Bem Mais Perto

Bem Mais Perto Susane Colasanti




Resenhas - Bem Mais Perto


221 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Saleitura 11/01/2013

Acordando para uma vida nova
Existem livros que caem no momento e na hora certa em nossas mãos, o "Bem Mais Perto" caiu em minhas mãos justamente quando eu mais precisava ler algo que falasse de mudanças que precisamos fazer para buscarmos a nossa felicidade. Aparentemente lendo a sinopse, não achei que o livro me agradaria tanto e acabou me surpreendendo pela doçura que envolve toda a trama, fazendo com que o leitor se delicie a cada página, conseguindo ver um pouco de você na personagem principal, Brooke, pois não importa a idade que se tem, afinal todos passam por fases na qual temos que fazer escolhas que irão modificar completamente nossas vidas.

No início da leitura Brooke precisa falar com Scott Abrams, o menino que estuda no mesmo colégio que ela, o quanto é apaixonada por ele. Porém Scott não sabe de nada, nem conhece Brooke direito e muito menos faz idéia dos sentimentos da menina. Logo quando mal conseguem trocar algumas palavras, Brooke descobre que Scott vai se mudar para Nova York. Foi então que ela decide ir atrás dele, mesmo ele não sabendo de seu grande amor, pois afinal, como Brooke diz várias vezes durante o livro nós nos pertencemos um ao outro. A menina muda de cidade e vai morar com seu pai que estava sem falar já há algum tempo. Brooke passa por diversas mudanças, novo colégio, novos amigos e principalmente morar na exuberante Nova York, na qual tudo é diferente e mágico. Seu objetivo principal de namorar Scott ainda permanece forte, porém quando descobre que ele já tem uma namorada, acaba se tornando uma grande decepção.

Lá em Nova Jersey nunca me senti verdadeiramente em casa. Eu vivia irrequieta, precisando de agitação da vida na cidade grande. Agora estou cercada de tudo que sempre desejei. E, o melhor de tudo : eu me sinto como se, finalmente, tivesse encontrado meu lugar (página 139)

Sorte não é exatamente do que preciso. O que quero é ter certeza de que não tumultuei minha vida inteira por nada (pagina 29)

Pode ser que nunca tenha todas as coisas que quero , mas uma coisa que realmente tenho é uma vida nova. E eu decido o que acontecerá depois (página 34)

Brooke também possuí uma inteligência acima da média, mas esconde esse talento para poder se relacionar melhor com as pessoas e desse modo acaba não se aceitando exatamente como é. Para piorar, precisa decidir logo qual carreira pretende seguir, pois falta pouco para a faculdade e todos a sua volta já sabem o que quer.

No decorrer da leitura, muitas coisas acontecem com Brooke em sua vivência na cidade grande, fazendo ela amadurecer e ver a vida, Scott, o pai, as pessoas e principalmente ela mesma com outros olhos.

A única pessoa com quem posso contar sou eu mesma. Criar a vida que quero só depende de mim. Não posso culpar meus pais, Scott ou qualquer outra pessoa pelo jeito que as coisas são. Agora que sei para onde esta vida esta indo, é hora de decidir como quero chegar lá (página 204)

Os novos amigos são especiais para o crescimento de Brooke, principalmente John, um menino que possui disgrafia, ou seja, tem dificuldade de se expressar por meio da escrita.

Bem Mais Perto é um livro de mudanças e descobertas que fazem parte dessa nossa caminhada. Recomendo a leitura tanto para os adolescentes como para os adultos, mesmo o livro sendo direcionado mais para o público jovem. Eu gostei bastante e fiquei satisfeita com a maneira como a autora conduziu a trama, deixando-a leve, romântica e ao mesmo tempo reflexiva, principalmente quando deparamos com os dilemas pessoais de Brooke.


Leitura e resenha por Vivian Pereira

Link postagem Saleta de Leitura
http://saletadeleitura.blogspot.com.br/2012/12/resenha-do-livro-bem-mais-perto-de.html
RUDY 12/01/2013minha estante
Vivian!
Nossa! Tem livros que chegam bem na horinha certa, tá?
Parabéns por expor seu ponto de vista tão consciente, amei a resenha.
cheirinhos
Rudy


Maristela 12/01/2013minha estante
Já li resenhas e comentários negativos sobre esse livro e até o momento não tinha resolvido se lia ou não. Agora lendo sua resenha, vi que preciso ler o livro. Sua resenha é tão boa que não deixou dúvidas.


Marley Flor 13/01/2013minha estante
Ainda não sei se quero ler esse livro, apesar da resenha super bem escrita.


Clara 14/01/2013minha estante
Gostei muito da resenha, quero muito ler o livro!


Michela.Delgado 14/01/2013minha estante
Adorei a resenha!
Existem livros que "Devem" ser lidos, e eu acho que esse é um deles!


Fran 15/01/2013minha estante
A resenha está ótima, e o livro sempre me cativou através do titulo e da capa, estou interessada e ansiosa para lê-lo!


NESSA 15/01/2013minha estante
Nossa parabéns pela leitura,li o livro e fiquei fã da Susane Colasanti.
Um livro emocionante que acompanha Brooke que pensava estar apaixonada por Scott,e por esse motivo viajou para Nova York e foi morar com o pai. Nossa ela vai fazer vários amigos,e entender que primeiro tem que amar a si mesma, e que precisa tomar decisões em sua vida, as mudanças e descobertas que ela vai viver são experiências que vários jovens vivem.


Fernanda @condutaliteraria 16/01/2013minha estante
Ótima resenha!
Gostei do tema do livro, romântico e com uma mensagem. Não importa a idade, todos em alguma fase podemos passar por momentos que requer uma escolha. E ás vezes essa escolha é tão difícil. Gostaria de ler esse livro.


DomDom 21/01/2013minha estante
Gosto de livros com uma história mais leve. Acredito que, mesmo tendo esse tema de mudar sua vida completamente, a narrativa deva ser bem agradável. Acho que essa atitude que a Brooke tomou, vai muito da pouca idade dela. Creio que uma pessoa mais madura não faria uma coisa dessas.


Fran 31/01/2013minha estante
Adorei sua resenha,como já disse no blog esse livro tem uma capa encantadora e me chama atenção, espero gostar :D


Lobinha 13/07/2020minha estante
Eu não gostei! O que me atraiu no livro foi a capa e a resenha. ( Vamos combinar, a capa é muito bonitinha! e muitos leitores, infelizmente, se atraem primeiramente pelas capas dos livros, e eu sou uma!) Porém, ao ler o livro eu detestei! Quanto mais próximo do final ia ficando, pior ficava! Não gostei.




Thais.Outor 25/07/2022

Sou suspeita pra falar pois não gosto de romance meloso de adolescente e esse livro tem essa essência em sua totalidade!
Não gostei..
comentários(0)comente



Liliana 12/08/2012

Bem mais perto
Para início de conversa, Brooke é assustadora. Ela tem uma crise apaixonite mais duradoura do que o normal por Scott. Por ser totalmente inexperiente e limitada em relacionamentos, não compreende que aquilo tudo é uma atração física, uma simples química.
Em inúmeras partes, enumera como Scott Abrams é perfeito, o quanto foram feitos um para o outro e que se pertencem (?). Por inúmeras vezes, quis entrar no livro e dizer à ela: "Querida, por favor, procure um psiquiatra".
Quando Brooke descobre que "o amor de sua vida" irá se mudar para Nova York, ela mal pensa duas vezes, vai atrás dele. Larga sua escola, seus amigos, sua mãe e sua rotina. Como se não fossem nada.
No entanto, por um lado, se ela não tivesse sido completamente louca, não teria existido a parte boa da trama. Em Nova York, ela conhece várias pessoas... Acaba criando novos amigos, conhecendo tantos lugares e para a personagem, o lugar é incrível e mágico. Mesmo que a relação com o pai seja dura e distante, não é algo que manche a experiência. Além disso, há a escola, que finalmente faz com que ela valorize seu potencial e veja que pode ser algo realmente especial, fazer parte de tudo, mesmo sendo diferente.
É um drama adolescente simples, porém bonito e nostálgico. Faz com que o leitor reflita sobre as decisões que tomou nesta época e que acabaram influenciando sua vida: seja temporária ou definitivamente.
Jeniffer Viana 05/12/2012minha estante
Boa resenha! Lembro que vi outra pessoa falando sobre o comportamento da Brooke em relação ao Scott e acho que agora entendo o porque. Mesmo assim, quero ler esse livro e tirar minhas conclusões!


Maristela 05/01/2013minha estante
Gostei do livro e gostei da resenha. Não gosto muito de personagens tipo Brooke mas a história se desenvolveu bem. Gostei da resenha.


Thicy 06/01/2013minha estante
Ainda não li o livro, mas ele parece ser muito bom ,pelo que eu li da resenha.


Kelry 15/01/2013minha estante
Interessante, e a capa já diz tudo. To louca para ler.


Jean 17/01/2013minha estante
Apesar de ter achado o começo meio estranho, essa tal de paixonite aguda de Brooke a historia parece se desenvolver bem e o livro parece envolver seu leitor, boa resenha (y)


Gable_GM 17/01/2013minha estante
Esse tipo de livro aparenta ser daqueles que faz você refletir sobre toda a sua vida, tanto das decisões que tomou, tanto das que vai tomar. Ansiosa pela leitura!


Sabrina Piano 18/01/2013minha estante
Pra falar a verdade não consegui tirar conclusões sobre o livro, mais acho que ele é divertido, e maluco. Bem legal!


soniacarmo 20/01/2013minha estante
Sempre achei este livro interessante para ler. Essa mudança para ir atrás dele, faz com que ela se desenvolva. Nas nossas vidas também precisamos de mudanças.
retalhosnomundo.blogspot.com.br


soniacarmo 20/01/2013minha estante
Sempre achei este livro interessante para ler. Essa mudança para ir atrás dele, faz com que ela se desenvolva. Nas nossas vidas também precisamos de mudanças.
retalhosnomundo.blogspot.com.br


soniacarmo 20/01/2013minha estante
Sempre achei este livro interessante para ler. Essa mudança para ir atrás dele, faz com que ela se desenvolva. Nas nossas vidas também precisamos de mudanças.
retalhosnomundo.blogspot.com.br




RUDY 24/02/2013

RESUMO SINÓPTICO:
Brooke é apaixonada por Scott Abrams e quando decide contar para ele sobre sua paixão, descobre que ele vai se mudar para Nova York.
Como o pai de Brooke mora em Nova York, ela decide mudar toda sua vida e ir morar com o pai para poder ficar perto de seu grande amor e declarar sua paixão por ele; entretanto, muitas coisas acontecem na nova cidade: adaptação a casa dos pais, nova escola, cidade grade, novos amigos... Brooke acaba tomando novo rumo em sua vida...
"Quando Brooke descobre que o amor de sua vida, Scott Abrams, está se mudando do subúrbio de New Jersey para Nova York, ela decide segui-lo até lá. Viver com o pai ausente e se adaptar a uma escola totalmente nova são desafiantes para ela — e as coisas ficam ainda piores quando ela descobre que Scott já tem uma namorada. Mas como ela aprende a sobreviver na cidade grande, começa a descobrir todo um novo lado de si mesma e percebe que, às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele."

Análise completa, visite o blog: http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2013/02/resenha-06.html
Maristela 28/02/2013minha estante
Quero muito ler esse livro. Gosto da capa e gostei da sua opnião a respeito dele.


Nat 28/02/2013minha estante
Obrigada pela resenha, ficou ótima.


Belle 01/03/2013minha estante
Gostei da resenha.........quero muito ganhar....


Kelry 02/03/2013minha estante
Eu tenho esse livro, e realmente a historia é muito engraçada.


Thielen 02/03/2013minha estante
Fiquei com muita vontade de fazer a leitura do livro. Com certeza me agradaria, é um tema que gosto mt. :D


Isie Fernandes 04/03/2013minha estante
Oi, querida.

Passei lá no seu blog e li a resenha na íntegra. Uma pena esse livro não ser tudo que a gente imagina. Amo protagonistas engraçadas, mas não suporto personagens infantis. Nossa, que será que eu vou achar dele, hein?

Beijos!


Amanda 05/03/2013minha estante
Estou louca pra comprar esse livro, adoro esse tipo de romance!


Rafaela1217 06/03/2013minha estante
ja li esse livro, gostei mas esperava mais dele :/


Anninha 10/03/2013minha estante
Olá, estava participando de uma promoção e vim dar uma olhada :) Não é o meu estilo de livro, mas algo me atraiu nesse "às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele"


Paty 11/03/2013minha estante
Estou morrendo de vontade de ler esse livro, ótima resenha!


bia 16/03/2013minha estante
Quero ler...


Michela.Delgado 19/03/2013minha estante
A capa foi a primeira coisa que me chamou a atenção nesse livro, e a história fechou o pacote.
Mas lendo os vários comentários em relação a ele , confesso que esperava mais desse livro.
Talvez eu o leia caso tenha em mãos para ter minha própria opinião, mas não estará no topo da minha lista.
:(


Fernanda @condutaliteraria 21/03/2013minha estante
Achei a história linda, gostaria de ler.


DomDom 21/03/2013minha estante
Apesar da protagonista ser uma chata de galocha, gostei do livro. Achei a narrativa bem legal,e as personagens secundárias bem mais interessantes do que a Brooke. O bom é que ela deu uma amadurecida legal. Como você disse, é um livro interessante, mas apenas pra passar o tempo mesmo.


Thicy 21/03/2013minha estante
O livro parece ser bomm, mas eu esperava mais dele. Uma coisa que eu adorei foi a capa, que é muito bonita, apesar de ser simples!!


Fernanda 22/03/2013minha estante
Parabéns pela resenha, super bem escrita .. bem detalhada!
Achei um pouco "clichêzinho", mas parece ser bem legal .. uma das frases na sinopse: "às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele." me chamou atenção!
Talvez o livro me surpreenda, espero ler em breve!


Fernanda 22/03/2013minha estante
Parabéns pela resenha, super bem escrita .. bem detalhada!
Achei um pouco "clichêzinho", mas parece ser bem legal .. uma das frases na sinopse: "às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele." me chamou atenção!
Talvez o livro me surpreenda, espero ler em breve!


Ariane 28/03/2013minha estante
Muito boa a Sua resenha .. Estou louca para ler o livro!


stehremohi 29/03/2013minha estante
É a primeira vez que paro para ler uma resenha sobre este livro. Sua história não me interessou muito, é um tanto quanto simples. É gostoso quando os livros fogem um pouco da realidade pois isso nos prende, nos faz imaginar, e esse livro me parece ser muito fraco nesse quesito. Espero um dia lê-lo e tirar minhas próprias conclusões.


Michelle 11/12/2022minha estante
gostei




Pam Gonçalves 16/10/2012

Eu sempre quis ler algum livro da autora Susane Colasanti e quando soube que a Editora Novo Conceito lançaria Bem mais perto, a expectativa estava grande! Assim que as primeiras resenhas saíram eu comecei a ficar decepcionada. As notas não eram boas e a maioria das resenhas, negativas. Passado tudo isso, esperei um pouco, e agora finalmente li o livro! Ainda bem que o livro me surpreendeu!

Bem mais perto é narrado em primeira pessoa pela Brooke, uma garota que vai para o último ano do ensino médio e é extremamente apaixonada por Scott Abrams. Brooke passou anos amando Scott sem nunca dizer nada e quando toma coragem, acaba descobrindo que o amor de sua vida vai se mudar de Nova Jersey para Nova York. No próximo e último ano ele não estaria no colégio, longe da vida de Brooke para sempre, talvez.

Ela vive em um caos em casa depois da separação dos seus pais, e assim que descobre que Scott se mudará para Nova York, ela resolve se mudar para lá também. Para isso, precisa voltar atrás com o gelo que dá em seu pai desde a separação. Ele se mudou para Nova York e vive rodeado de trabalho, Brooke irá morar com ele e, talvez, consiga recuperar o pai que tinha.

O que mais tinha me chamado a atenção quando as primeiras opiniões sobre o livro começaram a sair na internet foi essa mudança por causa de um garoto. Eu fiquei assustada com a temática do livro, mas ao lê-lo não achei tão absurdo assim. Ela mudou de cidade, mas são cidades vizinhas. E ainda assim, ela foi morar com o pai. Apenas adiantou um sonho que ela já tinha, que era morar em Nova York.

O livro vai bem mais além que a simples corrida atrás de um garoto. Mas sim uma mudança de vida e aprendizado. Brooke evolui muito, aprende com as novas circunstâncias e amigos. Ela aprende que o modo como levava a sua vida não era o melhor e nem o suficiente para fazer a diferença que ela tanto queria.

Brooke é extremamente infantil no começo do livro, mas é notável o crescimento da personagem. Eu gosto de livros que amadurecem. Gostei muito da escrita da autora Susane Colasanti. É gostoso de ler e nem dá para notar o avançar das páginas.

Minha queixa fica por conta de alguns assuntos que a autora poderia explorar mais, mas acabou só citando superficialmente. Não chegou a fazer grande diferença na história, mas contribuiria muito para um livro melhor.

http://www.garotait.com.br
comentários(0)comente



Mirellissima1 19/05/2021

Tá podre, joga fora
Olha gente, não tô nem afim de fazer essa resenha (tô fazendo mais pelo desafio de leitura).
Esse livro me deu sono e me deixou de boca aberta com tanto absurdo.
Primeiro, a personagem principal é doida, possessiva, sem noção e tudo que há de ruim KKKKKKKKKK
Ela muda de cidade/estado sei lá pra ir atrás de um cara que ela era apaixonada mas ele CAGA pra ela...
Ela larga as amigas, a mãe (sozinha) pra ir atrás de um cara que não tá nem aí pra ela.
Além de tudo, na parte que o romance começa é tão sem pé nem cabeça que eu nem sei oq dizer...aí depois disso só safadeza

Enfim desculpa quem gostou, não conhecia a autora mas também não é justo falar assim do trabalho dela mas tô falando já né fazer oq!
Não recomendo
comentários(0)comente



Yasmin 25/08/2012

Bom, mas seria ótimo se tivesse investido na parte certa

Desde o final do ano passado eu sabia que a Novo Conceito ia lançar esse livro e por isso quando ele veio na lista de lançamentos de julho, fiquei curiosa. Finalmente ia saber o porquê de tanto burburinho. No final das contas achei o livro um bocado estranho e contraditório apesar de ter gostado da forma que a autora desenvolveu os personagens e alguns temas. Não é um livro que vai ficar na memória, mas que com certeza tem seus méritos.

Brooke é filha de pais separados, morou em New Jersey até o final do segundo ano quando descobriu que seu amor platônico, Scott Abrams estava se mudando para Nova York. Sem pensar duas vezes ela decidi morar com seu pai. Ela quer ter a chance de contar a Scott como se sente, mesmo que para isso tenha que mudar de cidade. Ela sempre sonhou com Nova York, mas nunca imaginou que chegaria lá seguindo um rapaz. Essa é a premissa central do livro. Além disso, o livro trata da relutância de Brooke em aceitar o que ela é. Brooke possui QI muito acima do normal. Tem capacidade de tirar as melhores notas do colégio inteiro, mas passou toda a vida escolar sendo medíocre como forma de protesto aos métodos de ensino. Por causa de sua genialidade ela logo chama a atenção na nova escolha e se torna monitora de John, um garoto de sua idade que sempre teve problema com as ideais escritas. A partir daí a história se desenvolve alternando bons e maus momentos.

Com um tom leve e despreocupado a autora conduz a narrativa alternando as tramas. Brooke-John, Brooke-Scott. Achei uma pena gastar a maior parte do livro com o romance imaginário de Brooke. Uma garota que muda de cidade para ir atrás de um rapaz baseado em um sentimento que ela imagina ser correspondida. Algumas cenas e alguns pensamentos de Brooke me incomodaram profundamente porque, acredito que a maioria das pessoas vai concordar comigo, aquilo é comportamento de perseguidores. É obsessivo. Uma pena que ela só percebe muitas destas coisas nos capítulos finais. A parte boa da história é como a mudança de cenário faz a personagem crescer. Com descrições belas e precisas de West Village a autora conquista o leitor. É impossível não se deixar levar por aquele clima urbano de Nova York e impossível não sonhar com os prédios, as lojas, e os parques. Brooke amadurece ao longo do livro e parte das mudanças que ela sofre dá uma nova perspectiva ao livro. É como se tivessem escolhido o assunto errado para colocar na sinopse ou ainda como se houvesse dois livros em um.

John é um personagem fantástico, que renovava o ânimo toda vez que o chato do Scott aparecia. Não quero fala muito porque é um livro curto e se for descrever cada uma das atitudes que julguei estupidez de Brooke vou acabar entregando o livro inteiro. John e Brooke tiveram diálogos ótimos e cada uma das cenas entre os dois valeram pela parte estranha do livro. A personagem é boa de um jeito único. A visão distorcida que ela tem de algumas coisas pode ser justificada pela separação dos pais, mas não sei. É uma personagem com um potencial tão alto e que fica a impressão de que não foi toda explorada. O final agradou na medida para um romance jovem e o livro deixa aquela sensação de movimento, que nos faz pensar para onde nossas vidas estão indo.

Leitura rápida, ora agradável, ora irritante pela cegueira da protagonista. Passa uma mensagem boa e cumpre bem a missão de entreter o leitor. A edição (...)

Termine de ler o último parágrafo em: http://www.cultivandoaleitura.com/2012/08/resenha-bem-mais-perto.html

comentários(0)comente



Lezinha 04/12/2021

Bem Mais Perto
O livro é muito bom pra quem gosta de casais que só ficam juntos no final do livro. Eu achei que a autora podia ter focado mais em alguns personagens e desse mais "reconhecimento" para a protagonista. Mas no geral é um bom livro e eu recomendo se você gosta de romance que o casal demora se assumir.
comentários(0)comente



House of Chick 18/11/2012

Em “Bem mais Perto” conhecemos as loucuras da protagonista, Brooke – a garota que é especialista em origami –, que decide mudar de cidade para ir atrás do amor de sua vida, Scott Adams. Ele ainda não sabe, mas ela está disposta a fazer de tudo para mostrar a ele que eles na verdade são almas gêmeas. O único problema é que, quando ela chega à Nova York, descobre que Scott já tem namorada. Claro que isso não muda nada em relação a eles serem destinados a ficar juntos, isso torna-se apenas um atraso, já que ela não sabe – ainda – como vai fazer para mostrar a ele que pertencem um ao outro.

A dupla capa + sinopse me fez acreditar que esse livro de Colasanti seria mais uma obra no estilo de “Anna e o Beijo Francês” da autora Stephanie Perkins, que também foi publicado pela Novo Conceito aqui no Brasil, e é um dos meus preferidos (se quiser ler minha resenha dele é só clicar no título). Então imaginem a minha empolgação quando recebi e pude começar a ler? Só que, diferente de “Anna e o Beijo Francês”, esse título me decepcionou.

Apesar de ter lido rapidamente e a leitura fluir de uma maneira ótima, achei a protagonista bem enjoadinha – e não vi melhora dessa característica durante todo o livro –, além de ser bastante presunçosa e imatura. Claro que ela fica mais madura com o passar das páginas, mas isso não foi o suficiente para adorá-la. Não concordei com diversas de suas atitudes (apesar de gostar mais de personagens que agem diferente de mim), mas acho admirável que ela tivesse uma meta – mostrar a Scott que eles são almas gêmeas –, e que tenha decidido não desistir dessa ideia de jeito nenhum, mesmo que para isso tivesse que mudar de cidade e ligar para seu pai, coisa que não faria em outras circunstâncias.

Seguir Scott onde quer que ele fosse, foi o pontapé inicial para Brooke se mudar para Nova York, mas, como ela repete diversas vezes durante todo o livro, ela sempre adorou a cidade e sempre teve vontade de ir para lá. E com certeza essa grande mudança foi um dos melhores acontecimentos de sua vida, pois ela passou a ver e agir diferente, com suas novas experiências, além de passar a dar importância a outras coisas que antes nem ligava, e pôde amadurecer o suficiente para enxergar que viver é muito mais do que gostar de um garoto, basta querer.

Apesar das loucuras da protagonista, há bastante realidade como pano de fundo na história, que envolvem problemas com os pais e com o colégio, dúvidas a respeito de faculdade e, consequentemente, sobre o futuro, a relação com amigos ótimos e companheiros, amadurecimento, e relacionamentos amorosos meigos, como grande parte dos adolescentes viveu ou vai viver um dia. E esses são pontos mais do que positivos no livro, que acabam fazendo o leitor se encantar.

Continuação: http://www.houseofchick.com/2012/11/bem-mais-perto-susane-colasanti.html
Brunna 18/11/2012minha estante
A capa realmente é muito fofinha *-* Eu adoro quando eles mantêm a original, sempre é um motivo a mais para eu ler algum livro, mas esse não me encantou muito. Talvez seja a temática que não é das que eu gosto...

brunna_plutao@hotmail.com
myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br


Vanilda 18/11/2012minha estante
Apesar de ter o livro aqui comigo, eu ainda não li, mas tenho uma história pra contar sobre ele: tenho uma sobrinha de 14 anos, que não é nenhuma viciada em leitura (para meu desgosto, ela foge de livros). Mas ela veio aqui em casa e, mostrando a estante pra ela, ela pegou "Bem mais perto", leu a sinopse e perguntou se eu poderia emprestar. Imaginem a minha felicidade ... claro que eu emprestei. Dois dias depois ela me devolveu o livro e eu pensei que ela não havia passado da primeira página. Engano meu! Ela disse que nunca havia lido um livro tão rápido, que deixou de ficar na internet para ler e quase começou a reler assim que acabou. Ela ficou simplesmente apaixonada pela história! Eu quis contar isso pra mostrar como às vezes uma história tem a ver sim com faixa etária ou com um momento específico que estamos vivendo. Enfim, Bem mais perto sempre estará no meu coração porque foi a história que fez minha sobrinha abrir os olhos e o coração para as maravilhas da leitura!

vanildarm@hotmail.com
@VanildaP


Jéssica 18/11/2012minha estante
A capa é bem bonita e eu ganhei esse livro na cortesia do skoob.Não é um livro que pretendo ler agora, pois não gosto muito de protagonista enjoada, gosto de guerreiras.E também a questão de ela ficar correndo feito uma louca atrás desse menino, fica uma coisa meio desesperada.
Eu já li Anna e O beijo francês e é maravilhoso.PERFEITO.
E que pena que ele te decepcionou, por isso nem pretendo ler ele agora.
Jéssica Rodrigues
jeskinha_416@hotmail.com
http://leitorasempre.blogspot.com.br/


Maya 18/11/2012minha estante
Hmm. Eu realmente vou ler esse livro ainda pois achei a história boa, assim como o da Anna. (:
yarasp71@hotmail.com



Nessa 19/11/2012minha estante
Tenho esse livro mas ainda não li.
Acho que é porque já li várias resenhas negativas sobre ele.

Também acho meio esquisito uma menina ir atrás de um cara em Nova Iorque.
Acho um pouco forçado, mas não posso falar muito.

Qualquer dia dou uma chance a ele. rs

https://twitter.com/nessa_002


Khrys Anjos 19/11/2012minha estante
Você não foi a única a achar a Brooke enjoadinha. Muitas pessoas falaram isso mas ao ler o livro não considerei tão chata assim. Sei que algumas atitudes dela foram imaturas mas devemos levar em consideração que ela é uma garota de 17 anos aprendendo a viver. O que mais gostei nela foi a determinação. Ela não ficou deitada na cama chorando quando o Scott se mudou. Tomou as rédeas sa situação nas mãos e foi a luta. Mudou de cidade, foi morar com o pai e acabou descobrindo que amor e paixão são completamente diferentes. Concordo com você com relação ao final. A autora não conseguiu finalizar a história. Ficou fraco demais.

Um leve bater de asas para todos!!!!!!

khrysanjos@yahoo.com.br


Thais 20/11/2012minha estante
Eu acho esse livro meio absurdo e essa história realmente não me convence. Por mais bem escrita que seja não tenho vontade de ler o livro.

Thais Vianna
@dathais


Joyce 21/11/2012minha estante
Achei a capa muito bonita e achei a história normal mas interessante. Não atraiu muito minha atenção mas quem sabe eu não posso dar uma chance para o livro. Gostei da resenha.
bjs

Joyce
joycegadiolli@ig.com.br
entrepaginasesonhos.blogspot.com.br




Barbira 24/09/2023

Deixou a desejar.
A história deste livro começou de forma maravilhosa, prendendo minha atenção. A narrativa era envolvente, os personagens eram intrigantes e a promessa de um romance cativante estava no ar. No entanto, à medida que me aproximava do final, minha empolgação se transformou em decepção. O desfecho foi uma quebra de expectativa tão drástica que acabou por arruinar a experiência de leitura para mim.
comentários(0)comente



Miss Star Butterfly 23/10/2022

A protagonista Brooke é incrível. Me identifiquei com ela demais e adorei suas decisões no fim do livro. Gostei muito do rumo da história, e aos meus olhos, não é apenas uma história de romance. Uma grande camada de autoconhecimento envolve o enredo.
Miss Star Butterfly 23/10/2022minha estante
"Você nunca consegue conhecer completamente alguém, não importa o quanto acho que conheça. As pessoas sempre omitirão parte de suas vidas. Sempre haverá verdades sobre ela que você nunca saberá. Ou talvez, algum dia, você conheça a verdade que elas escondem e vai concluir que era melhor nunca ter descoberto."


Miss Star Butterfly 23/10/2022minha estante
"As pessoas decepcionam você, mesmo aquela, em que você confia. Especialmente aquelas que você confiam.


Miss Star Butterfly 23/10/2022minha estante
"A única pessoa com quem posso contar é comigo mesma. Criar a vida que quero só depende de mim."




Bruna 07/06/2020

Livro bom, adolescente. Agradável. Oras previsível, mas muda no final.
comentários(0)comente



gleicepcouto 28/09/2012

http://murmuriospessoais.com/?p=4368

***

Quando peguei esse livro para ler não tinha muitas expectativas sobre. Até porque queria apenas uma leitura bonitinha para passar o tempo. Então, pensei que um romance jovem seria uma boa pedida. Até certo ponto, foi. O livro cumpre o papel de entreter e não exigir muito esforço do seu cérebro para companhar a história. O problema todo se concentrou na mocinha, que é completamente ambígua. Como assim, ela tem coragem de se mudar para outra cidade estranha e morar com o pai ausente, mas não tem coragem de se declarar para o carinha? Gente, tipo, ela sai da “roça” e vai pra NY e enfrenta de frente uma DR com o pai por conta do moço, mas na hora de dizer que gosta dele, amarela. Um pouco demais, não? Os amigos dela em NY também não me convenceram, nem os que ela deixou em New Jersey. E o final, bem… Melhor não comentar. Indico a leitura para um domingo completamente entediante. Afinal, ler (mesmo esse livro) é ainda melhor que ver Faustão.
comentários(0)comente



Summy 06/08/2013

Leve, divertido
Quando comecei a leitura, imaginei que a história fosse leve, divertida, para intercalar com histórias pesadas, mas nunca pensei que apesar de contar a história de adolescentes, a profundidade nos personagens pudesse ser tão grande.

Lógico, que não são personagens complexos, mas eles tem um certo grau de profundidade.

Dei muitas risadas com o texto, e também fiquei triste em vários momentos.

Apesar da personagem principal ser uma garota cheia de conflitos e ideais estranhos, não senti raiva dela em momento algum. Consegui entender sua necessidade de aprender a confiar em alguém, sua raiva no sistema de educação existente e sua paixão em amar uma cidade tão bonita quanto Nova York (que aliás me lembra demais São Paulo que tanto amo).

Recomendado como leitura rápida entre as diversas histórias complexas que se lêem por aí.
comentários(0)comente



221 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR