Alta Sociedade

Alta Sociedade Sarah Mason
Sarah Mason




Resenhas - Alta Sociedade


24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Silvana 26/10/2020

Frustrante
Terceiro livro da Serie Colshannon, conta a historia da irmã da protagonista do primeiro livro "Um amor de Detetive" e é quase uma continuação deste livro sendo que até mesmo o gatilho da história é Holly do livro 1.
No entanto, não foi tão divertido e a narrativa demora a desenvolver o ritmo e o interesse do leitor. Não gostei, a mocinha sofre bullying até da propria familia, não que façam por mal mas, não a enxergam e ela não se impõe, tem uma pessima auto estima e no final arruma um namorado, como se apartir dai sua vida entrasse no eixo. Fica a impressão de que ela vai repetir o comportamento dependente do relacionamento anterior.
comentários(0)comente



Rachel 09/06/2017

O livro é divertido, Clemmie é realmente MUITO tapada em alguns momentos (como praticamente toda mocinha de chick-lit, né?) e no final tudo acaba bem. É um livro previsível, mas bem gostoso de ler. Adoro chick-lit exatamente por isso, sempre me divirto com algum aspecto da história e a leitura é super leve.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Deyse M. 10/09/2015

Confesso que esperava mais
Como quase todos os leitores, amei "Um amor de detetive" e quis dar continuidade a série criada por Sarah Mason. Creio que o que me fez criar muitas expectativas foi justamente o quanto gostei do primeiro livro.

Achei a premissa inicial de "Alta Sociedade" bem interessante e a história tinha tudo para se tornar uma grande aventura além de uma comédia romântica, que é sua proposta principal. Mas há alguns problemas que me fizeram desanimar ao longo da leitura e acabar por achar o livro apenas regular.

Um desses problemas é a quantidade de personagens que há nele. Para alguns isso pode até ser interessante, mas eu fiquei confusa e por duas vezes cheguei a me perguntar "quem é esse mesmo?". Não há nada de errado com os personagens em si - gosto de todos, eles têm carisma e fazem o leitor querer saber mais sobre eles. Mas todos juntos na mesma história me deu a impressão de leitura confusa.

Outra coisa que me chateou, e que é consequência da primeira, é a quantidade de cenas que fogem demais do foco principal da história - são muitas cenas longas e que foram inseridas talvez com o objetivo de mostrar a família Colshannon, sua rotina e etc., mas que para mim não tiveram muito propósito. Ficou parecendo que estavam ali só para adicionar mais páginas ao livro.

A trama principal poderia ter sido muito melhor aproveitada. A sinopse dá a ideia de que a família se envolve em uma perigosa trama - e no início do livro temos mesmo a impressão de que Clemmie, Holy e a família vão passar por alguns perigos. Há o mistério do desaparecimento da colega de Holy e quando descobrimos porque ela sumiu, há uma reviravolta que poderia muito ser melhor aproveitada. Uma pena, pois esta premissa se perde em meio a tantos diálogos e algumas cenas sem graça.

Os pontos positivos do livro são os personagens carismáticos que me parecem são característicos de Sarah Mason. Há cenas engraçadas também, protagonizadas por Clemmie e Holy. Aliás, Clemmie é daquele tipo de pessoa pela qual você torce do começo ao fim. Adorei rever a Holy e o James (embora este último apareça muito pouco, o que também é uma pena, mas compreendo já que a história é sobre Clemmie). Sam é um fofo, um amor pelo qual nos apaixonamos à medida que a história avança. Os pais de Clemmie são legais e engraçados (mas confesso que a peça que a mãe dela passou a história inteira preparando podia ter sido menos detalhada ou mesmo ter sido apenas mencionada). E gostei do "vilão" - ou "vilões" porque nem tudo é o que parece.

Gosto muito da escrita da Sarah Mason e ela tem talento para desenvolver personagens adoráveis (até os malvados!). Sigo lendo "A vida é uma festa", que tem esse mesmo traço de empatia imediata, mas ainda estou no começo. Assim que acabar, postarei uma resenha também. :)
comentários(0)comente



Fran Vila Nova 20/07/2015

Amei
Fiquei com muita vontade de ler esse livro depois de ler "Um amor de detetive", por inúmeras razões, primeiro pela a autora (que é insuperável no quesito comédia romântica) e segundo por ser uma "quase" continuação de "Um amor de detetive" só que agora a história é da irmã da Holly, que é tão louca quanto ela, acabei não sentido falta da Holly, amei a Clemmie e todas as reviravoltas e loucuras desse livro. E mais uma vez o ponto ruim que acredito que seja coisa da autora mesmo é que: a gente só experimenta o romance no último instante (ou melhor falando última página né!) uma chateação. Fora esse (grande) detalhe, o livro é ótimo, super recomendo.
comentários(0)comente



Miriam Cristina 20/09/2013

Alta Sociedade
O livro é uma comédia romântica, tenho que admitir que dei algumas gargalhadas com Clemmie, mas a história é totalmente previsível, na metade do livro já sabia como iria terminar.
comentários(0)comente



Pandora 24/06/2013

Bem fraquinho, uma história boba que tenta ser divertida, piadinhas manjadas, nada de novo. E o finalzinho feliz de praxe.
Lu Corral 07/05/2014minha estante
história divertida e final feliz...... isso é o gênero chick lit. se a pessoa quer uma história densa e triste que fale sobre perder alguém ou algo assim, não é esse o gênero que tem que ler.


Pandora 16/05/2014minha estante
Concordo, Luiza. Só não precisa ser bobo pra ser chick lit. Marian Keys e Helen Fielding escrevem chick lits bacanas. Alta Sociedade é ruim (para mim). :)




Gabriela 24/01/2013

Tinha adorado o outro livro da autora "Um Amor de Detetive", por isso comprei esse. Mas achei meio forçado depois de um tempo, é engraçado sim, mas às vezes menos é mais.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



RenataSara 14/07/2011

Adorei Alta Sociedade, mas confesso que esperava mais do livro, pq estava louca para ver o que acontecia com o James e a Holly... Tirando isso o livro é cheio de humor e super contagiante ambas marcas registradas da Sarah Mason que mais uma vez acertou com esse livro ! E o que falar da personagem Clemmie??? Essa não da pra negar que é irmã da Holly (Um amor de detetive) tão divertida quanto a primeira !!
comentários(0)comente



Ana Carolina Andrade 30/06/2011

Bom
Adorei o livro, leitura leve, divertida. Mas é bem previsível, não sei se é pq já li muitos livros desse gênero e muitos filmes tbm, mas no segundo capítulo já sabia quem ia terminar com quem. Só tive uma surpresa, que não imaginei que teria esse desfecho (não vou contar spoiler, mas tem haver com o Charlie e a Emma.)
Se você procura um livro divertido, só pra distrair e fugir dos vampiros e criaturas sobrenaturais, recomendo Alta Sociedade.
comentários(0)comente



Cris Oliveira 20/06/2011

Uma comédia romântica maravilhosa! Você ri do começa ao fim. Mesmo o final sendo previsível você fica curiosa para ver como tudo irá acontecer. É a continuação do livro - Um amor de detetive ! Uma mocinha atrapalhada, Clemmie (irmã de Holly - mocinha do primeiro livro da autora) , que passa por situações das mais diversas e super engraçadas.. impressionante a capacidade dela de ser envolvida nas mais loucas e hilárias histórias. Outro aspecto bom é que você fica sabendo sobre Holly e do James(personagens do livro Um amor de detetive)
A cada página tinha uma revelação surpreendente que dava novo fôlego a história. O mistério que toma conta do livro toma rumos inesperados!
Um destaque para o mocinho da história, Sam, o melhor amigo todo perfeito e lindo. A mãe de Clemmie é uma sem noção que tem passagens divertidíssimas!
Enfim é um chick-lit super divertido! Recomendo!
Estou curiosa pelo terceiro livro da autora - A vida é uma festa !
comentários(0)comente



Thaís 18/05/2011


"É o começo de uma engraçadíssima aventura guiada por Sarah Mason, escritora que, seguindo os passos de Marian Keyes, conquistou fãs em todo o mundo com os romances Um Amor de Detetive e A Vida É uma Festa. E este novo Alta Sociedade consegue ser ainda mais divertido!"

Desde que li "Um Amor de detetive", fiquei sabendo que a autora Sarah Mason tinha escrito não uma continuação, mas uma história, um livro paralelo ao primeiro da autora. Para entenderem no livro "Um Amor de detetive" a protagonista era Holly, neste que resenho hoje intitulado Alta Sociedade, a protagonista é irmã de Holly, ela se chama Clemmie, e claro que a Holly entra como uma coadjuvante da história, ela e James.

Depois de ter dado a volta ao mundo literalmente, Clemmie volta para sua casa com o coração ainda partido ela viajou para esquecer o ex e com o cartão estourado é, ela exagerou nos gastos. Terá que arrumar um emprego, e tentar encontrar um novo foco para sua vida. Holly vem passar uns dias na casa dela e de sua mãe, e com um novo mistério em mãos Holly acaba por meter a Clemmie no meio de um novo mistério que envolve a amiga de trabalho desaparecida de Holly, que simplesmente sumiu antes do dia de seu casório.
Barney, o irmão delas se encontra apaixonado por uma misteriosa moça, ele não quer contar o nome de sua nova paixão, tem medo de não ser correspondido? ou será algo mais?
Sam é lindo, educado, encantador e praticamente vive com os pais de Clemmie desde que era adolescente e agora está namorando firme com Charlotte. Clemmie passará por maus bocados e muitas dúvidas até descobrir o que realmente quer, o que estava debaixo de seus olhos e ela jamais enxergou. E coitada da Holly! como a colunista da seção Alta Sociedade está desaparecida, cabe a ela tentar escrever algo para a seção.

Alta Sociedade é um chick-lit contemporâneo, engraçado e brilhante, claro que Um Amor de Detetive é bem mais engraçado que este, mas mesmo assim a narração é maravilhosa e muito divertida! Recomendo muito!
comentários(0)comente



24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2