Confronto

Confronto Kelley Armstrong




Resenhas - Confronto


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Kelly 09/06/2015

A história da série começa como qualquer outra de adolescente mas surpreendentemente acontece reviravoltas que chamam a atenção. A temática superpoderes é novidade da forma que é feita. Mas o que de fato me fez ler os três livros foi o personagem Derek, ele é o cara e faz e acontece, é a alma do enredo, é um personagem cativante, que me conquistou desde o começo.
Fernanda 16/06/2016minha estante
Oi!!! tô procurando esse livro em pdf mas nao encontro de jeito nenhum :( voce por acaso nao teria? :((((((((


Carol 14/10/2016minha estante
Oi. Adorei a resenha, eu li os dois primeiros livros e queria ler esse último porém não achei em nenhum lugar. Vc tem ele ?




Bia 02/04/2015

Resenha - Confronto
Confronto é o último livro da Trilogia Darkest Powers (buaaaaaaaaa).
Para o terceiro livro dei uma pontuação 4 porque infelizmente esse livro não foi tão perfeito quanto os dois anteriores. No final do livro a autora deixou muitas duvidas no ar, muita coisa mal resolvida, em alguns momentos ficou meio: Mas e esse personagem, o que vai acontecer com ele agora? Mas e aquele tal Grupo, como finou a final de contas? Finalmente vão deixar eles em paz? etc.
Infelizmente como é uma Trilogia não haverá outro livro para esclarecer as duvidas e preencher as questões mal resolvidas.
Mas fora isso, o livro é muito bom, também tem muita ação, e romance. Na verdade esse ultimo livro foi o que mais teve romance porque nos outros dois anteriores, Chloe ainda estava decidindo, mais ou menos, de quem realmente gostava: Simon ou Derek.

No terceiro livro, Chloe e seus amigos ainda estão se escondendo do Grupo Edison na casa de Andrew, um amigo do pai de Simon e Derek. Nesse livro eles estão tentando controlar e aprender mais sobre os poderes que tem. Derek ainda está tentando se transformar por completo, Simon tentando controlar seus poderes, Toti tentado abaixar o nível de força dos seus poderes, e Chloe tentando não acordar nenhum morto sem querer como sempre. Como se isso tudo não bastasse, Chloe luta com seus sentimentos por Simon e por seu irmão Derek.
Eles pensam que estão seguro na casa de Andrew, mais as coisas nunca são o que parece...

“[...] Ele se virou para me fitar,mas eu estava tão ocupada com meus pensamentos que não notei no primeiro instante. Depois percebi que eu também olhava para ele. Então me virei rapidamente para outra direção, com as bochechas vermelhas de vergonha. Conseguia sentir que ele ainda estava olhando. Ele franzia ligeiramente a testa, como se tentasse entender alguma coisa. [...]”
Pag. 187

Do primeiro livro para o terceiro, Chloe amadureceu muito. Não é mais uma menininha com medo, é certo que em algumas vezes os mortos podem assustá-la um pouco, mas ela já não é mais a desesperada de antes. Ela está lidando com seus poderes treinando. Derek, Simon e até mesmo Tori estão ajudando ela e também treinado com seus próprios poderes. Tori mudou muito também, não é mais a patricinha mimada e também deixou de ser malvada. Ela tenta se dar muito bem com Chloe e com os outros, e também amadureceu muito.
Recomendo a Trilogia porque ela é muito perfeita, tirando alguns defeitos que já comentei do terceiro livro.


site: http://mysecretsbooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Natinha 04/08/2013

Chloe e seus amigos, estão abrigados em segurança numa casa juntamente com Andrew, o amigo do pai de Derek e Simon, que prometeu ajudá-los contra o Grupo Edison. Essa ajuda envolve ex- integrantes do grupo Edison com poderes semelhantes aos dos personagens principais para treiná-los, ajudando a controlar seus poderes e assim conseguir ter uma chance contra o Grupo Edison. E claramente o poder de Chloe é o mais intenso e incontrolável deles, e a parte do seu treino para mim foi uma das partes mais legais e tensas.
Porém, muita coisa acontece nesse livro, muitos mistérios são esclarecidos e é perigo e ação para todos os lados. Logo Chloe e seus amigos percebem que só podem confiar em si mesmos, nem mesmo seus ´´salvadores`` são confiáveis, e é uma correria contra o tempo. Esse livro definitivamente, é o melhor da trilogia. Há muitas traições e mortes, e achei o livro mais obscuro de todos. O relacionamento entre Derek e Chloe é mais forte nesse livro, houve mais cumplicidade, mas continua não sendo o foco principal da autora, porém ela conseguiu que fosse simples e perfeito. O final me deixou muito satisfeita, mas me deixou triste também por acabar uma série tão querida.

site: http://serieslivroseafins.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



milena 29/03/2013

Suspense, ação e romance na medida certa.
A série é empolgante desde o primeiro capítulo do primeiro livro! É uma história adolescente porém a história não oferece muito espaço para os "melodramas" de bailes,cabelos e unhas que já estamos cansados de reler a cada série mas temos personagens cativantes,que crescem muito no decorrer da série e a temática do livro também é muito interessante. Não posso dizer que o tema é autentico pois pensei em Heroes,X man e até Resident Evil no início porém a escritora teve uma maneira nova de mostrar essa história,direcionando o leitor para um universo novo dentro de uma temática comum que por sua vez é muito mais vista em filmes do que livros e por isso me peguei prendendo a respiração nos suspenses,torcendo nos momentos de ação e fazendo minhas apostas nos romances.A série realmente vale a pena e se tornou uma de minhas favoritas no gênero.
comentários(0)comente



Paula 06/03/2013

Invocação, Despertar e Confronto
Esperava bem mais da triologia Darkest Powers. O enredo é bacana, cheio de mistérios, mas no "suposto" último livro - Confronto - a estória ficou sem um fim. Digo, o Derek completa a transformação "lobisomem", o Simon (personagem meio sem tempero) fica por assim dizer, sem sal. A Chloe, Tori e Liz evoluem nas suas personalidades, mas e a Rae? Sumiu? Morreu?
O reencontro do pai dos meninos, que apareceu assim do nada, deu uma de mocinho, ajudou o pessoal contra os maus e ... termina o terceiro livro com os sobreviventes fazendo planos para irem atrás da Rae e sua suposta mãe verdadeira.
E daí?! Sai um quarto livro para salvar esse estória que prometia ou ficaremos assim mesmo?!
Monique 28/10/2013minha estante
foi exatamente o que eu tava me perguntando!!!


Rossana Batista 02/04/2015minha estante
Nossa, falou bem ! Amei os livros mas o final também achei que deixou a desejar :/




Maah 07/01/2013

Um final perfeito para uma trilogia perfeita
A conclusão dessa história foi perfeita, e me fez derramar rios de lágrimas quando finalmente terminei de ler. Ter que me desapegar daqueles personagens que tanto fizeram eu me apaixonar foi doloroso.
Mas a culpa é um pouco minha, também, que não saboreei o gostinho do último livro. E nem do penúltimo. Fiquei das 17hrs de ontem ás 3hrs de hoje lendo os dois, sem conseguir parar nem pra ir ao banheiro.
Nesse último livro, Chloe, Derek, Simon e Tori estão na casa de Andrew, o amigo de seu pai que tanto procuraram, e lá eles conhecem Margareth, uma necromante como Chloe e Gwen, uma bruxa como Tori. Elas tentam ajudar Tori e Chloe com seus poderes.
Eu não quero dar spoilers, e sinceramente, não sei como fazer isso. Eu passei a madrugada inteira de olhos abertos, encarando o teto, repassando toda a história, desde Invocação, pela minha cabeça. A única coisa que eu conseguia pensar, era "Kelley Armstrong é maravilhosa".
O final do livro foi exatamente o que eu precisava. Deixa claro uma coisa: A aventura deles não termina por ali. Mas conclui, felizmente, o principal objetivo do início do livro, o que faz encerrar a história.
Eu espero que a Kelley dê uma louca de criatividade e escreva outra trilogia, como uma continuação da história de Chloe, Derek, Simon e Tori.
Sobre esses personagens, nem tenho o que dizer. Eles são PERFEITOS.
Tori é hilária, com seu jeito sarcástico e suas piadas, mantendo seu lado frágil bem escondido. Simon é um personagem essencial, sendo amigo de todos, ajudando a Chloe quando necessário. Derek foi o meu favorito. Seu jeito preocupado, suas broncas, todas as partes do livro que ele aparece são engraçadas ou tensas. Chloe se acha inútil, mas quando necessário, ela faz de tudo para ajudar. Coloca a harmonia no grupo, defendendo Tori, conseguindo maneirar com Derek e sendo sempre uma ótima amiga para Simon.
Enfim, eu estou apaixonada por esse livro, recomendo para todos, todos mesmo.
Confronto foi um final perfeito para uma trilogia perfeita.
Maah 07/01/2013minha estante
OBS: Derek foi meu favorito em TODOS os livros.


Monique 28/10/2013minha estante
desde o primeiro livro que eu sabia que eles iriam ficar juntos... Derek e ela são perfeitos!!!


Maah 11/12/2013minha estante
Eu quis que os dois ficassem juntos logo que ela falou dele, mesmo que ele fosse cheio de espinhas e o cacete. Sei lá, simplesmente o amei. E pelo que já li da Kelley, parece que ela ama deixar a principal com o menos previsível. Tipo, se tem um gostoso e um nerd, ela vai deixar com o nerd. Isso é tão lindo ç-ç




Sam 03/11/2012

Grande série, posso dizer que esta é muito boa do início ao fim;
Agora passemos as reticências, é o seguinte, apesar das 4 estrelinhas, nada é assim tãooo perfeito portanto tenho uma reclamação: Poxa, a coitada da Tori(que no fim era até mais interessante que a própria Chloe), passou a série inteirinha sendo deixada pra escanteio, sempre a rejeitada,tá até certo que ela é meio surtada, mas quem não é?!
O caso é que é ela quem têm a mãe piranha, paranóica por poder,destruidora de cérebros, enfim, ela mereciaaaaa um final um pouquinho mais alegrinho, concordam? Poxa ela têm um pai, é igual aos outros, certo?!Portanto a autora devia dar uma chance(revanche pra tanta humilhação), pois diga-se de passagem que o nosso lobinho sempre foi um nojento com ela,sinceramente....
Ufaaaa....agora que eu desabafei, só tenho mais o seguinte ponto a colocar, o final deixou pontas para uma continuação se não estou enganada, do tipo: Quem é o "verdadeiro" vilão?
Qual o "verdadeiro" motivo para as experimentações?
Quando os poderes do pobre Simon irão começar a se manifestar?
Pois bem entre essas e outras questões, fica também o fato pouco verossímel de que a "família do-ré-mi", feliz da vida, não pode viver o resto de suas vidas assim, como um bando de fugitivos, afinal dinheiro não dá em árvores certo?!
Pois bem, chega de falação pois apesar de toda essa enorrrme reflexão, que na hora da leitura obviamente não existiu, o livro ainda merece as 4 estrelinhas, pois definitivamente consegue prender o leitor do início ao fim com suas altas doses de adrenalina(agora o romance....patético!)rsrsrs
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Jackeline 27/11/2012minha estante
pois é, concordo com todos, não deveria ser uma trilogia e "darkness rising" não vai esclarecer nossas duvidas com darkest powers, é só uma história baseada, Armstrong devia rever essa parte.




spoiler visualizar
Rafaela 12/09/2012minha estante
Concordo com voce, estou me sentindo enganada e frustrada, li que seria o final, e quando termino de ler, vejo que nao foi conclusivo e tera continuacao.
Ps: vc deu spoiler, clica que ba sua resenha tem para que quem nao queira saber nao se decepcione.


Bells 20/10/2012minha estante
Mesma sensação que eu tive!


Guilherme 17/07/2013minha estante
Poise eu senti ela engasgou a história, ela citou vários tópicos, como vampiros, mas não explorou. Ela deixou a desejar nisto, não explorou muito nas áreas dos poderes, clãs e classes. Parece que o que importa eram o rótulos (necromante,feiticeiro,bruxa,etc) e não sim o que eram capaz de fazer.
Senti que ela queria desesperadamente terminar o livro, pois cheguei na ultima pagina e senti como se tivesse mais um livro. Uma idéia ótima, um cenário fantástico, porém mal explorado.




Naty 12/09/2012

www.meninadabahia.com.br


E então, depois de uma semana fugindo,
acabei exatamente onde havia começado.
Deitada na mesma cama.
Sozinha.
Pág. 264

Confronto começa exatamente onde parou Despertar. Chloe, Derek, Simon e Tori tinham conseguido fugir da Instituição. Estavam abrigados na casa de um conhecido – Andrew, que é amigo do pai dos meninos. Eles agora poderiam respirar com alívio.

O ‘engraçado’ é que Chloe estava protegida da Instituição, mas não dos fantasmas que via. E naquela casa havia um poderoso e malvado garotinho-fantasma; com poder de telecinese ele a atraía para locais perigosos. Ele queria testá-la, fazê-la sofrer, por que era isso que ele fazia quando vivo: ele gostava de infligir dor.

Eles descobrem, também, que Andrew faz parte de um grupo que quer acabar com a Intituição, Grupo Edison, e conta com ajuda de outros dotados. E esses dotados ajudarão os meninos a usarem os poderes e controlá-los.Tudo está uma maravilha! Tori deixou de gostar de Simon, que por sua vez convidou Chloe para sair. Só que essa saída não foi bem o que eles esperavam. Agora, Chloe precisa fazer um jeito de Derek a notar e a perdoar por ter saído com seu irmão.

Sabe quando a paz é tanta que até se desconfia? Os garotos começam a desconfiar de Andrew e seus amigos e... a aventura começa (por que sempre começa assim!). De algum modo eles acabam voltando à Instituição, e vão precisar de ajuda de fantasmas poderosos para saírem dessa vivos!

Confronto, de Kelley Armstrong (Novo Século, 320 páginas, R$ 34,90), tem bastante ação. Os personagens cresceram bastante. Nos volumes anteriores, apenas Derek tinha maturidade para entender tudo e pensar nos detalhes antes de agir. Nesse, Tori deixou de ser a garotinha mimada da mamãe e passou a agir como a poderosa demônio que é, Chloe aprendeu a controlar a invocação de fantasmas e foi a que mais cresceu como personagem, mostrando uma maturidade superior aos seus 15 anos; quando se é diferente e o mundo todo a quer morta, é preciso crescer, por bem ou por mal. Simon é o que tem mais dificuldade com seus poderes, só com o tempo ele aprenderá todas a lançar feitiços. Derek está a um passo de ter sua transformação completa, ele está com medo, mas sabe que pode contar com Chloe, então está tudo bem. Até por que, como lobo ele poderá protegê-la de todos.

Adorei o final, não foi aquele final onde eles salvarão o mundo e vivem felizes para sempre, mas um final para um mundo real (se é que podemos considerar a existência de lobisomens, vampiros,...). Alguns dos segredos não foram revelados e, apesar da série ter acabado, ela deixou vários fios soltos.

No geral essa trilogia é super gostosinha de ler, rápida, com bastante aventura e até divertida. É narrada em primeira pessoa, sob o ponto de vista de Chloe. A escrita de Armstrong é fluida e dinâmica. Sempre tem algo acontecendo, de modo que a leitura não seja maçante.

Pesquisando no site da autora não descobri nenhuma menção a um possível novo volume. Mas, ela escreveu um bonus pack com três contos:

Dangerous (prequel de Invocação): conta a história de como Derek e Simon chegou à Casa Lyle, contada a partir do ponto de vista de Derek.
Divided (intermediário entre Invocação e Despertar): conta as aventuras de Derek e Simon quando eles estavam separados de Chloe e Rae na fábrica. Também visto sob o ponto de vista de Derek.
Disenchanted (antes de Despertar): Simon e Tori continuam sua jornada depois que Chloe e Derek desceram do ônibus e eles continuaram a viagem para New York. Sob o ponto de vista de Tori.



Trilogia Darkest Powers
1. Invocação
2. Despertar
3. Confronto
Darkest Powers Bonus Pack

Jeniffer 21/10/2012minha estante
Eu adorei a trilogia!!
só não irei ler tudo de novo porque ando sem tempo kkk. o único problema do livro foi ter acabado com a sensação de quero mais...




11 encontrados | exibindo 1 a 11