Tríptico

Tríptico Karin Slaughter




Resenhas - Tríptico


138 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


gabihott 27/04/2020

Sinistro ... surreal.
Eu provavelmente nunca fiquei tão agoniada lendo um livro. Esse livro é sinistro e extremamemte detalhado, Tanto que quem tem o estomago fraco não conseguiria ler. O livro é surreal de bom, super envolvente e instigante. Não conseguia parar de ler.
Com certeza vou ler os outros livros da série Will Trent.
Melyssa.Matias 08/09/2021minha estante
Mana, me sentir da mesma forma




Marcianeysa 24/03/2021

Excelente suspense, adorei a descoberta já no meio do livro! Alguns clichês, mas nada que comprometa o resultado final.
comentários(0)comente



Jéssica | @jehbreda 25/10/2021

Bom suspense
Enfim tive a oportunidade de conhecer Will Trent. Achei um personagem bem peculiar, mas que me deu nos nervos nesse livro! Quero ter a chance de conhecer seus dons nos próximos, porque sinto muito, mas Angie tem meu coração todinho nessa leitura!

Achei ótimo o desenvolvimento da história que foi me cativando aos poucos!

A cada novo capítulo um estalo ao descobrir as informações! Fui detetive de verdade nessa leitura!
comentários(0)comente



JANA 06/07/2020

INTENSO
Eu não me vejo perdoando um estuprador, não me sinto evoluída a esse ponto, mas vou confessar que com esse livro chorei de verdade com dó de um suspeito de estupro ao ler como foram seus primeiros dias na prisão e no final apesar da quantidade de páginas eu queria mais, muito mais na verdade.
Carolina Mendes 26/08/2020minha estante
poxa, nem fala, apesar de n ser característico da autora, eu gostaria de ler um epilogo enorme com um final bem feliz pro personagem que foi injustiçado!




Alessandro.Aguilera 06/06/2020

Livro tenso
Que livro tenso. A história vai intercalando acontecimentos de 1985 e 2006, mostrando personagens naquela época e você vai fazendo as ligações com as personagens de hoje. Um livro bem construído onde com 40% da leitura você já conhece o assassino e até o fim do livro você vai vendo o cerco se fechando e como vai ser o desfecho. Muito bom, recomendo.
comentários(0)comente



Thamy 28/05/2020

Maravilhoso!!!
Que jeito de iniciar a saga do Will Trent! Achei o livro sem igual, várias linhas do tempo ao longo do livro e depois tudo faz sentido, no melhor estilo da Karin.
comentários(0)comente



Helder 28/05/2016

Otima surpresa
Pela primeira vez comecei uma leitura no escuro. Fui na minha estante e peguei um livro para ler. Sem ler a resenha na capa ou na orelha do livro. NO caso, era este livro, que eu comprara há uns dois anos em algum saldão na internet. Se você não sabe do que se trata este livro, recomendo que entre na estória como eu, pois será uma ótima experiência. Se deseja saber um pouco mais, siga em frente na resenha, pois prometo te deixar curioso e não revelar nenhum grande detalhe.
A estória começa com um policial chamado Michael, cujo casamento não vai muito bem, investigando a morte de uma prostituta cuja língua foi arrancada. Logo conhecemos Will Trent, um investigador que vem ajudar Michael, pois aparentemente este crime da prostituta está ligado a outros crimes que parecem indicar a existência de um serial Killer, que mata mulheres e arranca suas línguas. E assim caminhava a estória, quando lá pela página 40, a autora nos dá uma rasteira e nos deixa sem chão.
E aí conhecemos Johnny, que acabou de sair da prisão. Ele fora condenado por ter estuprado uma garota e agora tenta refazer sua vida, até que descobre que enquanto esteve na prisão, teve alguém usando seu nome, e pelo jeito para acobertar algum crime.
Estamos tão sem chão que demoramos um pouco para entender quem é aquele personagem e parece que começamos outro livro, onde um dos pontos fortes é nos mostrar a dificuldade de uma pessoa que foi presa quando adolescente tem para se reinserir na sociedade. As cenas em que Johnny se encanta por uma prostituta ficam entre o limiar do suspense e da poesia. Será ele um rapaz ingênuo ou um psicopata? E qual a ligação dele com o serial killer?
E é assim que vamos percebendo a genialidade da autora. Em momento algum ela perde a mão de seus personagens e de repente nos vemos enrolados em uma ciranda, onde nada é o que parece ser e onde todos se conhecem e tem coisas demais a esconder. Na verdade, se houvesse mais diálogos entre os personagens, talvez nem tivesse livro, mas a autora engendra uma estória tão inteligente e amarrada que acabamos completamente envolvidos nesta teia. E é impossível não se afeiçoar / odiar / torcer pelos personagens. Há tempos não lia um livro com personagens tão sólidos. O final, podia ser um pouco melhor. O assassino, tão cruel, na minha opinião foi eliminado de maneira um pouco simples. Se um dia virar filme, com certeza terá mais sangue. No fundo, ele era tão detestável que no faz torcer por mais sangue. Mas mesmo com o final mediano, este livro para mim foi uma ótima surpresa que recomendo para quem procura uma boa estória para se divertir.
Wania Cris 25/01/2021minha estante
Concordo demais com as suas considerações. Foi um livro que me prendeu demais e, mesmo prevendo os acontecimentos, queria saber como a autora iria conduzi-los.




Betinha 30/07/2021

É possível reparar um ato violento ou uma injustiça?
Eu fiquei completamente perdida até 30% da leitura e estava entre ler para entender ou ler para me arrepender.
Estarrecida com a escrita violenta como nunca vi igual, quando fui me aproximando dos 40%, e já com uma desconfiança, um palpite sobre um dos personagens, porém ainda assim, fui surpreendida com o segundo plot twist mais chocante deste ano (das minhas leituras)!
O livro vira outro livro, mas seguindo a linha brutal que incomodada do primeiro ao último parágrafo!
Não posso deixar de destacar alguns clichês, como: o assassino muito inteligente e o detetive muito lerdo/ingênuo/frustrado que fica sempre dez passos atrás do "vilão". Mais um: a policial imprudente e/ou rabugenta que mete os pés pelas mãos e quase morre para conseguir pegar o cara mal.( Uma observação importante, é muito frustrante quando uma mulher reforça esse esteriótipo insensível e humilhante!)
Entretanto, temos uma sacada interessantíssima, algo que não vejo muito nesse gênero: um culpado, não tão culpado, que sofre horrores e depende mais dele que dos policiais a resolução do mote principal.Geralmente é delegado ao detetive atormentado, aos 45 do segundo tempo desvendar o "grande mistério". Coisa que não acontece aqui, aliás não temos um final aprazível ou confortável que atenda ou esclareça tanta brutalidade exposta ao longo do livro, aliás não temos o bastante na conclusão da leitura, nada que sugira uma continuação ou que justifique toda a narrativa e não é apenas a sensação de um final subjetivo e aberto a interpretações, mas sim o gosto amargo que não estamos em um thriller policial e sim num drama hardcore sobre abandono, negligência, maus tratos, abusos, injustiças e todo tipo de infortúnios.
Perturbador demais pra mim!
Não sei esse ano ainda encaro outro Karin Slaughter, num futuro próximo quem sabe!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



K.G | @entaoeuli_ segue lá bb 13/11/2017

ENTAO EU LI TRIPTICO E CUIDADO COM AS BOCAS ONDE VOCES ENFIAM ESSA LINGUINHA NERVOSA!


Triptico é o PRIMEIRO volume da serie policial dessa Rainha do nilo, da qual fazem parte livros como Esposa Perfeita ( SENSACIONAL) destroçados, genese ( pretendo ler em breve) alem de ser da mesma autora de flores partidas né gente (MELHOR LIVRO DE SUSPENSE, MELHOR LIVRO DE 2017!).

Aqui somos apresentados oficialmente aos personagens icônicos que aparecem em esposa Perfeita, Will e Angie ( ANGIE EU SEI QUE VOCE NAO PRESTA MAS EU TE VENERO) onde eles sao chamados pra investigar uma serie de ocorrências e assassinatos, onde as vitimas, sao mulheres, em sua maioria menores de 16 anos, que foram violentadas E TIVERAM A LINGUA ARRANCADAS A DENTADAS, e aparentemente essa é a unica ligação entre elas.

Em parelelo temos a historia do Jonh que foi um adolescente condenado a prisao COM APENAS 16 ANOS, e a gente vai conhecendo ele, o que levou ele aquele lugar, as coisas terriveis que ele passou ali, TEM DESCRIÇÕES PERTURBADORAS, de coisas que acontecem na prisao, que é de subir a bile na garganta. ou seja amores KARIN NÃO É PARA OS FRACOS, são historias muito fortes com cenas extarrecedoras, mas ABSOLUTAMENTE INCRIVEIS.

Temos tambem uma terceira historia, que é dai que vem o nome do livro " Triptico" historias que individualmente parecem unicas mas que juntas forma um todo, e se conectam. E A KARIN FAZ ISSO DE UMA FORMA MAGISTRAL.

Ela constrói o livro de uma forma TAO BEM FEITA, que é envolvente durante TODO O ENREDO, da vontade de ler mais e mais e mais E MAIS ATÉ ACABAR, a construção dos personagens, a forma com que ela NOS LEVA NAQUELES LUGARES, nos faz vivenciar aquelas situações, a construção dos diálogos, É TUDO MARAVILHOSO. não é algo que deixa pra acontecer tudo no final sabe? a autora vai conectando tudo, trabalhando tudo, É NITIDA A PREOCUPAÇÃO EM CRIAR UMA HISTORIA CRÍVEL SABE? INTELIGENTE?

queria dar um destaque a Angie EU AMO MUITO ESSA PERSONAGEM, EU SEI QUE É ERRADO, MAS EU AMO! QUE MULHER! QUE MULHER!

O final é bem feito, ali cerca de 75% voce ja sabe quem é X serial Killer, e começa uma corrida contra o tempo ali, pra impedir a morte de mais pessoas, e a historias vao se conectando, se completando, de uma forma incrivel.

um começo MARAVILHOSO, pra uma serie que parceira SÓ CRESCEU!

Envolvente, tenso, chocante.

SE VOCE AMA SUSPENSE E NUNCA LEU KARIN SLAUGHTER SUA VIDA É UMA MENTIRA. Depois que voce começar a ler os livros dessa mulher, sua perspectiva literaria vai mudar porque é outro nivel, ALTO NIVEL.
Juliana 21/11/2017minha estante
Tô lendo agora. E tô nervosa hahaha


B. A Silva 23/07/2020minha estante
Eu comecei a ler na ordem errada, o primeiro livro dessa série que eu li foi o Esposa Perfeita (maravilhoso devo dizer) e peguei um ranço colossal da Angie, ela abre a boca eu já quero socar a cara dela kkkkkkk...




Beto | @beto_anderson 10/09/2020

Bom, mas faltou algo
O começo é bom. O plot do meio do livro também. Mas não sei, para mim, depois que descobrimos a verdade (ou pensamos que descobrimos) sobre p fato norteador da narrativa, a história perde o fôlego, as cenas não evoluem muito, fica cheia de meandros. Um ponto interessante é o desenvolvimento da personalidade dos protagonistas. Acho que foi bem feito. No todo o livro é bom. Recomendo.
comentários(0)comente



Fla 27/08/2020

Ótimo Thriller policial
Primeiro contato com a escrita da Karin e confesso que estou impressionada. Muitas reviravoltas e conexões que vão deixando a trama cada vez mais eletrizante.
comentários(0)comente



Carina 06/04/2021

Fenomenal!
Mais uma obra PERFEITA de Karin Slaughter.
Por mais que já tenha lido uma bela quantidade de obras dessa mulher maravilhosa, eu sempre fico ainda mais surpresa com o talento que essa autora excepcional tem em construir e desenvolver uma boa história e ótimos personagens!
A forma como ela vai te apresentando cada detalhe de forma minuciosa, inteligente e espetacular me deixam sem fôlego!
Posso dizer, sem sombra de dúvida, que esse é o melhor livro que já li na vida!
comentários(0)comente



Berto 10/04/2021

Livro inquietante
Comecei a ler o livro e não conseguia parar de pensar, o mistério me deixava inquieto, querendo saber o que iria acontecer!
comentários(0)comente



Amanda Barboza 13/05/2020

Nossa, depois que comecei a leitura não consegui largar o livro. Termino com o psicológico destruído, Karin mexe tanto com a nossa mente quanto com a dos personagens. Já quero o próximo.
gabihott 13/05/2020minha estante
Esse livro é top!!!


Amanda Barboza 13/05/2020minha estante
Muito!




138 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR