O Demônio do Meio-dia (Edição de bolso)

O Demônio do Meio-dia (Edição de bolso) Andrew Solomon




Resenhas - O Demônio do Meio-dia


57 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Thiago 25/03/2021

É um relato pessoal e bem comovente da batalha do autor contra a depressão.

Além de contar sua própria história, o livro é uma investigação bem ampla e profunda sobre a depressão. Ele entrevista outras pessoas que tiveram ou têm depressão, conversa com médicos, aborda os aspectos biológicos, sociais, históricos, culturais, o funcionamento dos remédios, etc. É realmente uma anatomia da depressão.

Conquanto discorde de certos posicionamentos, a obra é excelente. Os relatos são especialmente impressionantes. É daqueles livros pontiagudos.
comentários(0)comente



alemesquitaneto 20/02/2021

Livro difícil, porém necessário. Demorei bastante para terminar a leitura, porque apresenta passagens muito pesadas, entrevistas de pessoas que sofreram muito por causa da depressão ou antes dela. Ainda assim, uma leitura indispensável.
comentários(0)comente



momonte 16/02/2021

Um tratado sobre depressão
De forma clara o autor nos apresenta muitas questões sobre essa doença que tanto impacta nossas vidas (pelo menos comigo está sendo assim).
Através de sua própria vivência com esse transtorno e muitos outros exemplos, ele nos conduz por um caminho rico em esclarecimentos.
O que é a depressão, o caso de Solomon com seus colapsos, os tipos de tratamentos que já foram usados e que estão sendo usados atualmente, alternativas paralelas, como a depressão se manifesta através de diferentes grupos: homens, mulheres, crianças..., a relação entre depressão e vícios, a relação entre depressão e suicídio, como a depressão era tratada desde séculos atrás, o impacto da depressão em populações carentes, políticas para tratamentos psicológicos... enfim, uma gama de informações que nos faz crer que existe esperança para enfrentarmos tamanho obstáculo e seguirmos na vida construindo e realizando nossos sonhos... (pelo menos comigo está sendo assim).

...Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia, nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia... Salmo 91:5,6
comentários(0)comente



AnaPaula 21/01/2021

Denso e cheio de gatilhos
Explico: o livro é muito, muito denso. Um capítulo dele quase que me fez parar de lê-lo. Há nesse capítulo algo que me deixou exausta, pesarosa. Não recomendo o livro para quem tem depressão. Mas é ótimo para quem procura conhecer essa doença, principalmente nos seus 5 primeiros capítulos. O que o autor descreve da depressão no capítulo 1 é muito bom para psicólogos e terapeutas. Mas, repito, é denso, pesado. Não consegui ler 3 capítulos, por seu viés mais social. Ative-me aos que trazem a experiência do autor com a depressão. Enfim, das suas 559 páginas, consegui ler 313 , sendo que 134 páginas não lidas são as notas, bibliografia, agradecimentos e índice remissivo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Gustavo Mahler 03/11/2020

Uma confissão honesta.
Ultimamente venho mergulhando em leituras confessionais e passando por Santo Agostinho e Tolstói, descubro ( de forma aliviada ) que tudo o que a vida impõe à mim também impôs a outros ? ?outros?, que, poderia eu acreditar em meu falho romantismo ocidental que seriam figuras intocáveis devido ao tamanho positivo que tiveram na história; e sim, sei que não tem lógica essa minha tese rsrs.

Fechando o ciclo, termino a leitura honesta de O Demônio do Meio Dia, mais uma confissão. Só que esta foi uma confissão ainda mais clara, seja por hora usando argumentos científicos, como também (de forma genial) conceitos metafísicos e como a religião teve ? e tem ? papel crucial no estado de espírito humano. Andrew fez um apanhado geral, pontuou os meandros daquela que é considerada a desordem do século ( vamos esquecer a doença causada pelo covid-19 por um instante ). Além disso, ele trabalhou duro neste livro; com pesquisas longas, mostrando a visão deste ?demônio do meio dia? através dos olhos de figuras notáveis do passado e do presente, pontuando, que , esse estado é algo que não pode (ou pode) ser resolvido com o uso da erva de São João , com até os mais recentes ( e polêmicos ) tratamentos farmacológicos. O que aprendi neste livro não foi só o caráter complexo das causas depressivas mas também que devemos estar atentos aos sinais ( pois eles pode ou não ser evidentes ), não só em nós mas em pessoas próximas. A conclusão mais óbvia é que embora saibamos da ligação epigenética da depressão, vivemos em uma sociedade cada vez mais líquida e o ser humano (um animal social) está sendo e será afetado ainda mais por essas mudanças. Cabe a nós mesmos mensurar até onde poderemos ir, nessa lagoa encharcada de redes sociais, ditadura da beleza e exigências profissionais que pode exigir mais do que você foi feito para entregar. Já dizia Einstein: ? um peixe será sempre inútil se for criado por um pássaro dizendo a ele dia e noite que o mesmo tem que voar? . Não quero ser superficial ( já que o livro aborda questões muito mais profundas como a prova questão social e o mito de que ?a depressão é uma doença de rico?), mas fica aqui a dica de leitura resenhada e um conselho.?? O Demônio do Meio Dia sem dúvidas será meu top 10 de 2020 e uma das melhores leituras que tive.
comentários(0)comente



Micaele.Santos 25/10/2020

Bem informativo, com ótimas metáforas para entendermos os sintomas da Depressão.
Recomendo muito para todes!
comentários(0)comente



lari 20/10/2020

cansativo horrores, mas necessário. fundamental especialmente para quem sofre de depressão e outros transtornos psicológicos relacionados
comentários(0)comente



Lucan Medeiros 12/10/2020

Retrato fiel da depressão. O autor consegue trazer todas as nuances da doença: diferenças entre quadros, pensamentos e angústias pelas quais as pessoas com depressão passa...

Não recomendo caso você esteja passando por isso agora. Você ler com exatidão tudo pelo o que você está passando pode gerar algum tipo de gatilho.
Eu mesmo acabei encurtando alguns capítulos e outros deixei de ler por esse motivo.

Mas a qualidade da obra é incontestável
comentários(0)comente



Selennie 27/08/2020

Imprescindível
Todo mundo devia estudar esse livro. Na verdade acaba na página 469, o resto são notas, índice, etc. E só os 4 primeiros capítulos já ajudam muito. A combater o preconceito, a minimizar a solidão dos que sofrem. Por favor
comentários(0)comente



Juliana.Moreira 28/07/2020

Excelente
Indico para todos que sofrem ou convivem com alguém com depressão ou alguma doença mental, psiquiátrica. Uma nova forma realista e original de encarar a doença.
comentários(0)comente



Thejoaogrilo 30/06/2020

Depressão em sua totalidade
Solomon vai até o fundo e disseca tanto sua depressão como a de inúmeras pessoas ao longo do livro. É um livro denso porém honesto. Um retrato mais fiel a cerca da depressão, tão comum mas ao mesmo tempo tão misteriosa
comentários(0)comente



Bru 15/06/2020

Uma ajuda na caminhada
Fazia um bom tempo que estava querendo ler este livro, e achei esse que momento seria o momento exato.
Estou há 10 dias fazendo tratamento para depressão profunda, síndrome do pânico e ansiedade social, já é a minha quarta tentativa, mas sinto que agora vai, pois perdi o medo dos remédios e o medo de tentar. Esse livro conta a experiência do autor com suas crises, com seus processos, com as adaptações ao remédio, e traz relatos de outras pessoas também.
Para mim foi uma excelente leitura principalmente por perceber que não estou sozinha, que mesmo meus amigos, meu familiares próximos, terem se distanciado, e olharem isso como uma frescura, vi que muitas pessoas passam ou também passaram por isso, e de certo modo me deu forças para continuar, mesmo com os remédios e seus terríveis efeitos colaterais, mesmo tentando fazer o melhor para não ver minha mãe, minha única companhia, preocupada com meus dias.
Aliás, é um bom livro para que está passando por essa situação, ou também para quem quer entender um pouco mais sobre a depressão e tudo o que ela causa.
Bru 15/06/2020minha estante
Perdoem os erros. Como dias, faz alguns dias que comecei a tomar o remédio, estou tendo dificuldades para falar, escrever e raciocinar. Acredito que seja a pior parte, junto a a fraqueza, dores de cabeça e tonturas


Ana 15/06/2020minha estante
Muito bom saber sua experiência com o livro. Fiquei com vontade de ler desde que vi uma booktuber que acompanho falando sobre ele. E espero que o tratamento faça você se sentir melhor! Fique bem :)


Bru 15/06/2020minha estante
Obrigada, Ana!
É um ótimo livro, direto e bem explicativo. Espero que dê certo para vc lê-lo :)




Gabms 19/05/2020

Excelente!
Para quem procura entender mais sobre o fenômeno da depressão esse livro é essencial. O autor fala de sua própria experiência, conta caso de várias pessoas e apresenta dados científicos sobre a depressão. É uma leitura densa, alguns capítulos são muito carregados de informação, principalmente os que focam em termos e explicações científicas. Aprendi muito sobre a depressão e aprendi a ter um olhar mais sensível. Esse livro me ajudou a perceber e entender diversas coisas. Muito bom, super recomendo!
comentários(0)comente



Giulia 16/05/2020

.
O demônio do meio-dia é um ótimo companheiro para pessoas que têm depressão, ajudando a entender melhor esse mal do século e perceber que não estamos sozinhos nessa jornada.
comentários(0)comente



57 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4