O Iluminado

O Iluminado Stephen King...




Resenhas - O Iluminado


509 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Biblioteca Álvaro Guerra 13/11/2019

A edição do iluminado conta ainda com extras e traz aí a história pregressa do Overlook e o que aconteceu após a explosão. Eu gostei muito da edição. E estou ansiosa pelos próximos da biblioteca king.

Empreste esse livro na biblioteca pública.

Livro disponível para empréstimo nas Bibliotecas Municipais de São Paulo. Basta reservar! De graça!

site: http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/isbn/8574796433
comentários(0)comente



Libicni 08/11/2019

O filme nao honra.
Um livro cheio de surpresas, desfrute de todos os detalhes da historia, o filme nao honra por que existem muitos eventos que foram deixados de fora. O universo de King e fascinante.
comentários(0)comente



vallery 07/11/2019

Sensacional!
Sempre fui amante dos livros de suspense, foi isso que me levou a começar a ler Stephen King, e simplesmente me apaixonei! Não deixo de ler um livro dele.
comentários(0)comente



Áquila 02/11/2019

Que livro chato.
São vários e vários parágrafos de coisas que não complemetam em NADA na história, você lê mais e mais páginas porém a história não anda, fica sem rumo e sem sentido. Nem mesmo "IT" com mais de 1000 páginas chegou a ser tão enrolado e entediante como esse livro.
O personagem do Jack Torrance é o mais INESCRUPULOSO que eu já li. Fora outras coisas tão bobas como "animais de arbusto", era pra ser assustador, engraçado, ou King quis escrever fantasia para crianças? WTF velho.
O final foi satisfatório, mas e então? Ler um livro enorme só pelo final?
Uma das piores experiências com leituras da minha vida, nunca que leio isso outra vez.
Vanessa 02/11/2019minha estante
Tbm achei bem ruim! E nas cenas com o cozinheiro... puts, que tédio


vallery 07/11/2019minha estante
Nossa, acho que vocês leram errado kkkkk




Afreitas 31/10/2019

Narrada em terceira pessoa, o livro vai contar a história de Jack Torrance, um ex alcoólatra, e sua família, que, por trabalho, vão passar uma temporada no Hotel Overlook. No entanto, conforme o inverno vai chegando, o local começa a ficar mais sinistro e forças malignas tentam se apossar de Dany Torrance, que possui alguns poderes sobrenaturais. Entretanto essas forças encontram dificuldade em se apossar da criança e se aproveitam da fraqueza do seu pai.

Comecei o livro expectativas altas, uma vez que amei It a coisa e só ouvia boas críticas do livro. Não que seja ruim, de fato é bom, mas não achei essas coisas que tanto falam. Tinha algumas partes do livro que o King divagava ou enrolava demais, deixando a leitura bem maçante. Infelizmente, essa é uma característica marcante do autor, que não me incomodou em It, mas que me fez prolongar a leitura de O iluminado para quase um mês.

No entanto, tirando esse detalhe, a história é boa. Todos os pontos que a compõe foram bem trabalhados no livro e bem escrito. Além também de trazer mesmo o suspense da história, o que vejo em poucos livros do gênero. Esse detalhe do King é o que mais me impressiona, pois me senti tensa ou aflita em algumas partes.

Outro ponto que quero dar ênfase aqui é a capacidade do autor de fazer com que você se apegue muito a um personagem da história. O Dany é um serzinho que encanta a qualquer um, a sua inteligência me impressionou tanto que as vezes eu esquecia que ele era uma criança de 5 anos de idade, e não um adulto que aparentava ser. Me apeguei muito a ele, como me apeguei ao Ben de It.

Enfim, embora tenha tido meus problemas com os detalhes exacerbados do Stephen King, o livro me trouxe ótimas emoções que, com certeza, me farão lembrar sempre da história, em especial o Dan Torrance.
comentários(0)comente



Drika 30/10/2019

Muito bom!
Resenha – O Iluminado
Jack Torrance, uma combinação explosiva de gênio difícil + alcoolismo. Todas as suas oportunidades jogadas na lata do lixo devido ao seu vício incontrolável. Porém, uma chance surge, uma luz no fim do túnel, talvez sua última oportunidade: uma vaga de zelador no Hotel Overlook. Tomaria conta do estabelecimento durante todo o inverno em que ele ficaria fechado; ali junto de Danny e Wendy poderia melhorar, poderia recomeçar com sua família.
Nesse hotel Jack poderia ficar mais com seu filho, seu pequeno Doutor, que possuía um dom especial. Ele tinha a capacidade de enxergar tudo aquilo que os outros não viam, aquilo que ficava guardado dentro de suas mentes e corações. Para ele o véu que cobre a realidade, que a separa do plano espiritual é praticamente inexistente. E isso ficará muito maior durante sua estadia no hotel.
O Overlook, um lugar impregnado pelo mal, habitado por espíritos e criaturas nefastas fará com que o tão sonhado reduto da família Torrance se torne o pior pesadelo.
“O menino teria que derramar suas lágrimas várias vezes, ele sabia; e Danny tinha sorte em ser jovem ainda para poder chorar. As lágrimas que curam são também lágrimas que escaldam e castigam. ”
Confesso que inicialmente achei a leitura um pouco difícil, arrastada. No entanto, ao me aproximar do fim percebi o quanto todo o detalhamento foi necessário para a construção e entendimento dos personagens, especialmente Jack Torrance. A loucura em que ele vai se afogando lentamente é cada vez mais sufocante, seus medos e ambições vão se apoderando de cada célula de seu corpo e o leitor afunda junto com ele.
Adorei a forma que o King construiu o personagem da Wendy, uma mulher forte e determinada a lutar até o fim para proteger seu filho. Há também o Dick, o cozinheiro do hotel, uma peça fundamental para toda a trama, principalmente para o pequeno Danny.


comentários(0)comente



Luanesdj 25/10/2019

Gostei
No começo não gostei muito, e fiquei dias sem ler e depois voltava, porque queria da uma chance ao King (o primeiro livro que li dele), todos falavam muito bem então decidir me dedica a ele. Em quanto eu estava chegando na metade do livro o livro foi melhorando, foi me prendendo um pouco, não pq p livro te prende, mas porque a história é boa. Enfim, adorei a história, gostei da escrita. Indico que todos lêem e preste bastante atenção em cada página, pra conseguir entender toda a história e como ela se passa.
comentários(0)comente



Luz Literária @luz.literaria 21/10/2019

Impactante.
- No Overlook, tudo tinha uma espécie de vida. Era como se algo tivesse dado corda no lugar todo, com uma chave de prata. O relógio batia. O relógio batia.-

TRAMA
Danny Torrence é um garoto de 5 anos muito especial. Ele é capaz de pressentir o futuro e ouvir pensamentos. Muitas vezes ele evita isso, sente que ouvir seus pais é como se os tivesse espionando.

Mas o que pode ser algo bom, também pode se transformar em algo diametralmente oposto?

Jack Torrance, pai de Danny, acredita que todos os problemas da família serão solucionados quando consegue uma vaga de zelador em um hotel.

Mas o hotel Overlook, imponente e antigo, carrega velhos segredos... antigas mágoas e ressentimentos. E ele aguarda vingança... e nada como uma boa família para alimentá-lo.

OPINIÃO
No início da trama me deparei com uma história tranquila, mas que já mostrava pontos de suspense e muito mistério sobrenatural. O que eu não esperava era que esse livro, em vários momentos, fosse me apunhalar com tanto medo e aflição.

A narrativa se dá em terceira pessoa, mas o autor traz à baila diversas situações de pensamentos dos personagens que se mesclam com aquela, trazendo-nos impacto e intimidade com eles.

Stephen, com sua escrita descritiva, conseguiu fazer com que eu imaginasse cada cenário, cada voz, cada respiração... quando os temores se manifestavam em seus personagens, eu os sentia dentro de mim.

Um tema interessante que a trama aborda com maestria é a repetição de padrões familiares. Tão real - ainda que aqui há algo de sobrenatural -, tão intenso e verdadeiro em tantas famílias.

Os personagens são bem construídos, apenas senti falta de um pouco mais de detalhes sobre Wendy (mãe de Danny). Ainda assim, vamos percorrer seus traumas e dificuldades.

Memorável, aterrorizante (em algumas partes), insano e impactante: é assim que descrevo essa obra. Sigo me apaixonando por Stephen King.

Indico para todos os fãs de um bom suspense sobrenatural.
comentários(0)comente



Wesley 19/10/2019

Satisfatório
Pelo que o livro se propõe é um ótimo livro com uma bela escrita do King, porém acho que não precisava se estender tanto na trama, poderia ter menos de 300 páginas fácil. Tive essa impressão mais porque terror/suspense não é dos meus gêneros favoritos, por isso em poucos momentos me senti submerso na história.
comentários(0)comente



PoliAna 16/10/2019

Me surpreendeu (de forma boa)
Não sou fã de Stephen King mas, por este ser um livro tão conhecido do autor, me senti impulsionada a ler.
A narrativa é impecável e a história é construída aos poucos, conforme você vai avançando as páginas. Além disso, você se sente muito próximo dos personagens principais, já que o autor nos permite saber o que eles pensam a todo momento - para mim, o mais impressionante foi o declínio mental do Jack, que o autor conseguiu descrever com maestria.
Não tive medo. Me senti tensa e ansiosa para saber o que aconteceria em seguida. Amei a leitura!
comentários(0)comente



Amandinha Costa 13/10/2019

Esperava mais......
Foi o primeiro livro que li do autor e confesso que esperava muito mais . O livro tem muita descrição o que torna meio desnecessário, chega uma hora que cansa ficar olhando o passado dos personagens , vendo seus anseios e problemas anteriores anteriores.

Porém , por mais descritivo que o livro seja as últimas 100 páginas são empolgantes , você fica curioso sobre o que vai acontecer no fim e não larga até terminar .

Queria entender muito mais sobre a capacidade de Danny , creio que só saberei se ler Doutor sono , o quê provavelmente não vai acontecer tão cedo ......

Pra quem quer começar a ler Stephen King não recomendo esse livro . Infelizmente
Macartiney 30/10/2019minha estante
Fiz ainda esse ano uma resenha nessa linha também, muito abaixo do que eu esperava.




Pedro 13/10/2019

Simplesmente Incrível
Eu esperava muito do livro, e ultrapassou minhas expectativas... foi meu primeiro livro do king, e com certeza não vou parar por aqui.
Achei que daria muito medo, pelo que falavam, mas o medo é subjetivo... não fiquei com medo em nenhum momento, e sou medroso kkk. Mas oq o livro possui e muito é tensão, uma tensão que vai prender vc até o final, da um certo arrepio que não deixa vc parar de ler.
A leitura é muito gostosa, bem fácil de ler mas muito bem feita.
A edição capa dura está impecável, muito bonita e sem erros, e possui um prefácio e posfácio (os dois no final) especiais, que foram recuperados, pois estavam muito tempo perdidos. Onde contam um pouco mais sobre a contrucão e oq aconteceu com passar do tempo no hotel overlook, antes da chegada dos Torrance. E no posfácio conta um pouco do oq acoteceu depois da história. Não posso falar muito sem spolilers kk.
Mas enfim, o livro é recomendadíssimo, um clássico e se tornou um dos melhores livros que eu já li.
comentários(0)comente



swaturno 12/10/2019

O medo que surgia quando eu lia esse livro é de outro mundo jkjkkkjjj
comentários(0)comente



Wash 06/10/2019

Vem tomar seu remédio
Preciso começar dizendo que esse é o tipo de livro que a história vai sendo construída até chegar ao clímax. As coisas realmente começam a acontecer da metade pra frente. Mas a história familiar da família Torrance vai te prendendo desde o inicio e é necessário que as peças se encaixem pra fazer sentido. Esse tipo de desenvolvimento vai te deixando gradativamente mais tenso e curioso sobre as coisas que estão por vir.

Desde o inicio do livro eu fiquei encantado com o Danny e a forma como ele lida com as coisas. É apenas uma criança de quatro anos, mas muitas vezes parecia ser o adulto da família.

Qualquer coisa que eu possa dizer de mais profundo na história poderia ser um spoiler. Por esse motivo vou dizer uma impressão geral do livro. O iluminado é pra quem gosta de histórias sendo construídas e de detalhes. Muita gente gosta de adrenalina do começo ao fim, e pode ter dificuldade de ter uma leitura fluida, principalmente no começo. Pra quem gosta desse tipo de livro, então é certeza absoluta de que vai ficar satisfeito.
comentários(0)comente



Gabriel 25/09/2019

King sendo King.
Jack Torrence possui o sonho de ser um escritor famoso, no entanto, nenhum de seus manuscritos foram aceitos pelas editoras. Frustrado, ele se torna um professor de literatura e possui sérios problemas de controle emocional e de abuso de bebidas alcóolicas. Após um grave incidente na escola em que trabalha que levou à demissão de Jack, ele é contratado para ser zelador durante a temporada de inverno no Hotel Overlook, uma centenária construção localizada nas montanhas. Durante a estação mais fria do ano e devido às intensas nevascas que cobrem as estradas, impossibilitando o acesso ao hotel, o Overlook fecha suas portas e é necessário que uma pessoa fique responsável pela limpeza das dependências do hotel e manter a caldeira aquecida para o funcionamento básico das dependências. O trabalho não parece difícil para Jack, além de possuir uma boa remuneração financeira. Vale salientar que as finanças da família estavam escassas e todas as despesas seriam de responsabilidade do hotel enquanto ele, sua esposa e seu filho Danny ficavam responsáveis pelo hotel. Rapidamente Jack aceita, vendo a oportunidade perfeita para enfim trabalhar em seu livro, a grande obra de sua vida. O que o professor não imaginava que o hotel era habitado por sombrias criaturas e espíritos e que elas se interessariam pelo jovem Danny, um menino com grandes poderes sobrenaturais. Procurando a salvação financeira e emocional para sua família, Jack, na verdade, os leva para um caminho de destruição e terror.

"O Overlook realmente não queria que eles saíssem dali. Em hipótese alguma. O Overlook estava se divertindo pra valer. Tinha um menininho pra amedrontar, um homem e sua mulher para instigar e, se jogasse as cartas corretamente, os três terminariam voando pelos corredores do Overlook como sombras de um romance de Shirley Jackson. Você poderia caminhar pela Casa da Colina sozinho, mas não ficaria sozinho no Overlook, não mesmo, aqui teria bastante companhia.."


Eu nem preciso me aprofundar muito na história, afinal, O Iluminado é um dos grandes clássicos do terror, tanto pelo livro, quanto pelo filme que comentei agora pouco. Agora que fiz a leitura, pude perceber que foi uma boa adaptação, ainda que no filme, ocorra a inclusão de cenas icônicas e emblemáticas, coisa que não ocorre no livro. A grande diferença, em minha opinião, fica por conta dos elementos de terror. Durante a leitura, senti uma apreensão muito maior e isso se dá justamente pelas fantásticas descrições de personagens, lugares e situações. Não é à toa que King é um dos meus autores favoritos e, em O Iluminado, ele não poupa páginas para descrever os sintuosos cômodos do Overlook. A história do hotel em si também é muito mais aprofundada e, pelo menos na edição que adquiri da Suma de Letras que faz parte de uma série especial chamada de "Biblioteca Stpehen King", a obra conta com um epílogo inédito com capítulos que foram excluídos da versão final do livro e que se aprofundam ainda mais na história do Hotel que durante toda sua história, foi vendido inúmeras vezes e utilizados de maneiras diversas. Cada história se conecta e dá um background muito interessante para as terríveis criaturas que habitam o Overlook e que começam a assombrar Danny.



Falando do personagem em si, Danny é tido como um Iluminado, ou seja, uma pessoa que possui poderes extra sensoriais e é capaz de ter visões sobre eventos passado ao entrar em uma sala, por exemplo. Danny também sofre de alucinações e os espíritos que habitam o Overlook, notando o poder do menino, começam a atormentá-lo, que resiste e se mantém são. Eles então começam a brincar com a mente de Jack tentando levá-lo a loucura. Apesar de algumas cenas bem macabras e que me colocaram muito medo (principalmente porque estava lendo à noite), o livro possui uma pegada muito mais psicológica e aterrorizante e sempre há aquela sensação de que algo está prestes a acontecer. Mais uma vez, King consegue dar peso à história e se torna algo impossível de parar de ler. Enquanto Jack mergulha cada vez mais nas histórias que envolvem o Overlook, ele já começa a sofrer as consequências da influência maligna que habita o hotel.

"Danny, é o que estou tentando dizer. Os iluminados às vezes podem ver coisas que vão acontecer, e acho que, as vezes podem ver coisas que aconteceram. Como se fossem desenhos num livro."


O Iluminado é uma obra que sem dúvida marcou sua geração por conta de sua autenticidade e originalidade. Até os dias de hoje, ele se destaca como uma obra atemporal e que serviram de inspiração para a criação de inúmeras histórias de terror. O único ponto que realmente me incomodou na história é que achei que os personagens se pegam constantemente pensando sobre o passado e alguns eventos das suas vidas. Tal recurso é importante, pois ajuda o leitor a identificar os passos que foram trilhados até os personagens se encontrarem ali, no entanto, há um exagero muito grande e é algo muito demorado. Em alguns momentos, King interrompe parágrafos super interessantes pois determinado personagem se lembra de algo e dá início a lembranças cujas descrições se estendem por páginas e páginas. Ao meu ver, quebra um pouco a imersão da história, mas é algo apenas pontual e que talvez não te incomode.

"Eu me preocupo. Porque ele é pequeno, e parece tão indefeso, e porque... Porque alguma coisa neste hotel parede desejar Danny. E vai passar por cima de nós para conseguir pegar nosso filho, se for preciso. É por isso que temos que sair daqui, Jack. Sei disso! "


As duas obras também possuem desfechos distintos - e principalmente, com algumas mudanças bem expressivas. Particularmente, gostei muito mais do final do livro e que serviu de gancho para a continuação da obra, chamada de Doutor Sono. O filme também já foi anunciado e já ganhou até seu trailer, no entanto, por conta das mudanças no final do longa, acredito que Doutor Sono não será uma adaptação tão fiel assim, mas isso é uma discussão para uma próxima resenha.

"Todas as eras do hotel estavam juntas agora, faltando apenas a atual, a Era dos Torrence. E estaria junto com o resto em muito em breve."



site: www.startes.com.br
comentários(0)comente



509 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |