Educação dos Sentidos e mais ...

Educação dos Sentidos e mais ... Rubem Alves




Resenhas - Educação dos Sentidos e mais ...


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Lisi Olsen 04/01/2021

É preciso destrancar a nossa caixa de brinquedos...
É preciso aprender a fazer amor com o mundo.
Conceito estranho de relacionar com a educação. Mas se pararmos para pensar que somos mais felizes ao fazer algo com paixão, encanto e amor, não seria estranho pensar nesse conceito.
Aprender é descobrir. Perguntar. Questionar. Sentir prazer ao sentir o mundo e suas possibilidades.
Ensinar é saber guiar. Ouvir. Mediar. Orientar. Sentir prazer ao apresentar os caminhos as possibilidades do mundo.
Rubem Alves nós presenteia com um texto rico em metáforas, estórias e muita poesia a sua visão e crítica a educação. Principalmente a educação tradicional, ao vestibular e ao ensino sem sentido.
Fazendo com que possamos lembrar da existência das nossas duas caixas: a de ferramentas e a de brinquedos. Cada uma com sua função, nenhuma mais importante do que a outra. Só uma mais valorizada em relação a outra.
Através dos sentidos é que vamos descobrindo o mundo a nossa volta. Lembra quais são os nossos cinco sentidos? Visão, audição, olfato, paladar e tato. Com cada sentido exploramos o universo de possibilidades e aprendemos a conhecer o mundo.
Mas em nosso sistema educacional atual, que de atual não tem nada pois não avança, o ensino-aprendizagem está focado em apenas um objetivo: diplomas. Na escola não há lugar para sonhar, se expressar e se encantar. É preciso copiar, registrar, gravar, decorar... Saber as respostas. Entretanto, e as perguntas? E o sonhar? E o brincar?
Formamos jovens que decoram as respostas mas, não conseguem formular perguntas. Do que adianta respostas sem perguntas?
Aprendesse teorias, códigos e gramática. Mas para quê realmente os usamos? São ferramentas úteis? Há sentido?
Aprendesse para os vestibulares. Mas, e depois?
O que resta de todo esse esforço?
Ler a educação dos sentidos não é encontrar respostas, e sim questionamentos sobre nossa visão de educar, ensinar e aprender. É refletir sobre a Pedagogia que buscamos na faculdade, relacionando com a nossa pedagogia interior. Aquela que nasce com os professores. É uma abertura para repensar nossos objetivos pedagógicos. Nosso fazer pedagógico.
É um chamado a olhar o mundo com olhos de poeta.
Que procuremos encantar os alunos e alunas a sentirem paixão por estudar, pesquisar e questionar.
Que saibamos ensinar a ler sem destruir o amor pela leitura.
Que possamos ensinar aos alunos e alunas como fazer amor com o mundo através do desenvolvimento de seus sentidos.
Ensinando a usar a caixa de ferramentas sem esquecer de deixar a caixa de brinquedos sempre aberta e pronta para ser usada também.
Buscando a formação de sonhadores. De curiosos. De pesquisadores. De apaixonados pela arte de ensinar e aprender.
Um livro poético sobre ensinar.
Um livro crítico sobre o papel da escola.
Um livro encantador de professores.
Uma leitura prazerosa, revigorante e inspiradora.
Como só Rubem Alves é capaz de escrever.
E a sua caixa de brinquedos está aberta ou trancada?

site: Canal e perfil: Devaneios em Arte
comentários(0)comente



Stéf 14/01/2021

A Educação dos Sentidos
Que leitura fantástica! Nosso olhar de educadores e do mundo se expande após finalizar este livro.
comentários(0)comente



Marcelo Araujo 21/04/2009

Um livro para se pensar
O livro Educação Dos Sentidos e Mais...é uma coleção de crônicas em que Rubem Alves aborda as infinitas possibilidades do aprendizado de uma forma leve, mas com bastante profundidade. Citando Santo Agostinho, Freud, As Escrituras Sagradas, Barthes, entre outros, o autor propõe um novo olhar sobre a educação através dos sentidos: o ato de ver, de ouvir e até mesmo do tato.

Os sentidos, muitas vezes usados como meros componentes biológicos do homem, são aqui transformados em órgãos de prazer e nos ensinam a amar, a sonhar e a valorizar as coisas simples da vida.

Em um tema que nas mãos de muitos teóricos seria árido como tende a ser a linguagem científica, o lirismo de Rubem Alves, cerceado de filosofia e literatura, conduz docemente o leitor a uma profunda reflexão quanto à educação, à arte e ao vestibular, sempre com senso crítico, numa postura que é ao mesmo tempo desafiadora e apaixonada.
comentários(0)comente



Luriam 31/01/2021

Leitura deleite
Educação dos sentidos, você lembra de sentir os seus sentidos? E de permitir que você e seus alunos os sintam?

A arte de ver ..
Não basta abrir a janela
Para ver os campos e os rios.
Não é bastante não ser cego
Para ver as árvores e as flores, [...]

-Alberto Caeiro.

A arte de ouvir...
A magia do poema não está nas palavras do porta. Está nos interstícios silenciosos que há entre as suas palavras.

O tato..
A mão toca o braço, sem pensar, para dizer... E daí surge um poema.

Como o seio..
Não é apenas pelo prazer. É o toque de aprender.
comentários(0)comente



Carol.Lopes 11/01/2021

Rubem Alves nunca decepciona
Esse livro traz diversas reflexões acerca da profissão de educador e da vida. Ler os livros de Rubem Alves tenho a impressão de estar conversando com o mesmo, ouvindo suas estórias (como ele mesmo gosta de escrever, não história).
É um livro que tem a alma do autor, seu sangue.
comentários(0)comente



Joyce 11/11/2013

Esse livro me amou
É impressionante como um livro escrito por um pedagogo, psicanalista, teólogo e filósofo possui uma linguagem tão acessível, que proporciona uma leitura leve, que flui facilmente. Independentemente da sua área de atuação ou de seus interesses, essa com certeza é uma leitura interessante, pois trata de algo a que todos nós seres humanos, somos ou fomos submetidos: a educação acadêmica.

E será que o sistema educacional adotado pelo mundo ocidental é realmente assertivo? Será que a forma de ensino é eficaz no seu "objetivo" de desenvolver a criatividade e originalidade das crianças e dos jovens, ou não passa de uma ferramenta alienadora e escravizadora, que nos transforma em seres que não pensam por si mesmos?

Essa obra aborda essas dúvidas de uma maneira cativadora, com a construção de imagens que facilitam o entendimento. Para finalizar, digo apenas algo: Boa leitura!
comentários(0)comente



Michelle Trevisani 05/03/2016

Difícil não gostar de Rubem Alves!

Este não é um livro apenas para quem é da área de educação, pois traz textos reflexivos para qualquer área. Traz textos provocativos, como por exemplo - para qual finalidade existem os vestibulares nas grandes faculdades? apenas para pagarmos cursinhos com valores astronômicos e massantes, estudar, estudar e decorar situações que muitas vezes não terão importância alguma para a carreira que vamos escolher, para que depois do vestibular, esqueçamos praticamente tudo. Foram muitas as provocações, e a leitura foi muito prazerosa, como todo livro do Rubem Alves é. Acho que nunca vou ler algo que ele escreve e que não vá gostar. Ele sabe colocar de uma forma única as palavras no papel. Ainda bem ter a oportunidade de lê-lo!
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR