Contos de Fadas em suas versões originais

Contos de Fadas em suas versões originais Hans Christian Andersen
Charles Perrault
Marina Avila




Resenhas - Contos de Fadas


20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Waleria.Araujo 07/11/2020

Muito legal ver detalhar das histórias que eu não conhecia. Vou procurar o outro volume. Adorei.
comentários(0)comente



Maiara 07/08/2020

Já tinha lido as histórias algumas vezes mas senti falta da continuação visto que é apenas o volume 1
comentários(0)comente



Bella 13/07/2020

Ruim, os contos dão um sono, se você tem insônia recomendo a leitura, você vai dormir na primeira página do segundo conto. Somente o primeiro é bom, os outros não.
JoAo.Douglas 06/12/2020minha estante
Você tem essa edição brochura? Se tem quer trocar?




Flavinha 11/07/2020

Muito bom a leitura da real história por trás dos contos que até hj são lidos para as crianças. Alguns são realmente assustadores. Vale a leitura!!
comentários(0)comente



jonatas 07/06/2020

Dá até medo
Conhecer as versões originais dos contos de fadas é assombroso!
JoAo.Douglas 06/12/2020minha estante
Mano tu tem essa edição?


jonatas 07/12/2020minha estante
Eu tenho em formato digital.




Amanda 03/06/2020

Serei sincera ao dizer que acho a editora muito dedicada e criativa. Entretanto, vi vários erros gramaticais (por desatenção mesmo) tanto no volume 1, quanto no volume 2. Não que eu também não os cometa, mas não estou publicando um livro. Único que gostei foi o da Pequena Sereia e também das imagens do livro. O resto não muito.
comentários(0)comente



Pedro 20/01/2020

Muita gente cresceu ouvindo diversas histórias infantis, dentre elas, as mais famosas: "Chapeuzinho Vermelho", "Branca de Neve", "A Pequena Sereia", "Rapunzel", e tantas outras. Contos de fadas populares que mexiam e ainda mexem bastante com o imaginário da criançada. Muitas dessas histórias ganharam as telonas dos cinemas com adaptações que só fizeram conquistar ainda mais as crianças e até os adultos que cresceram ouvindo essas narrativas fabulosas.

Confira a RESENHA COMPLETA no link abaixo (Blog do Pedro Gabriel)

site: http://www.blogpedrogabriel.com/2020/01/resenha-contos-de-fadas-em-suas-versoes-originais-1.html

Viviane @resenhasdaviviane 21/01/2020minha estante
Eu fiz a leitura desse livro ano passado Pedro, vou lá conferir sua resenha.


Pedro 21/01/2020minha estante
Gostei bastante do livro *_*
Obrigadoo




Daniela 13/05/2019

• Eu já conhecia alguns contos em suas versões originais, mas nessa versão pude ler vários que nem fazia ideia que existiam!
⠀⠀⠀⠀
• Mesmo sendo contos fantásticos é possível aprender sobre a visão da época em que foram escritos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
• As informações de rodapé e as notas sobre os contos trazem informações preciosas.
⠀⠀⠀⠀
• As ilustrações escolhidas nos fazem entrar ainda mais no mundo em que esses contos são ambientados.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
• Muitos contos são doces, bem parecidos com as versões que conhecemos, outros são chocantes, assustadores e com lições que não devem ser aprendidas.

@dancando.com.as.letras

site: https://www.instagram.com/p/BswQrYBg_nh/
comentários(0)comente



Rogério 12/02/2019

A obra tem tema provocante e embarquei nessa leitura com expectativas de descobertas surreais e curiosas nos dez contos selecionados.

Alguns registros: lamentei não encontrar o da "Bela Adormecida", um dos mais sinistros no que já havia lido (foi selecionado para o segundo volume dessa coleção); acredito que exista outra versão de "Chapeuzinho Vermelho" (as que o livro mostrou não corresponderam às reportagens da Superinteressante e Mundo Estranho); "Barba Azul" ilustra o machismo em ações violentas; "A pequena sereia" é dos mais melancólicos, numa paixão dramática em que, de maneira subjetiva, evidenciam-se preconceitos de classes e de deficiência física (por mais surreal que seja, foi o mais interessante em minha leitura); "A Amendoeira" é horrível, com desdobramentos trash, similares aos de "Rapunzel", "Pele de Asno" e "Sapatinhos Vermelhos" (tosqueiras sem eira, nem beira); "Cinderela" tem contexto menos romantizado (o que acontece também em "Branca de Neve"); e "A Vendedora de Fósforos" é outro drama comovente (esse e "Sapatinhos Vermelhos" não conhecia).

Concluí que algumas dessas histórias pareciam, essencialmente, objeto de mofa entre adultos e, se direcionadas às crianças desse contexto, subtende que o medo era tratado como forma de induzir aprendizagens (algo que o livro rejeita veementemente, despertando essa criticidade no leitor).
comentários(0)comente



Selennie 08/12/2018

Muito interessante e bonito, mas não vi muitas novidades. No meu caso, já tinha uma ideia precisa de como eram na verdade. Ainda assim, quem gosta de fadas devia consultar, não só pelas diferenças e barbaridades mas porque tem-se exagerado sobre essas versões originais por aí.
comentários(0)comente



Jaque @blogmalucadoslivros 26/11/2018

Resenha: Contos de Fadas em suas versões originais
Adoro contos de fadas, e principalmente versões originais destes contos que crescemos ouvindo. Sendo assim, não espere um livro cheio de contos do jeito que a Disney conta; Neste livro conhecemos o lado sombrio de alguns contos de fadas. Neste livro conhecemos a versões originais, sem censura dos contos: Barba Azul, A pequena sereia, Branca de Neve, Pele de Asno, Rapunzel, Chapeuzinho vermelho, A amendoeira, A pequena vendedora de fósforos, Cinderela e Sapatinhos vermelhos.

Alguns destes contos são bem famosos, outros nem tanto, mas não deixam de ser contos importantes. Aqui conhecemos o lado mais terrível, medonho e sangrento destes contos; partes que foram deixadas de fora em suas versões “fofinhas”. Como são ao todo dez contos, contarei um pouco sobre aqueles que mais me impressionaram:

A pequena sereia: O conto vai contar a história de uma jovem sereia, a mais nova de cinco irmãs, que não vê a hora de completar quinze anos para poder subir na superfície do mar e conhecer um pouco mais do mundo. Porém, quando este momento tão sonhado chega, ela acaba se apaixonando por um príncipe, um humano. E para poder vê-lo novamente ela decide falar com uma feiticeira do mar, que lhe pede sua voz para poder realizar o feitiço, e lhe avisa que sua calda será substituída por pernas, porém, sempre que andar ela sentirá dor. E que se ele não se apaixonasse por ela, a pequena Sereia viraria espuma do mar.

*(Quote) “Nunca antes ela dançara com tanta elegância. Era como se facas afiadas estivessem cortando seus delicados pés, mas ela não sentia nada, pois a ferida em seu coração era muito mais dolorosa.”

A Amendoeira: Para mim este foi o conto mais macabro de todos neste livro. Neste conto conhecemos uma mulher que deseja muito ter um filho, e faz este pedido a uma amendoeira no quintal de sua casa, e come os frutos. Seu pedido é realizado e assim que o bebê nasce ela morre. Seu marido se casa novamente, e esta mulher, por não gostar do seu enteado o decapita e cozinha o menino (eu disse que era macabro, haha). Mas, esta mulher não ficará impune, pois a amendoeira tem um papel importante na vingança deste ato tão cruel.

É claro que outros contos também me impressionaram bastante, e as ilustrações que contém nos livros, se misturam aos contos de uma forma incrível e bem elaborada. Ao todo são dez contos, todos narrados em terceira pessoa, e todos eles possuem uma narrativa fluida, eu devorei este livro de uma vez só, e quando terminei já queria ter o segundo volume em mãos, afinal, são três volumes, todos eles com a mesma proposta, porém com contos diferentes.

Se você assim como eu adora contos de fadas, seja em sua versão original, ou nas versões clássicas (mas que tem vontade de conhecer estas versões sinistras) eu recomendo muito esta coletânea de contos!


site: http://www.malucadoslivros.com/2018/11/resenha-contos-de-fadas-em-suas-versoes.html
comentários(0)comente



Cris 30/08/2017

Contos de Fadas - Versões Originais
“Nunca antes ela dançara com tanta elegância. Era como se facas afiadas estivessem cortando seus delicados pés, mas ela não sentia nada, pois a ferida em seu coração era muito mais dolorosa.” Pág. 54

Este livro é uma reunião de alguns contos de fadas famosos, contados em suas versões originais. Como muitos, eu conheci os contos de fadas em versões editadas para crianças, sempre com finais bonitinhos, que são contados em animações, filmes e livros.

Sou apaixonada por contos de fadas, mas muitos aqui eu nem sequer conhecia. E eu já sabia que as histórias originais eram um pouco diferentes do que é mais conhecido popularmente, porém não fazia ideia de como seriam, e algumas me deixou bastante chocada!

O livro reúne 10 contos:

Do escritor Hans Christian Andersen temos:
A pequena Sereia, A pequena vendedora de fósforos e Sapatinhos vermelhos. Estas três histórias são bem tristes, mas eu gosto muito das três, especialmente a da Pequena Vendedora de de fósforos, que é super curtinha, mas Muito triste.

Dos Irmãos Jacob e Wilhelm Grinn: Branca de neve, Cinderela, A Amendoeira e Rapunzel.
Estas são histórias bem famosas, todas com bastante conflito entre o bem e o mal. A história da Amendoeira eu não conhecia, achei super interessante.

E do Charles Perrault: Barba Azul, Pele de Asno e Chapeuzinho Vermelho. Dessas, a única mais famosa é a do Chapeuzinho, as outras eu não conhecia, mas gostei bastante da “Pele de Asno”.

Adorei a edição da Editora Wish, o livro é simples, mas conta com ilustrações muito legais. Estou ansiosa pra ler os próximos volume e descobrir mais sobre essas histórias incríveis.

“(...) O amor impetuoso pouco se importa à prata e ao ouro, desde que possa satisfazer-se.” Pág. 83

site: https://www.instagram.com/li_numlivro/
Natália Tomazeli 31/08/2017minha estante
Aaah, adoro esses continhos meio "desconhecidos" como o da Menina e os Fósforos, "Pele de Asno" e "Barba Azul", lia eles quando era criança e mais um tantão de outros que sempre me questiono, "como que não ficaram tão famosos?" pois são ótimos. Me interessei muito por este livro, amo contos de fadas


Cris 31/08/2017minha estante
A menina e os fósforos é muito triste. Eu gostei muito do livro, quero ler os volumes 2 e 3 :)


Natália Tomazeli 31/08/2017minha estante
É tristíssimo!




Luiza 28/05/2017

É bom, mas...
O livro é bem legal. Até porque, quem não gosta de contos de fadas? Mas confesso que pelo título e introdução do livro, estava esperando as versões da tradição oral, a que dizem ser "os contos da mamãe ganso", aquelas histórias bem assustadoras contadas para os filhos dos camponeses para que eles entrassem na linha, fossem obedientes. Já li alguns artigos que contam os finais dessas histórias, mas nunca as achei completas, apenas as versões já mais leves escritas pelos irmãos Grimm e por Charles Perrault, que foi o que o livro trouxe mais uma vez.

Por exemplo, diz-se que na história da Chapeuzinho Vermelho o lobo não só come a vovozinha, mas coloca pedaços de carne num depósito e oferece à Chapeuzinho?. A versão do livro o lobo mais parece uma jibóia comendo mamíferos de corpo inteiro.

Por outro lado, conheci histórias que antes não conhecia, como A Amendoeira, A pequena Vendedora de Fósforos e Sapatinhos Vermelhos.

Passando o trauma da confusão de versões inicial, o livro é bem interessante. A diagramação é muito bonita e está cheio de ilustrações que dão um algo a mais à leitura. Ah! Os volumes 2 e 3 já estão na minha fila de leitura.
comentários(0)comente



Mônica 30/03/2017

Livro lindo, mas simples
O livro é lindo, super bem preparado, porém eu esperava mais, achei que os contos eram realmente em suas piores versões. Quando vi "sem sensura" na capa, pensei que as versões contadas eram aquelas bem pesadas, enganei-me, pois são versões bem leves.
JoAo.Douglas 06/12/2020minha estante
Moça você ainda tem essa edição? Se sim, te interessa trocar?




20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2