O caminho para casa

O caminho para casa Kristin Hannah




Resenhas - O Caminho Para Casa


173 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |


Meu Vício em Livros 07/05/2017

Simplesmente incrível!!
Não costumo gostar de livros realistas, de dramas, dos que me fazem ficar pensando demais na vida, daqueles onde eu sei que vou ficar devastada com a perda de alguém, mas este entrou na minha lista de favoritos e será um daqueles que eu sempre vou me lembrar quando alguém me pedir indicação de um livro para chorar.
.
Kristin Hannah foi genial por ter conseguido extrair tantos sentimentos conflitantes dentro de mim com apenas 350 páginas.
LEIA A RESENHA COMPLETA NO BLOG:http://www.meuvicioemlivros.com/2017/05/resenha-o-caminho-para-casa-de-kristin.html

site: http://www.meuvicioemlivros.com/2017/05/resenha-o-caminho-para-casa-de-kristin.html
comentários(0)comente



Prof. Angélica Zanin 12/05/2015

Um caminho de mão dupla
As 100 primeiras páginas foram muito difíceis, depois, a necessidade de descobrir como os personagens superariam a dor foi mais forte do que o desejo de abandonar a leitura. Valeu! Personagens como Miles e Zach fazem valer a pena. Mia, Lexi e Jude se confundem em suas fraquezas e atitudes precipitadas. Todas elas muito frágeis e inseguras diante da vida e de seus desafios. Vemos, na narrativa, uma sequência de erros cometidos, avaliações injustas e muita autopiedade. Gratificante foi conhecer Miles, mesmo que fictício, manter seu amor pelos outros acima de tudo com uma incrível disposição para perdoar e amar, sem limites ou reservas. Conhecer Eva que amou uma parente distante que nem conhecia e foi capaz de abrir mão de pouco, mas tudo o que tinha por esta garota. Scot - o advogado - que foi capaz de dar o seu melhor como profissional e como amigo, mesmo tendo tão pouco. Há sempre algo de bom a se conquistar com uma leitura e, apesar da decepção inicial, pude perceber que "O caminho para casa" me trouxe um caminho de mão dupla, mas o que encontrei de bom foi infinitamente mais marcante do que as decepções. Afinal, não é assim que a vida deve ser? Obrigada, Kristin Hannah.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sueli 28/10/2013

O caminho para casa
Uma emocionante historia que fala sobre relacionamentos. Nos faz pensar sobre o ódio e o amor que andam de mãos dadas. Que o perdão e o amor são a cura para alma, tanto que de quem o libera quanto de quem o recebe.

Vale a pena cada minuto de leitura.
comentários(0)comente



claraisabela 13/04/2020

O caminho para casa
Hannah tem uma escrita cativante e em diversos momentos consegui me sentir imersa na história com todo o seu drama. Não é uma leitura muito leve pois mostra muitas injustiças e situações que nos deixa indignados. Ainda assim, apresenta um desfecho relativamente bom, embora eu acredite que poderia ser feito mais e melhores coisas antes das páginas imediatamente finais.
comentários(0)comente



Alessandra 04/06/2019

Arrebatador
Estou seriamente começando a ter um caso de amor com esta escritora. sem sombra de duvida um dos livros mais lindo que já em minha vida. Onde clica para dar 10 ESTRELAS ?? Quer um livro para arrebatar seu coração ? Com certeza o nome dele é O Caminho para Casa. Como sempre Kristin nos leva para uma narrativa incrível sobre duas mulheres sensacionais. A história conta sobre a vida de Jude e Lexi. Jude é a mãe totalmente dedicada (entre erros e acertos, me identifiquei muito com ela) que tem dois filhos gêmeos com personalidades totalmente diferentes: Zack, o rei da escola, lindo e com muitos amigos e Mia, a menina tímida, nem tão bonita e sem amigos. A outra personalidade é a Lexi, órfã, colega deles na escola que entra na vida dessa família para mudar todo um destino. Jude recebe Lexi em sua família de forma muito carinhosa e ela se torna a melhor amiga de Mia e namorada de Zach. O livro se passa em dois tempos, um quando as crianças estão entrando no colegial com 14 anos e outro após 6 anos com eles já com 20 anos e toda uma vida marcada por escolhas. Uma história de mães guerreiras, do amor entre um homem e uma mulher, do relacionamento de pais e filhos, avós e netos e acima de tudo do perdão. Uma história sensacional sobre família, seus amores e suas escolhas. Um livro com personagens para guardar no coração ❣
comentários(0)comente



Patricia Chame 03/10/2017

“– Desculpe-me por demorar tanto para chegar até aqui. Eu… me perdi – disse ela finalmente.”
Começo com um desafio: Leia as primeiras páginas deste livro e tente largar.
Tente não se emocionar.
Tente não se envolver.
Já adianto: será muito, muito difícil.

Mesmo depois de ter lido outros 4 maravilhosos livros da autora (Jardim de Inverno, O rouxinol, As cores da Vida e Quando você voltar) ela ainda consegue tirar meu chão e devastar meu coração.
O que esses 5 livros tem em comum?
Tudo e nada. Histórias completamente diferentes mas ao mesmo tempo TÃO profundas e tocantes, tão envolventes que te fazem pensar em tudo: na vida, no mundo, nas pessoas, além de chorar, claro, impossível não se emocionar em seus romances.

Só a Kristin Hannah consegue escrever personagens com tanta dose de realidade que parecemos conhecer aquela pessoa e estar vivendo aquele sentimento.

O livro é devastador e vai partir seu coração. Você sofrerá com cada personagem, assim como encontrará o perdão com eles.
Você lerá sobre perda, maternidade, amizade, luto, perdão, escolhas, julgamento e recomeços.

O título que sei a resenha resumo muito do livro, mas só depois da leitura vocês entenderão.
por enquanto deixo outros trechos que dão uma previa do que esperar:

'As pessoas pensam que amar é um ato de fé – falou a mãe – Às vezes, é um ato de vontade."

"O preço de ser franca com os filhos era muitas vezes ficar sabendo de coisas que seria melhor não saber. Acreditava que os pais tinham duas escolhas: exigir sinceridade e lidar com verdades indesejáveis ou enfiar a cabeça na terra e aceitar as mentiras."

"Os sonhos eram coisas efêmeras, como balões que, uma vez soltos, desaparecem no céu."

“Uma sensação curiosa tomou conta de Lexi. Era como o leve bater de asas de um passarinho, uma emoção tão estranha que ela não a reconheceu de imediato. Esperança” (Pág. 15).

"Era isto o que o amor fazia com uma pessoa? A retorcia e esvaziava até restar apenas a necessidade? Se fosse assim, como ela sobreviveria?"

"-Você sempre amou seus filhos excessivamente. Você se preocupa demais em fazê-los felizes.
Conselhos vindos de sua mãe. Perfeito. Jude deu um meio sorriso.
-É impossível amar excessivamente os filhos. Mas eu não espero que você entenda isso."

Claro que recomendo - FAVORITO DA VIDA - 5 ESTRELAS
Jaque Ferreira 03/10/2017minha estante
Também é um dos meus favoritos da vida . Já li 3 dessa autora mas diferente de você esse foi o único que gostei .
E como você disse , é impossível não chorar , não se emocionar , não torcer e não xingar alguns personagens !


Kelly Brandão 27/03/2019minha estante
Essa autora se tornou minha favorita tbem. Tudo que li dela eu favoritei. Ela sempre me toca fundo, me leva as lágrimas e depois me faz sonhar com as possibilidades infinitas que os personagens tem de seguirem com suas vidas. Ela faz com que eu me sinta íntima dos personagens, não uma mera espectadora, e eu AMO isso




L 24/06/2013

Kristin Hannah tem livros incríveis e esse é um dos meus preferidos. A protagonista sofre bastante, é uma história triste, mas maravilhosa.

Já li jardim de inverno, o caminho para casa, quando você voltar, lembranças de nós dois, entre irmãs, e além da esperança. Os três primeiros são excelentes, quem ainda não leu, leia! Os outros também são bons. O mais fraco é o último, mas soube que a versão que eu li foi publicado como livrinho de banca e deceparam "só" umas 150 páginas do livro(sacanagem).

Enfim... Pelo que vi, ela tem mais livros, mas sem tradução para o português. Provavelmente lerei em inglês mesmo, porque não aguento esperar alguém publicar por aqui.
comentários(0)comente



Manu 07/06/2013

O caminho para casa
Caminho Para Casa - Para Uma Mãe, a Vida Traz Uma Série de Escolhas Difíceis - Kristin Hannah

"O caminho para casa" é mais que um drama,é um livro sobre lição de vida que conta a história de Jude,esposa de Miles e mãe de um casal de filhos gêmeos,Zach e Mia,no qual desde o momento em que ambos nasceram,ela faz de tudo para ser uma mãe perfeita e protetora.Quando eles chegam ao ensino médio,é o momento em que Jude sofre uma grande tensão pelas preocupações peculiares de uma mãe de adolescentes.Do outro lado da história,se encontra Lexi,uma garota que diferente de Zach e Mia,não teve nada desse amor e proteção que os gêmeos sempre tiveram.Filha de uma mãe drogada,Lexi ja havia passado por sete lares adotivos e quando sua mãe morre,ela vai morar com uma tia-avó que nem sabia que existia.É nesse espaço de tempo que ela vai estudar na mesma escola de Mia e Zach e a partir daí,surge um grande laço de amor e amizade entre os três,onde Lexi se torna a melhor amiga de Mia e o grande amor de Zach.O tempo vai passando e esse laço vai se fortificando cada vez mais,até que um dia uma escolha mal feita,traz uma tragédia que faz com que o destino de todos os personagens envolvidos na trama mude completamente.
É difícil falar ao certo o impacto que esse livro me causou,pois em cada capítulo eu era pega de surpresa de uma forma que quase me deixava sem ar.Os temas abordados nesse livro,falam de amor,amizade,escolhas,perdão e caem como luva tanto para jovens,quanto para adultos.
É o tipo de história que faz você refletir sobre a vida e se perguntar como você agiria em determinadas situações.Com certeza irá arrancar muitas lágrimas de quem o lê,pois além de ser uma história forte,os acontecimentos são tão intensos que faz você pensar muitas vezes que também faz parte da história.É muito fácil eu me apegar a um livro,mas "o caminho para casa" vai além disso.Quando terminei a leitura minha vontade era que todas as pessoas que eu conheço,lessem esse brilhante drama para que experimentassem o mesmo sentimento que eu experimentei.Não canso de dizer que compartilhar dessa leitura foi um presente pra mim,cada personagem ficou gravado em mim de uma forma que me fazem falta.É a primeira obra que leio de Kristin Hannah e me sinto sortuda em ter começado tão bem,pois ela me mostrou ser uma autora extremamente talentosa que sabe conduzir os fatos de uma maneira impecável.Enfim,"o caminho para casa" se tornou sem nenhuma dúvida um dos meus livros favoritos e eu me vejo no dever de recomendar essa grande obra prima.
Então,não percam tempo e boa leitura!
=D
comentários(0)comente



Mel 27/04/2013

A narração é um pouco forçada, mas a história é linda!
Leandro 13/07/2013minha estante
Já estava me perguntando se somente eu havia achado a narrativa cansativa...




Douglas Brandão 05/04/2013


Em minha vida de leitor, acabei descobrindo que existem livros que foram escritos para combinar com você ou com qualquer outra fase de sua vida onde você esteja triste, alegre, radiante, ou extremamente na deprê. Quando você ler uma romance quando está apaixonado você se envolve de uma maneira ímpar a história, como se fosse um dos personagens e até chega a trocar o nome do mesmo com o seu de forma imperceptível; quando esta triste, você se ver lendo um livro a la Evanescence; quando estar revoltado, com certeza você ler um livro que tem policia, justiça, ou um que tem qualquer serial-killer. Isso se chama vibe. E foi nessa fase que embarquei em O Caminho para Casa, escrito com sutileza e emoções à flor da pele.

Jude Farraday é uma mãe super protetora. Depois que deu a luz aos gêmeos Mia e Zach, vive fazendo de tudo para protegê-los e entra em pânico só em pensar no que pode acontecer com eles longe de suas vistas. Casada com o médico Miles, moram numa casa relativamente espaçosa. Quando os gêmeos vão para o ensino médio, Jude reluta no que pode ou poderia lhes acontecer, já que seria um mundo totalmente novo para ambos e tudo espreitava com um aviso em néon: Cuidado! Ela simplesmente não aceita o fato de que seus bebês cresceram e querem voar como pássaros. Mas Jude insisti e persiste em querer cortar suas asinhas.
Intercaladamente conhecemos Lexie Baill, uma jovem com passado doloroso, do qual vivera com sua mãe viciada em drogas e depois de sua morte passara a viver em lares adotivos temporários. Ela estava convencida que não tinha mais família, mas quando descobre que tem uma tia-avó, fica toda feliz. Eva Lange a leva para morar consigo, e passa a ser a mãe que Lexie nunca teve. E logo a matricula no ensino médio.
Ao chegar à nova escola, Zach é o primeiro a vir lhe falar, e naquele momento Lexie se apaixona por aquele menino de cabelos loiros. Mesmo na escola ela se sente sozinha, só que quando conhece Mia, tornam-se amigas feitas unha e carne ou qualquer outra coisa que se possa comparar a ambas. Entre elas surge uma amizade poderosa que nada poderia abalar ou destruir.
A vida de Lexie vai ser unir à vida dos Farraday de uma maneira incomparável e única. Um fascinante jogo de emoções dá se início cheio de delicadeza, doçura, sentimentos e sensações capazes de fazer você se arrepiar. Além de contar com uma belíssima história sobre perdão e recomeço, e onde o amor verdadeiro é o único em questão.

“As pessoas pensam que amar é um ato de fé – falou a mãe – Às vezes, é um ato de vontade.” Pág. 322

O Caminho Para Casa é um livro mágico. Ele provoca em você uma avalanche de emoções que ti farão se emocionar a cada página. Uma história meiga, cheia de amor, compaixão e uma mensagem que ficará gravada na memória de cada um até o dia em que suas pálpebras se fecharem desfalecidas. O livro que marcará a vida de quem o lê.
Kristin Hannah fez bem em largar a advocacia e engrenar na escrita. Sua narrativa interligada aos mais belos adjetivos, é de uma poesia sofrida e ao mesmo tempo alegre, que é impossível você não se ressenti com a história de vida dos personagens. Eles foram criados com características e atitudes tão marcantes, que vai ser difícil se esquecer deles facilmente.
Jude com sua alma de leoa, Miles com seu ar de gratidão e perdão, Mia com sua hesitação, medo e coragem, Zach com sua popularidade e cheio de razão, Lexie, com sua história e predicados únicos, e Grace, com sua pureza, inocência e amor. Você aprende a amar cada um deles como se fosse amigos reais e sente vontade de abraçar cada um deles.
Óbvio que recomendo o livro a todas as pessoas, pois mesmo quem não gosta de drama/romance vai amar e se emocionar com este enredo imprevisível onde você não imagina o que vai acontecer na página seguinte.
Espero ler mais livros da autora, pois ela transborda potencial e sucesso, e isso é indubitável!
comentários(0)comente



Alê 10/03/2013

Emocionante!
Esse livro é muito bom, me emocionei muito, a partir da metade chorei pra caramba. A história nos faz refletir sobra o q valorizamos, nossas prioridades, e q as vezes achamos q estamos fazendo o certo qdo na verdade não estamos. E que tem coisas que nem mesmo o tempo conserta, mas aprendemos a viver com elas. É o tipo de livro q qdo vc termina, fica um tempão pensando nele... adorei, recomendadíssimo!
comentários(0)comente



Josiane.Castro 15/01/2021

Esse é para chorar
O tipo de leitura que nos faz chorar demais e avaliar a justiça e as injustiças da vida ! Respira fundo e vai! Boa leitura
comentários(0)comente



day 07/11/2012

uma maravilhosa aventura ao país das lágrimas!!
Posso dizer com certeza que esse livro entrou na lista dos melhores livros que eu li na minha vida.
O livro é simplesmente fabuloso,bem escrito e te envolve desde o primeiro capítulo.
O livro me tocou profundamente pois me senti muito parecida com a personagem Lexi em alguns aspectos.
Fala da história de amizade e amor entre a Lexi,uma menina pobre,orfã e filha de uma ex -presidiária que morreu na frente da filha de overdose.
Uma menina que sofreu muito e que conheceu a menina loira e retraída chamada: Mia,que era irmã gêmea do menino mais cobiçado e lindo da escola o Zach.
Daí nasce uma das histórias mais tocantes que já li na minha vida.
Zach e Mia tinham pais maravilhosos a linda e dedicada mãe Jude e o pai médico bem sucedido Mills.
A dedicação da Jude ao filhos é algo maravilhoso,uma mãe exemplar.
A parte muito tocante do livro também se refere a maternidade,ao amor de uma mãe por um filho,do que uma mãe é capaz de fazer para ver seus filhos felizes.
O livro mexeu muito comigo pela Lexi a qual eu me identifiquei ,e pela jude que lembra minha relação com minha amada mãe que morreu a quase dois meses.
O livro é cheio de surpresas e reviravoltas,você sente pena,amor,comoção e até raiva em alguns capítulos.
Mais o livro é pura emoção.
maravilhoso!! amei demais e recomendo.
comentários(0)comente



Kfloraline 22/04/2020

É impressionante a forma que o livro te prende. No início eu tive algumas dificuldades em ler, primeiro livro que eu leio da autora, história mais madura do que eu costumava ler mas depois o livro encanta, te prende na história, te faz chorar e pensar que tudo vai continuar daquele jeito mas no fim te dá uma surpresa muito bonita.
comentários(0)comente



173 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |