O Verão Que Mudou Minha Vida

O Verão Que Mudou Minha Vida Jenny Han




Resenhas - O Verão Que Mudou Minha Vida


111 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Alessandra 14/07/2019

Que delícia de história.
Para Belly, a época mais importante do ano são as férias de verão. É nesse momento que sua vida de fato entra em compasso e tudo ganha cor e brilho.

Não bastasse os apelos da estação, existe outra razão para essa expectativa: Conrad, filho da amiga de sua mãe que possui uma casa na praia para onde a família de Belly viaja todo ano.

Calor, sol e mar são pano de fundo para esse amor que surgiu na infância e que foi ganhando força ao longo dos verões.

Apesar da alegria que essa época do ano traz para Belly, muitos desafios também se apresentam pois tudo está para mudar agora que eles não são mais crianças como antes.

Um livro aparentemente despretensioso, com um apelo young adult (jovem adulto), mas que guarda muita carga emocional e conquista o leitor. Se você já era fã da autora, vai adorar essa história que de fato é capaz de aquecer corações.

Jenny Han criou outra personagem super interessante, e apesar da imaturidade em muitas situações tudo é bem dosado e verossímil, pois faz parte do amadurecimento e crescimento da mesma. É bem encaixado, não cansa o leitor e nem torna a história chata por conta disso.

Só posso terminar dizendo que estou louca pelo segundo volume!!

site: https://euamolivrosnovos.blogspot.com
comentários(0)comente



Eduarda Franco | @poroutrosmundos 08/07/2019

Alguém me leva de volta a adolescência, por favor?
Para Belly, o verão é a melhor época do ano, pois é quando ela vai com a sua família para a casa de praia da melhor amiga da mãe dela, Susannah, e se reune com seus amigos: Conrad e Jeremiah. Claro que uma parte disso deve-se também à paixão oculta que ela tem por um deles desde os 13 anos de idade. Sendo assim, sua vida é marcada por essa estação e é justamente nessa época que as melhores coisas acontecem. Mas, nesse 16° aniversário, alguma coisa parece estar diferente, os amigos estão mais maduros e Belly não é mais a mesma garotinha de antes, suas emoções estão aflorando. Com tantas coisas novas, esse verão, definitivamente, pode ser o mais intenso de todos.
Quando eu soube que a trilogia "verão" iria ser relançada com outras capas, eu pirei! Já fazia tempo que os livros estavam esquecidos na minha lista de desejados do skoob, então quando finalmente o vi na loja, pensei: essa é a hora! E sinceramente? Não me arrependi. Amei estar no mundo da Belly!!!
"O Verão que mudou a minha vida" trata do amor, de aventuras e retrata alguns dramas do que é ser um adolescente, principalmente quando se é o caçula da família. É muito gostoso de se ler as descobertas dos personagens e vê-los amadurecendo no desenrolar da história. Apesar de algumas coisas tristes, o livro me arrancou sorrisos na maior parte do tempo ao me lembrar da minha fase de adolescência.
A autora realmente tem o dom das palavras, nos trasportando ao passado e nos trazendo de volta ao presente de uma forma flúida, sem que isso nos deixe confuso. Uma composição necessária, pois, assim, não ficamos de fora dos acontecimentos anteriores a esse verão e vamos percebendo a complexidade e a profundidade de cada um dos personagens criados pela Jenny Han.
Este primeiro livro faz jus a capa maravilhosa: leve, envolvente, lindo e fofo E FININHO! Bom para devorar em um dia! Então, mesmo que o desenrolar do triângulo amoroso não tenha me agradado por causa de algumas atitudes de um deles, só consegui sentir o quentinho no coração. SUPER RECOMENDO!

site: Ig: @poroutrosmundos
comentários(0)comente



YMmoreira_ 06/07/2019

O Verão Que Mudou Minha Vida
A minha escolha de ler o livro foi bem aleatória. Não tinha visto muitas resenhas nem nada do tipo. O que me despertou para essa nova leitura é o fato da personagem estar prestes a completar 16 anos e tcharam G-E-N-T-E, eu tinha ACABADO de completar dezesseis.

Tendeu!!? Foi aleatório, li a sinopse, achei dahorinha e me simpatizei na hora kkkkkk

O Verão Que Mudou Minha Vida é o primeiro livro da trilogia Verão, da autora Janny Han ? A mesma do best-seller Para Todos Os Garotos Que Já Amei.
Nesta primeira sequência, nos deparamos com uma adolescente que está prestes a completar 16 anos, e que tem como tradição, passar as férias de junho em Cousins Beach.

E ei, psiu! Deixa eu te contar uma coisa! Esse não vai ser mais um verão qualquer para Belly, esse verão promete!
É o primeiro verão em que ela está se sentido bonita, diferente e os outros também perceberam isto ? Uauuu cof, cof, principalmente o crush supremo dela, cof, cof kkkk.

E não é só isso. Esse verão pode adquirir outros sinônimos além de Conrad e Jeremiah Fisher. Pois é neste, que a protagonista, está encarando a palavra mudança e descobre o quão assustador ela pode ser. Sentimos ao lado dela a paixão boba do primeiro amor adolescente, o medo do primeiro encontro com um garoto e tudo mais...

Por ter a mesma idade que Belly, pude exegar nela coisas que não via em mim. Certos momentos, foi como me olhar no espelho e reparar em traços que nunca tinha reparado. Seja com comportamentos infantis, que de primeira julguei e depois percebi que já agi daquela forma ou em pensamentos que achei besta, mas notei que já tive eles ou ainda os tenho. Esse foi o motivo principal que me fez gostar da personagem.

No entanto, mesmo gostando da maneira como a personagem foi escrita, e a forma como a autora fez o leitor ir se aprofundando aos poucos, nas lembranças dos verões passados. Tirei alguns pontos do livro pois achei previsível o final, mas mesmo achando o fim previsível, confesso que fiquei interessada em como a história de Belly vai desenrolar-se daqui para frente. Afinal, a trilogia se estende dos 15 aos 24 anos da dela.

Por isso pretendo ler o próximo livro :-)
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Patrícia m 11/07/2019minha estante
Obrigada pelo que escreveu porque agora não vou precisar escrever a mesma coisa hahahaha Concordo muito! Dei 3,5/5 porque enfim, é uma leitura tranquila e lembra a adolescência. Porém, realmente fanficzona.




Leeh (@becodaleituraa) 29/06/2019

O verão que mudou minha vida - Jenny Han
A vida de Belly é medida em férias de verão. Para ela, todas as coisas boas só acontecem entre os meses de junho e agosto, quando está na casa de praia junto a Susannah, a única e melhor amiga de sua mãe e seus dois filhos, Jeremiah e Conrad. Mais do que irmãos postiços e companheiros de férias, eles tornaram-se o centro das suas emoções. A véspera do aniversário de 16 anos de Belly marca também o fim daquele que parece ser o último verão onde estarão todos reunidos em Cousins Beach. A partir do ano seguinte todos estarão ocupados demais e talvez alguns deles já não esteja mais entre nós..
.
O livro O verão que mudou a minha vida é realmente aquele tipo de livro que tem a cara do verão, pois é ensolarado, divertido e envolvente. Belly e sua família passam todos os verões na casa de veraneio da melhor amiga de sua mãe, a Susannah. Por esse motivo, Belly e seu irmão mais velho Steven, e os dois filhos de Susannah, Conrad e Jeremiah cresceram juntos e compartilham uma amizade especial que se fortalece a cada novo verão. Entretanto, mesmo sendo amigos, Belly a mais jovem e a única menina do grupo, sempre foi deixada de lado pelos meninos, fato esse que, ela vai mudar nesse verão, afinal, ela irá completar 16 anos. Esse é o grande ponto do livro, as mudanças pelas quais Belly está passando. Ela tem 15 anos e está na temida fase da adolescência em que deixamos de ser vistos como criança, para finamente sermos reconhecidos como jovens ou adultos. Assim, a autora mescla presente e passado, fazendo com que mergulhamos em lembranças e sonhos na vida da Belly. Algumas atitudes dela me deixaram bastante intrigada, em relação aos seus sentimentos, suas atitudes e principalmente iniciativa para mudar alguma coisa ou situação. Mas é um livro bem gostosinho de ler, super indico para quem estar de ressaca literária.

site: https://www.instagram.com/p/ByBAwbHD1ND/
comentários(0)comente



Bella 26/06/2019

Leve de ler mas nada de tirar o fôlego
O livro é bem teen mesmo, estilo Jenny Han! É gostoso de ler e com leitura bem rápida.

Os personagens foram bem trabalhados, a única falta que senti foi em cima do personagem Conrad, que por mais misterioso que fosse, fechado e tímido, precisava de mais atenção da autora. Até porque ele tinha uma influência enorme em cima das atitudes de Belly, personagem principal.

Não posso esperar atitudes maduras de uma menina de 15 anos, então muitas vezes abstrai seu temperamento por ser uma adolescente. Acho que a autora se perdeu um pouco na historia, lógico que com 15 anos o que mais temos são paixõezinhas de adolescente, só que pra Belly foram 3 paixões de verão. Jeremiah que cresceu como melhor amigo (apesar de não ser uma paixão mutua), Conrad como primeiro amor, e Cam, que pra mim foi o personagem mais fofo e maduro de todo o livro. Uma confusão que poderia ter sido melhor organizada e distribuída.

A vida que as duas famílias amigas levam é uma vida dos sonhos. Crescer e passar o verão numa cidade de praia, com uma casa a beira mar, com melhores amigos.. é tudo que uma adolescente deseja. O cenário e condições da história são muito bons, bem típico pra prender a leitura teen.

Jenny trabalhou pouco a relação de Conrad com Belly, mesmo envolvendo algumas cenas de ciúmes, mas nada muito aprofundado. Espero que ela tenha deixado pro segundo livro, apesar de ser completamente contra isso.

O livro é bom, li em menos de 24h, e me prendi a ele por querer entender mais Conrad, e não pelo enredo. Logicamente me decepcionei porque não explicou foi nada. Mas é gostoso de ler, bem teen, mas a partir do momento que você compra um livro de Jenny Ham, não se pode esperar outro estilo senão adolescente.
comentários(0)comente



Pah 20/06/2019

Algumas frases e trechos
? A cada ano, eu sempre achava que o verão seria diferente, que minha vida ia mudar. Naquele ela finalmente mudou. Porque eu mudei.?

?Às vezes parece que a pessoa é um milhão de vezes mais bonita para a gente, na nossa cabeça. É como se olhássemos com lentes especiais. Ou talvez a gente veja o que a pessoa realmente é.?

?Os momentos, quando passam, não podem ser recuperados - eles simplesmente passam.?

?São as imperfeições que tornam as coisas bonitas.?

?-Você quer me manter sempre por perto, né? Assim eu posso continuar gostando de você, e você pode se sentir bem consigo mesmo. No momento que eu começo a superar, você vai e me puxa de volta. Sabe de uma coisa? Você está ferrado da cabeça.?
comentários(0)comente



Mayara.Novais 14/06/2019

O livro tinha de tudo pra ser maravilhoso, mas acabou pegando um caminho bem monótono.

Belly é bem imatura, chega a ser irritante. Mas bem nos últimos capítulos ela aparentemente amadureceu e de fato aprendeu que o mundo não gira em torno dela.
comentários(0)comente



Hellen @Sobreumlivro 29/05/2019

"Foi um verão realmente inesquecível. Foi o verão que mudou minha vida. Porque, pela primeira vez, eu me senti linda. A cada ano, eu sempre achava que o verão seria diferente, que minha vida ia mudar. Naquele, ela finalmente mudou. Porque eu mudei."
.
Para Isabel Conklin, a vida é medida em verões. Sua vida acontece entre os meses de junho a agosto, quando ela está em Cousins Beach, a casa de praia onde sempre reencontra as pessoas que mais ama no mundo: Susannah, a melhor amiga de sua mãe, e os filhos Jeremiah e Conrad, por quem nutre uma paixão desde criança.

No primeiro livro da Trilogia Verão, encontramos uma leitura leve e divertida, com personagens adoráveis e ambientado em lugares que gostaríamos de estar. A vontade que senti ao ler essa história é de querer fazer parte dessa trupe, nadar e passear na beira da praia e estar cercada de pessoas divertidas e gentis como personagem principal.

Por se tratar de um romance juvenil, os assuntos giram em torno dos primeiros amores, as amizades, descobertas, inseguranças, amadurecimento e relações familiares.
.
"Eu amava e provavelmente sempre amaria. Passaria minha vida inteira o amando, de um jeito ou de outro. [...] Porque um pedaço do meu coração, o pedaço onde os verões ficam guardados, sempre seria (dele)."
.
Embora seja um livro super gostoso de ler, é perceptível o quanto a escrita de Jenny Han amadureceu em Para todos os garotos que já amei. Salvo engano, esse foi o primeiro livro da autora. É divertido e despretensioso, super gostosinho de ler, mas não é profundo. É um livro perfeito para ler no verão ou num final de semana.

site: https://www.instagram.com/sobreumlivro/
comentários(0)comente



JessMo - @livratario 29/05/2019

Romance que me tirou da ressaca!
"A cada ano, eu sempre achava que o verão seria diferente, que minha vida ia mudar. Naquele, ele finalmente mudou. Porque eu mudei."

Belly passou todos os verões de sua vida com a mãe e o irmão, na casa de praia de Susanah - melhor amiga de sua mãe - com a mesma e seus dois filhos: Conrad e Jeremiah. Depois de muitos verões excluída pelos meninos, mas nesse verão, Belly sente que algo mudou.
.
Amando Conrad desde que pode se lembrar, Belly se pergunta se esse será o verão em que vai poder mostrar que não é mais uma menininha para os irmãos.. Só não dá pra garantir que vai atingir o irmão certo.

"Eu amava e provavelmente sempre amaria. Passaria minha vida inteira o amando, de um jeito ou de outro. [...]Porque um pedaço do meu coração, o pedaço onde os verões ficam guardados, sempre seria dele"
Eu simplesmente amei esse livro! Jenny Han mais uma vez me conquistou tanto que li em um dia esse começo da trilogia que, certeza, vai ser a minha preferida dessa autora!
.
História rapidinha de deixar a gente rindo como boba e emocionada. Torcer e ficar com raiva e no final você só PRECISAR do próximo pra entender tudo que aconteceu.. pra saber o que vai acontecer!
.
Esse livro é pra quem gosta de ler romance, quem ama ficar com um sorrisinho bobo, quem quer ver uma personagem ir crescendo e como isso muda o seu redor. Eu estou apaixonada pela história, pelos personagens - cof pelo Conrad cof -.. Eu só preciso ler os próximos logo!
comentários(0)comente



Vitória 28/05/2019

História linda e muito bem contada. É bem o tipo de livro que eu gosto, sobre adolescentes, romance e drama. Bem água com açúcar mesmo, mas uma delícia de ler, tudo bem detalhado mas nada cansativo.
Entendo a personagem principal, Belly, ser um pouco infantil, afinal ela está contando vários momentos ao longo da sua vida, crescendo com seu irmão mais velho Steven, e os irmãos Fisher (Jeremiah e Conrad), imaginem você crescer sendo a única menina com 3 meninos e ainda ser a mais nova, ela sempre quis fazer parte desse grupinho de garotos que às vezes deixava ela de lado e sempre escolhia as brincadeiras. Todos esses momentos se passam no verão, na casa de praia da família Fisher, desde que Belly nasceu é a mesma coisa, mas nesse verão específico ela quer que as coisas sejam diferentes, tudo começa a mudar, ela vai fazer 16 anos e acha que pode ser o último verão com todos juntos afinal seu irmão e Conrad, sua paixão não tão secreta desde que tinha 10 anos, estão indo para a faculdade.
comentários(0)comente



Duda 23/05/2019

O verão que fiquei bonita
Contexto familiar mega forçado, personagem principal fútil, egoísta e infantil, o que nao muda nos próximos livros, enredo entendianta em que nada muda, boy lixo (Conrad) enaltecido no livro, mas na verdade não passa de mais um fuc*boy tosco que precisa de médicos e aprender como tratar as pessoas. Péssimo livro. Péssima trilogia.
Gio 03/07/2019minha estante
Conrad boy lixo MESMO. Jeremiah e até mesmo o Cam são melhores e tratam a Belly melhor. Conrad é possessivo, egoísta, grosso, além de ser um tremendo filho da puta a maior parte do tempo (e não me importo com os motivos que ele tinha, Jeremiah tinha os mesmos motivos mas não foi um pé no saco).


Duda 04/07/2019minha estante
Exatamente isso!!!




Bruna 16/05/2019

Resenha: O Verão Que Mudou Minha Vida
Quem me conhece sabe que eu adoro um bom romance, cheio de clichês, algo bem "água com açúcar". Dessa forma, resolvi dar uma chance para "O Verão Que Mudou Minha Vida", da Jenny Han, a mesma autora da trilogia de Para Todos Garotos Que Já Amei.

"A vida de Isabel Conklin é marcada pelas férias de verão. As outras estações do ano são como um intervalo, dias que passam lentamente enquanto ela espera que o sol lhe traga de volta o que mais ama: o mar, descanso, diversão e, principalmente, Conrad e Jeremiah Fisher.
Os garotos da família Fisher sempre estiveram ao lado de Belly em suas aventuras. Conrad é ousado, sombrio, inteligente. Já Jeremiah, é confiável, engraçado, espontâneo. Mesmo sendo tão diferentes, os três constroem uma amizade que parece inabalável. Apenas parece...
Tudo muda quando, em uma dessas férias, Conrad demonstra sentir algo por ela. O problema é que Jeremiah faz o mesmo. À medida que os anos passam, Belly sabe que precisará escolher entre os dois e encarar o inevitável: ela vai partir o coração de um deles.
Na trilogia Verão, acompanhamos Belly dos 15 aos 24 anos. Em meio a descobertas e mudanças, ela se apaixona, se envolve em um triângulo amoroso, entra na universidade e descobre que amadurecer também significa tomar decisões difíceis. Primeiros romances jovens de Jenny Han, os três livros são agora relançados pela Intrínseca, com novas capas e traduções inéditas."

Logo no início do livro somos apresentados a Belly, uma adolescente de 15 anos que viaja todo verão para a casa de praia de uma amiga da família. Ela, sua mãe, Laurel, e seu irmão mais velho, Steven, sempre viajam para Cousins Beach para ficar junto de Susanah/Beck e seus dois filhos: Conrad e Jeremiah. Dessa forma, sempre que o verão está se aproximando, Belly não consegue conter a animação e a ansiedade de passar suas férias em Cousins Beach.

Mas, diferente dos anos anteriores, Belly tem a sensação de que esse verão vai ser diferente dos outros. Seu corpo mudou, ela abandonou os velhos óculos e trocou por lentes e se sente mais madura. Ela está cansada de ser vista como uma irmã mais nova para Conrad e Jeremiah, ou de ser excluída da brincadeira dos garotos. E o primeiro indício de que as coisas estão prestes a mudar é quando ela conhece Cam, numa festa de praia.

"Momentos, quando se perdem, não podem ser reencontrados. Simplesmente se vão."

Belly tem tudo para ter um dos melhores verões de sua vida: ela tem a companhia de sua família e amigos, pode ir na praia sempre que dá vontade e ainda tem a companhia de Cam, que demonstra o seu interesse de Belly e faz de tudo para conquistá-la. Porém, a sensação é de que algo está faltando. E essa ausência na vida de Belly tem nome e sobrenome: Conrad Fisher, o filho mais velho de Susanah. Mesmo desfrutando da companhia de um cara legal como Cam, Belly não consegue afugentar os seus pensamentos de Conrad. Ela sempre amou ele, desde os 10 anos, e acredita que ele vai ser o único e verdadeiro amor de toda sua vida.

Sendo assim, esse verão vai acabar sendo totalmente transformador para a vida de Belly e dos outros integrantes da casa de Cousins Beach.

"Ele sorriu. Conrad tinha um jeito de me olhar, de olhar para qualquer um, que resolvia tudo, dava vontade de cair aos pés dele.
Ele disse: — Claro. Boa-noite, Bells. — Bells, meu apelido de mil anos atrás.
Ele tornava muito difícil não amá-lo. Quando era encantador assim, eu me lembrava do motivo pelo qual o amava. Antes, quero dizer.
Eu me lembrava de tudo."

Não irei negar que estava com grandes expectativas para "O Verão Que Mudou Minha Vida", afinal de contas tinha lido diversas resenha positivas e pelo livro ser um trabalho da Jenny Han. Eu achava que iria me deparar com outro casal tão memorável e fofo como a Lara Jean e o Peter K, ou com uma linda história de romance que me faria sonhar, mas o que aconteceu não foi exatamente isso. Em "O Verão Que Mudou Minha Vida", eu não consegui desenvolver uma empatia muito forte pelos personagens principais, a tentativa de criar um triângulo amoroso falhou miseravelmente e a trama foi morna do início ao fim; não teve nada de muito emocionante durante a leitura.

Gostaria de estar fazendo uma resenha mais empolgante sobre "O Verão Que Mudou Minha Vida", mas a leitura do livro não teve nenhum atrativo. Trata-se de um romance legal, bem "água com açúcar", cheio de clichês e nada memorável (a história e os personagens não são marcantes); é o tipo de livro que vai acabar sendo esquecido na minha estante com o passar do tempo.

site: https://escritorawhovian.blogspot.com/2019/05/resenha-o-verao-que-mudou-minha-vida.html
comentários(0)comente



Greice Negrini 13/05/2019

Um Verão de Descobertas!
Todos os anos desde quando era pequena Belly sabe onde vai passar o verão. Já é sagrado que quando o verão chega, ela e sua família façam suas malas e se preparem para ir para Cousins Beach e aproveitar junto com a melhor amiga de sua mãe, Susannah e sua família tudo o que o verão traz de bom.

Sempre foi assim. O problema é que Belly sempre foi a única menina da turma. Steven, seu irmão mais velho se unia com os filhos de Susannah, Conrad e Jeremiah e assim ela não participava de metade das coisas que eles aprontavam. Mas tudo bem, ela tinha o mar, a piscina e Susannah, que gostava dela como se fosse uma filha.

Claro que agora as coisas estavam diferentes. Ela estava com dezesseis anos, seu corpo aflorou de uma forma anormal e era o primeiro verão em que seus pais iam passar longe, já que tinham se divorciado. Belly esperava que não fosse atrapalhar os planos de ninguém, pois Susannah tinha ficado doente gravemente e tinha se recuperado e agora o que todos queriam era união.

E Belly sabe que vai ter que encarar Conrad, sua paixão secreta. Lógico que ele sempre esteve perto, mas nunca olhou para ela de outra forma a não ser como uma criança chata. Mas agora ela cresceu e ele também. E pasar o verão todo com ele e seu irmão fingindo que não há sentimento nenhum guardado há tantos anos pode ser tão massacrante quando conviver no ensino médio.

E é durante todo o verão que Belly vai descobrir sentimentos conflitantes e saber coisas que estavam escondidas. E lágrimas vão ser derramadas por todos com notícias dolorosas. Afinal, como um verão pode mudar uma vida?

Se você leu a trilogia do Para Todos os Garotos já vai estar a meio caminho de entender que esta aqui é o mesmo estilo, a única coisa que muda é que se passa na praia durante o verão. Acredito que a autora tenha uma escrita bastante parecida para mostrar a mesma versão de adolescência nestes casos.

Belly é uma garota que vai contar ao longo dos anos as experiências que teve durante os verões que passou com esta outra família e como ela tem essa paixão escondida por Conrad. A diferença é que neste específico verão que ela vai estar, começam a acontecer coisas mais maduras e coisas mais doloridas também, voltadas para o laço familiar.

Eu estranhei um pouco o fato de que como eles sempre passaram o verão juntos, possam ter sentimentos a mais um pelo outro, tendo em vista que praticamente foram criados como irmãos, mas a temática do livro aos poucos leva a atender alguns contextos diferentes.

Claro que fiquei com um pouco de raiva de alguns personagens que ficavam com birra e faziam algumas cenas desnecessárias. Espero que isto vá mudando com o andar dos livros dois e três, já que sabe-se que também é um pouco característico da idade, mas também foi por situação imposta por questões familiares, o que também foi bem compreensivo.

A história é leve e passa rápido e o final não é um final. Claro que vai precisar emendar outro livro para saber o que acontece. Eu queria um pouco mais de maturidade na obra, um pouco mais de cenário, de descrição. Porém como disse, talvez consiga isto nas próximas obras, ao mesmo tempo que não foi uma obra 100% perfeita, mas é bastante relaxante para uma leitura rápida.


site: www.blogandolivros.com
comentários(0)comente



Dani 09/05/2019

Desde de muito pequena Belly anseia pelas férias de verão. Qualquer período do ano não é nada comparado as férias em Cousins na casa de praia . Sem contar que também era o período que usava para matar a saudade de um ano família Fisher proprietários do local, e muito amigos da sua família.
Susannah é para ela uma segunda mãe, Jeremiah o filho mais novo é um dos seus melhores amigos da vida, sempre descontraído tem a facilidade de contagiar todos ao seu redor. Já Conrad Fisher é o oposto do irmão, era o mais velho. Um cara sombrio. Completamente inatingível, indisponível. Sorria de um jeito malicioso, um sorriso que deixava Belly desconcertada e é por ele que o coração da garota batia em ritmo diferente.
Por mais que Conrad tivesse um grande carinho por ela, não chegava nem perto do que ela almejava.

Agora, próximo a completar 16 anos Belly sente que aquelas férias será diferente. Ela está diferente, ou melhor, todos estão. Por isso decide aproveitar cada momento como se fosse o último. Afinal, talvez muitas coisas mudem, e nada seja mais como era antes.

Este é o primeiro livro da Trilogia de Verão da autora Jenny Han  (mesma autora de Para todos garotos que amei). E por isso já vou logo dizendo, Belly e Lara Jean não tem muitas coisa em comum. Apesar da faixa etária ser a mesma, as personagens possuem personalidades diferentes, e talvez por fazer essa comparação é que alguns leitores não tem curtido tanto a obra quanto ovacionaram os livros da outra trilogia. Mas eu em particular gostei demais do que li.
Mesmo Belly sendo indecisa e por muitas vezes tendo atitudes um pouco infantis, acredito que muitos de nós tenha feito algo parecido quando tínhamos a mesma idade ( ou até piores), por isso não sub julguei a personagem.
A leitura é extremamente flui e rápida, gostei do círculo familiar criado pela autora, repleto de muitos acontecimentos reais.
Este é aquele tipo de leitura estilo sessão da tarde excelente para te tirar de uma ressaca literária. Uma leitura doce e leve ao qual recomendo a todos.
comentários(0)comente



111 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |