A Culpa é das Estrelas

A Culpa é das Estrelas John Green


Compartilhe


Resenhas - A Culpa é das Estrelas


3917 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


gabriela.edw 20/02/2019

Não me cativou
A história é um pouco água com açúcar e o final previsível.
comentários(0)comente



anja 19/02/2019

Livro pessimista
Nunca gostei mais de um filme do que o livro , mas nesse eu tenho que preferir o filme , tão fofo e romântico , uma mudança radical pra um livro pessimista sem esperança e arrasador. O autor te faz se apaixonar completamente pelo Gus ,e depois arranca ele de você , sem contar que a mocinha é absurdamente chata e pessimista , nem a fofura e alegria do Gus a faz ver a vida de uma maneira melhor. Entendo que eles sofrem de uma condição horrível , mas senti falta da esperança e da vontade de viver. Eles se entregaram com muita facilidade ao câncer. Talvez seja eu que sempre acredito na reviravolta da vida. Principalmente em milagres.
comentários(0)comente



Júlia 10/02/2019

A culpa é das estrelas
A culpa é das estrelas // @johngreenwritesbooks // @intrinseca

**O melhor romance.

Hazel Grace é uma paciente de câncer terminal. Ela participou de uma experiência e como por um milagre seu tumor encolheu, o que dá a chance de ela viver mais alguns anos.

"Eu sou tipo... Tipo... Sou tipo uma granada, mãe. Eu sou uma granada e, em algum momento, vou explodir, e gostaria de diminuir a quantidade de vítimas, tá?"

Certo dia, ela vai a um grupo de apoio - por insistência da mãe que acredita que a filha está deprimida. No grupo, ela já conhecia Isaac, um garoto com olho de vidro (por conta de um câncer, claro).

"Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que um podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você."

Porém nesse dia tinha um garoto diferente: Augustos Waters. E ele não para de encará-la o tempo todo, o que a faz ficar nervosa.
Eles acabam se conhecendo melhor, Gus é encantador e contradiz todos os estereótipos. Eles acabam se apaixonando instantaneamente.

"Não dá para escolher se você vai ou não se ferir neste mundo, meu velho, é possível escolher quem vai feri-lo. Eu aceito minhas escolhas."

Uma aflição imperial é o livro favorito de Hazel, e Gus acaba lendo. Contudo, o livro não tem um final completo, várias perguntas ficam sem resposta, e isso faz Gus enlouquecer um pouco. Ele quer saber as respostas tanto quanto Hazel.
Então, ele decide pedir aos Gênios (é tipo uma organização que realiza desejos de crianças em estado terminal) uma viagem até Amsterdã. Após algumas complicações, eles vão.
Lá as coisas mais amorzinhos acontecem. Só que na volta, tudo volta a ficar complicado de mais.

+ A Hazel é uma fofinha e apesar da sua vida complicada, ela não deixa de ser a melhor pessoa.

5 estrelinhas - Eu adoro muito. Fez eu virar a noite lendo.

site: https://www.instagram.com/p/BpSykotAlLM/
comentários(0)comente



Cilla 08/02/2019

A culpa é das estrelas
Um livro envolvente. Emocionante. Não tem como não ler e nao se envolver com a história linda de amor deles
comentários(0)comente



fada 06/02/2019

ok n chorei tanto assim
eu nunca tinha sido muito fã de romance até esse livro mexer comigo. pensei que eu durona e não choraria (sinto sdds da amiga que me emprestou esse livro)
comentários(0)comente



estante.da.gabi 04/02/2019

A Culpa é das Estrelas ⭐️
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️A Culpa é das Estrelas...como um livro tão conhecido teve um impacto tão grande na minha vida?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️Primeiro motivo: eu o li muito antes do filme e muito antes do livro ficar conhecido. O conheci por acaso e me interessei muito pela premissa da história. Segundo: foi a primeira vez que me arrisquei a ler algo diferente de fantasia. Terceiro: este livro me fez chorar. E muito. Até hoje evito mexer nele ou rever o filme para não me lembrar do quão linda e triste esta história é. (então sabem que estou sofrendo pra escrever este post, né?)
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️O livro conta a história de Hazel Grace, uma paciente terminal que, graças aos avanços da medicina, conseguiu mais alguns anos de vida. No entanto, ela vive a vida como se estivesse à espera de seu fim...até conhecer Augustus Waters, que também sofre os reflexos de ser paciente terminal.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️Gus simplesmente traz vida à Hazel e, juntos, eles vivem uma história de amor em cada pequeno infinito que são seus dias. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️O que mais me fez gostar da história foi como uma pessoa como o Gus consegue levar a vida de um paciente terminal de forma tão intensa, sendo tão alto astral que traz de volta a vontade de viver que Hazel há muito perdeu.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️ Gus põe suas necessidades de lado e foca no quanto ele pode fazer para que aquela menina resignada com sua condição possa viver infinitamente os seus dias finitos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️O incrível deste livro é a capacidade do autor do livro, John Green, em equilibrar momentos de humor, de amor, de tristeza e de perda. Todos os fatores em conjunto resultaram em uma obra fácil de ler e tão impactante que se tornou sucesso mundial.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️O livro e o filme são obras sensacionais, que me fizeram chorar de soluçar no meio da noite e no meio do cinema.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚡️Eu recomendo este livro, gente. Mesmo. Por mais que digam que John Green não sabe fazer finais bons e felizes (e eu concordo), eu recomendo que um dia parem para aprender que, na vida, tudo pode ser infinito, mas que cada infinito pode ser maior que o outro 💛

site: https://www.instagram.com/p/BmlxUq9HfEL/?utm_source=ig_web_copy_link
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Biblioteca Álvaro Guerra 29/01/2019

A Culpa é das Estrelas
"A Culpa é das Estrelas é um daqueles livros que fiquei curiosa para ler mais pelo “hype”, principalmente depois de tantos comentários e pessoas falando a respeito. Nunca tinha lido nada do John Green e confesso que devorei as 288 páginas em um dia!

Se tem um livro que me fez chorar foi esse! A história de Hazel e Gus mexe com nosso psicológico!"


Leia a resenha completa acessando este link: https://resenhasalacarte.com.br/resenha/a-culpa-e-das-estrelas-john-green/

Livro disponível para empréstimo nas Bibliotecas Municipais de São Paulo. De graça!


site: http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/isbn/978-85-8057-226-1
comentários(0)comente



Caua.Holanda 27/01/2019

Livro emocionante
Esse livro e muito emocionante por que hazel e Augustus este quase morrendo , A hazel pensa muito nos pais dela o que vai acontece com eles se ela morre , e o Augustus (gus) nao quer se esquecido e eu acho que foi isso que unio os dois mas tambem tem a atraçao de a hazel se muito bonita ela parece com uma atriz.
Mas esse livro me emocionol muito.
comentários(0)comente



nicolly 24/01/2019

clichê adolescente
lindo. romântico. encantador. para quem gosta de romances adolescentes vai se apaixonar por esse livro.
comentários(0)comente



Haru 23/01/2019

Odeio esse livro!
Sério, por que raios ele tem que ser tão cansativo? Os protagonistas acham que são inteligentes, quando na verdade são duas crianças. O senso de superioridade se torna tão difícil de se engolir!

Outra coisa, por que eles vivem no câncer? Pessoas doentes não são somente pessoas doentes.
comentários(0)comente



Eduarda.Oliveira 22/01/2019

Eu amo tanto!
Essa foi a 4ª vez que li esse livro desde os meus 13 anos, e foi como se fosse a primeira. O modo como a história é contata por Hazel me faz automaticamente querer ser amiga dela, e seus momentos com Augustus Waters - diálogos, momentos românticos - também fazem eu me apaixonar gradativamente e de repente! É uma história de amor adolescente cativante, e mesmo com o clímax do livro -câncer- eu ainda espero viver um amor como o de Hazel e Gus.

site: https://www.instagram.com/eduardaa.oli/
comentários(0)comente



Gabriel 22/01/2019

superestimado
Para uma adolescente ou um leitor iniciante é bom, mas para alguém já lê há um tempo pode ser bem chato.
comentários(0)comente



Desi 20/01/2019

Okay? Okay.
comentários(0)comente



katinha 19/01/2019

“Alguns infinitos são maiores do que outros” 📚
"Mas eu acredito em amor verdadeiro, sabe? Não acho que todo mundo possa continuar tendo dois olhos nem que possa evitar ficar doente, e tal, mas todo mundo deveria ter um amor verdadeiro, que deveria durar pelo menos até o fim da vida da pessoa.”
Hazel tem dezesseis anos, leva uma vida tranquila, porém monótona, desde que foi diagnosticada com câncer aos treze anos. Como sua doença é terminal, ela passa seus dias no quarto lendo, e uma das suas obras favoritas é “Uma aflição imperial”, cujo autor ela é muito fã, mas que deixa em seu livro questões que Hazel precisa decifrar.
Os pais de Hazel são amorosos e dedicados, até demais ela diria, e insistem que ela tem que sair e conhecer pessoas. Portanto, conseguem convencê-la a ir grupo de apoio à Criança com Câncer, e lá ela conhece Augustus Waters. Um rapaz lindo e charmoso, de dezessete anos, que exala alegria por onde passa, e é cheio de vontade de viver e ser lembrado.
Hazel e Gus iniciam um romance maior do que paixão adolescente. Eles são o apoio um do outro na luta contra o câncer. Com a ajuda dos “Gênios”, uma instituição com cientistas que realizam desejos de crianças com câncer, vão embarcar em uma viagem até Amsterdã, e conhecer o autor de “Uma aflição imperial”. Uma viagem incrível que deixará infinitas marcas em seus corações.
Eu já tinha visto o filme há um tempão, mas sempre quis ler o livro. E ah por que eu não li antes??
Uma história que pode transformar a forma como vemos as pessoas, como avaliamos seus sofrimentos, e até suas alegrias. Outro ponto importante também é como seria a vida dos outros se não dependêssemos deles? Muitas vezes somos egoístas e não queremos enxergar, mas todo mundo trava uma batalha sozinho.
A Hazel nos ensina a ser forte, e guardar a nossa dor para cuidar do outro. Gus nos ensina que mesmo na tragédia podemos filtrar boas coisas, mas que ser forte o tempo todo não existe; todos temos um limite. A mãe da Hazel é todo amor, carinho e cuidado do mundo que alguém pode receber. O pai dela então, que amorzinho, sempre tem as melhores frases pra vida dela.
Os pais do Gus são iguais a ele, extrovertidos, tentando superar as dificuldades por meio da felicidade e das boas lições que a vida nos dá. O Isaac é aquele amigo sincero que todo mundo adora ter por perto. E o autor Peter Van Houten foi o que mais mexeu comigo, mostrando que muitas vezes as pessoas se escondem atrás de quem elas são de verdade, tentando esconder o passado, o sofrimento, para não se machucarem novamente. E isso não define que elas são, mas em quem elas se transformaram depois da dor.
Um livro cheio de ensinamentos, todos deveriam ler. Eu amei demais e super recomendo 🌸
#resenhadodesequilibrio
comentários(0)comente



3917 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |