Os Mackenzie

Os Mackenzie Linda Howard




Resenhas - A Montanha dos Mackenzie


38 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Camila 09/11/2018

Do tipo que eu amo...
Uma linda história de amor e superação, entre uma professora e um mestiço que sofre com o preconceito de toda uma cidade...
comentários(0)comente



Pretenses 24/03/2018

Emponderamento feminino e romance
Gente eu sou uma romântica confessa e os livros vendidos nas bancas de jornal sempre fizeram parte da minha vida e foi um dos principais motivos para hoje eu ser uma leitora tão voraz...
Além da Nora existe outras autoras que curto bastante, uma destas autoras é a Linda Howard e hoje vou escrever sobre o livro “A Montanhas dos Mackenzie” o primeiro de uma série composta por 5 livros. São livros totalmente independentes, mas opor se tratar de uma série, se você deseja ler todos, é sempre bom seguir a sequencia, mas caso queira ler apenas um, não te atrapalhará em nada.

Desde já quero alertá-los que todos os livros da Linda possuem uma pegada hot bem forte, suas histórias são todas bem “calientes”, suas tramas são bem elaboradas, mas ao mesmo tempo conseguem ser bem simples. Gosto muito desta série porque ela aborda muito o tema sobre preconceitos raciais e o papel da mulher na família e na sociedade, em toda a série a autora vem quebrando vários paradigmas e conceitos que não deveriam existir, mas são muito presentes em nosso dia a dia mesmo nos dias de hoje, pois esta é uma história contemporânea escrita em 1989.

“Ela engoliu em seco, alarmada com a agressividade dele. Não estava acostumada a homens falando aos gritos tão perto do seu rosto. Na verdade, admitiu a si mesma, não estava acostumada com homens de maneira alguma. Quando era mais jovem, os garotos haviam ignorado a menina pálida e estudiosa e, quando ficou mais velha, os homens tinham feito o mesmo. "

site: http://www.blogpretenses.com.br/2018/03/resenha-montanha-dos-mackenzie.html
comentários(0)comente



Janise Martins 02/02/2018

A Montanha dos Mackenzie
Com certeza uma distração. Um livro com uma escrita simples, direta, e eu diria que limpa. Sem mimimi, sem encheção de linguiça. Uma leitura rápida e envolvente. Personagens fortes e empáticos.
Mary é uma professora solteirona com quase 30 anos que se mudou para uma cidade pequena para lecionar. Onde os moradores são fofoqueiros e preconceituosos e por isso têm uma rejeição a Wolf e Joe Mackenzie, pai e filho, que são mestiços, “meio branco, meio índio”.
Devido aos descasos dos professores Joe desiste da escola, mas Mary foi buscá-lo de volta, pois é o melhor aluno. E quando ela vai atrás dele conhece o pai, Wolf. Um baita mestiço lindo, ulalá!!! E a atração entre os dois foi inevitável. A toda “santa” tremeu na base e deixou o mestiço “daquele jeito” (coitado, já andava em uma “seca” lascada).
A professora tocou o horror na cidade fazendo amizade com os Mackenzie e por causa disso atentados deram início na cidade, inclusive ela foi quase estrupada, o que despertou os instintos do índio. Aí começa a caça do agressor.
O envolvimento de Mary e Wolf apesar de rápido é muito bonitinho. E ela ainda ajuda a Joe a alcançar seu sonho. Essa uma outra parte muito fofa.
Gostei muito das personalidades dos personagens. São fortes, inteligentes e sem frescura e enrolação. Até os rudes mestiços têm seu lado fofo e com caráter, apesar de toda rejeição.
Gostei muito ler e recomendo.
E foi assim.
Bjoo.



site: https://janiselendo.blogspot.com.br/2018/02/a-montanha-dos-mackenzie-linda-howard.html
comentários(0)comente



Raquel 30/12/2017

Adorei, livro muito bom, nos mantem interessados no desfecho até o final sem perder o brilho...
comentários(0)comente



Momentos da Fogui 13/09/2016

Momentos da Fogui
Leia a resenha no blog:

site: http://foguiii.blogspot.com.br/2014/09/serie-saga-dos-mackenzie-01-montanha.html
comentários(0)comente



Luísa Nolasco 27/08/2016

Que livro maravilhoso!
Estou encantada com a Linda Howard, gosto muito dos livros dela, mas esse realmente é de tirar o fôlego e deixar a gente de queixo caído!
Me encantei com a personalidade de ambos os personagens, o Wolf é sensacional, com uma personalidade forte, um homem bruto, mas ao mesmo tempo, derrete nossos corações com as atitudes de coragem dele.
Não tenho nem como expressar como o casal tem química, adorei os dois juntos, as cenas são lindas e muito bem escritas.
A Mary é uma mulher maravilhosa, inteligente, que não se conhece como mulher, mas descobre nos braços do Wolf. Ele falando que ela é a mulher dele é uma das cenas mais lindas pra mim, haha.
Tive que dar 5 estrelas, e se pudesse, daria mais, porque a história me prendeu do começo ao fim, Linda Howard me encantou e emocionou com esse livro, uma pena ser tão pequeno!
comentários(0)comente



Arissia 10/07/2016

Lindo.
Confesso que economizei páginas para o livro durar mais! O que que é isso? Lindo.
Este livro nos conta a história de Wolf e Mary, Wolf, um descendente de índios/escoceses e uma moça branca, Mary, a nova professora da cidade que se empenha e esforça-se por cada aluno e luta por Joe, o filho de Wolf que havia abandonado a escola! O que dizer dos personagens? Wolf um homem em todos os sentidos da palavra, honrado, protetor, possessivo e sexy! Mary; uma professora arretada e decidida, enfrenta tudo e todos para defender o que acredita! Cenas hots na medida certa! Amei, super recomendo!
comentários(0)comente



Caro - só troco livro por livro 15/10/2015

3,5
Confesso que demorou a engatar!
A lenga lenga do Wolf me chateou um pouco...
sabe aquelas coisas: "só de vê-la, meu P** fica duro, mas não posso"???? rsrsrsrsr
Pois ele fica assim!!
Mas depois que ele decide que quer Mary para sempre, ai a história deslanchou!!!
Achei bem quente e bem fofo ao mesmo tempo!
recomendo!!!
comentários(0)comente



Ly Cintra 26/06/2014

Wolf Mackenzie, nosso índio em questão, é perseguido por ter uma linhagem mestiça e desde que foi mandado para cadeia por conta disso, se recente até o último momento com qualquer morador da região e não faz nenhum esforço para tentar mudar o cenário, procurando se manter afastado dos olhos da vizinhança, criando seu único filho de um casamento fracassado em sua recolhida fazenda.

E os moradores de Ruth pareciam bem feliz com esse arranjo, até chegar a certinha professora do colegial, Mary Elizabeth, que não se conforma com o tratamento que é dispensado aos Mackenzie e decide abertamente estabelecer partido, desde que Joe, o filho de Wolf, resolveu abandonar a escola.

Wolf é um cabeça dura sem tamanho e tem uma enorme insistência de ficar lembrando a Mary que ela é uma “mulher branca” e ele um “mestiço”. E esse lenga lenga chegou até a tirar minha paciência por uns minutos, até eu tentar me colocar no lugar dele e perceber que não deve ser nada fácil ter uma cidade inteira lhe virando as costas.

Mary em sua vontade imensa de ajudar a resolver essa questão, só se mete em confusão! Mas adorei a coragem dela em defender o que acredita e me diverti bastante com suas tiradas inocentes... Mary não conseguia perceber o enorme interesse que fazia brotar em todo o ser de Wolf. Ela acabava ficando toda atrapalhada e ele cheio de desejo reprimido.
E quando esses dois entraram em combustão não fizeram feio não hein, (muitos risos)! Mesmo assim, os momentos mais quentes e picantes do livro não vendaram a minha percepção para as duras críticas que a autora fez sobre o preconceito contra os indígenas. E quando Wolf resolveu abrir seu coração e confessou a Mary os seus segredos mais íntimos, doeu até em meu próprio coração, foi uma abordagem brilhante do assunto.
Em meio a toda essa confusão, está a solta na pacata cidade de Ruth, um maníaco misterioso que está atacando as mocinhas inocentes do local e fazendo de tudo para que Wolf seja incriminado, mais uma vez... A curiosidade e o clima de suspense promete lhe fazer companhia em todo o percurso.

P.S.: Tia Ardith não aparece "presencialmente" na trama, mas deveria ser a autora de um manual de como as damas devem se comportar na sociedade, ri muito toda vez que a Mary citava sua Tia.
Nem preciso confessar que me derreti toda por esses Mackenzie's! Suspirei vezes de perder as contas :D E sim, eu não me enganei. É Mackenzie no plural, porque o livrinho aqui faz parte de uma série
*-* (Como eu #AMO isso).

Confiram:
A Montanha dos Mackenzie (Mackenzie’s Mountain)- Wolf Mackenzie e Mary Elizabeth Potter
Missão Mackenzie (Mackenzie’s Mission) - Joe Mackenzie e Caroline Evans
O Prazer de Mackenzie (Mackenzie’s Pleasure) - Zane Mackenzie e Barrie Lovejoy
O Encanto da Montanha (Mackenzie's Magic) - Maris Mackenzie e Alex MacNeil
Jogo do Acaso (A Game of Chance) - Chance Mackenzie e Sunny Miller

site: http://minhas-palavras-secretas.blogspot.com.br/2011/07/maratona-de-banca-julho.html
Rafa 21/02/2015minha estante
Parabéns, muito boa resenha!




Edna 23/03/2013

SAGA MACKENZIE
ESSE LIVRO É TOP DE LINHA.UM DOS MEUS FAVORITOS DA VIDA.WOLF É LINDO, MÁSCULO, MARAVILHOSO E ÍNDIO AMERICANO, COMANCHE... PRECISO DIZER MAIS O QUÊ PRA COMEÇAREM A TER UMA FANTASIA?
BEM, ESSA HISTÓRIA É A PRIMEIRA DE VÁRIAS...CINCO AO TODO, E ACHO QUE LINDA HOWARD PODERIA TER ESCRITO SOBRE OS FILHOS QUE FALTARAM, MAS DE TODAS ESTE É O MELHOR, POIS FOCA NA HISTÓRIA DOS PAIS, E TODO O PRECONCEITO QUE WOLF SOFRE POR SER ÍNDIO E MARY SUA AMADA PASSA POR COMBATER AS MENTES PEQUENAS DAQUELAS PESSOAS.ELE TEM UM FILHO ADOLESCENTE, JOE, QUE SERÁ O PROTAGONISTA DO PRÓXIMO LIVRO, QUE É ALUNO DA PROF. MARY POTTER, QUE VAI ATRÁS DO ALUNO EM SUA PRÓPRIA CASA, PARA SABER PORQUÊ UM ALUNO TÃO INTELIGENTE, NÃO VAI MAIS A ESCOLA, TUDO TEM HAVER COM O PRECONCEITO QUE SOFREM, SEU PAI UM DIA FOI PRESO POR UM CRIME QUE NÃO COMETEU, E ATÉ HOJE É JULGADO POR ISSO, É NESSE INTERESSE DE AJUDAR JOE QUE MARY CONHECE O LOBÃO E SE APAIXONAM DE VERDADE.
MARY É SEM GRAÇA E TÍMIDA COM RELAÇÃO A HOMENS, MAS ELE A FAZ DESBROCHAR, E DEPOIS DE UMA SÉRIE DE INTRIGAS E DE CORREREM PERIGO DE VIDA ELES FINALMENTE PODEM FICAR JUNTOS E FORMAR SUA FAMILIA.
NOTA DEZ ESSE LIVRO, MUITO BOM MESMO.
comentários(0)comente



Alice 11/08/2012

A história desse livro se passa em uma cidade pequena chamada Ruth. Vou confessar a vocês, eu li umas três resenhas desse livro antes de lê-lo porque estou meio farta desses livros sobre mestiços com mulheres brancas e esse livro, pelo menos pelas resenhas que li, parecia bem calmo. Hoje de manhã decidi ler algo mais calmo do que o hábito e como esse livro já estava a um bom tempo na lista de espera, resolvi lê-lo.
A primeira frase do livro já me surpreendeu e me fez perceber que o livro definitivamente não é calmo como eu esperava pois começa com o seguinte trecho:
"Ele precisava de uma mulher. Muito."
Sem mais distrações vou falar logo aos curiosos o que precisam saber sobre o livro para que tenham seu interesse despertado.
Esse é um livro QUENTE do início ao fim, tem partes realmente picantes, mas não é daqueles que tem tanta cena HOT que faz com que se torne uma história sem pé nem cabeça...
Começamos conhecendo a Mary, uma professora recatada e que se esconde atrás de roupas que são- como ela mesma chega a definir no livro- como sacos de batatas. Ela tem a personalidade forte, é muito inteligente, ingênua e batalhadora.

Ela se muda para Ruth para lecionar em um colégio e vai atrás de um aluno que abandona a escola. chegando na montanha dos Mackenzie ela conhece Wolf (suspiro) um mestiço que a impressiona desde o primeiro momento em que se encontram...
Eles tentam evitar a atração que surge entre os dois, ou melhor, Wolf ( o papai gostosão) tenta se afastar de Mary porque apesar da atração inegável que existe entre os dois, ele teme que se houver algum envolvimento entre eles as pessoas da cidade podem fazer mal para Mary já que todos têm um fortíssimo preconceito contra indígenas e particularmente contra ele que é um ex presidiário.
O desenvolvimento do livro é ótimo e surge até um mistério no meio pois uma jovem é estuprada por um homem mascarado e a cidade inteira fica tensa e logo acusa Wolf o que deixa a mocinha muito irritada e pronta para desvendar o mistério e descobrir de uma vez por todas quem é esse maníaco e porque ele parece sentir ódio por Wolf e seu filho.
Resumindo... O livro é ótimo, emocionante e marcante e além de recomendar o livro a vocês, afirmo que com certeza irei atrás de mais livros da autora e quem sabe os posto logo logo aqui.

Quer ver mais resenhas e ler esse e muitos outros livros online? Acesse:
Blog meuslivrosmeumundo.blogspot.com
comentários(0)comente



Cris Paiva 10/05/2012

O livro já me conquistou na primeira frase: "Ele precisava de uma mulher. Muito."

Papai Mackenzie é top em qualquer lista de homem gostoso que eu faça! O homem começa o livro desesperado por uma mulher. Ele tem um equipamento de primeira linha, em ótimo estado de conservação, mas está impedido de usá-lo! Oh dó, vem aqui gostosão que eu te dou uma mãozinha!! Kkkkk
E no meio desse desespero todo, aparece no alto da sua montanha, uma professorinha bem da sem-graça com o carro enguiçado, a procura de seu filho, que fugiu da escola, e o índio gostosão tem de carregá-la até a sua casa e descongelar a pobre. E é só os dois se conhecerem pra coisa pegar fogo! Gentem, o fogo desse homem não se apaga, e a pobre professorinha luta muito para conservar a sua honra intacta mas logo percebe que é uma batalha perdida e se entrega àquele homem abrasador. O homem é realmente uma coisa, capaz de deixar o seu útero em chamas! Leia somente no inverno e com o ar-condicionado ligado!

E não bastasse o homem ser aquela “coisa” o filho esta seguindo pelo mesmo caminho. O livro do Joe Mackenzie também é quente igual ao do pai. Mas também com um pai desses, queria o que?
Nana Mendes 25/01/2011minha estante
Maravilhosoooooooooooooooooo


Hester 08/09/2011minha estante
Nao gostei. Acho que esperava mais depois de tantos comentários. Mesmo as cenas dele com a mocinha nao achei nada excepcional.
Nesta questao ainda fico com o Rome Mathews :-)))
Questao de gosto!


Cristine 11/05/2012minha estante
papai Mackenzie é o cara!! e o Joe não deixa nada a desejar, se bem que o Zane tbm não...kkkkkk




MI 28/04/2012

Tudo o que Wolf Mackenzie acreditava necessitar desde o início era de uma mulher,no sentido mais restrito e claro da palavra!E a vida lhe trouxe muito mais que isso, lhe ofereceu uma professora com olhos de anjo, roupas antiquadas e modos desafiadoramente corajosos...que lhe viravam do avesso. A ponto de revelar a toda cidade de Ruth que ele não tinha nada de perigoso. Mary Elisabeth simplesmente conquistou o senhor da montanha mackenzie.Esta é uma estória emocionante e cheia de sensualidade. Que nos faz suspirar, sonhar (com um Wolf pra chamar de seu),vibrar,sorrir e amar tudo ao mesmo tempo...rsrsrsrs a Linda Howard arrasou neste 1º livro da série.Mau posso esperar pra ler os outros.
comentários(0)comente



Linny 14/03/2012

Empolgante
Neste livro conhecemos a história de Mary Elizabeth Potter, uma eximia professora recém chegada na pequena cidade Ruth em Wyoming. Ela é uma jovem pura, simples e de personalidade forte que em pouco tempo percebe certos eventos desagradáveis já existentes e por não aceitar estes fatos decide fazer algo para muda-los.
Mary descobre que uma das injustiças cometidas pela população, foi um ex aluno meio-índio que era o melhor da escola ter abandonado o curso por sofrer preconceitos. Indignada com tal fato ela vai até a casa do aluno a fim de convence-lo à voltar para escola e saber os detalhes que o levaram a tomar esta decisão, porém uma nevasca violenta faz com que fique presa na Montanha dos Mackenzie...Entretanto no momento em que Mary conhece Wolf Mackenzie um meio índio, valente e bruto que a ajuda, levando-a para sua casa; ela naturalmente já se encanta com o modo de Wolf trata-la e depois de conhecer Joe Mackenzie, o aluno em questão, só favorece ainda mais a sua vontade de ajuda-los a serem bem vistos pelo moradores de Ruth, também a mostrar que eles são como os brancos e principalmente provar a inocência de Wolf.
A professora começa a pôr o seu plano em prática; passa à das aulas particulares a Joe para ajuda-lo a ingressar nas Forças Armadas, mas especificamente na Aeronáutica. E com isso acaba por se aproximar mais de Wolf fazendo com que ambos se despertem para o amor, mas esse ato de bondade e envolvimento não é bem visto pela cidade... Por isso eles vão ter que enfrentar à todos e também a lidar com um individuo maniaco sexual que começa a fazer vítimas na pequena cidade.


Esse livro é simplesmente incrível! A autora soube criar uma história onde o leitor se seduz com o envolvimento dos personagens ao mesmo tempo em que vibra com cada novo fato favorável aos mocinhos!
Os personagens são fascinantes, Mary é uma garota guerreira e extremamente de mente aberta que não descansa até conseguir os seus objetivos. Wolf é...Ah é difícil descrever um homem tão maravilhoso, que à todo momento se mostra transparente nas suas emoções rs. Joe é um garoto tão apaixonante quanto o pai e para completar o pacote, possui ainda um charme infalível! Os personagens secundários também foram necessários para o complemento da trama, porém houve dois que gostei mais; o policial Clay Armstrong e Pam Hearst.
Gostei tanto desse livro que já estou ansiosa para ler o segundo volume que conta a história de Joe! E não sei dizer qual membro da família eu gostei mais, se foi o pai ou o filho!!! Ha ha ha
Lembrando que A Montanha dos Mackenzie é um romance histórico fofo e possui momentos bem picantes por isso é uma leitura recomendada para adultos.
Para finalizar deixo recomendadíssimo para todos!
comentários(0)comente



Hester 08/09/2011

Li aqui excelentes comentários sobre o livro. Comecei cheia de expectativa e... nao gostei.
Achei fraco, as cenas dele com a mocinha tb nao me agradaram por serem fracas. Acho que a expectativa arruinou minha leitura :-))))
Tícia 09/01/2012minha estante
Embora eu goste muitíssimo desse livro, eu entendo você, Hester. A gente vai com tanta expectativa que, às vezes, nos decepcionamos, né? Sei como é isso! Ah! Vi, pelos seus comentários, que vc achou o Rome o bam bam bam, né? Eu também!!!!! Sou apaixonada por esse hómi!!!! Pena que não é de verdade!!!!! rsrsrsrs Coração eterno é um dos meus livros TOP!
Um abraço!


Hester 16/01/2012minha estante
Pois é Ticia. A gente lê vários livros, e alguns grudam ou marcam mais. E o Rome é um dos meus homenzinhos de papel mais marcante. Abracos




38 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3