Nas sombras

Nas sombras Jeri Smith-Ready




Resenhas - Nas Sombras


40 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Regiane 23/05/2012

Sobrenatural inovador

“ Ouvi gritos vindos do corredor. Tirei o volume do som e fiquei escutando para ver se identificava a voz de Logan na multidão. Em vez disso, ouvi seu nome, gritado por Siobhan, seguido pela palavra desfibrilador. – Meus Deus! – Peguei minha camisa e camiseta do chão e as vesti em um único movimento. Meu rosto estava perdido dentro da camisa enquanto eu tentava achar o buraco certo para não enfiar minha cabeça por uma das mangas. Finalmente, acertei a gola e gritei. Logan estava parado ao pé da cama, camisa aberta e cabelo desgrenhado, exatamente como ele estivera havia alguns minutos. Só que agora ele estava roxo. ”


Nas Sombras é o 1° livro pertencente a uma trilogia de sobrenatural, mas especificamente sobre fantasmas. Em meio a tantos livros que abordam a temática, Jeri Smith-Ready traz uma história inovadora, acrescentada com pitadas de distopia.

Num futuro, um misterioso evento – mais conhecido como a Passagem – permite a todas as pessoas que nasceram após seu acontecimento, a capacidade de se relacionarem com os mortos. Aura é uma delas, e isso sempre lhe assombrou. Ela seria capaz de tentar descobrir como mudar essa situação, se isso fosse possível.

Logan, o namorado de Aura e vocalista dos Keeley Brothers estava diante do melhor aniversário de sua vida, pois ele tinha um mega show marcado, além de uma maravilhosa festa que foi planejada logo após, para comemorar os seus 18 anos. Não poderia ser mais perfeito, até que... Por uma fatalidade do destino, Logan acaba morrendo.

Agora Aura se vê diante de um impasse, pois a habilidade que sempre a desagradou, torna-se a única forma de manter o seu namorado ao seu lado. Através dessa situação, a garota descobre que por mais que não seja possível abraçá-lo e beijá-lo, a morte não é uma barreira para o amor entre eles.

A narração segue em primeira pessoa, aos olhos de Aura. Gostei muito da forma que ela foi conduzida, pois gerou um resultado bem satisfatório. A escrita da autora é agradável e viciante. Senti-me envolvida com a história do começo ao fim. Quando fechei o livro, pensei: “Já acabou?”. Agora vou ter que lidar com a ansiedade, enquanto o 2° volume da série não sai por aqui.

Histórias que abordam fantasmas sempre me atraíram, portanto esse foi o elemento principal que me fez se interessar por essa obra. Apesar de ser diferente de tudo que li anteriormente, me agradou demasiadamente. Jeri Smith-Ready desenvolveu um trabalho muito interessante, com uma peculiaridade admirável.

Logo de início, o livro gera uma aflição, e segue assim até o final. Por conta disso, foi impossível não sofrer com certos acontecidos e não torcer para que os mesmos pudessem ser revertidos. É um livro tenso, que me fez mergulhar em um turbilhão de emoções, além de me fazer repensar sobre várias coisas. Eu não sei o que faria no lugar de Aura. É muito triste só de imaginar a situação: Conseguir ver a pessoa que ama, dialogar, mas não poder tocá-la e nem senti-la, é simplesmente enlouquecedor.

Como de praxe, esse é mais um livro de YA sobrenatural que possui o famoso triângulo amoroso. Confesso que inicialmente entortei o nariz, mas conforme a história foi se aprofundando, acabou me conquistando, pois soou natural e convincente. Achei totalmente necessário.

Os personagens em geral me agradaram. Aura é uma garota determinada e muito madura. Não é do tipo passiva que fica esperando as respostas ou as coisas caírem do céu. Ela vai atrás e não desiste até conseguir. Logan me irritou muito, pois ele é o típico adolescente egocêntrico. Só nos últimos capítulos que ele ganhou a minha afeição. Zachary me chamou a atenção logo de cara. Ele é um personagem muito interessante e muito importante. É difícil não se render a sua personalidade marcante e suas atitudes. Os personagens secundários não são tão explorados em Nas Sombras, mas acredito que tenha sido proposital - e que nos próximos livros, isso venha a acontecer. Estou muito curiosa para descobrir o mistério que envolve a mãe da protagonista.

A obra de Jeri Smith-Ready é bastante original em relação aos livros de sobrenatural da atualidade. Possui elementos imprescindíveis para conquistar os fãs do gênero. É uma série que me cativou demais. Não vejo a hora de ler a continuação. Recomendadíssimo!
comentários(0)comente



Camila 07/04/2012

Nas Sombras
Muito embora eu esteja fugindo um pouco dos livros com temas sobrenaturais, resolvi dar uma chance a esse livro porque foi muito bem recomendado! E valeu a pena! Gostei muito desse livro! A história é bem original. Aura, a protagonista da história, pertence a uma geração de pessoas que nasceu depois de um evento chamado Passagem. Todas as pessoas nascidas depois da Passagem são capazes de ver fantasmas. E esse é o primeiro ponto original dessa história, uma vez que foge do clichê da protagonista ser a única com "poderes especiais". Além de estudar, Aura ainda ajuda a tia em um trabalho que consiste basicamente em ajudar os fantasmas a seguir em frente e deixar de assombrar o mundo dos vivos! Ela só não imagina que o próximo fantasma que terá que ajudar será o de seu namorado, Logan! Após uma morte estúpida, Logan permanece "preso" ao mundo dos vivos e, pela primeira vez na vida, Aura quer manter um fantasma por perto! Mas os sentimentos de Aura ficam cada vez mais confusos, principalmente pela presença de Zack, um novo aluno vindo da Irlanda! A história é muito interessante e o final bem intenso! Me emocionei bastante com o drama de Aura!
Vi muito gente dizer que o livro não é indicado para pessoas com menos de 16 anos, mas acho que isso é óbvio já que o livro é classificado como Jovem-Adulto e não Infanto-Juvenil! Entretanto, apesar de alguns palavrões e referências a sexo, drogas e rock'n'roll, o livro tem uma boa lição! A verdade é que não protegemos nossos jovens deixando-os ignorantes sobre um assunto e sim mostrando a realidade e as consequências de seus atos! E o livro mostra justamente quanto sofrimento uma pessoa é capaz de causar a quem o amo, por causa de uma atitude imbecil!

www.leitoracompulsiva.com.br
Ana Luísa 01/11/2012minha estante
Nas Sombras me surpreendeu! Não sei se era porque eu estava esperando muito menos, mas achei o livro muito bom! Romance, mistério... quero logo ler Shift, a continuação.




Rafa 13/06/2012

Resenha - Nas sombras - Jeri Smith-Ready
Quando soube que esse livro é sobre fantasmas, já logo fiquei ansioso pra ler, pois eu adoro coisas sobre fantasmas, principalmente porque quando crianças costumava assistir a muito filmes assim.

Nas Sombras começa de forma gostosa de ler por sua narrativa fácil de entender e envolvente. Aura me fez sentir dentro do livro, quase me tornando um personagem extra. Aura é a personagem principal desta triologia, ela tenta dividir seu coração entre o fantasminha apaixonado Logan com o cara mais xavequeiro da escola, o Zachary.

Conta uma típica história de amor com uma pitada de humor e suspense. Combinação perfeita para uma leitura divertida.

A revisão e capa, todo trabalho que a Galera Record fez/faz aos seus livros, em especial a este, sempre saem com perfeita maestria, e Nas Sombras percebi um belo trabalho.

O que peca na história é a alguns itens da mesma, não que fantasmas seja uma coisa que eu não goste de ler. Mas que tem coisas no livro, que você pensa, como assim, isso não faz sentido, é muito irreal às vezes. Lendo, você vai entender...

Como já disse, gostei da narrativa, mas não da história em si. Porque um fantasma voltar do além, e criar tantas confusões, ou apenas tomar boa parte da história é bem irreal. Irreal, essa palavra é chata, não?

Aura é uma típica personagem que nos faz apaixonar pela história só de começar a ler, mas ela não me convenceu tanto, depois de perceber que a história se enrolava tanto, pois os fatos mesmo que conectados me fazia enjoar, por vezes não achei amedrontador, era isso que eu queria sentir, medo ao ler.

Este livro é mais que uma historinha sobre fantasmas. Ffato! Vai além da nossa imaginação, onde você pode falar com fantasmas, ver que eles podem se tornar muito reais, e também que fantasmas, mesmo depois de mortos dão muito trabalho. Leiam todos!
comentários(0)comente



Nath @biscoito.esperto 06/11/2012

Nas Sombras foi um livro pelo qual eu não dava nada e que eu amei profundamente. Quando você lê a sinopse, te dá a impressão de que será MAIS UM livro adolescente com MAIS UMA trama paranormal e MAIS UM romance clichê. Enganados? Um pouco.

Com uma história sobre fantasmas, o livro é apenas mais do mesmo: garota com beleza mediana e inocente que tem um poder sobrenatural. A questão é que Nas Sombras é diferente de TUDO e muito parecido com todas as coisas. Essa minha explicação ficaria melhor se eu resumisse numa frase: o livro usa os mesmos elementos dos quais já estamos cansados mas surpreende.

O livro conta a história de uma garota chamada Aura. Ela tem um dom: é capaz de ver e se comunicar com fantasmas. Mas não é a única. Todos os adolescentes de 17 anos ou menos também podem fazer isso. Por que? Um fenômeno, conhecido como A Passagem, marcou que todos que nascessem depois dessa data teriam esse poder. No entanto, algo que poucas pessoas sabem é que Aura foi a primeira criança nascida depois da Passagem. Coincidência? Veremos.

Os fantasmas deste livro são diferentes. Eles tem a coloração roxa e só podem passear por lugares onde já estiveram quando vivos. A não ser que sejam Sombras. As Sombras não são apenas fantasmas sombrios, mas alguns que, por alguma razão, ficaram revoltados com a sociedade e por isso são mais malignos. Eles são negros e podem causar efeitos colaterais em quem os vê, como tontura e enjoo.

Mas é claro que com todas as pessoas nascendo com dons o mundo teve que mudar. Assim, descobriram que a cor vermelha mantém os fantasmas afastados e criaram um novo tipo de seção jurídica: os mortos podem comparecer ao julgamento de seus assassinatos e prestar o depoimento. Coisa de doido? Até que não.

Aura tem um namorado, Logan. Ele é vocalista da banda Keeley Brothers e está prestes a fazer 18 anos. Na sua última noite como menor de idade ele fará seu primeiro show assistido por um produtor e simplesmente arrasa. Mas o especial da noite não é apenas o grande show: os dois combinaram de terem sua primeira vez na noite do aniversário de Logan.

No entanto, quando tudo parece estar perfeito, Logan sofre uma overdose e morre. O mais curioso é que terminei de ler o capítulo quatro, o fatídico capítulo quatro, EXATAMENTE uma e quinze da manhã. De fato, preciso parar de ler de madrugada. =Quem já leu entende o problema dessa hora no livro.

Antes Aura costumava correr dos fantasmas, mas seu namorado é um e isso muda tudo. Ela não pode simplesmente ignorá-lo e fazer com que ele se revolte e vire uma sombra. Mas também não pode namorar um fantasma para sempre e decide ajudar Logan a passar para o outro lado.

Nas Sombras é diferente de outros livros adolescente por que não tem uma garota insegura e escrota tentando lidar com vinte namoradinhos igualmente escrotos. Aura está de luto, num dilema, e acaba de descobrir algo sobre si mesma e sua família que pode por tudo em risco.

A situação, que já parecia completamente complicada, recebeu um elemento extra: Zachary. Ele é um rapaz que estuda de intercâmbio e, mais tarde, Aura descobre que ele foi o último a nascer antes da Passagem acontecer. O que os dois tem em comum, fora o fato de se sentirem atraídos? E NÃO, NÃO É UM ROMANCE ADOLESCENTE BOBO!!

O que mais gostei no livro foram as cenas inesperadas. Depois do capítulo quatro, você não tem ideia do que vai acontecer a seguir. A cada novo trecho você vê a história mudando de rumo. Aura é muito corajosa e, como humana, comete alguns erros. Ainda sim, o livro emociona, cheguei a chorar lendo (não imaginem a cena). As cenas da Aura e do Logan são lindas demais. Fico emocionada só de lembrar.

Meu personagem predileto foi o Logan. Tanto vivo como fantasma eu adorava ele e ria muito com tudo o que ele dizia. Além de que, segundo a autora, ele é lindo de morrer. TEAM LOGAN ETERNAMENTE!

Recomendo o livro a todos, é uma leitura instigante e muito boa para você que está cansado dos clichês e que quer uma boa trama sobrenatural.


site: www.nathlambert.blogspot.com
Claudia 09/04/2015minha estante
Por que amou profundamente e deu só 3 estrelas?.... não entendi....


Nath @biscoito.esperto 23/06/2015minha estante
Por que o livro tem alguns erros de construção de narrativa. Eu ressaltei os pontos fortes na resenha, mas os motivos que me fizeram tirar algumas estrelas não precisavam ser mencionados pois eram mais opção pessoal. Uma coisa que eu achei não tão legal mas que outra pessoa poderia gostar. E quando eu li estava numa hype grande e tinha dado 4 estrelas, depois de um tempo mudei para três.




Psychobooks 24/04/2012

Gosto de livros de fantasmas, mas apenas alguns são realmente bons. É difícil desenvolver o tema sem cair na mesmice ou em esteriótipos. Por isso, estava bem ansiosa para ler Nas Sombras (Shade).

Há dezesseis anos, alguma coisa aconteceu com o mundo em que vivemos, a esse evento foi dado o nome de Passagem e quem nasceu após esse fenômeno é capaz de ver e se comunicar com fantasmas, que adquiriam uma aparência roxa, presa na imagem do dia mais feliz de suas vidas. Uma sombra, é um fantasma raivoso, fora de controle, perigoso, que causam sintomas físicos (como tontura) nas pessoas que podem vê-lo. A Passagem mudou muita coisa na sociedade, fantasmas podem testemunhar perante um juri nos casos de seus próprios assassinatos. Alguns lugares tem a 'Caixa Preta' espécie de proteção que impede que os fantasmas entrem e a cor vermelha parece ter o mesmo efeito sobre eles

Para quem é capaz de ver fantasmas, Aura leva uma vida praticamente normal, vai à escola, sai com os amigos e trabalha com sua tia, como 'tradutora' para que possa ser feita justiça para os fantasmas que procuram a paz. Seu namorado, Logan, é completamente apaixonado pela música e por ela, mas faz uma coisa bem estúpida no dia do seu aniversário morre em decorrência de seu ato. A maior parte do livro gira em torno do romance dos dois, ela viva e ele morto.

Zachary é aluno de intercâmbio vindo da Escócia, com um passado misterioso e um sotaque de derreter as garotas, ele irá ajudar Aura com seu 'projeto' escolar. Fiquei encantada pelo seu personagem, é o meu favorito da trama *__*

Leia mais: http://www.psychobooks.com.br/2012/04/resenha-nas-sombras.html
comentários(0)comente



Telma 13/07/2012

Ghost moderno...rs
O mundo dos vivos e mortos, num futuro ao nosso, estava separado pelo marco da Passagem.
Em determinado ano, todos os nascidos dali em diante, poderiam ver os mortos.
Aura era uma dessas pessoas.

"No futuro, um misterioso acontecimento (que ficará conhecido como Passagem) dará para os nascidos depois desta data a capacidade de ver e se comunicar com os mortos. Sendo uma dessas pessoas, Aura passa toda a sua vida tendo que lidar com essa condição. Quando o aniversário de 18 anos de seu namorado, Logan, se aproxima, Aura sabe que será o melhor de todos. A banda dele tem um megashow marcado e há uma festa planejada. Está tudo dentro dos planos, exceto Logan morrer de overdose… E voltar, se fazendo presente na vida de Aura exatamente como antes, só que roxo" (sinopse)

Um livro nascido em meio ao modismo de vampiros, zumbis e anjos e que traz um fantasma como um dos protagonistas.

Gostoso, leve, com bom ritmo, que foi lido rapidamente.
Vale a pena se você gosta de leituras que envolvam o supernatural!


comentários(0)comente



Nanda 13/07/2012

[Resenha] Nas Sombras - Jeri Smith-Ready
Meu primeiro contato com "Nas Sombras" foi pelo twitter. A editora Galera Record criou um twitter de divulgação, que atendia por Ghostie, e por lá conversavam com nós. Foi uma iniciativa muito legal, e foi o que me despertou a curiosidade pelo universo do livro.
O livro se passa no futuro, mas não aquele que estamos acostumados a ver, cheio de naves espaciais, robôs e essas coisas, o que tem de diferente é que depois de um acontecimento conhecido como "Passagem", todas as pessoas nascidas dali em diante passaram a ver fantasmas. Logo de início somos apresentados a Aura Salvatore, uma menina que odeia o fato de ver fantasmas, e que está envolvida em todo o mistério da Passagem. Sua mãe morreu quando ela era criança, e ela nunca conheceu seu pai. Aura mora com sua tia Gina, que costumava ver fantasmas antes da passagem, e agora é super protetora em relação à sobrinha.
Mas tudo o que Aura conhecia e estava acostumada muda na noite do aniversário do seu namorado Logan, que cantava numa banda com seus irmãos, e após um show, no qual duas gravadoras queriam contratá-los. Na festa dele, depois de muita bebedeira, ele tem uma overdose, e volta, só que roxo.

"Finalmente, acertei a gola e gritei. Logan estava parado ao pé da cama, camisa aberta e cabelo desgrenhado, exatamente como ele estivera havia alguns minutos. Só que agora ele estava roxo."

A partir daí, Aura começa a passar todas as noites em claro com Logan, mudando todo o seu estilo de vida. Enquanto isso, ela tem que lidar com seu novo parceiro num projeto que envolve todo o mistério da Passagem, mesmo ela não revelando isso publicamente. Zachary, é o oposto de Logan, e fica bem claro como todas as meninas tem uma queda por ele, afinal, ele é adorável, e sempre está lá por Aura, e bem, está vivo.
O livro todo é passado pelo ponto de vista da Aura, e a narrativa não é cansativa, prende a atenção até o fim, e ao longo do livro muitos mistérios vão surgindo fazendo com que você não consiga parar de ler até conseguir desvendá-los.
A linguagem do livro é característica dos adolescentes, e as gírias utilizadas por Zach são super engraçadas, e mesmo assim, não fica difícil entender o que se passa. Eu gostei muito da forma como o tradutor escreveu as expressões.
Outros personagens são importantes no livro, como a melhor amiga de Aura, Megan, uma garota meio rebelde, mas que sempre está lá por Aura. Tem também o irmão mais novo de Logan, Dylan, que é o que melhor entende o que Aura está passando e até ajuda Logan em alguns momentos.
Nas Sombras é o primeiro volume da trilogia escrita por Jeri Smith-Ready, e o final do livro é surpreendente, e te deixa com vontade de saber o resto. Eu mal consigo esperar pelo próximo volume.
Nanda 19/08/2012minha estante
Originalmente postada em: http://www.entrelinhascasuais.com/2012/05/resenha-nas-sombras-jeri-smith-ready.html




Fernanda 29/03/2012

Resenha: Nas Sombras (Jeri Smith Ready)
Bom dia, Caçadores!
Depois de um tempinho, voltei.
Gostaram da festa ontem?
Pois hoje, em continuação, apresento o livro:


Galera Record
ISBN: 978-85-01-08821-5
335 Páginas
Tradutor: Rodrigo Abreu
Skoob

Classificação:
Capa: 7.0
Conteúdo: 9.0
Diagramação: 7.5

Sinopse: No futuro, um misterioso acontecimento (que ficará conhecido como Passagem) dará para os nascidos depois desta data a capacidade de ver e se comunicar com os mortos. Sendo uma dessas pessoas, Aura passa toda a sua vida tendo que lidar com essa condição. Quando o aniversário de 18 anos de seu namorado, Logan, se aproxima, Aura sabe que será o melhor de todos. A banda dele tem um megashow marcado e há uma festa planejada. Está tudo dentro dos planos, exceto Logan morrer de overdose... E voltar, se fazendo presente na vida de Aura exatamente como antes, só que roxo.

Escolhi esse livro, pois a Rê (Renata da Galera) indicou e disse que ele era uma grata surpresa. E
foi mesmo.
A história ocorre em torno de Aura Salvatore, uma garota de 16 anos, centrada e super inteligente, que tem por melhor amiga, a ativa Megan e por namorado, o cantor Logan, vocalista de uma banda meteórica.
Aura nasceu após a Passagem e por isso consegue se comunicar com os fantasmas, ou roxinhos como eu gosto de dizer, afinal quando a pessoa passa dessa para uma melhor (ou não), ela fica roxa. O problema é que muitos desses "roxinhos" não conseguem sair do plano terrestre, e é aí que a situação fica realmente complicada...

Para conhecer a resenha completa, visite: http://www.cacadoradelivros.com/2012/03/resenha-nas-sombras-jeri-smith-ready.html
comentários(0)comente



Luana 24/12/2012

♥Favorite Quotes♥
Onde quer que você esteja - sussurrei, - espero que esteja
sorrindo.



Logan riu novamente. Nossas mãos ainda estavam entrelaçadas.
- Você pode me sentir sussurrei.
Ele olhou para mim.
- Eu sempre vou sentir você, Aura.
Fechei meus olhos enquanto Logan me beijava. Dessa vez, na minha
alma, eu senti tudo.



- Mas Aura, Logan está morto. - Ela enfatizou a última palavra.
- O lugar dele não é aqui.
Então meu lugar não é aqui, pensei, percebendo o quão louco aquilo
soava, mesmo na minha cabeça.



A lápide de Logan era feita do granito cinza padrão. Sob seu nome e
datas de nascimento e morte, estava escrito apenas: PORQUE O QUE É
VISTO É TEMPORÁRIO, MAS O QUE NÃO É VISTO É ETERNO.



Quando ficava cansada, Logan cantava para eu dormir, algumas vezes
uma canção dolorosamente apropriada como "If I Ever Leave This World Alive" do Flogging Molly, ou "Chasing Cars" do Snow Patrol. Algumas
vezes ele escolhia uma ritmada canção de ninar irlandesa, ou mesmo uma música que ele tinha escrito.



If I Ever Leave This World Alive
Flogging Molly

Não importa onde eu estiver, você será
sempre mais que uma memória

Então resumindo, não derrame uma lágrima
Eu estarei aqui quando as coisas ficarem estranhas
Se um dia eu deixar este mundo vivo

Então, quando estiver em dúvida, me chame
Antes que você vá à loucura
Se um dia eu deixar este mundo
Hey, eu posso nunca deixar esse mundo
Mas se um dia eu deixar este mundo vivo

Ela diz eu estou OK, eu estou bem
Embora você tenha ido da minha vida,
Você disse que tudo deveria
Agora tudo deve ficar bem



Chasing Cars (Snow Patrol)

Nós faremos tudo por nossa conta
Nós não precisamos de nada
Ou de ninguém

Eu não sei bem
Como dizer como eu sinto

Aquelas três palavras
São ditas demais
Elas não são o suficiente

Se eu me deitar aqui
Se eu simplesmente me deitar aqui
Você deitaria comigo e só esqueceria do mundo?

Esqueça o que nos falaram
Antes que fiquemos velhos demais
Mostre-me um jardim que esteja ganhando vida

Eu preciso da sua graça
Para me lembrar
De achar a minha própria

Tudo o que eu sou
Tudo que já fui
Está aqui nos seus olhos perfeitos, eles são tudo o que consigo ver

Eu não sei onde
Confuso sobre como, também
Apenas sei que estas coisas jamais mudarão para nós



I Will Posses your heart (Death Cab For Cutie)

Como eu desejo que você pudesse ver o potencial,
O potencial de nós dois
É como um livro elegantemente encadernado, mas em uma
língua que você ainda não pode ler, ainda não

Você precisa passar algum tempo, amor,
você precisa passar algum tempo comigo
E eu sei que você vai encontrar, amor
Eu vou possuir seu coração

Esses são dias quando fora da sua janela,
Eu vejo meu reflexo enquanto eu passo lentamente
E eu almejo essa perspectiva espelhada,
Quando formos amantes, amantes finalmente

Você rejeita meus avanços e argumentos desesperados
Eu não vou deixar você, você me derrubar facilmente, facilmente


comentários(0)comente



Julio Inhasz 08/06/2012

Nas Sombras de Jeri Smith-Ready
Aura Salvatore, uma adolescente de 16 anos, consegue enxergar fantasmas, assim como todos que nasceram após a Passagem. Tem um namorado rock star chamado Logan, e um trabalho como tradutora de fantasmas em julgamentos.
Na noite do aniversário de Logan, ele e sua banda tocam em um centro comunitário e representantes de duas gravadoras aparecem para ver os Keeley Brothers.
Seria a grande noite de Aura, o dia que ela finalmente estava pronta, mas um acidente acontece chocando-a ao ver a forma translucida e roxa de seu namorado.

A história é bem original, acho que nunca li algo sobre um mundo em que as pessoas podem enxergar os fantasmas (Principalmente na cor roxa). Mas não posso deixar de ressaltar que recomendaria o livro pra quem é maior de 16 anos, já que tem muito palavrão e menções a sexo e drogas.
Só não dei 5 estrelas pro livro, pois senti que algo estava faltando! Acho que a autora poderia ter desenvolvido só um pouco mais o final, pra dar aquele gancho para o próximo livro. Achei meio corrido o que ela fez, mas mesmo assim não deixou de ser bom.

Leia a resenha completa em: http://julioinhasz.com.br/2012/06/nas-sombras-jeri-smith-ready/
comentários(0)comente



CooltureNews 21/05/2012

Publicada no: www.CooltureNews.com.br
Por: Junior Nascimento

Você acredita em fantasmas? Pois Aura acredita, na verdade ela pode ver, sentir e conversar com eles, entretanto ela não passa de uma garota comum visto que todos nascidos após o solstício de inverno de um determinado ano (21 de dezembro, no hemisfério norte) possuem esse mesmo dom. Vida após a morte é um fato comprovadoem Nas Sombras.

Aura foi uma das poucas personagens que me conquistaram desde o principio, personalidade forte e não adepta a “mimimi” (rs). Aura namora Logan, digamos um dos garotos populares, apesar da autora não deixar isso explicito em nenhum momento, mas suas características nos levam a essa conclusão. Sua vida caminha de forma tranqüila até que Logan “passa dessa para melhor”.

O livro é extremamente interessante, toda essa nova realidade após a “Passagem” (como é chamado o evento que trouxe a comprovação da vida após a morte) é muito bem elaborada, sinto que a autora não deixou nenhuma ponta solta. Como por exemplo, como o governo reagiria a essa nova realidade? Os fantasmas podem depor em julgamento como testemunhas, muitas vezes de sua própria morte? Como reagir àqueles fantasmas que podem trazer algumas complicações? Essas são algumas questões abordadas no livro que tornou a leitura mais deliciosa, ver a atenção que a autora dedicou a esses detalhes é surpreendente.

Só por esses motivos eu já poderia estar recomendado o livro a todos vocês, mas para completar, a história envolvendo Aura e os nascidos após a Passagem é envolvente. E ao contrário do que disse no principio, Aura é sim especial em relação aos demais, afinal ela foi a primeira a nascer com esse dom, apesar do livro não deixar claro o que isso significa fica claro que é algo importante, principalmente após Aura conhecer Zachary, o ultimo a nascer sem o dom de ver espíritos, mas ele pode fazer outras coisas.

Contrariando o meu costume, nesta resenha falei muito mais sobre a história do livro e isso tem um motivo, sabe quando você termina de ler um livro e sua única vontade é comentar e contar a história dele com todos conhecidos? É exatamente assim que estou me sentindo neste momento, e isso não acontecia a muito tempo. Um livro altamente recomendado, se tornou um dos meus preferidos e não vejo a hora de ler a continuação.
comentários(0)comente



Jééh Dias 02/05/2012

DCA 2012 - Nas Sombras
Genteee Para tudo que livro MARA!
Falou em banda/música já me chama atenção, esse é meu ramo!
Mas o tema desse livro são os Fantasmas.
As pessoas que nasceram depois da "Passagem" tem o "dom" de ver e conversar com os Mortos, mas só aparecem as pessoas que perderam a vida de forma precoce, acho que seria essa a palavra. As pessoas que não aceitam a morde, que se deixam sucumbir a revolta, a ira, se tornam "Sombras". Eu achei muito interessante e bem curioso essa abordagem sobre os Fantasmas, é um tema curioso. Sempre fico pensando no que há depois da morte... Em fim, voltando ao Livro a protagonista perde seu namorado (gato) de uma forma bem ... desagradável. Eu fiquei com muita pena dela, me ponho no lugar dela e não tenho vergonha de admitir que eu chorei também... Não que o livro tenha algo que faça chorar, é simplesmente por ter me colocado no lugar dela, o que eu faria ? E se fosse comigo? Isso sempre meche muito comigo... e sempre que pego um livro que me põe nessas reflexões, esse livro sim Valeu a pena.
comentários(0)comente



Amanda Carneiro 17/06/2012

www.primeiro-livro.com
Aura nasceu depois da Passagem e por isso ela é capaz de ver e ajudar fantasmas. Ela namora Logan, o vocalista da banda Keeley Brothers. Após o primeiro acordo com uma gravadora, Logan e a banda fazem uma festa. O garoto acaba passando da conta ao usar cocaína e se embriagar. Naquele dia o casal tinha combinado de perder a virgindade, mas a morte de Logan (não é spoiler) atrapalha este e os outros planos deles.

O ano letivo começa e Aura conhece Zachary, um escocês que será seu parceiro no trabalho de Astrologia. Aura sente uma pequena paixão por Zach ♥, mas relacionar-se com ele trás problemas e, além disso, Logan ainda a visita e eles ainda se amam.

Nas Sombras é o primeiro livro que leio em parceria com a Galera Record. Num primeiro momento pensei que fosse um livro de distopia sem muito romance, mas é este elemento (junto com muito mistério) que mais prevalece! É impossível não ver escolhendo entre o Logan pop star ou o Zach fofinho... A autora criou a “Passagem” em que os jovens nascidos depois da data conseguem ver e ajudar os fantasmas nas suas “missões”. O final me deixou doida para ler a continuação e o título só me deixou mais confusa! =P

“Eu gostaria de poder secar apenas uma das suas lágrimas. Então eu me sentiria como uma pessoa novamente. Como se eu fosse mais do que um monte de luz.”
comentários(0)comente



SerenityHime 31/05/2012

Já pensou em morar em uma sociedade em que todos os nascidos a partir de uma determinada data conseguissem ver e falar com fantasmas, tudo por causa de um evento chamado de Passagem, para o qual ninguém tem uma explicação?

É nessa realidade que vive Aura, uma adolescente de dezesseis anos nascida no primeiro minuto da Passagem, portanto uma das primeiras da sua geração a poder se comunicar com os fantasmas.

Como muitos de seus amigos, a jovem despreza esse dom e preferiria muito mais ser alguém que nasceu antes da Passagem, assim não gastaria as preciosas horas de sua vida transmitindo para os vivos aquilo que os espectros querem ao invés de passar tempo com o namorado, Logan, e a banda dele.

No entanto, esse dom vem bem a calhar quando seu namorado morre de overdose e volta para assombrá-la e ficar com ela como se nunca houvesse partido, e na forma e cor arroxeada dos espectros de que Aura tanto foge.




- leia mais em The Bookaholic Princess: http://www.thebookaholicprincess.com.br/2012/05/nas-sombras-por-jeri-smith-ready.html
comentários(0)comente



Gabi 20/05/2012

www.livrosecitaccoes.com

Nas Sombras é o primeiro volume de uma trilogia recentemente finalizada nos Estados Unidos. Escrita por Jeri Smith-Ready, não posso dizer que o livro foi uma surpresa para mim. Aliás, eu não esperava nem mais nem menos, só esperava um livro bom, e isso ele realmente é, mas de uma forma morna e tranquila.


"Você está perdendo seu tempo desejando algo que não pode ter."
"Mas não é essa a natureza humana?"

A história: Aura ama Logan mas não sabe se Logan ama ela tanto assim. Ela acha que precisa provar o que sente por ele, nem que seja com a sua virgindade. Esse seria um típico enredo de romance jovem adulto, se não fosse pela Passagem e por decisões erradas de Logan. Agora, o que era para ter sido um fim trágico de um romance adolescente, tornou-se uma história de uma garota assombrada pelo seu namorado. Uma garota é mais diferente do que acreditava.


"Tenho que te deixar para que um de nós possa viver"

Eu realmente não sei como começar a explicar as impressões que Nas Sombras deixou em mim. E isso já diz mais do que suficiente. Novamente, é um primeiro volume que introduz e deixa o leitor curioso com as pontas soltas que a autora deixou no enredo. É bem provável que o segundo e terceiro volume da saga sejam melhores que o primeiro, ou assim eu espero, já que o enredo e a narração são boas, só faltou sair da introdução e impulsionar mais o livro.


"Queria me mudar para longe, tomar o passado e o futuro de outra pessoa.Doeria muito ser eu mesma agora."

Smith-Ready focou quase que completamente na protagonista e em seu namorado recentemente falecido, Logan, com algumas passagens de um possível affair para Aura, e isso acabou ficando forçado. Será que Aura realmente amava Logan tanto assim? É um final triste para uma paixão adolescente mas eu me pergunto se Aura estava péssima mais pelo amigo que perdeu e não realmente pelo amor de toda a vida que não durou tanto tempo assim. O romance estava fadado a terminar, com ou sem a morte de Logan, e bater na mesma tecla é desgastante. A autora também deixou a sensação frequente de que estava se preparando para pular o livro de um estágio bom para ótimo mas sempre que se aproximava disso, ela perdia o fio da meada. O ponto forte de todo o livro foi o passado dos pais da protagonista e espero que seja esse mesmo ponto que faça dos próximos livros ótimas leituras para que a saga saía do standby e torne-se eletrizante.
comentários(0)comente



40 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3