Guardiões

Guardiões Monique Lavra




Resenhas - Guardiões


29 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Marcia 12/02/2012

O livro é interessantíssimo. Faz uma alusão ao que aconteceu anos após a história de Drácula de Bran Stoker, mas com um toque todo especial da autora. Palmas para literatura nacional!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Monique Lavra 18/12/2011minha estante
Adorei a resenha!




Bela dos Livros 16/04/2020

Surpreendente e Nacional
Posso dizer que não dava nada pela leitura, talvez por ser um pouco antiga a história ou que não conheça ninguém que leu, mas surpreendeu muito.

É de autora brasileira, inclusive da cidade que eu moro(não sei se ainda mora) e foi isso que motivou minha amiga a comprar e hoje o livro é meu.
Não chamo de reconto de Drácula, mas é como uma continuação nas gerações seguintes.
Nossa protagonista, Alicia Hacker começa o livro em uma viagem de avião do Brasil para Londres, onde sua única parente viva mora, sua avó. Ela decidi ir porque seu pai morreu "acidentalmente" quando estava indo visitar sua avó, indo então para desvendar os segredos que estão por trás da morte de seu pai.
Até porque, ela sempre foi proibida de ir a Londres por seus pais, sem saber os motivos, só diziam ser perigosos.
Chegando lá, ela é abordada por um completo estranho que conhece sua avó e que descobre sua vinda através das redes sociais. O que a protagonista não sabe é que sua avó está muito doente, então partem direto para o hospital.

Enfim, daí pra frente muitos fatos são revelados e postos à prova por Alicia, além de lidar com a verdade sobre existirem vampiros e que o filho de Drácula está atrás dos descendentes que mataram seu pai.

A gente tem romance, conflitos do passado, guerra e amizade. E existem continuações desse livro, mas só lendo ele já basta para entender a história.

Levou quatro estrelas porque ,pra mim, o romance tava muito forçado, podia ter sido mais devagar, sabe.

Quote
"_ No entanto, isso não acontece só quando se torna um vampiro, mas todas as vezes que se dá poder a quem é mal por natureza. Não precisa ser vampiro para cometer monstruosidades." Christiaan, página 124

site: https://www.instagram.com/p/B95kMvIDvSm/
comentários(0)comente



Viviane 29/01/2012

Guardiões
A autora Monique Lavra se inspirou no livro Drácula de Bran Sotker para escrever seus livro.
Nele a personagem principal Alice perde os pais num acidente suspeito. Então orfã, vai para Inglaterra, país de origem de seu pai, para se encontrar com sua avó, em Londres, única parente que tem no mundo. Lá chegando ela é recebida por Edward, um rapaz interessante e amigo de sua avó.
Porém as coisas não estão bem para a avó de Alice e ela falece, deixando a menina sozinha no mundo, só com Edward como companhia e com notícias sobre seu passado que não são fáceis de engolir.
Edward conta a Alice que ela, ele e outra pessoa, Lauren, uma advogada( advogada da família de Alice) são descendentes dos principais personagens do livro Drácula de Bran Stoker. Ela pira, claro, mas com algumas provas e acontecimentos ela vai acreditando. Então contam a verdade para Lauren que também fica reticente no começo, mas acaba acreditando e sabendo que a partir daí estão correndo perigo de vida e tem de se protegerem. Acho a personagem de Alice super guerreira, desconhece a força que tem, mas não tem medo de nada.
Alice conhece Christiaan, um gato tudo de bom que é um doce com ela. Também tem Willian Campbell que vai surpreender vocês. Alice aceita trabalhar para ele na universidade em que ele é diretor. Me esqueci de comentar que ela é historiadora, especialista em lendas europeias .
Não vou detalhar muito pois odeio tirar a magia da leitura e alguém, vocês já devem ter percebido isso nas minhas resenhas. Mas esse livro tem aventura, suspense, a história tem uma ótima trama .
A editora caprichou na capa, é linda, eu adorei *.*
Não encontrei erros ortográficos, mas nesse quesito peço desculpas porque meu óculos precisa ser trocado e uso a grana pra comprar mais livros ( prontofalei )*. Então, quando comprarem o livro, se acharem algum errinho podem vir aqui falar nos comentários, mas sério, não achei nenhum \o
Só para ressaltar, os personagens que citei são os principais, mas claro, surgem outros pelo andar da aventura de Alice, e no meio disso tudo ela descobre o valor do amor, da família, da amizade, dos desafios vencidos e a vencer. Enfim... ela amadurece. RECOMENDO esse livro a todos que gostem de uma boa trama para ler a noitinha.

Viviane

Blog Razão e Resenhas

http://vivianeblood.blogspot.com/2012/01/resenha-guardioes-monique-lavra.html#more
comentários(0)comente



Nanda 09/05/2012

Você acredita em Vampiros?
E se tudo que você acreditasse fosse ilusão?

" - Existem muitos mistérios no mundo, minha filha. E muitas vezes não conseguimos acreditar em certas coisas, mesmo quando elas estão diante dos nossos olhos, porque sempre queremos enxergar a lógica de tudo. Sempre procuramos ver o mundo com os olhos da razão - ela disse muito devagar." Pág 27

Alice Hacker, professora e historiadora, residente no Brasil, acreditava que a cidade natal de seus pais, Londres, escondia um grande segredo.

Com a morte misteriosa de seu pai, revolveu buscar respostas para suas dúvidas, indo morar com sua avó. O que ela não esperava era que as respostas mudariam por completo sua vida.

“Era a primeira vez que colocava os meus pés em Londres. Apesar de meus pais serem ingleses, eles não podiam nem pensar em voltar para lá, sequer para fazer uma visita. Também nunca me deixaram ir. Mesmo sendo adulta, eu respeitava a vontade deles, mas agora que estavam mortos, não fazia sentido nenhum eu continuar no Brasil, se a única pessoa da família que havia me restado era a minha avó, que vivia em Londres” (Pág. 11).

Com a ajuda de seus amigos, karen e Edwards, e de seu namorado Christian ????????, Alice parte em sua jornada de descobrimento e aventura, pesquisando sobre vampiros, e ao mesmo tempo tendo que proteger seus amigos e manter-se viva.

Guardiões prende a nossa atenção e desperta a curiosidade já no primeiro capítulo e segue até a última página, pela curiosidade que temos sobre a nossa corajosa personagem e sua busca, e nos faz pensar "cuidado com as histórias que ouvimos, pois podem ser reais."

Narrado na primeira pessoa, tornando a leitura fácil, agradável, por vezes bem detalhada, e muito boa!

Obrigada Monique por me proporcionar uma viagem agradável a Londres, cheia de mistérios e fantasias!

Super recomendo!


comentários(0)comente



pontas 12/11/2012

Guardiões
Alice Racker acaba de chegar a Londres. Seu pai morrera recentemente, e ele era quem o impedia de estar ali, pois sempre dizia que estar no Brasil era o melhor para ela. Mas agora ele não podia mais lhe impedir, e já estava na hora de ela visitar o país de sua família. País que ela só conhecia por fotos, mostradas por sua avó sempre que ia visitá-la. Só que sua avó está muito doente. Quem acaba lhe contando tudo é Edwards Holwood, amigo da família, principalmente de sua avó Elizabeth.

Na visita que Alice faz ao hospital, Elizabeth deixa claro que sua neta não devia estar ali, e que deveria voltar para o Brasil, onde estaria segura. Só que ela não acredita. Sua avó logo morre, e então ela conhece Willian, um homem charmoso e elegante que vai ao hospital fazer uma visita e fica sabendo do ocorrido. Logo depois, Edwards conta a Alice um segredo de família. Ao que parece a história escrita pelo célebre autor Bram Stoker não é apenas uma história, e sim relatos das famílias que estão presente no livro Drácula.

Porém, Alice acha que tudo é muito fantasioso. Seria impossível haver vampiros. E que o parentesco que ela, Edwards e Lauren Seward (advogada de confiança de sua avó), têm com os personagens da história, é apenas conhecidência. Só que tudo vai mudar e Alice se convencerá da verdade e descobrira a verdade por trás da morte de seu pai. Só que no meio disso tudo ela conhecerá Christiaan que guarda um segredo, e mexerá com seu coração. E mais ainda, vai descobrir que Willian não é tão bonzinho quanto aparenta.

Eu realmente gosto de livros que dão uma nova vida aos clássicos, se é que vocês me entendem. A autora nos mostra muito do livro Drácula. E quem nunca leu o livro, assim como eu, não se preocupem, não ficará totalmente perdido, porque muito é explicado durante a história. A narrativa do livro é bem rápida. No início não temos muitos detalhes sobre as vidas de todos os personagens que nos são apresentados. Então o ritmo de leitura é intenso e quando você vê já chegou quase o meio do livro. Só que em se tratando de detalhes de lugares, a autora nos dá muitos elementos para nos deliciarmos.

Os personagens são marcantes e com qualidades e defeitos que nos fazem ou gostar ou odiar suas atitudes. Ou as duas coisas ao mesmo tempo. Como já comentei no twitter, senti um misto de sensações ao ler o livro. Alice é uma moça forte e decidida, Edwards um rapaz companheiro e sincero, Lauren leal e apaixonada e Christiaam, calculista e inteligente. Vou parar por aqui para que a resenha não fique enorme por causa das descrições dos personagens.

A história entretém o leitor. Cada página aguça a curiosidade, e acaba se tornando difícil deixar o livro de lado. Os elementos sobre o livro do Bram Stoker ajudaram, eu fiquei realmente curioso pra saber mais sobre o parentesco entre os personagens e fiquei bem agitado quando percebi que um em especial guardava um segredo que me fez vibrar. Não vou dizer o que é, pode ser spoiler, então para saber terão de ler o livro. Ao meu ver, essa foi uma ótima sacada.

Essa capa eu adorei. Dá um toque misterioso ao livro e tem muito a ver com a história e com a parte importante dela. Sobre o título, você só vai entender o porque bem no final e é algo bem legal. Sobre diagramação e revisão posso dizer que deixaram a desejar. Na verdade os livros do selo Novos Talentos da Literatura Brasileira são sempre assim, tem alguns erros. Até hoje, só achei uma exceção. Só que esse não é o único ponto negativo, lembram que eu disse que as vezes eu fiquei com ódio de algumas atitudes dos personagens?

Pois é, infelizmente Alice e Christiaan as vezes se tornam personagens chatos com uma enorme baixa auto-estima e isso só quando estão juntos. Dá vontade de socar. Hora é ela achando que não é bonita o suficiente pra ele, hora é ele se auto criticando, sempre tentando aparecer como vilão horrível da história. Parece que o fato de estarem perto um do outro, um dispositivo baixo-estima liga e acabou. Por momentos, o clima entre romance me pareceu meio falso, e eu consegui descobrir o porquê, é o uso excessivo do termo “meu amor”. Poucas vezes eles se chamavam pelo nome, só por esse termo e eu achei que ficou bem, bem chato.

Porque o livro é sobre vampiros não é? Isso mesmo, e foi inevitável minha decepção com algumas coisas. No livro, os vampiros podem voltar a ser humanos e continuar com algumas habilidades vampíricas. Quando li isso, posso dizer me deu uma descrença na história, precisei dar uma pausa. Mas ainda bem que a autora sempre sabe dosar o ritmo e aguçar a curiosidade de alguma forma e logo essa descrença passou e devorei o livro.

Mesmo com esses pontos negativos o livro leva três estrelinhas, eu não sei explicar, eu me envolvi de verdade com alguns personagens. Essa não é “a” história de vampiros, aquela que vai fazer um auê, mas é uma boa história, que mesmo com falhas não deixa de ser interessante.
comentários(0)comente



Nicole Weiss 30/11/2012

O bem do mal...
Quando iniciei a leitura de Guardiões eu não fazia ideia do que esperar. Sabia que era um livro sobre vampiros. Entretanto, não contava com a elaborada e inteligente trama com a qual me deparei.

Apesar de basear-se em um antigo e famoso enredo, Monique montou seu próprio mundo, como se desse continuação ao maravilhoso e sombrio conto de Bram Stoker. Sim, estamos falando de Drácula.
Usando novos personagens, a autora ligou uma trama à outra de maneira impressionante e coerente. E não se preocupe, você não lerá mais um clichê vampirístico. Pelo contrário, os vampiros da Monique estão bem adaptados à nossa época e alguns mitos são confirmados como tal, outros nem tanto... Com muita coerência, a autora soube ligar seu time de “guardiões” ao elenco original de Bram Stoker. Nem o professor Van Helsing escapou!
Falando da escrita, a Monique faz o estilo “descritivo”. Apesar de conter muitos diálogos, a narração da protagonista dispensa que os mesmos sejam relatados na íntegra. Para quem gosta, é um prato cheio.
Não encontrei muitos erros, porém, o excesso de pronomes me deu a ideia de estar lendo uma obra traduzida e não um livro nacional. Entretanto, isso não desabona em nada o talento criativo da Monique.
Sobre os personagens, acredito que a escritora poderia ter explorado melhor a maldade de alguns. Veja bem, o time dos bonzinhos era como tal. Entretanto, os bandidos também tinham seu lado simpático, romântico e... bom! Para quem consegue ler nas entrelinhas, vai entender, assim como eu, que a mensagem que a Monique quis passar foi única e fundamental: por pior que seja uma pessoa, não há mal pleno dentro dela, sempre haverá um resquício de humanidade no interior de qualquer criatura.
Alice Harker, a protagonista, é tudo o que jamais encontrei em uma personagem: meiga, carismática, divertida e, mesmo tendo um caráter cativante, ela é guerreira, joga para matar, defende-se com golpes exímios e não permite que os amigos sejam submetidos, sempre está ali para socorrê-los, não importa as consequências. No entanto, Alice sente medo, tem seus momentos de extrema paúra, fato que a torna quase real!
No todo, a leitura é atual, dinâmica, bem explicada, interessante e diferente. Recomendo!
comentários(0)comente



Daniele Nhasser 14/08/2012

Guardiões - Monique Lavra
Guardiões um livro de romance vampiresco , pitada de terror (cheguei a sonhar com vampiros do mal me atacando kkk) , misterios , adrenalina e muito mas muito amor !!
Alice deixa o Brasil depois da morte do seu pai e vai para Londres onde mora sua unica avó , a ultima pessoa que resta de sua familia , chegando la ela encontra com a avó no leito e nao demora muito deixa nossa protagonista sozinha no mundo !
Alice conhece Edwards depois Lauren seus lacos sao muito fortes , segredos de familias sao revelados e eles tem um impasse , fugir da sina que colocam de frente com a morte como aconteceu com seus antepassados , ou enfrentar o inimigo!
Dois vampiros diferentes Christiaan e Willian , de lados opostos com mesmo objetivo , te-la Alice como sua parceira !
Christiaan pode matar seu adversario mas com isso impede de voltar a ser humano !
Diz a lenda que o unico jeito de voltar a viver como um mortal qualquer é que seu criador seja degolado , mas não pela propria pessoa ! Se ela matar seu criador a maldiçao é para o resto da eternidade !
Alice ama Christiaan , ela tem todos os motivos para defender a si propria e seus amigos e vingar a morte de seus antepassados ...
Willian o vilão dos sonhos de qualquer mulher , lindo , cavalheiro , é o poderoso chefão o causador de todos os problemas mas mesmo sendo mal traz dentro do peito um amor verdadeiro pela nossa heroina !
Diz capaz de mudar por ela ...
Alice ficara com quem ?? Willian é um anjo do mal mas ama com toda sua forca ...
Christiaan anjo do bem a ama , e luta para não ser um monstro ...
Ficou curioso ? Não deixe de ler essa estoria GUARDIÕES prendera sua atencao do inicio ao fim !!
Eu ameei , fiquei apaixonada por cada paragrafo super recomendo ;)

http://amantesdelivros-2012.blogspot.com.br/2012/07/guardioes-monique-lavra.html
comentários(0)comente



Bianca 10/08/2014

Resenha do blog Livros, Nerdices & Tudo Mais! - Guardiões
Descobri o livro por acaso. Eu procurava desesperadamente por um livro legal do gênero sobrenatural na internet, quando vi Guardiões. Cliquei e li a sinopse. Logo já estava apaixonada e não perdi tempo, comprei. Aguardei ansiosamente e, assim que o livro chegou, não perdi tempo e fui ler. Terminei no mesmo dia! Foi umas das leituras mais rápidas que já fiz, eu não conseguia parar e adorei isso.

Confesso que antes de ler Guardiões eu não dava tanto valor assim a literatura nacional. Nem sequer pesquisava sobre. Até fiquei meio receosa quando descobri que era nacional. Mas, não tive decepção, muito pelo contrário, foi Guardiões que me despertou o interesse pela literatura do país. Adorei a escrita da Monique! Ela me cativou bastante com a narrativa fluída e os personagens foram muito bem trabalhados.

Bom, mas voltando ao livro, vamos saber um pouco mais sobre a história...

Alice Hacker é uma professora e historiadora que acabou de perder os pais. Ela, porém, acredita que pode haver um segredo na cidade deles e parte em busca de respostas sobre seu próprio passado, que permanece quase como um mistério, mesmo para ela. Começa ai sua jornada, onde Alice encontrará respostas que mudarão para sempre sua vida.

Movida pela vontade de desvendar esses mistérios e descobrir os segredos, a jovem sai do Brasil - onde vive desde criança - e viaja rumo à Londres. Já em terras britânicas, Alice conhece Edwards (meu personagem favorito), um jovem rapaz que irá auxiliá-la em sua jornada, juntamente com Lauren, que se junta ao grupo pouco depois. Ambos buscam respostas, mas eles também terão as vidas mudadas para sempre. Principalmente, depois de Christiaan (lindo, charmoso) se juntar a eles. Não vou falar muito sobre ele para que ninguém pense que eu estou dando spoilers. Mas, aviso uma coisas ás românticas de plantão: Segurem os corações porque aí vem muitas cenas perfeitas e fofas. Embora, eu não goste tanto de coisas românticas demais, achei muito fofo todas as cenas de Chistiaan.

Hoje dia em dia, as pessoas estão com opiniões muito erradas com relação aos vampiros, muitas vezes até rejeitam livros que tenham estes seres sobrenaturais. Eu não concordo muito com isso. Para mim, cada autor possui uma visão diferente sobre o que é um vampiro. Eu, por exemplo, nunca vi um vampiro de tal livro, ser igual ao de outro. Os vampiros são criaturas que são moldadas ao imaginário de cada um, pelo menos, é assim que eu enxergo as coisas, por isso continuo adorando livros que tenham os tão famosos bebedores de sangue! Os vampiros da Monique são mais fiéis ao clássico Drácula, do incrível Bram Stoker. Outro motivo para mim dar um ponto positivo a esse livro!

Mas, como toda história precisa de um vilão, com Guardiões as coisas não seriam diferentes! William chega arrasando nesse papel! Mas, prefiro não comentar muito. Surpresas são bem melhores, concordam? O que importa é ressaltar que, os personagens estão ligados por um passado sombrio e os segredos não podem ficar ocultos para sempre.

Enfim, esse livro é muito especial pra mim, porque se não fosse por ele, eu provavelmente não seria tão interessada como sou hoje pela literatura nacional! Além do mais, o final foi maravilhoso e eu não vejo a hora de ter o segundo livro: Guardiões: A escolhida.

Super recomendo esse livro, principalmente para aquele que ainda duvidam que literatura do nosso país não tem qualidade, talento e também para aqueles que não acreditam em lendas e segredos. Guardiões fará você repensar suas ideias e conceitos.



site: http://livros-nerdices-tudomais.blogspot.com.br/2014/08/resenha-guardioes.html#more
comentários(0)comente



Swan 11/02/2012

http://bempramente.blogspot.com/2012/02/resenha-guardioes-monique-lavra.html
Alice, uma jovem historiadora brasileira, após a morte de seu pai, resolve ir para Londres a fim de cuidar de sua avó, sua única parenta ainda viva, que está muito doente. Mas este não é único motivo que a leva à Inglaterra. Ela também pretende investigar, por conta própria, a morte de seu pai, pois não acredita que tenha sido um mero acidente.
Quando vivo, ele sempre lhe dizia que Londres era um lugar perigoso e nunca permitia que Alice fosse para lá. Isso alimentava suas suspeitas e, agora que mais nada a prendia no Brasil, ela estava determinada a descobrir o que havia de errado.
Assim que chega em Londres, Alice conhece Edwards, um jornalista desajeitado e um pouco estranho, mas que logo se mostra um amigo com quem sempre se pode contar. Há também Willian e Christian, homens incrivelmente lindos e misteriosos, que parecem estar interessados nela.
Ela vai descobrir que aquilo que sempre acreditou ser apenas uma lenda é a mais pura e cruel verdade e sua coragem será testada de uma forma por ela nunca antes imaginada.

Minha opinião? Com um enredo original e recheado de momentos de ação, esse livro me cativou logo no início. Alice é uma mulher corajosa e determinada que é capaz de qualquer coisa para proteger aqueles a quem ama, e eu definitivamente adoro personagens assim. A passagem de tempo se dá de forma rápida, às vezes mais que o necessário, pois algumas cenas, a meu ver, poderiam ser um pouco mais desenvolvidas.
Algo que me desagradou um pouco foi ter encontrado vários errinhos de digitação, o que não impede a perfeita compreensão do texto, mas denota uma revisão não tão cuidadosa por parte da editora. Afora isso, o livro proporciona uma ótima leitura com boas dosagens de romance e ação. Enfim, adorei!
comentários(0)comente



Luh 22/07/2012

Emocionante e cheio de surpresas.
A Trama: Alice é uma garota jovem que, após a morte de seu pai, decide viajar para Londres e passar algum tempo com sua avó. Assim que chega à cidade desconhecida ela conhece Edwards, que logo se torna um amigo querido e logo em seguida sua avó morre. A trama me pareceu bastante "apressada", minha impressão foi que a história inteira do livro se passou em menos de três semanas e dentro disso ocorrem diversas mortes, romances, traições e etc. Ainda assim, gostei bastante dos planos e reviravoltas e no geral a trama foi um pouco previsível, porém agradável.


Os Protagonistas: Alice, apesar de ser uma personagem formidável, me irritou um pouco, eu diria que foi ela quem "estragou" o livro para mim. Na primeira metade da estória Alice parecia uma espécie de robô que aceita qualquer situação sem demonstrar fortes emoções e, ao mesmo tempo, se liga automaticamente às pessoas. Em pouquíssimos dias desde sua chegada à Londres, ela já considerava Edwards parte de sua família e estava amando um personagem que havia acabado de conhecer!
Christiaan, entretanto, foi um ótimo personagem. Eu acreditava em suas emoções e sempre havia uma boa razão por trás de suas ações. Apesar de eu não ter gostado muito de seu romance com Alice, ele foi meu personagem predileto.

Os Personagens Secundários: O que dizer sobre Willian? Ele não foi exatamente um super vilão, parecia mais aquele tipo transtornado que te dá pena, mas no fim do livro eu me senti torcendo por ele. Os outros personagens secundários eram bem comuns e não me interessei muito eles.

Capa, Diagramação e Escrita: A primeira coisa que pensei ao ver a capa de Guardiões foi "já vi essa capa antes". Pesquisando um pouco descobri que a imagem da capa é quase idêntica a de Try Me de Parker Blue, mas gostei bem mais do ar misterioso da capa de Guardiões. A diagramação é simples, com uma fonte bem animada no início de cada capítulo. A escrita de Monique Lavra é honestamente ótima, o livro flui com facilidade e não notei nenhum gíria ou expressão que me incomodasse.

Concluindo: Apesar de ter uma trama decente e ser muito bem escrito, Guardiões só conseguiu me prender quando já estava chegando ao fim do livro. Não recomendo para quem já está cansado de vampiros, sendo que eles são o tema principal do livro.
comentários(0)comente



Peach 20/01/2012

Guardiões - Monique Lavra
Obviamente você já ouviu falar de Drácula. Consequentemente sabe então quem é o escritor irlandês Bram Stoker. O tema central de “Guardiões” gira em torno do livro “Drácula”, pois nossa protagonista Alice, juntamente com seus novos amigos Edward e Lauren são descendentes dos principais personagens desta obra.

Resenha feita no Blog Sook > http://the-sook.blogspot.com/

Após perder os pais em um suspeito acidente, Alice resolve viajar para Londres com o objetivo de ficar com sua avó e descobrir a verdade por trás da morte de seus pais. Logo ela conhece Edward, um amigo de sua avó e futuro aliado em sua busca pela verdade. Com a morte da avó, Alice se vê novamente sozinha, mas ela não contava com as novas pessoas que entrariam em sua vida, sejam as boas, as más e as que não eram humanas.

Alice é sugada para uma realidade que jamais imaginou haver: VAMPIROS existem! E ela acaba por entrar no meio de um mundo milenar secreto, que ela lia nos livros, afinal era uma historiadora especializada em folclore europeu, e descobre toda a história por trás de sua família. Alice precisa ser forte e fazer diversas escolhas, principalmente a de encarrar o homem responsável pela morte de sua família.

A autora consegue passar a força da personagem muito bem e seu próprio crescimento tendo que lidar com as situações impostas a ela. Mesmo no meio dessa batalha, há tempo para um belo romance.
Gostaria de agradecer a Monique pela confiança e a oportunidade dada de ler esse livro maravilhoso. Mal posso aguardar pelo próximo!
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 30/01/2012

http://balaiodelivros.blogspot.com/
" - Existem muitos mistérios no mundo, minha filha. E muitas vezes não conseguimos acreditar em certas coisas, mesmo quando elas estão diante dos nossos olhos, porque sempre queremos enxergar a lógica de tudo. Sempre procuramos ver o mundo com os olhos da razão - ela disse muito devagar." Pág 27

A primeira coisa que quero falar é que por causa deste livro eu acabei comprando no submarino um exemplar de "Drácula"!!!! (Ainda não chegou, mas assim que chegar já irei ler....).

Alice Hacker acaba de ficar órfã de pai, sua mãe já é falecida há muito tempo... Sem mais nenhum parente no Brasil, ela decide ir viver com a avó paterna em Londres na Inglaterra.

Enquanto seus pais eram vivos eles nunca permitiram que Alice fosse a Londres, sempre diziam que não era lugar para ela e que no Brasil ela estaria em segurança, Alice nunca entendeu porque tanta precaução em relação a Londres.

Alice é professora e historiadora especializada em Lendas Europeias. Misteriosamente ela sempre nutriu um certo interesse por tudo o que dissesse respeito a vampiros.

Desde muito nova ela tem aulas de defesa pessoal, esgrima, tiro ao alvo e ainda por cima anda com um spray de pimenta na bolsa, tudo por indicação dos pais.

Alice vai para a Inglaterra e ao chegar no aeroporto, é recepcionada por Edwards Holmwood, um rapaz que ela nunca viu na vida e que nem sabia que era tão amigo de sua avó, estranhamente ela fica se perguntando porque ela e este Edwards possuem sobrenomes de personagens do livro Drácula de Bram Stocker...

A avó de Alice imediatamente pede para a neta voltar ao Brasil, acontece que ela está no hospital e Alice prefere ficar com ela ao menos até que melhore, o que acaba não acontecendo.

Com a morte da avó, Alice herda tudo o que era dela e, por conta da herança, ela conhece a advogada encarregada de cuidar dos bens que agora são de Alice, a senhorita Lauren Sewards. Assim que Alice vê o nome da advogada a sua cabeça dá um nó pois, ela também tem sobrenome de um dos personagens do livro.

Edwards é o encarregado de contar a Alice o grande mistério que envolve o trio. Segundo ele, o livro de Bram Stocker foi inspirado em acontecimentos e personagens reais e eles são os últimos descendentes destas pessoas. Segundo Edwards, somente ele, Alice e Lauren serão capazes de destruir a grande maldição dos vampiros que existe há tantos séculos.

O que Alice não espera é que ela também possua poderes inexplicáveis e que no meio de tudo isto surjam os misteriosos e atraentes Willian e Christiaan, cada qual mais lindo e charmoso e que vão confundir ainda mais a cabeça já bastante confusa de Alice. Willian e Christiaan, podem ser lindos e encantadores, duas pessoas extremamente inteligentes, mas os encantos de ambos não param por aí, eles sabem e podem mais coisas do que Alice pensa...

“ ...Existem muitas coisas neste mundo que estão além da nossa imaginação. Coisas que pensamos fazer parte apenas do mundo dos mitos, das superstições. Tudo está muito mais próximo do que você possa imaginar.” Pág 328

Enfim, um livro que me deixou com muito vontade de ler mais.... eu já gostei dele desde a primeira página, foi uma companhia mais do que agradável e eu me vi curiosa para saber o desenrolar de toda a trama, pelo visto terá continuação, o que eu acho muito bom já que fiquei com saudades de Alice e sua turma. Suspirei com Alice, senti medo e receio com ela e mais do que isto, entrei de cabeça nesta gostosa e eletrizante aventura....

Ah, foi com Guardiões que eu me dei por conta de que não sei quase nada mais a fundo sobre o livro de Bram Stocker, preciso ler....

Amei muito Guardiões e Monique Lavra que é uma graça de pessoa.

Recomendo muitoooo!
comentários(0)comente



Emilly 24/09/2013

Você acredita em vampiros ??

E se tudo que você acreditasse fosse ilusão?

" - Existem muitos mistérios no mundo, minha filha. E muitas vezes não conseguimos acreditar em certas coisas, mesmo quando elas estão diante dos nossos olhos, porque sempre queremos enxergar a lógica de tudo. Sempre procuramos ver o mundo com os olhos da razão - ela disse muito devagar." Pág 27

Alice Hacker, professora e historiadora, residente no Brasil, acreditava que a cidade natal de seus pais, Londres, escondia um grande segredo.

Com a morte misteriosa de seu pai, revolveu buscar respostas para suas dúvidas, indo morar com sua avó. O que ela não esperava era que as respostas mudariam por completo sua vida.

Era a primeira vez que colocava os meus pés em Londres. Apesar de meus pais serem ingleses, eles não podiam nem pensar em voltar para lá, sequer para fazer uma visita. Também nunca me deixaram ir. Mesmo sendo adulta, eu respeitava a vontade deles, mas agora que estavam mortos, não fazia sentido nenhum eu continuar no Brasil, se a única pessoa da família que havia me restado era a minha avó, que vivia em Londres (Pág. 11).

Com a ajuda de seus amigos, karen e Edwards, e de seu namorado Christian ????????, Alice parte em sua jornada de descobrimento e aventura, pesquisando sobre vampiros, e ao mesmo tempo tendo que proteger seus amigos e manter-se viva.

Guardiões prende a nossa atenção e desperta a curiosidade já no primeiro capítulo e segue até a última página, pela curiosidade que temos sobre a nossa corajosa personagem e sua busca, e nos faz pensar "cuidado com as histórias que ouvimos, pois podem ser reais."

Narrado na primeira pessoa, tornando a leitura fácil, agradável, por vezes bem detalhada, e muito boa!

Obrigada Monique por me proporcionar uma viagem agradável a Londres, cheia de mistérios e fantasias!
comentários(0)comente



@sonhandoaosvinte 18/10/2014

Resenha original para o blog SammySacional

Alice Hacker é uma moça recém-saída do Brasil que acaba de desembarcar em Londres. Após perder o pai em um assassinato, ela espera poder conhecer melhor suas origens familiares retornando ao lugar onde nascera, ansiando pela companhia da avó. O que encontra lá, porém, é uma versão ainda mais debilitada da senhora, que após um breve encontro com a neta, já no hospital, vem a falecer, mas não sem antes tentar alertá-la sobre o passado obscuro que a moça desconhece mas que logo mais passará a conhecer. Edwards é um dos encarregados de se aproximar e cuidar da jovem, juntamente com o apoio de Lauren, a advogada da avó de Alice, e atual detentora da propriedade dos Hacker, que também corre certo perigo numa história que, até onde Alice acreditava, era apenas uma ficção. Enquanto tenta desvendar os segredos de uma família e de um passado rodeados pelo sobrenatural, ela se depara com pessoas que estarão dispostas a ajudá-la ou atrapalhar completamente seus planos. E saber diferenciar em quem ela poderá confiar, no fim das contas, será mais do que necessário...

Com uma narrativa fluida e fácil, Monique Lavra nos conduz em um novo enredo vampírico, onde o leitor embarca numa jornada atrás de segredos juntamente com a protagonista, e surpreendendo-se a cada capítulo. Dos acontecimentos previsíveis aos mais inesperados, acompanhamos um enredo naturalmente sombrio e bem construído, mas que, no entanto, deixa a desejar em alguns pontos durante a leitura e seu desenvolvimento.

"- Você precisa fechar os olhos da razão ou não vai conseguir enxergar a verdade, mesmo que ela esteja debaixo do seu nariz."

Alice embarcará numa jornada para conhecer um passado familiar totalmente desconhecido por ela, porém, a realidade não vem tão facilmente, e após uma certa insistência, ela descobre que a história do vampiro mais famoso da literatura, na verdade, é mais real do que parece, e que toda a sua família está tristemente ligada à ela. Consequentemente, distante do clima quente do Brasil, ela encontra-se em perigo constante por entre o clima úmido e por vezes sombrio das ruas de Londres, compartilhando apoio apenas com Edwards e Lauren. Até aí, tudo bem. O primeiro incômodo surge mesmo é quando, mesmo com todo esse clima de perigo e de desconfiança, ela conhece aqueles que viriam a ser seus supostos pretendes em um triângulo amoroso bem típico, e mesmo sem ter certeza alguma sobre os dois homens, ela insiste que não tem problema de encontrá-los e acabar por envolver-se. Nesse ponto, um romance principal se desenvolve, e é quando o segundo incômodo surge, devido ao romance muito meloso. Junto a isso, a impressão que me deu é que ela não estava se importando muito com a própria segurança como deveria, já que em tão pouco tempo em Londres ela já se permitiu envolver seriamente com um deles, e logo mais, mesmo que indiretamente, com o outro. Isso não foi uma atitude muito racional para mim por parte dela, dada as circunstâncias, e me irritou bastante.


Leia o resto da resenha em...

site: http://sammysacional.blogspot.com.br/2014/09/Resenha-Guardioes.html
comentários(0)comente



29 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2