A Aprendiz

A Aprendiz Trudi Canavan




Resenhas - A Aprendiz


120 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8


Jacqueline 22/02/2013

Depois de finalmente deixar de ser um perigo Sonea se juntou aos magos e começou seu treinamento para se tornar um deles. Contudo nada é fácil.
Apesar de ter poderes como todos naquele lugar, ela não é tratada como igual, por ser pobre e uma "favelada". Para acalmá-la ela descobre que seu guardião só quero o bem dela.
Sonea começa a sofrer o famoso bullying o que torna tudo ainda mais difícil para ela, mas se ela chegou até onde chegou ela não pode desistir por causa disso.
Outras histórias ganham mais força nesse livro e começamos a ver mais de perto as viagens de Dannyl que se torna um protagonista bem interessante.

E sim, é somente isso o que acontece no livro. Parece ser pouco mais não é. Trudi dá um foco muito grande nessas pequenas histórias e não pense que tudo fica entediante e chato pois não fica. Tudo parece ganhar ainda mais força e ritmo e se torna viciante. Sim, essa história é viciante.
Saber as aventuras e tudo o que vai acontecer é algo emocionante, digamos assim.
Esse livro com certeza é melhor do que o primeiro da saga, então se você ainda está lendo Clã dos Magos e não está gostando, por favor não desista.
A escrita continua da mesma forma que o primeiro, mas com um ritmo mais rápido como já disse.
O livro ganhou minhas 5 estrelas e nem preciso dizer o quanto estou ansiosa para ler O lorde supremo, ou preciso?

PLAYLIST: Portishead - Roads
comentários(0)comente



Hsc_Aju 05/08/2016

...maravilho...
No mundo de Imardin temos magia, classes, amizades, inimizades, bullying, protecionismo, conspiração, segredos e uma carga de suspense que faz você grudar no livro. Ai pergunto... ainda não leu?! Tá perdendo uma excelente trilogia fantástica.

Restante da resenha no link

site: http://www.papeletas.com.br/2016/08/resenha-aprendiz-trudi-canavan-trilogia.html
comentários(0)comente



Camila Márcia 07/07/2013

Livros bons sempre trazem cartas na manga: surpreendente!
Nesse segundo volume da trilogia, continuamos acompanhando Sonea, agora integrando do Clã dos Magos e iniciando sua vida Universitária aos cuidados de seu guardião Lode Rothen. Entretanto, depois das descobertas a respeito do Lorde Supremo no livro anterior nem tudo serão flores para a vida de Sonea, Lorde Rothen e Administrador Lorlen. Para completar, Sonea, por ser uma favelada sofre preconceito por conta dos outros aprendizes que se acham superiores por fazerem parte das Casas.
Sonea é perseguida por seus companheiros de turma e praticamente torturada todos os dias, mas seu orgulho a impede de revidar ou de tentar usar seus poderes para se vingar deles. Mas os fatos vão acontecendo, em alguns momentos de forma bem lenta e em outros de forma rápida, e logo o Lorde Supremo Akkarin, descobre que suspeitam que ele pratica magia negra, acaba tomando a guarda de Sonea para si, a fim de manter Lorlen, Rothen e Sonea amarrados numa teia de chantagem: qualquer passo em falso algum ente querido pode sofrer as consequências. Sonea está devastada: tem medo dos outros aprendizes e tem medo de seu guardião.
Nesse ínterim, como Dannyl foi nomeado Segundo Embaixador de Elyne, ele parte para esta terra aliada para cumprir sua nova função, mas acaba por pesquisar sobre magia antiga ao lado de Tayend. Então como todos os personagens que nos cativaram no primeiro volume da série estão separados, a autora, Trudi Canavan, entremeia várias narrativas: de Sonea, de Lorlen, de Rothen, de Dannyl e portanto ficamos sabendo de tudo o que se sucede com todos estes personagens, além de conhecer novos personagens.
Um dos personagens que me cativou logo que apareceu foi o filho de Rothen, Darrien, simpático e muito esperto, com certeza, terá um maior destaque no próximo e último volume da trilogia [assim espero]. Tayend, assistente de Dannyl, também chama atenção por suas peculiaridades e me cativou bastante essas peculiaridades, pois foi inusitada no livro, mas que surpreende pela simplicidade com que foi narrada.
Sem dúvida, Trudi Canavan, evolui bastante em sua escrita e escreveu uma trilogia que instiga o leitor a prosseguir com os livros. Embora esse segundo volume não tenha muita ação, pois apesar de alternar as narrativas entre os personagens, o foco é sempre em Sonea que esta estudando magia, ele é bem informativo e agradável, traz mistério e muitas descobertas que serão importantes para a continuação.
Trudi dividiu o livro em duas partes, a primeira foi um pouco lenta – tal como aconteceu em O Clã dos Magos – mas, na segunda parte do livro a história começa a se desenvolver mais rapidamente. Em A Aprendiz teve também as informações adicionais no final do livro como um glossário com palavras desse mundo novo criado pela autora, mapas e gírias dos favelados. Também gostei bastante da tradução do livro, que no primeiro me incomodou um pouco e, em relação a revisão, devo afirmar que ela foi bem mais cuidada.
E o final de A Aprendiz foi de tirar o fôlego de qualquer leitor e fazê-lo desejar ler o quanto antes O Lorde Supremo, pois tenho certeza que o último livro reserva grandes surpresas e emoções. Já que Trudi Canavan já se mostrou ser mestre em surpreender seus leitores. Este é um daqueles livros indicado para todos os tipos de leitores em especial para os fãs de fantasia!

Camila Márcia
http://www.delivroemlivro.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Lily 28/07/2013

No segundo volume de “A trilogia do Mago Negro”, a autora nos traz a difícil jornada de Sonea rumo à graduação. Ela é a primeira aluna a ser das favelas e não uma filha das famílias poderosas, isso faz com que os outros alunos tentem intimidá-la e constantemente pô-la em apuros. Um aluno, Regin, tenta de todas as formas encontrar um meio de expulsá-la, e gasta todo o seu tempo livre a atormentando. Mas Sonea não desiste, pois ela quer ser mais forte para ajudar na provável luta contra o Lorde Supremo. Para se livrar de Regin, ela estuda mais e pula para o segundo ano. Infelizmente, seus esforços foram inúteis, pois Regin também pula de série.
Enquanto Sonea enfrenta seus problemas dentro do Clã, Dannyl está viajando para cumprir seus deveres como Segundo Embaixador de Elyne. E entre essas viagens ele conhece Tayend, um amigo que o ajuda a enfrentar os problemas do seu passado.
Nesse volume, a autora aborda bastante o tema preconceito, não só de classes sociais, como também do homossexualismo. Eu até achei interessante, é o primeiro livro que eu leio falando de homossexuais. No começo eu até fiquei um tanto surpresa, mas eu achei interessante a autora abordar esse tema. Vocês sabem, né: em pleno século XXI e algumas pessoas ainda acham que ser homossexual é uma doença – isso me lembro de um vídeo do maspoxavida mostrando em 5 passos a cura gay.
“O que era natural e certo? Quem realmente sabia? O mundo nunca fora algo tão simples a ponto de uma única pessoa saber todas as respostas. Ele tinha lutado contra isso por muito tempo. Como seria parar de lutar? Aceitar o que ele era.”
P. 472
Nesse livro, Cery é praticamente excluído, então se você estava torcendo para que ele tenha um romance com Sonea, esqueça isso! Ela conhece outra pessoa (não vou dizer quem é u.u). Eu sei, eu sei, pobre Cery ;-; Mais um friendzone... Enfim, é isso. Se quiserem saber mais detalhes do livro A Aprendiz, compre-o! )o)
comentários(0)comente



Naara Janeri | @Diariosdeleitora 26/05/2017

Esse é o segundo livro da trilogia do Mago Negro, uma trilogia recomendada para os amantes de fantasia.
Na trilogia, as famílias mais ricas possuem membros com poderes. No entanto, acidentalmente, nossa protagonista Sonea, uma favelada, é descoberta ao atirar uma pedra em um mago durante uma cerimonia de purificação, rompendo seu escudo e o atingindo, coisa que so poderia ser feita por um outro mago. Sem entrar em detalhes, para evitar spoilers, nossa protagonista inicia seus estudos "oficiais" no clã dos magos.
Esse segundo livro, para mim, melhorou muito em relação ao primeiro. A trama é envolvente desde o primeiro capitulo, coisa que nao acontece no primeiro livro, que tem a primeira parte bem chatinha, e conseguimos nos conectar mais aos personagens (cheguei a odiar um deles kkkk). Aqui, além de tudo, encontraremos temas importantes, como segregação social, homofobia e bullying, com cenas que me causaram ate mesmo um certo desconforto. Espero que a trilogia continue nessa crescente, e ja estou ansiosa para pegar o terceiro livro.

site: www.facebook.com/diariosdeumaleitora
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nathy 31/01/2013

A Aprendiz – Trudi Canavan | O Blog da Mari
Nesse segundo livro da Trilogia do Mago Negro Sonea está estudando para se tornar uma maga com total controle de seus poderes, mas nem tudo são flores para a menina que passa por várias situações bem complicadas, o primeiro livro (confira a resenha aqui) tinha muitas coisas na história que se arrastaram e nesse não foi diferente, metade da história teria tirado e então o livro teria sido perfeito, acredito que a autora já tinha o desfecho na sua mente e arrastou o livro até que tivesse páginas suficientes, nesse ponto prefiro o primeiro livro ainda que esse tenha tido muitas revelações e me fez ficar muito ansiosa pelo último volume. A narrativa é em terceira pessoa em que alguns momentos está focada na Sonea, outras no Akkarin e outras no Dannly.

Sonea evoluiu muito do primeiro livro para esse o que de fato me agradou bastante, pelo menos no começo, porque após alguns acontecimentos que comentarei mais abaixo ela passou a me irritar demais, essa coisa de querer ser independente e se resolver sozinha não era o que estava esperando dela, porque dentro do Clã tem muitas pessoas que gostam dela e querem seu bem. Consigo entender que ela foi criada de uma forma diferente, que seus tios apesar de a amarem muito não davam a devida atenção como uma filha e, portanto, aprendeu a se virar sozinha, mas nesse momento de sua vida ela já deveria saber que pode confiar no Rothen e que não deixaria nenhum mal lhe acontecer, somente por isso que me irritou. Porém, ela continua sendo a melhor entre eles, a extensão do poder dela é enorme que nem mesmo a própria Sonea imagina o que me faz gostar demais da personagem.


“ – Depois desse confronto você se sentiu cansada? Exausta?

Sonea balançou negativamente a cabeça

-Não, meu lorde.”


Continue lendo a resenha aqui: http://bit.ly/XaRRnz
comentários(0)comente



Ana.Santos 18/05/2015

Extremamente cansativo
A história é legal, mas é cansativa e repetitiva, eu demorei quase 15 dias para ler esse livro, mas vou continuar a ler a trilogia para enfim dar minha opinião final, partiu Lorde Supremo.....
comentários(0)comente



Tribo do Livro 10/01/2013

Intrigas, mistérios
Resenha por Ver Sobreira

Decididamente a Trilogia do Mago Negro me surpreendeu. Como afirmei anteriormente, adiei meio ano a leitura do primeiro livro O Clã do Magos, mas fiquei tão encantada com a história que li mais rápido ainda o segundo A Aprendiz.

Sonea demonstrou um potencial natural para magia e agora é uma aprendiz do Clã dos Magos "se não pode vencê-los, junte-se a eles" é clichê, mas acaba tornando-se verdade. Deixou para trás as favelas de Imardin e agora juntou-se a elite da cidade, porém continua a ser ignorada por muitos que a consideram ninguém. Ela está enfrentando todo tipo de hostilidade para seguir em sua trajetória na Universidade, e se graduar uma maga. Praticamente todos os dias precisa se confrontar com Regin e sua "gangue" nada é fácil para ela. A única coisa boa é o fato de ter conhecido Dorrien, filho de Rothen, que é seu guardião. Dorrien é uma mago Curador que vive em um vilarejo muito distante, ele desperta em Sonea sentimentos para os quais não estava preparada. E ainda temos o Lorde Supremo, Akkarin, ele tem um segredo que foi descoberto por Sonea e agora que ele sabe que ela sabe, diante deste fato decidiu requerer a guarda dela tirando-a de Lorde Rothen. Ele está no controle e Sonea apavorada com o que pode acontecer.

(...) Akkarin fitou Rothen com um olhar que a teria congelado.
– Estou aqui para saber a origem de certo...rumor que soube pelo Administrado e que envolve você e sua aprendiz.(...)
A cor fugiu totalmente do rosto de Rothen. Ele fitou Akkarin em silêncio.
Sonea sentiu os joelhos enfraquecerem e, com medo de se estatelar no chão, agarrou-se ao peitoral da janela por detrás dela.(...)

A narrativa de Trudi Canavan é interessante do ponto de vista que não trata só de uma fantasia, o que seria apresentar os elementos comuns a este gênero. Ela também lida com as questões sociais mais atuais: como o bullying, homofobia, relações interpessoais, enfim uma série de fatores que preocupa cada dia mais a sociedade.Tramas, intrigas, suspense, mistério e aventura. Sonea é uma personagem forte e decidida que está ficando cada dia mais poderosa. Alguns membros do Clã já começam a cogitar no futuro a primeira Lady Suprema, mas será que o Lorde Supremo permitirá isso? Porquê ao final deste livro Sonea enfrenta seu desafeto, Regin em um desafio formal na Arena do Clã e todos que assistem a este embate percebem que ela pode superar seu mestre.

No gênero fantasia acho imprescindível a narração em terceira pessoa, pois é possível observar melhor o desenvolvimento da trama. Canavan tem facilidade de conduzir a história, levantar aspectos do enredo e também apresentar os personagens, porém sem descrevê-los muito. Um personagem muito interessante e que ganha um destaque neste segundo livro é Lorde Dannyl, ficamos sabendo de algumas histórias de seu passado como aprendiz, que desencadeou uma série de boatos que o afetou mais profundamente do que ele pensava.

(...) Dannyl olhou para Tayend, inquisitivo. O acadêmico era seu amigo mais chegado. Mais próximo até do que Rothen...compreendeu de repente. Ele nunca fora capaz de contar a Rothen a verdade. Sabia que poderia confiar em Tayend. O acadêmico não o protegera dos boatos em Elyne?(...)

Senti falta neste volume de Cery, além de amigo de infância e travessuras, é apaixonado por Sonea, porém creio que ele poderá perdê-la para Lorde Dorrien. Enfim... Não deixem de ler A Trilogia do Mago Negro. Aguardando ansiosa a conclusão em O Lorde Supremo. Confira.
comentários(0)comente



Bruno (Curanda) 22/01/2013

Ótimo.
Assim como o primeiro, a história é muito interessante, e enquanto a trama principal se desenrola, surge um segundo núcleo, igualmente interessante, cativando uma leitura muito divertida.
comentários(0)comente



Liliana 20/01/2013

A Aprendiz
No primeiro volume - "Clã dos Magos" -, não fui muito surpreendida pelo enredo, mas agora acho que talvez não tenha aproveitado a leitura da forma correta.
"A Aprendiz", segundo volume da trilogia, é a trajetória da Sonea dentro da Universidade como uma aprendiz. Ela precisa melhorar suas habilidades de leitura e escrita, lidar com todas as matérias que os outros aprendizes têm e, além disso, suportar as provocações lideradas por Regin.
A narrativa é envolvente e o leitor acompanha as oscilações de humor de Sonea, contando também com as confusões de Dannyl, o paternalismo de Rothen - que é um dos meus personagens preferidos - e um novo rosto: Dorrien.
Acho que não vou contar nada sobre o último porque, sem dúvida, eu estaria tirando uma surpresa deliciosa de vocês. Trudi Carnavan finalmente me conquistou!
comentários(0)comente



marcosm 25/08/2016

Razoável apesar de problemas
Datado ou ultrapassado são duas palavras que me ocorrem para classificar A aprendiz. Não acho que seja ruim, mas a narrativa linear, os estereótipos e a reviravoltas que o leitor consegue antecipar a léguas de distância são problemas difíceis de ignorar. Ainda assim, a história tem um certo apelo e envolve minimamente o leitor.
comentários(0)comente



Yohan 14/02/2013

A Aprendiz
Bom livro, cheio de aventuras, porém poucos detalhes sobre cada acontecimento do livro.
Recomendo a todos.
comentários(0)comente



Fernanda 31/10/2013

Resenha em duas partes no Passaporte Literário
Neste livro, Sonea começa suas aulas na Universidade do Clã e, logo de cara, arruma seu primeiro nêmesis. O antagonista é Regin, um magozinho aristocrata nariz empinado que vem de uma das principais Casas (as famílias nobres) de Imardim. O garoto não cansa de importuná-la pelos corredores da Universidade e nós ficamos danados da vida porque ela não reage. Será que Sonea vai ser uma garotinha boba e passiva que precisa dos outros para defendê-la para sempre?

Leia mais no blog.

site: http://bitly.com/bundles/fve86/5
comentários(0)comente



Cereja Rocks 08/07/2016

A APRENDIZ - LIVRO 2
Antes de começar a resenha vou deixar uma coisa clara: não tenho sorte para inicio de livros (será que sou exigente demais quando começo a ler um livro? rs). Como aconteceu no primeiro livro da trilogia o inicio deste foi um pouco cansativo, mas agora os motivos foram diferentes. Primeiro que a autora começou explicando tudo o que tinha acontecido no anterior (tipo seriado quando mostram cenas do último episódio), mas até aí tudo bem, afinal pode ser que algumas pessoas não tenham lido os livros em sequencia igual a mim e podem ter esquecido alguma coisa, porém ao chegar na parte com as novidades da história tive uma parcial decepção quando me deparei com o fim da primeira parte do livro e até ali a história tinha se resumido ao “bullying“ que Sonea sofria dos outros aprendizes e da jornada do Embaixador Dannyl em busca por informações que o Administrador solicitou. Apesar de a trama ter sido um pouco “morna” nesta parte do livro, foi interessante como foram tratados alguns temas como bullying e homossexualismo. Mas na segunda parte o enredo mudou muito, recheado de muita tensão e aventura. Ficou no ar a questão do que o Lorde Supremo realmente está fazendo. Será que ele realmente é um vilão? Como Sonea vai lidar com este problema e ao mesmo tempo resolver o bullying que vem sofrendo? E o Embaixador Dannyl? Será que os problemas do passado voltarão a atormentá-lo novamente? E Regin? Será que ele terá a lição que tanto merece?

Apesar do inicio um pouco cansativo devido à recapitulação do livro anterior eu avalio a história de A Aprendiz como “bom e ótimo”. Bom devido à primeira parte ter sido legal mas com enredo um pouco mais devagar, apenas contando “historinhas” sem muita ação e aventura. Em contrapartida a segunda parte foi ótima, com um enredo muito emocionante, cheio de momentos tensos e com uma boa carga de aventura.

Resumindo, achei o livro muito bom. Só vale lembrar que a leitura da segunda parte do livro é inevitavelmente duas vezes mais rápida do que a primeira devido a vontade incontrolável de querer saber o desfecho desta parte da história.

Apenas uma prévia do terceiro livro: estou me controlando pra lê-lo um pouco mais devagar, pois apesar da parte da recapitulação no inicio do livro a história já começou muito boa, e tenho certeza que se eu não me controlar vou devorar o livro em um dia... rs (será que este será o primeiro livro que irá ganhar as minhas 5 estrelas?)

Um grande abraço a todos e até a próxima resenha que será do último livro da trilogia: O Lorde Supremo.

site: http://blog.cerejarocks.com/a-trilogia-do-mago-negro-livro-ii-a-aprendiz/
comentários(0)comente



120 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8