O Rosto que Precede o Sonho

O Rosto que Precede o Sonho Maurício Gomyde




Resenhas - O Rosto que Precede o Sonho


103 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Renata CCS 09/09/2014

Sentimentos intensos, sinais do destino e muito rocknroll.
"Dont go chasing after butterflies when everything you want is right here by your side." (Butterflies - Norah Jones)

O ROSTO QUE PRECEDE O SONHO nos apresenta Tomas Ventura, um músico de 36 anos apaixonado pela vida, que vive tudo intensamente e é extremamente emotivo quando se trata de assuntos do coração, embora relute em demonstrar. É extrovertido, inteligente, brincalhão e amigo para qualquer hora. Tomas possui também um dom, uma espécie de premonição através de sinais que a vida vai deixando pelo caminho. E ele aprendeu a da atenção e a interpretar esses sinais após a morte de seus pais que, segundo ele, poderia ter sido evitada se ele tivesse consciência de seu dom antes do acidente.

Após uma desilusão amorosa, Tomas vai lamentar-se no sedo de seu amigo Benjamim, e lá conhece a bela Aurora de um jeito nada convencional: entram em uma disputa acirrada de quem entende mais sobre música para arrematar um LP misterioso. A partir daí, Tomas vê seus dias transformados em uma verdadeira maratona para conquistar a mulher de seus sonhos. Aurora acaba fazendo com que Tomas se sinta totalmente tocado por uma experiência de companheirismo e amor que nunca havia experimentado.

De uma forma singela e doce, o livro fala sobre a força que o destino opera em cada pessoa, de que nada do que ocorre em nossas vidas é por acaso e de como alguns acontecimentos surgem para trazer de volta perspectivas abandonadas. Um outro ponto forte da narrativa são as inúmeras menções sobre o que desejar da vida e de como desfrutá-la ao lado das pessoas que amamos.

Sentimentos intensos, sinais que explicam a ordem e a lógica da vida, e muita música são três dos pontos fortes e mais importantes do livro. Para quem é fã de rock, dá para se esbaldar com a infinidade de referências e citações incríveis que a obra carrega. Diria que é um livro para ser lido e ouvido.

A escrita de Maurício Gomyde é simples, direta, nada rebuscada, com diálogos bem construídos e estruturados. O autor nos presenteia com um amor forte, tocante e convincente, sem ser presunçoso.

Em meio a barcos e borboletas, com poucas páginas, mas com um conteúdo repleto de significados, O ROSTO QUE PRECEDE O SONHO é um livro regado a sentimentos e situações comuns do nosso dia-a-dia que poucas pessoas notam, e que faz refletir sobre o que é o amor e sobre as pequenas grandes coisas da vida.
Luísa LJ 10/09/2014minha estante
Eu amei esse livro! Chorei no final.
Adorei a sua resenha, muito linda!


Mare 19/02/2015minha estante
Melhor livro do Maurício Gomyde na minha opinião. Chorei litros. Concordo plenamente com a tua resenha.




Fernanda 03/11/2012

Resenha: O Rosto que precede o sonho
LINK DA RESENHA E POST COMPLETO: http://segredosemlivros.blogspot.com.br/2012/11/resenha-o-rosto-que-precede-o-sonho.html


Resenha: Nunca havia lido nenhuma obra do autor Mauricio Gomyde, e estava ansiosa para começar a ler este livro. Com uma leitura ágil e uma diagramação excelente, O rosto que Precede o Sonho me encantou do inicio ao fim, e é uma leitura que te prende facilmente. A narrativa é tão emocionante e envolvente que faz com que tenhamos a vívida sensação de estarmos cada vez mais próximos aos personagens. Tudo parece ser tão natural e real, e essa é uma das várias características que precisam ser destacadas, em um instigante trabalho incrível.
Na história, conhecemos Tomas Venturi, que tem uma vida tranquila, e aos 32 anos de idade, escolheu viver em um veleiro oceânico, que flutuava sobre o lago de Brasília, ancorada na Marina Norte, e trabalhava como compositor.
O caso é que Tomas era muito sensível e acredita fielmente em sinais. Ele acha que recebeu vários, no dia em que houve um trágico acidente, em que seus pais vieram a falecer. E se culpa por não ter dado a devida atenção aos tais sinais. Será que ele poderia ter evitado o que aconteceu? A partir disso, ele se tornou um homem muito solitário, a espreita de novos sinais, e que ele consiga intervir se algo de ruim acontecer novamente.

“No dia em que Tomas Ventura recebeu o convite para participar da trilha sonora de um grande filme de Hollywood, a proposta de trabalho da sua vida, ele decidiu dizer “não”...”. Pg.11

O livro tem um toque bem humorado e romântico, o que o torna, a cada página, mais cativante ainda. Quando ele acha que recebeu um sinal, embarca numa linda história de amor com Aurora, que o conquistou com um simples olhar. Depois de sofrer várias decepções incluindo uma traição de sua ex namorada Helena, e outros problemas, Tomas está decidido a conhecer mais a menina dos olhos cor de mel, como ele mesmo a denomina.

“Há muito tempo Tomas não ficava daquele jeito, como o adolescente que se prepara dias para a festa do final de semana em que encontrará o primeiro amor. Ele contou as horas para a sexta seguinte, o dia em que a menina dos olhos cor de mel tinha dito que voltaria ao sebo. Foi só nela em que conseguiu pensar.” Pg. 49

Aurora era fotógrafa da National Geographic, tinha gostos parecidos com o de Tomas, e aos poucos o clima de romance toma conta do casal. Por esse motivo, ele resolve aceitar um novo emprego e se submeter a tudo que possa surgir de imprevistos no caminho. A própria escrita de Mauricio é como se nos passasse uma melodia doce, que nunca queremos que tenha fim. Nos mais diversos detalhes, é possível perceber o quanto há uma ligação e interação muito forte entre a história x leitores. Por esse lado, nós ‘leitores” refletimos o fato da importância dos momentos em nossa vida tão curta, e mesmo que cada momento tenha uma duração curta, o que devemos saber e levar em consideração é agradecer pelo motivo de ter acontecido de verdade. O livro tem um final marcante, e confesso que fiquei muito emocionante com o desfecho. Tão surpreendente e com seu próprio drama, O Rosto que Precede o Sonho nos apresenta um belo cenário e uma digna história de encontros perfeitos, amor, conquista e um segredo que nos é revelado logo nas últimas páginas.

"E, mais uma vez como tantas nas últimas semanas, foi o rosto dela que precedeu seu sonho."
P.93

LINK DA RESENHA E POST COMPLETO: http://segredosemlivros.blogspot.com.br/2012/11/resenha-o-rosto-que-precede-o-sonho.html
comentários(0)comente



Rafa 09/12/2012

Resenha - O Rosto que Precede o Sonho - Maurício Gomyde
Confesso que foi uma das leituras mais gostosas que tive no ano até agora, uma mistura de emoção e mistérios, eu virava uma página e pedia mais, era tudo muito rápido, muito nítido.

O Rosto que Precede o Sonho conta sobre a vida de Tomas Ventura, um jovem compositor de sucesso, sua última trilha sonora tinha feito do filme um sucesso mega estrondoso no Brasil todo, ele tinha muitos amigos, e somente um sabia tudo sobre ele, Benjamin (BJ), o cara que sempre estava disposto a ajudá-lo em qualquer momento. Quando seus pais morreram num acidente de avião se isolou por meses em mar aberto, começou a refletir sobre o sinal da noite anterior que precedeu o seu sonho...

Depois de uma decepção amorosa, decidiu não mais se aventurar nas paqueras e nem mais compor para nenhuma trilha sonora de filme, até que tudo muda, seu mundo não é mais o mesmo desde que passou a conhecer a menina dos olhos cor de mel, a menina no qual tornou sua vida completamente, mais alegre e mais divertida, ela é uma jovem de 25 anos, estava no Brasil fotografando e desvendando as borboletas... Tanto Tomas quanto a menina costumava citar pedaços de letras das músicas, eles aproveitavam cada momento especial que tinham, o sol ia embora, mas se iria voltar amanhã isso já não sabiam... Tomas tinha acabado de receber uma proposta que poderia mudar sua vida, fazer uma trilha sonora de um filme internacional não seria nada fácil, mas não impossível, ele tinha o dom, só precisava achar a inspiração certa, talvez seja um sinal, talvez não... Ele vai aceitar?

O que mais achei interessante no livro foi a forma como o autor descrevia a história, um toque suave e simples, não enrolando o leitor com o próximo capítulo, assim evitando detalhes supérfluos. Mas o ponto negativo que achei relevante destacar aqui, foi a falta de mais, não sei se seria mais detalhes, mais páginas, mais acontecimentos, mais... Poderia ser os supérfluos mesmo, só sei que percebi até o findar da leitura que o autor disparou rápido demais nos acontecimentos, até poderia crer que estava diante de um resumo, mas não, e eu queria aproveitar cada página, cada diálogo dos personagens fofos que adorei. Um pena que acabou tudo tão rápido.

Todos nós, leitores e fãs do autor sabemos que o mesmo é fera na escrita, a revisão está muito boa, só vi um erro de digitação, olhe lá... A diagramação está perfeita, os detalhes nem se fala, o autor se preocupou bastante com o fechamento desta edição do livro, dá pra notar pelo belo trabalho da capa.

O Rosto que Precede o Sonho vai te fazer chorar, rir e sentir raiva ao mesmo tempo. Eu senti muita raiva do Tomas, algumas atitudes dele que eu não concordava, porém deixava passar, mas em relação à garota dos olhos cor de mel, que não revelarei o nome, achei-a muito sem graça, falava sempre o que Tomas gostaria de ouvir, parecia um sonho aos meus olhos, quer dizer aos olhos dele...

Posso indicar a leitura pra todo mundo, destaque para o livro: o autor tem um bom repertório musical, soube usar bem a ordem cronológica dos fatos, talvez nesse livro você encontre a trilha sonora da sua vida, assim como já estou tentando criar a minha.
Virgínia 09/12/2012minha estante
Tenho esse livro que ganhei em uma promoção que o autor vez mas não tive tempo de ler por causa da faculdade, mas agora que estou de férias com certeza irei.


Gladys 09/12/2012minha estante
Li várias resenhas mas ainda não me decidi em relação a leitura.

Esse livro dividiu as opiniões mesmo, rs.


09/12/2012minha estante


Li apenas um livro deste autor, O Mundo de Vidro, e gostei muito! É uma leitura gostosa e que flui facilmente. Parece que acontece o mesmo com este aqui. Não sei se neste há o toque irreverente e divertido que encontrei no outro livro. Espero que sim. Vou ficar na expectativa para ler ^^

Bjs
@Tibiux


Manuella 10/12/2012minha estante
Ainda não li nenhum livro do autor. Gostei da sinceridade da sua resenha. Mas, se a leitura é rapidinha e a gente fica com vontade de mais, é boa pra ler entre duas leituras mais exigentes. Essa fica como um respiro, um sonho gostoso que prepara para um próximo livro.


Ju 12/12/2012minha estante
Eu não gosto nem um pouco quando fico com essa sensação de que faltou alguma coisa sem saber exatamente o que... rs... Só li O Mundo de Vidro do Maurício, mas tenho os outros dois livros e estou louca pra lê-los!! Acho que os três têm estilos bem diferentes, apesar de parecer que têm em comum a música, que é uma das paixões do autor.


Jayme 18/12/2012minha estante
Eu recebi o ebook desse livro direto do Mauricio Gomyde e logo logo vou ver se consigo ler.
Adorei a sua resenha, e em muitos livros que eu leio, eu também sinto essa mistura de sensações, e é mais engraçado quando elas vêm ao mesmo tempo!
Abraço




Anna Laitano 18/01/2013

Surpresa agradabílissima
Entre os livros já publicados do autor Maurício Gomyde, este foi o que escolhi para começar a conhecê-lo. Pela curiosidade, passeie este livro na frente de vários outros da minha lista, fazendo dele a minha o primeiro livro que li neste ano. Contudo, confesso que foi uma surpresa revigorante e muito boa tê-lo escolhido. Dificilmente eu teria feito uma escolha mais acertada para ser minha primeira leitura do ano. Motivo pelo qual a escolha foi tão acertada? Cada vez mais acredito no talento dos autores nacionais.

Os personagens que o autor criou são divertidos, interessantes e críveis. É bom ver personagens que poderiam ser qualquer pessoa, para variar. E, mesmo assim, eles nos cativam, emocionam e nos fazem torcer por eles. Além disso, os cenários são bastante agradáveis e diferentes. Do lugar onde Tomas mora, até os passeios, tudo é bastante original ou pouco visto anteriormente, o que é algo que faz falta atualmente.

No quesito romance, achei tudo satisfatório. Não é nada muito forçado, mas também não fiquei particularmente apaixonada pelo casal. Em contrapartida, gosto da forma como eles se relacionam e das brincadeiras particulares deles, como o “te chamo”.

A narração é leve, fácil e por vezes me fez dar algumas boas risadas. O enredo é muito bem construído, de forma que no clímax você se surpreende ao perceber o cuidado que o autor teve em construir toda a história com atenção para que tudo levasse àquele lugar. Não há como terminar o livro sem admirar Gomyde. Especialmente, a forma como a música é essencial em sua história e conecta tudo.

A diagramação é bem feita, as páginas são de cor creme e o espaçamento e fontes não são nada cansativos. Pelo que me recordo, encontrei um ou dois erros, no máximo. Além disso, alguns capítulos ficaram com a numeração do lado interno da folha e às vezes eu achava que tinha pulado ou que estava faltando algum capítulo, por não percebê-los, mas fora isso, nenhum problema. Na verdade, nem esses foram nada demais, apenas uma observação mesmo.

Houve apenas uma coisa que não me deixou tão empolgada: O uso bastante presente de gírias. Sei que isso torna os personagens mais reais, porque ninguém no mundo real fala coisas como “falar-se-ia”, ou coisas do gênero. Porém, não acho que colocar “estou” ao invés de “to”, constituiria um grande problema para a caracterização deles, tampouco. Ainda assim, nada que tire o valor da história em si, claro.

Maurício criou uma história doce e divertida, sem personagens extremamente idealizados, com uma trilha sonora que agradará até aos mais exigentes, um enredo surpreendente e muito bem construído, e um romance adorável. Com certeza, recomendo e muito!

Para mais resenhas, acesse: www.queridaprateleira.com.br
comentários(0)comente



Ju 24/01/2013

O Rosto que Precede o Sonho
Eu gostaria MUITO que a primeira página desse livro não existisse. Porque, assim, eu teria me entregado à história. Mas aquelas poucas linhas fizeram com que eu decidisse não deixar isso acontecer, mesmo inconscientemente. Sabia como tudo ia terminar, e não queria sofrer.

Ou seja, pela primeira vez, senti que não faltou nada no livro; pelo contrário, sobrou. Por mim, ninguém leria esse primeiro capítulo. Mas eu não sou a autora, e respeito muito o trabalho do Maurício, que inclusive é parceiro aqui do blog.

Então, só lamento por mim, que talvez tenha percebido algo que não devia ou, talvez, apenas não tenha tido a capacidade de compreender como esse capítulo é importante para a história. Que, por sinal, é linda - mesmo que eu não tenha me envolvido com ela. A história de como um amor deveria ser.

"A gente diz tanta bobagem por aí, e na hora do mais importante ficamos com vergonha? Não devemos ter medo de expor os sentimentos, lembre-se sempre disso."

"- Ela mexe comigo de um jeito que ninguém jamais mexeu. Me deixa meio bobo, infantil, ao mesmo tempo corajoso, esperto, com vontade de viver. Há um ditado que diz: "Ponha tuas máscaras para eu te conhecer melhor". Mas com ela é diferente. Posso largar sem medo todas as máscaras que tenho e, ainda assim, ser totalmente eu."

Duas pessoas que se encontram e se tornam essenciais uma para a outra, e que dividem seus mundos, suas vidas. Duas pessoas que não têm medo da felicidade. Que decidem se arriscar e ver o que a vida lhes reserva.

"- Todo mundo tem suas inseguranças, mas alguns tentam escondê-las. E não percebem que é ali onde ficam as melhores partes.
- Nas inseguranças?
- Aham - ele balançou a cabeça.
- É uma teoria... e por que motivo acha que devem ser reveladas?
- Porque é só assim que se conhece a pessoa que está na frente."

Tomas Ventura é um músico, um compositor de trilhas sonoras. Aurora, uma fotógrafa. Se conhecem em uma loja de discos (é mais que isso o lugar, mas a parte dos discos é que é importante para a história). Em uma luta pelos melhores LPs, acaba por surgir um amor que não tem como ser ignorado.

"Num passe de mágica, o destino muda a direção."

O livro me arrebatou nas páginas finais. Passado o fato que eu tentava evitar, não consegui mais me manter forte. Chorei, chorei e chorei de novo. O Maurício acabou comigo. Só fico triste por isso não ter acontecido desde a primeira linha.

"- Mas me deixa falar das borboletas. Elas têm uma história muito bonita, quer ouvir?
- Claro!
- É que, em muitas culturas, elas são a representação da alma humana. O sentido de reencarnação, metamorfose, passagem de um estágio a outro, evolução, crescimento. E têm as duas etapas: primeiro a da lagarta, presa, contida, feiosa, fundamental para a seguinte, em que vira o mais belo inseto e ganha o mundo ao alcançar a liberdade e cumprir seu destino."

Postada originalmente em: http://entrepalcoselivros.blogspot.com.br/2013/01/resenha-o-rosto-que-precede-o-sonho.html
Kelry 03/02/2013minha estante
A resenha é bem interessante, a historia é bem comovente e emocionante.


Jhelp 03/02/2013minha estante
Eu quero tanto ler esse livro, eu não li nada do autor ainda, mas tenho a maior vontade. Pela sua resenha esse é o tipo de história que eu gosto, espero poder ler em breve.


Mih 04/02/2013minha estante
Não li ainda nenhuma obra do autor, mas simplesmente me apaixonei por esse livro.
Um leitura emocionante.
Vou lê-lo com certeza


Paula Zawatski 06/02/2013minha estante
Cara, parece ser mt romantico, tipo na parte da loja deve ter sido comico.
Quero ler pq qr saber o pq de: O Mauricio acabou comigo.
?
hahah, mas deve ser mt bom


Michelle Ladisl 08/02/2013minha estante
Há um certo tempo estou lendo várias resenhas do autor =)
A cada resenha me apaixono por seus livros =)
Obrigada por mais uma resenha tão gratificante =)


Thaís 10/02/2013minha estante
Nossa parece que esse livro é lindo, pena q parece q o inicio n é tao bom... :/ Axo q vou ler!


Lua 11/02/2013minha estante
Adorei a resenha! a dica desse livro é ignorar o 1º capitulo posso fazer isso, eu achei ele muito lindo, pelo o que você descreveu. =D


Ana Paula 17/03/2013minha estante
Adorei a resenha e achei esse livro maravilhoso....Tudo começa pela capa, que é linda; o título também é instigante, e o conteúdo, nem se fala!!!! Foi uma leitura envolvente e emocionante....


Thamara S. 19/03/2013minha estante
Amei a história, com certeza eu choraria...
O casal é simplesmente perfeito, assim como a capa que é linda adorei as borboletas em volta do barco e amei o trecho final da resenha, já fiquei tocada pela história...


Adriane Rod 29/03/2013minha estante
Eita, se te fez chorar eu quero ler o livro e essa capa me conquistou.
Amo livros com finais tristes, são os meus favoritos.


Baah 11/04/2013minha estante
quando li esse livro me emocionei demais, fiquei comovida .. é emocionante!


Dani 13/04/2013minha estante
Eu já li esse livro e gostei bastante da história, achei o autor super talentoso e a história original, embora não tenha me apaixonado... e no fundo, senti o tempo todo que o autor montou o personagem principal super baseado em si mesmo.




Kyanja 16/07/2012

"Sinais do destino nas asas de uma borboleta"
“O rosto que precede o sonho” é mais um romance com a marca registrada de Maurício Gomyde, misturando elementos que agradam a todos os seus leitores: amor, romance, música, mistério, drama, escolhas e destino.

Ao final de sua leitura, que realizei de maneira ágil, ininterrupta e emocionada, várias questões me cruzaram a mente: podemos antecipar o rosto que irá embalar nossos sonhos mais caros, como sugere o título do romance? Podemos reconhecer os sinais do Destino, ou − independentemente disso − ficamos à sua mercê: sem liberdade de escolhas? E quem fugir de seu destino, acaba por arcar com o peso das escolhas – ou será sempre conduzido ao inevitável encontro dele?

Os protagonistas dessa bela história de amor são Tomas Ventura, músico que “levava uma vida quase perfeita, cercado por tudo que sempre quis: um violão, um telescópio, muitos discos bons, amigos, um emprego de sonhos e uma casa que flutuava” e Aurora, uma jovem fotógrafa da National Geographic, residente em Washington, e de passagem pelo Brasil para realizar registros fotográficos de borboletas do Cerrado. O drama oculto de Tomaz, em contraste com a leveza do esvoaçar de borboletas, fonte de estudo de Aurora, mantém o leitor cativo dessa narrativa envolvente. Somos levados a pensar no próprio sentido da vida por meio da metáfora da borboleta, “a representação da alma humana. O sentido de reencarnação, metamorfose, passagem de um estágio a outro, evolução, crescimento. (...) as duas etapas: primeiro a da lagarta, presa, contida, feiosa, fundamental para a seguinte, em que vira o mais belo inseto e ganha o mundo ao alcançar a liberdade e cumprir seu destino.”

Quando Tomaz acreditava que nada mais poderia esperar da vida, ele se apaixona e, em nome desse sentimento forte, visceral, é impelido a aceitar um trabalho desafiador, que é também uma homenagem de amor ímpar: desenvolver a trilha sonora de um filme de Hollywood cuja melodia imortalizará o seu sentimento pela mulher amada.

Vários sinais do destino se interpõem por meio de biscoitos da sorte chineses que trazem mensagens do destino reservados a Tomaz e Aurora; letras de música que conectam a momentos específicos da vida de Tomaz; até a revelação final: o sentido maior da existência.
comentários(0)comente



Milla Cinemaniac 06/04/2020

Clichê, mas intenso!
Lindo o livro escrito pelo querido Maurício Gomyde. Intenso porque é uma história de amor puro, daqueles que a gente acha que nunca vai encontrar e de repente aparece bem na sua frente e você perde o fôlego! Pois é... E o desfecho e clichê, mas é lindo e emocionante! Chorei lendo, coração até doeu! Adoro clichê! Rsrs E sou fã das histórias do Gomyde. Vamos prestigiar esse brasileirinho querido? Recomendo!
comentários(0)comente



Lua 25/03/2013

Um romance marcante, impossível de largar, O Rosto que Precede o Sonho me emocionou e me sensibilizou por completo. Fiquei apaixonado pela forma como o autor escreve e pela sensibilidade que deposita em sua história.

A história te prende, emociona e surpreende. Recomendo para todos, vale a pena velejar com Thomas, o protagonista, e rir dos diálogos e ver esse romance ganhando vida. Tudo isso com um cenário fantástico e poético.

É claro que não posso me esquecer de citar a incrível “trilha sonora” do livro que conta com The Beatles, Lynyrd Skynyrd, Queen, Green Day e muitas outras bandas!
comentários(0)comente



livros.let 12/07/2020

Que livro mais lindo!
Um romance incrível, leve, divertido, feliz e único, cheio de lições e aprendizados.
Não consegui parar de ler até acabar o livro, leitura que me deixou cheia de amor e alegria.
Apesar de já esperar o final, não esperava que fosse desse jeito e desabei chorando.
comentários(0)comente



Silvana Gomez 22/03/2014

Lindo, lindo, lindo, lindo, mil vezes lindo.
Só isso que posso dizer, porque a minha vontade era de encher de spoiler essa resenha.
Não deixem de ler.
comentários(0)comente



Beatriz Gosmin 21/07/2012

Resenha por Beatriz Gosmin - www.livroseatitudes.com.br
--
Este foi o livro do Mauricio que mais me tocou. Todos eles me marcaram de alguma forma (por isso coloquei nos favoritos), mas este foi algo mais profundo.

O livro é narrado em 3ª pessoa, e logo somos apresentados ao personagem Tomas Ventura, um homem que mora em um barco à vela, numa Marina. Tomas é um músico de sucesso e que já teve uma de suas composições usada como trilha sonora de um filme ganhador de oscars, mas atualmente vem rejeitando todas as propostas de emprego que recebe. Sua namorada acabara de terminar com ele também, e por isso decidira não mais se apaixonar.

Porém, na loja de discos de seu amigo Benjamin, o BJ, ele acaba disputando um disco com uma moça (os dois o pegaram juntos e nenhum dos dois resolve ceder), o que os leva para uma batalha de bandas (os dois tinham que montar uma banda fictícia e a melhor ficaria com o disco) para ver quem sabia mais sobre música, porém, BJ dá como empate e os dois resolvem deixar o disco e ouvir outro dia juntos na loja.

Tomas percebe que está apaixonado pela moça que nem mesmo sabe o nome, e isso o faz ficar contando as horas para o próximo encontro.
Então começam a se conhecer melhor. E logo Tomas tem certeza que Autora, a linda fotógrafa apaixonada por borboletas, era “A” mulher que esperava, e não mais “UMA”. O único problema (?) era que ela partiria a trabalho dentro de um mês.

" - E se o assistente disser que está morrendo de vontade de beijar a chefa? É caso de demissão?
Aurora aproximou-se. - Depende.
- É? - ele se aproximou mais ainda. - Depende de quê?
- Se o beijo for bom, ela pode até dar um aumento. "

Acredito que as pessoas gostam de um livro de acordo com o que ele lhe transmite e não simplesmente como um todo imutável e perfeito. E o que me fez colocar este livro entre meus favoritos foi exatamente isso: algo simples que me marcou. E este algo foram os personagens principais: o jeito deles, o modo de viver a vida dos dois. Mas deixe-me explicar:

Tomas e Autora são duas pessoas que acima de tudo, são bem humoradas. Juntos construíram conversas simples, harmoniosas, engraçadas, apaixonantes. Levam a vida sem medo do que pensam sobre eles, agindo como bobos e fazendo brincadeiras.
O livro todo é escrito de maneira simples, nada muito formal como “Está tudo bem?”, mas frases como “Tá tudo bem aí?”, do jeito que utilizamos mesmo, e isso é um fato que nos faz se identificar muito com o livro.

Eu poderia colocar várias e várias frases das conversas deles, mas todas são interessantes então não pude escolher. Só posso dizer que você vai olhar para eles e pensar “Puxa, eu gostaria de conhecer estes dois!”.

Coloquei aquele ponto de interrogação (?) ali em cima na resenha porque existem outras coisas que acontecerão, mas seria um spoiler se eu escrevesse aqui. Então fiquem curiosos...

Agora, acho que usarei os dois (Tomas e Aurora) como inspiração para mim. Eles conseguiram ser tudo o que eu gostaria de ser e ver os outros serem, me fizeram rir, torcer, chorar. E conquistaram um lugar na minha mente como o casal fictício mais real e "de bem com a vida" que já conheci.

" - Futuro é algo que não planejo - Tomas maneou a cabeça - Trato sempre por uma perspectiva diferente. Onde estarei no final do dia? Essa é a questão. Gosto daquele ensinamento que diz que devemos aproveitar o caminho, e não esperar o final dele para sentir prazer. "

Confira a resenha no blog também:

http://livroseatitudes.com.br/2012/07/resenha-o-rosto-que-procede-o-sonho-mauricio-gomyde.html

comentários(0)comente



Tathi (@Doidosporserieselivros) 31/12/2020

Ao entrar em um sebo na cidade de Brasília, Aurora conhece Tomas, um músico solitário que acaba de ganhar um pé na bunda monumental.
Em uma situação inusitada eles percebem que tem gostos em comum, porém Aurora vai embora sem revelar nem ao menos seu nome, fazendo com que ele acredite que não irá ver ela novamente.
Porém a vida está cheia de sinais que irão os levar um para o outro.

📖🎵" Não existe a palavra "tarde" se algo tem que acontecer"

Com uma ambientação única e usando de uma narrativa cativante o autor faz com que suspiremos com cada cena.

Aurora é tão envolvente que o próprio leitor fica louco para saber mais sobre ela, e Tomas parece aquele tipo de pessoa que por ter sofrido um baque grande cedo na vida, consegue enxergar além das aparências e além dos desejos momentâneos.

O clima de clássicos do Rock é mais um destaque da trama, por muitas vezes me senti dentro de uma loja de discos e livros velhos, o que acabou sendo muito legal.

O final não convencional me arrancou lágrimas e aquele choque gostoso que temos quando realmente não percebemos o destino dos protagonistas.

Realmente gostei muito desse livro, tanto da maravilhosa escrita do autor (já fiquei fã demais), quanto da trama rica e bem elaborada.
Recomendo demais!
comentários(0)comente



Simone 09/04/2020

Um enredo clichê e perfeito! S2
Esse é o terceiro livro do autor, e meu primeiro contato com um de seus textos... E desde já adianto: "Tornei-me fã do Maurício e leio até mesmo a sua lista de compras..." o/

O ROSTO QUE PRECE O SONHO é uma trama acolhedora, daquelas que te hipnotiza, colocando-o dentro da história, sentindo o que os personagens sentem. A história, apesar de clichê, é muito bonita e leva consigo lindas mensagens. Com mais diálogos do que narrativa e um enredo (às vezes) um pouco mais lépido, ainda assim o autor conseguiu dar vida a uma belíssima e enternecedora história, com personagens que grudam na pele, e uma narrativa magnetizante. Eu me apaixonei pelo casal Tomas e Aurora, tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais, cada qual com sua singularidade. Os personagens secundários, em especial Benjamin, me ganhou logo de cara (confesso que queria saber mais sobre ele). Os capítulos finais têm uma grande e dilacerante reviravolta, algo que quebrou o meu coração, mas que tornou o desfecho ainda mais perfeito. Se essa era a intenção do autor, ele está de parabéns. Se eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI... EU AMEI!!! 💘💘💘 E agora, mais do que nunca, quero ler as outras obras do autor. Por fim, para quem curte uma história leve e curta, com uma belíssima mensagem, essa é uma excelente pedida. o/

P.S.: Confira a resenha completa no link abaixo.

site: https://simonepesci.blogspot.com/2020/04/falando-em-o-rosto-que-precede-o-sonho.html
comentários(0)comente



Adriana 22/06/2020

Piegas
....Então não gostei.
Mas isso não querdizer que o livro não seja bom....
Eu é nao gosto de romance, óbvio, com final obvio.....
Muito simplorio..., gosto de livros densos e escritos de forma mais rebuscada....
Sei lá.....
comentários(0)comente



Eduarda 06/08/2020

Tomás é um jovem e sonhador compositor de trilha sonoras que vive sozinho em Brasília. Bom, não totalmente sozinho, pois a represa sobre a qual vive, as estrelas que vê através de seu telescópio e seu violão, são seus companheiros. Apesar de, além disso, ter muitos amigos, Tomás sente falta de uma conexão mais real com alguém, pois perdeu seus pais há alguns anos numa tragédia de avião.
Tudo muda quando ele conhece a fotógrafa Aurora, alguém que irá fazê-lo sentir que, apesar de todos os infortúnios, cada segundo vale a pena ser vivido.

Já faz muitos anos que eu li um livro do Maurício Gomyde. Uns oito, creio eu, que acho que é há quanto tempo eu tinha esse livro na prateleira. Fico feliz por ter escolhido ele para ler.
A escrita do Maurício é muito gostosa. É leve, é dinâmica e dosa comédia, romance e drama na medida. Por razões que eu nem penso em revelar, já que seria um baita spoiler, esse livro me lembrou um pouco os romances do Nicholas Sparks, apesar de, na minha opinião, ser melhor. Começa pelo fato de que não é muito comprido; a escrita vai direto ao ponto e não cria situações para “encher linguiça” na trama.
O cenário é 100% brasileiro, aquele Brasil moderno e urbano, que eu fico muito feliz quando vejo, já que muitos autores nacionais se dedicam a escrever livros que não se passam no Brasil ou sequer têm personagens brasileiros (nada contra, por sinal, mas eu sou fã de algo mais “local”). Apesar de o romance em si - entre o casal - não ser muito bem o estilo que eu gosto, curti, e fiquei muito desejosa de ver uma adaptação cinematográfica. Quem sabe um dia?

"O Rosto Que Precede o Sonho" me deixou com muuuuita vontade de ler todos os livros desse autor, que eu recomendo demais. Você vai se surpreender e, sem dúvidas, se apaixonar.

site: https://donaguardia.tumblr.com/post/625713458044862464/o-rosto-que-precede-o-sonho-maur%C3%ADcio-gomyde
comentários(0)comente



103 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7