O Mistério do Chocolate

O Mistério do Chocolate Joanne Fluke




Resenhas - O Mistério do Chocolate


37 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Laura 28/07/2017

Gostosinho!
O livro é gostosinho de ler. Um romance policial com um leve toque humorístico. Bem construído, com personagens simpáticos e que da vontade de ler um pouco mais. Ah! E em meio ao mistério de quem matou quem temos algumas receitas de cookies de dar água na boca, com certeza vou tentar algumas.
keka2412 30/07/2017minha estante
Olha se não vejo sua resenha do segundo nem saberia que o filme que vi essa semana era livro... Rsrsrs... Tá no Netflix como Crime da Confeifaria :)


Laura 30/07/2017minha estante
Keka2412 Raquel é uma serie do Hallmark Channel eu assisti esse primeiro em inglês, ou seja só entendi 1/3 rsrsrsrsr!! Vou procurar no netflix, obrigada pela dica.




Natalice 26/01/2015

Livro Chocolate, Livro DE chocolate..
Levei o livro pela capa (sim, fiz de novo..rs)
Se tem algo que eu amo mais do que ler, é comer chocolate, sou chocolatra assumo, e juntar chocolate e livro é uma perdição para minha pessoa.

Juntar chocolate livro E suspense, nossa aí acabou comigo..
este livro é um prato cheio para quem curte desvendar crimes, estilo Agatha Christie, com sabor de chocolate (vide receitas no livro)

Achei um pouco exagerado a forma com que a autora conduz o desenrolar da trama, porém nada que me desagrada a tal ponto de não gostar da estória.

Comprei sem saber que tem continuação :/ tô fugindo de sequências seja ela de qualquer tipo rsrs porém agora que já li este, é partir atrás do próximo 'O Enigma do Morango" me espera para ler.
Nil 26/01/2015minha estante
Mais um para a lista! Muito boa a sua resenha.


Matheus alves 24/06/2015minha estante
me deram o livro " o enigma do morango" e eu fiquei todo feliz,ai fui procurar uma resenha e descobri que e o segundo livro
e eu aq animado p ler




spoiler visualizar
Camila 07/01/2014minha estante
**SPOILER**
Eu também fiquei com essa impressão, onde que ela pode ficar ligando e fazendo perguntas para os suspeitos, mexendo nas cenas dos crimes, a autora viajou demais, em algumas partes eu até fiquei com raiva do livro de tão absurdo que ele se tornava.
Quero testar as receitas também, fiquei bem curiosa :)


Aline Ramos 17/01/2014minha estante
SPOLEIR SPOLEIR SPOLEIR
Meninas, acabei de ler o livro e também achei o cumulo esta estoria dela virar uma detetive honoraria, ridiculo! Bem que queria testar as receitas, mas sou pessima cozinheira..rs. Depois me contem, se testarem.




Cris Paiva 13/03/2014

Esse livro foi um perigo para o meu regime!! É sério, ele causou até um acidente com um bombom de chocolate, que derreteu e melecou toda a parte de baixo do livro, estragando algumas páginas, e deixando um desagradável (delicioso) cheiro de brigadeiro que atiçou as minhas lombrigas.

A história começa com a Hannah, dona de uma confeitaria, que encontra o corpo do entregador, morto com um tiro no peito, nos fundos da loja, e ainda com um de seus biscoitos de chocolate na boca e varios outros espalhados pelo chão do carro. Ela toma isso como uma ofensa pessoal e resolve investigar o caso, com a ajuda do cunhado que é detetive da polícia e começa a fazer umas perguntinhas por ai... Mas as perguntas dela sempre são acompanhadas de um suborno delicioso: cookies de noz peçã, chocolate, cerejas... Sinceramente, se ela me desse um desses eu contava tudo o que sabia, o que não sabia e ainda inventava o resto!!

E sempre que ela comenta sobre um cookie, ou aparece fazendo uma receita deles, no final do capitulo sempre tem receita para você ler e passar vontade (os meus preferidos são os de cerejas cobertas com chocolate). Por isso a minha lombriga e o acidente com o bombom derretido.

Todo o clima do livro é bem leve, e para mim, que sou acostumada com romances policiais com bandidos bem malvados e crimes sanguinolentos, a leitura foi praticamente um passeio no parque, apesar do tema indigesto.

A Hannah, é uma típica heroína de romances de banca: está solteira há tempo demais, o que preocupa a sua mãe que tenta arranjar qualquer solteiro maior de 20 e menor de 70 anos para ela, uma irmã abusada e uma sobrinha fofa, e um pretendente do qual ela quer distância. Ela tem um faro infalível para pistas; se enfia dentro de lixeiras para conseguir copinhos descartáveis, investiga todos os batons da cidade, faz as perguntas mais esquisitas na maior cara dura do mundo, e deixa os profissionais da policia comendo a sua poeira quando se trata de investigação.

O único senão do livro é que eu imaginava que fosse rolar um romance entre a mocinha e algum personagem, mas isso não aconteceu. A autora apenas acenou com uma promessa para o próximo livro, entre um possível romance com o pretendente agora não-tão-horrivel e um novo investigador da policia.

Alias, o próximo livro, já publicado pela editora, é sobre um concurso de tortas de morango na escola. Tem até umas receitinhas como amostra grátis no final do livro que é para vontade de comer, quer dizer, de ler a continuação. E todos os livros da serie Hannah Swensen tem nome de doces e são recheados de receitas! A autora gosta de fazer valer aquele ditado “O que não mata, engorda”. No site da Joanne Fluke tem até um link para as receitas mais famosas: http://www.joannefluke.com/recipe-cards/

Recomendo para quem gosta de romances policiais, quem não gosta, e para quem não conhece e nunca leu nada do gênero.

Resenha no blog:

site: http://www.romancesinpink.com.br/2014/03/o-misterio-do-chocolate-joanne-fluke.html
Cristine 07/04/2014minha estante
bom saber
vou passar longe...
pelo visto você passa o livro todo salivando...kkkkkkk




PorEssasPáginas 11/08/2013

Resenha O Mistério do Chocolate - Por Essas Páginas
Sabe quando você bate o olho em um livro na livraria e de repente acha que esse livro é a sua cara?

Pois é! Eu sou chocólatra declarada e AMO policiais. Então, quando vi O mistério do chocolate, achei que seria um policial bem bacana e a minha cara.

Bem, infelizmente não foi bem assim.
Não sei se foi porque todas as vezes que eu peguei esse livro pra ler (porque ele está na minha estante desde o ano passado (ou retrasado? ih…) eu estava exacerbada com alguma coisa (= trabalho) ou não era o momento certo para a leitura, mas eu vivia pegando e largando esse livro. Dureza, viu?

Aí aproveitei o Desafio realmente desafiante organizado pela Clícia do blog Silêncio que eu to lendo para desencalhar esse livro da minha estante. Este é o livro do item 3. Ler um livro com um doce na capa. E o que pode ser melhor do que chocolate?

Hannah nasceu em Lake Eden, mas quando cresceu, decidiu sair da cidade e só depois de um tempo voltou para sua terra natal e abriu sua loja de doces, a Jarro de Cookies. Talvez por isso ela tenha uma visão diferente de muitos moradores da cidade e tenha também a língua mais afiada de todas. Ah, e ela tem um gato.

Até aí, ponto para Hannah.

Mas a história começa mesmo quando Hannah encontra o entregador Ron Lasalle morto em seu caminhão, com um tiro no peito. Ele foi encontrado logo atrás de sua loja, então ela se sentiu responsável e decidiu procurar pistas que pudessem apontar para o assassino.

Sendo uma cidade pequena, ela seguiria as pistas perguntando para os moradores, como quem não quer nada, desenhando então uma cadeia dos acontecimentos que antecederam o assassinato e também o que motivou o assassinato de Ron, que nunca teve inimigos na vida.

Hannah é esperta, irônica e ligeiramente atrapalhada; porém, ela é uma virtuose quando se trata de cozinhar. Ela é uma personagem forte e nem um pouco vaidosa, além de totalmente independente. Apesar de a história não ter me cativado tanto, eu gostei da personagem. E claro, de seu gato, Moishe, um felino fora do comum.

Acho que o que não me cativou foram as narrativas longas. Não sei se é porque é um livro introdutório (primeiro livro de uma série de vários e vários e vários livros), mas havia muitas descrições, não simplesmente de lugares, mas de detalhes dos eventos, de coisas que aconteceram no passado, que eram dispensáveis, pelo menos foi o que achei. Isso desmotivou bastante a minha leitura, achei também que, de certo, modo, a narrativa poderia ser diferente, mais caprichada. O desfecho foi corrido, poderia ter sido melhor elaborado.

Eu também procurava uma história policial mais “pesada”. Mas no decorrer da leitura, percebi que a intenção da autora era criar uma heroína sem muitas pretensões em uma trama mais leve e recheada com cenas mais inusitadas e cômicas. Então, realmente não foi o que eu esperava.

Fora isso, a edição da Lua de Papel ainda por cima colocou o tamanho da fonte muito pequeno e a diagramação das margens estreita, causando a impressão de um livro extenso e denso, quando não era nada disso.

A leitura foi cansativa para mim em determinados pontos, mas vale para matar a curiosidade e também se divertir com as trapalhadas de Hannah. Embora seja uma série, não pretendo acompanhar os outros livros, a não ser que eu consiga diminuir minha lista de leitura consideravelmente (o que é pouco provável, segundo meu último levantamento de livros não lidos, tanto físicos quanto e-books…).

Dou destaque para as receitas de cookies de Hannah. Quando aparecia um capítulo em que um tipo de cookie era mencionado ou era preparado, a receita deste era colocada no final do capítulo. Interessante como a autora usou uma alternativa para o açúcar mascavo, ingrediente presente em praticamente todas as receitas de cookies (deve haver alguma exceção, mas não saberia dizer qual).

site: http://poressaspaginas.com/resenha-o-misterio-do-chocolate
João Pedro 20/09/2015minha estante
Acho que você exagerou bastante nessa crítica... O livro não foi o que vc esperava, esse é o único porém. As letras são de um tamanho bom, e o livro bem leve e rápido. Dar 0 estrelas por um livro com chocolate na capa ser uma literatura policial diferenciada e mais comédia do que suspense não é algo realmente condinzente.




Belle 28/02/2021

Eu amei esse livro, me prendeu do início ao fim e amei os personagens. O final realmente não foi o que eu esperava.
comentários(0)comente



Danni 11/09/2012

Realmente muito mistério e cookies!
O Mistério do Chocolate é um livro bem leve de se ler.
Em alguns momentos muito chato, muito detalhes, principalmente quando detalha o Morshe (gato de Hannah).

O mistério do livro, realmente é um mistério. Não tem como descobrir quem matou Ron. Ficamos juntos com Hannah a desvendar o assassino, até as últimas páginas.


Já estou ansiosa pelo próximo, o "Enigma do Morango". Quero saber com quem Hannah fica: Norman ou Mike???

O mistério do chocolate é um romance policial leve, divertido e, surpreendentemente, saboroso.
comentários(0)comente



Lu 24/12/2012

Se o que você busca é uma leitura leve e divertida para se distrair na praia ou à beira da piscina, "O Mistério do Chocolate" pode ser uma boa opção. É um livro despretensioso, de leitura rápida, tranquila e sem grandes sobressaltos dramáticos.

Pessoalmente, eu não diria que é um grande livro. A narrativa poderia ser mais caprichada, a maneira como Hannah acaba envolvida na investigação, melhor elaborada. E o desfecho acabou sendo corrido e um tanto clichê. Apesar de tudo, não chegou a passar pela minha cabeça abandonar a leitura. Eu fui, reconheço, movida principalmente pela curiosidade.

O segredo da série, eu acho, não está no caso em si e sim na exploração de um micro universo e seus habitantes. E isso, Joanne Fluke soube fazer muito bem. Porque Lake Eden não é assim tão diferente de uma certa aldeia inglesa dos anos 1930, ou mesmo do dormitório de uma universidade em Nova Iorque. Como já dizia a querida Miss Marple "O ser humano é o mesmo em qualquer lugar."

O carisma da protagonista ajuda bastante. Hannah é esperta, tem um coração de ouro e é ligeiramente atrapalhada. Ela carrega a história nas costas. Dos demais, destaco apenas a irmã meio avoada de Hannah, Andrea. As duas formaram uma boa dupla e, sinceramente, levam muito mais jeito para investigações do que Bill. Espero que essa parte seja melhor elaborada nos volumes seguintes.

Resumindo: é um livro legal. Claro, não tem a sofisticação e a inteligência de um livro da Tess Gerritsen,de um Jeffrey Deaver ou mesmo da Série Mortal, da Nora Rpberts. Porém, se o que você procura é um livro mais na linha de romance-e-mistério a la Charlaine Harris, ou a série Heather Wells, da Meg Cabot, acho que vale a pena conferir.
Pretendo ler o segundo livro, mas não estou com pressa.

Recomendo.
comentários(0)comente



Andressa 11/05/2012

O Mistério do Chocolate - Joanne Fluke
O Mistério do Chocolate é o primeiro volume da série Hannah Swensen Mysteries. Primeiramente o livro chama a atenção pela capa diferente, brilhosa e com uma deliciosa imagem de chocolate, de deixar qualquer um com desejo. Ao ler parte da sinopse, fiquei ainda mais curiosa para lê-lo: um suspense que contém receitas? Deve ser uma ótima pedida!

O livro gira em torno de um assassinato brutal e aparentemente sem explicações. Hannah, a protagonista da história, é uma personagem com personalidade forte e que não tem papas na língua. Apesar de estar tentando se controlar quanto à isso, muitas vezes vemos Hannah falar e agir exatamente como pensa, como que por impulso. Como ajudante de seu cunhado policial na solução do caso de assassinato, ela faz esse trabalho praticamente sozinha, deixando Bill apenas de plano de fundo em suas investigações. Obviamente, ela se mete em algumas enrascadas e em situações que não deveria, dando um pouco de movimentação à trama.

Mas o personagem que considerei o mais cativante da trama não é um humano. Moishe, gato da protagonista, me surpreendeu por sua inteligência animal, que em alguns momentos parece até um tanto humana. É um gato muito simpático e fiquei um pouco desapontada por ele ter sido deixado mais como um plano de fundo para as idas e vindas de Hannah à sua casa. Moishe gosta de assistir TV enquanto sua dona está fora e parece sempre perceber quando ela está prestes a deixá-lo novamente sozinho. Seria interessante, e até mesmo engraçado, se pudessemos ver mais cenas dele na história.

O que mais gostei do livro, na verdade, não foi todo o mistério que a envolve. Gostei da ideia da autora de introduzir em meio aos capítulos as receitas dos tão famosos cookies da loja de Hannah, a Jarro de Cookies. Apesar de algumas das receitas aparentarem um tanto complicadas, outras são bem simples e parecem deliciosas! O legal é ver os personagens da própria história comentarem dos maravilhosos cookies que nós mesmos podemos fazer em casa. Ainda não tive oportunidade de fazer nenhuma receita, por falta de ingredientes, mas com certeza depois farei.

O desfecho do livro foi agradável e, como um bom mistério, não sabemos quem é o assassino até o final. Eu, particularmente, não imaginava quem fosse até no máximo 40 páginas antes de terminá-lo. Mas, apesar de solucionado o caso, obviamente o livro terá continuação e isso pode ser notado já que muitas pontas da vida pessoal de Hannah ficaram em aberto para o próximo volume.

Quando comecei a leitura, o livro foi basicamente o que esperava que fosse: um grande mistério a ser solucionado e vez ou outra me deixando com água na boca. Mas, apesar de não ser uma história ruim, acabei desanimando um pouco com a leitura lá pelo meio do livro e só voltando a me empolgar com ela no final. Por vezes a história pode ser um pouco descritiva demais, narrando fatos cotidianos que não seriam necessários para o entendimento dela e acho que isso acabou me cansando um pouco.

Num todo, foi um livro bom. Esperava algo mais, um mistério mais sangrento e violento, mas acho que não foi bem o que autora quis passar. Ela procurou um livro de suspense mais leve, as vezes divertido e misturado ainda com a culinária. Agora aguardo pela continuação, que pelo nome parece tão apetitoso quanto este: O Enigma do Morango.
comentários(0)comente



Adriana 09/05/2012

Delicioso
O Mistério do Chocolate de Joanne Fluke é um livro no mínimo saboroso, as receitas e menções a cookies de vários tipos durante o livro são frequentes e nos dão água na boca e isso foi um dos pontos que gostei bastante. Além disso o livro tem uma protagonista inteligente e bem centrada eu diria, dirige um negócio é solteira e não fica o tempo todo se lamentando por isso embora sua mãe a empurre para todo homem solteiro que aparece na cidade.
A leitura fluiu muito bem, eu só demorei um pouco pra ler porque realmente foram dias muito corridos pra mim essa semana, se não teria lido provavelmente em dois dias no máximo...
Resenha completa no blog:
http://hobbyecletico.blogspot.com.br/2012/05/o-misterio-do-chocolate-joanne-fluke.html
comentários(0)comente



27/05/2012

Leve e divertido
Gostei demais desse livro! Foi um daqueles livros que comprei pela capa e pelo título, amo chocolate! hehehehe
E valeu a pena! Tava em promoção e não pensei duas vezes antes de comprar.

Bom, eu adoreiii a história, apesar de ser um suspense, de ter um crime a ser resolvido, a trama é leve e você fica curioso do início ao fim. Não imaginei em nenhum momento quem era o assassino, achei muito bom o final.

Já estou ansiosa pelo próximo, o "Enigma do Morango".

Hannah é ótima e com certeza o triângulo entre Norman, ela e Mike será bem divertido, isto é, se Norman não for gay, pois dá alguns indícios disso no final.

Fica a dica, quem quiser se divertir, leia esse livro, é curtinho, dá pra ler rápido e tem o suspense pra garantir que você fique ligado.
comentários(0)comente



Andrea 10/12/2012

Para ler outras resenhas entre em: http://deia-galvao.blogspot.com.br/

Esse livro não atrai a atenção de muita gente. Não sei porque. Eu escolhi esse de aniversário depois de ter lido um livreto com o primeiro capítulo. Fiquei curiosa e, é claro, coloquei na lista das próximas leituras.

Hannah é uma confeiteira ruiva, que vive com um gato em Lake Eden, uma pequena cidade no interior de Minnesota. Ela é dona da Jarro de Cookies, a doceria mais famosa da cidade e que atrai todos os moradores. Um dia, estranhando o atraso do entregador de leite e derivados - que nunca atrasa - encontra-o morto em seu caminhão, com um de seus cookies ainda estavam na boca.

É claro que Hannah não deixaria isso assim. Faria de tudo para investigar e descobrir quem matou Ron, o entregador mais querido da cidade. Além de colocar um pouco de ação em sua vida, Hannah ajudaria Bill, o policial encarregado de cuidar do caso que ganharia uma promoção a detetive se o resolvesse, que é cunhado dela.

Ao longo da história, Hannah conversa com todos que poderiam ter alguma informação sobre o caso, corre riscos, sente medo e consegue ser a melhor informante (ou melhor, agente secreta) que Bill poderia ter.

Enquanto vemos as empreitadas de Hannah, vamos conhecendo as personagens e características de cada uma. Andrea (mas que nome lindo!), a irmã mais nova de Hannah, é apresentada como alguém que não sabe fazer nada em casa e resolve trabalhar como corretora de imóveis. A primeira impressão que tive dela mudou completamente ao longo do livro: ela é muito simpática e engraçada, mas se mostra bem insegura em relação ao modo como leva a vida e se deve fazer ou não algumas coisas.

A mãe de Hannah, Delores, vive tentando "desencalhar" a filha, que está muito velha para não ter se casado ainda. Então está sempre procurando homens solteiros para apresentar a ela. É numa dessas vezes que a protagonista conhece Norman, o dentista da cidade, que é muito mais simpático do que Hannah imaginava e que está preso na mesma situação dela: sua mãe, Carrie, vive apresentando garotas para que ele se case logo.

Lisa, a assistente na Jarro de Cookies, não se parece uma garota de 19 anos. Ela teve que amadurecer muito mais rápido do que as outras meninas de sua idade por conta da doença do pai, que faz com que tenha que ser responsável financeiramente por ele e não o oposto. Conhecemos grande parte da cidade ao longo do livro. Todos com características particulares e que são importantes para que a história se desenvolva.

Eu gostei bastante do livro, mas demorei para me sentir realmente empolgada. Além disso, percebi alguns errinhos de digitação (tem um momento em que Hannah conversa com sua irmã, Andrea, e a narradora fala que Ana fez algo. Ana, quem?), mas de resto o livro é lindo!

Ao longo dos capítulos estão espalhadas as receitas que fazem com que Hannah seja a melhor doceira da cidade - e permite que apaixonados por cookies, como eu, experimentem novas delícias! No início de cada capítulo, vemos um doce, com chocolate derretido sendo despejado sobre ele (dá água na boca). A subcapa também têm imagens que lembram uma cozinha, como uma forma para biscoitos e alguns cookies. A capa também é muito bonita: metalizada, com o título em relevo e cores que chamam a atenção.

Para nos deixar curiosos e com água na boca, a editora optou por colocar o primeiro capítulo do próximo livro. Aqui, um dos personagens que já conhecemos é encontrado morto, com um pedaço do doce de Hannah na mão. Ela, com seu espírito de agente secreta, não poderia deixar as coisas nessa situação, né?
comentários(0)comente



Tainara 16/01/2013

Delicioso!
Impossível parar de ler! A gente desvenda o crime junto com a personagem, o livro é dinâmico e não cansa!
comentários(0)comente



Luciana 25/02/2013

Adorei...
Muito gostoso de ler...Trata-se de um livro com um suspense bem leve e curioso... sem contar que possui ótimas receitas de cookies... Me despertou a curiosidade para ler o próximo livrou da autora : O Enigma do Morango... Vale a pena ler...
comentários(0)comente



37 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3