Xadrez Divertido

Xadrez Divertido Judit Polgar




Resenhas - Xadrez Divertido


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Anna 02/04/2012

Resenha no www.pausaparaumcafe.com.br
Deixar pré avisado que esta resenha não será tão grande.
1º porque o livro é cheio de ilustrações e não quero que ele perca o encanto com as minhas meras palavras. 2º porque ele não é um livro grande.

Então vamos a resenha.
Xadrez divertido é um livro que vou guardar para dar a minha afilhada quando ela conseguir jogar xadrez sem pensar em colocar as peças na boca (Ela ainda em 1 ano). É um livro educativo, ouso dizer.
Lembro que antigamente se aprendia xadrez na escola como uma matéria como as outras, pelo menos eu tive durante o 3º ano do primário. Em casa todos sempre souberam a jogar xadrez e hoje vejo o quanto isso me ensinou na vida. Lendo este livro eu pude recuperar um pouca da minha infância junto as aulas de Xadrez. E como o próprio nome já diz o livro ensina de uma forma divertida as crianças a aprenderem a jogar xadrez. Não só lhe ensinando regras mais a fazendo pensar e realmente desenvolver aquilo que o livro a esta ensinando.
Se você tem um filho, ou alguma criança que você goste muito. Recomendo que dê este livro a ela. Mais não somente dê o livro, compartilhe a vivência de ensina-la a jogar Xadrez, e se não souber, aprenda junto com o livro.
Ele é todo decorado, tem a resolução das jogadas nas folhas finais para você poder conferir se conseguiu acertar. E além disso ele consegue cativar a imaginação da criança por trazer animais para as regras e jogadas. Como se fosse realmente realizada uma história enquanto se joga.

E quer coisa que deixe mais lembranças em um filho do que jogar xadrez com seu pai? Eu jogava Dominó com meu pai, que hoje já é falecido. Toda vez que pego em uma peça de dominó lembro das horas que passamos juntos brincando.
Então, mais do que só trazer uma resenha, eu queria hoje trazer para vocês um momento de reflexão. Qual o tempo você gasta com seu filho lhe ensinando alguma brincadeira, compartilhando um tempo precioso que nunca mais voltará? Pense nisso, seja xadrez, dama, dominó. O que for. Mais compartilhe esse momento precioso com seu filho.
comentários(0)comente



Elis 14/06/2012

Uma maneira divertida para a criançada e os adultos aprenderem a jogar xadrez, é isso que descobrimos no decorrer dessas páginas com frases rimadas, apesar de eu ainda não ter visto uma criança jogando esse jogo, que me parece tão maduro e de grande concentração para uma pessoa tão jovem aprender. A autora nos conta que começou a jogar novinha, já que com 9 anos ganhou seu primeiro campeonato internacional.

Enquanto vamos conhecendo as jogadas notamos que realmente as vezes perdemos por falta de concentração, eu aprendi as regras a mais ou menos uns 3 anos, meu marido que me ensinou e até hoje ainda não ganhei uma partida dele, mas acreditem isso está para mudar, já que tentarei aplicar as jogadas e a aprendizagem nas próximas partidas. E claro as regras especiais, que eu nem sabia que existia, como o en-passant e o roque.

A autora também nos surpreende por ter vencido grandes lendas do xadrez masculino como, os campeões mundiais Spassky, Karpov, Kasparov, Topalov e Anand, em torneios internacionais, jogos e competições rápidas. Sim, fiquei admirada com as vitórias dela.

Finalizando a leitura fiquei me perguntando como farei para chegar as situações finais que apresentam os xeque e xeque-mates ensinados no início e no decorrer do livro...rsrsr....espero realmente conseguir....e fiquem ligados porque contarei no Facebook se venci ou não as partidas com meu excelentíssimo...\o/...recomendo a leitura aos adultos, aos jovens e as crianças que queriam aprender o desafio de vencer uma partida de xadrez. Como eu sempre digo, aprender nunca é demais e todo aprendizado é válido. E como é um livro que nos ensina sobre um jogo, não há pontos negativos, pois tudo depende do leitor aprender ou não, essa arte.

Nota 10!!!

Beijokas Elis!!!
comentários(0)comente



Just Livros 12/04/2012

Resenha Just Livros
O livro inicialmente por suas ilustrações de animais (que são lindas e em preto e branco para poder colorir) parece ser infantil, mas recomendo para qualquer pessoa que tenha interesse em aprender a jogar xadrez. E para os que já sabem jogas o livro e seus enigmas divertidos são um ótimo desafio para treinar o raciocínio.
O livro é composto por 18 capítulos; do capítulo 1 até o 16 contém enigmas e exercícios acompanhados de rimas para tornar a busca pelas soluções mais divertida. O capítulo 17 tem as respostas dos enigmas e exercícios e por fim no capítulo 18 para tirar todas as dúvidas do leitor tem as regras do xadrez.
Xadrez divertido acompanha seu desenvolvimento começando com exercícios com poucas peças até chegar ao final com o tabuleiro completo. E com as rimas sobre os animais parece que vai sendo contada uma história conforme as jogadas são ensinadas. Além de tudo é uma ótima maneira de desenvolver o raciocínio lógico das crianças.
Para aprender realmente a jogar xadrez eu recomendo a leitura do livro acompanhado de um tabuleiro para treinar na prática as jogadas.
Um detalhe é que na minha opinião as regras do xadrez deveriam fazer parte do primeiro capítulo do livro. Mas no geral é uma leitura leve e agradável para os que sempre tiveram vontade de aprender a jogar e nunca conseguiram.
Obs: Agora quero um xadrez de bruxo para treinar o que eu aprendi kkk

http://just-livros.blogspot.com.br/2012/04/resenha-xadrez-divertido.html
comentários(0)comente



Rose 02/04/2013

O livro explica os movimentos de cada peça e propõe lances e jogadas para irmos aprendendo e melhorando nossa técnica. também encontramos as respostas para cada exercício proposto. Todas as páginas tem o tabuleiro com as peças desenhadas para cada jogada proposta. São 160 exercícios com soluções, além de 16 dicas para você conseguir dar um xeque mate!
Um livro onde não só as crianças podem aprender um pouquinho deste jogo complexo que ajuda a desenvolver o raciocínio lógico de cada um. Feito por quem é considerada uma das maiores enxadristas do mundo, o livro só tem um probleminha, as regras do jogo deveriam vir logo no início do livro e não no seu final.
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR