Águas Turvas

Águas Turvas Helder Caldeira




Resenhas - Águas Turvas


33 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Bricio Cruz 31/01/2019

Águas turvas foi um dos melhores romances GLBT que eu já li. A história começa aqui no Brasil com o médico Gabriel Campos e se desenvolve nos EUA numa história de amor com o jovem empresário norte americano Justin Thompson que formam um casal cheio de sonhos entre encontros e desencontros, reviravoltas e revelações num turbilhão de emoções. O drama é de prender atenção numa narrativa fácil e gostosa te enchendo de ansiedade para chegar ao seu desfecho.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mokona Modoki 15/11/2017

Águas turvas em um oceano calmo...
O que falar sobre o livro águas turvas de Hélder caldeira? simplesmente excepcional, seria essa a palavras que se encaixa nesta obra. O livro usa uma filosofia envolvendo ? o que dá título ao livro ? falando sobre a serenidade, as tempestades e os ventos do sul, os personagens que contribuem um pouco de cada vez na linha da história, é isso o torna um livro gostoso de se ler. Temos uma trama que no fim todos estão conectados, Fazendo com que seja impossível cessar a leitura.
Posso lhes dizes, que o livro mexeu bastante comigo e fez-me enxergar como tudo acontece, em relação ao destino, tudo é predestinado todos somos "seixos" rolantes. Como diz uma frase do livro: " A oração da serenidade: Deus,concedei-me a serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar. Coragem para mudar o que posso. E a sabedoria para saber a diferença.
Amém."
Resenha de -Paulo Victor e Alexsandro Brito
Nota - ?????
comentários(0)comente



itsbru 15/04/2017

Perfeito.
Apesar que muitos discordam que o livro seja de fato excelente e marcando a opção bom como recomendação, eu acho o livro perfeito.
Eu adorei a história romântica. Eu apenas comprei porque aborda a temática LGBT, mas para a minha surpresa o livro não foca SOMENTE nisso, é isso me surpreendeu. A história tem um foco tão amplo que aborda diversas coisas que se torna muito interessante ler e saber o que acontece em diante.
comentários(0)comente



Fabiano 30/01/2017

Tá aí... Um dos melhores livros q já li... Um romance leve sem ser apelativo. Apesar da temática gay, o livro não foca só nisso! Aborda assuntos diversos... Desencontros, intrigas, sonhos, realização profissional, perdas, ganância, tristezas, companheirismo, cumplicidade, mentiras, amizade, dinheiro, coincidências, inveja, segredos, dúvidas, arrependimentos, traição... E principalmente reviravoltas... Tudo isso ligado apenas a uma família! Mas o amor sempre vence!!!
comentários(0)comente



Joy 07/11/2016

Um lindo romance
“O amor nem sempre navega em águas cristalinas. Na maioria das vezes, ele exige um mergulho em águas turvas.”

Quando Gabriel chega aos Estados Unidos em busca de alcançar o seu sonho e esbarra em Justin no aeroporto, ele não poderia imaginar que se envolveria tanto com a família Thompson, uma família típica americana, mas que vem escondendo segredos o longo dos anos. Uma série de encontros e desencontros que faz com que eles se aproximem e assim nasce um sentimento entre eles.
Uma historia cheia de tramas e com personagens bem construídos - o que geralmente fica a desejar quando se tem muitos personagens relevantes em uma história - que levam o leitor a não querer desgrudar do livro, uma coisa que me fez gostar do livro é que apesar de ter tramas paralelas elas indiretamente estão relacionadas com o casal principal Gabriel e Justin e no final o autor não deixa nenhuma ponta solta tudo se conecta de forma coerente.

“Deus, conceda-me a serenidade para aceitar aquilo que não posso mudar, a coragem para mudar o que me for possível e a sabedoria para saber discernir entre as duas...”


site: http://blogdosjovensleitores.blogspot.com.br/2016/07/resenha-aguas-turvas.html
comentários(0)comente



Levi 24/05/2016

Águas Turvas - considerações
Decidi ler esse livro procurando livros do gênero e de preferência de autores brasileiros. A história se baseia em um romance entre um médico brasileiro Gabriel Campos e um americano, Justin Thompson, herdeiro de uma família rica.
Entre os que eu pesquisei, esse me chamou a atenção pelas recomendações no skoob. Apesar de sua avaliação ser mediana, dentre todos, esse era o que mais tinha uma história consistente, segundo os leitores. E assim resolvi comprar.

O único livro que li com a temática homossexual foi Will e Will de Jhon Green e David Levithan, e mesmo assim li sem saber o que esperar. Dessa forma, quando fui buscar um livro desse gênero, queria que a história fosse mais voltada para o público adulto. Águas Turvas não decepcionou!

Considerações Positivas:
O livro é muito bem escrito. O autor se preocupou em não focar apenas na narrativa, mas faz longas e profundas reflexões sobre a vida. O texto varia entre essas reflexões do autor, pensamentos dos personagens e descrição do ambiente, além das falas. Mas tudo na medida certa, sem deixar cansativo ou chato. Parece que cada parágrafo foi pensado para prender o leitor à trama e não simplesmente para encher linguiça.
Outro ponto positivo é que o livro vai mais além do que o romance entre Gabriel e Justin. As histórias paralelas envolvendo os outros personagens são tão interessantes que ajudam a aguçar a curiosidade. Isso é um dos pontos altos do livro já que toda trama está interligada e tem relação direta com o romance dos dois.

Considerações Negativas:
A primeira coisa que prestei atenção foi a grande quantidade de referências em inglês, tanto no nome dos capítulos, quanto em trechos de música ou coisas do gênero. A história se passa nos Estados Unidos, então as referências são válidas. Mas acredito que uma pessoa que não saiba nada de inglês deva procurar a tradução de alguns trechos. Mas nada que comprometa a leitura, mesmo que o leitor não se dê o trabalho de saber o que está escrito.
Outro ponto, é que esperei mais do romance entre Gabe e Justin. Achei que tudo aconteceu muito teatralmente, como em filmes de comédia romântica de Hollywood. Algumas coisas bem clichês e tudo muito cor de rosa. Vale ressaltar que desde o prólogo já se tem uma noção do que vai acontecer, e quando acontece, você meio que não se surpreende! Mas achei que nesse ponto deixou a desejar, queria uma coisa mais interessante e menos "crepuscular".
O final também não me agradou muito. Achei um drama desnecessário. Foi surpreendente, mas não foi muito condizente com o resto da história. Fiquei com um sentimento de injustiça com o que acontece com um personagem em específico. Pareceu que alguma coisa bem dramática ainda precisava acontecer (fins comerciais, talvez) e aí optaram por esse fim.

Considerações Finais:
No geral o livro me agradou muito. Valeu a pena a compra. As lições que o livro traz são bem interessantes, posso afirmar que ele cumpre o que promete desde o título. Águas Turvas faz menção ao ditado que diz que nem tudo é o que parece. Podemos mergulhar na profundidade das águas e nos surpreender. Enfim, recomendo a leitura!
comentários(0)comente



João de Campo Grande 12/05/2016

Mais um livro americano escrito em português. O autor perde tanto tempo descrevendo roupas, ambientes, sentimentos e personagens que sequestra aos leitores a capacidade de usar a imaginação. Helder Caldeira deve ter sido um ginasiano bom em redação que foi estimulado por alguns professores, e agora nos traz este misto de adoração aos Estados Unidos e sentimentalismo adolescete. Esta obra açucarada e deslumbrada nada acrescenta à cultura nacional.
comentários(0)comente



Blog Aquela Epifania 17/04/2016

Lindo, emocionante, original!
Quando recebi "Águas Turvas" da Editora Quatro Cantos, não fazia ideia do quanto ficaria envolvida com a narrativa intensa e inteligente de Helder Caldeira.

Nossa história começa com o brasileiro Gabriel Campos, ainda cursando Medicina, e passando por momentos difíceis - e violentos - em sua vida pessoal. Ao fim de seu curso, resolve vender o sítio que fora de seus pais e mudar-se para uma cidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, a fim de fazer uma desejada especialização.

Em sua chegada, já nos primeiros minutos em terras americanas, uma "trombada" inusitada, coloca-o diante de Justin Thompson, influente presidente de uma revendedora de automóveis.

"Sem o tempo e sem o espaço. Sem sons ou quaisquer palavras. Apenas aqueles dois homens. Apenas aqueles dois corpos, tal qual o Céu e a Terra aguardando um dia de tempestade para que um raio faça a união. Naquele momento, cada coração já emitia seu próprio trovão." - pág, 78

A partir daí, encontros e desencontros tornam-se presentes na vida dos dois.

Uma sequência de coincidências contribuem para que os personagem sejam interligados, trazendo mistério, suspense e emoção, sempre muito bem dosados, para nossa leitura. Sendo um ponto alto do Romance, os personagens bem construídos, cada qual com sua própria trama, contribuindo para que o envolvimento do casal protagonista torne-se ainda mais atraente.

Os personagens que permeiam a vida de Gabriel e Justin são imperfeitos, tais quais qualquer ser humano. E são justamente suas falhas que edificam a obra!

É possível torcer por vários personagens, desejar finais para cada um, emocionar-se com vários deles, sem perder o foco no romance puro, verdadeiro e impetuoso que vai solidificando-se ao longo do livro.

Em certos momentos, senti um certo incômodo com algumas escolhas tomadas por determinados personagens. No entanto, rapidamente prossegui a leitura com a consciência de que tais ações apenas fortaleciam o melhor do livro: o fato de tratar-se de um enredo realista, bem longe de Contos de Fadas comuns.

"A verdade não liberta. Ela apenas modifica nossas relações com os outros e com o mundo. Em geral ela é triste e fria." - pág, 201

Após 211 páginas de leitura, soltei as lágrimas que já vinha prendendo há muito tempo. Se não percebesse as outras seguintes, poderia dizer que ali teríamos o final. Mas o autor nos surpreende com mais 57 folhas de reviravoltas e desfechos que não nos permite desviar os olhos um minuto sequer.

"Águas Turvas" me fez companhia durante três madrugadas em uma leitura extremamente envolvente.

Outra particularidade da obra, é o fato da mesma possuir trilha sonora. Em vários momentos, diferentes cantores e bandas são citados, muitas vezes acompanhados de um trecho de sua canção no idioma original. Pearl Jam, Coldplay, Bee Gees, Adele e outros, são alguns dos quais o autor faz referência. Fiquei arrependida de não ter anotado todos e montado uma playlist aqui para vocês, mas realmente não pensei nisso durante a leitura, tão envolvida eu estava!
Com certeza irei relê-lo mais para frente, aí farei isso! =)

O livro é repleto de trechos que nos levam a refletir. Isso fez com que eu sinalizasse várias passagens. Deixei alguns quotes para vocês aqui, mas fiquem atentos às nossas redes sociais pois estamos preparando algumas imagens com outras frases que merecem ser registradas!

"O tempo é um cruel aliado dos sentimentos mal resolvidos." - pág, 155

site: http://www.aquelaepifania.com.br/2015/01/resenha-aguas-turvas-helder-caldeira.html
comentários(0)comente



Paula 10/01/2016

Mais importante pelas representações que apresenta do que propriamente pela narrativa.

site: http://pipanaosabevoar.blogspot.com.br/2016/01/aguas-turvas.html
comentários(0)comente



Fagner 27/12/2015

Não tenha medo de mergulhar
Águas turvas, é um livro com temática gls, afinal, conta a história de amor de Justin e Gabriel.Não espere, no entanto, um drama sobre os conflitos da aceitação do gay na sociedade, ou tampouco cenas picantes de sexo. Este não é o foco do livro.
Trata-se de uma história de amor, nos moldes das novelas do Manuel Carlos. Recheada de histórias paralelas, da família Thompson, e o clássico você é o meu filho....
Como toda boa novela, o livro prende a sua atenção, a escrita é muito gostosa de ler. Por isso vale a pena, sim, mergulhar nas águas turvas.
comentários(0)comente



Victor 25/12/2015

Frases do Livro
Livros eram mais confiáveis que pessoas, de qualquer forma.

Porque, na maioria das vezes, o que é conveniente não reflete aquilo que realmente
estamos sentindo.

Não tenho “ilusões de Dorothy”. Apenas deixei-me tomar
pelas possibilidades.
comentários(0)comente



acacio 09/11/2015

Resenha- Aguas Turvas
"Águas Turvas" de Helder Caldeira, da editora "Quatro Cantos", e que vai retratar sobre um romance homo afetivo entre Gabriel e Justin.

Gabriel, após a morte dos seus pais, decide cursar a faculdade de Cardiologia, por motivos pessoais (no livro explica). E por mera coincidência acaba batendo, sem nenhuma intenção, em Justin, um rapaz da sua mesma altura, aparentemente da mesma idade. E durante um certo tempo, os dois acabam tendo uma relação homo afetiva e apaixonante nas ruas de Holden.

O livro é de uma narração incrivelmente perfeita, além do assunto do homo afetivo, ele vai retrar assuntos e dilemas familiares, descobertas no amor. E sem contar com o desfecho, que é contado de um jeito tão lindo, que você acaba se apaixonando pelo livro.
Diferente de "Will e Will" e "As vantagens de ser invisível", Águas Turvas vai retratar um história de amor mais adulta, sem a velha história de um relacionamento homo afetivo juvenil. O livro te envolve na narrativa, de um jeito tão brusco, que o leitor acabar por se tornar parte da história, ele te prende a continuar a ler até a última página. Eu, particularmente, amei o livro, a narração a escrita... Enfim tudo!

Frases de "Águas Turvas":

"A vida trafega em alta velocidade através de fibras ópticas, mas poucos têm a sorte de encontrar a alma do outro - e a sua própria - em um simples olhar."
(Página: 13)

"Todas as grandes decisões da vida seguem a lógica e a dinâmica das estações do ano. Principalmente experimentos o calor da atitude, o verão intenso do desejos e esperanças, a plenitude das variações extremas entre manhãs ensolaradas e tardes tempestuosas. Pouco tempo depois, a desconstrução daquele passado passa pelo processo de amarelar as folhas e deixá-las partir rumo à morte ou ao esquecimento. É nesse momento que as calorosas certezas dão lugar à brisa fria das dúvidas que se agigantam no horizonte. O inverno chega e com ele vêm o recolhimento e a sensação de solidão. O frio intenso é solitário. Sentir frio é sentir-se só. E, por fim, se sobrevivemos às nossas próprias decisões e suas intempéries, a neve vai dando lugar aos campos verdejantes, minúsculas folhas começam a brotar nos troncos desnudos e uma paleta de cores tinge os jardins.
A firmeza do verão, as dúvidas outonais e a solidão do inverno dão lugar a todas as possibilidades de uma primavera. É por isso que o tempo é tão imperioso e impiedoso com cada um de nós quando tomamos uma decisão importante na vida. O tempo — e só ele — é capaz de nos colocar diante daquilo que mais nos assusta ao longo da existência: a liberdade e a responsabilidade de sermos nós mesmos e tomarmos nossas próprias decisões. Decidir é um processo, um percurso, um ciclo. E nunca terá um fim em si mesmo."
(Página: 19)

"Os olhos não mentem jamais."
(Página: 30)


site: http://livrosdefragmentos.blogspot.com.br/2015/07/resenha-aguas-turvas.html
comentários(0)comente



Ítalo 08/09/2015

O livro traz um romance que ao mesmo tempo é delicado, e confuso. Primeiro contra a trajetória de Gabriel um jovem médico brasileiro que após se formar, decide se mudar para fora do país para fazer especialização. Ao chegar no Aeroporto é praticamente atropelado por Justin, ao se levantarem se encaram, e mal sabem eles que seus destinhos estariam traçados há partir desse momento.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



33 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3