O Verão Que Mudou Minha Vida

O Verão Que Mudou Minha Vida Jenny Han




Resenhas - O Verão Que Mudou Minha Vida


117 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Duda 23/05/2019

O verão que fiquei bonita
Contexto familiar mega forçado, personagem principal fútil, egoísta e infantil, o que nao muda nos próximos livros, enredo entendianta em que nada muda, boy lixo (Conrad) enaltecido no livro, mas na verdade não passa de mais um fuc*boy tosco que precisa de médicos e aprender como tratar as pessoas. Péssimo livro. Péssima trilogia.
Gio 03/07/2019minha estante
Conrad boy lixo MESMO. Jeremiah e até mesmo o Cam são melhores e tratam a Belly melhor. Conrad é possessivo, egoísta, grosso, além de ser um tremendo filho da puta a maior parte do tempo (e não me importo com os motivos que ele tinha, Jeremiah tinha os mesmos motivos mas não foi um pé no saco).


Duda 04/07/2019minha estante
Exatamente isso!!!




Amanda Campelo | @booksdaamanda 18/03/2019

Resenha no Ig @booksdaamanda
Em todas as férias de verão, Belly está em Cousins Beach. Ela viaja com sua família (sua mãe e seu irmão) para a casa de praia de Susanah que é a melhor amiga de sua mãe, lá ela se diverte com os amigos Conrad e Jeremiah (filhos de Susanah). É durante os verões em que as melhores lembranças de Belly estão.

Mas esse verão será diferente para Belly, prestes a completar 16 anos, seu corpo está mudado e agora os garotos parecem vê-la de uma forma diferente. Durante uma festa na praia, Belly conhece Cameron e pela primeira vez ela vai ter um amor de verão. No entanto, a cabeça de Belly ainda está ligada ao Conrad e Jeremiah. E é assim que será o verão de Belly, cheio de novidades, amor, ciúmes, e muito sol.
.
"Momentos, quando se perdem, não podem ser reencontrados. Simplesmente se vão."
.
💬 Essa história é super fácil e rápida de ler, um ótimo livro para ler no verão e em um dia. Os capítulos são curtos, narrados em primeira pessoa pela Belly, alternando entre o presente e as lembranças de verões passados. Então isso deixa a leitura fluída.

Eu, como uma fã de Jenny Han, esperava mais da história. Esse foi o primeiro livro da autora, e ainda bem que ela conseguiu evoluir sua escrita na série Para todos os garotos que já amei. Lendo essa história percebi um fato em comum da protagonista com a Lara Jean, ambas têm medo ou não sabem dirigir.

Além de todo o romance que é o principal ponto da história, também temos a relação familiar da Belly. Susanah está com Câncer e gostei muito da forma como a autora tratou e mostrou esse assunto aos leitores.

A minha crítica fica mesmo para os personagens que não são tão cativantes. É possível saber logo de cara com quem Belly vai ficar, mas isso não atrapalhou de forma nenhuma a minha leitura. Mesmo assim, quero muito continuar a ler essa trilogia e acompanhar a vida de Belly. Quem sabe o próximo livro seja melhor que esse.

site: https://www.instagram.com/p/BuUjtfIByn5/
comentários(0)comente



Ludy 02/05/2019

Um começo descontraído

O verão que mudou minha vida (Trilogia Verão, livro 1) - Jenny Han
240 páginas/Editora Intrínseca


"A cada ano, eu sempre achava que o verão seria diferente, que minha vida ia mudar. Naquele, ela finalmente mudou. Porque eu mudei."

Todos os anos, Belly e sua família passam o verão na casa de praia da família Fisher em Cousins Beach.
Lá, ela vivenciou diversas primeiras vezes; mas sendo a única menina da família, também viveu muitas frustrações.
Mas pode ser que esse verão seja diferente e Belly, finalmente, seja notada.

Depois de me apaixonar pela trilogia mais fofa de todos os tempos - sim, estou falando de Para todos os garotos que já amei - eu iniciei a trilogia Verão bem empolgada, mas... posso colocar a culpa na expectativa?

Belly é uma típica adolescente de 15 anos.
Ela ama passar o verão na casa de praia, ficar na companhia da Susannah (melhor amiga da mãe dela), implicar com Steven, se divertir com Jeremiah e sentir uma paixão platônica por Conrad; mas dessa vez tudo está diferente, ela já não é mais uma menininha.
Conrad é uma incógnita, enquanto Jeremiah é um jovem apaixonante.
O que era para ser uma paixão platônica, se torna um triângulo amoroso.

Gostei do enredo, mas para um livro de 240 páginas eu achei que demorei para me conectar com a história e com as personagens.
A história é intercalada entre passado e presente, e além disso, há flashes do passado nos capítulos do presente. Confuso, né? Pois é, foi assim que me senti boa parte da história.
E a Belly não ajudou.
Desculpa, Jenny; mas preciso confessar que achei essa personagem chata.
Ela não tem personalidade, reclama muito e é indecisa.
Outro ponto que me incomodou foi o excesso de proteção (atitudes machistas) dos meninos em relação a Belly.

Apesar de não ter funcionado pra mim, O verão que mudou minha vida é um bom livro. Além de ser uma leitura leve, rápida e que arranca sorrisos.
Jenny trouxe as mudanças, os sentimentos conflitantes e a euforia pelos garotos e garotas que há nessa fase adolescente.
O final ganhou um pouco mais de emoção, e acabou me deixando curiosa com a continuação - sinto que ainda há esperança para essa trilogia.

#resenhaemalgumlugar

site: @emalgumlugarnoslivros
comentários(0)comente



Isa O.T 10/12/2012

Eu me apaixonei por esse livro, e por td a trilogia.
A Trilogia Summer é sobre amor adolescente (o primeiro amor) é sobre enfrentar os problemas da vida e finalmente crescer.Tenho absoluta certeza que serão poucos aqueles que durante a leitura não se indentificarão com essa história.
comentários(0)comente



Laiane.Esposito 27/01/2016

O Verão que mudou minha vida
The Summer I Turned Pretty ( O verão em que me tornei bonita), foi publicado aqui no Brasil pela Editora Record como O Verão que mudou minha vida em 2011 ( sim, eu só o li agora). Confesso que peguei esse livro para ler pela capa, foi um amor a primeira vista e também porque todas as resenhas que li e assisti antes de ler esse livro diziam basicamente a mesma coisa; que o livro girava em torno de crescer e se tornar maduro e que a história era apaixonante e blábláblá . Depois de ler o livro eu sinceramente estava me sentindo uma E.T, porque não gostei tanto assim do livro.Bem, como todo livro esse também tem seu lado positivo e negativo.
Pontos Positivos
O modo como Jenny Han conduz a historia indo do presente para o passado, nos mostrando o porquê de Belly aguardar tanto o verão, é fantástico. Uma das poucas que para mim, conseguiu trabalhar tão bem. Gostei muito como a autora colocou como nós meninas nos sentimos na maioria das vezes em relação a se sentir bonita. Sempre achamos que uma amiga é mais bonita e que todos os garotos terá olhos só para ela. E no livro Jenny retrata como Belly se descobre mulher, descobre que é linda e desejada. A Autora também não esquece como as garotas adolescentes podem ser complicadas e confusas em relação ao amor. Susannah, mãe de Conrad e Jeremiah. É a única adulta na casa praticamente, já que a mãe de Belly age mais como uma adolescente. E também é a única que tem um comportamento de mãe. Susannah quer sempre ver sua família e amigos felizes, mesmo que ela esteja com câncer, o que é muito triste. Gostei muito do Conrad no começo pelo fato de ser um garoto misterioso, aparenta ter algum segredo, pelo fato dele ser um daqueles garotos que mesmo com essa armadura toda, também é sensível. Jeremiah também me agradou por ele ser um menino alegre e fofo. Com Steven – irmão de Belly- acho que a autora soube fazer exatamente como é um irmão mais velho.
Pontos Negativos
Ao mesmo tempo em que Belly é uma mulher, ela também é uma criança chorona. Essa garota, definitivamente, foi a personagem que eu mais odiei nesse livro! Ela passa o livro inteiro reclamando da vida, tentando fazer ciúmes a Conrad ( que é um dos protagonistas desse triangulo amoroso, que de triangulo não tem nada). Belly quando tenta arrumar alguma briga, seus únicos argumentos são; Cala a boca e vou contar pra mamãe. A pelo amor de Deus! Quantos anos essa garota tem 4 ou 15? A mãe dela nem se fala, não tem um comportamento de mãe e sim de uma estranha desconhecida. Jenny tenta fazer um possível romance entre Jeremiah e Belly, o que fica bem claro que não da certo. Afinal, Belly só tem olhos para Conrad. Falando nele, confesso que estava enganada. Conrad é sensível poucas vezes, a maioria ele é só um garoto egoísta que não sabe o que quer. Sobre o fato da historia ficar indo do presente para o passado só mostra o quanto Belly é chata e irritante. E por fim, o fato de não acontecer nada de interessante me deixou com bastante tédio.
Resumindo, O Verão que mudou minha vida me decepcionou bastante. Não acontece nada que nos prenda realmente ao livro. Foi legal a idéia de historia que Jenny teve, porem só a protagonista já estragou o enredo. Pretendo ler outros livros de Han, até porque a pesar de tudo, a achei uma boa escritora.

comentários(0)comente



House of Chick 07/05/2012

“O verão que mudou a minha vida” conta a história de Belly, uma menina que está naquela fase de amadurecimento, quando as garotas deixam de ser apenas menininhas inocentes e começam a se transformar em mulheres. É quando os garotos começam a notá-las, não apenas como uma amiga, mas sim com outros interesses.

Belly, desde pequena, passa todas as suas férias de verão com sua mãe, Laurel, e seu irmão, Steven, na casa de veraneio da melhor amiga de sua mãe, Susannah, com ela e seus dois filhos, Jeremiah e Conrad, por quem sempre foi apaixonada.

Mas esse ano tudo parece diferente para Belly. Ambos começam a notá-la como algo mais do que apenas a irmãzinha de seu amigo. Além disso, ela conhece um outro garoto que acaba balançando seu coração também.

No meio de alguns acontecimentos, muita confusão e sentimentos à flor da pele, podemos vivenciar e relembrar alguns momentos da nossa própria vida, daquelas viagens de verão quando éramos mais novas e o mundo parecia algo bem diferente do que parece hoje.

É uma leitura leve, divertida e prazerosa, mas não foi marcante, além de ser bem monótona. Uma coisa chata nisso tudo é que eu realmente estava com altas expectativas sobre esse livro, e ele não alcançou nenhuma delas. Então, mesmo tendo gostado da leitura, não chegou a ser perfeita. Para mim ficou faltando um algo a mais na história, que não foi suprido em momento algum. Não estou dizendo que o livro é ruim nem nada do tipo, eu apreciei a leitura sim, mas ela não se tornou algo apaixonante.

Achei alguns personagens bem fúteis, principalmente a Belly, que agora que cresceu e ficou bonita, acha que pode conseguir qualquer coisa, e se não consegue fica chateada. E meus personagens preferidos foram o Jeremiah e a mãe dele, Susannah, super alto astrais, mesmo no meio de diversos problemas, amigos de verdade e amorosos.

Outro ponto que achei bem legal foi que a autora intercalou os capítulos com passagens do presente e do passado, durante os vários verões que passaram naquela casa, isso nos ajudou a entender mais algumas ações dos personagens.

Continuação: http://www.houseofchick.com/2012/01/o-verao-que-mudou-minha-vida-jenny-han.html
comentários(0)comente



Cecillia Dantas 03/09/2012

O livro conta a história de Belly, uma menina de 15 anos, quase 16, que passa todos os verões na casa de praia da amiga de sua mãe Susannah (quem ela considera como uma segunda mãe), e devido isso, esta é sua época preferida do ano, segundo ela, as outras estações são apenas uma preparação para a verdadeira estação, o verão. Sempre foi assim, ela, sua mãe e seu irmão mais velho Steven, vão todo ano a Cousins, onde ficam na casa de praia de Susannah, com seus filhos, Jeremiah e Conrad, por quem ela nutre uma paixonite desde sempre, mas esse verão ela sente que será diferente, é o ultimo verão que vai passar com seu irmão e Conrad que estarão na faculdade no próximo verão e provavelmente também é o ultimo verão que ela passará com Jeremiah, que pretende no próximo verão ir a um acampamento de futebol, então ela sabe que precisa aproveitar este verão ao máximo, pois pode ser o ultimo que passarão todos juntos, como sempre foi. Mas além de querer que este verão marque como o ultimo que passarão todos juntos, ela também que se fazer notada, mostrar que não é mais aquela garotinha birrenta, que nem sempre foi nos outros anos, ela quer ser convidada para as festas, quer o amor de um dos irmãos… será que ela conseguirá fazer com que este verão seja diferente ou ela se perderá no meio deste caminho?

Um livro incrível para quem ama o verão, ou livros sobre o verão como no meu caso…

Leia mais opiniões em: http://docealgodaodoce.wordpress.com/2012/09/03/resenha-o-verao-que-mudou-minha-vida/
comentários(0)comente



Cau Leão @foconaleiturabsb 07/03/2019

Fofo demais
Realmente adoro ler um YA, esse é fofo demais! Já quero correr e ler o segundo.
comentários(0)comente



Lu 28/12/2012

Banana Pirata, resenha...
Oi, confira a resenha lá no blog!

http://bananapirata.blogspot.com.br/2012/01/resenha-de-o-verao-que-mudou-minha-vida.html

Bjus, Lu
comentários(0)comente



Iane.Ramos 08/08/2019

Muito leve, rápido de ler
Li o livro em uma sentada. A história me prendeu do início ao final. Muito lindinho, cheguei a inclusive soltar umas lagrimazinhas
comentários(0)comente



Dreeh Leal 01/05/2019

O verão que mudou minha vida - Verão #1 - Jenny Han
Depois de me deixar apaixonada pela saga de uma certa descendente asiática, Jenny Han entrou para minha lista de autores favoritos da vida. Porém, a trilogia do verão estava na minha lista de desejamos muito antes disso. Eu adquiri a versão antiga da trilogia na última bienal, para poder autografar. Mas não resisti a oportunidade real de finalmente poder lê-la - estar na estande não é garantia de nada, vocês sabem - e também, as capas novas. Após finalizar a leitura, achei que ela combina muito mais com a vibe da protagonista, que é mais juvenil e descontraída.

A história é contada de forma linear, mas intercalada com capítulos que narram um fato ou outro de verões passados. A leitura não levou mais que um dia para ser concluída, de tão fácil e gostosa de acompanhar, mas percebi logo que esse era um livro antigo da autora. A conexão entre um capítulo e outro nem sempre é sutil, e até que todas as explicações fossem feitas e a história engrenasse, eu já tinha avançado bastante nas páginas. A leitura fluiu, mas ficou com muita cara de livro introdutório.

Belly é uma personagem encantadora. No início do livro mostra todas as incertezas e inseguranças de uma adolescente que está se tornando adulta, e que nunca tinha se visto na posição de atrair a atenção do sexo oposto. Okey, eu até me irritei com ela - e todos os personagens - um pouquinho, mas nada que a idade ou as revelações seguintes não justificassem um pouquinho.

Essa não é uma história profunda, mas foi legal descobrir que esse verão não mudou a vida de Belly por conta de um garoto, ou dois. Foi o verão em que ela se descobriu e com isso percebeu que o mundo não gira ao redor dela. Há problemas muito piores rondando, mas se ela conseguiu superá-los, só a continuação dirá. Literalmente, pois a história termina com um gancho daqueles!

site: http://www.maisquelivros.com/2019/02/resenha-o-verao-que-mudou-minha-vida.html
comentários(0)comente



Bella 26/06/2019

Leve de ler mas nada de tirar o fôlego
O livro é bem teen mesmo, estilo Jenny Han! É gostoso de ler e com leitura bem rápida.

Os personagens foram bem trabalhados, a única falta que senti foi em cima do personagem Conrad, que por mais misterioso que fosse, fechado e tímido, precisava de mais atenção da autora. Até porque ele tinha uma influência enorme em cima das atitudes de Belly, personagem principal.

Não posso esperar atitudes maduras de uma menina de 15 anos, então muitas vezes abstrai seu temperamento por ser uma adolescente. Acho que a autora se perdeu um pouco na historia, lógico que com 15 anos o que mais temos são paixõezinhas de adolescente, só que pra Belly foram 3 paixões de verão. Jeremiah que cresceu como melhor amigo (apesar de não ser uma paixão mutua), Conrad como primeiro amor, e Cam, que pra mim foi o personagem mais fofo e maduro de todo o livro. Uma confusão que poderia ter sido melhor organizada e distribuída.

A vida que as duas famílias amigas levam é uma vida dos sonhos. Crescer e passar o verão numa cidade de praia, com uma casa a beira mar, com melhores amigos.. é tudo que uma adolescente deseja. O cenário e condições da história são muito bons, bem típico pra prender a leitura teen.

Jenny trabalhou pouco a relação de Conrad com Belly, mesmo envolvendo algumas cenas de ciúmes, mas nada muito aprofundado. Espero que ela tenha deixado pro segundo livro, apesar de ser completamente contra isso.

O livro é bom, li em menos de 24h, e me prendi a ele por querer entender mais Conrad, e não pelo enredo. Logicamente me decepcionei porque não explicou foi nada. Mas é gostoso de ler, bem teen, mas a partir do momento que você compra um livro de Jenny Ham, não se pode esperar outro estilo senão adolescente.
comentários(0)comente



Jade Ricieri - @semprelivros 30/08/2018


"O verão que mudou minha vida" narra a história de Belly, uma adolescente que mede sua vida em férias de verão. Para ela, as melhores coisas só acontecem nessa época do ano, quando está em Cousins Beach juntamente com Susannah, a melhor amiga de sua mãe, e seus dois filhos, Jeremiah e Conrad.

Susannah é como uma segunda mãe para Belly, e seus filhos são mais do que simples amigos de infância e companheiros de férias, os garotos com o passar dos anos se tornaram o centro de seus maiores sentimentos e emoções, um deles é o seu melhor amigo e o outro o seu único e verdadeiro amor.

Jeremiah e Conrad, dois personagens completamente diferentes, enquanto um é super amigável, extrovertido e alegre, o outro é fechado, calado, quieto. E apesar de serem tão opostos, são irmãos e muito unidos. Cada um com seu jeitinho especial de ser, é difícil não ficar encantada com os dois.

Esse verão é marcado por grandes surpresas e revelações, podendo até mesmo ser o último verão em que passarão juntos na casa de praia de Cousins Beach. Pois, no ano seguinte todos estarão bastante ocupados e talvez algum deles não esteja mais entre nós, afinal o destino é cheio de reviravoltas.

Que livro mais amor e ao mesmo tempo tão sensível e profundo, sou apaixonada pela forma como Jenny Hann constrói suas histórias, ela consegue desenvolver muito bem a vida dos personagens e a trama em si, sem contar que sua escrita e leve, fluida e envolvente, é uma leitura rápida e deliciosa.

Adorei a história, os personagens, a criatividade da autora, consegui me conectar totalmente com a trama e apesar de não ser uma trilogia tão famosa, é muito boa e super recomendo, estou ansiosa e com expectativas altas para os próximos livros.
comentários(0)comente



Lu 12/07/2015

O verão que mudou minha vida.
A vida de Belly é medida em Verões. Ela conta os dias para chegar a estação preferida. Pra ela é como se as melhores coisas só acontecessem durante esse tempo.
Belly vai com sua família todo ano para uma casa de praia da amiga de sua mãe. Os motivos dela gostar tanto dos verões? Jeremiah e Corand, filhos de Suzanne, amiga de sua mãe Lauren. Apesar de ser quase irmãos, os dois mexem com suas emoções.
Jeremiah foi seu primeiro beijo, e Belly sempre nutriu um amor por Corand, mas ele nunca demonstrou sentir o mesmo. Agora, Belly chegando perto dos seus 16 anos, ela chama atenção dos irmãos assim que chega a casa de praia. Eles a olham do pé a cabeça, como se tivesse olhando uma garota em um shopping.
Mas no seu aniversário de 16 anos, parece ser o último verão que Belly irá passar naquela casa, todos eles irão seguir caminhos diferentes. Será o fim dos Verões para ela?
Narrado em primeira pessoa por Belly, O Verão que mudou minha vida é uma leitura leve e flui rápida. Os capítulos são intercalados com flashback dos verões passados.
Os personagens são bem estruturados. Jeremiah é gentil e doce. Já Corand é todo misterioso e fechado. É fácil ver também o amadurecimento de Belly ao longo da obra. Os personagens secundários também ganharam destaques e foram bem explorados.
O verão que mudou minha vida é um romance doce e gostoso, indico pra quem procura uma leitura leve.
comentários(0)comente



117 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8