro, Lucy Kincaid, tem um sonho: entrar no FBI. Porém, enquanto ela ainda não tem essa possibilidade, ela trabalha em um departamento de rastreamento de criminosos sexuais. Mesmo fugindo das lembranças ruins do seu passado, o misterioso assassinato de diverso criminosos sexuais traz isso de volta e envolve Lucy no caso.

Mesmo tendo um estilo de escrita que não me agradou muito, Alisson Brennan escreveu um livro ótimo e soube desenvolver bem um caso policial. A protagonista foi muito bem escrita e todas as suas características e atitudes foram realistas, condizendo com o que aconteceu no seu passado. Recomendação perfeita para quem está querendo sair dos romances policiais que sempre 'batem na mesma tecla'.

Essa é a mini-crítica do livro, para ler a minha resenha completa, acesse: http://conversacult.blogspot.com.br/2012/04/resenha-se-eu-morrer-antes-de-voce-de.html
comentários(0)comente



William Souza 29/05/2012

Não sou uma pessoa que ler livros policiais, na verdade esse foi o primeiro que li do gênero, envolvendo serial killers e tudo o mais. Fiquei fascinado e estou me perguntando, porque é que eu nunca li nada desse gênero antes?

No primeiro livro que leio do gênero já pego um que trata sobre um tema que além de ser atual, é muito pesado. Predadores sexuais que procuram suas vítimas pela internet. A autora consegue expressar bem os sentimentos quando escreve, pois o livro toca com o leitor e é como se nós estivermos vendo aquilo tudo, todas as crueldades e maldades contra as mulheres e não podemos fazer nada, nem se quer sabemos quem é o predador. Allison Brennan criou uma personagem que não é perfeita, não é inocente e mesmo assim no passado já caiu nessa armadilha e quase morreu. O romance na história é muito real, não é daqueles que começam do nada, é tudo muito regrado, e ainda mais com o antecedente da Lucy que já foi violentada.

Para aqueles que são meios fracos esse não é um livro muito indicado, já que a autora relata fielmente atrocidades feitas pelos criminosos, que vão de sexo com crianças á cadáveres em estado de decomposição. Lendo, você percebe como a autora buscou muitas informações e fez um bom laboratório para escrever os livros. A narrativa em terceira pessoa sobre a perspectiva de vários personagens (e eles são muitos!) diferencia a história e dá um gás na leitura, as 479 páginas passam que você nem sente.

Apesar de o livro ser o primeiro de uma série que já tem até o volume 4 de 6 lançados nos EUA, ela é uma série spinoff de outra da autora que se chama “No Evil”, que foca na vida de cada um dos três irmãos da Lucy, que trabalham de forma direta ou indireta com a segurança pública. Por isso nós ficamos meio perdidos com relação ao passado dos personagens, mesmo sendo uma nova série, parece que estamos perdendo algum detalhe pequeno, ou quando fofocam e parecem que todos sabem de uma coisa e só você fica boiando. Mas dá para pegar o jeito e ao longo da leitura a autora relembra algumas coisas para não deixarmos perdidos.

Eu amei a leitura e recomendo para quem gosta do gênero, ou está a procura de um livro diferente para sair da zona de conforto, com muito suspense, amor e ação de tirar o fôlego.

http://viciodecultura.blogspot.com.br/2012/05/se-eu-morrer-antes-voce-allison-brennan.html
comentários(0)comente



ElisaMarianaUF 21/05/2012

SINOPSE: Há seis anos, Lucy Kincaid conheceu pela Internet um homem que parecia ser o tipo ideal. Porém, após ser atacada brutalmente no primeiro encontro, ela viu que tinha se envolvido com um psicopata muito perigoso. Contrariando o histórico das vítimas desse maníaco, ela conseguiu sobreviver.

Após anos de dor e sofrimento pela lembrança das atrocidades que sofreu, ela descobre um jeito de dar a volta por cima trabalhando como voluntária no departamento encarregado de investigar esse tipo de crime. Seu papel é rastrear pela Internet psicopatas e maníacos sexuais para que sejam presos. Porém, tudo muda quando ela descobre que vários desses maníacos, que ela ajudou a localizar, estão sendo mortos desde que deixaram a prisão, incluindo o homem que destruiu a sua vida.

Algum assassino estaria seguindo seus passos? Lucy se vê envolvida em uma trama de suspense que poderá deixá-la novamente face a face com um psicopata.

“Uma tensão dolorosa começou na base do crânio, espalhando-se rapidamente pelo corpo, o coração disparou como se ela estivesse correndo uma maratona. Quando alcançou o topo das escadas, ela tentava combater um ataque de pânico.

‘Você está dentro do metrô! Claro que as pessoas estão olhando para você!’

Entretanto, era mais do que um simples relance; alguém estava com os olhos cravados nela. Maldição, não havia passado por isso 30 minutos antes? Quando isso terminaria?

Com a mão trêmula, pegou o spray de pimenta ao mesmo tempo em que pensava no quanto aquilo era ridículo. Sua visão estava embaçando e ela se obrigou a respirar fundo. Inspirando e exalando.”

Sobre a série:

Lucy Kincaid foi atacada e quase morta por um maníaco sexual que a atraiu pela Internet. Ela sobreviveu, seu agressor não. Ela tentará retomar sua vida após o trauma, dedicando-se a localizar esses agressores e evitar que novas vítimas sofram o mesmo que ela. No entanto, o quão a salvo dos agressores ela conseguirá se manter?


Para conferir a sinopse clique aqui
Eu tenho esse livro e tenho certeza
que vão gostar, é um livro emocionante e sério.
Trata de histórias de crimes de violência
sexuais contra mulheres, Lucy a cerca de 6 anos
passou por momentos de terror nas mãos de
um homem que conheceu pela internet, e o
mesmo filmou todas as cenas de violência e
abuso e postou na internet, para que qualquer
pessoa pudesse ter acesso, e sobrevivendo
ao contrário de muitas outras vítimas, depois
de 6 anos de medo, Lucy decidi colocar os agressores
na cadeia e vai em busca de justiça, mais logo
percebe que todos acabaram morrendo...
Uma ótima leitura e lição de vida,
eu gostei bastante e vendo por foto, a capa
é muito linda mais em mãos!
comentários(0)comente



Rafa 15/05/2012

Resenha - Se eu morrer antes de você - Allison Brennan
Se eu morrer antes de você é um livro maravilhoso, denso e frio entre amor e suspense. Não se trata de qualquer clichê superficial de um episódio de CSI ou de Dexter, se trata de uma denúncia psicótica, abuso sexual, de tráfico de pessoas, pornografia, crimes fantasiados... É bom preparar os olhos para uma boa dose de vômitos. Prontos?

Lucy Kincaid é a personagem principal da história, 24 anos atualmente, mas não contada por ela, mas por uma voz na terceira pessoa, a autora, ela foi abusada sexualmente após marcar um encontro pela internet com ‘Morton’, ela resiste ao tempo e enfrenta o trauma até os dias de hoje que é retratado a seguir no livro. Lucy trabalha no PMC, um grupo fechado para combater os criminosos que abusavam e estupravam garotas (os), eram sempre os que saiam em condicional. O PMC trabalhava e ajudava e muito a comunidade mandando-os de volta para o lugar deles, eles trabalhavam da seguinte forma: marcavam encontros pela internet, disso eles tinham acesso a todos os encontros, Lucy fazia seu papel de vítima aliciando-os para conhecê-los pessoalmente, com isso tinham provas suficientes para detê-los de novo.

Lucy não é uma mulher comum, ela é forte ela sobreviveu ao estupro de anos atrás, ela soube o que é viver num cativeiro, ser tratada como um animal, esperando alguma benção divina para socorrê-la, ela mal tinha 10 anos, sua consciência sobre a vida estava se formando, como seria o futuro dela, não sabia, só conseguiu superar tudo aquilo por milagre, parecia, sua família foi muito importante para o sucesso disso, talvez por isso Lucy esteja viva e continue trabalhando para combater os estupradores e ajudar as vítimas, visto que já passou por isso.

Lucy mora com sua cunhada, Kate, no qual sempre a ajudou até no momento em que tinha pesadelos quando se lembrava do estupro algumas noites.

O pior momento da leitura foi ler as partes dos pensamentos dos loucos por sexo infantil ou então por sentir o prazer na dor alheia, foi nojento demais e por vezes devastador, o que eu poderia fazer? Eu tinha que continuar a leitura... Parecia que eu mesmo estava assistindo a tudo àquilo, e não podia ajudar as vítimas, era apenas uma história, mas que muita gente viva aquela realidade nos dias de hoje.

A autora mostrou tão bem a mente de um psicopata louco que acha que mulheres só devem obedecer os homens, que pensei o quão machista era o personagem oculto da história. Esse personagem chamava as mulheres de “fêmea”, como será a cabeça de um ser desses?

Ele seria um tipo de misógino? Quantas mulheres havia ferido? O que ele fazia com elas? pág. 406

Mas não se trata apenas disso, visto que o livro é um suspense e policial, eles (Noah Armstrong e sua parceira do FBI), investigam quem foi o possível assassino de Morton, o estuprador de Lucy. Morton recebeu uma sursis, isso não entendi muito bem, mas parece um acordo, no qual não deu muito certo. Lucy não acreditou que Kate tinha escondido isso dela, Noah e sua parceira tentam desvendar esse mistério que parece novelo de gato, Morton tinha vários parceiros e ele queria montar outro grupo para fazer dinheiro com pornografia, seus comparsas são citados no livro, mas descobrir seu assassinato é o que dá o desfecho do livro uma salva de palmas.

O livro é realmente excitante em relação à descoberta do assassino. Lucy ainda continua sofrendo, mas aparece um amor na vida dela, bem, ela não estava acreditando que Sean, um parceiro do irmão dela, fosse realmente o amor de sua vida, eu gostei muito de saber que Lucy estava seguindo com sua vida, tentando ter uma vida normal, porque geralmente quem sofre com estupro não consegue nem chegar perto de outras pessoas... Mas enfim, Lucy faz sua parte muito bem no livro, foi minha personagem favorita até o fim da leitura, se mostrando forte e firme em suas ações.

Contando com a diagramação, garanto que está impecável, mas não posso omitir os vários erros de digitação, a falta de pontuação, uma boa revisão seria imprescindível para deixar o livro perfeito. Achei umas coincidências muito aleatórias, o que me deixou tonto por certo momento. A capa é linda, os dois personagens, me lembram Sean e Lucy. Adorei o espaçamento, a divisão dos 46 capítulos que não deixou minha leitura cansada, e também dá uma prévia do próximo livro, pois se trata de uma série, mas com uma história diferente, com o mesmo tema policial, chama-se Kiss me, Kill me, a tradução já dá pra perceber, pelo pouco que li parece ser um assassino em série que mata garotas que saem da balada, em seguida matam-na e tiram um só sapato, chamando-o asfixiador de Cinderela...

Garanto que tem muita ação para o final de Se eu morrer antes de você, fiquem com vontade, porque quando você pega a página 350 para ler, você não consegue mais parar porque tudo acontece muito rápido, e outras coisas vão se revelando, é tudo muito trágico e você quer saber mais, mais e mais...

Tem tudo para se tornar um sucesso aqui no Brasil e já estou mega ansioso para a leitura desse segundo volume. Gostei demais do primeiro, narrativa maravilhosa, personagens super diferentes e marcantes, enfim, vale a pena ler...

Fonte: Leituras Vivas - leiturasvivas.com
comentários(0)comente



Philipa 12/05/2012

479 páginas de pura chatice
Nossa que livro chato, carregado de clichê. A mocinha da trama, Lucy, e o mocinho Sean, intragáveis. Dinheiro jogado fora! vou anotar o nome da autora para não comprar nenhum outro livro escrito por ela.
comentários(0)comente



House of Chick 06/05/2012

“Se eu morrer antes de você” conta a história de Lucy Kincaid, uma mulher forte que já passou por muitas coisas na vida, já que aos 19 anos ela foi sequestrada, abusada sexualmente e espancada.

O seu agressor, um maluco psicopata, filmava todas as maldades que fazia com ela e colocava na internet para que as pessoas pagassem para resolver o que ele deveria fazer com a protagonista. Ao lermos uma barbaridade desta, mesmo sendo ficção, ficamos chateadas. Eu pelo menos fiquei. Então esse é um livro que mexe com os nossos sentimentos toda hora. Como se a gente conhecesse a pessoa e sofresse junto, querendo ajudar.

Como a família de Lucy era formada por muitos agentes do FBI ela conseguiu ser resgatada com vida, porém seu irmão sofreu um acidente durante o resgate e acabou ficando em coma por bastante tempo.

Seis anos depois de todo acontecimento ela está tentando virar uma agente da CIA e divide seu tempo entre estudos e entre a PMC (Prioridade para Mulheres e Crianças), um programa que ajuda analisar os agressores em condicional conseguindo provas por meio da internet para que eles possam voltar para cadeia.

Mas tudo em sua vida muda quando ela descobre que vários agressores que iria colocar de volta na cadeia acabam morrendo antes mesmo da polícia conseguir pegá-los. Lucy, então, começa a investigar os crimes para descobrir possíveis ligações entre eles para assim conseguir chegar aos responsáveis por esses assassinatos.

Para isso, ela conta com a ajuda de Sean Rogan, detetive particular que é sócio de um dos seus irmãos e que tem uma grande empresa de investigação. Sean é um cara bem legal, respeita Lucy e entende que ela já passou por muitas cosias e sempre tenta ajudar da melhor maneira possível.

Continuação: http://www.houseofchick.com/2012/03/se-eu-morrer-antes-de-voce-allison.html
comentários(0)comente



Jess Polato 01/05/2012

Blog Eu li e Divulgo
“Se eu morrer antes de você” é um thriller fantástico. Ele é o primeiro da série Love me to Death, e só tenho elogios para ele.

O livro conta a história de Lucy Kincaid que há 6 anos foi abusada sexualmente e brutalmente por Adam e por Morton. O que torna o caso de Lucy brutal é que todo o abuso foi transmittido online e que todos os visitantes poderiam decidir o que Adam faria com a moça – Ele tinha como caracterisica matar durante o ato e foi quase isso que aconteceu - Felizmente, Lucy foi resgatada e Adam acabou sendo morto.

Agora, seis anos depois, Lucy segue sua vida normalmente com o objetivo de entrar para o FBI, por isso um dos trabalhos que faz é ajudar rastrear agressores de crianças e mulheres, na organização PMC. Tudo caminhava super bem, até Morton aparecer morto na cidade de Lucy. Ele tinha sido solto por bom comportamento.

A partir daí uma série de reviravoltas passam acontecer. Lucy descobre que sua familia omitiu informações de acordos do seu caso há seis anos ; uma série de mortes envolvendo agressores que ela tentou mandar para a cadeia e um perseguidor em sua vida.

A história é totalmente eletrizante. A leitura é fácil e flui rapidamente, gostei muito da forma que Allisson conduziu. Como o livro é repleto de suspense e mistério, faz com que devoremos as páginas para saber o que vai acontecer. E a autora surpreende, porque eu achava que sabia o que estava acontecendo, mas aí descobri que não sabia de nada, rs.

E ao mesmo tempo que queremos descobrir quem matou quem, ou quem esta por trás daquilo tudo. Somos fisgados por um romance. (Ah, Sean Rogan, meu lindo!) Eu ficava dividida: queria terminar logo o livro para saber tudo e queria, também, que o livro enrolasse mais um pouco só para aproveitar os momentos de Lucy e Sean. Foi uma mistura maravilhosa e estou louca querendo a continuação.
comentários(0)comente



Sweet-Lemmon 25/04/2012

Muito Bom, mas, é recomendado que se leia "Fear No Evil" antes.

Se Eu Morrer Antes de Você é o primeiro livro da série Lucy Kincaid, também chamada Love me To Death. Esta série é uma espécie de spin-off de uma trilogia chamada No Evil, protagonizada pelos irmãos de Lucy [todos eles de alguma forma, envolvidos com a lei ou combate à alguma coisa, rs]. Outros irmãos da jovem-e “agregados”- aparecem em outros livros/séries da autora.

No terceiro e último livro da trilogia, Fear No Evil, acontece o sequestro, tortura e estupro da jovem Lucy Kincaid. Se Eu Morrer Antes de Você começa justamente 6 anos depois, com Lucy morando com seu irmão Dillon e a cunhada Kate em Washington e se preparando para tentar ser aceita na Academia do FBI. Ela vive para seus estudos e seu trabalho como voluntária em um programa sem fins lucrativos que visa “monitorar” predadores sexuais em condicional. Lucy tenta não pensar no passado, nem se fazer de vítima, mas o fato é que ela não é mais a adolescente alegre e despreocupada de antes. O sequestro, o estupro e todas as demais humilhações fazem parte do passado de Lucy,- e aquele passado volta quando um dos responsáveis pelo que lhe aconteceu aparece morto. E ele não será o primeiro homem envolvido com crimes sexuais a ser "eliminado" e.... não vou falar né?

Ao mesmo tempo, Lucy começa a se interessar por Sean Rogan ,sócio e amigo de um de seus irmãos. Sean é um investigador particular e perito em segurança.

Obviamente é possível ler e entender Se Eu Morrer Antes de Você sem ter lido, o livro anterior, Fear No Evil mas o leitor perde muito. Apesar de ser um livro com uma estória, teoricamente, “fechada”, muito do que acontece, é dito, aqui, é quase que uma consequência do livro anterior. Não somente no que se refere à psique de Lucy (aqui o leitor apenas “ouve falar” sobre o seu passado.) Fear No Evil *é* sobre o seu passado e tudo mais o que aconteceu.

Além disso, penso que quem leu o leu anterior irá, além de reconhecer nomes familiares, compreender melhor certas situações como a do personagem Mike Mallory. Não posso dizer muito, obviamente, mas ele é de extrema importância tanto na trama de Fear No Evil quanto na deste livro.

Como em todo livro de suspense, quanto menos se dizer, melhor. Se Eu Morrer Antes de Você começa um pouco devagar, de maneira quase morosa. Eu percebi que esta é uma característica da autora, como se ela quisesse que fossemos nos “acostumando” com o ambiente. Porém, a partir de certo momento o livro cria bastante ritmo e torna-se quase impossível de largar.

Se Eu Morrer Antes de Você não é daquele tipo de romance policial em que a trama se toda se desenvolve a partir de um único elemento; aqui, vários acontecimentos vão surgindo- alguns até que somente, nós, os leitores, sabemos. Pessoalmente, acho isso bem interessante e instigante.

Além de falar de superação de traumas, o livro também trata de temas pesados como abuso, estupro e humilhação, porém não de maneira explícita e maniqueísta. A autora conduz a trama de uma forma que as coisas não parecem acontecer fáceis demais, “do nada”.


Apesar de ser “rotulado” como suspense romântico, a autora foca a maior parte do livro na investigação policial do que no romance de Sean e Lucy. Este não fica totalmente em segundo plano, mas não é o foco principal. Apesar disso, o casal protagoniza cenas muito bonitas e delicadas como a da primeira vez deles juntos. Raras vezes li uma autora tratar com tamanha delicadeza- e realidade- o ato de fazer amor para uma mulher que foi estuprada.

"-Não posso prometer que algumas vezes eu não vá tratá-la ...de um modo *diferente*, como você disse. Tudo o que nos acontece faz parte da gente. As coisas boas e as ruins. Tudo molda nosso futuro, nosso destino. Mas o que de fato importa é o que está aqui dentro- ele, então, apoiou a mão no peito dela. "

Lucy e Sean tem uma relação discreta mas delicada; por eu já ter lido o livro anterior eu não senti falta de um maior embasamento da personalidade de Lucy mas, é como eu disse, penso, que isso fica faltando para quem não teve a oportunidade de ler Fear No Evil.


***Pausa para momento Fangirling.

Sean é uma graça. Tudo de bom mesmo.. O cara é um fofo. Sexy. Super atencioso, carinhoso, sabe esperar, entende as dificuldades e as necessidades de Lucy.

Além disso, eu super acho que tem que ter um livro pro Noah. Ou tem e eu não sei? Livro com homem tudi bão nunca é demais meu povo!

Fim momento FanGirling *****


Se Eu Morrer Antes de Você é um ótimo livro de suspense.

Recomendo.


A Edição:
Infelizmente, apesar da bela capa (gostei da paisagem, não do casal,rs), a edição brasileira apresenta problemas de revisão como, por exemplo, o de falta espaçamento entre diversas palavras.


A Série


Lucy Kincaid

Livro 1-Se Eu Morrer Antes de Você (Love Me to Death)
Livro 1.5- Love Is Murder- inédito no Brasil
Livro 2-Kiss Me, Kill Me- inédito no Brasil
Livro 3-If I should die- inédito no Brasil
Livro 4- Silenced-a ser lançado em abril de 2012
Livro 5- Stalked- previsão de lançamento: Outono (Hemisf. Norte) de 2012.
Livro 6-Stolen- previsão de lançamento: Primavera (Hemisf. Norte) de 2013.



No Evil

Livro 1- Speak No Evil - inédito no Brasil. – Carina Kincaid
Livro 2- See No Evil- inédito no Brasil. – Connor Kincaid
Livro 3- Fear No Evil - inédito no Brasil. – Dillon Kincaid

Quem me conhece sabe que sou totalmente contra lançarem livros fora da ordem, ou faltando números, mas, neste caso, acho que a Universo dos Livros, ou qualquer outra editora poderia lançar ao menos Fear No Evil no Brasil.


Leia a Resenha Completa, com capas originais e links ativos (inclusive para as resenhas que fiz da série No Evil) no meu blog:

http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/2012/04/se-eu-morrer-antes-de-voce-de-allison.html
comentários(0)comente



Psychobooks 24/04/2012

Eu adoro livros policiais, ainda mais quando o enredo gira em torno de serial killers. Fazia tempo que eu não lia um livro policial bem contruído, com ação e romance na medida certa.

Há 6 anos, Lucy Kincaid foi sequestrada e abusada sexualmente por 24horas, com transmissão ao vivo via internet e ainda uma enquete sobre como ela deveria morrer. Após ser resgatada e ter sua família quase destruída por seus sequestradores, ela tenta seguir sua vida da melhor forma possível. Seu sonho é ser uma agente do FBI, hoje, ela trabalha no PMC (Proteção à Mulheres e Crianças), onde identifica em salas de bate papo na internet estupradores e molestadores infantis que estão em condicional e quebraram as regras do acordo feito com a justiça. Um dos sequestradores de Lucy fez um acordo com a justiça e após 6 anos preso, ele sai da cadeia e é executado. A partir daí, Lucy terá de encarar novamente seu passado e se encontra envolvida em uma investigação do FBI.

Como se Lucy não tivesse muita coisa com o que lidar, ela descobre que tem um perseguidor na sua cola. Um raio de luz consegue passar por entre as nuvens de pesadelos e Sean - sócio da empresa de segurança privada do seu irmão -, é o responsável pela proteção de Lucy. Sem se importar com as consequências, nada irá detê-lo para mantê-la segura. Aos poucos ele conquista sua confiança e seu coração.

Gostei da construção do personagem da Lucy, ela é uma mulher que sofreu muito, mas decidiu encarar a vida e não ficar trancada em um quarto com medo de tudo e todos, ainda assim, ela tem suas dúvidas, por trás da máscara que não deixa transparecer seus sentimentos, luta contra seus medos e receios. O que faz com que a personagem se pareça real e o leitor simpatize com ela.

Leia mais: http://www.psychobooks.com.br/2012/04/resenha-se-eu-morrer-antes-de-voce.html
comentários(0)comente



Fabiane Ribeiro 17/04/2012

Resenha: Se eu morrer antes de você
A série “Love me to death” estreia com grandes promessas de ser uma representante excelente de seu gênero, com o primeiro volume “Se eu morrer antes de você”.
Surpreendi-me com a densidade da trama e a construção dos mistérios envolvidos. Logo nas primeiras páginas eu já estava embarcando em uma narrativa de suspense forte e detalhista, com direito a personagens bem construídos e psicopatas doentios.
Lucy Kincaid tem um passado sombrio. Há seis anos ela foi violentada por um maníaco, contudo, foi encontrada antes de ser morta.
Agora, além de buscar uma vaga no FBI, a jovem trabalha com voluntária em um departamento, atraindo predadores sexuais pela internet. Ela sabe que aqueles que estão soltos em condicional não são confiáveis, portanto, tenta atraí-los antes que eles voltem a cometer atrocidades.
Diferentemente do que muitos fariam em seu lugar, Lucy não optou por deixar que o terror que aconteceu em sua vida a mudasse para pior. Ela soube usar os momentos de extrema dificuldade para tornar-se uma pessoa forte, que tem muito a oferecer para a sociedade ajudando na captura desses psicopatas. Ela realmente contornou o pesadelo e conseguiu seguir com sua vida.
Entretanto, a impressão de que está sendo vigiada o tempo todo não deixa de atormentá-la, seja na rua, seja no metrô... A qualquer momento, Lucy sente como se todos estivessem olhando-a. Ou, o que é pior, como se alguém a estivesse seguindo.
A narrativa é muito bem explorada, apresentando-nos a corajosa Lucy e envolvendo-a, novamente, com seu passado.
Afinal de contas, a cena inicial nos mostra Roger Morton, um dos homens responsáveis pelo sequestro de Lucy seis anos atrás, voltando a se envolver com a criminalidade após sair da prisão. E, então, sendo morto. Fato que torna, inclusive, Lucy uma suspeita, e gera novas investigações relacionadas aos crimes de Morton...
Além do suspense bem delineado, temos o romance entre Lucy e o sócio de seu irmão, Sean.
A aproximação dos dois é bem interessante e o romance, como um todo, tem lá suas cenas fortes de forma um pouco detalhada demais. Porém, apesar de serem um casal carismático, para mim as partes envolvendo o mistério todo, as investigações e os novos crimes, são o foco da narrativa, capazes de prender-nos do início ao fim e deixar-nos tensos para o volume dois da série.
Confesso que estou doida para ler a continuação (cujo título em inglês é muito bom: “Kiss me, Kill me”), principalmente pelo fato de que algumas páginas iniciais do próximo livro nos são apresentadas ao final de “Se eu morrer antes de você” e quando terminei de ler esse bônus, fiquei indignada por não ter o livro todo em minhas mãos.

Trecho: Morreria lutando se precisasse. Não se deixaria vitimizar novamente, não daquele modo. Mas suas mãos tremiam. Como poderia lutar quando só tinha medo dentro de si? “Nunca conheci ninguém mais valente do que você” – a voz de Sean estava tão nítida que ele poderia estar sentado ao seu lado (Pág. 400).

Informações:
Título: Se eu morrer antes de você
Autores: Allison Brennan
Gênero: Ficção Policial, Suspense
Editora no Brasil: Universo dos Livros
Páginas: 480
comentários(0)comente



Erica Martins 05/04/2012

Resenha Se Eu Morrer Antes de Você por Erica Martins

Esta resenha está no Blog Leituras & Fofuras: http://www.leiturasefofuras.com.br/2012/01/resenha-principe-sombrio-de-christine.html

É PROIBIDA A CÓPIA TOTAL OU PARCIAL DESTA RESENHA.

Lucy Kincaid é uma sobrevivente. Seis anos depois de passar por um grande trauma ela está determinada a se tornar uma agente do FBI. Mas começam a ocorrer assassinatos que podem estar ligados ao trabalho dela. Com a ajuda de Sean ela vaitentar desvendar esse mistério.

Fazia tempo que não lia um livro policial tão bom. As perguntas como, por que e quem mudava de resposta a cada novo fato que surgia da investigação.
Lucy sabe ser bem determinada quando quer, não fica no comodismo. Ela sabe que as coisas não vão mudar se ela não fizer a sua parte.

Normal. alguém que sofreu tale tipo de abuso poderia voltar a ser normal? As vítimas dificilmente se esqueciam da violência sofrida, mas podiam desenvolver estratégias para conviver com isso, para tolerar a dor e as lembranças, nada fácil, mas essencial se desejavam encontarr um mínimo de paz no futuro. [Página 101]


Sean trabalha na empresa de segurança do irmão de Lucy, gosta dela, entre uma ajuda e outra tenta conquistá-la. Até gostei do agente do FBI Noah Armstrong, achei que a participação dele ia ser maior mas me enganei.

Sean: -Talvez eu só precise ouvir o quanto você gosta de mim - ele deu um sorriso maquiavélico. -Tenho um ego sensível que precisa de constantes lembretes de que estou à sua altura. [Página 229]


Apesar do livro ter mais de 450 páginas, a história me prendeu o suficiente para eu ler rápido o livro. E tem alguns trechos especiais em que o assassino com sua mente insana descreve alguns dos seus planos. E algumas situações me fizeram pensar sobre a justiça criminal em geral e de como algumas vezes não é justiça que é feito, não só no Brasil.

Ele não queria pesar na balança o que era certo ou errado, dando aos criminosos mais direitos que às vítimas. Para ele, pessoas como Roger Moore eram a escória e não mereciam os direitos que tomava como certos. Por que no sistema eram os criminosos que tinham todos os direitos? Onde estava a justiça? [Página 87]


O livro também dá um alerta sobre confiar em estranhos na internet. Por mais que uma pessoa pareça ser confiável nem sempre as coisas são o que parecem. Se pessoalmente já é difícil confiar em uma pessoa, imagine ter confiança em alguém que você nunca encontrou pessoalmente? Ela pode fingir ser qualquer pessoa e esconder quem realmente é. Eu já fiz alguns amigos pela internet. Apesar de não conhecê-los pessoalmente, a amizade vem com o tempo, em que se adquire confiança. Não se pode marcar encontros com estranhos sem cuidado algum. Existem muitas histórias tristes principalmentes de adolescentes que não terminaram bem.

-Só existe um tanto que podemos fazer para proteger a nós mesmos e às pessoas a quem amamos. A menos que vivamos em um quarto do pânico 24 horas por dia, sete dias na semana, nunca estaremos cem por cento seguros. Mas sabe que nos coloca em perigo?
-O quê?
-As mentiras. A falta de informação. As boas intenções. [Página 249]


Para quem curte um bom romance policial, eu recomendo muito!

Curiosidades:

A história de Lucy na verdade começa em outra série da autora chamada "No Evil". Na trilogia, cada livro é protagonizado por um personagem diferente. Carina Kincaid (citada rapidamente em "Se Eu Morrer Antes de Você") é protagonista do livro 1 "Speak no Evil". No livro 2 "See no Evil" tem Connor Kincaid (irmão de Lucy) como protagonista. E no livro 3 "Fear no Evil" conta a história do sequestro de Lucy tendo a Kate e Dillon (outro irmão de Lucy) como protagonistas tentando desvendar o crime. Esse livro se passa 6 anos antes de "Se Eu Morrer Antes de Você".

E na trilogia chamada "FBI Trilogy" conta a história de Jack Kincaid, irmão de Lucy (livro 1 - "Sudden Death") e no livro 3 ("Cutting Edge") conta a história de Duke Rogan, irmão do TBD do Sean.

A série Lucy Kincaid tem atualmente 4 livros publicados nos EUA: Love Is Murder (Lucy Kincaid #1.5), Kiss Me, Kill Me (Lucy Kincaid #2), If I Should Die (Lucy Kincaid #3) e Silenced (Lucy Kincaid #4, com previsão de publicação para 24/04/2012).

Aliás, Love is Murder conta o que aconteceu depois de Lucy terminar o namoro com Cody, é antes de "Se Eu Morrer Antes de Você".

A capa brasileira ficou bem bonita mas eu gostei da capa americana também. Difícil escolher entre as duas.

Torço muito para que a editora publique esses livros relacionados a série Lucy Kincaid.

----Erica Marts----
~~Leituras & Fofuras~~
comentários(0)comente



Helana O'hara 17/03/2012

Se eu morrer antes de você
Antes de mais nada, devo dizer a você que a capa linda desse livro engana quando você começa a ler. Depois que você capta a história percebe que a capa têm a ver sim com a história do livro.
Muitas pessoas chegaram pra mim e perguntaram se o livro era um romance ou um drama.
“Se eu Morrer Antes de Você” é um romance, é um drama… Policial. Aliás é o 1° volume da série Love Me To Death.

Allison nos apresenta Lucy, uma jovem com um passado devastado devido a um estuprador que a prendeu durantes dias e por pouco não a matou.
Durante anos Lucy tenta viver uma vida normal. Mas nada na vida dela é normal, sua família foi totalmente destruída psicologicamente por causa disso, tanto ela quanto os irmãs e parentes estão de algum modo trabalhando envolvidos ao lado da polícia.
Lucy sonha em ser agente do FBI por isso estudou sua vida toda para esta razão e boa parte do seu tempo tralhando para colocar na cadeia estupradores, pessoas mal intencionadas, seja com mulheres adultas seja com crianças.
A vida da moça muda quando um desses caras está em condicional e ela consegue armar uma armadilha para ele ser preso, naquela noite em diante sua vida vira um “meio inferno”, o cara que a estuprou aparece morto perto da casa dela, e todos, inclusive a própria Lucy são suspeitos de ter matado-o.
E uma série de crimes contra molestadores e estupradores são descobertos.

Ex agentes do FBI, policiais, detetive particular, todos envolvidos para proteger Lucy de alguma forma. Pois acreditam que alguém está atrás dela.

A autora escreveu esse romance policial tão bem que em certos pontos dos livros tive a sensação que ela mesma foi uma agente do FBI. Os detalhes dos acontecimentos, como os agentes e detetives de comportaram durante o livro todo me deixou muito surpresa.
Allison Brennan escreveu Lucy muito bem, uma moça de 24/25 anos que apesar de todo trauma que tem na vida, seguiu em frente, apesar de toda dor,das lembranças que ela tem na própria pele quer ser uma pessoa normal.

Alguns capítulos do livro são bem fortes, principalmente aqueles que são retratados os pensamentos um maniaco,o modo que ele fala de Lucy e trata qualquer mulher é nojento, é doloroso e forte – isso fez com que o livro tivesse uma pitada de realismo o deixando mais interessante. Do que adianta escrever um livro sobre uma vitima se não existir um pouco da cabeça de um estuprador? A coragem da autora foi grande nesse aspecto.

Quando você for ler Se eu Morrer antes de você – lembre-se, esse livro não é cheio de frases legais, bonitinhas e ele tem uma continuação o que me deixou roendo unhas.

Gostei muito dele. A história me prendeu muito, o tema abordado é muito interessante, os detalhes de cada acontecimento na medida certa. Porém é um livro que muita gente vai torcer o nariz. Aqueles que gostam de um bom Thriller com certeza vão adora.. Não sei se indicaria a todos.
“Se eu morrer antes de você” é um livro bem diferente. Peço que leiam e tirem suas próprias conclusões. ♥ Eu amei!!!
Aliás raramente meus leitores vão ler resenhas de livros que não gostei, não acho justo escrever uma resenha de algo que não tenha curtido.
Monique 17/12/2012minha estante
Achei exatamente isso da capa: me enganei total. Pensei que era estilo Nicholas Sparks o.O
#ListaDeDesejadosGanhaMaisUm
u_u


Liv 20/05/2013minha estante
O grande problema do livro foi a tradução que a editora a deu, ou a revisão que esta teve, pois faltam muitos espaços entre palavras o que tornou a leitura um pouco desagradável e cansativa, mas a história não deixa que tal erro o canse de verdade, praticamente virei página atrás de página até chegar aonde estou atualmente. Comecei a ler o livro após ter lido a segunda parte, a qual adorei.

Concordo plenamente que foi muita coragem por a cabeça do perseguidor de Lucy, sinceramente chegou a me deixar nervosa em pensar que aquilo pode se passar pela cabeça de alguém.

Quanto a parte da autora lhe parecer uma agente do FBI, ela fez pesquisas bem profundas sobre os assuntos, consultando membros da força aérea americana, visitando a sede do FBI, Quântico e, de acordo com a autora, ela tirou várias dúvidas sobre o assunto com todos que estavam ao seu alcance. Ela não deixa de agradecê-los por tê-la ajudado a escrever o livro.

Acredito que a série No Evil resolva algumas dúvidas que tenho sobre a série, mas só vou saber isso após ler a série... Ainda vou procurar os livros em inglês e também quero saber mais sobre Sean, que ainda me deixa cheia de dúvidas (já soube que no livro Stolen falará mais sobre ele). A série tem me deixado bem entretida e mal posso esperar para ler o resto da série.




85 encontrados | exibindo 61 a 76
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6