Refúgio

Refúgio Harlan Coben




Resenhas - Refúgio


132 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Ananda Faria 23/11/2020

Refúgio
É um livro misterioso do início ao fim. Mickey Bolitar tem seu pai, Brad, morto em um acidente de carro e sua mãe, Kitty, fazendo tratamento em uma clínica de reabilitação. Ele está morando com seu tio Myron Bolitar, o qual não gosta muito.
No novo colégio, ele arruma uma namorada, Ashley, que desaparece misteriosamente. E terá ajuda de Ema e Colherada para encontrá-la.
Além disso, Dona Morcega, uma idosa, lhe conta que seu pai está vivo.
comentários(0)comente



Luciana 26/10/2020

Suspense Policial
Nossa resenha de hoje é mais uma vez do Harlan Coben no livro "Refúgio". Diferente das outras o protagonista da história é um adolescente de 15 anos chamado Mickey. Ele vai morar com seu tio porque seu pai morreu e sua mãe está numa clínica de reabilitação. Após o sumiço da sua namorada, Mickey vai aprender que a força da amizade é tudo. O desenrolar da trama é incrível e o final é melhor ainda, mas ele te joga para o próximo livro.
Pela idade de Mickey não podemos esperar que ele faça uma investigação muito a fundo, ele comete erros e tem reações normais de um adolescente. Essa é uma história de suspense policial mais voltada para o público infanto-juvenil, apesar disso eu gostei bastante porque o Harlan escreve de uma forma maravilhosa que te prende do início ao fim. .
comentários(0)comente



Vanessa.Liandro 26/10/2020

Então...
Primeira vez que leio Harlan Coben e não consegui me conectar com a história. A escrita do autor é bastante fluida, fazendo com que o andamento da história seja tranquilo. Mas o resto simplesmente não funcionou: personagens pouco cativantes (detestei o Mickey mais do que todos), o protagonista tem atitudes bastante arrogantes e muito impulsivas (principalmente em se tratando de querer resolver tudo sozinho) e, claro achei que a resolução de algumas situações eram bem inacreditáveis para um adolescente resolver.
Enfim, provavelmente não vou ler mais nada do autor, afinal há autores que trabalham melhor seus mistérios e personagens.
comentários(0)comente



Fephs 03/10/2020

Arena Literária - QUIZ
JOGADA MORTAL
13. Como Esperanza se referiu a pessoa que estava na terceira linha esperando para falar com o Myron?
comentários(0)comente



Fran 18/09/2020

Leia só se vc já tiver o próximo livro
Gostei da leitura , me conecte com os personagem, uma história envolvente.
Ficou bastante coisa sem explicação, mais acho que é por ter mais livros da série
comentários(0)comente



Gio 09/09/2020

Bom suspense jovem!
Harlan Coben tem obras criativas e bem escritas!
Este livro não foge disso.
Porém, aviso aos leitores: o narrador e protagonista é um jovem na casa dos 15 anos, e viajamos pelas opiniões e ideias dele.
Portanto, estejam cientes de que é um livro para adolescentes (:
comentários(0)comente



Gaby 04/09/2020

Mistérios
Este livro conta com a presença do sobrinho de Myron Bolitar. Mais um livro com mistérios a serem resolvidos.
comentários(0)comente



Andréa 19/07/2020

Sobrinho de Myron...
Michey se envolve facilmente em problemas como seu tio Myron...aventuras
comentários(0)comente



Suliany 14/07/2020

Clichê
História de Mickey Bolitar em busca de sua namorada desaparecida e da verdade sobre seu pai.

Livro muito clichê, parece que pronto pra virar filme. Boa história. Final fica um gancho para continuação. Argh!
comentários(0)comente



Le Mazur 07/07/2020

Primeiro livro que eu leito deste autor, no início fiquei pensando " pegada mais juvenil? Será?não gostei", mas a partir da terceira pagina, já tinha meu coração todinho! Eu amei !
comentários(0)comente



Leandro 22/05/2020

Um thriler eletrizante no já conhecido estilo de Harlan Coben, que prende a atenção.
comentários(0)comente



Cris.Pimentel 19/05/2020

Trilogia Mickey Bolitar
Refúgio é o primeiro livro da trilogia Mickey Bolitar, caso você vá ler, esteja preparado para ler as continuações, pois o livro termina com um CONTINUA...
Gostei bastante deste primeiro livro, mas é um policial de adolescente, nada muito chocante e nada muito extremo.
comentários(0)comente



Malphus 13/05/2020

Não funcionou
Em algum momento eu acredito que o agente de Harlan Coben disse que histórias com trios de adolescentes estavam fazendo sucesso e que ele deveria tentar escrever uma série pra pegar a onda. Bem, não funcionou.

Nesse primeiro livro de uma série (que eu não pretendo acompanhar) Harlan nos apresenta um rapaz de 15 anos que se vê quase órfão. O pai morreu tragicamente e a mãe está internada em uma clinica pra dependentes químicos. Ele vai morar com o tio que é o personagem principal de outra série do autor, Myron Bolitar.

O motivo da história não ter funcionado pra mim foi que tudo é carregado de clichês e exageros. Na nova escola ele faz amizade com uma menina rejeitada e um menino que obviamente se torna o alívio cômico da trama. Além de virar inimigo do capitão do time de basquete que (surpresa!) é justamente o esporte que ele gosta e pratica. Já viu isso em alguma lugar? Essa foi a parte clichê.

A parte exagerada está no próprio personagem. Pra um menino de 15 anos ele é altamente capacitado. Tem 1,93m de altura, luta jiu-jitsu, joga basquete como profissional, sabe dirigir e tem talento natural de detetive. Outra característica é o humor cínico do personagem que só faz sentido pra alguém que tenha mais de 30 anos e já superou o ensino médio e tudo que vem com ele. Coben parece ter esquecido o que é ser adolescente.

No livro ele corre atrás, de forma obsessiva, de uma namoradinha que ele conheceu três semanas antes e que simplesmente deixou de ir a escola. Além de tentar entender as circunstâncias em que seu pai morreu ao ouvir uma velha na rua dizer que ele ainda está vivo. E conforme ele avança na investigação e tudo vai ficando perigoso é inevitável você se perguntar: Porque ele não chamou a polícia? Ou pelo menos conversou com algum adulto sobre o que estava acontecendo.

O jeito como ele tenta resolver tudo sozinho torna a historia muito inverossímil. Ele deveria ser apenas um adolescente normal que não é a prova de balas. Ele não é um bruxo, ou um semideus, ou um tributo, ou veio de outro planeta. Muito menos um adulto. É inacreditável a liberdade que ele tem pra agir e ninguém parece se importar com o que ele apronta.

A trama principal que vai ser levada para os outros livros, particularmente, não me atraiu. E final apressado e sem sentido foi o ultimo prego num caixão de uma série que, pra mim, já nasceu morta.
comentários(0)comente



Ana 06/05/2020

Sem spoilers!
Meu primeiro livro do Harlan Coben não podia ser melhor, com um bom mistério, me fez buscar continuações e outros livros dele! Muito bom recomendo!
comentários(0)comente



132 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |