As Intermitências da Morte

As Intermitências da Morte José Saramago




Resenhas - As Intermitências da Morte


3 encontrados | exibindo 1 a 3


MarcosZ 27/08/2015

Prende o leitor até quase o final!
Gostei muito do início do livro e da forma que Saramago construiu a narrativa. Só esperava que o final se desenrolasse de uma forma mais empolgante! Mas vale a leitura!
comentários(0)comente



Camila Faria 21/10/2016

Imagine a situação: de repente, num país fabuloso, a morte decide suspender as suas atividades. E o que parecia ser um feito incrível, começa a se provar um desafio logo nos primeiros dias: idosos e doentes agonizam em seus leitos, hospitais e asilos enfrentam superlotação crônica, as companhias de seguros entram em crise. Saramago usa a morte para falar sobre a vida e sobre a condição humana, com o humor e a sagacidade que lhe são caracteríscos. Gosto especialmente do trecho em que ele descreve a maneira da morte escrever, tão semelhante à sua própria: “(…) da sintaxe caótica, da ausência de pontos finais, do não uso de parêntesis absolutamente necessários, da eliminação obsessiva dos parágrafos, da virgulação aos saltinhos e, pecado sem perdão, da intencional e quase diabólica abolição da letra maiúscula“. Genial!

site: http://naomemandeflores.com/os-quatro-ultimos-livros-12/
13/12/2016minha estante
Excelente resenha.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3