Se Eu Morrer Antes de Você

Se Eu Morrer Antes de Você Allison Brennan




Resenhas - Se Eu Morrer Antes de Você


86 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Ronaldo 09/07/2014

INCONSISTENTE
Não é um livro ruim. A personagem é admirável, o ritmo é vibrante, a trama bem amarrada, mas faltou algo para me seduzir, como acontece com outras obras do gênero. Até a metade a trama teve um ritmo e uma atmosfera que me envolveram, mas depois perdi o interesse. Não foi nenhum esforço terminá-lo, trata-se de um bom livro, mas faltou surpresas no final. Não chega a ser previsível mas algumas reviravoltas poderiam tornar o livro mais marcante.
comentários(0)comente



Paula Juliana 29/05/2014

Resenha: Se Eu Morrer Antes de Você - Série Love Me to Death - Volume 1 - Allison Brennan
"Preciso ouvir os pedidos de clemência dela. Preciso saborear as lágrimas do rosto dela. Preciso vê-la se partir ao meio. Preciso sentir o cheiro do medo dela. Preciso que ela obedeça."

"Lucy Kincaid precisa ser treinada. Preciso domá-la. Ela é o problema. Eu sou a solução."

Essa obra estava havia algum tempo na minha lista de leituras, eu sempre via essa capa, essa sinopse e pensava: '' Tenho que ler esse livro.'', adoro livros do gênero policial, Se Eu Morrer Antes de Você da Série Love Me to Death, Volume 1 da autora Allison Brennan, é um thriller policial e psicológico de suspense. Ação, romance e drama em um enredo quente e intenso.

A Obra aborta temas como assassinatos, violência sexual, crimes contra crianças e mulheres, pornografia ilegal no mundo virtual; temas pesados muito bem balanceados com um romance lindo, fofo e que tem a superação e a força da personagem principal em foco.

''Sean suspeitava estar entrando em território perigoso. Estava atraído por Lucy e temia que seus sentimentos corrompessem as evidências que tinha diante de si . Conseguiria enxergar o que era importante? Não era policial; talvez não agisse de modo justo. Ele não queria pesar na balança o que era certo ou errado, dando aos criminosos mais direitos do que às vítimas. Para ele, pessoas como Roger Morton eram a escória e não mereciam os direitos que tomava como certos. Por que no sistema eram os criminosos que tinham todos os direitos? Onde estava a justiça?''

Lucy Kincaid é uma sobrevivente. Forte, determinada, corajosa, uma protagonista marcante. Lucy foi vítima de um brutal crime a seis anos atrás. Com 18 anos, ela foi sequestrada, espancada e estuprada durante dias, enquanto tudo o que sofria passava ao vivo na internet, em tempo real, onde pessoas votavam como ela deveria ser morta.

Lucy sobreviveu! Retomou as rédeas de sua vida e hoje, aos 24 anos, seu maior objetivo é ser agente do FBI, enquanto aguarda sua entrevista, a moça trabalha como voluntária no grupo PMC (prioridade mulheres e crianças), onde ela monitora os criminosos que estão em liberdade condicional, ela entra em bate-papos e serve de isca para possíveis predadores sexuais. Marca os encontros, mais quem vai em encontro com os caras são a policia e o FBI. Porém coisas estranhas começam a acontecer.

Lucy percebe que criminosos com quem ela havia marcado os encontros para que fossem presos estavam aparecendo mortos, e ultimamente estava com a sensação que estava sendo vigiada de alguma forma, observada, monitorada. Será que era coisa da cabeça da mocinha? Afinal, depois do que ela passou é normal não se sentir 100% segura!

Tudo isso acontece ao mesmo tempo em que Roger Morton, um dos monstros que a violentou esta em liberdade. E Morton misteriosamente aparece morto também. Lucy começa a perceber alguns padrões e se preocupa, será que está novamente em perigo?

Juntamente com Sean Rogan - melhor amigo e sócio de seu irmão em uma agencia de segurança, Kate e Dillon - seu irmão e cunhada que trabalham para o FBI e dois agentes especiais - Noah e Abigail, Lucy entra em uma intrigante busca pela verdade que pode salvar sua vida!

''Difícil? Era o inferno, mas ela passou pelo inferno antes. Sobreviveria, mesmo diante da traição. Por que sua única opção era ir para a cama e puxar as cobertas sobre a cabeça e chorar . Se não fez isso seis anos antes, certamente não faria agora.''

''– Do cachorro morto da garota que não quis mais obedecer . Não se acorda certa manhã e se decide matar um cachorro de alguém. Ele já devia ter feito isso antes. Matar animai s é um dos três traços comuns aos assassinos seriais. ''

Esse livro é muito bom! Eu realmente fiquei vidrada no enredo o tempo todo, somos apresentados a muitos personagens - que podem ou não ser potenciais culpados, todos são suspeitos até que provem o contrario, somos induzidos e levados pelas emoções de Lucy. ficamos intrigados com as situações que aparecem, capítulos que são narrados pelo ponto de vista das mentes criminosas, fazem como se montássemos um super quebra cabeça na nossa mente.

Esse livro me fez sentir dentro de uma investigação policial mesmo, ver todas as pontas soltas, analisar todos que apareciam, tentar pensar como os criminosos e entender as vítimas.

Em momento algum encontramos narrações bizarras de ler, eu adorei a escrita da autora, mesmo com temas fortes e chocantes, ela não faz do livro uma obra pesada com cenas horríveis. Não! Os fatos que ocorrem estão ali, os criminosos existem, há capítulos narrados por eles, mas o livro é forte sem ser apelativo! Eu gostei muito! É um livro adulto, mais não é um livro erótico, a autora faz um paralelo entre toda a ''ação'' e o romance, que faz o livro ficar mais leve e fofo.

''Lucy deu uma olhada para Sean e a ansiedade em relação à novidade de mais um corpo encontrado sumiu. Sean deu-lhe uma piscadela e segurou a mão dela par a ajudá-la a sair do carro. Lucy sentiu retornar o formigar não tão sutil de quando o viu assim que abriu a porta de casa em seu impecável terno cinza-escuro e gravata azul -celeste, combinando com a cor dos olhos dele. Ele estava de tirar o fôlego, e ela não estava acostumada à atração física. Ela admirava a beleza em um nível intelectual . Mas com Sean Rogan, seu corpo reagia antes da mente, respondendo à voz dele, ao toque, ao modo como ele a fitava, antes que sua mente captasse que talvez ele estivesse flertando. E que talvez ela estivesse gostando...''

Um dos muitos temas abordados fora todos que já citei, é o caso dos Vingadores. As pessoas que fazem justiça com as próprias mãos. Nos faz refletir, até onde a justiça faz justiça? Temos o direito de matar outro ser humano, mesmo que seja um monstro? Até onde é doença? Até onde é CERTO?

''Os vingadores têm um forte senso do que é certo e do que é errado, mas o que eles consideram certo e errado é visto através de lentes distorcidas.''

Lucy dá um temendo banho de superação e força, mesmo mostrando em diversas partes como é frágil. Mostra como é importante seguir em frente, não deixar um determinado fato dizer o que ela é. Sim! O que aconteceu faz parte dela, mas não é só isso, ela não é uma vítima e ela não ia desmoronar, ela ia sobreviver e superar qualquer coisa que acontecesse com ela.

Uma das partes que mais gostei foi o romance dela com o Sean. O modo como ela se entregou a ele e o modo como ele tratou ele. Não como uma vítima que pode quebrar a qualquer momento, mas como uma mulher especial. Que é o que ela é para ele. Fofo, lindo, de suspirar é pouco para esse romance! Amei demais! Super me apaixonei pelo Sean e seu jeitinho de menino e homem protetor!

Super indico essa leitura para quem gosta de um bom thriller policial e psicológico de suspense. Ação, romance e drama em um enredo intenso de tirar o fôlego!

''(...) é um bastardo sádico e doentio, e ele vai matar a mulher que eu amo se você não nos ajudar a encontrá-lo.''

Quote preferido:

''Lucy não conseguia se lembrar da última vez em que sentiu tamanha paz , conforto e desejo. Sean beijava-a com suavidade, indefinidamente, sem pressa, sem pressão, somente uma constante afeição fluía dele. Ela absorveu-a, deliciando-se com o abraço. Sentiu-se desejada, querida. Mas o que provocava o farfalhar em seu estômago era Sean. O modo como ele a fazia se sentir ao mesmo tempo protegida e acreditada, a maneira como ela o fitava como se partilhassem um segredo. O modo como ele a tocava. Não só ali na poltrona, com os braços ao seu redor como se fosse um cobertor quente e musculoso, mas o tempo todo. Com um toque na mão. Quando se apoiava às suas costas. Resvalando seu braço, como que só para se certificar de que ela estava lá, de que ela soubesse que ele estava lá. Ele era a pessoa mais tátil que ela conhecia. Sean Rogan era extremamente confiante, ele sabia que era esperto e atraente, mas não se gabava disso. Quando ele a tocava era como se quisesse assegurar-se de algo. Do quê? De que ela estava lá? De que ela não iria embora? De que ela quisesse que ele a tocasse? Era um gesto carinhoso e excitante, nem um pouco assustador.
– Eu queria que você pudesse me abraçar assim a noite inteira – ela sussurrou.
– Não acho que eu conseguiria somente beijá-la a noite inteira.''


site: http://overdoselite.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Livretando 17/01/2014

Resenha: Se eu morrer antes de você
Lucy Kincaid é uma jovem que há seis anos foi sequestrada e mantida sob custódia de estupradores. Foi molestada por diversas vezes durante o período de confinamento, mas o que tornou a situação ainda mais degradante, foi o fato de que todos os abusos eram exibidos ao vivo pela internet, sob condição de pagamento. As meninas sequestradas eram usadas como objeto de negócio.

Mas contrariando o histórico do todas as vítimas desses criminosos, Lucy conseguiu escapar. E, até então, briga com seus medos tentando esquecer, a qualquer custo, esse passado tão devastador. Com sede de justiça, Lucy entra em um grupo especializado nesse tipo de crimes e lá sua função é rastrear, através da internet, e mandar de volta para a prisão criminosos sexuais, afinal, o sistema falhou em seu julgamento e eles não deveriam estar a solta, oferecendo risco à sociedade.

Mas as coisas começam a sair dos trilhos, Lucy percebe que os estupradores com que ela vêm se comunicando estão sendo mortos, incluindo o homem que participou de seu sequestro. E para deixar as coisas ainda mais tensas, ela tem a sensação de estar sendo observada há dias. Será que, depois de tanto sofrimento, o pesadelo de Lucy ainda não acabou? Será que ela está realmente sendo perseguida, ou é apenas fruto de sua imaginação devastada pelo passado? É possível!

Assim que li a sinopse deste livro, fui fisgado. Como muitos sabem, este é o gênero literário que mais aprecio, e a história me pareceu muito interessante. A leitura supriu minhas expectativas. Allison Brennan possui uma narrativa fantástica. Ela consegue prender o leitor, mantendo o mistério sempre em nível elevado, o que é fundamental nesse tipo de leitura. A obra é narrada em terceira pessoa, na maior parte da história. Alguns capítulos, ou parte deles, são narrados por um psicopata que dedica seu tempo a "domesticar as fêmeas". Daí já podem sentir o nível de loucura do cara, né? hehe...

Apesar do número excessivo de personagens, O livro me agradou muito durante toda a leitura, mas o final não tanto. Sinceramente, foi tão... normal! Esperava algo mais revelador. Sim, teve ação, foi empolgante e tudo o mais. Mas não teve aquele "quê" que sempre esperamos no final desse tipo de obra.

Se eu morrer antes de você é o primeiro livro da série "Love me to death" (adorei esse nome!). O próximo, Kiss me, Kill me (título original), ainda não tem previsão de lançamento aqui no Brasil. Mas ao final da leitura do primeiro volume, temos uma prévia do que vem por aí. Estou curioso.

P.S. Não recomendo a leitura para menores de 16 anos, algumas cenas são bem picantes. São poucas, mas existem. hehe...

site: http://livretando.blogspot.com.br/2012/03/resenha-se-eu-morrer-antes-de-voce.html
Juliana Teixeira 15/04/2014minha estante
O Segundo livro já foi lançado se chama beije-me antes de morrer.


Breno Rodrigues 15/04/2014minha estante
Sim, obrigado por informar. É que essa resenha não é recente, é de Março de 2012. Inclusive já estou com a sequência pra ler aqui na minha estante.




Anônimo 07/12/2013

INCONSISTENTE
Não é um livro ruim. A personagem é admirável, o ritmo é vibrante, a trama bem amarrada, mas faltou algo para me seduzir, como acontece com outras obras do gênero. Até a metade a trama teve um ritmo e uma atmosfera que me envolveram, mas depois perdi o interesse. Não foi nenhum esforço terminá-lo, trata-se de um bom livro, mas faltou surpresas no final. Não chega a ser previsível mas algumas reviravoltas poderiam tornar o livro mais marcante.
comentários(0)comente



Virgílio César 15/10/2013

Não gostei
Livro muito fraco, parece mais um drama do que policial. Não me agradou.
comentários(0)comente



Myris 06/10/2013

Resenha no Blog Na Cabeceira da Cama
O livro nos apresenta Lucy Kincaid uma jovem mulher que há seis anos sofreu um grande trauma e hoje trabalha como voluntária do PMC (Proteção a Mulheres e Crianças), um departamento que tem a função de rastrear criminosos sexuais, mas na realidade o objetivo principal de Lucy é entrar para o FBI, pois o que ela mais deseja é ajudar a tirar das ruas os maníacos como aquele de quem um dia ela foi vítima.
O foco central do livro é sobre os assassinatos dos criminosos que Lucy ajudou a localizar, esses crimes estão acontecendo com todos aqueles que conseguiram de alguma forma sair da prisão. Com seu histórico e por ter sido ela quem primeiro rastreou e entrou em contato com os criminosos Lucy acaba se tornando uma das principais suspeitas.

Bom, agora vou dar a minha opinião, pois se continuar falando vou acabar entregando muita coisa… Esse foi sinceramente um dos melhores livros policiais que li ultimamente. Ele prende o leitor do início ao fim.
As características da protagonista foram muito bem escritas, trazendo realidade. Ela se tornou uma mulher forte e decidida mesmo com seu passado turbulento, e isso nos faz pensar o quão normal uma pessoa seria após um estupro violento, uma humilhação pública.

O livro aborda também a questão das pessoas que entram inadvertidamente na internet, nas redes sociais, nas salas de bate papo e fazem amizade com pessoas que não conhecem sem imaginar que aquela pessoa pode se tratar de outra, de um maníaco, de um assassino… A mídia está aí pra mostrar como tantos e tantos casos assim acabam mal.

Se eu morrer antes de você apesar de um livro policial muito bem escrito, também tem uma pitada de romance o que dá uma leveza no decorrer da trama, pois Lucy mostra uma parte dela que ainda sobrevive mesmo após o ataque que sofreu. O coração dela não foi contaminado e ainda conseguia se apaixonar.

Ahhh o velho ditado “Não julgue um livro pela capa” vem bem a calhar se levarmos em conta a capa e o título desse livro (que achei lindos por sinal), pois a primeira vista imaginei ser algum tipo de romance ou drama (sei lá), isso se deve principalmente ao fato da capa ter um bucólico casal passeando de mãos dadas, porém aconselho aos leitores após a leitura do livro a olhar minuciosamente a capa, será realmente um casal passeando??? (rs) Isso fica a critério de vocês.

Leia a resenha completa no link abaixo:

site: http://www.nacabeceiradacama.com.br/2012/05/resenha-se-eu-morrer-antes-de-voce.html
comentários(0)comente



PRETO 26/09/2013

Um romance policial "bonzinho".
Pra quem curte um pouco de investigação policial e uns amassos misturados, bom livro mas já li melhores (inclusive nessa linha, que aliás não faz muito meu tipo,mas li pq estava lá na estante), mas pra quem gosta eu indico.
comentários(0)comente



Lizianesg 10/08/2013

Se eu morrer antes de você
Se eu morrer antes de você é o primeiro livro da série Love Me to Death, leitura obrigatória para quem gosta de um suspense policial que envolve assassinatos, violência sexual contra mulheres, pornografia e o mundo virtual.

Lucy quando tinha 18 anos foi sequestrada e violentada diversas vezes, mas o que deixa o crime ainda mais assustador é que tudo era transmitido pela internet e quem assistia votava na maneira que ela deveria ser morta.

Mesmo depois de um trauma como o que Lucy sofreu, o que ela mais quer é fazer parte da equipe do FBI. Atualmente com 24 anos ela trabalha como voluntária no grupo PMC (Prioridade para Mulheres e Crianças), onde ela monitora os agressores sexuais que saíram da prisão, ela cria contas falsas nas salas de bate-papo e mantém contato com os agressores, articula armadilhas para pegar os que estão violando as regras, assim marca o encontro e o FBI prende novamente os infratores. Mas algo muito estranho começa a acontecer, os homens que não eram pegos na armadilha armada por Lucy estavam sendo assassinados.

Lucy começa se ver novamente envolvida em um circo de horrores, assassinatos acontecendo e ela tendo certeza de que alguém está seguindo e observando todos os seus movimentos. Sean é investigador, e sócio do irmão de Lucy, ele começa a andar sempre com ela, temendo sua segurança e inicia uma investigação por conta própria a fim de descobrir quem está perseguindo Lucy.

Não dá para deixar de fora as cenas românticas protagonizadas por Sean e Lucy.
O que Sean não esperava é que em um momento de distração, em que ele deixa Lucy sozinha ela se veria novamente nas garras de um psicopata.

As cenas são descritas de uma maneira que você consegue visualizar todos os detalhes e requintes de crueldade. É interessante ver que a protagonista (Lucy) se mostra forte e decidida com relação ao que realmente quer, mas tem momentos em que ela se mostra frágil e um tanto paranoica sempre se sentindo observada, pois não tem como uma mulher passar pelo que ela passou sem ficar com algum resquício de medo. O que é legal também é o relacionamento dela com Sean, a maneira que ela se entrega a ele.

O livro tem vários erros de digitação o que não me agradou muito e pelo que vi na internet, antes do lançamento de Se eu morrer antes de você foi lançado uma trilogia “Evil” que conta a história dos irmãos de Lucy e também o que aconteceu com ela, penso que a editora deveria ter lançado primeiro a trilogia "Evil" para depois a série "Love Me to Death".
comentários(0)comente



Mari 27/07/2013

-
Aos dezoito anos, Lucia Kincaid foi estuprada e quase morta por um homem que conheceu pela internet. A intenção era filmá-la sendo violentada e cobrar para que outros homens assistissem online e, mais tarde, escolhessem a forma que ela morreria. Por sorte ele foi detido antes de completar o plano.

Agora, seis anos depois, Lucy trabalha para a PMC, uma associação que investiga a exploração sexual de mulheres e crianças, mas o que quer mesmo é virar uma agente do FBI. Seu trabalho é marcar encontros com agressores sexuais que estão em liberdade e, se tudo sair como planejado, eles voltam para a cadeia.

Apesar de ter conseguido seguir com sua vida, às vezes ela tem recaídas, sentindo como se estivesse sendo observada e em perigo.

Para sua surpresa, Roger Morton, um dos homens que destruíram sua vida, foi solto em uma espécie de condicional. E, alguns meses depois, foi encontrado morto. Afinal, quem o matou?

E para piorar, descobre que alguns dos homens que ela conseguiu rastrear e não apareceram na noite do encontro planejado estão mortos.

Alguém está seguindo os passos desses criminosos e usando a garota para fazer justiça com as próprias mãos.

Junto com Sean Rogan (sócio do seu irmão), sua família e alguns agentes do FBI, Lucy tenta desvendar o mistério por trás desses crimes e descobrir quem está a perseguindo.

Se não me engano, “Se eu morrer antes de você” é o primeiro romance policial que eu leio. E posso dizer que não me decepcionei. O livro é muito bom!

O livro é narrado em terceira pessoa e, de vez em quando, em primeira, sob o ponto de vista do assassino (completamente louco, diga-se de passagem).

Me surpreendi bastante com os acontecimentos e muitas vezes me vi pensando “Meu Deus, e agora?”. Depois que começa a ler, não tem como parar.

Mega recomendado!

site: http://mundo-da-noite.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Linny 06/06/2013

Surpreendente.
Se Eu Morrer Antes de Você é o primeiro volume da série Love Me to Death. Trata-se de um thriller extremamente bem desenvolvido, tanto a história quanto os personagens me agradaram imensamente; de forma que não consegui desgrudar das páginas enquanto não finalizei a leitura, porém a minha ansiedade não foi totalmente saciada, agora me encontro curiosa para ler Beije-me Antes de Morrer rs.

Neste livro conhecemos a vida de Lucy Kincaid, uma jovem que sofreu um grande trauma há seis anos; na época, ela conheceu pela internet um homem que parecia ser o seu tipo ideal, porém após ser atacada brutalmente em seu primeiro encontro, ela percebeu que tinha se envolvido com um psicopata perigoso. No entanto, contrariando o histórico das vitimas deste maníaco, ela consegue sobreviver.
Desta maneira após anos de dor, sofrimento e inúmeros tratamentos com médicos e psiquiatras, ela descobre um jeito de dar a volta por cima trabalhando como voluntária em um departamento encarregado de investigar crimes sexuais. O seu papel é rastrear pela internet, psicopatas e maníacos sexuais para que sejam presos. Entretanto sua vida é abalada novamente quando descobre que vários destes criminosos que ela ajudou a localizar, estão sendo mortos desde que deixaram a prisão. E este fato faz com que Lucy se envolva novamente em uma trama de suspense repleta de perigos e ameaças.
A história deste livro é forte, pois a autora não omitiu palavras, nem fatos aterrorizantes para amenizar a narrativa, portanto alguns leitores podem se sentir desconfortáveis em determinados momentos, no entanto deixo claro que este suspense policial é tão envolvente que para os apreciadores do gênero é quase como uma leitura obrigatória!
Além de uma narrativa surpreendente que conta com diversos acontecimentos de tirar o fôlego e prender a atenção, o leitor em alguns capítulos tem a oportunidade de conhecer profundamente a mente de um personagem que é um dos psicopatas. E isto foi um dos pontos positivos que mais contribuíram para estimular a grandeza e a originalidade da história, no meu ponto de vista.

“ Ela acha que sou nada.Considero deixar o anonimato do meu carro, caminhar pelo jardim e esperar por ela. Quando ela chegar, vou cortar a sua garganta.Minha visão se escurece e por um momento não enxergo nada. Quero que ela entenda que as ações dela têm conseqüências. Não posso educá-la se ela estiver morta. Luzes cortam a neve densa, enevoada e indistinta. O carro diminui a velocidade, para.Lucy Kincaid está em casa.”

Também posso ressaltar que a personagem principal contribuiu muito para o desenvolvimento da trama, pois Lucy é uma mulher destemida e muito corajosa e isso faz com que o leitor torça pelo seu sucesso e conseqüentemente por justiça a todas as vitimas. E além de suspense, a trama conta com cenas de ação, romance e drama.
O único ponto que me desagradou de certa forma, não tem relação com o livro, mas sim com a publicação aqui no Brasil, isso porque fiquei sabendo que há três volumes que antecedem essa série, como uma antologia curta, sendo que um deles foi lançado entre o primeiro e segundo volume da série Lucy Kincaid e estes contam mais detalhes sobre a família Kincaid, inclusive sobre o que aconteceu com Lucy e seu irmão no momento do seu sequestro. O problema é que a editora não publicou e provavelmente não irá publicar a trilogia No Evil. Seria interessante o leitor conhecer mais detalhes, acho tão chato quando não publicam tudo! Mas mesmo não sendo uma leitura obrigátoria, vou procurar ler a trilogia como um complemento, nem que seja em e-book!
Em resumo, adorei este livro como também aprovei a escrita da autora. Por isso recomendo a todos os fãs de thrillers lerem esta série!
comentários(0)comente



Ester 29/04/2013

Se Eu Morrer Antes de Você - Allison Brennan.
É um romance policial, com bastante suspense.
O livro conta a história de Lucy Kincaid, uma jovem com um passado doloroso: seis anos antes conhece Adam Scott pela internet, é sequestrada e violentada por ele e Roger Morton, tudo sendo transmitido pela internet. Mas consegue escapar viva. Durante anos Lucy tenta viver uma vida normal. Mas nada na vida dela é normal, sua família foi totalmente destruída psicologicamente por causa disso, tanto ela quanto os irmãs e parentes estão de algum modo trabalhando envolvidos ao lado da polícia. Atualmente ela se dedica ao trabalho no PMC, um grupo fechado onde rastreia agressores sexuais e marca encontros onde a polícia os prende.
Ela descobre que vários desses agressores foram assassinados no dia em que ela marcou esses encontros. E a pergunta é, qual a trama por trás disso ? Quem está matando esses psicopatas antes de Lucy conseguir colocá-los na prisão ?
Além disso, Lucy está sendo vigiada por um psicopata, muito louco, e com uma mente doentia.

"Preciso ouvir os pedidos de clemência dela. Preciso saborear as lágrimas do rosto dela. Preciso vê-la se partir ao meio. Preciso sentir o cheiro do medo dela. Preciso que ela obedeça." Pág 191
"Lucy Kincaid precisa ser treinada. Preciso domá-la. Ela é o problema. Eu sou a solução." Pág. 382

Já deu pra perceber o nivel da loucura, mas não consegui descobrir quem era esse perseguidor, até ser revelado.
Só tem uma coisa que deixou a desejar, que é a revisão do livro. Existem vários erros como a falta de espaço entre as palavras, que atrapalham bastante.
Mas fora isso, a leitura é cativante. Com certeza merece 5 estrelas. Estou ansiosa pela continuação "Kiss me, kill me".
comentários(0)comente



Semiramis 22/02/2013

Romantico Policial
Só pelo final essa história já merece 5 estrelas,rs.
Lucy é uma personagem marcante, determinada, corajosa, que luta pra ajudar as vitimas de abuso sexual, pois sentiu na pele todo o horror desse crime cometido contra a mulher.
Apesar de todas as tecnicalidades (existe essa palavra?), entre FBI, agentes particulares, um monte de tecnologia, a autora se esmerou em criar um ambiente familiar unido, com a presença dos irmãos da Lucy, seus erros e acertos, e toda aquela interação fraterna que gosto tanto nos livros.
E não posso deixar de falar de Sean, mocinho TDB, apaixonado, carinhoso, compreensivo... (é não existe, mas o que isso importa, não é?rs), que fez tudo pela Lucy, ai, ai... Os momentos finais, foram lindos, eletrizantes, a cada palavra parecia que o pior iria acontecer, nossa!
Ah, e dá uma tristeza tão grande pelas vítimas... =(
Agora, indo para a continuação.
Silvana Barbosa 10/07/2013minha estante
Ih , esses é daqueles livros que dá um medão de ler e depois ficar acordada no meio da noite com os zoião arregalado de medo . Ando tão impressionável rsrs !!! Fico naquela : ler ou não ler , eis a questão .




Dina 19/02/2013

Um ótimo livro policial!
Um ótimo livro de suspense policial. A tensão vai aumentando aos poucos até o desfecho final e tudo isso sem que a gente consiga tirar os olhos do livro.
comentários(0)comente



Cia do Leitor 19/01/2013

SE EU MORRER ANTES DE VOCÊ
Taí um livro agitado!
Foi com grande satisfação que concluí esta incrível leitura, estou falando do livro: SE EU MORRER ANTES DE VOCÊ da autora Allison Brennan, um trailler de suspense, intrigas e teorias da conspiração de tirar o sono. Claro, sem esquecer do recheio de romance quente para equilibrar a trama. A nossa parceira Editora UNIVERSO DOS LIVROS cedeu esta obra para conhecemos e entramos nesse mundo onde o Serial Killers pode ser quem menos esperamos e a mocinha pode ser mais forte do que imaginamos...

É um livro com 470 páginas, distribuídas em 46 capítulos pequenos, narrado em terceira pessoa, de vez em quando em primeira - através dos pensamentos macabros do psicopata. As páginas são de papel pólen para facilitar na leitura e não cansar os olhos. A diagramação caprichada, porém, encontrei alguns errinhos de concordância e edição, mas, nada que atrapalhe a leitura, pois, o livro realmente te prende e satisfaz.

Somos apresentada a protagonista Lucy Kincaid que teve um passado traumático após conhecer um homem na internet e logo no primeiro encontro descobriu por meios violentos e cruéis que se tratava de um psicopata que atraia suas vítimas através de sites pessoais e salas de bate-papo, a fim de violentá-las, agredi-las até a morte, tudo diante de câmeras para expôr em um site específico na internet. Eram os sádicos usuários deste site, que ditavam como as vitimas deveriam sofrer os abusos até o ultimo suspiro.
Lucy foi violentada e surrada por homens durante dias diante de câmeras, a única coisa que diferenciou das outras vítimas foi que, conseguiu ser resgatada ainda com vida pelo FBI.

Passado seis anos, Lucy ainda com os vestígios do que sofrera, dedicou-se a trabalhar na PMC - Prioridade para Mulheres e Crianças - monitorando as salas de bate-papo na internet a fim de rastrear agressores sexuais, criava contas falsas para atrair os criminosos fazer-se de inocente, marcava encontros com os mal-feitores, e a partir do ato consumado os agentes do FBI abordavam os criminosos com ordem de prisão. Seu sonho é também fazer parte da equipe do FBI, como agente, está a espera do resultado do processo seletivo.

Mas, alguém estava a sua espreita, Lucy sentia-se perseguida, crimes estavam acontecendo em sua volta e a ligação com seu passado era cada vez mais obvia. Este mesmo alguém estava testando-a, com o desejo de assusta-la e feri-la... Lucy que até então queria esquecer o terror que vivera, viu-se novamente envolvida em atrocidades causado por um misterioso serial Killers com novas vitimas e que ao mesmo tempo usava suas informações para exterminar os novos agressores que ela rastreava na internet .

O Apoio da família, que por acaso são pessoas ligadas ao FBI e a ajuda de Sean (um investigador, amigo de seu irmão) é que fortalece Lucy. Porém, a situação vai se agravando com o decorrer da história, até tudo sair do controle.

Os primeiros capítulos conhecemos uma Lucy destemida, decidida a apagar seu passado, a estória até então é um pouco lenta, mas não desinteressante, pelo contrário, tudo tem uma ligação e um porquê. Quando Sean entra em cena, as coisas vão esquentando, mesmo porque o misterioso serial Killers sente-se ameaçado com a presença de mais um protetor. Um relacionamento amoroso nasce entre Lucy e Sean, dando pitadas mais quentes na estória.
A partir desta fase o livro torna-se frenético, ação, suspense e muito romance é sustentado até o desfecho que é surpreendente. Somos realmente envolvidos no terror psicológico que o livro apresenta.

É um caso a se pensar, internet pode ser um meio de diversão e novas amizades, mas, não podemos negar que também pode ser uma encruzilhada onde os caminhos que escolhemos seguir pode nos levar a decepções e ao perigo mortal.

Super aconselhado e indicado!
comentários(0)comente



Beatriz 16/01/2013

Aguardando ansiosíssima o Volume 2 Kiss me, kill me!
Não achei a tradução do título do Volume 1 muito adequada ao livro, mas o livro em si é muito bom, um ótimo romance Policial!
comentários(0)comente



86 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6