Antes de você chegar

Antes de você chegar Renata Müller




Resenhas - Antes de você chegar


25 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Fabi 12/09/2012

Adorei e recomendo o Romance - Antes de Você Chegar
A capa do Livro Antes de Você Chegar é simplesmente maravilhosa, um dos livros mais lindos que eu tenho. A personagem principal Ana Maria está linda e com um olhar perdido, parece refletir sobre seu passado ou tentando enxergar um futuro, bem apropriado ao tema.

Ana Maria não tem sorte na vida. Definitivamente ela não tem uma boa estrela: viveu uma infância e adolescência difícil. Trabalha em um emprego que não gosta e mora com o padrasto, com o qual, não convive bem. Como se isso não bastasse, ela percebe que está sendo seguida.

“Depois, percebi que era mesmo um homem. A garotada passou por ele sem dar uma olhada. Talvez fosse mesmo um fantasma, alguém que não existisse de verdade ali, fruto da minha imaginação.
Só que ele saiu do lugar. Mancou e entrou em uma caminhonete que estava estacionada bem ali. Se eu conseguisse ver a placa, tinha certeza de que ela leria MEG.
Era oficial. Eu tinha um perseguidor.” ( trecho página 16)

Na narrativa, deixa transparecer sua infelicidade. Mesmo quando é elogiada, dá para perceber que a moça tem uma autoestima baixa. Seus pensamentos, embora tristes, são narrados de forma engraçada.

“Não conseguia deixar de concordar com elas. Eu não tinha nenhuma característica marcante. Era a pessoa mais ‘quase’ que eu conhecia. Era quase alta, meu nariz era quase pequeno, era quase magra, quase bonita. A única coisa que eu tinha demais, era o fato de ter uma aparência comum.” (trecho página 19)

E ainda por cima, ela tem aquele famoso "dedinho podre" para homem. Seu perseguidor acaba a salvando de um assalto e ela pega uma carona com ele. Através de seu relacionamento conturbado com Bruno, aos poucos vamos conhecendo a vida de Ana Maria e seu passado repleto de cicatrizes, que não estão gravados em seu corpo, mas sim, em sua alma.

“-Você é ingênua – ele disse e voltou a olhar para frente. – Ou suicida.
Fiquei olhando para ele, boquiaberta. Estava surpresa que ele conseguisse me ler tão bem. Não que eu fosse suicida. Eu não pensava que seria capaz de conscientemente acabar com a minha vida. A questão era que eu havia chegado ao ponto em que não me importava mais com o que pudesse me acontecer. Eu queria ficar viva, claro, e de preferência sem arranhões. Só que os piores machucados geralmente não são os visíveis.”
( trecho página 31)

Ana Maria começa a fazer uma avaliação de sua vida. Em que busca: entender seus problemas do passado, para poder ter um futuro melhor em sua vida pessoal, afetiva e profissional.

Minhas Impressões

O livro é narrado em primeira pessoa, por Ana Maria. Mesmo diante de situações bem difíceis, ela sempre tem um pensamento engraçado ou irônico. Isso deixou a leitura leve, fluindo naturalmente. Adorei os personagens, todos muito bem construídos. Ana Maria e Bruno têm em comum, famílias desestruturadas e problemáticas. Gostei muito da amiga Sammy e, principalmente, do Lucas.

Lendo o livro, várias reflexões vieram a minha mente, a principal: quanto o meio social e outras pessoas influenciam a formação de um ser? Como constantes decepções e carências afetaram a vida e o estado psicológico de Ana Maria. Os fatos da vida, podem modificar uma pessoa à ponto dela se tornar má? Morte, rejeição, relacionamentos difíceis, traições e convivência com dependentes, podem fechar uma pessoa para vida, deixando a com um comportamento autodestrutivo?

E finalmente, que é necessário força interior e coragem para superar dificuldades e continuar enfrentando desafios, por que isso, se chama viver a vida.

Parabéns a autora, eu recomendo esse romance que aborda temas importante e ao mesmo tempo conta uma linda história!

http://fabianacardosoescritora.blogspot.com.br/2012/09/antes-de-voce-chegar-resenha.html
comentários(0)comente



Samara 10/09/2012

Antes de você chegar
Não sei como descrever esse livro, é simplesmente doce demais lê-lo, exatamente, DOCE, é algo que eu sou viciada e não consigo largar, foi a mesma sensação com ele, o li em apenas um dia... o.O Fazia muito tempo que não fazia esse tipo de arte e fiquei imensamente feliz por isso, não me arrependi nem um segundo, queria que talvez tivesse durado um pouco mais...
A leitura é super rápida, deu para sacar isso né? rs A narrativa é super bem humorada, por mais que a situação fosse crítica, lá estava alguma coisa para me fazer, pelo menos, sorrir. Enfim, tudo é perfeito, eu ganhei o kit do livro (tudo autografado *gritinhos de felicidade né rs*, depois vou tirar foto e postar na página do blog no facebook), agora falando do designer... A capa, contra capa, letra, inícios de capítulo, tudo ficou muito muito muito perfeito, adorei. Combinou muito com a estória, meu parabéns a Renata Müller pela enorme capacidade e à MODO Editora que fez tudo ficar um pouco mais mágico.
Ana Maria já foi uma boa garota, há muito anos, porém a vida fez uma mudança muito grande na vida dela, não mais se permitiria amar novamente, para evitar a dor do abandono, fosse ela intencional ou não, talvez fosse o fato de sua mãe ter morrido quando era muito nova, na época não conseguiu entender, mas depois que cresceu percebeu que não havia jeito, as coisas aconteciam, simples assim.
Mas, bem que sua mãe poderia não ter deixado o Pedro sobre seus cuidados né? Apesar dele ser o homem e o adulto da casa, seu padrasto sempre chegava bêbado e não pagava as contas em dia, por isso Ana era tão revoltada com o fato de ter que aturá-lo. Ou talvez fosse porque ele havia tomado o lugar do seu pai, em sua cabeça pelo menos.
Embora Aninha soubesse de todos os problemas existentes em sua família, não ficava triste, simplesmente, saía todos os dias, evitava encontrar o padrasto e aproveitava a presença do irmão para ter mais força para enfrentar a verdade nua e crua que era a realidade em que vivia. Porém, seu irmão a deixou, foi viver sua vida em outro lugar, só Deus sabia como.
Ela então, descobriu que ele estava se drogando, perdeu o chão, mas não a cabeça e tirou forças de onde não tinha para interná-lo e fazer com que se recuperasse desse vício, mas ele não estava feliz naqueles lugares e sempre fugia, apesar de ser reencontrado todas as vezes, até que um dia percebeu que realmente não aguentava mais e teve uma overdose, que ele mesmo forçou.
Ana ficou fula da vida, todas as pessoas que ela amava a deixava, fosse por querer ou não, por isso decidiu que agora ia aproveitar a vida, até que um dia seu padrasto ficou sabendo que ela era prostituta, o que não era nem de longe verdade, ela fazia sexo promíscuo, o que era muito diferente segundo sua ideia disso. Porém, as coisas não estavam bem, Pedro decidiu conversar com ela, o problema era que ela estava bêbada e ficou violenta por conta do seu estado psicológico e decidiu partir para a agressão física, os dois saíram machucados. Nunca mais se falaram, embora vivessem na mesma casa.
Estava trabalhando em um café que era um bico, como todos os outros empregos, lá tinha a Samantha, a Sofia e a Patrícia. Sofia era a chefe, e a Patrícia queria muito ser amiga da Ana, isso estava na cara. Samantha era um tipo irremediável de apaixonado, tudo para ela tinha uma explicação, incrível! rs
Além de romântica ao extremo, toda semana trocava de pretendente, sempre deixava um guardanapo com o número do seu telefone cair na mesa, esperando que um dia alguém telefonasse, isso nunca aconteceu, mas ela também nunca desistiu. Nessa semana estava interessada em um cara barbudo, apelidado de lobisomem pelas meninas.
Ninguém nunca reparava nele, só a Samantha mesmo, até que um dia a Ana Maria pegou o pagamento e decidiu ir até a praia para pensar, ela nunca fazia isso, mas estava maquinando se isso a acalmaria como muitas pessoas diziam acontecer. Porém, enquanto estava lá um bando de adolescente a viu e tentou um assalto, até que alguém gritou para que parassem e quando a pessoa entrou em seu campo de visão, era justamente o paquera da Samy. Ele conseguiu fazer com que os adolescente fossem embora e deu uma carona para a Ana, apesar de ela não saber para onde estavam indo, entrou no carro assim mesmo, mas antes percebeu que era o carro que aparentemente a seguia a algum tempo. Não tocou no assunto, porque vai que o cara se irritava né? Apenas deixou que ele dirigisse para onde quisesse e quando ele perguntou se ela estava com medo, respondeu normalmente que não... Como se fosse "sequestrada" todos os dias...
Ana não sabe no que está se metendo, mas como disse, ela desistiu de se preocupar, apenas deixa que a vida a leve por onde achar que ela deve passar, trancou seu coração para a paixão e jura nunca mais se apaixonar, para evitar mágoas já vividas e cicatrizadas. Até encontrar Lucas, o irmão do Bruno, também conhecido como lobisomem pelas meninas do café... (Estou apaixonada pelo Lucas, ele é tão legal rs).

Caso queiram conferir mais resenhas, acessem:
http://www.darealidadeaosonhos.com/
comentários(0)comente



Ka 20/10/2012

Lindo
Mais um livro de BookTour! Eita coisa boa \o/
E sobre esse não dá nem para começar a falar sem antes mencionar a capa. Gente, o que é isso? Definitivamente uma das minhas capas preferidas!!
Em Antes de Você chegar, conhecemos Ana, uma jovem triste e solitária, marcada pelo seu passado cheio de infortúnios, separações, brigas...
Obrigada a morar com seu padrasto depois da morte de sua mãe, Ana teve que crescer ao lado de um homem que vivia bêbado e de um irmão ainda pior. Quem não fica traumatizada depois de uma vida assim não é mesmo?

"Algumas coisas, porém, não importa o quanto você espere,nunca está preparado para elas."



Ela acaba se tornando uma jovem que busca refúgio no álcool e em relações vazias, trabalhando como garçonete e roubando dinheiro da carteira do padrasto para que ele não gaste tudo em bebidas.
Um dia, Ana descobre que tem um perseguidor e fica intrigada com aquilo, afinal de contas, ela não se destaca em nada.

"Eu não tinha nenhuma característica marcante. Era a pessoa mais ‘quase’ que eu conhecia. Era quase alta, meu nariz era quase pequeno, era quase magra, quase bonita. A única coisa que eu tinha demais, era o fato de ter uma aparência comum."

Ela acaba por se envolver com esse perseguidor, o Bruno, e é a partir desse relacionamento que passamos a conhecê-la ainda mais, seus medos, seus acertos e erros, seu passado.
O livro é narrado em primeira pessoa. Eu simplesmente adoro esse tipo de narrativa, porque acho que nos dá a possibilidade de entrar na vida do personagem e sentir um pouco daquilo tudo que está acontecendo.
E eu amei o livro. Os seus personagens são cativantes, marcantes, únicos. E ele, inevitavelmente, nos leva a fazer reflexões sobre como deixamos os fatos que acontecem em nossas vidas nos marcar, ou determinar como devemos viver.

"Não podemos mudar o passado, mas podemos fazer um novo futuro."


É realmente lindo, e eu estou muito grata por ter tido a oportunidade de ler e conhecer a vida da Ana.
Recomendo a todos que gostam de bons e profundos livros.
Espero que tenham gostado da dica!
Beijos o/


Conheça o Post Original no Blog Acho Que Cresci Acho Que Cresci... http://achoquecresci.blogspot.com/#ixzz29rD09D5Y
Por Karol Alencar. Plágio é crime, não compartilhe esse texto sem a devida autorização prévia.
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives
comentários(0)comente



Dayana 12/06/2017

O livro Antes de você chegar conseguiu me surpreender, confesso que tinha tempo que ele estava guardado, nem coloquei na minha lista de livros para ler esse ano. Pensei que seria mais um romance água com açúcar. Mas ele me surpreendeu... É daqueles livros que se começa ler, e não tem como parar, você sente com se estivesse vivendo no meio da história.

O que mais me prendeu nessa história foram os personagens, a cada parte lida, mais queremos saber sobre a história de cada um (nisso tem que ter um pouco de paciência, pois cada um tem seu momento, mesmo que fiquemos ansiosos para saber logo o porquê das coisas kkkkk). Minha personagem preferida é a Ana Maria, ela que narra à história toda.

Confesso que teve momentos que fiquei com raiva dela, dava vontade de entrar lá e brigar com ela (kkkkkk). Mas no decorrer da história, a gente começa a entendê-la. Afinal depois de tanto sofrimento, muitas vezes podemos nos tornar insegura, desanimada e achar que a vida não tem sentido. E isso aconteceu com a Ana, depois de tantas perdas, ela se vê praticamente sozinha, vivendo com um desconhecido. Nisso ela acaba se entregando a relações amorosas por carência, mesmo sem sentir nada muitas vezes pelos caras.

Mas a autora Renata Müller nos surpreende mais uma vez, no meio de todo drama, acontece um romance, meio novela mexicana, como diz a personagem (kkkk). A Ana demorou um pouco para perceber que estava apaixonada, sofreu tanto com relacionamentos que a fizeram sofrer, que nem acreditava que existia amor para ela, acho que muitas vezes isso acontece com a gente, né!!

Bem, a autora desenrola muito bem a história, é um livro curto, mas envolvente. Todos os personagens tiveram seus desfechos. Renata Müller nos traz suspense, romance, aventura e muita emoção no seu livro!!
KARINA 01/08/2017minha estante
Gostei tanto da sua sinopse que vou lê-lo.kkk


Dayana 29/08/2017minha estante
Você que me passou esse livro!! Leia sim!! Pensei que tivesse lido já!!kkk




Carlinhah 01/05/2014

Ótimo livro!
A vida de Ana Maria não foi nada fácil e isso fez dela uma menina má. Ela não acredita mais em finais felizes, príncipes encantados, nem em alguém com quem possa contar. É aí que um estranho passa a persegui-la, isso acontece por meses até que ele se apresenta e, ao conhecer Bruno, a vida dela muda completamente. Bruno é depressivo e meio louco, e mesmo sabendo o risco que está correndo ela se sente tão sozinha que fica com ele. Mas logo, ele mostra seu lado emocional desequilibrado e vai parar em uma clinica, e isso faz com que ela se aproxime do irmão dele, Lucas. O certinho, perfeitinho que carrega o mundo nas costas. Mas Ana Maria não acredita mais no amor, não é mesmo? E com sua vida tão errada, será que ela poderia se entregar a um sentimento desses? Ainda mais sendo ele o irmão do namorado dela?

Antes de você chegar mostra com maestria uma vida longe de ser um conto de fadas e a forma como depende unicamente da pessoa que a vive, transformá-la ou não. Ana Maria teve sua cota de momentos ruins e tragedias, e isso a tornou fragilizada. Enquanto Lucas tem tantos problemas que parece carregar o mundo nas costas. Eles não poderiam ser mais desajustados para viver um amor. A forma como eles se conhecem aos poucos e como um passa a ser o ponto de luz do outro, dá um toque mágico a historia deles.

O ponto alto do livro fica por conta da Ana Maria, e do quanto ela amadurece e cresce durante a historia, deixando de se queixar da vida para finamente vive-la. Apesar de ser um drama, o livro não é chato, longe disso, te prende do inicio ao fim, com uma historia boa de ser lida, personagens complexos e maravilhosos e um romance delicioso. Você se emociona lendo esse livro, se apaixona, suspira, briga e dá risadas. Recomendo esse livro e aguardo outros da autora.

site: http://leioimagino.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Khrys Anjos 08/12/2015

Se vendo de verdade
Ana Maria não é a mocinha que estamos acostumados a ler nos romances. Ela é real. Uma garota de 20 anos que se deixou levar pela vida.

Trabalha num lugar sem expectativa de progredir, largou os estudos e leva uma vida promíscua. Para ela a única coisa que importa é o momento presente. É como se não houvesse futuro.

Vários fatos ocorridos no seu passado a transformaram nesta pessoa sem visão do futuro. Acontecimento trágicos que levariam muitas pessoas para o abismo. Ela chegou até a beirada quase caindo nele mas o surgimento do Bruno na sua vida e o que isso acarretou a fez mudar radicalmente seu jeito de viver.

O Bruno assim como ela também vinha de um passado traumático e a aproximação deles serviu para a cura dos dois.

O Destino os uniu com o intuito de curá-los para que pudessem seguir com suas vidas e abrirem seus corações para o amor.

Foi como a chegada de um tornado que os envolveu, os fez girar no ar e ao caírem se levantaram com suas almas lavadas e curadas.

Ninguém entra na nossa vida por acaso. Sempre que conhecemos uma nova pessoa é com um propósito específico: nos ensinar uma lição. Muitas vezes esta lição vem acompanhada pela dor pois a dor é a melhor mestre que o ser humano pode ter.

Não apenas no campo afetivo. Todos os nossos relacionamentos estão condicionados a esta verdade.

Uma mãe que torna a convivência difícil com seu rancor nos ensina o valor da paciência.

Um namorado obsessivo nos ensina o valor da cautela.

Um parente que se envolve com drogas nos ensina o valor da compaixão.

São tantas formas que a Vida tem para nos mostrar o que é realmente importante mas que na maioria das vezes simplesmente não queremos enxergar. Vemos apenas o lado ruim das coisas: o ódio que sentimos por uma pessoa sem motivo aparente. Os relacionamentos sempre voltados para o lado da paixão sem envolver as emoções.

Criamos aquela fantasia que nossa vida é horrível e não tem como mudar. Passamos a ser a vítima.

Ninguém nasceu para ser vítima (a não ser uma criança ou um animal indefeso sendo torturado por um adulto).Tudo depende do nosso pensamento. Se eu passar os dias dizendo para mim mesma que sou uma vítima dos infortúnios da vida vou criar esta “realidade” na minha mente e transformá-la em algo real. Mas a partir do momento que saio desta zona de conforto de ser a vítima e tomo às rédeas da minha vida em minhas mãos a realidade passa a ser completamente diferente.

Se a Vida tem posto obstáculos na sua frente é para te ajudar a evoluir e não cair. Mas se você tropeçar e cair, se levante. Não fique prostrado no chão chorando. Machuca cair porém machuca muito mais não fazer nada para se levantar pois você se tornará o capacho para a próxima pessoa da fila.

E foi isso que a Ana aprendeu no decorrer da história. Ela se levantou, fez os curativos necessários, pegou as rédeas nas mãos e se tornou a senhora do próprio Destino.

Quando ela tomou esta atitude tudo o que estava lhe machucando abriu espaço para a cura. Ela voltou a estudar, mudou sua visão de futuro, se entendeu com aquele que mais a amou nesta vida – seu padrasto- e conseguiu descobrir o amor verdadeiro.

O título deste livro pode ser a pergunta perfeita para sabermos se as pessoas que entram na nossa vida vieram com o intuito ser nossas companheiras nesta longa jornada da vida rumo a felicidade: Como eu era antes de você chegar?

Analisem esta pergunta e a respondam com sinceridade sobre o seu relacionamento amoroso, para começar. Você era uma pessoa amarga, infeliz, triste e esta pessoa te trouxe a doçura, a felicidade e a alegria ou era o contrário, você era doce, feliz e alegre e a chegada desta pessoa na sua vida lhe trouxe a amargura, a infelicidade e a tristeza?

Se você estiver vibrando numa frequência baixa irá atrair somente pessoas com a mesma frequência baixa. Assim como se você se amar irá atrair pessoas para te amar também.

O bruno serviu como o catalisador das mudanças que precisavam acontecer na vida da Ana e ela na dele. Mas isso não quer dizer que os catalisadores têm que ficar juntos. Quem tiver a oportunidade de ler esta história poderá constatar que na verdade foram 3 vidas mudadas com este encontro.

O fato da Ana ser uma menina mais real torna a história como um diário da vida de uma amiga ou até mesmo da nossa deste que tenhamos a coragem de nos assumir e nos amar.

Antes de você chegar mostra que a Vida foi feita para ser vivida por aqueles que não temem demonstrar seus sentimentos sem o uso de máscaras.

Quando você olha no espelho quem te olha de volta? Alguém que tu tem orgulho de ser ou alguém que te envergonha? Se for a segunda opção saiba que só depende de você mudar esta situação. Mas não faça isso para agradar a uma outra pessoa. Faça isso exclusivamente por você. Só assim a mudança será verdadeira e definitiva.

site: http://minhamontanharussadeemocoes.blogspot.com.br/2013/10/resenha-antes-de-voce-chegar-renata.html
comentários(0)comente



@sonhandoaosvinte 05/05/2014

Mini-resenha exclusiva do blog SammySacional - Quadro [Leiturinhas de Kindle]

Esse é um livro que divide minhas opiniões desde que conclui sua leitura. Se de um lado eu penso e vejo o quanto a história é diferente e cheia de emoção - não tratando-se de chorar por algum acontecimento, mas emoções em geral -, do outro, ainda estou digerindo tudo o que aconteceu em torno de suas 204 páginas e me perguntando como uma história pode ser tão estranha e, em alguns momentos, complexa. Isso porque temos aqui uma protagonista, a Ana Maria, arredia sobre sentimentos, desde que sua vida aparentemente normal deu um giro de 360º graus, que então se isola emocionalmente das outras pessoas e meio que leva a própria vida no piloto automático, agindo muitas vezes como uma adolescente inconsequente, apesar de já ter seus 21 anos, e, quando ela conhece Bruno, a vida dela fica ainda mais confusa e, sei lá, alguns acontecimentos eu meio que me convenci, mas outros me deixaram com uma pulga atrás da orelha, indagando: "Qual o motivo disso?" ou "O que isso tem a ver com os acontecimentos anteriores?" e acabou saindo essas três estrelas em classificação. Em alguns momentos é realmente recomendável pausar um pouco a leitura e digerir tudo o que aconteceu, para só então retornar. Mas, no geral, é um livro bom. Só precisamos parar para (ao menos tentar) compreender um pouco os personagens.

site: http://sammysacional.blogspot.com.br/2014/03/leiturinhas-de-kindle-5.html
comentários(0)comente



May 03/03/2013

Quando esse livro foi lançado, a capa foi uma das coisas – depois, aliada à sinopse – que me fez querer ler esse livro, e assim que tive oportunidade o fiz.

Ana Maria é uma moça que tem um emprego mais ou menos, mora com seu padrasto que odeia, e praticamente é indiferente em relação à sua vida. Isso quer dizer que se algo de bom acontece, tudo bem, e se algo de ruim – por pior que seja – acontece, também está bom, fazer o quê?

É assim que a história começa, meio indiferente e com a vida de Ana totalmente misteriosa. Então, ela começa a perceber que está sendo seguida, e agora? O que fazer? Até que um dia Ana conhece seu perseguidor – que o salva de um assalto -, entra em seu carro e acaba dormindo com ele naquele dia.

Depois de tanto ter sofrido, o que dá na cabeça de uma pessoa para confiar em outra em tão pouco tempo? E essa atração, o que será? E o pior de tudo, o que realmente faz Bruno – seu perseguidor – persegui-la?

O livro é pequeno e dinâmico, apesar de o começo ser um pouco arrastado. O grande problema que encontrei, é que o livro promete uma coisa – um suspense, algo terrível, um segredo – e não cumpre o que prometeu, faz outra. Vi muito mais de romance no livro da Renata do que um verdadeiro suspense. Se a sinopse fosse trocada, o livro teria ganhado mais uma estrelinha.

Confesso que em determinadas partes do livro fiquei ávida para saber qual era o tal segredo de Ana, e quando descobri, não sabia se queria matá-la por ser tão boba, ou se tinha pena dela. O livro é bom, mas a história precisava ser mais consistente, ou, em outra edição, ser mudado o foco que a sinopse traz, levando o leitor a acreditar que tende mais para um romance, do que para um suspense.

De qualquer forma, Ana é uma moça que teve seus altos e baixos na vida, que sofreu demais, e foi bom ver seu final do jeito que foi, a escirta de Renata é leve, e a editora está de parabéns quanto à diagramação, apesar de eu ainda insistir de que a revisão deve ser mais rigorosa.

Beijos,
May :*
comentários(0)comente



ELB 18/05/2014

Every Little Book
Ana Maria é uma moça de 20 anos, com um passado sofrido e um presente sem graça. Vive com o padrasto Pedro por quem ela nutre uma raiva profunda. Trabalha em um café, e vê filmes a noite. Sua mãe morreu de câncer, seu irmão de overdose, seu pai a abandonou anos atrás, o melhor amigo deixou de ser melhor amigo, a melhor amiga teve um filho, Ana não tem ninguém, todo mundo foi embora.

“Não sou forte, sou só uma garota perdida.”

(...) Leia mais no blog!

Resenha feita pela Lala, postada no ELB!

site: http://www.everylittlebook.com.br/2013/08/resenha-antes-de-voce-chegar.html
comentários(0)comente



Kari 24/08/2013

Em Antes de você chegar de Renata Muller somos apresentados a Ana Maria uma jovem "estragada" pelo passado de dificuldades, problemas, mortes e separações. Quando ainda era criança, vivia presenciando idas e vindas de seu pai e brigas que cada vez cresciam e em certo momento sua mãe decidiu que não mais o queria e o afastou de vez. Algum tempo depois sua mãe se envolveu com Pedro, um segurança, casando-se com ele e formando assim uma nova família ao lado de Pedro e seus dois filhos de outras relações.
Após a morte de sua mãe, seu irmão Gigio e ela ficaram morando com Pedro (que se tornou alcoólatra). Ana Maria ficou praticamente por conta de si mesma e cuidou da casa e dos afazeres no intuito de fazer com que Pedro não os entregasse para uma instituição, já que ela e seu irmão não possuem família. Ana Maria cresceu em um ambiente inadequado, vendo Pedro alcoolizado e Gigio levando amigos que transavam no sofá da sala com suas namoradas. Assim que teve oportunidade Gigio partiu, deixando Ana Maria ainda mais infeliz ao lado de Pedro, uma pessoa na qual ela jamais simpatizou, por acreditar que ele tomou o lugar de seu verdadeiro pai e por achar que ele só os suportava por obrigação.

Ana Maria tornou-se uma jovem infeliz, que trabalha em um restaurante e luta para deixar suas contas em dia, chegando a "roubar" dinheiro da carteira de Pedro para evitar que ele gaste tudo com bebida. Marcada por um passado sofrido, já passou por mais do que alguém pudesse suportar e mesmo assim ainda está de pé, apesar de suas cicatrizes. Entregou-se ao vício em álcool algumas vezes e também a promiscuidade de relações vazias e sem sentimentos.

Como se já não bastasse, Ana Maria percebe estar sendo seguida por uma caminhonete e isso a intriga! Afinal.. Que motivo alguém teria para segui-la já que ela é mediana.. Meio bonita, Meio inteligente.. Ou seja, ela vive literalmente na média, não se destacando em nada!

No dia em que recebe seu pagamento, Ana Maria resolve sentar na praia para espairecer e ao quase ser assaltada é salva por um cliente do restaurante, o cliente, também muito misterioso diz para ela entrar no carro, ela entra sem exitar, mesmo percebendo que o carro é exatamente o mesmo que a está seguindo.
Ao invés de Ana Maria sentir medo, ela de certa forma se excita com a situação.
Partindo daí ela se envolve com seu perseguidor e aos poucos mergulha em uma viagem pelo seu passado relembrando os trágicos momentos vividos e tudo que a trouxe até o presente.

Seu perseguidor, o Bruno, perdeu sua noiva em um acidente de carro e após essa perda, aloprou, chegando a tentar o suicídio e ser interditado por seu irmão e familiares. Ana Maria se vê cada vez mais envolvida nessa história que a leva a todo instante a relembrar seu passado e a possibilita repensar suas atitudes.



O livro é narrado pelo ponto de vista de Ana Maria, tornando fácil perceber seus sentimentos e insatisfação com a vida que leva e tudo que a cerca.

Apesar de saber que toma decisões erradas, Ana Maria não tem esperança de conseguir algo melhor na vida. E sente-se sempre sendo comparada ou trocada por outras mulheres.
Mesmo sabendo que está em uma relação prejudicial, Ana Maria continua vendo Bruno, como que para suprir sua necessidade de amor, mesmo sem se dar conta disso. Através de Bruno ela passa a ter pensamentos e momentos conflitantes que a fazem mergulhar em seus sentimentos mais obscuros e a muito guardados e a conhecer os verdadeiros sentimentos de Pedro (seu padrasto) e a verdade por detrás do afastamento de seu verdadeiro pai.

Sua relação perigosa com Bruno faz com que Ana Maria conheça Lucas, o irmão "certinho" e que consegue tocá-la profundamente. As coisas não poderiam ser menos complicadas? É o que Ana Maria pensa..

Muitos sentimentos poderão ser lidos nas páginas de Antes de você chegar que é um livro que pode ser confundido com algumas realidades ou ao menos comparado.

Um livro recheado de personalidades marcantes e cativantes.. Cada virada de página um mistério, um segredo sufocado pelo medo, um surto por não saber lidar com determinadas situações da vida, altos e baixos e um final onde a esperança do recomeço domina os sentimentos do leitor!

Uma história para refletir, odiar, amar e se emocionar!

Fiquei impressionada com a escrita e desenvoltura da autora e recomendo o livro que se tornou favorito em minha estante! Na verdade.. Recomendei mesmo, pois minha amiga e colaboradora do Mix Literário, Gláucia Santos, já comprou o dela!

A diagramação e capa estão lindas! A única coisa que pecou foi à revisão e espero que seja resolvido esse problema para a próxima edição estar perfeita como a obra merece!


site: http://www.mixliterario.com/2012/09/resenha-premiada-antes-de-voce-chegar.html
comentários(0)comente



Jéssica 12/11/2013

Antes de Você Chegar é uma história sobre a busca pelo amor, redenção e a luta pela sobrevivência. É um livro que me causou uma mistura de sentimentos inimagináveis, onde fui levada a um misto de sofrimento e percepção sobre os caminhos da vida.

O livro nos conta a história de Ana Maria, uma garota bonita, jovem e inteligente. Ela tem um emprego numa cafeteria e adora assistir filmes durante à noite. Poderia ser uma vida normal, mas a protagonista está danificada por tudo que sofreu no passado.

''Eu não era romântica. Não era uma boa garota e não me iludia com relação a isso.''

Ana Maria cresceu em um lar desestruturado e já perdeu todos seus entes queridos antes mesmo de saber o que era ser uma mulher, só restando seu padrasto Pedro por quem nutre sentimentos negativos. Ela o odeia e só mora com ele por não ter outro lugar para viver. A protagonista é carregada por traumas que obteve ao longo dos anos e se considera uma pessoa má e sem rumo na vida.

''Era muito fácil as pessoas passarem pela minha vida e não voltarem. Quando eu ainda era uma boa menina me importava com isso. Ser uma boa menina, porém, parecia ter sido em outra vida.''

Quando Bruno aparece na vida dela, ou melhor, quando ele passar a persegui-la a história de Ana Maria tem suas reviravoltas. Bruno é um homem de seus 30 anos e sente uma forte atração por Ana, ao ponto de começar a segui-la por todo lugar.

Se eu percebesse que um rapaz estava me seguindo em todo lugar, provavelmente, eu me afastaria dele. Isso seria o normal de qualquer pessoa, pois mesmo que a pessoa seja normal e decente é um desconhecido e não conhecemos nada a respeito dele, mas Ana Maria não sem importa com isso e acaba dando intimidade para o Bruno. Os dois logo engatam é um relacionamento e tentam estabelecer uma conexão.

''A questão era que eu havia chegado ao ponto em que não me importava mais com o que pudesse acontecer comigo.''

Bruno é um rapaz bonito, inteligente, simpático, mas muito estranho. Na verdade ele é meio louco, literalmente. Só que nossa protagonista merece alguém com estabilidade, que não tivesse uma carga de sofrimento tão intensa e que pudesse cura-lá aos poucos do que passou.

''Nós não tínhamos nada em comum. O que havia entre nós não tinha nada de romântico, mas de necessidades básicas.''

A autora abordou vários temas fortes e reais, como a desestruturação familiar, as drogas, o suicídio e ao longo das cenas vamos percebemos a escrita dinâmica e voraz de Renata. Os personagens passam por diversas situações sofridas e desumanas.

Um protagonista que chegou de mansinho e logo foi ganhando grande parte na trama é Lucas, irmão de Bruno. Lucas ao contrário do irmão é um homem centrado, educado, simpático e sagaz. Ele aos poucos, e com certa dificuldade, foi conquistando o meu coração romântico.

O que mais me chocou no livro foi perceber que todos os personagens tem uma bagagem de sofrimento e traumas, mas na realidade todos nós sofremos por algo e temos que lidar com isso e seguir em frente. A trama de Renata Müller é uma ficção da realidade, pois infelizmente as situações de Ana Maria já devem ter acontecido com alguém.

Antes de Você Chegar é divido entre presente e passado, onde a protagonista vai relatando cenas de sua vida cotidiana que vão interligando com o passado. Percebemos que Ana Maria se prende muito ao que sofreu no passado e não consegue trilhar seu futuro.

A narrativa desse livro me surpreendeu muito. A história de Ana Maria é comovente e tudo que ela passou e enfrentou na vida foi muito triste. Eu torci muito pela protagonista e desejei muito que ela pudesse seguir em frente, mas para saber se isso aconteceu vocês devem ler o livro.

''Porque era tão difícil perder as coisas, mesmo que elas nunca houvessem sido suas?''

Quotes:

"Algumas coisas, porém, não importa o quanto você espere,nunca está preparado para elas.''

''A vida é sempre mais fácil quando você ainda acredita nas coisas.''

''Eu queria ficar viva, claro, de preferência sem arranhões. Só que os piores machucados geralmente não são os visíveis.''

site: http://www.leitorasempre.com/2013/11/resenha-premiada-antes-de-voce-chegar.html
comentários(0)comente



MiCandeloro 11/12/2013

Surpreendente!
Ana Maria não era uma jovem como todas as outras. Sua vida foi marcada por tragédias e desilusões, deixando-a perdida, sozinha e deprimida. Nada mais importava para Ana Maria. Sua vida não tinha como piorar, ela não tinha mais o que perder, ou isso era o que ela imaginava, até Bruno aparecer.

Bruno era um sujeito muito estranho, desleixado e muito mais velho que a garota. Ana Maria se tornou sua obsessão e ele a seguiu por meses. Bruno tinha um letreiro em sua testa piscando "Perigo, afaste-se", e nem isso fez com que Ana Maria tomasse uma atitude mais coerente e segura em relação as investidas de Bruno. Não, pelo contrário, quanto mais instabilidades e dificuldades Bruno trazia consigo, mais Ana Maria se sentia atraída. Isso era sadomasoquismo, ou poderia se dizer que Ana Maria estava perdendo o juízo de vez?

Mas a vida de Ana Maria virou definitivamente de pernas para o ar quando ela se viu no meio do olho do furacão, tendo que lidar com os problemas emocionais de Bruno, sua tentativa de suicídio, sua família maluca e a presença irritante do seu irmão mais novo, Lucas, o bom samaritano da história que acha que pode dizer o que os outros devem ou não fazer.

Ana Maria tem muitas arestas para aparar e muitos fantasmas do passado para enfrentar antes de seguir em frente. Será que ela irá conseguir superar seus desafios sem se machucar? Querem saber o que vai acontecer? Então leiam.

***

Eu ganhei Antes de você chegar num sorteio que participei do Blog Every Little Book. O livro chegou com um marcador personalizado, uma caderneta fofa para escrever resenhas de livros, numa sacola ecológica fofíssima da Editora Modo. Adorei tudo.

Comecei a ler sem grandes expectativas e com um pé atrás, afinal, ultimamente só tenho me frustrado com leituras de livros nacionais, mas felizmente Antes de você chegar me conquistou logo nas primeiras páginas. A história é narrada em primeira pessoa pela Ana Maria, de uma forma tão intimista que tive a sensação de estar lendo escondida seu diário, ou então estar escutando um desabafo de uma amiga.

Ana Maria é uma garota muito perdida, melancólica e com uma visão pessimista da vida, típica de quem já sofreu muito, mas nem por isso é difícil de se gostar, pelo contrário, dotada de um grande humor irônico e de um doçura intrínseca, Ana Maria me cativou de cara. A personagem é gente como a gente, cheia de imperfeições e de cicatrizes profundas deixadas pela vida, ela fala como a gente, pensa como a gente e usa palavras que nos são corriqueiras, acho que por isso a identificação com Ana Maria e com a história foi quase imediata.

Impossível explicar para vocês como a história me tocou. Conheço pessoas que passaram por situações parecidas com as de Ana Maria. Pessoas que, assim como ela, passaram por maus bocados e tomaram muitas decisões erradas na vida, acostumando-se a viver sem amor e sem alegrias. Ana Maria não se considera uma boa pessoa, isso em parte porque ela tem consciência de todos os seus problemas e defeitos e do seu passado negro, mas também porque ela tenta convencer a si mesma de que isto é verdade, afinal, uma pessoa má não sofre e não se importa com os outros. Uma pessoa má é dura e enfrenta qualquer desafio sem esmorecer. Mas este não é o caso dela, infelizmente, ou não. Ana Maria é muito boa por dentro e vive diversas crises morais por não querer se importar com os outros, por não querer colocar os outros a frente de si mesma, mas ao mesmo tempo, tentando fazer o que é certo.

Os problemas vividos por causa de Bruno foram a gota d'água, e no fundo, tudo o que ela precisava para encarar a vida com outros olhos. E foi lindo demais vê-la sair do casulo e vê-la crescer, e finalmente tomar as rédeas da sua vida com as próprias mãos. Mas isso é algo extremamente difícil de se fazer, principalmente para quem precisa recomeçar do zero, com um passado tão cheio de fantasmas e cicatrizes. Por isso admiro muito quem consegue.

Apesar do texto ser curtinho e da história ser bem simples, a narrativa é fluída, envolvente e viciante, e não consegui parar de ler até chegar ao fim. E fiquei muito, muito feliz com como as coisas terminaram. A capa do livro é uma graça e a diagramação é lindíssima. Só fiquei chateada da Editora Modo ter se descuidado na revisão, pois o texto possui diversos errinhos de digitação, como palavras sobrando ou faltando, ou pequenos erros de concordância. Nada que atrapalhe a história ou então que tire o mérito da autora em criar personagens tão bem construídos num texto tão cheio de emoção, mas se não fosse por esses deslizes da Editora, poderia dizer que o livro é perfeito.

Desejo muito sucesso para a Renata, pois sei o quão difícil é conquistar um lugar ao sol no nosso mercado editorial, mas ela tem potencial, e não vejo a hora de ler outros livros dela.

Entreguem-se a esse carrossel de emoções e altos e baixos juntamente com Ana Maria e descubram que nada será como Antes de você chegar.

Resenha originalmente postada em: http://www.recantodami.com/2013/12/resenha-antes-de-voce-chegar.html
comentários(0)comente



Adriana 28/01/2014

Personagens bem construídos e com personalidades complexas.
Eu nunca tinha ouvido falar de "Antes de Você Chegar" o que é uma pena, porque é um romance bem escrito e principalmente com personagens bem construídos e com personalidades complexas, achei bem fora dos clichês e o rumo que o livro tomou realmente me me surpreendeu o que é difícil de acontecer quando se trata de romances.
Foi uma leitura rápida e que valeu muito a pena, achei que seria tudo menos fofo e acabou que tiveram cenas muito fofas no final.

site: http://hobbyecletico.blogspot.com.br/2014/01/antes-de-voce-chegar-renata-muller.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Leitor Sagaz 11/03/2014

Uma história muito interessante
Resenha publicada no blog Leitor Sagaz

Demorei um tempinho para ler este livro, mas não sei explicar o porque disso. Ganhei ele em uma promoção ano passado e fiquei enrolando para pega-lo da estante rsrs, recentemente fiz uma meta de leitura que por incrível que pareça estou seguindo.

Ana Maria sempre achou que fosse uma garota má, quando sua mãe faleceu deixando ela e seu irmão Gigio com o padastro Pedro, ela achou que isso fosse o fundo do poço. Ela odiava o padastro, por tentar substituir o seu pai.

Os acontecimentos seguintes levam Ana a encontrar uma válvula de escape para toda a dor que sentia: álcool, cigarros e promiscuidade foram o cenário da vida de Ana ainda em sua juventude. Sem expectativas de um futuro melhor, ela trabalhava em um Café na cidade, onde o ambiente era agradável mas ganhava muito pouco.

O ódio que sentia por Pedro, pelas bebedeiras dele, era tamanho que ela o evitava como o Diabo foge da cruz!

Um belo dia na saída do trabalho, Ana conhece Bruno, um cara mais velho com uma perna quebrada, e que com uma história mal contada tenta lhe explicar o ocorrido. Esse envolvimento irá lhe custar muito caro, mas também trará para a vida de Ana Maria uma surpresa e expectativas de mudança, coisa que até então nunca lhe havia ocorrido.

Mudanças serão necessárias, o passado deverá ser mantido esquecido, deixado lá nos confins de sua memória, para que assim possa-se abrir caminho para o futuro, futuro esse cheio de possibilidades. Nesse futuro uma família será criada a partir de descobertas, lágimas e muito perdão.

Estou enigmática hoje não é mesmo? Hahaha é porque a história é pequena e não quero entregar tudo de bandeja para vocês, prefiro que vocês leiam e se surpreendam assim como eu me surpreendi com está história.

O livro é bom! A autora Renata Müller foi verdadeira em cada página, fez um excelente trabalho. Sobre a capista deste livro devo dizer: Cara que capa linda é essa?! Onde encontro essa menina? Linda!! Amei!!

A MODO Editora está de parabéns pelo trabalho que vem fazendo, lançando tantos autores maravilhosos. Essa foi mais uma ótima leitura de livro nacional, super recomendo.

Quotes:

''A vida é sempre mais fácil quando você ainda acredita nas coisas.''

''Nós não tínhamos nada em comum. O que havia entre nós não tinha nada de romântico, mas de necessidades básicas.''

''Porque era tão difícil perder as coisas, mesmo que elas nunca houvessem sido suas?''

''Era muito fácil as pessoas passarem pela minha vida e não voltarem. Quando eu ainda era uma boa menina me importava com isso. Ser uma boa menina, porém, parecia ter sido em outra vida.''


site: http://leitorsagaz.blogspot.com.br/2014/03/resenha-antes-de-voce-chegar-renata.html
comentários(0)comente



25 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2