Manifesto do Partido Comunista

Manifesto do Partido Comunista Karl Marx
Friedrich Engels




Resenhas - Manifesto do Partido Comunista


126 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Renan.Lima 06/04/2019

Importante na história
Não é um leitura extraordinária, mas necessária para conhecimento político, filosófico e no campo da sociologia. Tem grande valor pois através dessa obra e entre outras do mesmos autores vieram novos pensamentos, métodos e filosofias, um marco importante na história, independente do seu posicionamento, leitura válida a todos que querem ter uma base de conhecimento, para importantes pontos sociais no contemporâneo.
comentários(0)comente



Felipe 26/03/2019

Leitura Importante.
Independente do seu posicionamento político nesse momento tão polarizado em nossa história, o Manifesto Comunista é e sempre vai ser uma leitura muito valorosa e que apenas tem a lhe acrescentar.

É muito bacana ler aqui reflexos de uma época tão distante mas que, cada vez mais, se aproxima do presente.

Particularmente achei muitas idéias presentes no manifesto um tanto rasas e, como muitos atestam, utópicas, mas tudo bem, no fim das contas o Manifesto não tem a pretensão de ser um guia ou algo do tipo, ele é, como o próprio nome já diz, apenas um manifesto de várias mentes inegavelmente privilegiadas e de suas visões sobre o mundo.

Em suma, trata-se de um documento histórico bem importante e, dependendo da edição escolhida para a leitura, bem rápida.
comentários(0)comente



davidplmatias 06/02/2019

Utopia.
comentários(0)comente



Will 20/01/2019

Explicação da cotização comunista
Este livro que, embora antigo, se mantém jovem nos dias de hoje e é uma excelente explicação do socialismo e comunismo. Pude entender as motivações do comunismo e suas ideologias. A partir da leitura deste livro, pude ter o conhecimento apurado para tomar uma posição com base no que acho correto e acredito. Ser de esquerda ou de dieta? Agora tenho a resposta a essa pergunta.
comentários(0)comente



Maykel M. de Paiva 14/01/2019

Antes de tudo, é preciso entender (e ler diretamente da fonte).
Me surpreendi lendo esse texto. Nada melhor do que ler as coisas diretamente da fonte. Me surpreendi porque há muitas sutilezas e noções que, tanto os críticos do marxismo, quanto seus adeptos, não comentam, nem explicam para aqueles que estão fora das discussões (pelo menos nas discussões mais corriqueiras). Também porque o preconceito e o ódio por Marx esconde, dos que não o conhecem, ou se faz esquecer, naqueles que conhecem, a sua excelente escrita. Realmente é preciso deixar de lado os achismos e os preconceitos para poder aproveitar a obra (não só essa, mas de qualquer outro pensador, mas Marx parece que é um daqueles que sofrem de um ódio gratuito), porque, querendo ou não, a sua capacidade analítica é maravilhosa. Não é um livro que pretende fundamentar o comunismo-marxiano, mas sim que parte daquilo que é dado na experiência concreta para poder pensar a condição das classes na sociedade capitalista. Nisso, o texto realiza o que se propõe: ser um manifesto, que provoca o leitor e apresenta o que é o comunismo, as noções e as questões que o envolvem. É uma introdução, o que de forma alguma faz o texto ser menos importante ou de menor qualidade. E nos tempos atuais (o que não é exclusividade nossa), em que muito se fala, se acusa, se difama, Marx e o seu pensamento, é importantíssimo conhecer o que ele realmente escreve, a maneira como entente o mundo e que se coloca a transformá-lo. Fazer isso é algo para além de concordar ou não; é simplesmente entender (o que não necessariamente seja fácil e instantâneo). É um autor admirável e importante que, seja para concordar ou discordar, terá que passar por ele e/para reconhecer isso.
comentários(0)comente



Silent Lulamoon 24/12/2018

socialmente importante
Acho que só o fato da leitura ser tão maçante já é um testamento à importância da obra; todos os argumentos encontrados aqui eu já vi um milhão de vezes em discussões na internet. Discutivelmente mais influenciador que O Capital.
comentários(0)comente



Fidel 22/12/2018

O ano passado foi o ano de centenário da Revolução Russa (1917-2017). Não foi uma data para comemorações da vitória do socialismo. Não houve o que comemorar, mas o que lembrar. Lembrar que ideias tem consequências. As ideias por trás da Revolução Bolchevique causaram a morte de milhões de compatriotas de Vladimir Lenin, seguida no mundo pelos mesmos objetivos e de igual ou superior dimensão em mortes. Essa foi a verdadeira face do comunismo e este é o seu legado.

Os números são assustadores. As autoridades por trás do comunismo mataram mais de 100 milhões. Uma contabilidade que mostra bem a natureza dos homens em números. Em todos os aspectos foi a pior tragédia da história da humanidade. Esses fatos nos deixaram grandes lições: que as ideologias matam mais que as doenças, mais que as catástrofes naturais, e que somos coniventes com essas mortes.

Em 1948 Karl Marx e Friedrich Engels publicava o Manifesto do Partido Comunista, uma cartilha que tinha como lema “trabalhadores do mundo, uni-vos”. Estava ali fundada a pedra que ergueria o império de Vladimir Lenin e Josef Stalin e que influenciaria intelectuais e líderes europeus, asiáticos e latinos a agirem com base no terror e genocídio, em nome da reconstrução do mundo e do surgimento do novo homem.

As ideias contidas na cartilha do Manifestos do Partido Comunista tiveram e continuam tendo consequências gravíssimas para a humanidade. O objetivo de reformar o mundo e o homem, apenas teve um desvio com a queda do socialismo em 1989, mas eis que este objetivo continua sob a face da Nova Ordem Mundial.

Homens de bom senso do mundo uni-vos, pois, o perigo que nasceu em 1917 a partir das ideias de 1948, é bem maior agora que antes. Precisamos acordar. A história se repetirá e desta vez outros milhões morrerão e a “natureza” e “as guerras” serão as culpadas, e se nada for feito, Marx e Lenin se regozijarão em seus túmulos felizes com a vitória.

site: www.leiologopenso.com.br
comentários(0)comente



J R Corrêa 22/12/2018

O Manifesto Comunista
Sua origem e essência é extremamente utópica, mentirosa, hipócrita e falaciosa.
Recomendo para fins de pesquisa e análises de comprovação o quanto o socialismo deseja ardentemente destruir a família e a sociedade.
O Comunismo prega a degradação dos valores, morais e costumes que compõem uma sociedade sã e articulada. O comunismo deseja a abolição da família patriarcal visando assim substituir liberdade por libertinagem.
O comunismo é morte!
Allyne 07/02/2019minha estante
Mds... sinto até pena.


Luan 07/05/2019minha estante
Excelente opinião!




milene 18/12/2018

Preciso ler novamente
O livro aborda temas básicos acerca do socialismo e comunismo, nada técnico. Alguns pontos importantes do livro senti que se perderam em meio aos exemplo, nem sempre, metafóricos utilizados . Acho que vale uma releitura da obra para ter um melhor aproveitamento da mesma.
Acredito que foi uma resposta de Marx e Engels aos críticos desse sistema, tanto que no livro há a presenta de algumas falas.
comentários(0)comente



paulo brümmer 09/12/2018

objetivo
sintetiza de forma simples os pensamentos de marx que - concordando ou não com eles - foram muito relevantes pra história da humanidade.
comentários(0)comente



Lívia 05/12/2018

Leitura importante
Mesmo que você não se "identifique" com o comunismo a leitura é muito importante por seu valor histórico.
Li em um dia, esse livro mexe com nossa cabeça, bastante persuasivo, você consegue entender como que muitas pessoas foram influenciadas por essa ideologia.
comentários(0)comente



Lamboglia (@estantedotibas) 01/12/2018

Essencial
Opa! Conclui esta leitura há uma semana e que por motivos razoáveis acabei relendo para um melhor entendimento da obra. O que posso apresentar é que é uma obra importante para o conhecimento histórico e da fuga do senso-comum. O comunismo é um movimento ideológico, assim, como também é o fascismo que não pertence a nenhuma posição política muito menos a um partido. Não quero me aprofundar muito sobre até porque não tem como, no entanto, recomendo à leitura para posse de conhecimento histórico. É uma leitura pequena, mas que se torna complexa devido ao seu contexto. Pretendo ler mais sobre para poder apurar mais sobre este movimento tão utópico (certas partes fazem tanto sentido) e tão endemoniado.
comentários(0)comente



Eller.JAnior 19/11/2018

10.Manifesto do Partido Comunista (1848)
Karl Marx, Friedrich Engels relatam como a Burguesia cria o mundo a sua imagem e semelhança, que segundo os autores somos instrumentos de trabalho da burguesia com custos variados de acordo com idade e sexo, e quanto mais a indústria moderna se desenvolve mais o trabalho dos homens é substituído pelo das mulheres, ao que tudo indica houve uma forte rivalizarão na Alemanha surgindo uma classe de socialistas burgueses que se auto afirmavam ser o modelo de gente perfeita.
comentários(0)comente



Jabez 03/11/2018

O equívoco descomunal de Marx.
comentários(0)comente



126 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |