O Azarão

O Azarão Markus Zusak




Resenhas - O Azarão


89 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Rogi 28/06/2020

Markus Zusak
Meu primeiro contato com esse autor. E como gostei bastante desse livro, fui lendo o segundo e o terceiro da trilogia. Em seguida descobri Eu Sou o Mensageiro, e este se tornou meu livro preferido.

Li A menina que roubava livros e O construtor de pontes, resumindo li todos os livros dele publicado aqui no Brasil. Gosto demais da escrita poética dele que sempre me fez sentir exatamente aquilo que quer passar. Uma escrita simples, mas profunda.
comentários(0)comente



Yasmin Landulpho 30/05/2020

Acho que autor poderia ter explorado mais a vida de Cam!!! Achei o livro bem curto!!
comentários(0)comente



Jessica Alves 26/04/2020

Um bom livro.
O livro conta a história de Cameron Wolfe, na versão dele, nos mostrando seus sentimentos, pensamentos e situações que passa com a família. Uma vida típica se adolescente que está se descobrindo e que tem tantas questões a serem resolvidas com
ele mesmo. O que gosto no Zusak é essa capacidade de pegar um personagem que na vida real considerariamos medíocres e nos fazer refletir sobre ele, nos mostrar o lado dele da história, a sua humanidade, seu sofrimento. É um livro mais leve em relação a Menina que roubava livros ou O mensageiro, mas ainda assim vale e leitura e a reflexão em cima de um personagem tão sensível.
comentários(0)comente



Ninigalai 26/04/2020

Bom
Um livro bem tranquilo sobre um moleque medíocre. É ok, bom, mas nada demais na minha opinião.
comentários(0)comente



Dani Gama 18/04/2020

Vidas perfeitamente possíveis
Confesso que eu não tava apostando muito nesse livro... Mas soube que seria importante ler antes do livro que eu realmente queria ler, A garota que eu quero... Não podia imaginar que haviam dois livros antes do que eu queria ler quando comprei... Mas o livro me surpreendeu muito... Funciona como uma apresentação dos personagens... Pra gente entrar mesmo na realidade deles e entender os acontecimentos... E, falando em realidade, é um livro bem real, bem atual, bem verdadeiro... São vidas perfeitamente possíveis no vida real... E isso é ótimo... Torna fácil se identificar... Gostei muito
comentários(0)comente



anarontani 12/04/2020

Um livro sobre descobertas. Cameron, um adolescente sensível, porém um pouco influenciável, nos conta sobre a vida dele e de sua família.
comentários(0)comente



Daniela.Alvelos 09/04/2020

Esperava tanto depois de "A menina que roubava livros", que foi um dos meus livros favoritos até hoje, que me decepcionei muito com esse título. Personagens e história rasos bem superficiais. Uma pena.
Vou tentar insistir no segundo da série para ver se melhora alguma coisa...
comentários(0)comente



Duda 06/04/2020

O Azarão
Imaginei uma leitura mais pesada, já que o primeiro livro que li de Markus foi " A Menina que Roubava Livros", mas me surpreendeu, um livro fácil de ler, com uma história pesada ao mesmo tempo, e cheia de aprendizado
comentários(0)comente



Isa 02/04/2020

O azarão
A escrita do Markus Zusak me atrai na simplicidade, é magnífica.

Achei lindo Cameron questionando se sempre iria se sentir tão pequeno que doeria e que o grito mais alto seria na verdade um lamento e, no fim, uivando, quase uma liberdade de ser quem é.
comentários(0)comente



Juliano.Ramos 07/03/2020

1" livro da trilogia bom de briga.
comentários(0)comente



Carol 17/02/2020

Leitura super rápida
Um livro que terminei super rápido, não foi uma história que entrou para a minha lista de favoritos, e não foi um daqueles que me prendeu. Achei legal por um garoto está se conhecendo, mas por esse contexto acho que autor deixou a desejar na escrita.
comentários(0)comente



Juninho 07/10/2019

Histórias da Juventude
o livro mostra mais uma vez as aventuras do protagonista e seus familiares e paqueras e vizinhos
comentários(0)comente



bruno quintino 10/07/2019

Resenha do "O Azarão"
O livro conta a história de Cameron Wolfe, um garoto que vive arrumando confusão com o seu irmão um pouco mais velho que ele, chamado Rube. Os ambientes que o livro retrata são na residência da familia, na escola e principalmente nas ruas da cidade, e são neles que o protagonista expressa os seus anseios de adolescente, o primeiro amor, a necessidade de reconhecimento por parte dos pais e dos outros irmãos, as suas inseguranças a respeito do rótulo de fracassado que lhe é atribuído e enfins, assuntos que a alguns anos atrás me interessariam bastante, mas atualmente não são os que estão no topo da minha lista, e a escrita do Markus nesse livro é bem cansativa, muitos diálogos inconclusivos, assim como a história o é, acho que devo dar parabéns a evolução da escrita do autor, que no livro "a gorata que roubava livros" é expressivamente melhor. Como primeiro livro acredito que o autor pecou muito no desenvolvimento do mesmo e na sua conclusão, também acho que uma continuação dessa história que não tem nem rumo definido, é demasiadamente confuso, mas como já adiquiri o livro, vamos lá encará-lo. Não consigo encontrar nenhum amigo que gostaria de ler esse livro, quem sabe um adolescente, concerteza o Bruno de 15 ou 16 anos gostaria, mas eu não curti, talvez em um outro momento, quem sabe?
comentários(0)comente



Maria - Blog Pétalas de Liberdade 03/04/2019

Resenha para o blog Pétalas de Liberdade
O livro é narrado por Cameron Wolfe, um garoto australiano de 15 anos, que mora com os 3 irmãos mais velhos (Steve, Sarah e Ruben), o pai (que é um encanador) e a mãe. É uma família de condições financeiras modestas, onde os pais trabalham muito e colocam molho de tomate em tudo para tornar a comida mais agradável. Como ele e Rube tem pouca diferença de idade, acabam sendo mais próximos, e um dos passatempos favoritos deles (mais do Rube que do Cameron, que só vai na "onda" do irmão) é planejar roubos que nunca darão certo (por exemplo: a ideia de assaltar o dentista termina quando se encantam pela recepcionista e acabam pagando por uma consulta, ou quando decidem roubar uma placa de trânsito mas devolvem ela).

Cameron é um adolescente comum, um pouco bagunceiro, meio solitário, que não se destaca em nada, leva uma vida sem grandes emoções, não quer decepcionar a família e está em busca do seu lugar no mundo. Ele vive as típicas esperanças e desilusões da adolescência. O livro é como um diário onde o garoto abre seu coração e nos permite compreender como ele se vê de forma não muito otimista e sonhadora ao mesmo tempo.


"O azarão" é o primeiro livro da trilogia Irmãos Wolfe, um romance de formação com uma história aparentemente simples, um recorte da vida de um garoto que poderia ser qualquer outro. Pode parecer sem graça para alguns leitores, mas também pode ser justamente o que torna essa leitura especial para outros, como foi o meu caso. Apesar das muitas diferenças entre nós, me identifiquei bastante com o Cameron, também já tive 15 anos e uma vida extremamente comum, onde eu queria ser alguém melhor, encontrar meu caminho e ajudar a minha família, mas não sabia exatamente como fazer essas coisas.

Diferente de outros infanto-juvenis e young adults que já li, nesse, a maioria das cenas está ligada ao ambiente familiar e não à escola, o que achei bem legal por nos permitir entender melhor como o narrador é afetado pelas opiniões dos familiares e pelos acontecimentos da sua casa. "O azarão" foi publicado pela primeira vez em 1999, e é interessante poder observar a adolescência numa época onde não nascíamos grudados aos Smartphones, além da ambientação numa cidade australiana.

Do Markus Zusak eu já tinha lido "A menina que roubava livros" e acho que ambas histórias têm essa característica de não nos mostrar logo de cara para onde vão. Em "O azarão", é possível imaginar que é mesmo um garoto de 15 anos nos contando seus dilemas. É um livro curto, que pode ser lido rapidamente, do qual eu gostei e que recomendo, especialmente para quem procura histórias adolescentes despretensiosas. Eu já tenho os outros volumes da trilogia ("Bom de briga" e "A garota que eu quero") e estou bem curiosa para ler e descobrir quais caminhos Cameron Wolfe encontrará.


site: https://petalasdeliberdade.blogspot.com/2019/04/resenha-livro-o-azarao-markus-zusak.html
comentários(0)comente



Isabela 07/01/2019

O primeiro livro da trilogia, na qual comecei lendo a ultima sem saber haha, agora faz sentido, pois estava achando muito vago as informações, porém em compensação essa é muitos detalhes desnecessários, o tempo inteiro, sinto as vezes pena do Cameron, mas na maioria das vezes vejo muito drama, ainda tem 15 anos e ja se lamenta tanto pela vida que seja a ser cansativo.
ps 07/01/2019minha estante
meu deus, você acabou de fazer eu perceber que fiz a mesma coisa, pqp


Ian.Luc 07/01/2019minha estante
Qual a ordem dos livros?


Isabela 07/01/2019minha estante
Hahhaha graças a um menino q me perguntou oq achei dos outros descobri que é trilogia!!
É o azarão, bom de briga, e por fim a garota que eu quero.
Achei que faltou no mínimo uma capa onde diz "continuação" ou mesmo "trilogia".


Ian.Luc 07/01/2019minha estante
Brigado ^-^


Ian.Luc 07/01/2019minha estante
Pelas capas, nunca ia adivinhar que o A Garota que eu quero era sequencia desse hahaha


ps 07/01/2019minha estante
graças a deus tem história antes, pq eu li o livro e fiquei ???????????




89 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6