Debaixo das minhas asas

Debaixo das minhas asas Kate Willians




Resenhas - Debaixo das Minhas Asas


14 encontrados | exibindo 1 a 14


Comenta Livros 26/10/2018

Sensacional
Livro maravilhoso com uma linda estória de amor, entre outras coisas na vida dos anjos. Quer saber mais? Leia o comentário completo no blog.

site: http://comentalivros.com/debaixo-das-minhas-asas-kate-willians/
comentários(0)comente



Thainá - @osonharliterario 19/10/2018

Um romance juvenil encantador e inspirador
Se apaixonar nunca é fácil, muito menos quando o amor da sua vida é a pessoa a qual você é designada a proteger na Terra. Abby Disilva é um Anjo da Guarda, mesmo que não siga os padrões impostos pelos arcanjos e goste de viver uma vida mundana totalmente humana. Ela não aprecia o seu cargo, pois seus protegidos nunca conseguiram manter um prazo extenso de vida, e por conta disso fica apreensiva quando lhe é imposta uma nova obrigação: cuidar de um garotinho chamado Alex Le Justice.

Indo além de cuidados e observação, Abby aproxima-se de Alex, um garoto que tem o dom de enxergar os anjos mesmo que o próprio não saiba diferenciá-los dos demais humanos. Ao decorrer dessa aproximação uma amizade é instaurada e, posteriormente, um amor proibido é cultivado. Mesmo que o garoto não saiba da realidade por trás da amada, foge com Abby e começa uma vida em uma cabana distante de todos e quaisquer infortúnios.

Entretanto um acontecimento repentino destrói as esperanças e os sentimentos de Abby, fazendo-a optar por decisões que mudarão e transformarão a sua forma de pensar e amar. Novas pessoas, um tanto nocivas, irão aparecer em seu caminho e uma profecia envolvendo Lúcifer coloca Abby como alvo central de caçadores de anjos. Em contraponto também há o surgimento de novos amores, a nostalgia de uma antiga amizade e as descobertas perante a sua vida anterior, aquela em que ainda era apenas uma humana.

O romance traz uma história tocante sobre o amor verdadeiro, um sentimento tão forte que transcende vidas. Resultando assim em uma história leve, mas que desperta grande ensinamento ao final. E pode apostar que um sorriso abrirá em seu rosto quando você perceber para qual caminho o desfecho está indo.

Com referências à cultura pop que conquistam e nos puxam ainda mais para dentro da história, o romance é uma ótima indicação para todos os públicos. A única regra aqui é se deixar ser levada pela leveza das asas de Abby e pelo sentimentalismo apaixonado de Alex.

Resenha completa no blog Sonhando Através de Palavras

site: http://www.sonhandoatravesdepalavras.com.br/2018/10/resenha-debaixo-das-minhas-asas-kate.html
comentários(0)comente



estantedasuh 29/05/2018

Abby Disilva é um anjo da guarda, ela não tem nada a ver com os anjos que costumamos acreditar, Abby é rebelde e não costuma seguir ordens. Mas sua vida muda quando ela é designada para ser o anjo da guarda de Alex Le Justice. Essa criança sempre foi diferente e conforme ele foi crescendo mais Abby ia se apaixonando.

Alex Le Justice sempre foi sensível aos anjos, desde pequeno ele podia vê-los. Ele conversava com eles e as pessoas a sua volta achava que ele tinha amigos imaginários. Já adulto ele conheceu Abby, mas quando ela estava com suas asas fechadas se parecia com um ser humano e por isso Alex não desconfiou de nada, um relacionamento entre eles aconteceu, mas Alex não sabia porque Abby vivia se escondendo e que segredos ela guardava.

Conforme o tempo passava Alex ficou mais intrigada e queria de todas as formas saber qual era o segredo de Abby. Como a confiança de Alex estava ficando abalada, Abby resolveu contar a verdade e isso gerou um grande problema já que os anjos são proibidos de se revelarem aos seres humanos. A punição de Abby é tirar aquilo que ela mais ama, então um anjo vingador tira a vida de Alex.

Como a morte de Alex foi prematura ele volta a terra como um ser celestial, agora ele é um anjo salvador e sua missão é salvar Abby e fazer com que ela se arrependa de seus pecados. Essa missão não será fácil e outro problema é que Alex não se lembra da sua vida mundana e isso irá causar uma confusão na vida desses dois anjos.

No início desse livro você pensa que vai ser um romance entre anjos e que o enredo é a busca da solução para eles ficarem juntos. Mas conforme a leitura vai fluindo, nós descobrimos que esse livro tem muito mais e que não é tão fácil assim. Abby não é um simples anjo da guarda, ela é uma profecia e mesmo sendo anjo ela corre perigo.

O que achei legal dessa história é que a autora, não quis nos mostrar só um romance, ela juntou um pouco de ação, suspense e fez o leitor pensar e tentar desvendar alguns enigmas. A questão da profecia estava bem amarrada e fez com que o livro tivesse aquele algo a mais.
Teve horas que sentia um pouco de raiva da Abby, ela é bem rebelde, rabugenta e encrenqueira. Onde já se viu não respeitar os seus superiores e ainda por cima questionar as vontades do Criador. Dou os parabéns ao Arcanjo Miguel e o próprio Criador por ter aturado ela tanto tempo. Abby só me ganha da metade do livro para o final.

Alex apesar de ser um dos principais, não teve muito atuação no livro. Ele tinha uma missão e ficou o livro todo tentando cumprir. Achei ele um pouco fraco, mas ao mesmo tempo gostei da força de vontade dele. Ele correu atrás do que queria descobrir e foi até o fim.

O livro ainda é recheado de personagens secundários como a Carol que é uma anja vidente, Kelly que é um anjo da guarda e Henrique que é um imortal caçador de anjos. Então como vocês podem ver, temos vários tipos de personagens.

O final do livro eu achei surpreendente, mas ao mesmo tempo um pouco corrido. A autora quis mostrar que nem sempre temos finais feliz, calma que não é triste, mas nem tudo sai como planejado. Ela foi realista mostrando que as vezes temos que fazer escolhas e não podemos ficar com tudo que queremos.

A capa do livro é bonita e tem spoiler da história. A diagramação é simples. As folhas são brancas, não gosto muito de folha branca, mas deu para ler bem. A fonte é do tamanho ótimo para leitura. O livro é narrado em primeira pessoa, na maioria das vezes na visão da Abby, mas temos alguns trechos na visão de outros personagens.

Recomendo esse livro a todos que gostam de livro que envolva anjos, que tem aquele clima de suspense e de quebra um romance quase impossível.


site: http://www.estantedasuh.com.br/2018/05/resenha-debaixo-das-minhas-asas-de-kate.html
comentários(0)comente



AB 15/09/2017

Anjos como você nunca viu
Debaixo das Minhas Asas é um livro sobre anjos muito estranho, sim, acredite você nunca viu anjos como esses. Anjos que gostam de balada, anjos jogando poker, anjos bebendo umas e outras, pois é kkkk'. Se aproxime, que eu explico melhor.

Nesse livro temos muitos tipos de anjos e a nossa personagem principal Abby é um anjo da guarda, porém ela nunca foi muito boa nisso, ela gosta de quebrar regras, gosta muito.

Abby como vemos na sinopse se apaixona por quem ela devia guardar, Alex, e com isso muitas regras são quebradas e as coisas acabam mal para esse casal, o jeito então é tentar salvar esse amor, mesmo que para isso tenham que fazer coisas muito ruins.

Os personagens do livro são únicos, cada um com um particular ótimo que é gostoso de acompanhar no decorrer do livro e rende muitas risadas, como a amiga anjo clarividente (ela tem visões) da Abby, ela é um arraso.

Eu particularmente gostei da história pois ela realmente me enganou direitinho em várias partes kkk' as reviravoltas de uma hora para outra no livro nos faz ficar de queixo caído, rir e chorar muito. Abby é engraçada e rebelde o que faz com que a história, mesmo com partes pesadas, se torne fluída e de fácil leitura.

Eu só não gostei do modo como dois personagens foram usados na história apenas como ferramenta para concluir um objetivo específico e então desaparecem do livro. Talvez seja porque sou muito manteiga derretida, mas morri de dó deles.

Também quero destacar que a maioria dos personagens do livro já fizeram ou estão fazendo algo errado, o que nos mostra que todos podemos errar e que nunca é tarde para sair da lama, por pior que seja o que você tenha feito. E o livro é cheio dessas mensagens, que acredito que foi o objetivo da autora, nos deixar lições valiosas para aplicarmos a nossa própria vida.

"Há coisas na vida que acontecem para nos mostrar o caminho correto dentre um mar de decisões erradas."

site: http://www.abobrinhacomchocolate.com.br/2017/08/resenha-80-debaixo-das-minhas-asas.html
comentários(0)comente



Dryh 09/06/2017

É bom
Abbigail, ou melhor Abby, é um anjo da guarda. Designada para proteger Alex desde que ele era pequeno, ela foi se apaixonando por ele ao longo do tempo, e, como conseguia ver anjos, Alex sentia o mesmo. Mas aquilo não podia acontecer, era proibido pelo Criador, então eles decidiram fugir.... Até o dia em que foram encontrados por um anjo vingador.
Vendo-se sem aquele a quem amava mais do que tudo na vida, Abby se sentiu perdida... Mas algo irônico acontecera: Alex voltara como um anjo salvador, e sua missão era salvar Abby.

“Quero saber quem eu fui para você, Abby, para nunca mais ser o motivo pelo qual você chora.” – página 65

Abby não é o que podemos chamar de anjo da guarda exemplar. Todos os seus protegidos haviam morrido, inclusive Alex, e agora ela estava sendo cuidada por ele. Irônico, se não fosse triste. Dona de uma personalidade forte de quem não leva desaforo para casa, Abby é um pé no saco dos arcanjos e talvez até do próprio Criador, mas, por algum motivo (que nós descobrimos um pouco depois, com o passar das páginas), ela ganhara mais uma chance de pedir perdão pelos seus erros.

Mas ela é teimosa demais para fazê-lo, e ter Alex como seu salvador o faria ficar próximo dela, de forma que Abby não precisava correr com seu pedido de perdão.... Se ele não tivesse perdido sua memória (o que acontece com todos os humanos que morrem e se tornam anjos) e não parecesse mais o Alex que ela conhecia.

... Mas eu ia descobrir como recuperar minhas memórias. Simplesmente precisava fazer isso.- página 63

Eu estava muito ansiosa para ler este livro, só via resenhas positivas a respeito dele, e já tinha lido outro livro da Kate, então as expectativas estavam lá no alto, em especial porque a sinopse promete um amor verdadeiro que ultrapassa muita coisa... E eu não encontrei isso tudo.
Não me levem a mal, existe o romance e tudo o mais, porém, o que eu mais vi foram promessas de Alex para Abby, e eu não tinha gostado dele. Nem um pouco, o que foi um problema, porque eu também não gostei muito de Abby.

Talvez eu estivesse esperando uma coisa e fiquei decepcionada quando encontrei outra diferente, mas o livro, infelizmente, não me conquistou. Fiquei triste com isso, porque eu realmente queria ter gostado de Debaixo das minhas asas e queria ter me emocionado ou sentido QUALQUER coisa com a história. Mas eu não consegui gostar dos personagens, talvez porque o livro beire o juvenil e eles não sejam toootalmente desenvolvidos, e o romance entre Abby e Alex também não me convenceu, principalmente as coisas que ambos faziam em nome dele. Será que valia mesmo a pena?

Mas nem tudo é negativo aqui...haha’ a escrita da Kate é simples e flui rapidamente, e achei o final muito bom, apesar de ter ficado um pouco perdida e ter demorado para entender direito o que tinha acontecido...haha’ E a mensagem por trás da história também é muito bonita, e vendo as “explicações” finais, consegui entender os motivos pelos quais Abby era do jeito que era.

Acho que o meu maior desapontamento foi em relação à revisão do livro, pois eu encontrei muitos erros, fossem nas palavras ou até mesmo um monte de vírgulas onde não deveriam estar. Claro que eu não sou nenhuma revisora formada, mas acredito saber e inclusive já revisei alguns textos. A capa do livro é bem bonita, mas achei a edição da editora um pouco fraca.

Enfim, infelizmente Debaixo das minhas asas não me conquistou, mas ainda assim, entendo e vejo sua importância para a autora, então não me arrependo de tê-lo lido. E eu sou chata com romances, então não decidam ler ou não ler o livro só por minha causa...haha’ procurem outras resenhas, pois não temos o mesmo gosto e cada um pode ter achado uma coisa diferente. Quem sabe você não acaba se apaixonando pelos personagens e pela história? Acabei dando nota três ao livro ali embaixo, mas isso porque não temos notas-e-meias aqui...haha’ na verdade seria um 2,5 *-*

“Sinto como se fôssemos um só, como se pudéssemos passar a eternidade nos sentindo do mesmo jeito um com o outro, como se o nosso amor fosse o mais forte, o mais verdadeiro...” – página 16


site: http://shakedepalavras.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Alline 02/06/2017

Amor, fé e amizade
Abbigail Disilva, ou apenas Abby, é um anjo guardião e o seu protegido é Alex Le Justice, pelo qual se apaixonou perdidamente. Ele possui uma habilidade especial, a qual lhe permite ver todos os anjos, não por completo, mas sim como humanos. Ela cumpre a função de anjo da guarda de Alex desde quando ele era criança, então sempre esteve ao seu lado, o viu crescer, se tornou amiga e depois namorada.

O romance deles é proibido, tanto que quando os superiores de Abby descobrem, os dois decidem fugir e passam a viver em um casa de frente pro mar, justamente pela paixão que o Alex tem pelo surfe. O casal vivencia momentos de pura alegria, mas passado um tempo, tudo começa a ser motivo de briga e Abby não consegue mais esconder o seu segredo. Ela vê que mentir só irá fazer mal ao relacionamento, então conta a verdade para Alex, mas o rapaz demora a acreditar que sua amada é um anjo.

Como sabem, tudo na vida tem um preço e o preço que Abby paga é muito alto. Por ter se revelado, Abby é punida de forma cruel: um anjo vingador dá fim à vida de Alex.

Segundo a narrativa, quando um humano morre precocemente, ele recebe uma segunda chance e pode retornar como um ser celestial, porém a pessoa perde todas as memórias da vida anterior. É exatamente isso o que acontece com Alex. Ele volta como um anjo salvador e é incumbido de salvar Abby de seus pecados para que não seja expulsa dos céus. Mas tem um problema: Alex não se lembra de nada, apenas sente que ela foi importante para ele quando ainda era humano. Assim, resolve ir atrás de uma solução para sua falta de memória. Enquanto isso, alguns segredos sobre a origem de Abby começam a ser desvendados, o que resulta em alguns infortúnios e situações perigosas.

Narrado em primeira pessoa, além de lermos através das visões de Abby e Alex, temos também a de outras personagens, dentre eles, Caroline, a melhor amiga de Abby; Kyle, um conhecido das duas, e Henrique, um homem misterioso que mexe com os sentimentos da protagonista. Isso, muitas vezes, atrapalha um pouco a compreensão, já que, possivelmente, o leitor esquece o que o personagem anterior havia narrado. Mas, nesse caso, eu não percebi problemas com essa escolha. Pelo contrário, acredito que essa diversidade enriqueceu a narrativa e me permitiu conhecer a personalidade de cada personagem.

Uma coisa interessante é que alguns dos, eu diria, flashbacks estão fortemente ligados com o que está acontecendo no presente, claro, mas são como peças de um quebra-cabeça. Este fato me fez lembrar de Distopia, primeiro livro que li e resenhei da Kate, por ter isso em comum.

Por um momento achei que a trama seguiria o "clichê nosso de cada dia" e me enganei, é cada plot twist que aparece! A história toma rumos inesperados e o final não é nada previsível, não mesmo!

Falando um pouquinho da edição do livro... As folhas são brancas e cada inicio de capítulo possui uma pena, a fonte está em um tamanho bom, a diagramação ficou muito boa, alguns erros passaram no processo de revisão, mas nada muito significante e a capa está belíssima (apenas queria que o nome da autora estivesse em outra cor, o branco deixou um pouco "apagadinho"). Posso estar enganada, mas achei a qualidade do papel usado na capa e no miolo não tão boa quanto os demais livros que tenho da Coerência. Fora isso, o trabalho da editora está show!

Kate Willians mostra mais uma vez seu talento com as palavras! Intercalando momentos divertidos a momentos de tensão, a autora reflete neste livro um sentimento incrível de superação e esperança, com mensagens importantes e um texto de fácil entendimento.

Debaixo das minhas asas foi escrito quando a Kate tinha apenas 15 anos e na época ela sofria de depressão. É extremamente gratificante saber que li algo que a ajudou a vencer e se curar desse mal. Obrigada por compartilhar isso com a gente, Kate!

site: http://blogdreamon.blogspot.com.br/2017/04/resenha-debaixo-das-minhas-asas-kate.html
comentários(0)comente



Michele 31/05/2017

Adorei fazer essa leitura!!
Foi meu primeiro contato com a escrita da Kate e gostei bastante. Eu já li muitos livros do gênero e preciso dizer que a Kate conseguiu criar um enredo bem original e que nos surpreende, prendendo o leitor a cada página ansioso por saber o que virá a seguir. A escrita é envolvente e de fácil entendimento, bem jovial.

Os personagens nos cativam por suas características bem desenvolvidas. Gostei muito da personalidade de Abby, mesmo que por causa dela muitas vezes não a conseguia visualizar como anjo. Alex também me agradou muito com sua determinação. Há também personagens secundários que me encantaram como o Miguel, o Henrique e o Kyle e que tiveram sua importância no decorrer da trama.

A narrativa mais uma vez é a que mais gosto: em primeira pessoa alternando entre personagens e nos fazendo entender seus sentimentos e pensamentos. Há também alternância entre passagens do passado e do presente que, ao meu ver, enriqueceu a obra e também ajudou a manter-me ainda mais conectada com toda a trama a fim de entender o quebra-cabeças que ia sendo apresentado peça por peça. Cada vez que é mudada a narrativa, logo no início do trecho há uma sinalização com o nome do personagem que irá narrar.

Em relação à edição do livro, ela simplesmente está magnífica. As folhas são brancas, com tamanho da fonte e também espaçamento entre linhas agradáveis e nada cansativas. Cada início de capítulo possuí o detalhe de uma pena e a capa apresenta um trabalho muito bonito sendo que se enquadra perfeitamente com a proposta que o livro traz. Me deparei um dois ou três erros de revisão, mas que em nada atrapalham o entendimento.

Fiquei muito feliz com a oportunidade de conhecer a obra da Kate e também um pouco de sua história através das palavras. Quando ela escreveu Debaixo das minhas asas, estava passando por um momento muito complicado porque sofria com a depressão. No decorrer dos capítulos é perceptível o quanto ela foi se curando à medida que escrevia, como os sentimentos foram aflorados e à partir das palavras apareceu a esperança, me emocionei muito com isso e tenho certeza que essa história ainda irá entrar em muitos corações para ficar.


site: http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/2017/05/resenha-debaixo-das-minhas-asas-kate-willians.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Inspirações Paralelas 26/03/2017

"Uma leitura empolgante, fluida, e profundamente reflexiva. "
BLOG CADERNO DA LUA
Se você, caro leitor, deseja deparar-se com personagens perfeitos e utópicos, não leia este livro!

Poderia ser somente um livro sobre pessoas e anjos. Poderia ser um livro sobre aspectos sobrenaturais do lado oculto da vida.

Todavia, este é um livro sobre sentimentos humanos, nossas dúvidas, nossas lutas internas, nossos grandes dilemas existenciais, nossos erros e acertos e sobretudo, sobre o amor acima de tudo, em suas várias formas.

(continue lendo no blog ... )

site: https://cadernodalua.com/2017/03/26/opinando-debaixo-das-minhas-asas-kate-willians/
comentários(0)comente



Cami 25/01/2017

Resenha Blog Descafeindas
A protagonista não foi uma personagem que me convenceu, na minha opinião Alex é bem mais protagonista que ela. Ela não fez muito meu tipo de protagonista da qual me apeguei e por isso, por mais que o livro seja curto, foi uma leitura um tanto arrastada para mim. Kate sempre tem uma escrita agradável e não importa o que ela vai escrever obviamente vai ser bom, embora esse não tenha sido o melhor livro que li dela a história é gostosa, fluída e passamos algum tempo imerso nela. Embora a protagonista não tenha me agradado tanto é uma história muito incrível de ler.

Abbigail "Abby" Disilva é um anjo da guarda que se apaixonou por Alex Le Justice, o homem que ela tem obrigação de cuidar desde que ele era criança, todavia ele sempre fora diferente dos outros humanos porque ter a habilidade de ver os anjos, porque normalmente eles não podem serem vistos quando não desejam. Conforme eles cresceram, Alex deixou de ver Abby apenas como sua amiga e se apaixonaram. Como podem imaginar anjos não devem se revelar aos humanos, então ela se esconde dele o tempo inteiro. Mas, por amor ela quebra essa regra e se revela ao Alex, é então que toda a história de fato começa.

"- Se fosse tão perfeito assim, não seríamos nós. Não seria nossa história. Coisas perfeitas são entediantes, Abby. E isso nós nunca seremos. - Eu sorri e por um momento nossos olhos apenas permaneceram conectados."

Mas como esse é a apenas as dez primeiras páginas do livro o plano de se revelar acaba dando terrivelmente errado, Alex é morto por um anjo vingador. Sua morte fora repentina então ele tem a chance de voltar como um anjo, todavia sem suas memórias, ele tem que cuidar do anjo rebelde que Abby é e fazer com que ela peça perdão ao criador. Eles então travam uma luta, Abby porque seu amor "morreu" e Alex porque não faz ideia de quem um dia foi. Nesse aspecto também nos perguntamos quem Abby era no passado e então alguns pontos do seu passado são revelados durante a leitura.

Abby não é um anjo tradicional, é impulsiva, teimosa e odeia receber ordens, eu achei quase impossível visualizar ela como um anjo, em alguns momentos ela me lembrou a personalidade da Luce (Fallen) e da Nora (Hush, Hush), sendo impulsiva e até um pouco chatinha, embora essa semelhança não tenha nada a ver por a história ser de anjo. Na verdade Kate foi original ao criar o enredo, de longe é uma história bem criada e impossível de não se apaixonar.

"Quando eu conheci o amor eu me deixei sonhar tão alto, tão alto, e acabei caindo feio... E agora percebo que a queda só foi dolorosa, porque eu não sabia que o amor podia ser muito mais complexo do que me parecia ser."

A narrativa é na primeira pessoa e alterna entre as personagens, hora vemos a Abby e Alex, mas também sabemos sobre a Caroline (a melhor amiga anjo da Abby), Kyle (um conhecido delas) e Henrique (um misterioso do qual gostei), gosto desse modo de narrar da Kate porque conhecemos todas as personagens e sabemos exatamente o que elas sentem conforme as situações vão ocorrendo. Kate sempre me surpreende pelo modo como nos apresenta seus personagens, por isso me apaixono facilmente por suas histórias.

Talvez minha antipatia com a Abby não seja por ela em si e sim porque não sou muito fã de histórias envolvendo anjos, minha relação com Hush Hush é um fracasso porque a protagonista é insuportável e com Fallen eu amo a história mas tenho antipatia pela Luce. Por mais diferente que as três histórias sejam tem protagonistas iguais e sempre beiram ao amor proibido entre o humano e o anjo. Porém a história da Abby não é só sobre amor, ela se descobre no livro e vê que é mais do que imagina.

"Eu sou uma criatura celestial, renasci por amor, o amor que meu Pai, o Criador, sentiu por mim. E, no entanto eu não consigo enxergar os meus próprios sentimentos no meio disso tudo. Eu me sinto deslocada. Como um estrangeiro. Nada aqui pertence a mim ou ao meu mundo. E eu nunca tive tantas duvidas sobre o que eu sou, o que eu nasci para ser."

Leiam o livro e se apaixonem por mais esse livro da Kate!


site: http://www.descafeinadas.com.br/2017/01/resenha-debaixo-das-minhas-asas-de-kate.html
comentários(0)comente



Pri 21/01/2017

Anjos atrapalhados
Esse é o segundo livro da Kate Willians que leio. O primeiro foi A Fada Madrinha. Debaixo das Minhas Asas foi o primeiro livro escrito pela autora, quando ela tinha apenas 15 anos e sofria de depressão. Foi a forma que ela usou para se fortalecer e vencer a doença. Com o lançamento do livro no ano passado, depois de já ter três livros lançados, fiquei muito curiosa para conhecer essa história de amor que a ajudou tanto.

"— Você não precisar ter medo, Abby. Não precisa ter medo de encarar o novo só por não compreendê-lo."

Abbigail Disilva é um anjo da guarda. Seu protegido é Alex Le Justice, um homem de quem cuida desde que era pequeno. Mas ele é diferente das outras pessoas, pois possui o dom de enxergar os anjos, que normalmente não podem ser vistos quando não querem. Para Alex, Abby era uma amiga, até que ele cresceu e ela não conseguiu resistir ao homem que se tornou. Eles se apaixonaram e iniciaram um relacionamento.

"Era a melhor sensação do mundo, me perder em seus braços. Eu me sentia humana, eu me sentia frágil, e ao mesmo tempo invencível. Ele sabia como me fazer perder a cabeça, ele sempre soube."

No entanto, uma das principais bases de uma relação é a confiança, e como manter um namoro forte se Abby esconde o tempo inteiro sua verdadeira forma de Alex, já que não tem autorização para revelar a existência dos anjos para um humano? Isso acaba desgastando o que os dois construíram com muita dificuldade. Abby é um anjo bastante rebelde e já levou muitas broncas dos seus superiores por quebrar regras importantes. Apesar disso, está disposta a quebrar mais uma pelo amor que sente por Alex.

"— Se fosse tão perfeito assim, não seríamos nós. Não seria nossa história. Coisas perfeitas são entediantes, Abby. E isso nós nunca seremos. — Eu sorri e por um momento nossos olhos apenas permaneceram conectados."

Mas revelar sua verdadeira identidade pode não gerar o efeito desejado. O resultado disso acaba sendo catastrófico e Alex é morto por um anjo vingador, como punição pelo relacionamento proibido dos dois e pela exposição da existência dos anjos. Abby sente-se destroçada, mas ainda pode haver uma chance para o amor vencer.

"A fragilidade é a pior das fraquezas que um ser pode possuir. Ela te torna vulnerável e te acovarda. Você chega a sentir medo de si mesmo e do que é capaz de sentir."

Alex teve sua vida tirada de forma brusca e precoce, por isso, tem a opção de renascer como um ser celestial. Mas, ao retornar como um anjo, não se lembrará de absolutamente nada de sua vida humana, inclusive do amor que sente por Abby. Um amor que já era extremamente difícil, torna-se impossível. Abby precisará lutar para reconquistar Alex, e Alex sente que precisa descobrir quem era em sua vida anterior. Enquanto os dois batalham atrapalhadamente para conseguirem ficar juntos novamente, alguns segredos da existência de Abby começam a ser desvendados, o que pode acabar levando-os a uma situação muito arriscada.

"— O que é o amor, afinal? Se podemos correr o risco de nunca o encontrarmos ou de o perdemos sem que saibamos."

Abby é um anjo que de anjo não tem nadinha. Ela é impulsiva, teimosa, não gosta de receber ordens e adora contrariá-las. Ela era muito mais humana do que eu poderia imaginar, não só por ter se apaixonado e ter um relacionamento com Alex, mas também por seus desejos por comida (muito bons, por sinal), suas saídas para a balada com a amiga Caroline (que também é um anjo, só para constar) e suas bebedeiras (sim, também me surpreendi muito com essas coisas!). Mas ela também é muito divertida e quer cuidar de quem ama com todas as suas forças. Ela é uma personagem com quem é possível se identificar, apesar de não concordar com várias atitudes dela ao longo do livro, mas era difícil visualizá-la como um anjo. Alex é um tanto confuso. Para mim, ele realmente se perdeu no que queria de verdade. Caroline é uma ótima amiga e também muito divertida, entende Abby como ninguém. Também somos apresentados ao Kyle, um anjo da guarda que é velho conhecido das duas; a Henrique, um homem misterioso, com muitos segredos e que vai balançar o coração da nossa anjinha; e a Miguel, o arcanjo. Esses são os principais personagens, e acompanhamos o ponto de vista de cada um deles ao longo da leitura, sempre em primeira pessoa. Em alguns momentos, eles realmente conversavam com o leitor, o que era bem interessante.

"Quando a vida parecer triste e vazia aos seus olhos, cuidado, talvez você não esteja olhando exatamente para o local correto. Às vezes a vida nos presenteia com coisas belas e profundamente intensas, que nos fazem felizes por estar em sua presença, mas às vezes, tais coisas devam ser e estar livres para exercer seu papel em vida. O de fazer não apenas a sua felicidade, mas a do outro também. (...)"

Os livros da Kate sempre trazem um ponto de vista diferente das histórias que costumamos ver, como estou percebendo. Nesse caso, um relacionamento entre um anjo e um humano, que pode parecer bastante clichê, foi abordado de forma completamente inusitada, o que teve seus pontos positivos e negativos. Estava muito curiosa para saber como seria desenvolvida a história, já que logo no início ocorrem tantos problemas entre o relacionamento dos protagonistas, e fui surpreendida em vários momentos da leitura. A criatividade da autora é inegável e a escrita dela está melhor do que no outro livro que li. No entanto, não conseguia enxergar os anjos que ela criou como anjos de fato. Não podia imaginá-los agindo de tal forma, tendo tais pensamentos e sentimentos e falando tão vulgarmente. Mas no fim das contas, fiquei satisfeita, porque tudo foi explicado.
Sobre a diagramação, não posso falar sobre o livro físico porque li o e-book, mas adianto que a editora Coerência fez um trabalho lindo. A capa está muito bonita e os detalhes no interior são perfeitos. Cada início e fim de capítulo, cada imagem foi escolhida com cuidado e foram feitos para serem admirados. Ficou realmente muito bom. Os capítulos são curtos, somados com a escrita muito fluída e leve da Kate, o que torna a leitura rápida.
Apesar de algumas coisas durante a leitura não terem sido bem aceitas por mim e eu ter achado que algumas partes mereciam uma explicação melhor, a conclusão foi satisfatória e o livro traz algumas boas reflexões, não apenas sobre o amor, mas também sobre a vida e do porquê de coisas ruins acontecerem.

site: http://www.sigolendo.com.br/2017/01/resenha-debaixo-das-minhas-asas-kate-willians.html
comentários(0)comente



Bia 09/01/2017

Romance juvenil com uma mensagem positiva de amor, superação e fé.
Estava muito curiosa acerca da obra que tanto foi divulgada nos blogs e nas redes sociais.

Debaixo das minhas Asas é uma publicação recente, porém foi um dos primeiros livros que a autora Kate Willians escreveu.

Antes mesmo de conhecer o enredo em si, me encantei com a história que existe por trás dessa publicação; por trás até mesmo da construção dessa estória.

Eu acho interessante contar que, quando Kate escreveu o livro, ela estava superando um período de depressão. Saber que você tem em mãos um exemplar que, de certa forma, serviu para ajudar nesse processo, é algo surreal e gratificante. É o que sempre digo: os livros tem um poder incrível de cura.

Debaixo das minhas Asas é uma fantasia romântica que não traz apenas uma história de amor e magia. O livro traz Deus, fé, amizade e superação.

Você acredita em anjos?

Na ficção de Kate eles existem!!

Abby é um anjo que cometeu (talvez) o maior erro entre as criaturas: se apaixonou perdidamente por seu protegido, Alex.

Abby, na verdade, não é lá o melhor dos anjos da guarda, afinal, seus outros protegidos morreram bem antes da hora. E para completar, se apaixona pelo último.

Mas Alex não tinha ideia da identidade de Abby. Ela conseguiu se esconder muito bem na função de melhor amiga, e com o passar do tempo, a medida em que passam a se relacionar como casal, ela se sente mal por esconder esse fato tão precioso de Alex.

Tudo tem um preço, até quando se é anjo. Abby se revela à Alex, e com isso, por mostrar suas asas, ela sofreu uma punição terrível: perdera Alex para a morte.

Porém, o Criador dá uma nova chance ao rapaz: ele volta à terra como anjo, com a função de salvar a alma de Abby.

Seria tudo maravilhoso, não fosse o fato de Alex não lembrar absolutamente nada de sua vida humana.

Ele não se lembrava do amor que sentia por Abby, muito menos dela em si.

Triste não é mesmo? Imaginem para ela, que precisa lidar com a felicidade de ver Alex de volta ao mesmo tempo em que constata que fora completamente esquecida por ele.

Gostei do enredo, principalmente da mensagem positiva que ele traz.

O que não me conectou tanto foi o fato de o livro ser redirecionado a um público mais jovem. Os diálogos são mais simples, o desenrolar da história mais calmo.

Tenho dificuldades em aceitar muita dramatização, e, não sei se pela situação que estou vivendo agora, não consegui me compadecer pelos dramas de Abby. Acho que coloquei rótulos demais na personagem antes de conhecê-la.

Eu esperava uma criatura mais forte e realista. Queria isso na verdade. Ver um anjo com tantas dificuldades foi algo que me incomodou. Poxa, será que tudo que Abby passou, por amor, valia mesmo a pena?

E lá no fundo, não criei uma empatia por Alex, por isso questionei a todo tempo se valia a pena.

Essa foi a parte que fez com que a história perdesse algumas estrelinhas no Skoob. Agora, por outro lado, sem sombra de dúvidas é um enredo lindo. Acredito que os mais românticos irão amar o casal. O livro me prendeu pelo fato de ter uma mensagem divina. Realmente eu precisava ler tudo isso nesse momento.

O que mais serviu pra mim, foi a abordagem tão linda de “recomeços”. Ficou subentendido que, para recomeçar, muitas vezes precisamos esquecer, enfrentar e sermos fortes.

Com toda certeza é um livro que indico para quem em primeiro lugar acredita em Deus, e ame romances juvenis fantásticos.

site: http://lua-literaria.blogspot.com.br/2017/01/resenha-debaixo-das-minhas-asas-kate.html
comentários(0)comente



Vivs 16/11/2016

Resenha por Corujas de BIblioteca
Debaixo das Minhas Asas é o novo livro da nossa querida Kate Willians! Vim contar minha opinião sobre esse livro lindo, onde conhecemos personagens apaixonantes que vão superar tudo para continuarem juntos.
Abby é um anjo guardião, sua missão é proteger Alex, um garotinho diferente que pode ver ver os anjos. Para cumprir sua missão, Abby o protege vivendo como humana e como sua melhor amiga. Com o tempo essa amizade cresce e os dois se apaixonam, mas por ser um anjo, Abby é proibida de se relacionar com o humano. A única forma que ela encontra para ficar com ele sem ter que contar a verdade é fugir.
O livro começa a partir desse momento, Abby e Alex vivem em uma pequena casa perto da praia, e depois de uma grande discussão ela se vê obrigada a explicar o porquê da fuga dos dois. No momento que Abby abre suas asas e confessa a Alex quem realmente é, os anjos superiores a rastreiam e imediatamente decidem puni-la pelo sumiço e por se relacionar com o humano.
A forma que encontram para fazer isso, é tirar de Abby o que ela tem de mais precioso: Alex. Mas para a surpresa dela, seu amado volta para a terra como um anjo, e a missão dele é justamente ela. Alex tem que salvá-la, convencê-la a pedir desculpas para seus superiores e agir dentro das regras. Mas há um porém: ele não se lembra dela.
A Kate me surpreendeu bastante com esse livro, ela escreveu Debaixo das Minhas Asas com apenas 15 anos e é maravilhoso ver como a escrita dela só melhorou de lá para cá. A história de Abby é leve mas muito profunda. Ela se sente traída e odiada por todos, vê seu mundo ruir e escapar por entre os dedos e o grande amor da vida dela não faz ideia de quem ela é. É um romance cheio de aventura com um final surpreendente.
Me apaixonei por Abby e seus amigos, o livro toma um rumo que ninguém poderia prever e a cada página a gente se surpreende mais com tudo que acontece. Como fiz a leitura beta do livro, não sei como está a edição física ainda, mas a capa está linda e com certeza a Editora Coerência fará um ótimo trabalho.

site: http://www.corujasdebiblioteca.com.br/2016/11/debaixo-das-minhas-asas-kate-willians.html
comentários(0)comente



Ariane 16/11/2016

resenha
Resenha:

Eu li esse livro como beta, por isso não tem fotos dele. Tive a oportunidade de ler antes da publicação. E quem comprar verá uma parte de mim nele. Fiquei muito feliz com o convite da autora, pois além de querida com nós parceiros tem uma escrita incrível. Amo seus livros.

Abby é um anjo guardião que acabou se apaixonando por seu humano protegido, que é especial, e consegue ver todos os anjos, menos suas asas, Para ele os anjos também são humanos.

Alex protegido de Abby correspondeu a esse sentimento e também se apaixonou por ela, eles estavam muito feliz juntos, morando em um casa próximo a praia, a qual ele amava, sua paixão era surfar.

Anjos e humanos não podem se relacionar, e quando foram descobertos Abby fugiu com Alex, mas não disse o motivo, ele não sabia que ela era um anjo.

"Quando eu conheci o amor eu me deixei sonhar tão alto, tão alto, e acabei caindo feio... E agora percebo que a queda só foi dolorosa, porque eu não sabia que o amor podia ser muito mais complexo do que me parecia ser."

A função de Abby é cuidar de seus protegidos, porém até agora ela não tem feito isso muito bem. Todos os seus protegidos morrem antes da hora. O último ela se apaixonou. Ela nunca foi um anjo muito obediente, sempre fez o que quis, como quis. Seus superiores não estão muito felizes com ela.

"- Quem não ouviu falar de você?! O anjo que vive infernizando o céu! Olha como soa contraditório."

Abby não aguentava mais esconde de Alex sua verdadeira identidade. Mesmo tendo seu amor ao lado, ela não estava plenamente feliz, esse segredo a machucava. Mas ao decidir contar a ele que era um anjo, não imaginou que colocando a vida de Alex em risco e as consequências não foram muito agradáveis.

Os humanos que morrerem de forma bruta e antes da hora, ganham uma outra chance de voltar, mas não mais como humanos, e sim como anjos. Porém eles não se recordam de sua vida anterior. Sua história começa à partir do momento em que se transformam em anjo.

"Eu sou uma criatura celestial, renasci por amor, o amor que meu Pai, o Criador, sentiu por mim. E, no entanto eu não consigo enxergar os meus próprios sentimentos no meio disso tudo. Eu me sinto deslocada. Como um estrangeiro. Nada aqui pertence a mim ou ao meu mundo. E eu nunca tive tantas duvidas sobre o que eu sou, o que eu nasci para ser."

O que você faria se não se recordasse mais de sua história? Se seu passado fosse um nada? As pessoas saberiam quem você é, mas você não as reconheceriam? Não saberia qual a importância delas em sua vida. Quanto as amou ou odiou!

Com personagens imperfeitos, Kate conseguiu escrever uma história emocionante, divertida, cheia de aventura e suspense. Muito diferente de outras histórias de anjos que eu já li. Parece real. Me pegava imaginando os anjos a nossa volta, aprontando enquanto cuidam da gente. Eu me encantei com essa aventura. (este comentário estará impresso no livro, pensa na minha alegria, rs)

Nem sempre nossos sentimentos são nossos, as vezes nos apegamos a sentimos dos outros, ou nos espelhamos em outras pessoas, e deixamos de sentir os nossos próprios, deixamos de ser feliz. Temos medo de nos entregar, nos aventurar e correr riscos.

A história de Abby e Alex, é muito mais do que uma história de amor. É uma história de autoconhecimento.

Um detalhe legal do livro é que a história vai se desenrolando no presente, porém temos algumas memórias do passado que são a chave de todos os acontecimentos. Outra curiosidade é que esse não é o primeiro livro publicado da autora ela já tem Distopia resenha aqui e A fada madrinha resenha aqui, porém foi o primeiro livro que ela escreveu. Essa história a ajudou a sair da depressão aos 15 anos.

site: http://www.livrosdanane.com/2016/11/resenha-debaixo-das-minhas-asas-kate.html
comentários(0)comente



14 encontrados | exibindo 1 a 14