Destinos

Destinos Aprilynne Pike




Resenhas - Destinos


24 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Lucas 30/08/2013

Triste, em partes.
Depois de descobrir que Klea era sua inimiga, e Yuki uma poderosa Fada de Inverno, Laurel precisa lutar contra as duas, claro. O livro já começa com um gancho de Ilusões, e logo nos primeiros capítulos temos muita ação e revelações, como por exemplo, por que a mãe de Laurel a adotou. Cada capítulo tem uma nova descoberta e que dá sentido ao que ocorreu nos livros anteriores. Ponto positivo.

Com o passar das páginas, temos então uma grande batalha, o que já era de se esperar. O interessante é que não há sangue para todo lado (já que as fadas não tem sangue). O que existe é uma luta entre trolls e fadas com o auxílio da natureza, como quando Jamison bate os pés no chão fazendo a terra se mover para derrubar seus inimigos.

Laurel estava menos emocional nesse volume. Aprilynne deu atenção aos desfechos e não se preocupou com o embate interno da protagonista entre com quem ficar: David ou Tamani? Foi bom por esse lado, mas alguns fatos começaram a desencadear outros e isso me deixou frustrado ao final da história.

O nome do livro em português é “Destinos” e tais destinos ficaram muito mal explicados, infelizmente. Laurel, por exemplo, não irei contar com quem, como e onde ela ficou, mas senti a falta de um desfecho bem maior e melhor explicado. Os outros personagens também têm seus desfechos, porém, não fiquei feliz com o que ocorreu. Ao ler os primeiros livros eu previa que o final seria X e já me animei. Ao começar esse último pulei pra última página e vi um “spoiler” e imaginei: não era o que esperava, mas não é de todo mal. Quando eu realmente li tudo que fiquei estarrecido. Não esperava e não gostei daquelas duas últimas páginas. Esperava bem mais da Aprilynne. Um verdadeiro contos de fadas, que a meu ver, teve um final ruim. A última pate do livro, que eu não vou contar o que é, me cortou o coração e me deixou triste com a autora, e até mesmo com Laurel.

Ao final eu além de chateado, me senti subestimado. O final saiu do clichê, mas foi para o lado muito estranho. Muitas pessoas que leram e gostaram, talvez irão se decepcionar com o final. Achei triste demais para alguns personagens :/

Como um todo eu dou quatro estrelas para a série. Seria cinco se a linda Aprilynne tivesse dado um final melhor pra um personagem tão importante. Há quem vá gostar e há quem não, isso eu sei. Mas não tiro o mérito da autora, pois ela criou um mundo interessante e melhor, Destinos traz tanta revelação de um vez só que é impossível desgrudar dele.

Nicky 13/08/2013minha estante
Hummm, vc sabe onde posso baixar esse livro, na cidade onde moro não tem nas livrarias e eu quero ver muito o final, eu acho que me decepicionarei, pois eu amava a serie fadas e pelo que foi dito ta muito ruim esse final.


... 26/08/2013minha estante
Por favooooor, preciso saber com qual dos dois ela ficou =/


Aline 17/09/2013minha estante
concordo com você amo a série mais as três ultimas paginas foram desnecessárias na minha opinião, estou muito triste com o desfecho do personagem em questão....


Rafa 27/09/2013minha estante
Eu amei o livro, achei super legal o realismo que ela quis dar.. E adorei que meu Team venceu


Lucas 03/10/2013minha estante
Nicky, não sei ainda onde tem pdf :/ Compra no site do Submarino ou Extra.


Evy 17/11/2013minha estante
Gostei da sua resenha, outro ponto de vista, mas eu estou no time que amou o final, principalmente o final original. O toque de realismo e a falta do final clássico "felizes para sempre", foi o que me fez dar 4 estrelas para o livro. Me surpreendeu e gostei muito disso!


Lucas 15/12/2013minha estante
Evy, eu fiquei triste demais. Sei lá, queria um final tipo contos de fadas, sabe? Mas no final tive meu coração partido pela autora rsrs Acho que o realismo cabe a outros gêneros, não um livro sobre fadas.




Neyme 23/05/2020

Uauuu
Um ótimo livro, só acho que merecia mais uns capitulinhos no final, foi bem corrido. No mais gostei bastante de toda trama e personagens.
comentários(0)comente



Cau 14/10/2013

Pra começar queria apenas dizer que Aprilynne Pike é fantástica. Adorei os 4 livros da série Fadas, ela consegue trazer um mundo mágico totalmente diferente do que já foi descrito.
Ao terminar de ler, confesso que fiquei espantada com o rumo que tudo tomou no final. Todos esperam que no fim ainda tenha uma "palhinha" de como Laurel e Tamini vivem seus dias juntos, ou pelo menos como será a volta deles à Avalon, mas toda série foi escrita em cima do final, assim como a própria escritora cita no fim, antes mesmo de começar a escrever a série o final já estava pronto e toda série se baseava em quanto um ser humano pode suportar e viver com as lembranças de um mundo mágico que ajudou a defender. Simplesmente fantástico! Adoro leituras que surpreendem no final!
comentários(0)comente



MaywormIsa 04/09/2014

Ode à batalha de Klea x Avalon.
O desenrolar dessa trama magnífica não acompanha toda a obra que Aprilynne criou.É com o coração partido que informo que "Destinos" desestimula o leitor demasiadamente. Uma narrativa cansativa e redundante.

O começo de "Destinos" segue o ritmo dos demais livros da saga, porém não demora muito para o grande emaranhado de acontecimentos repetidos em sequencia. O que quero dizer é que a batalha, ou confronto que as personagens encaram é totalmente fraca. Embora a autora tenha utilizado outras histórias antigas como a de Rei Arthur e Excalibur enriquecendo sua obra, o desenrolar que a mesma desenvolveu não valeu a pena.

Páginas e mais páginas de muito banho de sangue com a narradora relatando o quanto as personagens estão cansadas etc ..
Isso pode ser considerado um ponto positivo com relação à escrita de Aprilynne, pois ela realmente consegue transmitir qualquer sentimento e sensação aos leitores, contudo não achei interessante sentir cansaço e desestímulo com relação à leitura desse livro que tinha tudo para ser o Grande desfecho da saga.

Apesar de tudo, muito no final, o que talvez tenha salvado a ultima obra, seja um pequeno capítulo nas palavras da personagem de "David". Suas palavras emocionaram e foram muito bem colocadas, um desfecho do desfecho que salvou parte da obra, na minha opinião. Então, se pudermos agradecer alguem pelo ultimo capítulo, precisamos agradecer à David que infelizmente, já não se lembra de mais nada.
kaka 23/11/2014minha estante
eu gostei,porem também achei a leitura cansativa,por horas não dava para entender como estava acontecendo a batalha.cansativo.


MaywormIsa 26/04/2015minha estante
Klayton, pois é, eu enrolei muito, parecia que eu estava sempre na mesma página. Amei essa saga com todo meu coração, porém esse livro me decepcionou um pouquinho. Inclusive, mesmo que a parte final de David tenha salvo alguma coisa, também foi de partir o coração mesmo eu sendo totalmente " Team" Tamani kkkk


Barbara 01/12/2016minha estante
Exatamente o que eu senti ao ler esse livro, foi uma pena o desenrolar da história ter dado no que deu, os dois primeiros livros prometiam tanto, mas o final foi decepcionante.




Rithiele 15/10/2013

O final
Tudo foi perfeito. Eu não contaria de outro jeito. Mas no final, odiei, como a Aprilynne Pike pode fazer isso conosco. Ternimar um seria desse jeito. Estou me sentindo traída. E se você que ler Destinos, te apoio caro leitor, mas quando chegar a nota da autora, Pare !
Poque depois que ler as paginas seguintes, você vai se sentir como eu, Traída !
comentários(0)comente



Vanessa Sueroz 29/01/2014

Finalmente chegamos no último livro da série e aposto que muitos de vocês vão começar a ler a série agora rs. E já adianto que é muito bom, o melhor da série.

Neste livro as coisas já começam quentes e cheias de altos e baixos. A guerra está prestes a acontecer e Laurel tem que ajudar Avalon de qualquer jeito. Após descoberto tudo sobre Yuki e Klea nossa turma de amigos têm que dar um jeito de salvar Avalon, mas como?

A batalha por Avalon têm início logo no começo do livro e muitas outras coisas acontecem durante a guerra, segredos são revelados, conhecemos mais sobre Yuki, Klea, Laurel, Avalon e até mesmo David e Tamini.

Alguns histórias ocultas de Avalon e feitiços à muito perdidos voltam a tomar forma e até mesmo a Espada do rei Arthur entra na dança.

Resenha completa:

site: http://blog.vanessasueroz.com.br/destinos/
comentários(0)comente



AndyinhA 30/03/2014

Trecho de resenha do blog MON PETIT POISON

Começo dizendo que não curti o final, não devido à escola de Laurel, mas o jeito que ela usou nos capítulos finais para dizer que estava largando o A para ficar com B:
“(...) se isso melhora ou piora a situação, mas você precisa saber o quanto o amei... quanto precisei de você.”

Ou seja, enquanto ela precisou da pessoa ela ficou com ele, depois que terminou ela foi para o outro? Sinceramente esse sentimento nunca foi bem explicado na série, Laurel para mim deveria ter ficado sozinha, afinal quem tudo quer nada tem e com quem ela escolhe ficar foi feito de uma forma tão xoxa, que talvez fosse melhor deixar um suspense.

Depois do momento de indignação...rs, voltamos ao texto. A história no último livro deu uma melhorada; as lutas, personagens mais interessantes e um enredo que não parecia tão surreal assim, porém por tudo ser resolvido no último livro, tivemos correria e coisas sendo jogada, temos muito blábláblá na hora da ação, até parece que em lutas você fica dialogando tanto como aconteceu por aqui, ou que com tudo destruído você miraculosamente consiga o que quer... sim, sim, ainda é um livro jovem-adulto, mas tudo tem limite.

Para saber mais, acesse:

site: http://www.monpetitpoison.com/2014/03/poison-books-destinos-aprilynne-pike.html
comentários(0)comente



Milena 20/01/2016

Toda ação que foi poupada no anterior foi usada nesse. Mas algo na narração e a atitude de alguns personagens acabou diminuindo meu interesse na narrativa. A conclusão da série foi boa mas não surpreendente. E ah! Tam!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Iza 25/02/2020

Eletrizante
Não consegui deixar o livro de lado enquanto não terminei!
Finalmente a tal identidade de Klea é revelada....e seu plano a respeito de Avalon.
Só fiquei triste pelo trio, mas nem tudo é como a gente quer né?
comentários(0)comente



Lorena 04/10/2013

Resolvi fazer uma resenha para o último livro, mas englobando todos os outros... Eu havia comprado os três primeiros na Bienal de SP, ano passado, e o último, na Bienal do Rio este ano, e confesso que depois de comprar a série inteira sem saber se iria gostar dela, fiquei com medo de que me decepcionasse... Mas felizmente não foi assim...

Tive meus altos e baixos na leitura, mas a partir do segundo livro, percebi que a história ia crescendo paulatinamente ao longo da série... No primeiro, Asas, somos apresentados a Laurel e seus amigos, vemos a sua descoberta de que é uma fada e a sua tentativa de assimilar essa nova realidade em sua vida... Ela começa a namorar David, com quem ela passa a dividir seu segredo. E além disso, conhecemos o elfo Tamani... Ah! Tamani...

Em Encantos, a história passou a ficar mais interessante. Neste livro, somos apresentados, finalmente, ao mundo das fadas, Avalon, e a história passa a se alternar entre este e o mundo humano... Laurel passa a estudar por alguns meses na Academia de Avalon, uma espécie de Hogwarts das fadas, e começa a aprender, ou melhor, relembrar tudo sobre seu povo... Uma observação: a especialidade das fadas de outono é poções, e várias vezes imaginei o Snape ensinando para um bando de elfos e fadas encantadores... seria interessante...

O terceiro livro, Ilusões, começa a trazer mais ação para a história, e somos apresentadas a duas novas personagens que são um verdadeiro enigma: vilãs ou aliadas? Sem contar que Tamani passa a aparecer mais, intensificando o triângulo amoroso entre ele, Laurel e David. O livro termina de forma abrupta, tendo sua continuação logo nas primeiras páginas de Destinos.

Este, por sua vez, foi de longe o mais interessante!! Temos finalmente uma batalha em Avalon, entre trolls e fadas, com direito a um massacre em ambos os lados, sem desmerecer, é claro, a ajuda dos humanos, Celsea e David, este último fundamental para a vitória do povo encantado.

Bom, gostei muito de toda a "mitologia" criada pela autora, se é que posso utilizar essa expressão... principalmente o fato de as fadas fazerem parte do mundo vegetal e não animal... foi realmente interessante... A descrição de Avalon, com suas castas sociais, as diferenças entre fadas de cada estação, também funcionou muito bem, na minha opinião, e gostei muito dos personagens também... Confesso que tomei o partido do Tamani dede o momento em que ele apareceu, e consequentemente, passei a odiar o David toda vez que Laurel escolhia ficar com ele, ao invés do meu elfo favorito... Eu sempre via o amor do David como um amor egoísta. Sei que ele realmente amava Laurel, mas ele também era obcecado pelo mundo dela, e várias vezes tive a impressão de que ele a olhava mais como um experimento, uma ponte para todo um mundo de descobertas... O amor de Tamani, ao contrário, é um amor altruísta, capaz de se sacrificar pelo bem e a felicidade da pessoa amada... Muitas pessoas podem não gostar do final, achar injusto, mas a carta de David a Chelsea simplesmente confirmou minhas intuições, e fiquei feliz por isso... Ele mesmo confessa que todo esse universo mágico subiu à cabeça dele, e era isso que mais o mortificava... a autora mesmo explica, antes de apresentar a carta, que a história toda era, afinal, sobre David... ele personifica o ser humano em contato com um mundo que não sabia ser possível existir, ou melhor, que ele sabia ser apenas uma ficção. Faz a gente realmente raciocinar sobre a nossa própria reação se nos deparássemos com uma revelação como essa... e, portanto, é perfeitamente compreensível a angústia de David e sua decisão final.

"Mas nós sabemos a verdade..., sabemos que eles são reais. Que o mundo que vemos é apenas uma sombra do que realmente existe. Não sei como você consegue se controlar para não revelar, às vezes, a verdade aos gritos. Mas ambos sabemos aonde isso nos levaria e você nunca ficaria bem numa camisa de força. Nem eu."

comentários(0)comente



Rafa 05/10/2013

*Resenha Destinos
NÃO há spoiler dos demais livros.

Essa é de longe minha série sobrenatural preferida, não só por ter uma temática que me atraia, mas também pela forma que a autora passou sua ideia. Acredito que não adianta ter uma boa história e não saber como transmiti-la, e Aprilynne tem total controle do que deseja ou não emitir.
Desde Asas se vê um grande crescimento na história e na escrita da autora. E Destinos fecha essa evolução com "chave de ouro". É ação desde a primeira página, que explora totalmente todos nossos sentimentos. Teve momentos em que parei a leitura só para respirar e por eles em ordem. A escrita por ser leve e bem construída fez com que a leitura fosse tranquila e fizesse com que eu a termina-se em apenas 2 dias - e posso dizer, que foi difícil não querer devora-lo em apenas um.

Pike reinventou tudo o que eu acreditava e conhecia do mundo das fadas. E eu por mais que adore os contos mais clássicos, não pude deixar de me apaixonar por essa inovação, que além de romance, trás ação e aventura, de uma forma detalhada e muito bonita. Fadas e Elfos são do reino vegetal, tem algo mais bonito que isso? Aquele distanciamento do reino animal, onde tudo é reconhecível para nós. E a paixão que envolve os personagens? É incrível, além da ótima formação de suas características, com uma construção cuidadosa nos detalhamentos.

- Ah, então agora você é o herói? Agora que Laurel está aqui para ver? - disse Tamani, sentindo o pouco controle que tinha começar a desaparecer.


Não tem palavras que descrevam esse desfecho da série. Pike conseguiu terminar essa inspiradora história de forma que tenhamos uma ideia de como os personagens se encontram no momento. Mas me apeguei demais a tudo, e tenho esperança que ela ainda faça algum conto a mais sobre Asas. Na realidade, até perguntei para ela isso por meio do Face:

http://2.bp.blogspot.com/-K4qA-NuPRlo/UkxOhpdX2YI/AAAAAAAAAyI/TBzW8Q_t1YU/s400/apri.png

Obs: Não foi muito esclarecedora a resposta, mas esta ótimo hehehe.

O fato é que ela conseguiu dar um final convincente e satisfatório, mas que para mim, como fã, deixou aquela vontade de "quero mais".
Em falar no final, é simplesmente de arrebatar!! Antes do capítulo final, que é dado todo o desfecho "satisfatório", Aprilynne deixa um recado...

"O capítulo a seguir é a versão real e final do livro - é como eu decidi concluir a série antes mesmo qua o primeiro livro fosse escrito. Contudo, por ser muito realista, também é inevitavelmente triste. Portanto, se você preferir finais felizes e sem máculas, ou se simplesmente amar ***** tanto quanto eu, talvez deva parar de ler por aqui.
Depois, não diga que eu não avisei."


Óbvio que eu li, mas muitos não aprovaram esse final. Já eu gostei, mesmo que tenha deixado um ar de tristeza, foi um final surpreendente e totalmente realista. Ás pessoas julgaram muito esse capítulo "extra". Contudo, acredito que foi necessário dar esse "a mais"

Não quero entrar em detalhes da história, por que é capaz de eu soltar um spoiler. Contudo, não posso deixar de fora a informação que será formada uma verdadeira guerra, que me deixou desolada (chorei litros). A escritora, conseguiu mexer com meu emocional, até mesmo, em momentos que os personagens citados apareceram apenas algumas vezes nos outros livros, ou nunca apareceram. Ela consegue através das palavras, entrar no fundo de seu ser - parecem apenas palavras, mas é magico como Aprilynne consegue captar sua atenção.


" - Quem está vindo? - perguntou a mãe de Laurel da metade da escada.
-David.
A mãe de Laurel suspirou, meio divertida, enquanto jogava uma camisa cinza limpa para Tamani.
- Vou dizer uma coisa: não sei o que esse menino diz para a mãe dele."


Chelsea - melhor amiga de Laurel - vai ter um espaço maior ainda no último livro. Além de David encarnar um personagem das antigas, que Pike deu poder. Laurel vai se mostrar mais forte e inteligente do que aparenta. E bem Tamani? Esse mostra-se mais perfeito do que imaginava, as ações dele me fizeram sentir de tudo, desde orgulho a medo. A Tamani é um MARAVILHOSO!!!!
O livro é lindo, maravilhoso e perfeito ao meu ver. Contudo, senti falta de algumas coisas, informações, que para uma pessoa que não seja muito fã dos livros, na fariam muita diferença. Mas fizeram para mim!

É inacreditável pensar que ela já tinha a serie -INTEIRA- planejada na cabeça. E isso me fez ver o quanto ela é uma autora MUITO talentosa e com grande criatividade. Com certeza Aprilynne Pike, entrou para a lista de meus autores preferidos.

site: http://slothreaders.blogspot.com.br/2013/10/resenha-destinos.html#more
comentários(0)comente



Michele Bowkunowicz 08/10/2013

LINDO!!! AMEI!!!
Destinos é o quarto e último da série "Asas" escrito por Aprilynne Pike. E deixe-me dizer-lhe que foi um final surpreendente. Eu li este livro em algumas horas, eu não conseguia parar de ler. Este é um daqueles livros que te mantém acordada a noite toda. Destinos é agora o meu favorito desta série por muitos motivos. Uma das razões é porque todo mundo finalmente consegue seu final feliz. Tudo acabou, não há perigo, nada para se preocupar, exceto ser feliz. Eu adoro livros com finais felizes. Outra coisa que eu realmente gostei sobre este livro é que nunca houve um momento de tédio. Havia sempre alguma coisa acontecendo, seja uma grande batalha, ou Laurel e sua turma tentando salvar tantas vidas quanto possível. Outra coisa que fez este livro ainda mais agradável para mim foi que, apesar de ter um tom tão sério, com Avalon à beira da destruição e tudo isso, a autora ainda conseguiu torná-lo engraçado. Houve momentos onde os personagens estavam no meio da batalha, e eu me acabei de tanto rir por causa de uma piada boba que um deles fez para levantar o ânimo de todos. E, finalmente, chega a minha parte favorita. O que eu amei mais sobre este livro é na verdade um spoiler, só o que posso dizer é que fiquei feliz com quem a Laurel termina junto.

O fim do livro anterior, Ilusões, nos deixou com um cliffhanger. Começamos este com Laurel, Tamani, Chelsea e David guardando Yuki. Descobrimos que Yuki é uma fada de inverno trabalhando com Klea. Seu objetivo final é a destruição de Avalon. Uma batalha se segue durante quase a totalidade do livro, tornando-se quase impossível de se afastar dessa história. Tantas vidas são perdidas. Foi difícil assistir Laurel perder as pessoas que ela se preocupa, mas, infelizmente, quando há uma guerra, vidas são perdidas. Fiquei emocionado ao ver mais deste mundo místico, mesmo que fosse em tais circunstâncias trágicas. Avalon me fascina.

Todos os personagem nestes livros são bem desenvolvidos. Laurel é a minha personagem favorita, com Tamani logo após, é claro. Laurel nunca deixa que nada fique no caminho do que é importante e seus valores permanecem fortes e Tamani, que é muito semelhante a Laurel. Ele sabe o que é importante e nunca se desvia de seu dever. Ele faz tudo o que pode para salvar todos, porque ele acha que é a coisa certa a fazer, e eu acho que isso é incrível.

Havia algumas partes realmente tristes nesse livro. Há a batalha épica para salvar Avalon e nem todos podem ser salvos. Personagens que eu tinha caído de amores perderam suas vidas para salvar tantas pessoas. E por causa deles, Avalon é mantida em segurança, como eu disse felizes para sempre. Mesmo uma das antagonistas, Yuki , faz algo muito admirável e, no final do livro, ela tem o meu respeito.


A capa como sempre é linda. A diagramação, revisão e tradução estão excelentes!

Destinos é impressionante, me prendeu do começo ao fim e me deixou querendo mais. Mais que recomendo a todos que leiam esse livro e esta série. -

See more at: http://www.lostgirlygirl.com/2013/10/resenha-250-destinos-aprilynne-pike.html#sthash.JuXMPqiX.dpuf
comentários(0)comente



Mona A. 03/09/2014

Quis esperar até o final do último livro para escrever uma resenha, e digo, Destinos não me decepcionou.

Destinos é o quarto e último livro da série Fadas, série essa tão encantadora que se faz quase indispensável.

Este último livro já se inicia com urgência, quando finalmente se descobre a origem de Yuki, a fada selvagem que surge no terceiro volume da série. Rapidamente chegamos à grande batalha em Avalon, inevitável e aguardada desde o primeiro momento, e nela passamos praticamente todo o livro. É com uma riqueza tão grande de detalhes que Aprilynne descreve cada momento que o leitor se sente, durante todo o tempo, parte da luta.

O final, apesar de deixar pontas soltas que, tenho certeza, não só eu, mas todo leitor gostaria de participar mais é surpreendente, para meu deleite. A autora emprega em seu conto de fadas moderno uma boa dose de realidade em seu desfecho, o que particularmente na minha opinião torna a coisa toda ainda mais amável.

Resumindo, toda a série é um convite à imaginação e à fantasia. Nesse mundo maravilhoso criado por Aprilynne, a história de heróis consagrados se misturam tão bem ao mundo de fadas, elfos e outros seres encantados e com tanta leveza, que seria um desperdício não participar dele.

comentários(0)comente



24 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2