Castelo de areia

Castelo de areia Frederik Peeters




Resenhas - Castelo de Areia


35 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Beatriz 27/07/2021

terrivel
escrito por homens tarados que inventam duzentos motivos imbecis pra mostrar crianças e mulheres peladas e forçando situações que beiram o grotesco e se parecem muito por pedofilia, como assim nesse enredo a forma de executar a historia foi mostrando os corpos pelados de pessoas e fazendo crianças transarem loucamente ao "amadurecerem" sem nem mostrar mais nada do amadurecimento psicológico? todo o resto q ele tento passar sumiu nesse limbo de órgãos genitais e crianças que do nada viram ninfomaníacas

horrivel horrivel, me deu asco
Manu 27/07/2021minha estante
nossa parece muito pessimo, nunca tinha nem ouvido falar (ainda bem)


Andreas W Daniel 28/07/2021minha estante
Que fita.


Becky 28/07/2021minha estante
a sinopse me lembra ao filme "Tempo" que ainda vai ser lançado, será se tem alguma relação?


Caroline Rosa 28/07/2021minha estante
O livro é inspirado no Castelo de Areia @Becky


Tay 28/07/2021minha estante
Chocada ???


JV Lucas 29/07/2021minha estante
Deve ser um nojo.


Becky 29/07/2021minha estante
ah obg @Caroline


Michel 30/07/2021minha estante
Não há amadurecimento psicológico, pois houve aceleração do amadurecimento físico.
A sexualidade aflorada se refere basicamente ao instinto. Instinto que é controlado pelo desenvolvimento psicológico.
Sem o desenvolvimento intelectual, há um certo direcionamento para o hedonismo, a banalização. O sexo se torna banal.
É o que vemos em muitos momentos atualmente.


Elaine.Ferrari 31/07/2021minha estante
Mais um para não ler


Gi 02/08/2021minha estante
Chocada


() 04/08/2021minha estante
acho que deu pra perceber que quando as personagens tiveram relações não eram mais crianças, estando na adolescência e posteriormente na idade adulta. existe uma diferença entre sexualizar e mostrar nudez e sexo (que, aliás, não foi explícito em nenhum momento). porém algumas pessoas mais moralistas não sabem a diferença.


Yago.Macedo 05/08/2021minha estante
Meudeus garota!!! Que cometário ignorante. Que leitura rasa da história. Voc não deve ter pensado um minuto sobre os acontecimentos dessa HQ.
O tamanho do moralismo a respeito da nudez das crianças. Lembrando que quando há sexo, as crianças já não são mais crianças. ^
Não seja tão confiante a respeito das suas análises, elas são pobres.
Essa história é sobre todos nós e o que fazemos do nosso tempo nesse planeta. Sobre a efemeridade humana e de como o planeta se manterá de pé apesar de todos os estragos causados por nós.
"Pense antes de falar e leia antes de pensar", no seu caso, releia.


AlexAff 05/08/2021minha estante
Que superficial a sua opinião.

Tipo, é BEM claro que as crianças não têm o amadurecimento psicológico, ao contrário do amadurecimento físico. É óbvio que, com isso, há uma tendência da pessoa (já que somos animais, no sentido mais puro da palavra) a tender ao hedonismo. Mas de qualquer forma: não há sexo explícito; não são mais crianças quando têm as relações.


Raissa Camila 30/09/2021minha estante
Como podem ter amadurecimento psicológico, se eles nem vivenciaram nada?, eram crianças e do nada passam a ser adultos, que obviamente tem necessidades, só não gostei muito da fato do homem mais velho fica com a menina, sabendo que ela é criança ainda, apesar do corpo.


Michel 01/10/2021minha estante
Vou comentar de novo por um detalhe. Essa análise superficial e extremamente ruim tem 354 curtidas nesse momento, e alguns comentários mostram que as pessoas sequer vão procurar saber sobre a obra, aceitando passivamente a 'análise'.


Yago.Macedo 06/10/2021minha estante
Miguel, o número de curtidas desse comentário foi o que me motivou a responder. Fiquei surpreso de ver tanto apoio vindo de pessoas que não leram, por causa dessa "resenha", nem lerão.
E sobre a réplica da Beatriz, não responderei. Apesar de descordar da opinião dela sobre a HQ, eu concordo com ela que fui rude e desrespeitoso com sua biblioteca. Por isso, deixo como está.


Yago.Macedo 08/10/2021minha estante
Miguel, o número de curtidas desse comentário foi o que me motivou a responder. Fiquei surpreso de ver tanto apoio vindo de pessoas que não leram, por causa dessa "resenha", nem lerão.
E sobre a réplica da Beatriz, não responderei. Apesar de discordar da opinião dela sobre a HQ, eu concordo com ela que fui rude e desrespeitoso com sua biblioteca. Por isso, deixo como está.




spoiler visualizar
Rai 14/01/2021minha estante
HAUHAUHAUHAUHAUA Mais um pra lista, porque pelo amor de deus *morta*


SrtaVenceslau 14/01/2021minha estante
DECADENCIAAAAAAAAAAAA


Milla 27/07/2021minha estante
Vem cá, você e uma das únicas falando mal desse livro, que sexualiza crianças. Eu li e até agora não estou acreditando no que eu li


SrtaVenceslau 28/07/2021minha estante
Milla eu acho que a galera leu um livro diferente de mim. Só pode


Michel 30/07/2021minha estante
Na verdade, a história é uma metáfora da vida, o quanto ela passa rápido sem nos darmos conta disso.
Sobre o sexo, analisei como o não amadurecimento psicológico e moral pode levar ao hedonismo e a banalização. Com a houve aceleração do amadurecimento físico, não houve tempo para o desenvolvimento intelectual.
A sexualidade aflorada se refere basicamente ao instinto. O instinto humano que é controlado pela razão. Vemos isso atualmente.


Yago.Macedo 05/08/2021minha estante
Não me surpreende você extrair isso da história julgando pela tua estante. Só lê bobagem...
Continue lendo essas coisas e não se arrisque em nada que te faça pensar.
Passe bem.


SrtaVenceslau 27/08/2021minha estante
Yago por favor me diga oque eu deveria ler para que mudasse toda a MINHA experiência com o livro? Quem é você pra definir o que eu leio e o que é ou não bobagem? Vou te dar um fato que você não sabe sobre mim (na verdade você não sabe nada de mim) mas eu sou graduanda em psicologia e certificada em biblioterapia, ou seja, uso a literatura para auxiliar transtornos emocionais e mentais. E eu, como leitora e biblioterapeuta, acredito que TODA historia tem poder de mudar uma pessoa até mesmos as minhas leituras que você chamou de "bobagem". E a prova está justamente no fato de você se achar tãooo mais evoluido do que eu só pq lê mais livros de não-ficção mas não sabe ouvir uma única opinião diferente da sua (opinião essa com base no que eu senti e passei durante a leitura). Vou te dar um conselho como AMIGA: tenta ler uma dessas "bobagens" que eu leio. Se as suas leituras superiores não te deram a evolução pessoal que deveriam ter te dado a ponto de ser tão inconveniente nas leituras alheias talvez as bobagens que eu leia possam te dar ela. Começa pelo livro "O Sol Ainda Brilha".


SrtaVenceslau 27/08/2021minha estante
Michael, esse é um ponto interessante obrigada por pontuar. Só vi o seu comentário hoje. Esse quadrinho recentemente virou um filme pelo diretor Shayamalan. Acho que possa gostar. ?




Wercton 30/05/2021

As críticas em torno dessa HQ giram em torno da falta de propósito dos personagens e em como eles ignoram a anomalia que está acontecendo ao redor deles. Mas se é uma metáfora pra nossa vida, então esses detalhes estão de acordo com a realidade. Ignoramos diariamente o absurdo que é a vida e a morte com coisas banais, tais como bebês ou jantares, alguns de nós se negam a pensar nisso ou a acreditar até o derradeiro fim, e nenhum de nós estamos aqui com nenhum propósito. No fim, tudo passa muito rápido, somos como crianças brincando na praia, que de uma hora pra outra nos vemos velhos (aqueles que tem sorte, pelo menos) e desejando só mais um pouco de tempo.
Ricardo.Souza 31/05/2021minha estante
Hj vi o episódio em que a Rose Quartz fala sobre a estranheza dela em saber que nós e os bebês somos da mesma espécie. E bem, é legal olhar essas coisas com estranheza, parece a única forma decente de encarar a vida.




Emilly 07/07/2021

Perturbador
Li essa hq em menos de uma hora por causa do filme que vai ser lançado, baseado nele. A cada 30 minutos se passam 1 ano de vida das pessoas que estão nessa ilha e é chocante ver a mudança física e de consciência de cada um.
Todos os dias falamos ou pensamos que os dias tem passado rápido demais e essa hq é a "personificação" do medo que sentimos de achar que não fizemos nada com o tempo que temos.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Lelouch 20/08/2021minha estante
Uau, que resenha linda.


Beatrizaag 20/08/2021minha estante
Obrigada, Lelouch ??


Lelouch 20/08/2021minha estante
Me interessei pelo livro, de verdade.


Beatrizaag 22/08/2021minha estante
Poxa, fico feliz :) É uma leitura rápida mas que, pelo menos pra mim, fez diferença.


Lelouch 22/08/2021minha estante
Bom saber.


Bassotto 06/09/2021minha estante
Sua resenha foi TUDO. ??


Beatrizaag 06/09/2021minha estante
Obrigada, Bassotto ?




Ana 03/08/2021

eu não posso ter sido a única a achar aquele moço que usava boné a cara do stephen king!!!!!!!!!!!!!
triz 04/10/2021minha estante
Foi a primeira coisa que me veio na cabeça quando vi ele kkkkkkkk




Renan Motta 04/08/2021

Tempo
Uma história intrigante, misteriosa que poderia aprofundar mais na discussão de sua temática que é o tempo. Sinto que em determinado ponto a história corre um pouco com a narrativa.

De resto, cabe aos leitores criarem suas reflexões.
Helena.Martins 04/08/2021minha estante
Mas já? ?


Renan Motta 07/08/2021minha estante
Já oq? Haha


Helena.Martins 09/08/2021minha estante
Já leu. Deve ser curto ?


Renan Motta 10/08/2021minha estante
Por volta de 100 páginas.. é q demorei pra add haha




L.Starkey 12/03/2012

Livro chato, e sem sentido. E ao invés de tratar de questões filosóficas, como a discrição sugere, trata mais de sexo. Tudo remete a sexo. Poderiam ter se aprofundado mais em outros assuntos.
comentários(0)comente



Paulo 04/11/2019

A história de Castelo de Areia não foge da sinopse: basicamente acompanhamos os protagonistas presos nesta praia onde o tempo passa mais rápido, enquanto tentam desvendar seus mistérios e o que aconteceu com a garota que apareceu misteriosamente morta. Acontece que tudo isso serve apenas de pano de fundo para a real intenção do autor: discutir a brevidade da vida. O que fazer quando se tem menos de 24 horas de vida? Ao passo que as crianças e jovens tentam lidar com a sexualidade precoce, os adultos se questionam sobre a morte e o sentido da vida, enquanto os velhos morrem sem sequer ter tempo para maiores reflexões. A noção de inevitabilidade da morte, e a percepção do rápido envelhecimento.. Tudo isso parece um tanto com a realidade, não? Não há dúvidas de que o autor procurou abordar algumas das características do existencialismo.

Infelizmente para uns, e felizmente para outros, a força motriz da graphic novel não é a resposta os mistérios da trama, mas a jornada dos personagens diante deste fenômeno inexplicável e irreversível, e a maneira como encaram a própria morte, preocupando-se mais em levantar perguntas que respostas. É o tipo de premissa que me pega, e de fato, a leitura é muito boa. Impossível não terminar a leitura pensando em nosso próprio envelhecimento e na efemeridade da vida. Os personagens são tão diferentes e complexos como as pessoas que encontramos e nos relacionamos ao logo da vida. Será que não que perdemos mais tempo preocupados com a hora da morte, tão preocupados com ela ao ponto de viver uma vida sem sentido, e quando percebemos, a hora da morte já chegou e deixamos de aproveitar o tempo que tínhamos?

Porém, por mais que essa proposta de “menos respostas e mais perguntas” devesse funcionar bem para a proposta dos autores, há perguntas demais que não fazem sentido serem feitas a menos que tivéssemos alguma resposta ao final da leitura. Se fosse apenas o mistérios por trás do tempo passar mais rápido na praia, tudo bem, mas o autor planta diversas cenas e situações bizarras durante a narrativa que deixam um gosto amargo na boca ao não serem respondidas, visto que destoam do resto da narrativa intimista (como porque o nariz do imigrante árabe não para de sangrar, ou quem é o filho do dono do hotel que surge do nada no meio da praia e desaparece ao ser alvejado a tiros?, ou ainda porque Félix vê alguém observando eles do alto de uma montanha?, e afinal, quem é a mulher que aparece morta no começo da história? Afinal, ela é jovem, e não parece ter morrido fruto de envelhecimento precoce. Enfim, muitas perguntas sem respostas, para mistérios que parecem não fazer o menor sentido dentro dos objetivos da narrativa). Além disso, por mais que goste dos personagens e de suas diferentes personalidades, senti falta de mais diálogos que explorassem melhor como cada um deles reage de maneira diferente. As vezes, parece que os diálogos não levam a lugar algum, e não pude deixar de sentir falta de uma maior profundidade nos conflitos que se apresentavam. Acho que esperava um pouquinho mais.

Enfim, Castelo de Areia é uma HQ belissimamente ilustrada, com uma ótima proposta, uma narrativa fluída, e um bom roteiro, excelente para quem gosta de ficção científica e dramas intimistas. Porém, vá preparado para o excesso de perguntas e situações e a ausência de respostas.
comentários(0)comente



DAN LIMA 03/08/2018

Uma HQ que é absurdamente envolvente, bem estruturada, cada passagem da história nos provocam inúmeras reflexões e nos evidenciam que a vida é BREVE como um piscar de olhos.
Percebe-se que o passado, presente e futuro se conectam e são colocados à prova no decorrer da história. Vivendo descobertas da vida, experiências e aprendizados a cada momento. Mexe psicologicamente e emocionalmente.
Nos revela que as coisas mais simples da vida são os nossos maiores TESOUROS, e que o AQUI AGORA é a essência de estarmos aqui na Terra.
Uma leitura que traz prismas filosóficos, psicológicos, sociológicos; é produtiva e impactante. Aprende-se muito com esta temática.
Recomendo de imediato.
comentários(0)comente



sharline 27/06/2021

old que gostei
li o quadrinho porque recentemente soube que o m. night shyamalan vai ser responsável pela adaptação do filme que vai lançar ainda este ano. gostei bastante de como ele conseguiu ser curto e ainda sim desenvolver a história de um jeito satisfatório.

ansiosa para assistir o filme também!
comentários(0)comente



Wanessa Rastoldo 05/08/2021

após ver algumas resenhas negativas, resolvi ler. e simplesmente amei!

aqui, nós vamos acompanhar a vida de duas famílias que vão passear em uma praia. só que nessa praia o tempo passa RÁPIDO. 30 minutos se tornam 1 ano. não tendo como irem embora eles ficam presos a espera da morte.

vi muitas pessoas reclamando pelo fato de serem crianças transando, porém, no momento em que transam, não são mais crianças. são jovens e acima de tudo, curiosos com o corpo. essa graphic fala muito sobre "o que você faria se hoje fosse seu último dia de vida?" e fiquei muito reflexiva e entrei numa [*****] crise existencial. eu simplesmente amei.
comentários(0)comente



Tamiris 10/08/2021

Confesso que li com muita pressa porque queria saber todas as semelhanças e diferenças entre o quadrinho e o filme. Terei que ler de novo pra ter certeza de que peguei todas as nuances.

Em resumo, Castelo de Areia conta a história de um ciclo de vida completo num único dia e local, enquanto a paisagem continua a mesma. É sobre a brevidade do ser humano em relação à natureza eterna e sobre nossa extinção iminente.
comentários(0)comente



Helio sampaio 09/11/2015

Em uma ilha...
A premissa era muito boa. Falar sobre o quanto de vida é curto de forma filosófica, mas faltou habilidade. Tinha que aprofundar mais os personagens e colocar todos ali por alguma razão.
Julia.Moraes 15/07/2017minha estante
Gostei da obra, mas também senti falta de uma maior profundidade nos conflitos que se apresentavam.




@felnoites 30/05/2021

OLD que sim
Li essa HQ quando descobri que é a inspiração para o novo filme OLD e meio que me decepcionei. A história é bem curta, parece um poema, sabe? Curti essa reflexão niilista sobre a vida e morte, mas sinto que o filme vai surpreender bem mais.
comentários(0)comente



35 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR