O Tao da Física

O Tao da Física Fritjof Capra
Frijof Capra




Resenhas - O Tao da Física


21 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


wolv_logan_x 05/07/2011

Fascinante e Estimulante
Não sou um profundo conhecedor da física, mas sempre fui fascinado por seu aspecto teórico, e procurei aumentar um pouco mais meu conhecimento sobre ele. Uma dificuldade que sempre tive foi a de assimilar alguns conceitos extremamente abstratos relacionados à mecânica quântica, pela falta de explicações que os tornassem mais compreensíveis para um leigo que não tem muito interesse em mergulhar no aspecto matemático das teorias.

Isto até alguns anos atrás, quando li O Ponto de Mutação, e fiquei fascinado pela forma como Fritjof Capra tornava mais fácil compreender elementos de uma dimensão que está tão distante de nossa percepção ordinária. E só pelo fato do autor tornar a experiência agradável já merece elogios.

Muitos podem discordar dos paralelos que Capra faz entre dois ramos tão distintos do conhecimento humano, mas não há como culpá-lo de não despertar o leitor o interesse de se aprofundar um pouco mais nos estudos das idéias que apresenta, sejam elas do lado científico e do lado místico da obra.

Depois de ler O Tao da Física fui logo providenciando a leitura do I Ching, traduzido e comentado por Richard Wilhelm, e corri atrás de novidades sobre os avanços dos últimos anos no que diz respeito à confirmação ou não de algumas das teorias que Fritjof Capra apresenta.

Muito do que ele escreveu pode ter perdido a validade duas décadas depois (a edição que li é de 1990), mas só pelo trabalho de divulgação científica, e pelo interesse que Capra desperta no leitor em continuar sua busca por novos conhecimentos, já torna a leitura válida.
comentários(0)comente



Nelson Magrini 14/07/2009

Haja...
Misturar Física com mística é coisa da cabeça de certos autores (infelizmente, alguns que se valem do fato de serem físicos, mesmo que NUNCA tenham publicado um artigo, sequer em Física de Verdade, coisas que não falam!!), que há muito perceberam ser este um filão inesgotável, para a venda de livros e lucro de seus bolsos, sem se importarem em assassinar a Ciência e o conhecimento, para tanto.

O Tão da Física serve, quanto muito, para uma introdução para leigos a conceitos de Física. Esqueça o resto e esse alardeado falso paralelismo entre mística e crendices com Física.

Nelson Magrini
Autor de Os Guardiões do Tempo
Relâmpagos de Sangue
ANJO A Face do Mal
Isabella, em Amor Vampiro
O Portador da Luz – minissérie em 10 partes
em http://fontesdaficcao.wordpress.com/category/nelson-magrini/
Alisson.Gabriel 02/04/2018minha estante
Olá Nelson!
Grato pelo comentário. Pode indicar algum outro bom livro introdutório sobre Física para Leigos?





Leostuepp 12/04/2010

É uma viagem.
Os livros de Fritjof Capra devem ser entendidos como uma viagem que o autor realiza entre os seus conhecimentos da Física e da Sabedoria Oriental, deste Oriente místico, deste Oriente que tanto apaixona algumas cabeças dos ocidentais, que buscam seguir seus conceitos em muitos casos ditos "esotéricos", mas que se abertos a todos deveriam ser "exotéricos" .....muitos autores se valem desta busca pelo desconhecido para dizer que tem a receita para "o encontrar-se".
Gosto dos livros de Fritjof Capra, não como um discípulo, que segue o que me é dito, mas pelo que ele me apresenta e me instiga a buscar mais, às vezes quero contrariá-lo, mas só com as palavras do meu conhecimento não consigo, preciso ir à fundo, então ele me leva a buscar mais conhecimentos.
Sem dúvidas às vezes em suas viagens ficamos desnorteados com vontade de largar tudo e voltar para outros temas ......mas vale a pena seguir.
comentários(0)comente



Minocaco 25/01/2009

...o mundo invisível já não mais o mesmo.
comentários(0)comente



Wobeto 27/02/2009

Gostei do livro, acho que o Fritjof Capra tem uma visão bem aberta acerca do assunto que trabalha. Mas não concordo com muitas coisas do livro. Na verdade eu acho que a visão mecanicista que o autor afirma que é ultrapassada é na verdade a evolução do pensamento antigo, onde todos tentavam pensar de forma completa, mas acabavam tentando explicar as coisas de uma forma só, para muitos povos, tudo é só Deus. Isso não é verdade no misticismo oriental, porém eles não deixam de explicar tudo de forma subjetiva ou nem explicar. A necessidade de fragmentar os complexos sistemas do universo para estudar cada um em separado é na verdade uma tentativa de compreender melhor cada sistema, pra poder juntar tudo em uma teoria abrangente. Talvez o autor não entenda (ou eu não consiga compreender ele) que na verdade a ciência se afastou do misticismo justamente porque se pudéssemos encontrar respostas no misticismo não precisaríamos da ciência. Pode ser que eu esteja errado, e segundo o autor estou mesmo, mas na verdade a Física Moderna e o Misticismo Oriental não se correlacionam tanto, as visões são muito divergentes. Mas realmente ele toca alguns pontos muito importantes e por ser o primeiro livro que tenta juntar as duas coisas eu posso não ter conseguido juntar as coisas tão bem.
comentários(0)comente



Bruno 18/01/2013

"físicos" da espiritualidade
Esse livro comete a falta de noção de comparar uma equação física e um manuscrito em sânscrito. Sem mais.
comentários(0)comente



Malice 04/11/2009

Complexo e intrigante
Como li o "Ponto de Mutação", do mesmo autor, antes de ler o "Tao da Física", creio que li um pensamento mais claro e bem desenvolvido que no livro em questão. Me parece que este é a "gênese" do seguinte, com uma tese ainda iniciante, mas muitíssimo interessante. Um tanto cansativo para quem não se dispõe a entender os meandros da física atual.
comentários(0)comente



ralfe 16/10/2011

Se você é drogado, vai curtir
Nunca li tanta bobagem acumulada e misturada. E o mais interessante é que o proprio autor deixa claro que o livro é fruto de muita lombra e sequela. Eu particularmente gosto de muita coisa na filosofia oriental e sou apaixonado por fisica, mas a conexao que ele tenta fazer entre as duas é absolutamente pobre. Insista bastante e daqui a pouco religião também vai virar ciencia...
comentários(0)comente



Tama 19/08/2020

Excelente introdução à Física.
Deixa de lado a abordagem mecanicista Newtoniana, onde a Física é retratada como ramo da matemática, com deduções matemáticas de seus de fenômenos, e passa a abordá-la como uma ciência natural, observacional e experimental, sob um olhar filosófico.
comentários(0)comente



runnerba 06/01/2009

Apesar do autor...
Apesar de achar esse Fritjot Capra um tremendo farsante, nesse livro ele se superou.
comentários(0)comente



Rodrigo 02/08/2011

O livro é bom, mas parece bastante uma tese de doutorado: muitas citações e longos parágrafos de revisão. Quero voltar a lê-lo, mas no momento preciso fazer da leitura uma distração, e esse livro é bastante complexo para uma leitura "cativante". RCSV
comentários(0)comente



Dani Rodrigues 10/06/2010

Comprei esse livro por indicação de um amigo de família, um psicoterapeuta conceituado, e acima de tudo, muito inteligente. Segundo ele, todas as pessoas deveriam ler esse livro. E com essa motivação, tive que comprá-lo!

Ocorre que à época, achei o texto muito chato, talvez por estar além dos meus entendimentos, ou por ser muito mais jovem (aff, não sou tão velha!!rs)... Por isso o abandonei.

Enfim, espero um dia retornar à leitura dele para, quem sabe, conseguir entender a sua mensagem.
comentários(0)comente



Bruno 20/05/2011

Muito interesante, para quem tem cabeça aberta
http://brunoacpc.wordpress.com/2011/04/17/livroo-tao-da-fsica/
comentários(0)comente



Abramo 19/04/2013

Acho que a obra até vale como uma breve iniciação em alguns conceitos da física atual, mas a fusão entre misticismo oriental e física quântica me parece muito forçada.
comentários(0)comente



21 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2