Transmutados

Transmutados Vanessa Tourinho
Vanessa Tourinho




Resenhas - Transmutados: O Desconhecido


9 encontrados | exibindo 1 a 9


David 13/10/2014

Dramático, engraçado e irreverente: está são as qualidades que posso atribuir a O Desconhecido, volume um da série Transmutados escrito pela nossa autora, Vanessa Tourinho. Em uma viagem que mistura ficção com realidade, o público de Tourinho será abarcado para um cenário romântico e diferente, onde nem sempre ser um mocinho ou o herói é sinônimo de qualidade ou alegria.
Luiza é a típica garota esforçada, que tem sempre dado tudo de si para conquistar um futuro melhor. Órfã, sua vida nunca foi fácil, tendo que crescer em um orfanato onde todas as crianças eram facilmente adotada, enquanto ela ficava ali, apenas com a solidão. Desde muito jovem, aprendeu a batalhar e a lidar com os obstáculos da vida, tornando-se uma guerreira sem nem mesmo tentar, contudo, certos obstáculos são mais difíceis de superar do que o imaginado. Em seu décimo oitavo aniversário, Luiza descobre que tem a capacidade de ouvir pensamentos, podendo conhecer a vida de determinada pessoa apenas com o toque. De quebra, seus dons telepáticos, trazem um extra: ela é capaz de assumir uma forma astral, deixando seu corpo e transformando seu espírito em energia. Mas lidar com esses dons não é tão fácil como ativá-los. Sua sorte e salvação pode estar na estranha família de Toni, um estranho que aparece em sua vida de supetão, em um momento inesperado. Toni também é telepata, e juntamente com sua família de super-humanos, vai tentar guiar Luiza pelo seu novo mundo: o mundo dos Transmutados.
Como se não bastasse ter que lidar com os problemas comuns, mais seus dons sobrenaturais, ao quais ela basicamente abomina Luiza ainda terá que conviver com a certeza de que existe alguém predestinado a ela; alguém que está prestes a entrar em sua vida e descarrilar tudo de uma única vez. Christian, porém, está muito além da facilidade e da sedução, e num jogo perigoso, ambos tentarão manter este relacionamento intacto, ao meio que o mundo normal de Christian e o mundo sobrenatural de Luiza parecem deixar cada vez mais claro que mesmo predestinados, estão longe de encontrar a felicidade eterna.
A normalidade cotidiana é apenas uma utopia criada como rota de fuga de uma realidade anormal, ou rara.
Transmutados tem um gostinho sentimental que provavelmente vai agradar e enlouquecer as leitoras de plantão. Com uma linguagem voltada realmente voltada para os jovens, a autora leva seus leitores a se apaixonarem por seus personagens em suas tiradas tanto irônicas, quanto engraçadas. O livro agrada não apenas pelo enriquecimento descritivo, mas também foca um lado pouco explorado em livros sobre super heróis: será que todos querem atuar? Será que ter dons vale o preço de ter sua vida pessoal totalmente modificada e muitas vezes sacrificada? Na visão de Luiza, ora sim, ora não. Tourinho trás todo um enredo envolvente, com uma sinopse chamativa e um cenário digno de Best-seller. Porém, individualmente, o livro deixa a desejar por não explorar mais as cenas de ação ou de pancada como diriam alguns. Acredito que se houvesse mais cenas de aventura, voltada para o lado fictício, a história teria ficado bem mais rico, para mim, em particular.
O número de páginas para um determinado capítulo também geralmente me são incômodos, claro, levando em conta, que isso é uma particularidade de determinado leitor. Enfrento o mesmo tédio quando pego os livros da série Instrumentos Mortais devido às longas descrições e aos capítulos muito extensos. Este primeiro volume, da trama de Tourinho, ficou bem semelhante a um chick-lit, já que as maiores partes do livro nos levam a lidar com o lado romântico da obra, onde somos envolvidos pelo enlace nada santinho ou cheio de pudor, dos personagens. Garotas, se vocês gostam de personagens masculinos, com M de másculo, então, leia, porque Christian provavelmente atenderá a sua demanda. Ele não só é um dos personagens que mais gostei como também foi o que achei com a história pessoal mais intricada a rede de acontecimentos que decorrem do enredo central. Mas não posso esquecer, da minha favorita, Maya, amiga em certos, momentos, de Luiza. Maya integra o grupo de Toni, lidando também com seus dons. Diferentemente da protagonista, essa garota é um estouro, não só em termos literais, como figurados. Pessoalmente, suas cenas são as que mais particularmente gostei, não apenas pela sua personalidade decidida, mas porque ela vai lembrar aquela amiga chata, ou a personagem patricinha, que geralmente arranca risadas de todo mundo. Além disso, suas sacadas são as melhores (desculpe Vanessa, mas a Luiza não tá com nada. Poder mesmo é a Maya

site: www.olimpicoliterario.com
comentários(0)comente



Dreh 08/12/2014

Você vai querer ir para Londres, e de quebra, os gatos da história também!
Transmutados - O Desconhecido é aquele livro que, se você gosta de histórias misturando a ficção e realidade, você precisa lê-lo!

Luisa desde nova mora em um orfanato, e nunca soube como lá ela foi parar,e entre obstáculos que encontrou em sua vida, ela se tornou uma garota guerreira e decidida, mesmo que em muitos momentos ela se sinta perdida em meio aos seus problemas.
O que ela nem imaginava era que sua vida iria mudar por completo no seu décimo oitavo aniversário. Luisa descobre que o ela pode ouvir os pensamentos de pessoas próximas e íntimas a ela, e não para por ai, ela também tem a habilidade de se desprender do seu corpo, e mover-se na velocidade da luz, apenas como "alma", deixando seu corpo desacordado enquanto isso. Luisa descobrirá que faz parte do mundo dos Transmutados.
O que para muitos isso seria uma maravilha, por que ora, quem não ira querer esses dons? para Luisa não é tudo isso, e ela custa a aceitar que ela não é uma humana-comum e que sua vida não será mais a mesma.

Mas Luisa não está sozinha nessa, e pessoas como ela, estão disposta a ajudá-la, então, nesse mundo dos transmutados, conheceremos o clã de Antonio (Toni) ao qual ele é líder e que também é um telepata, seu clã são compostos por: Maya, que tem o poder do domínio do inimigo, ela pode dominar um inimigo apenas infiltrando em sua sombra, e com isso pode usar o corpo do inimigo para derrotá-lo. Camile, ela tem o dom da persuasão e o controle de qualquer outro dom, podendo bloquear o poder de alguém, caso queira. Richard, marido de Camile, é forte, praticamente indestrutível.
Luisa fará parte dessa nova família, ao qual passarão por altos e baixos juntos.

Os quatro com certeza irão te encantar e arrancar boas risadas durante a leitura, e o que mais me encantou e digo isso com todas as letras, e ao qual eu queria MUITO que fosse o protagonista da história, é o Toni, aaah esse homem! Eu amava todas as suas aparições e seu jeito de estar sempre querendo o melhor para o seu clã.
Maya, é aquela amiga, que não tem papas na língua, a garota não tem medo de expor o que sente, e fala mesmo, com personalidade forte e que com certeza você irá gostar do jeito da moça, ao qual muitas vezes irá ter discussões com Luisa.
Richard e Camile são puro amor, ele é o irmão protetor, muitas vezes até demais, hahaha e Camile, a amiga-irmã que tem um jeitinho conselheiro de ser.

Eis que após Luisa conhecer mais sobre o seu mundo, e descobrir que todo Transmutado é predestinado a um parceiro ideal e que todo transmutado tende a ter uma visão com seu predestinado, juntos. Luisa tem a sua, e depois de sua visão ela parte em busca de seu Desconhecido para Londres.
Lá ela descobre seu nome, Christian, o protagonista, ao qual não me encheu de amores, como Toni, Joe (líder de outro clã) e Daniel (ex-namorado de Luisa) me encheram, os caras são maravilhosos, com M maiúsculo. Não que Christian não seja, ele é o cara que toda mulher suspira de amores, mas depois que Daniel e Joe entram na história, o mocinho foi pra escanteio.

Vanessa Tourinho, nos apresenta um cenário romântico, pessoas família, mesmo que não sejam família de sangue, que estarão sempre lá, prontos para ajudar! E homens maravilhosos, hahaha!

Indico essa maravilhosa leitura nacional com certeza, leitura agradável e que te prende, e personagens com personalidade.
Ficarei no aguardo para o próximo volume, porque o final, ai o final viu... *o*
Van Tourinho 28/10/2016minha estante
Que amor! Obrigada pela resenha. Fico muito feliz em ouvir meus leitores!




Camilla 27/09/2014

Resenha postada no blog Segredos e Sussurros entre Livros
O Desconhecido é o primeiro livro da série Transmutados, escrito pela autora e blogueira, Vanessa Tourinho, e publicado pela Modo. Trata-se de um romance sobrenatural agradável e curioso.




Luisa é uma moça muito tranquila. Ela vai à faculdade, tem amigos e luta por seu lugar ao sol. Seus grandes problemas surgem quando ela percebe que pode ouvir os pensamentos de seus amigos mais próximos, algo bem desagradável para alguém que só quer cuidar de sua própria vida. Tão logo ela aprende a controlar um pouco essa estranha habilidade e já surge mais um drama: agora ela também pode deixar seu espírito livre do corpo e viajar na velocidade da luz. Talvez este último não seja realmente um problema, uma vez que poder fazer algo do tipo é uma experiência incrivelmente deliciosa. O fato é que Luisa não pode sair por aí contando o que é capaz de fazer, não quando é muito comum que as pessoas não saibam lider com o que é diferente. Não demora muito e Luisa descobre que confiar em pessoas comuns não é mesmo uma boa ideia...



E ali estava, outra vez, tentando descobrir o que acontecia comigo.




Por um pequeno acidente, ela conhece Toni, Richard, Camile e Maya, todos possuidores de habilidades especiais, cada um à sua maneira, e é aí que ela é apresentada ao universo dos Transmutados. Dentre os possuidores dos mais diferentes dons, dois grupos se subdividem: os Goodpower e os Badpower, que ao pé da letra são os transmutados do bem e os do mal. Na verdade, não é que todos sejam muito bons ou muito maus, a diferença entre eles, basicamente, é a forma como decidem utilizar suas habilidades. Eles não saem por aí salvando pessoas ou causando desastres, mas ambos os lados possuem suas próprias regras quanto ao que pretendem fazer de suas vidas e, claro, há uma forte rixa entre eles.



- Poderes são legais, Luisa, por que não tê-los?

()

- Complicações, segredos, problemas demais.- concluí dando de ombros. - Mas isso é tudo ficção mesmo, porque temos que perder tempo falando deles?




O cenário se desenrola no Brasil e na Inglaterra, de forma a deixar bem evidente a necessidade de movimentação dos transmutados, que estão sempre sendo levados, por suas habilidades, a cumprir novas metas. Luisa descobre que cada um é predestinado a uma alma gêmea e, assim que recebe o primeiro sinal da sua, sai a sua procura. Infelizmente, ela não está sozinha nessa procura, já que Badpowers estão sempre por perto, à espreita...


De qualquer forma, achar sua alma gêmea não é o problema. Na verdade, acaba sendo a parte mais fácil. O que complica é a condição da pessoa e com quem ele está envolvido. Não vou dar nomes ou explicar o que acontece, mas garanto que o que, a princípio é lindo e cheio de sentimentos, acaba se tornando doloroso e, praticamente, impossível de lidar. A coisa fica tão feia que receio ter que dizer que desejei muito que a tal alma gêmea fosse um engano de Luisa, já que o personagem consegue agir de forma inconcebível, independente dos seus motivos.


Por outro lado, a maioria dos personagens do círculo de Luisa são muito interessantes, e não só por suas habilidades, mas por serem incógnitas quando se trata de reação a algo. Experimente juntar uns 10 transmutados muito protetores em uma casa... o fato é que todos eles são especiais e, ao mesmo tempo, comuns como personalidade. Os clãs agem como verdadeiras famílias, lutando sempre juntos pelos interesses uns dos outros, ainda que seja perigoso. Cheguei a lembrar bastante da família Cullen, de Crepúsculo, mas apesar da semelhança no quesito habilidades, os transmutados vivenciam outro tipo de luta.


No fim das contas, o livro termina com a deixa perfeita para a sequência, em todos os sentidos, pois só para ilustrar, são 3 detalhes insanos que recheam as últimas páginas. Luisa já reconhece seu lugar como transmutada, mas ainda precisa resolver muitas pendências, que envolvem, não só ela, mas todo o seu clã.


Escrito em primeira pessoa, na visão da personagem Luisa, O Desconhecido tem uma leitura muito fácil e tranquila. Os detalhes são acrescentados aos poucos, de forma clara, sem deixar dúvidas quanto aos principais pontos. Os personagens são bem descritos, assim como as situações e diálogos, quase sempre com um pouco de comédia (que eu adoro).


Para o primeiro livro de uma série, achei que a história foi muito bem explicada, sem deixar o leitor no escuro quanto às informações básicas. Fico muito chateada quando finalizo um livro e ele não me deixa qualquer informação decente, obrigando o leitor a manter uma série de dúvidas até a publicação do próximo volume. Em Transmutados, muita coisa acontece e está para acontecer, mas está tudo muito bem colocado e a sequência só pode ser ainda mais interessante.


A diagramação está muito boa. Começando pela capa, a sobreposição de imagens é bem sugestiva, além de bonita. As páginas que intercalam os capítulos também estão muito bonitas, com o fundo estilo marca d`água (não sei se é assim que se chama) com a imagem de Londres. As páginas são amarelas e, a única coisa que eu melhoraria é a fonte, que achei um pouco clara e pequena, mas nada que atrapalhe a leitura.


Este é mais um ótimo exemplar da literatura nacional, mais do que recomendado a todos os adoradores de uma boa história com o sobrenatural.



E ficou ali, me olhando nos olhos.

Fiquei sem saber o que fazer. Aquilo estava mesmo acontecendo, eu não conseguia acreditar. (meu quote preferido)


site: http://ssentrelivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Mari Siqueira 30/07/2014

Incrível <3
Transmutados é o livro de estreia da autora Vanessa Tourinho. A literatura fantástica nacional ganhou um nome de peso, tendo visto que seu primeiro livro já tem um impacto tão positivo na saga. Os que acompanham a divulgação do livro nas redes sociais sabem que a Van é minha amiga, também blogueira e que eu estava com muitas expectativas para essa leitura. Minhas expectativas foram mais do que supridas e Transmutados me conquistou completamente. Eu literalmente não conseguia largar o livro e dormir se tornou um luxo. Vanessa que o diga, porque sempre que eu fazia algum comentário ao texto eram lá por volta das três da madrugada. Por isso Peter Van Houten mora em Amsterdã e não tem whatsapp.

Por diversas vezes me senti lendo um livro de Richelle Mead. A narrativa flui, vicia e te transporta para outro lugar. E as semelhanças no texto das duas, inclusive me fizeram deduzir que a norte-americana havia influenciado a escrita de Vanessa. Eu estava enganada. O livro começou a ser escrito antes do contato dela com a literatura sobrenatural de Mead. Talvez as duas se comuniquem por telepatia, talvez sejam... duas transmutadas. Já até vejo as duas "conversando" no meio da noite sobre poderes especiais e seres místicos.

O fato é que o livro é muito bom. Bem escrito e produzido com uma delicadeza ímpar. Da capa à diagramação o leitor se encanta. Ao início de cada capítulo temos uma página ilustrada com uma foto de Londres. Ah, Londres. Aquela cidade linda que todos desejamos conhecer está presente no decorrer do livro e cada descrição me levou para mais perto do Big Ben, da London Eye e dos pubs londrinos. Os personagens são muito bem construídos, apesar de serem muitos e cada um possuir um poder especial. Confesso que às vezes me confundi um pouco com tanta informação, mas a autora sempre dá uma recapitulada estratégica para nos situar.

Os transmutados são humanos que sofreram uma mutação genética e ganharam, por assim dizer, dons. Tem todo o tipo de poder: hipervelocidade, crescimento acelerado, domínio da sombra, telecinese, superforça, invasão de sonhos, entre outros. Cada um deles tem uma combinação de dons e cabe a eles decidir como usá-los. Como na vida real, poder gera problemas e responsabilidades e existe sempre o bem e o mal. Os transmutados que procuram fazer o bem são chamados de GoodPower. Em oposição os que se aproveitam dos outros, matam, torturam e fazem sofrer, os BadPower. Cada personagem vem de um lugar diferente do mundo, o que torna a narrativa bastante rica, inclusive no quesito idioma. Pode-se encontrar aqui e ali um termo estrangeiro para enfatizar a nacionalidade de cada personagem.

A trama gira em torno de Luísa, uma garota orfã que vê sua vida mudar completamente ao descobrir seus novos poderes. Ler mentes e sair do próprio corpo são apenas algumas das habilidades que a menina descobriu e no meio da confusão que é crescer, ela se vê perdida e se sentindo uma aberração. É quando ela encontra um clã de GoodPowers que aparentemente estava a sua procura. As intuições dos transmutados são fortes e eles sentiram que ela deveria fazer parte do clã, da família.

Os transmutados nascem predestinados a alguém e em certo momento de sua vida, têm uma visão com sua 'alma-gêmea'. Bem parecido com o que acontece em Crepúsculo, a questão do imprinting. Depois dessa visão nada permanece igual. Sua alma passa a desejar o outro pedaço que a completa e o transmutado sente o impulso de encontrá-la. Por muita sorte ou muito azar, Luísa tem sua visão logo nos primeiros meses de transmutação e se apaixona instantaneamente por um desconhecido. Ela não sabe nada sobre ele, exceto que vive em Londres.

Luisa começa então a correr atrás do amor da sua vida ou seu par predestinado, ela descobre que ele se chama Christian e é músico. O que ela não imagina é que esse amor vai levá-la a situações perigosas e desafiar tudo em que ela acredita. Como se não fosse o bastante, (ah, minha amiga Vanessa eu quero te matar por isso, kkk) Luísa ainda atrai a atenção de outros homens, alguns até bem próximos dela. Ficará a dúvida se a visão resistirá ao charme desses pretendentes e se tudo não seria menos complicado se ela conseguisse controlar seu coração.

Não vou dar spoilers, mas eu shippo Luísa com outros dois personagens, fora Christian. O mocinho, na verdade, não me conquistou, já as outras opções da garota são bem mais interessantes. Sim, ela tem quatro caras correndo atrás dela, porque triângulo amoroso é coisa do passado, baby.

Para encerrar essa resenha cheia de elogios só tenho a agradecer a Vanessa pela oportunidade de ler o livro antes de muita gente, pelo carinho na dedicatória e principalmente, por escrever um livro tão bom! O primeiro volume da saga Transmutados deixa um gancho (e que gancho!) para a continuação. Então, por favor Van, sente à sua mesinha de leitura e continue escrevendo o segundo volume para nós, porque eu tive uma visão com ele. É um pressentimento forte de que será tão bom quanto o primeiro.

"(...) Eu o amava. Amava um homem desconhecido.
Era tão injusto que o destino fizesse aquilo comigo. Que me vendesse um futuro aparentemente perfeito, e me fizesse acreditar e depositar esperanças em um homem nunca visto. Odiava sentir que eu já acreditava em nosso futuro feliz." (p. 71)

site: http://loveloversblog.blogspot.com
comentários(0)comente



Josy-chan 24/09/2014

Salve, Salve! O romantismo não morreu.
Vanessa Tourinho parece ser o tipo de autora que não demorará muito em levantar em seus livros questões femininas que atazanam nossas vidas há séculos. Então, todo amor vale a pena? Até que ponto devemos estar dispostos a lutarmos pelo nosso parceiro ideal? E será que existe mesmo predestinados? Existe futuro numa relação não construída, surgida do acaso?


Leia a resenha completa no blog Fic-Lovers

site: http://fic-lovers.blogspot.com.br/2014/09/resenha-transmutados-o-desconhecido.html
comentários(0)comente



lane 05/03/2016

Muito Bom
Gente sou fã de livros de ficção e ainda envolvendo romance,drama,e fora que tem muitas conversas engraçadas; Transmutados vol.1 está ótimo,nos leva a viver a história enquanto lemos e nos deixa cheios de expectativas quando não estamos.
O bom da maioria dos livros brasileiros é que sempre acontece em um cenário conhecido em uma cidade real e é isso o que prende o leitor, a gente se identifica.
A Vanessa Tourinho tem talento para escrever e desenrolar a estória, as vezes eu tive raiva de certos personagens principalmente da Luíza rsrsrs,mas essa é a graça é o que dá vontade de continuar até descobrir o final ou ler mais divagar para passar mais tempo com os personagens que aprendemos a gostar em tão pouco tempo.
Espero que o segundo livro saia logo, pois o final deixou aquele tipico suspense cheio de mistério.

#EuLeioNacionais Li,curti e recomendo!!!

site: http://falandodiferentesobrelivros.blogspot.com.br/2016/03/transmutados-o-desconhecido.html
Van Tourinho 28/10/2016minha estante
Hahahaha a Luísa dá muita raiva às vezes mesmo, mas não foi minha culpa! A bicha é rebelde desde o nascimento! Muito feliz em saber que você gostou. Obrigada pela resenha, ajuda demais!


lane 01/11/2016minha estante
Faço com muito orgulho!!!


Van Tourinho 01/11/2016minha estante
Obrigada! O livro dois tá em promoção.Qualquer coisa me manda mensagem.




Andreia Nogueira 01/08/2016

resenha de Transmutados - O Desconhecido
" A atração é muito forte, não há espaço para a racionalidade, quando se tem um alguém para amar, nada é mais importante que esta pessoa."

Como disse acima,me surpreendi muito com esse livro. Positivamente,claro! Uma leitura agradável, fluída e cheia de emoções...
PRECISO urgentemente do segundo livro. Por favor Vanessa!!!
Cada capítulo é aberto com uma frase de escritor famoso ou anonimo que tem tudo a ver com o que será contado.
Luisa é uma Transmutada. Um ser humano que "sofreu" uma evolução genética e por isso tem alguns "poderes". O dela especificamente é "ler os pensamentos" dos outros, mas ela tem alguns segredinhos na manga que ela só vai descobrir com o passar da história.
Luisa trabalha e estuda para poder sobreviver, pois foi criada em um orfanato. Não tem família a não ser sua "madrinha", que foi quem a ajudou dentro e fora do orfanato.
Um belo dia perde suas amizades exatamente por que essas amigas descobriram seu maios segredo, ser uma "leitora de mentes". Mas, nesse mesmo dia, ela acaba por atropelar um rapaz que ao entrarem sua vida vai lhe mostrar um novo mundo.
"Os laços de amizade são mais estreitos dos que os de sangue."
Esse novo mundo trará uma família e também um "destino" pré-estabelecido e ela terá que passar por muita coisa e rever seus conceitos conforme vai se descobrindo.
Sentia-me vazia, incompleta....Foi aí que entendi; meu par estava pronto para mim!
Li o livro em um dia. Ele estava na minha TBR da #MLI2016. Eu precisa contar para vocês o quento o liro é bom. O quanto nos faz pensar em nossas escolhas. O quanto por mais que amamos, o amor muitas vezes nos faz sofrer.
" Ser machucada pelo homem que se ama é algo difícil de ser perdoado, mas quando o que você sente é mais forte que a razão..."
É um livro cheio de ação, ousadia e reflexão... por isso, peço para lerem. Deem uma chance a literatura nacional, tenho certeza que não vão se arrepender. *-*
"...O universo conspira para que as coisas aconteçam..."
Super Recomendo!

PS: Amei o Joe!

site: http://sentimentonoslivros.blogspot.com.br/2016/07/transmutados-o-desconhecido-vanessa.html
Van Tourinho 28/10/2016minha estante
Sua linda! Que resenha maravilhosa, muito obrigada !




amanda.antonia. 06/12/2016

Leiam!!!! Esse é um daqueles livros que a gente quer que todos leiam!
A primeira vez que li O Desconhecido me apaixonei pela história, ao realizar a releitura nunca passou pela minha cabeça o quanto eu sentia falta desses personagens até começar a ler novamente. A sensação que tive foi de rever velhos amigos que são muito especiais, sabe? Aqueles que a gente não vê todo dia, mas quando encontra nada muda, pelo contrário, o sentimento de amor só se torna mais forte. Pois é! Foi exatamente dessa forma que me senti! ♥
Recomendo essa leitura para todos, a Vanessa tem uma escrita envolvente e muito delicada, além de claro ter momentos muito divertidos, tudo na dose certa. O Desconhecido é muito mais que uma história de romance! Sempre digo isso e torno a falar: Recomendo principalmente para quem não tem o hábito de ler!!!

site: https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/2016/12/03/viajando-entre-paginas-o-desconhecido/
comentários(0)comente



Arca Literária 10/01/2016

resenha disponivel no link http://www.arcaliteraria.com.br/transmutados-vanessa-tourinho/

site: http://www.arcaliteraria.com.br/transmutados-vanessa-tourinho/
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9