Sob a Luz dos Seus Olhos

Sob a Luz dos Seus Olhos Chris Melo




Resenhas - Sob A Luz Dos Seus Olhos


72 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Fan Page FB Romântico Assumido 21/05/2017

Habituada aos dias óbvios, alinhados e perfeitamente quadrados, seguindo horários rígidos e noites previsíveis, Elisa aos 29 anos é editora de revista e conseguiu publicar seu primeiro livro.

Presa em um relacionamento morno com Cadu, com quem insiste em não rotular a relação, recebe um e-mail que a faz voltar a sua época de adolescente.

Nessa época, Elisa saiu do país para tentar a vida em Londres, mas é em York que ela conhece um rapaz dono de belos olhos azuis. Paul e Elisa tem seus destinos cruzados e traçados desde esse encontro e eles vivem uma linda história de amor.

Mas nada na vida é sempre um mar de rosas, e ela é obrigada a voltar para o Brasil, sem dá explicações a quem ela mais queria. Na pior época da sua vida, ela conhece sua melhor amiga Carol. Carol é médica e lhe ajuda quando todos já perderam as esperanças, inclusive a própria Elisa.

Mas o e-mail veio para lhe cobrar satisfações. Paul está no Brasil e quer vê-la. Ela estará preparada para responder todas as suas perguntas?

OPINIÃO: Chriiiiiiis... Como você pode escrever uma história assim? Você não sabe se tem leitor doente do coração, moça! Tô escrevendo essas palavras com os olhos cheios de lágrimas, gastei todos meus lenços de papel e mesmo assim, não consigo colocar aqui como esse livro mexeu comigo! Foi 'a história'! Ainda estou processando a beleza das suas palavras, a emocionante história de Paul e Elisa e o turbilhão de sensações que esse livro me fez sentir. Perfeito, adorável e muito surpreendente! #Amei

site: https://www.facebook.com/pg/RomanticoAssumido/photos/?tab=album&album_id=832812616840561
comentários(0)comente



GeL 11/05/2017

Resenha postada no blog Garotas entre Livros
Resenha tripla

"Esta é a nossa vida, a parte que vale a pena ser contada. Toda a transformação que um ser humano sofreu porque disse sim, toda a magia que só existiu porque, em um dia qualquer, nossos olhos se cruzaram."


Então, sabe aquele livro que você começa a ler cheio de expectativas e acaba com a sua paciência? Pois é. Sinceramente, eu não tenho nem palavras. Sim, eu sei que costumo dizer isso quando o livro é muito bom, mas o que dizer diante de tanta incoerência? Posso falar várias coisas aqui e tentar, com todas as minhas forças, dizer que não é tão ruim assim, mas não seria verdade. - Raquel

Eu prometo, estou tentando ser o mais respeitosa possível enquanto escrevo essa resenha! Não está entendo porque comecei assim? Bom, continue lendo. - Barbara



Entendam, nosso objetivo como blog não é insultar autor nenhum, nem desfazer de sua obra, mas sim analisar de maneira crítica. Fazer o leitor pensar. É claro que opiniões divergem, e essa é a beleza de ser humano: a divergência. Se você leu e amou, respeitamos sua opinião, mas não aconteceu o mesmo conosco. Então, concordemos em discordar. - Raquel

Sob a luz dos seus olhos está ganhando por enquanto o troféu de pior livro que li em 2017. São tanto problemas que me faltaria espaço nessa resenha para descrever todos, mas vamos lá, vamos falar dos principais. - Barbara

Olha, esse livro começou com 3 estrelas e foi perdendo elas pelo caminho, vou contar pra vocês rs.
Comecei a leitura de Sob a luz dos seus olhos achando que se tratava de um romance leve, fofo sem muito drama com personagens queridinhos e tal. Já comecei errado kkkk
Tenho que dizer que não li a sinopse e não conhecia até então a fama da autora como “Nicholas Sparks de saia”, se soubesse eu teria me preparado para o que iria encontrar. - Michelli

E vamos ao que interessa. - Raquel

Elisa é uma mulher de 29 anos que parece ter uma vidinha meio sem sal e sem pimenta, com um peguete legal mas que ela não pretende tornar nada sério, uma vida sem muitas expectativas até que um email muda tudo e da uma boa sacolejada nela. O email é de um cara chamado Paul que ela conheceu a uns anos atrás e é aí que o leitor fica curioso pra saber o que rolou entre os dois pois a Elisa que conhecemos atualmente não é a mesma Elisa que conheceu o Paul, então senta que lá vem história. - Michelli

Sob a luz é um romance nacional que conta a história de amor entre Elisa e Paul, ela brasileira e ele inglês. Tudo começa com a mocinha relembrando o começo desse romance 6 anos após seu último contato com Paul. - Barbara

Uma jovem Elisa consegue um estágio em uma editora na Inglaterra, é lá que ela conhece o amor de sua vida, Paul é um jovem aspirante a ator que está lutando para ser reconhecido. É na chuvosa Londres que o amor deles floresce... A vida segue, muitas coisas acontecem e vamos acompanhando a vida de ambos até sua morte. - Barbara

Parece bonito não? Mas não é. - Barbara

Então gente... eu odiei o livro.
Eu tentei comprar a história do casal sabe, tentei mesmo. O inicio pareceu super fofo apesar de fraco. Como eles se conhecem, o fato do cara não sair da cabeça dela e depois o breve reencontro.... aí a autora colocou algo tão bobo pra fazer esses dois terem a chance de conviver e se conhecer que perdeu um pouco o encanto. Ok, daí pra frente temos o casal em uma eterna lua de mel até que... BOMBA! Agora aparece o primeiro contratempo na vida do casal, falo contratempo poque foi assim que a autora tratou disso, um CONTRATEMPO. Ela despejou uma noticia bombástica mas o modo como desenvolveu isso foi tão superficial que mais pareceu um joelho ralado, soprou, passou. - Michelli

O livro é fraco, tem diversos problemas de narrativa e um drama excessivo que me fez revirar os olhos quase o tempo inteiro.
O primeiro conflito é a separação forçada do casal. No início o leitor pensa que aconteceu algo muito importante que separou os dois, mas não. O motivo da separação deles é tão nonsense que... mas até isso da pra comprar. É um motivo com justificativa idiota sim, mas relevamos.
Recapitulando: casal se conhece, se apaixonam, juram amor eterno, um problema acontece, eles se separam, seis anos depois se reencontram e aí já foi metade do livro. Quando cheguei a metade da história e vi que o conflito inicial tinha se resolvido na velocidade da luz meu primeiro pensamento foi: ferrou, o que vão inventar agora?!?! - Barbara

Não falarei nem da história em si, pois minhas amigas já falaram até demais. Apontarei apenas os pontos críticos do livro como um todo.
A autora começou bem. A história era crível enquanto eles se conheciam, mas ela levou o casal a um nível clichê demais! Para piorar a situação, ela jogou uma situação bombástica logo no início, tratou como algo banal, e arrastou as consequências disso por boa parte do livro. Sim, arrastou! O casal não despertou nenhum tipo de simpatia, eu torci contra algumas vezes. E no final, meu Deus, que drama! - Raquel

Aí as coisas vão acontecendo super rápido que você para e pensa: Ué, se esse não era o grande conflito na vida do casal que merda ainda vem por aí? É como se o livro te pegasse pela mão e então você entra em uma corrida na vida desse casal até o final. E no meio disso tem declarações de amor o tempo todo que chega a cansar, além das bombas de drama uns mini dramas bem desnecessário e incoerentes envolvendo terceiros que você fica... - Michelli

Cheguei no capitulo 18 e o que era para despedaçar o coração do leitor me levou a uma onda de risadas por uns dois minutos, sério gente, eu ri alto. O jeito que a autora joga os dramas no livro sem mais nem menos e como desenvolve isso é tão superficial que eu não consegui imergir na história, me agarrar aos personagens, não consegui torcer e me emocionar, passou tudo muito batido. - Michelli

Não vou mais falar sobre a história pra evitar mais spoilers, mas o que senti enquanto ia lendo é que a cada página ia ficando pior. A história vai correndo, os anos vão passando e o final é quase um tiro de misericórdia, eu não aguentava mais ler e só fui até o final porque era o livro do mês do BR das GeLs! - Barbara

Um ponto eu dou pra ela que conseguiu me surpreender bastante mas não de forma positiva. Eu realmente não esperava os rumos que essa história tomou, foi tanta coisa kkk começou um romance gostosinho e depois quase virou um livro policial. - Michelli

Eu preferiria que a relação do casal fosse melhor desenvolvida, se víssemos as pequenas coisas do dia a dia do que anos e anos de uma narrativa do tipo: "Ele era compreensivo, conseguíamos nos entender em tudo. Ele era minha alma gêmea" bla bla bla bla bla. Já entendemos que o amor de vocês é incrível, mas até os perfeitos brigam!!! E são essas brigas, CONFLITOS, que tornam um livro interessante. - Barbara

Foi excessivamente chato. Boring. Eu torci muito para que o rumor do fim do livro fosse verdade. I wish! Me explica como alguém consegue arrastar tanto uma história? Tudo que eu conseguia fazer era revirar muito os olhos.
A verdade é que a história tinha elementos muito bons, mas faltou desenvolvimento. Foi algo corrido, que não deu importância a situações que exigiam isso e que, se tratadas com atenção, despertariam outro tipo de sentimentos no leitor.
Faltou química, faltou desenvolvimento, faltou tudo! - Raquel

Não consegui me apaixonar pelo casal, tem até umas frases bem bonitas mas que não conseguiu me fazer entrar na história. Eu não acreditava na Elisa e no Paul como um casal que não suportaria viver afastados um do outro.
Li um YA bem bobinho enquanto lia esse livro e nele eu consegui sentir mais a angústia de ambos quando o amor deles foi provado do que quando o mesmo aconteceu entre Elisa e Paul. - Barbara

Quando cheguei ao finalzinho a história ficou extremamente deprimente, a autora teve a chance de finalizar esse livro em vários momentos, poderia ter terminado no capitulo 16 e ficado com duas estrelas kkk mas continuou com o drama forçado e isso foi se desgastando tanto que no fim eu já não suportava a Elisa. - Michelli

Duas estrelas porque consegui ler até o final e por causa de algumas quotes. Mas não indico, odeio dizer isso mas não indico mesmo. - Barbara

Algumas quotes foram muito boas, mas só algumas mesmo. Nem dá para colocar uma estrela por isso. O epílogo é um destaque. Acredito que seja a única coisa que se salve de tudo, e foi o responsável por uma estrela a mais do que eu pretendia. Infelizmente, não recomendo. - Raquel

Essa foi uma história que não me ganhou, geralmente ao final de um romance a gente se pega desejando esse tipo de amor, conexão, comprometimento por mais merdas que aconteçam pelo caminho mas o romance de Paul e Elisa não conseguiu isso.
Ano passado ou retrasado eu diria: Ué se quiser ler, leia. Mas hoje eu digo pra passar longe desse livro.
Resumindo a pessoa aqui se sentiu trollada por esse livro kkk - Michelli

site: http://livrosentregarotas.blogspot.com.br/2017/02/resenha-183-sob-luz-dos-seus-olhos.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Daisy Felix 24/03/2017

"Falar de amor é difícil, eu sei. Mas não podemos deixar de falar."
COMO SOBREVIVER DEPOIS DESSE LIVRO????


#DEVASTADORAMENTE_LINDO.


Esse merece o carimbo "Choro livre".


-----------------------------------------------------------------------

Nossa, nem sei por onde começar!!!
Quem me conhece, sabe o quanto amo um bom drama. Choro, me descabelo odeio perdidamente as autoras, mas o coração masoquista sempre vai em busca de outros


Já conhecia a escrita da autora, li Sob um milhão de estrelas e amei. Resolvi dar sequência e embarquei nesse. ( parabéns para mim, por pouco não afogo meus rins kkkk).


O livro tem tudo para ser super clichê:Mocinha vai para o exterior fazer intercâmbio,no caminho topa com um boy lindo e maravilhoso, chegando à casa onde ficará hospedada descobre que o boy lindo mora lá também. Ela é meiga, inocente e delicada... Ele o maior galinha, safado de repente se vê apaixonado perdidamente por ela, muda e blá blá blá.

Tá, o livro têm tudo isso, MAAAAS... não é clichê!!

NÃO?... Não coleguinha! O negócio é mais tenso. Por trás de toda essa estória previsível, a autora conseguiu encaixar detalhes incríveis, apaixonantes e viciantes. O livro tem uma narrativa muito deliciosa, tanto que largar se torna um tanto difícil.


Quando ao fato de chorar ou não... Sim, chorei, confesso que não foram poucas as lágrimas derramadas não. O livro é do tipo que te pega desprevenida. Quando você acha que tudo está perdido, a autora aparece com uma solução impressionante, daí do nada te dá uma rasteira.

Não pense você que o final é triste, um final que te deixa eternamente de luto, NÃO!!!


O fim é belíssimo. Eu mais do que ninguém indico demais, demais.


Finalizo com o última frase do livro...


"Falar de amor é difícil, eu sei, mas
não podemos deixar de falar.
Não falar é fingir que não
aconteceu, mas foi real, eu vi, existiu.
Existe."


Leia, vale super a pena... Bjs, bjs!!!
Leila 25/03/2017minha estante
Sua resenha despertou minha curiosidade.
Não conheço a autora.


Daisy Felix 25/03/2017minha estante
Lindo Leila, os livros dela são maravilhosos.




Gladys 10/02/2017

Altas doses de drama!
A escrita da autora é boa, consegue envolver o leitor já na primeira página.
Os personagens vivem dramas reais para o contexto criado, mas achei demasiado. Poderiam ter sofrido um pouco menos e não alteraria a mensagem da trama.
O final é de arrancar lágrimas dos mais sensíveis, prepare-se antes de iniciar a leitura.
comentários(0)comente



Jah/@jaynenayany19 02/02/2017

Um romance sem explicação
Como nos colocar sobre o anor como saber o que sentimos e comi provar da verdadeira felicidade eu nao sei mas se um dia experimentar 1% do amor de Elisa e Paul retratado e criado pela Chris Melo sei que em mim reina a verdadeira felicidade assim e este livro nos ensina que o amor se reencontra sempre pir mais distante que esteja
comentários(0)comente



nunagaltieri 01/02/2017

Apaixonante e Surpreendente
Quem nunca sonhou com aquele amor arrebatador, tipico de conto de fadas?
É isso que acontece na incrível história criada por Chris Melo.
Sob a Luz dos seus Olhos conseguiu arrancar de mim choro, riso, aflição além de muita torcida para o casal principal.
Por falar neles, a história de Elisa e Paul tem um quê de "amor além da vida", destinados a ficarem juntos superando e enfrentando qualquer obstáculo que atravesse o caminho deles.
Elisa e Paul nos mostram o verdadeiro sentido do verbo AMAR e que as pessoas que cruzam a nossa vida, estão destinadas a se encontrarem no caminho!
Livro com um quê de romantismo, espiritismo e drama (muito drama).
Por que como diz no livro esse tipo de AMOR existe e quando encontramos com ele não podemos dispensá-lo e sim seguir os comandos do seu coração!
comentários(0)comente



Fê Queiroz 30/01/2017

Lindo ?
comentários(0)comente



Rose 25/11/2016

Todos sonham em encontrar um amor verdadeiro, sua alma gêmea, mas a verdade é que muitos passam pela vida se sentir esse gostinho.
Paul é um inglês bonito e talentoso, com uma boa situação financeira. Ele tenta provar seu talento como ator, viajando com sua peça de teatro. Inquieto, não finca raízes e acredita que o amor não é para ele.
Elisa é filha única e sempre foi protegida pelos pais. Esta brasileira sonha alto, e sabe que já está na hora de voar sozinha. Sua chance aparece quando ela recebe uma proposta para trabalhar um ano em uma revista na Inglaterra. Após muita conversa, ela está de malas prontas para abraçar seu futuro. Centrada, não acredita em amor à primeira vista, paixões avassaladoras ou coisas do gênero.
Estes dois jovens acabam se encontrando com uma mãozinha do destino. A conexão existente entre eles era algo que assustava e que nenhum dos dois sabia explicar ou imaginava ser possível.
Mesmo contra a lógica, eles sabiam que o que tinham era único e que haviam nascido um para o outro. Sendo assim, decidiram viver este amor, enfrentando ambas as famílias e seguiram com o sonho de serem felizes. Eles não precisavam de muita coisa, só um do outro.
Enquanto Elisa ia ganhando mais responsabilidades em seu trabalho, Paul agarrava sua chance de ouro.
Mas o destino parece brincar com estes dois apaixonados, e Elisa precisa voltar ao Brasil, tendo que se separar de Paul. Despedaçada, ela precisar encontrar forças para lutar por si mesma, enquanto Paul, sem entender muito bem, segue sua vida e explode para o estrelato. Aquele sonho de felizes para sempre estava ficando para trás, e agora ambos seguiriam separados.
Acontece que longe um do outro, eles são apenas a metade de si mesmo, e aproveitando uma brecha do destino, eles tentam ser um todo novamente. Cruel e impiedoso, o destino volta a jogar seus dados, e agora Elisa vai precisar lutar novamente, mas agora, não só por ela, mas por Paul também. Contando apenas com a ajuda de Philip, irmão de Paul, e de sua própria fé, ela precisa acreditar, mesmo contra todas as razões exitentes.
Seria o amor deles forte o bastante para sobreviverem a mais este golpe? Ou Elisa precisaria enfim aprender a viver sem Paul?
Eu já conhecia a Chris Melo, mas foi meu primeiro contato com sua escrita, e acabou sendo mais do que eu imaginava. Precisei dar duas pequenas pausas na leitura, mas não por ela está ruim ou tediosa, e sim porque eu sabia que precisava me preparar para algumas lágrimas, que acabaram vindo, como eu previra, principalmente no final.
Elisa é inteligente e forte. Uma personagem que luta no que acredita. Paul é apaixonante e encantador, aquele homem que as mulheres sonham em ter ao lado. Não existem dúvidas em relação ao amor de ambos, apenas a mão do destino querendo testar a força deste amor, fazendo com que tanto Elisa quanto Paul cresçam como pessoas. deixando suas inocências de lado, mas não o amor.
Quando cheguei ao final do livro, muito emocionada, devo ressaltar, percebi que uma frase que eu acredito, define muito bem este livro: "que seja infinito enquanto dure..."
A parte gráfica apesar de simples, é bem charmosa, tendo no início de cada capítulo o nome de uma música. Sem falar que meu exemplar ainda pode contar com um autógrafo da autora.
Se você quer emoção e uma bela e forte história de amor, este é seu livro. Ele com certeza foi o meu.

site: http://fabricadosconvites.blogspot.com.br
Lana Wesley 14/12/2016minha estante
Como me identifiquei na parte em que você diz que precisou da uma pausa na leitura, porque a emoção foi mais forte, já aconteceu isso comigo em outras leituras, mas enfim, quero muito ler esse livro não só pelo fato da trama ser tocante, porém pelo fato de que o amor que existe entre o casal me pareceu ser muito linda, e que eles terão de passar altos e baixos para permanecer essa chama acessa. Tenho certeza que irei me envolver do começo ao fim por essa leitura.




Aline 26/10/2016

Muito amor por esta história!
Com vinte e três anos, Elisa faz estágio em uma editora britânica com filial em São Paulo. Surge então a oportunidade de fazer intercâmbio na Inglaterra e estagiar na matriz da editora. Ela passará um ano fora, e antes de ir para o seu destino final, Londres, resolve passar alguns dias na cidade de York. Em sua primeira noite, ela resolve ir a um pub e na volta para casa percebe que perdeu suas chaves. Um inglês, que havia chamado sua atenção no pub, corre atrás dela para lhe devolver as chaves que ela desastradamente tinha deixado cair. Eles não trocam mais do que poucas palavras.
Após esse primeiro contato eles se veem algumas vezes pela cidade, mas nunca conversaram de fato, não sabiam nem o nome um do outro.
O último contato acontece quando ela está de partida para Londres e eles se encontram na estação ferroviária. Mais uma vez ele a "salva" de seu jeito desastrado. Após trocarem algumas palavras, ela parte, ele fica.
Alguns meses depois, em Londres, ela o encontra em frente à casa de sua família inglesa e então descobre que ele é filho da família que a está abrigando. Coincidência? Acho que não, para mim isso é destino.

Eles começam a se conhecer, se dão bem, têm gostos parecidos, estão sempre juntos. Envolvidos cada vez mais, não resistem um ao outro e começam a se relacionar. Estão felizes, vivendo o melhor momento de suas vidas, quando Paul, que é ator iniciante, consegue um papel importante em um filme e precisa ficar alguns meses fora. Nesse meio tempo, Elisa precisa voltar às pressas para o Brasil, mas não conta o verdadeiro motivo para Paul, por receio de que ele desperdice a maior chance de sua carreira por causa dela. Eles se afastam e o relacionamento termina. Ele sem entender o que aconteceu, ela com o coração partido.

Seis anos depois, Paul é um ator famoso internacionalmente, Elisa é editora em uma revista feminina e já escreveu um livro. Ele está de passagem pelo Brasil e resolve procurá-la. Tudo que estava adormecido vem à tona novamente.

"A presença dele é fácil pra mim. Nenhum de nós precisa pensar muito, nem ensaiar nada. Eu simplesmente sou o que sei ser. Eu somente existo." (p. 55)

Forte. Não consigo pensar em outra palavra para definir Elisa. Ela é o tipo de protagonista que passa por todo tipo de provação, e quando a gente acha que ela não vai mais suportar, ela vem e nos surpreende. Dona de uma personalidade centrada, ela aprende com Paul a seguir e ouvir seu coração, o que acaba sendo fundamental em um dos momentos mais importantes de sua vida. Quando tudo mostrava o contrário, ela resolve ouvir seu coração, e mesmo com todos duvidando, ela persiste no que acredita ser o certo.

"(...) O destino me parece um garoto mimado jogando dados com minha vida." (p. 115)

"(...) As palavras sempre falham quando tentamos fazer alguém entender o que acontece dentro de nós, pois alguns sentimentos, sensações e certezas não possuem nome, apenas pulsam, existem e nada mais. Falar, na maioria das vezes deixa tudo banal, pequeno e incompreensível. Quando se trata do que sinto, ainda mais pelo Paul, prefiro apenas sentir." (p. 166)

"Adormecemos enlaçados prometendo que poderíamos perder tudo, menos um ao outro. Tudo pode ser diferente, menos a gente." (p. 195)

Paul é inteligente, gentil, carinhoso e romântico. Visto pela família como boêmio, ele tem espírito livre, não cria raízes. Quando conhece Elisa, se deixa levar pelas emoções, se entrega de cabeça, sem pensar nas consequências.

Elisa é mais pé no chão, e Paul, sonhador. Eles se completam e se entendem. Tornam-se porto seguro um do outro.
O romance entre os dois se desenvolveu de forma gradativa, aos poucos, nada forçado. Tornaram-se amigos antes de serem amor. Tudo que compartilharam, todos os momentos antes de ficarem juntos foram fundamentais para que o amor tenha se tornado o que se tornou. Simples, sincero e verdadeiro. A ligação entre eles é inquestionável. É uma relação de carinho, amor, admiração e, principalmente, respeito.

"- Não sei o que é, mas tem uma parte minha que só faz sentido quando estou com você. Parece que a peça que falta está sempre com você, porque é só quando estamos perto que tudo se completa." (p. 70)

O amor e sua infinitude. A história de Elisa e Paul é puro amor. Aquele amor que faz a pessoa querer melhorar, mas que independente de qualquer coisa, sabe que é aceita do jeito que ela é, com todos os seus defeitos. Aquele amor que é casa, que traz a segurança que nenhum outro lugar do mundo oferece. Aquele amor que completa um ao outro. Aquele amor que passe o tempo que for, nunca deixará de ser amor.

Assim como os protagonistas, os personagens secundários foram muito bem construídos, e os que mais me agradaram foram: Carol, a melhor amiga de Lisa; e Philip, irmão de Paul, ambos de extrema importância para a história.

A história é narrada em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Elisa, e um capítulo pelo ponto de vista de Paul.
Chris Melo é conhecida como Nicholas Sparks de saia. Sou fã de Sparks, mas para mim, Chris tem um estilo próprio de falar de amor, algo que a faz única. Com uma narrativa leve, ela fala de amor de maneira singular e encantadora. Um enredo intenso, repleto de acontecimentos marcantes.

"(...) Sou uma imensidão de coisas. Sentimentos demais, pensamentos demais, vida demais!" (p. 277)

"(...) Quantos sustos ainda levaria? Quantas vezes o universo ainda me testaria? Viver é cruel demais e eu estou cansada." (p. 285)

(+) Leia a resenha completa no blog.

site: http://literalizandosonhos.blogspot.com.br/2016/05/resenha-sob-luz-dos-seus-olhos-chris.html
comentários(0)comente



clarinha 02/10/2016

Bom
É um livro para se emociona
comentários(0)comente



Paraíso das Ideias 24/09/2016


Olá,
Pessoal tudo bem?

Hoje trago para vocês a resenha de “ Sob a luz dos seus olhos”, mais um lindo romance, que promete encantar todos que amam viajar em uma historia de amor.
Elisa acabou de terminar a faculdade de letras e decidiu fazer um intercâmbio, para facilitar as coisas, ela conseguiu um estágio e uma família em Londres que iria acolhê-la durante um ano, mas antes de embarcar nos estudos, ela decidiu passar uns dias em Nova York, curtindo um pouco antes de se jogar na nova rotina.


Em Nova York ela cruza algumas vezes com um lindo rapaz, de olhos azuis como o céu, e nesses momentos ela já sente seu coração bater mais forte, mais acredita que isso seja apenas coisa de sua cabeça. Porém isso é só o começo.

Depois de alguns dias curtindo ela embarca para Londres, chegando lá Elisa se dá muito bem com a sua “nova” família, porém o que ela não imaginava é que eles são os pais do dono dos olhos azuis, Paul Hendsen.

Paul Hendsen é um apaixonado por teatro, e passava seus dias apresentando peças por toda a Inglaterra. Sua vida se transformou assim que conheceu Elisa.
A cada dia os dois se sentiam mais apaixonados, e Elisa estava decidida a prolongar sua estadia em Londres. Porém a família de Paul não aceita esse romance, pois acreditam que Elisa irá somente prejudicar a carreira de Paul.

Depois de muitos dias juntos, Elisa descobre que está doente, e sem saber o que fazer, decide voltar para o Brasil sem avisar Paul sobre sua decisão, pois acredita que isso seja o melhor a ser feito para que não prejudique em nada a carreira dele.
Seis anos se passam, sem que Elisa tenha notícias de Paul, a não ser através de publicações em revistas e jornais.

Eis que ela recebe um e-mail de Paul, que promete mudar sua vida para sempre ...


“Depois de quase seis anos de absoluto silêncio, não esperava mais nenhuma forma de reaproximação, muito menos desse tipo.”

Eu sou suspeita em falar de livros de romance, porque até hoje não tem nenhum que eu diga que não gostei. Porém esse tem um toque todo especial, é um amor que todos querem sentir um dia, é tão profundo que chega a sufocar.

A narrativa de Chris é tão perfeita que fez com que eu não quisesse parar de ler até ver a ultima página, é uma leitura leve e envolvente e promete te apaixonar do começo ao final, assim como aconteceu comigo.

Costumam dizer que a Chris é "Considerada a “Nicholas Sparks de saia”, e devo concordar, porque ela entrou para minha lista de melhores escritoras de livros de romance. A história é emocionante, encantadora e apaixonante, a edição esta fofa, páginas amareladas, letras em tamanho confortável e revisão impecável. A Rocco esta de parabéns, ficou tudo muito bom.

E você que ainda não leu esse livro ... Por favor não perca mais tempo rsrs


Beijos

Até a próxima

site: http://paraisodasideas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Juliana 27/08/2016

...ainda não consigo transformar em palavras o que sinto.
"Falar de amor é difícil, eu sei, mas não podemos deixar de falar. Não falar é fingir que não aconteceu, mas foi real, eu vi, existiu. Existe."
comentários(0)comente



Evee 15/07/2016

LIVRO INCRÍVEL
Acabei de Ler esse livro ontem e não consigo e nem quero esquecer esta história. Paul e Eliza vão ficar pra sempre na memória dos leitores. Sem dúvida alguma, este foi um dos melhores livro que já li na vida, chorei feito uma criança imaginando a história na minha mente, cada cena, cada detalhe me emocionava bastante, me senti fazendo parte da história, como um parente vendo todo o ocorrido. Uma frase que define Paul e Elisa "Amor além da vida" , pois ninguém será capaz de preencher o vazio que Paul deixou em Eliza, somente ele mesmo.
História incrível e fantástica, se fosse o meu querer, ela não teria um fim. Vale a pena ler, vale a pena chorar, é bonita de se ver, dá pra sentir, foi real.

PS: contínuo não acreditando no fim ....
comentários(0)comente



Tamires 14/07/2016

Lindo e encantador *-*
Gente que livro maravilhoso!
Elisa se formou em Letras e se candidatou para um intercâmbio em Londres. Já na primeira noite, inda ao pub deixa a chave cair sem querer e um inglês lindo loiro do olho claro, já se encanta por ela. Na casa onde ela mora ela sabia que eles tinham dois filhos e nem desconfia que um deles é o moço que devolveu a chave. No começo se apaixonam mesmo os pais dele não aceitando muito, pois queriam que ele se dedicasse na sua carreira de ator. Mas ambos estavam disposto a tudo para viver esse amor.
No meio dessa adrenalina toda,ela descobre algo que pode mudar os planos deles.Então resolve voltar para o Brasil e resolver algumas coisas. Depois de 6 anos sem falar com Paul, ele já como um ator famoso, vai fazer uma entrevista no Rio de Janeiro e ela resolve saber como ele está e matar um pouco da saudade.
Eles resolvem dar mais uma chance ao destino, e ter uma vida juntos.
Mesmo com tantas dificuldades, eles tem um amor tão lindo que nem o tempo e a distância consegue atrapalhar esse sentimento tão forte e intenso.
Livro maravilhoso e emocionante! Amei super recomendo!! *-*
comentários(0)comente



72 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5