Poliana Moça

Poliana Moça Eleanor H. Porter ...




Resenhas - Poliana Moça


24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Fernanda 15/11/2012

Um livro que não te deixa!
Lembro bem que quando minha mãe chegou em casa com ele nas mãos eu quase tive um surto rsrs e digo que literalmente eu não dormi quando o tinha em minha posse porque ele não é aquele livro que te deixa respirar sabe?! é aquele que vc qr devorar pois prende totalmente a sua atenção! E posso dizer que minha experiência pessoal com ele foi maravilhosamente fantástica e que um dia irá se repetir já que espero revê-lo EM BREVE :))))
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



J R Corrêa 07/01/2019

Pollyanna Moça
O cenário de Pollyanna é Beldingsville, no Estado de Vermont, nos Estados Unidos. Depois que seu pai, um pastor já viúvo, morre, a garota Pollynna Whittier se muda para a casa de sua única parente viva, sua tia miss Polly Harrington. A irmã de sua mãe é uma mulher fria, dura e a recebe apenas porque achava que era o seu dever. Apesar de morar em uma casa imensa, miss Polly coloca a sobrinha num quartinho no alto de uma escada, sem quadros, sem tapetes, sem cortina. Mas a garota não se entristece e encontra motivos para se alegrar ? é seu Jogo do Contente, ensinado pelo pai. Ela fica feliz, por exemplo, por seu quarto não ter cortinas para encobrir a linda vista.

A relação com tia não é fácil. A dureza de miss Polly choca cotidianamente com o afeto de Pollyanna, que se envolve com todos a sua volta, dos funcionários que trabalham na casa às pessoas que vivem na cidade, e ensina o Jogo do Contente.
comentários(0)comente



Dri F. @viajecomlivros 13/05/2018

Poliana cresceu. Mas o livro continua incrível na minha opinião hehe.

Se você se encantou com Poliana e seu jogo do contente, essa continuação ainda vai manter esse sentimento de gratidão em você.
A cidade em que ela vive se modificou depois que ela ensinou a todos o seu jogo. Agora ela é uma adolescente muito amada e que recebe um convite para passar um tempo em Boston e ajudar alguém que precisa muito.

Mas em uma cidade maior ela vai descobrir como as pessoas podem ser indiferentes e frias em relação ao próximo. E muitas aventuras vão acontecer com nossa heroína.

De uma chance para esse livro. Se ele não mudar sua vida, vai ser uma leitura que vai te dar muita alegria, te garanto!

site: Instagram: @viajecomlivros
comentários(0)comente



Tata 30/12/2015

O livro conseguiu prender minha atenção. Lembra muito os livros que lia para a escola. Simples, leitura facil. A história não requer maldade do leitor. Ótimo livro para passar a tarde.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Um Garoto que lê 13/01/2019

A Moça Contente
Della Wetherby é uma enfermeira que Pollyanna conheceu no sanatório em que ficou, e por uma carta, pede a tia de Pollyanna, Mrs. Polly Chilton, para que deixe a menina na casa de sua irmã Mrs. Ruth Carew, já que Polly e seu marido vão passar um tempo na Alemanha.
-
Mrs. Polly fica meio receosa por deixar Pollyanna passar uma temporada em Boston com uma desconhecida, além de ficar com raiva de seu marido e de todos por considerarem a menina um ''medicamento'' e que todos tenham uma ''dose'' de Pollyanna quando estão se sentindo mal. Mrs. Carew leva uma existência extremamente infeliz. Vive a queixar-se da solidão, insatisfeita, descontente de tudo e depressiva, logo Mrs. Polly cede e deixa Pollyanna ir.
-
''Só uma pessoa poderá fazê-la encontrar a alegria, levando um raio de sol à penumbra da sua existência. Essa pessoa é Pollyanna.''
-
Em Boston, Pollyanna conhece muitos lugares diferentes, bonitos e horrendos. Até que conhece seu novo amigo, o Jamie e percebe que o garoto joga o jogo do contente sem saber. Logos os dois estão conversando sobre livros e se encontrando pra alimentar os animais na praça. Até que chega um momento em que sua tia Polly está insatisfeita com o que pensam da menina, pois Polly não deseja que Pollyanna pense que serve apenas para alegrar as pessoas, logo a menina vai passar a viver na Alemanha também.
-
Pollyanna volta para Beldingsville já moça e com vinte anos. Dificilmente joga seu jogo do contente pois muitas coisas ruins aconteceram neste tempo, até que ela reencontra seu amigo de infância, o Jimmy e percebe que sente algo pelo homem que ele se tornou. Pollyanna passa por muitas aventuras boas e ruins e aos poucos pensa no jogo do contente e no quanto ele é importante.
-
''O instrumento que você toca, Pollyanna, chama-se o coração das gentes, disse ele, e para mim me parece que não há instrumento mais maravilhoso. Sob seus dedos Pollyanna, esse instrumento sabe dar de si as mais prodigiosas músicas - músicas de lágrimas ou de sorrisos.''
-
Pollyanna só quer o bem de todos e nunca deseja nada em troca, isso me tocou muito neste livro, além de ser uma garoto completamente especial e espontânea, ela não precisa evangelizar pra tocar o coração das pessoas. Todos a veem como ela é e desejam que ela nunca cressa, todo têm medo que Pollyanna perca sua inocência e seu pensamento. Mas a moça continua a mesma, feliz, contente e especial.

site: https://www.instagram.com/umgarotoquele/
comentários(0)comente



Ana 14/04/2018

Esse livro é a continuação da saga de Poliana, quando a mesma já é uma mocinha quase adulta. Nesta história, ela é uma encantadora adolescente, amiga de todos a quem ensinou o ''jogo do contente''.
Sua fama de ser tão especial vai além dos limites de Beldingsville, a cidadezinha onde vive com Tia Polly. Poliana recebe um convite para passar uma temporada em Boston. Alguém de lá precisa muito dela... em Boston, Poliana encontrará o amor e conhecerá a inquietação e o desassossego pelos quais passam todas as jovens mulheres apaixonadas, além de fazer novas amizades e conquistar novos corações, claro.
comentários(0)comente



monique.gerke 19/03/2019

Fofo. Confesso que tenho me esforçado a jogar o jogo do contente, antes mesmo de saber da sua existência.
comentários(0)comente



Jersianny Lucena 05/02/2014

Poliana Moça
O livro conta a história de Poliana que embora tenha passado por momentos muito difíceis na sua vida, ela conseguiu driblar todas essas dificuldades de um jeito divertido, com uma brincadeira chamada de “O jogo do Contente”, jogo que contagia a todos que se aproximam da menina.

Leia mais: http://analfabeto0.webnode.com/news/poliana-mo%c3%a7a/
comentários(0)comente



Gabys 22/02/2019

Em todos os momentos o remédio de Pollyanna
Li esse livro indicado e emprestado por uma amiga que se sensibilizou pelo momento de acidente que estava vivendo e por não poder andar.
Me identifiquei com a história de Pollyanna Moça e o quanto o Jogo do Contente e como está contente pode ser alívio e remédio para várias dores. Imaginei o melhor da situação e como poderia ter sido pior.
Os ensinamentos desse livros são fantásticos.
comentários(0)comente



Manduca 04/12/2012

Legal também
Tão emocionante quanto Poliana, esse livro é uma continuação bem interessante também. Quem lê o primeiro livro acaba ficando na expectativa por esse também, mas não achei tããao emocionante quanto o primeiro! Mas vale a pena ler!
comentários(0)comente



Cintia 04/12/2018

A menina Pollyana
De volta com seu jogo do contente, Pollyana volta a nos encantar nesse segundo livro, falante como sempre, ás vezes até demais, serio, tem páginas inteiras só do dialogo dela... Mas o livro e a Pollyana, em se, são encantadores, uma historia leve e que vai te trazer alguns ensinamentos.
comentários(0)comente



Diane 01/09/2019

Poliana Moça e encantadora
Poliana cresceu, mas ainda cativa a todos. Já não joga mais o Jogo do Contente frequentemente, pois em um certo momento da vida, ela passa por grandes dificuldades financeiras com a tia. Mas ainda assim, Poliana busca uma solução para esse problema e enquanto isso, se descobre apaixonada por um amigo de infância. Porém alguns desentendimentos impedem que esse romance floresça.

Poliana continua simplesmente encantadora. No começo do livro ainda a vemos criança, espalhando o Jogo do Contente para todos e mudando a vida das pessoas com seus jeito de ser. Quando cresce, em determinado momento ela se questiona se o jogo realmente funciona, e quando se descobre apaixonada, ela entra em conflito. Uma leitura apaixonante!
comentários(0)comente



Juli 17/04/2019

Poliana Moça
Eu gostei do livro. Tem uma leitura bem simples e é ótimo para crianças e adolescentes que estão começando a se aventurar na literatura.
comentários(0)comente



24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2