Presságio

Presságio Leonardo Barros




Resenhas - Presságio


133 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Afonso 04/05/2020

Vale como passatempo, bom suspense com investigação policial, porém achei que forçou na erotização e faltou carisma nos personagens me deixando sem empatia seja com o "vilão" ou com o "mocinho".
comentários(0)comente



Rose 31/07/2019

Quando uma freira é encontrada morta, nua e com sinais de violência sexual, a polícia se vê diante de um enigma, pois não há sinais de invasão no quarto.

Mas quando um segundo corpo surge, vestido de freira em uma festa regada a sexo, álcool e drogas, a mídia cai matando e a possibilidade de um serial killer à solta torna-se manchete.

O delegado Matias está à frente das investigações, e muitos são chamados para depor, inclusive Alice, que estava na tal festa.

Alice não é levada a sério, pois afirma ter visto o assassino fantasiado de diabo durante um dos vários presságios que diz ter.

Além da história inusitada, pesa contra ela o fato do seu exame toxicológico dar positivo para uma infinidade de drogas e álcool e apenas ela ter visto o tal diabo na festa.

O problema se agrava quando alguém é preso pelo assassinato e ela tem certeza desta pessoa ser inocente. Quanto mais tentar provar isso, mais louca parece.

Agora totalmente desacreditada, ela precisa provar não apenas sua sanidade mental como também a identidade do verdadeiro assassino.

Este é o tipo de livro que eu gosto, o autor tinha uma ótima história nas mãos, mas por conta de uns detalhes, que para mim, caíram na bizarrice, acabou tendo um efeito negativo.

Outra coisa que me incomodou um pouco foram as passagens de uma cena para outra e as atitudes totalmente infantis de Alice.

Apesar disso, gostei da resolução dos casos, que ficou bem plausível e fechado. No geral achei que infelizmente o livro ficou devendo.


site: http://fabricadosconvites.blogspot.com.br
comentários(0)comente



carolina.trigo. 04/10/2016

Brilhante!
Vocês não sabem o quanto estava querendo ler "Presságio - O Assassinato da Freira Nua", do Leonardo Barros, (Selo Novos Talentos/Editora Novo Século).
A sinopse, a lindíssima capa, o título, tudo me chamou a atenção. Além de ser MAIS um livro policial e nacional!
A história vai nos contar sobre um serial killer obcecado por freiras, que ao matá-las, a deixam nua. Ao mesmo tempo que os assassinatos estão acontecendo, conhecemos Alice, uma adolescente que diz ter visões (os presságios). Enquanto todos os psicólogos a consideram meio biruta, ela jura ter visto o assassinato da segunda freira, conseguindo ver até como o assassino estava vestido na hora.
Mas será que essas visões são reais? E se são, como irá fazer para acreditem nela? É em cima dessas questões que Alice vai sozinha procurar respostas, procurando o serial killer e confirmando seus presságios.
Para leitores que estão entrando agora neste mundo policial talvez ache o livro um pouco pesado... Mas quem gosta de ficar nervoso a cada nova surpresa, quem gosta de adivinhar o assassino, vai se deliciar com esta história. Você nunca consegue acompanhar o raciocínio do autor, ele sempre está um passo a sua frente. Quando você acha que finalmente descobriu as respostas de todas as perguntas, aparece algo que muda todos os seus pensamentos!
E mais uma vez um livro policial/suspense me pega desprevenida e eu não consigo adivinhar a tal pessoa ou seus motivos. Até agora fico com esse sentimento de lerdeza. Fazer o que! Mas vamos à luta para vencer essa batalha, rsrs.
Enfim, gostei bastante do livro! Me surpreendeu mais do que esperava e isso é muito bom, pois mostra a força que os autores nacionais estão ganhando. E apoio muito isso. São eles que temos que procurar neste mundo cada vez mais igual!
Recomendadíssimo!

site: http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2015/05/brilhante-pressagio-o-assassinato-da.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



LetíciaBaldez 02/10/2015

[RESENHA] #PRESSÁGIO
Presságio, o assassinato da freira nua, conta com a história de Alice Vegas, que tem um dom, um dom desacreditado por todos. Ao se deparar com um situação misteriosa ela tem certeza que nada está certo, então começa a reunir alguns fatos e descobrir alguns segredos.
Seus amigos a pressionam a dizer o que aconteceu com ela, mas ela insiste em se calar, tudo começa a piorar quando ela está começando a entender o que se passa ao seu redor e tudo que ela mais quer é descobrir a verdade sobre a morte da freira nua, muitos a consideram louca e ela começa a achar que está ficando, mais então uma nova pista surge e ela está prestes a descobrir que...
Alice Vegas tem sua mente à resposta para descobrir toda a verdade e isso a assusta e a mantém escrava da verdade. Ninguém acredita no que Alice diz sobre tudo que ela descobriu até que uma grande reviravolta muda tudo e desencadeia novos dilemas da trama.
Eu adorei este livro, li o livro em uma noite. A estória é muito envolvente e bem escrita, o autor conseguiu me fazer devorar páginas e páginas de puro mistério. Gostei muito das situações vividas pela protagonista, cenários diferentes compõem esta trama cheia de mistérios e personagens enigmáticos, o que eu mais gostei foi das situações comprometedoras que alguns personagens se meteram.
As cenas são bem descritas e o leitor consegue imaginar o cenário em que o livro se passa, tive a impressão de que a protagonista era real, como se fosse uma pessoa de verdade com seus defeitos e qualidades, com seus momentos alegres e tristes, a estória é bem sedutora e muito envolvente.
Kissus

site: http://sobangulos.blogspot.com.br/2014/01/pressagio-o-assassinato-da-freira-nua.html
comentários(0)comente



Milena @albumdeleitura 11/09/2015

Presságio
Este romance policial conta a história de Alice, uma jovem de 26 anos que possui o dom da clarividência. Ela já passou por diversos terapeutas com o intuito de esclarecer para si mesma esse dom de premonição, mas não é lavada a sério. Para os terapeutas não passa de alucinação e desconfiam de que ela esteja louca.

Mas enfim, esse delírio não tinha muita importância: até certo ponto. Convidada para participar de uma festa a fantasia regada de droga, bebida e sexo, Alice tem uma premonição: vê sua ex-colega de faculdade, Vívian, vestida de freira e sendo assassinada por um homem vestido de diabo. Interrogados pela polícia, os convidados da festa prestam seu depoimento, mas como encontram substâncias alucinógenas no sangue de Alice, não levam a sério a história de clarividência.

Enquanto isso, o principal suspeito é o jovem Danilo, acusado de assassinar brutalmente a professora Irmã Bianca, após serem encontradas pistas pelo delegado e investigador que os levam a crer que o aluno tinha um caso com a corrompida freira.

Só que Danilo não é nada parecido com o diabo que Alice viu... E é a partir desse momento que ela entra em uma aventura perigosa e fará o impossível, se necessário, para provar que os assassinatos ocorreram por motivos e pessoas diferentes. Não é justo culpar uma única pessoa, enquanto a outra está desfrutando da liberdade e fazendo mais vítimas, não é mesmo?

Mas é preciso cuidado:

"Só é louco quem fala demais! Porque, se você não fala nada, as pessoas não adivinham o que está dentro da sua cabeça! Pode ser a pirada mais demente de todas! Mas, se você não fala nada, você é normal, entendeu?!"

Com um espírito justiceiro, Alice nos convence a acreditar em suas premonições e nos deixa com os nervos a flor da pele e curiosos para descobrir quem é de fato o protagonista desse mistério.

Através de uma narrativa envolvente, cativante, perigosa e criativa, o autor nos leva a refletir sobre os valores morais e faz uma crítica à impunidade e anti-ética da sociedade atual. Super indico!

site: http://albumdeleitura.blogspot.com.br/2015/03/eu-li-e-voce-22.html
comentários(0)comente



Livros Encantos 10/09/2015

Presságio - Blog Livros Encantos
Tenso e muito bem elaborado.

Alice após passar em muitos psiquiatras, contando seus presságios o qual nenhum médico acredita, considera uma psicótica sempre sai carregada com receitas de remédios os quais não toma.
Mora em um apartamento com sua amiga.

Após o assassinato de uma freira, estão na busca do assassino o qual denominam como Beato Judas, Alice em uma festa regada a muita bebida e drogas, descobrem que uma amiga que estava vestida de freira também foi assassinada. Porém Alice lembra de ter visto alguém com a vítima.
A policia deduz que esse crime são do Beato judas um serial, e Alice não acredita que possa ser o mesmo assassino.

Em seus presságios ela vê algumas cenas, que a fazem largar tudo e ir em busca da verdade sobre os crimes, porém ninguém acredita em seus presságios, acreditando se tratar de uma jovem que se droga.
Em sua busca pelo autor dos crimes, Alice mais uma vez é desacreditada, e sofre muito, confesso que fiquei com o coração apertado em algumas cenas .

Um médico passará a acreditar em Alice após se confirmar um presságio dela, e com isso irão juntos descobrir a verdade sobre os verdadeiros culpados.
Como se trata de um thriller não posso contar mais detalhes sem soltar spoilers.
Alice é uma protagonista que sofreu muito, deixou o leitor tenso, torcendo que tudo desse certo.

O final foi a montagem do quebra cabeça criado com maestria pelo autor, sem ficar nenhuma peça solta.

Pressagio é um livro que mostrou a que veio, um Thriller eletrizante e carregado em cenas marcantes, que deixa o leitor tenso e ao mesmo tempo muito curioso.
A escrita do Leonardo me deixou tensa e ávida pelo desenrolar da trama, com personagens bem construídos.
Gostei muito do livro e a forma como prendeu minha atenção, para quem gosta do gênero não pode deixar de ler .

Capa do livro condizente com o título, não encontrei erros de ortografia.


site: http://www.livrosencantos.com/2015/08/pressagio-leonardo-barros.html
comentários(0)comente



Nay 04/09/2015

Presságio - O Assassinato da Freira Nua
Presságio, é uma história incrível escrita pelo autor parceiro do blog, Leonardo Barros. Sou apaixonada por livros do gênero e esse é bem diferente dos que eu já li, porque vai bem mais além da ficção policial, envolve suspense, sensualidade (nada de 50 Tons de Cinza) e isso deixa a história ainda mais interessante.

O que eu mais gostei, é que a história vai alternando os acontecimentos entre Alice e os outros personagens, o que passa a impressão de que os fatos estão acontecendo ao mesmo tempo. Tipo novela, uma hora ta em uma cena, depois vai para outra e volta na primeira de novo. Outra coisa, as vezes aparece uns fatos no meio da história que agente deixa passar, e quando vai chegando mais a frente, agente fica: "como não percebi isso antes?", isso é muito legal.

Gostei muito de Alice, é uma personagem determinada e corajosa. Gostei também, do Sócrates, é uma pena que ele aparece muito pouco na história.

Quando acabou, eu fiquei tipo, "cadê o resto das páginas, não faça isso comigo, quero mais". Terminou com uma fala que me levou a entender que tem mais história, então espero que tenha uma continuação, mas não sei se realmente tem. Se não tiver, a história ficou meio que, incompleta.

É uma história que recomendo muito ser lida, vale a pena! Se vocês quiserem ler a resenha completa, passa no meu blog.

site: http://travelingbetweenpages.blogspot.com.br/2015/03/resenha-pressagio-o-assassinato-da.html
comentários(0)comente



Aline Prates 23/08/2015

O livro começa com a investigação do assassinato da primeira freira, onde os policiais Matias e Felipe encontram a professora/freira Bianca brutalmente violentada e morta. Logo de início o leitor já é inserido em uma história de crime e violência, onde um assassino cruel e perverso é obcecado por freiras. Com um enredo muito rico e e ótimas cenas de investigarão o autor conseguiu construir uma obra maravilhosa e muito instigante, que prende o leitor desde o início, por meio das investigações, onde cada pista leva a um novo mistério.

O segundo assassinato é ainda mais macabro, pois é nesse que Alice tem uma visão do que está acontecendo. Durante uma festa, Alice tem uma visão de uma freira sendo estuprada por alguém fantasiado de capeta, sim medonho... Imaginem o clima do livro, é realmente um romance policial muito bom, pois além do autor desenvolver muito bem o mistério da trama, ele consegui estruturar de forma formidável, a parte de medina forense e o sistema jurídico da história.

Com um narrativa super fluida e com um leve toque de erotismo Leonardo construiu um suspense incrível, com personagens muito reais e cenas marcantes. Um romance policial que vale muito a pena ser conferido. O autor vai deixando pistas para o leitor ir formando sua própria investigação e eu adoro isso. Super recomendo aos fãs de suspense.

Não vou revelar muito da trama, pois tenho medo de estragar a surpresa, mas se você adora um mistério pode conferir esse sem medo. Vale cada página. Tenso e fantástico!


site: http://alinenerd.blogspot.com.br/2015/03/pressagio-o-assassinato-da-freira-nua.html
comentários(0)comente



aangeladani 19/07/2015

um thriller com "misticismo" demais pro meu gosto...
quote: "Só é louco quem fala demais! Porque, se você não fala nada, as pessoas não adivinham o que está dentro da sua cabeça! Pode ser a pirada mais demente de todas! Mas, se você não fala nada, você é normal, entendeu?"

Alice Vegas tem um dom de clarividência: ela consegue ter visões claras sobre o passado e o futuro. Porém, seu dom é bastante inusitado, pois só se manifesta quando ela tem orgasmos. Muitas vezes a própria Alice já duvidou de si mesma, pensando que talvez estivesse louca ou tendo alucinações. Mas quando a freira irmã Bianca é encontrada morta, nua e com sinais de abuso sexual, o dom de Alice lhe confirma que a polícia está no caminho errado das investigações. Depois, Vívian Montegart também é morta de forma estranha, enquanto estava em uma festa à fantasia, vestida de freira. O Delegado Matias e seu assistente Felipe ficam encarregados de solucionar os casos, onde tanto uma freira de verdade quanto uma mulher que só estava usando uma fantasia de freira, são mortas de forma cruel por um maníaco, um provável serial killer de freiras - mesmo as que não tinham esse título realmente. A polícia chega ao único que considera suspeito: Danilo - também conhecido por "Beato Judas". Mas Alice tem certeza de que não foi ele porque em suas visões, o assassino é completamente diferente. O problema é que a polícia dificilmente acreditará nela e em seu dom, e ela não tem como provar que está falando a verdade. Então, decide investigar por conta própria para não permitir que um inocente pague pelo que não cometeu.

No geral, achei que a trama foi boa sim, é um livro que consegue se destacar entre outros devido à sinopse e capa que chamam a atenção (foi assim que aconteceu comigo), porém, preciso ser bem honesta porque isso não foi suficiente, já a trama em si não me prendeu tanto como outros thrillers que eu já li. Também não gostei muito da rapidez com que os peritos analisaram os casos, na questão forense da coisa mesmo, pois na minha opinião eles passaram por algumas coisas de forma muito rápida e sem dar o devido questionamento que elas mereciam. Achei que muitas coisas ficaram bem vagas, sem muito sentido. Não há enrolações na trama, e isso é algo positivo sim, mas só até certo ponto, porque uma trama precisa ter envolvimento, saber manter as situações de suspense intactas e causar certa ansiedade ao leitor, coisas primordiais num thriller pra que me conquiste. E isso não aconteceu lendo essa história. Claro, essa é apenas a minha opinião. Também achei interessante que, como o autor também é médico, certas terminologias e nomes de medicamentos, por exemplo, foram usadas na trama com muita precisão e entendimento, transmitindo autenticidade à narrativa. Outra coisa que eu achei bacana foi que Leonardo Barros direcionou parte da dedicatória desse livro para as vítimas de crimes sexuais e aos seus familiares. Pra finalizar, acrescento que eu não curto essas narrativas com toques sobrenaturais, sabe? Nunca foi um estilo que eu gostasse mesmo. E neste caso, mesmo sendo um thriller policial, houve também muito "misticismo" pro meu gosto. Mas reconheço que as visões, os presságios e todo o clima sobrenatural da trama acabam fazendo contraste com a veracidade das investigações dos crimes e, por isso, não foi algo que me atrapalhou muito.

Nota: 2/5 (razoável)
comentários(0)comente



Portal JuLund 16/07/2015

Presságio, O Assassinato da Freira Nua, Resenha, @NovoSeculo
Gente todo mundo sabe que eu tenho uma queda, posso até afirmar um tombo por livros policiais e suspenses de um modo geral. Quando tem um Serial Killer, melhor ainda. Você pode até achar que estou sem critério, mas não é o caso… Esse livro é uma bomba e desde já quero deixar meu pedido ao autor de uma continuação… Preciso para ter paz de espírito!!

Alice costuma ver coisas (visões, clarividência, presságios) ela já estava se acostumando com isso, acostumada a ter os médicos dizendo que ela era maluca. Até que em uma determinada festa ela tem a visão de um crime!

Leia a resenha completa em nosso portal!

site: http://portal.julund.com.br/resenhas/pressagio-o-assassinato-da-freira-nua-resenha-novoseculo
comentários(0)comente



Markus 25/06/2015

Presságio é um suspense policial narrado em terceira pessoa sob várias perspectivas, mas tendo como personagem principal Alice, de 26 anos, que afirma ter visões do futuro, clarividências. A história começa na análise de um assassinato de uma freira. Sem muitas pistas e com bastante sarcasmo por parte do delegado, não há como suspeitar de ninguém e aparentemente foi um estrangulamento.
Numa narração bastante empolgante, dividida em duas partes, o autor conseguiu moldar e introduzir todo o suspense da história no início garantindo o interesse de quem começa a ler. Em uma parte, narrado sob a perspectiva do Delegado Matias, vemos o desenrolar das investigações e a perícia do assassinato. Em outra hora, sob a perspectiva de Alice, ela consulta um médico, explicando como são seus presságios, durante os orgasmos (não assuste! Não é uma coisa sem sentido, ou vulgar. Ela simplesmente tem suas visões sempre que chega ao orgasmo, como se sua mente viajasse).
Com as investigações, eles percebem que a irmã que também era professora foi estuprada na noite do assassinato e que o criminoso pode ser um dos alunos dela. Ele é interrogado pelo delegado e por um policial e acaba se tornando mais suspeito ainda.

Alice vai a uma festa à fantasia (ambiente bem propício para assassinatos) com sua amiga e lá encontra com sua inimiga mortal, Vívian, fantasiada de freira. A freira nua. Uma fantasia totalmente vulgar. Nessa festa, acabam consumindo drogas e uma bagunça acontece. Alice acaba ficando sozinha com a freira nua e seu acompanhante, um cara enorme fantasiado de diabo. Ela tem, então, um presságio. No "sonho", ela assume o corpo de Vívian e está fazendo sexo com o diabo. Um sexo voraz, bem voraz. Com direito a bofetadas, xingamentos, etc. Quando tudo já era confuso, fica mais confuso ainda quando ela não se vê mais no corpo de Vívian, mas presencia ela ser morta pelo cara com a fantasia de diabo.
Dois assassinatos. Uma freira possivelmente impura. Uma mulher símbolo sexual fantasiada de freira.
Mais um crime, mais uma investigação a ser feita pela polícia, mais mistério e suspense. Qual a relação entre os dois assassinatos? Quem vai acreditar que Alice realmente é clarividente e sabe as respostas para esses crimes?
Um livro recheado de sensualidade, provocações e muito mistério. Narrado página a página no melhor tipo de suspense, incluindo religiosidade, sexismo, paranormalidade e revelações de fazer o leitor implorar por mais páginas.

Sobre a capa e edição: A capa desse livro é bem trabalhada e cheia de detalhes. Eu só fui perceber esse olho na parte de cima após um bom tempo. O clima misterioso combina muito com o enredo do livro. A edição está muito boa, com pouco ou nenhum erro de diagramação. Folhas amareladas, orelhas e texto bem espaçado. Tudo para garantir uma ótima leitura.

Nota: 4. O único ponto que eu não gostei muito foi as visões de Alice revelarem muita coisa ao leitor. Assim, aquele grande mistério e pensamentos investigativos só duram até que ela veja o que realmente aconteceu.


site: http://www.mundoemcartas.blogspot.com.br/2015/05/resenha-pressagio-o-assassinato-da.html
comentários(0)comente



marcoabpalma 13/05/2015

Presságio – O assassinato da Freira Nua (Leonardo Barros)
Lembro que eu me descobri um apaixonado pelos livros quando uma vez, há uns 17 anos, fiquei parado na rodoviária de São Paulo por 06 horas e para passar o tempo comprei um livro do Sherlock Holmes. Daí para frente nunca mais fiquei sem um livro na mão. Assim o gênero suspense está nas minhas veias, já li muitos livros desse tema, tantos nacionais como internacionais.

Hoje vou falar pra vocês do livro “Presságio – O assassinato da Freira Nua” do escritor brasileiro “Leonardo Barros”. O romance, que trata-se de um thriller e foi publicado em 2012 pela Coleção Novos Talentos da Literatura Brasileira, da Editora Nova Século, possui 224 páginas e narra a história de um serial killer obsecado por freiras e também de Alice, uma jovem com a capacidade de ter visões (presságios) do futuro e que tenta lidar da melhor maneira possível com essa capacidade.

O livro já começa com o assassinato da primeira freira e do início das investigações pelos policiais Matias e Felipe. Leonardo já imerge o leitor nesse mundo de crime e investigação prendendo a sua atenção desde os primeiros capítulos, com uma maneira muito forte e rica de descrever as cenas dos crimes e da sequência da investigação, fazendo com uma nova pista aponte para um novo mistério.

Nesse contexto a vida de Alice muda e se cruza com a do assassino quando em uma festa a jovem tem uma visão de uma freira sendo estuprada e morta por um assassino fantasiado do capeta, e, logo após a visão, a polícia é chamada pois é encontrado o corpo da segunda freira assassinada, no mesmo quarto em que Alice viu em sua visão.

Com o decorrer da investigação a polícia anuncia a prisão do assassino, mas o problema é que ele não se parece nenhum um pouco com o assassino que Alice viu em seu presságio. E é aí que começa a aventura, pois Alice, com a ajuda das suas visões começa uma investigação particular a fim de provar a inocência do suspeito preso e de descobrir a verdadeira identidade do serial killer, que a levará por caminhos que ela nunca ousou antes.

Com uma pitada de erotismo Leonardo conduz o leitor em um suspense intrigante que vai testar a capacidade de cada um, com personagens incrivelmente ricos e humanos, apresentado o lado humano de cada um com seus defeitos e qualidades, especificando com muita eficiência os personagens e suas linguagens, como policiais, jurídicos e médicos. Eu fique impressionado como o autor consegue descrever as cenas e conduzir o desenrolar do mistério conseguindo saber o exato momento de revelar as pistas e inserir novos mistérios.

Outro ponto muito importante do livro é como o autor consegue nos mostrar o crescimento da protagonista Alice, que de uma jovem introvertida e traumatizada com os seus presságios, vai se tornando, enquanto vai entrando cada vez mais nessa investigação, em uma mulher mais segura, firme e corajosa.

“Presságio – O assassinato da Freira Nua” é um daqueles livros que por mais que tentamos não conseguimos adivinhar o final da história em meio aos possíveis suspeitos de serem o assassino, e quando pensamos que a história está chegando ao seu final, nos são revelados novos acontecimentos que acabam nos levando pora novos caminhos ainda mais empolgantes.

O escritor consegue amarrar toda a história sem deixar nenhum ponto sem desfecho, e o que resta é realmente para fazer com que o leitor use sua imaginação para que poderá vir a seguir e já ficar esperando ansioso por uma continuação.

Eu realmente fiquei de queixo caído com o final e com aquele gostinho de quero mais, que todo ótimo romance deixa no leitor.

Convido vocês a lerem “Presságio – O assassinato da Freira Nua” e participarem da investigação que leva a captura desse serial killer!!!

site: http://livroscompipoca.com/
comentários(0)comente



Anna (Árvore dos Contos) 09/05/2015

Thriller policial dinâmico com pitada de erotismo
Alice acredita ter o dom da clarividência, o que desperta espanto e a incredibilidade das pessoas, inclusive dos amigos mais próximos. Com tanta reação negativa, ela passa a se questionar se realmente está enlouquecendo.
Aos 26 anos de idade continua seu tratamento com um psiquiatra, após uma peregrinação a diversos profissionais que ministram medicamentos, pois acreditam em um diagnóstico onde Alice possua uma patologia mental.

"E naquela luz estranha ela enxergou o rosto demoníaco pintado de vermelho, os cabelos untados com gel, a maquiagem sinistra com gotas negras que pareciam escorrer de seus olhos, como lágrimas de ódio e morte."

Em uma de suas visões, o momento de um crime se revela com todos os detalhes, mas a polícia já prendeu o suposto assassino, o que deixa Alice inquieta e não conformada com a possibilidade do suspeito receber o peso da autoria de um delito que não cometeu. Porém, isto não resolve a situação, já que ela terá a difícil missão em fazer com que seu depoimento tenha o crédito das pessoas e de si mesma e para isto começa uma jornada de investigação para montar as peças deste quebra-cabeça, em busca de informações.

"Fechou o armário. Sentiu as mãos suando, a boca seca, o peito arfando em curiosidade. Parecia estranho, mas o risco de ser flagrada e o aparente perigo ao qual Alice se submetera, ao entrar no covil de um provável assassino, lhe causara excitação."

O dinamismo da história e a escrita objetiva do autor, sem floreios ou descrições exacerbadas, mas capaz de traduzir perfeitamente as cenas, sensações e clima dos acontecimentos, proporcionou uma grande identificação com a história. A capa traduz perfeitamente o clima do livro, belíssimo trabalho!

Narrado em terceira pessoa, este thriller policial, com pitadas de erotismo, me envolveu nas primeiras páginas, permanecendo o mistério ao longo da narrativa, com alguns momentos surpreendentes, mantenve meu interesse até a conclusão da leitura. O final me agradou e fechou todas as arestas do enredo, mas deixa um gostinho de continuação e de quero mais!

Recomendo muito a leitura, um enredo que ficou em minha mente!

site: http://arvoredoscontos.blogspot.com.br/2015/05/resenha-pressagio-leonardo-barros.html
comentários(0)comente



133 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |