Vida Roubada - Memórias

Vida Roubada - Memórias Jaycee Dugard




Resenhas - Vida Roubada


36 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Joao.Marley 22/04/2021

Uma história real de abuso e superação.
Jaycee Lee Dugard é uma heroína da vida real. O que ela sofreu durante
vários anos realmente não foi fácil. Mas ela venceu no fim. Este livro te prende
de uma forma arrebatadora. Ele é duro. cru. realista. Uma tragédia que infelizmente aconteceu com uma menina de apenas 11 anos.
comentários(0)comente



Mandy 25/03/2021

Quando a nossa rotina não é só nossa, o pior pode acontecer.
Jaycee Lee Dugard é exemplo real de que devemos estar sempre atentos ao andar nas ruas, observar pessoas, lugares e barulhos a todo momento e, principalmente, não confiar em estranhos.
comentários(0)comente



eu.du 01/03/2021

Emocionante
"Vida roubada" é uma biografia, que conta da história de uma menina que foi sequestrada aos 11 anos de idade e é mantida em cativeiro até os 29 anos. No livro Jaycee relata vários momentos que viveu durante esses 18 anos, desde o sequestro em si até o reencontro com sua família.

Esse livro me fez sentir muitas emoções diferentes, mas também me fez refletir bastante sobre a vida em si. Por conta de eu conhecer alguém que já viveu uma experiência traumática, esse livro me fez entender pelo menos parte do que ela sentiu ao passar por isso.

O capítulo mais difícil de ler para mim, foi ela narrando o primeiro abuso sexual que sofreu, e por conta da sua escrita ser bem "simples" aos meu olhos, tornou aquilo bem mais real do que já era, senti muita angústia lendo e quis chorar por tudo o que aquela garotinha de 11 anos tinha passado, mas saber que ao final do livro ela conta como foi se reencontrar com sua família e conseguir em fim a sua liberdade foi muito gratificante e emocionante, principalmente o reencontro com sua mãe (eu chorei horrores).

Essa sem dúvidas foi uma leitura difícil de se ler, além de ser uma história real, teve muita coisa envolvida com a minha vida pessoal e esse livro com certeza vai ficar marcado na minha memória por muito tempo.


(Essa foi minha primeira resenha e eu não a escrevi de uma forma que ficasse profissional, só quis expressar minha opinião sobre o livro e o que senti lendo-o)
comentários(0)comente



AlessandraD. 03/02/2021

A capa do livro é linda, o conteudo é impactante e emocionante. Amei em todos os aspectos
comentários(0)comente



Ana Terra | @_anaearth 28/11/2020

Que livro!
Eu sou muito aficionada por histórias reais e essa foi uma que me comoveu muito. Recomendo demais se você tbm gosta de true crime e também, de histórias com finais felizes na vida real :)
comentários(0)comente



Júlia 01/11/2020

Emocionante
Uau, que livro!
Jaycee Dugard foi sequestrada com 11 anos e conseguiu ser solta após 18 anos convivendo com Philip e Nancy (seus sequestradores).
Este livro conta todas as memórias de Jaycee durante esses 18 anos dentro de um cativeiro, todos os abusos que ela passou (mentalmente e fisicamente) e sua superação.
Me emocionei muito quando Jaycee reencontra sua mãe, foi a melhor parte desse livro.
Acho que mesmo lendo o livro, não temos ideia do quanto ela sofreu com tudo isso.
Livro ótimo, recomendo muito.
comentários(0)comente



Amanda 07/10/2020

Leitura difícil
A história me deixou extremamente sensível, essa leitura foi muito difícil, porém não conseguia largar pois queria saber que a Jaycee ficaria bem.

Esse livro conta a história de uma criança de 11 anos que foi sequestrada por um pedófilo e sua esposa. Ela nos conta sua "vida" no cativeiro com os sequestradores nos mínimos detalhes.

É uma leitura muito importante para compreendermos que pessoas podem ser extremamente más e não sentir nenhuma empatia pelo próximo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rodrigues 24/09/2020

Quando a história é real, é muito mais difícil de se ler
Esse foi um dos livros mais difícil e desafiador que eu já li.Nele temos a história de Jaycce Lee Dugard,uma menina que foi sequestrada quando tinha 11 anos e estava indo para a escola.
Jaycce era uma criança normal,morava com sua mãe,seu padrasto com quem não se dava tão bem e com sua irmã bebê.Ela sempre ia para a escola sozinha e esse fato contribuiu para mudar toda sua vida.
Jaycce na sua biografia relata em detalhes tudo o que aconteceu durante os 28 anos em que ficou presa dentro de um galpão no quintal de seu sequestrador.
Quem a sequestrou foi um pedofiloe estuprador nojento chamado Philippe Garrido e sua mulher.Ele já havia sido condenado por outros estupros e estava em liberdade condicional.Por isso ele sempre recebia visitas de policiais a sua casa e por incrível que pareça nenhum desses policiais pensaram sequer em olhar as tendas que havia no quintal desse canalha.E pensar que Jaycce poderia ter sido salva.
O relato dessa menina é extremamente impressionante.Tudo o que ela sofreu.Aqui ela relata tudo,os estupros,os anos minuciosamente detalhados em que ficou no cativeiro,a descoberta da gravidez,sim ela teve duas filhas no cativeiro.
Eu fiquei extremamente chocada em ler e saber tudo o que essa menina passou.A história dela é de muito sofrimento,dor e resiliência.
Relato realmente impressionante de como o ser humano pode ser ruim,mas ao mesmo tempo bom Pois teve pessoas que ajudaram a Jaycce.Assim como duas polícias desconfiaram de Philippe e 28 anos depois essa menina foi libertada.
Essa biografia foi uma das chocantes que já li.E eu aprendi muito com o relato da Jaycce e nunca vou me esquecer dessa história.
comentários(0)comente



Mariane 23/08/2020

Um livro bem propício as notícias do nosso momento atual. Uma menina que aos 11 anos é sequestrada por um homem junto com sua esposa. Essa menina logo no primeiro dia é obrigada a fazer todo tipo de vontades/posições sexuais para esse doente. A mulher dele a todo momento diz não ser responsável pelos atos dele, mas em todas as oportunidades surgidas em permitir que a Jayce fugisse, ela não ajuda. 18 anos sendo presa, manipulada, abusada, controlada...Se você é muito sensível para histórias tristes, nem leia. Mas é uma história de superação apesar de tudo. Do poder que uma terapia é capaz, do poder de amar duas filhas frutos de um estupro, do poder da esperança de uma mãe que ainda acreditava após 18 anos que sua filha ia aparecer. Mas também do poder de um homem que conseguiu por 18 anos enganar a polícia, psiquiatra, estando em uma condicional, fazer com que a vítima achasse que a culpa é dela, fingir para todos e para ele mesmo que ele formou na realidade uma família nesse tempo e nada fez de errado. Daquelas leituras que no final você respira fundo de tão pesada.
comentários(0)comente



Aline.Rodrigues 09/07/2020

Quando a história é real, é muito mais difícil de se ler
Esse foi um dos mais livros mais desafiador que eu já li em minha vida.Um livro que conta a história verdadeira de Jaycee Lee Dugard.
Nessa biografia conhecemos Jaycee,uma jovem que morava com sua mãe,seu padrasto e sua irmãzinha bebê.Um dia quando tinha 11 anos,indo pra escola sozinha ela é sequestrada por um pedófilo chamado Philippe Garrido.
Nesse livro Jaycee escreve sobre os 28 anos em que ficou pressa nas mãos de um monstro e de sua esposa,que desde o início foi sua cúmplice no sequestro da menina.
Jaycee descreve os seus medos,desejos,a saudade que sente de casa,e por fim as barbaridades que Philippe fazia com ela.
É um livro que conforme eu fui lendo só me causava ódio,nojo,revolta e mais ódio.
Philippe Garrido era um estuprador conhecido da polícia,por casos antigos,então por isso mensalmente a polícia ia na sua casa lhe vigiar,e pasmem nunca viram Joycee nós quartos podres onde Philippe a escondia.
E pensar que ela poderia ter sido liberta bem mais tempo se não fosse a incompetência da polícia.
Joycee ficou presa durante 28 anos,sendo abusada e estuprada,e ainda teve duas filhas com o estuprador.
Não é uma das leituras mais fácil de se ler,nem mais agradável,mas a li por Joycee.
Porque ela precisa que as pessoas saibam o que ela passou,pra ela saber que no final ela saiu vencedora sobre Phillipe.
Se pudesse com certeza abraçaria essa mulher e diria que ela é uma das mais fortes que já li na vida.
Aline.Rodrigues 09/07/2020minha estante
Também acho que ela desenvolveu Síndrome de Estocolmo




Stefânea 21/04/2019

"Vivemos num mundo onde raramente denunciamos e, quando o fazemos, geralmente ninguém ouve."
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Jaycee tinha uma vida normal, um família e amigos que amava. Contudo, em um dia qualquer, a caminho da escola, quando tinha 12 anos, ela foi sequestrada, por um homem e sua esposa. Ela, que mal entendia do que estava acontendo, não podia imaginar que ficaria no cativeiro por 18 anos a fio, sendo usada física e psicologicamente. 'Vida Roubada' é sua história, contada do jeitinho que ela se lembra.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
"Eu dependia dele para comer, beber água, ir ao banheiro. Ele foi tudo o que eu conheci por meses a fio."
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Phillip Garrido, um estuprador que já tinha passado anos na prisão, estava em condicional quando sequestrou Jaycee. Ele dizia e repetia para a garota que ela estava salvando outras pessoas, pois enquanto machucava ela, não estava machucando outras. A manipulação era intensa e constante, Phillip chorava aos pés da garota pedindo perdão toda vez que a violentava. Jaycee narra no livro, que isso ainda é confuso na cabeça dela.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Por estar em condicional, a casa dos Garrido era visitada constantemente por policiais, que jamais perceberam que ali vivia uma garota encarcerada e, alguns anos depois, mais duas filhas que ela teve de seu estuprador.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
"É incrível o quanto a manipulação dele foi profunda. Não parecia manipulação naquela época. Apenas o tempo e a distância revelaram como era a vida lá."
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Uma leitura pesada, sem dúvida, extremamente difícil. Narrado em primeira pessoa, Dugard alterna entre contar o passado e dar reflexões do presente, da sua vida após ser liberta. Acho uma leitura válida e necessária, pois nos oermite sair da bolha e nunca esquecer da dor e sofrimento dessas pessoas, e de como elas são guerreiras por quererem contar sua história.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
"Eu estava lá e passei por toda essa merda, mas quando olho para trás só consigo enxergar à frente."

site: https://www.instagram.com/resenhadora/
Leitora Bibliotecária 31/05/2019minha estante
Não consigo encontrar para baixar




Camila 03/06/2017

Forte!!!
Esse livro deixa o leitor, se for sensível aquilo que lê, com um sentimento de horror. Como o ser humano pode ser tão maquiavélico a ponto de usar outro ser humano como simples objeto.
Samantha Aníbal ferreira costa 03/12/2018minha estante
Eu pensei a mesma coisa como pode existir ser humano que faça isso fique por dias pensando com a imagem dela na cabeça sofrendo essas coisas esse livro me tirou dou eixo não tenho coragem de reler novamente




Meninas que Leem 31/12/2016

Blog As meninas que leem livros
Ler sobre um tema tão forte quanto pedofilia nos faz pensar no quanto o ser humano é capaz de fazer coisas repugnantes. Vida Roubada é aquele tipo de livro que......

site: http://www.asmeninasqueleemlivros.com/2011/11/vida-roubada-jaycee-dugard-em-junho-de.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



36 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR