Cores de Outono

Cores de Outono Keila Gon




Resenhas - Cores de Outono


91 encontrados | exibindo 76 a 91
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Vanessa Vieira 19/04/2013

Cores de Outono_Keila Gon
O livro Cores de Outono, de Keila Gon, nos fala sobre o amor. Tanto o amor que nutrimos pela nossa família, que se torna um dos sentimentos mais primordiais e necessários de nossa existência, quanto o amor por aquela pessoa especial, que faz com o que o nosso coração bata mais forte e com que os suspiros se tornem a nossa segunda respiração. Um sentimento magnânimo que nos torna corajosos e destemidos, e pelo qual vale a pena lutar, por mais severos e mordazes que sejam os obstáculos.

Melissa, a protagonista da história, faz jus a todas essas características. Ela chega à pacata cidade da montanha com o objetivo de cuidar de sua irmã caçula, Alice, e de ficar mais próxima de seu avô, George. Ela espera ter uma vida simples e sem grandes badalações, ao lado de sua família, que ama mais do que tudo. Porém, a aparente tranquilidade almejada pela moça praticamente evapora quando ela conhece o belo e enigmático Vincent. Com sua tez carrancuda e incrivelmente sedutora, e seus belíssimos olhos turquesa, Vincent laça o coração de Melissa, fazendo com que ela embarque em um Mundo Mágico, surpreendente, inacreditável e deveras perigoso.

A presença de Vincent se torna viciante na vida de Melissa, e mexe com seus sentimentos de uma forma arrebatadora e nunca vista antes. Ao mesmo tempo em que ela se amedronta com o comportamento de seu amado, ela também se encanta, e claro, se vê completamente apaixonada por ele. Mas para viver esse amor, ela precisará vencer muitos encalços inesperados, como elfos, magos, dentre outras criaturas mágicas, além de submeter o seu coração a uma provação mais do que surreal.

"Sentia-me adormecida, como uma árvore no outono, quando o destino mostrou novas cores, novas possibilidades. Ele colocou em meu caminho um cavaleiro sombrio, um amor improvável. E entrei em seu mundo inimaginável, desafiador, imprevisível...mágico! Com todas as definições reais e irreais da palavra. E agora tenho novos medos, muito mais perigosos. Preciso proteger as pessoas que amo, enfrentar sombras, magos, elfos...mas também aprender a confiar e não desistir. Pareço louca ao admitir que tudo isso seja real, mas o calor que aquece meu peito só cresce, mostrando que estou mais louca ou mais apaixonada do que jamais imaginei um dia."

Cores de Outono foi um livro que me envolveu do começo ao fim e que me deixou completamente encantada. Temos um romance doce e bem arquitetado, paralelo à um reino de fantasia, norteado por elfos, magos e outras mais criaturas mágicas. A autora soube costurar uma linda história de amor em um cenário sobrenatural com maestria, criando uma trama emocionante e repleta de reviravoltas. Narrado em primeira pessoa pela Melissa, acompanhamos todas as suas experiências e provações, e claro a sua garra e determinação para defender aqueles que lhe são importantes.

Melissa é uma personagem extremamente família. Desde o falecimento de sua mãe, ela se vê responsável pela criação de Alice e se empenha ao máximo para que sua irmã tenha uma infância tranquila e feliz. Fica visível o quanto ela é capaz de se sacrificar pelo bem-estar físico e mental de sua pupila e isso me conquistou de primeira. Assim como a protagonista, sou uma pessoa muito ligada aos meus familiares, e consegui me identificar bastante com ela, em vários aspectos. O seu romance com Vincent foi muito bem construído, e vai desabrochando aos poucos, de uma forma especial e cativante, encantando o leitor.

"Estava surpresa com sua intensidade, mas não poderia estar mais feliz ao entender que esse desejo não era só meu. Subi minhas mãos por seus braços e mergulhei meus dedos em seus cabelos para me entregar ao calor do beijo. Vincent deixou uma mão em meu pescoço e fechou o outro braço ao meu redor em um aperto esmagador. Como que para garantir que eu não iria fugir, mas jamais fugiria disso. Nunca senti nada tão forte...tao intenso. Estava ofegante, sentindo o coração pulsar em meus ouvidos e mesmo assim não queria interromper esse beijo tão esperado. Ele também estava ofegante, mas não desgrudou os lábios dos meus por mais de dois segundos entre uma respiração e outra. E pela primeira vez dividimos essa necessidade extasiante de sentir o outro no toque, no calor ou simplesmente no torpor dos sentidos."

Vincent é um personagem apaixonante. Com pinta de bad boy e um semblante severo, ele nos conquista logo à primeira vista, sendo incrivelmente sexy e cavaleiro, daqueles que puxam a cadeira para a dama se sentar, abre a porta do carro, dentre outras atitudes refinadas, apesar de sua fisionomia não demonstrar isso com tanto vigor. Ele guarda segredos obscuros, e tem medo de se entregar aos seus sentimentos por Melissa justamente por isso, apesar de não conseguir evitar. Gostei muito da sua caracterização dentro da história e amei suas atitudes sutis e cavalheirescas, que devido ao seu comportamento meio evasivo, surpreendem.

Em suma, Cores de Outono é um livro muito bem escrito e que nos revela todo o talento de Keila Gon. A sua escrita é rica e detalhada, nos encantando, e até mesmo extasiando em muitas cenas. Gostei da capa do livro, simples e ao mesmo tempo, em sintonia com o enredo. Na diagramação, notei alguns erros de digitação e ortografia, mas nada que tire o brilho da história. Já estou ansiosa pelo lançamento da sequência da saga, Sombras da Primavera, do qual podemos degustar o primeiro capítulo no final do livro, e é claro que recomendo!

http://www.newsnessa.com/2013/04/resenha-cores-de-outono-keila-gon.html
Keila Gon 19/04/2013minha estante
Ahhhh Vanessa!
Presente de resenha!!!! Obrigada por se deixar encantar e por dividir suas emoções com tanta delicadeza : )
Beijos coloridos!
Keila Gon




Fefa 15/04/2013

Cores de Outono - Blog Lendo & Esmaltando
Cores de Outono conta a história de Melissa, ou Mel, uma mulher de 21 anos que por uma fatalidade do destino perde a mãe e o padrasto e se vê meio que sem rumo, tendo que cuidar da sua irmã Alice, uma pequena de cinco anos.



Mel e Alice vão morar com seu avô, George, em uma cidade pequena, onde todos se conhecem e a fofoca rola solta. Desde muito tempo uma família moradora da montanha na cidade vem sendo alvo de fofocas e olhares curiosos, afinal todos acreditam que eles fazem parte de uma família mal assombrada. Todos parece ter medo e receio de conversar com a família Von Berg, exceto Melissa que está cada vez mais encantada com Vincent um membro da " Família Adams".

Mas o que será que essa família tem de tão diferente? Porque será que Vicent perturba tanto com os seus sentimentos? O que de tão importante tem na montanha para que seus únicos moradores não deixem ninguém visitar? Isso é o que vamos descobrir nessa leitura maravilhosa.

Posso dizer agora que esse é o melhor livro nacional que eu já li. Sem dúvida alguma nisso. A escrita da Keila é maravilhosa. O enredo é simplesmente mágico, ao ler cores me lembrei de uma das minhas séries preferidas Asas.

Cores de Outono é literalmente MÁGICO e a Keila conseguiu transformar um tema clichê em algo inovador, diferente, delicado e surpreendente. Melissa é guerreira, ela não se deixa levar pelos acontecimentos da vida, ela quer proteger sua irmã a qualquer custo, mesmo que para isso ela tenha que abdicar de alguns prazeres da vida e que tenha que adiar seus planos.

Seu relacionamento com Vicent ocorre aos poucos, nada daquele romance avassalador, doido e corrido como muitos livros lançados ultimamente. Melhor, o romance é avassalador sim, mas da mesma forma é construído, muito bem construído, pelos acontecimentos do destino, pelos encontros perturbadores e cheios de paixão no ar. E talvez, eu disse talvez eles já se conheçam de muito antes ;p

Melissa é muito desastrada, não desastrada do tipo estabanada, mas do tipo que não mede as consequência de seus atos aparentemente inocentes, ela não vê perigo nas coisas. Vicent é um cavalheiro grosseirão como a própria protagonista afirma. Ele é rabugento, carrancudo e muitas vezes sem educação. Mas toda história tem dois lados e quem ler Cores irá descobri isso.

Vicent é apaixonante, maravilhoso, conquistador e fantástico. Ele esconde segredos que mudarão completamente a vida de Melissa e Alice. Seu romance com Melissa vira alvo de fofocas na cidade, o avô de Melissa não aprova e os vizinhos acham que ela está fora de si por querer um relacionamento com alguém tão perigoso, retraído e misterioso.

Esse não é mais um romance meloso de fantasia. É aquele romance que te faz suspirar, é um livro que faz você se deliciar com a leitura. Confesso que terminei de ler em um dia, fiquei até altas horas da noite para consegui terminar, ansiava desesperadamente pelo final. Keila devo te dizer amore você me surpreendeu MUITO mesmo e não me decepcionou em nenhum aspecto. Me encantei até mesmo pelos personagens secundários que foram muito bem elaborados e descritos.

O livro não tem erro de digitação, pelo menos eu não notei. A diagramação é perfeita, e a capa nos toca profundamente, em vários momentos me peguei parada observando por vários minutos a linda capa.

E para você que ainda não leu, faça uma forcinha, prometo que não vai se arrepender. Deixe a magia de Cores te conquistar.

Esse texto foi retirado da página http://www.lendoeesmaltando.blogspot.com.br/. Não autorizo a cópia do mesmo.
Keila Gon 15/04/2013minha estante
Ohhhhh Fernanda!Amei!!!!
Obrigada por descrever estes personagens com o coração!! Você viu e questionou pontos que me deixaram muito feliz... mas felicidade é pouco para o que estou sentindo agora : ) ahahhahahhah
Mil Beijos agradecidos!
Keila Gon


Belle 18/04/2013minha estante
Otimo livro,gostei da resenha e da capa......


Fla 18/04/2013minha estante
Gostei da capaa ... ^^ muito boa a resenha


elliane ramos 27/04/2013minha estante
amei. parabéns. sucesso. bjs


Valquiria Apa 07/05/2013minha estante
Ja disse la no blog que to loca pra ler.... Amei a resenha. ;)


Polly Waldorf 15/05/2013minha estante
Muito boa!


Joyce 21/05/2013minha estante
Adorei


Jorgia Andreia 16/08/2013minha estante
Gostei demais!!


Fátima 08/09/2013minha estante
Deve ser mesmo lindo...


Gabi | @ps_gabih 08/09/2013minha estante
louca pra ler


DomDom 15/09/2013minha estante
Não imaginava que era fantasia, pensava que era um romance ou drama. A capa realmente é muito bonita, e essas pitadas de mistério em relação à família, dão um toque especial. Sem falar na narrativa aprimorada. Se tiver oportunidade, lerei, sim!!!


luciana.alcanta 14/11/2014minha estante
Um livro envolvente e encantador!




Gíh Santos 09/04/2013

Resenha do Blog Livros Lovers (http://livroslovers.blogspot.com.br/)
Melissa Wells vê seu mundo ser abalado com a morte de sua mãe e seu padrasto, com a morte uma responsabilidade lhe sobre cai; cuidar de sua irmã Alice de apenas 5 anos. Melissa sabe as dificuldades que vai enfrentar, mas esta disposta a dar o máximo de si para proteger sua pequena e amada irmã. Ela decide recomeçar do zero, e isso inclui uma mudança. Voltar a morar na cidade das montanhas com seu Avô, o único parente que lhe resta.
Recomeçar sempre é difícil, mas ela não contava com a dose extra de complicação ao conhecer Vincent, o sombrio homem que toda a cidade parece temer. O estranho arrogante, dono de um gênio extremo, e também de belos olhos turquesas. Melissa não quer, mas se vê hipnotizada por este ser lindo e misterioso.

“Meu nome é Vincent... Vincent Dippel. E agora que já fomos apresentados você pode me evitar como os outros.”

Como toda cidade pequena, está também inclui estranhos fatos, mistérios que todos parecem temer e abominar. Melissa se vê perdida em o quê acreditar, mas ela sabe que algo esta fora do contexto classificado como normal. Segredos são revelados e junto com eles perigos inimagináveis que colocará a quem ela mais ama em perigo: Alice!

“Ao contrário do que a maioria imagina, não há nada de gracioso ou inocente na magia. A fantasia que você imagina com seres frágeis e inofensivos cobertos de purpurina só existe nos livros infantis.”

Surpreendente! A sinopse da obra já tinha me instigado a leitura, mas foi gratificante ver o quão superior é. O enredo é complexo e muito bem desenvolvido, os acontecimentos seguem de forma a manter nosso interesse aceso por descobrir sempre mais. Personagens bem construídos, cenários claros e interessantes. Uma junção de romance e magia, uma combinação perfeita!

CONTINUE LENDO>>>http://livroslovers.blogspot.com.br/2013/04/resenha-cores-de-outono.html
Keila Gon 10/04/2013minha estante
Obrigada Gíh,
Como é bom ver leitores entregues a magia de "Cores" : )Adorei flor, beijos muito queridos!
Keila Gon




Carla Brandão 05/04/2013

Após a morte da mãe e do padrasto, Melissa deixa pra trás sua vida em São Paulo e muda-se para Campo Alto, cidade onde morou durante a infância e onde ainda vive seu avô, George. Aos 21 anos, precisa adaptar-se a uma nova rotina e assumir a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã de 5 anos. Em sua nova vida, Melissa reencontra pessoas que fizeram parte de seu passado e conhece outras que podem mudar seu futuro. Vincent é uma delas. Temido por todos os moradores, ele vive nas montanhas e é alvo de boatos e curiosidade. Desde o início, porém, o misterioso dono dos olhos turquesa exerce certo fascínio sobre Melissa e será o responsável por apresentá-la a um mundo mágico que ela não esperava existir, mas que sempre esteve muito próximo.

Cores de outono é um livro encantador. Tanto por suas criaturas mágicas como pela forma como foi escrito. A importância da família está presente de alguma forma em todos os núcleos da história, o que achei bem bonito. Outro ponto a ser destacado é a narrativa, que prende e consegue transportar o leitor para a bucólica e chuvosa Campo Alto. Quando os mistérios começam a ser revelados, lá pelo meio do livro, fica quase impossível largá-lo. Ele é o primeiro de uma trilogia e conseguiu me deixar bastante curiosa para ler o segundo volume, Sombras da primavera.

http://www.blog-entre-aspas.blogspot.com.br/
Keila Gon 06/04/2013minha estante
Olá Carla!
Obrigada ; ) fico muito feliz que "Cores" tenha encantado! beijos e muito sucesso ao "Entre aspas"
Beijos
keila Gon




Douglas Brandão 05/04/2013

Assim que vi Cores de Outono no site da Editora Novo Século, sabia que tinha que fazer de tudo pra ter ele logo, e quando vi, já tinha a autora como parceira aqui do blog. Seu livro havia me chamado atenção pela sinopse, que juntamente com a capa muito bonita, aguçaram ainda mais meu interesse pelo o mesmo. E sabia que seria um livro que me agradaria muito. Então hoje leiam minha opinião sobre a saga de Keila Gon.

Após a morte de sua mãe e padrasto, Melissa se ver com a difícil missão de cuidar da sua pequena irmã Alice de cinco anos, e decidi se mudar de São Paulo para Campo Alto, uma pequena cidade onde reside seu amado avô George. Seu avô tinha como vizinhos os alegres Casella, pais dos gêmeos Arthur e Helena que fizeram parte da infância de Melissa enquanto se aventuravam pelos bosques na montanha.
Demora um certo tempo para que Melissa passe a se sentir segura na casa de George, mas logo ela vai se adaptando a sua nova realidade e interage mais com seu avô. Melissa também acaba sabendo que nas montanhas mora os Von Berg, uma família considerada por todos rude, que não falam muito e que tem uma certa apatia com as pessoas.
Não demora muito e Melissa conhece o tão temido Sr. Dippel, ou simplesmente Vincent, um da família Von Berg. Ao vê-lo fica completamente apaixonada e não sabe se isso é bom ou ruim. Quando conversavam Vincent sempre a tratava mal, agia de forma arisca, arrogante e com frieza, dando razão ao que todos falavam. Mas mesmo sentindo que isso poderia ser perigoso, ela se via presa a Vincent por mais que não quisesse. E em meio a dúvidas e incertezas, ela embarcará num mundo onde até então só acreditava existir nos livros.

O livro tem sim uma certa comparação com Crepúsculo. Identifiquei Edward pelo misterioso Vincent e Bella, pela descritiva Melissa. A narrativa também é em primeira pessoa, e achei um tanto semelhante com a da Bella. Muito. Eu admito que não gosto quando a narrativa em primeira pessoa é muito descritiva, pois isso de certa forma deixa a leitura meio cansativa, mas lendo Cores de Outono eu não me sentir cansado. Pelo contrário, quanto mais lia mais me sentia motivado a saber o que iria acontecer a cada capítulo, mas...
Sim, lá vem o “mas”. Certos pontos da trama acabaram influenciando e muito na minha nota no skoob. Para o primeiro livro de uma série, ele tem que ser realmente introdutório, apresentando o mundo criado e o que vem pela frente, e Cores de Outono até certo ponto estava indo por esse caminho, entretanto Keila usou muitas cenas que, na minha concepção, foram totalmente desnecessárias e que só estavam ali apenas para ilustrar. Algumas tinham um pouco de relação, admito, mas mesmo assim a autora poderia ter encontrado um jeito de aprofundar mais e colocar uma forma que não deixassem as cenas um tanto repetitivas e quase iguais.
Até mais da metade do livro Melissa fica na dúvida se ama ou não Vincent, e isso também não me conquistou muito. Queria entrar logo no mundo que a sinopse dizia que teria, e lá no finalzinho estava ele. Eu gostei de Cores de Outono, mas pressinto que o segundo volume será melhor, já que toda a realidade inóspita foi muito bem apresentada pelas falas do cavaleiro carrancudo Vincent.
Acabei gostando dos personagens e me afeiçoando muito a eles, principalmente ao Vincent. Ele demonstra o que realmente sente sem vergonha alguma, e é convicto com o que quer. Melissa me irritou um pouco, mas acabei gostando dela no final.
Keila Gon tem talento e muito carisma, diria que é uma autora que promete e que conquistará todos os fãs de Crepúsculo. Ela consegue ti prender até a última página, ti deixa viciado à fantasia criada e ti deixa revoltado por ter que esperar pela continuação (rs). Mais uma vez agradeço a parceria, e que Sombras da Primavera venha com tudo!

Keila Gon 06/04/2013minha estante
Olá Douglas,
Realmente, amo a narrativa descritiva em primeira pessoa : ) E acho triângulos amorosos fascinantes!!! ahahhaahhaha e comparar "Cores" com Crespúsculo, com certeza é uma honra : ) Como você disse, "Cores de outono" é sim a introdução dessa trilogia : ) E agora que os leitores conhecem a história dos personagens, vou aprofundar os detalhes mágicos em "Sombras da primavera" com mais ação ( o que com certeza agrada os meninos ahahahah), mas acima de tudo, a saga é um Romance, e o foco sempre vai ser a magia entre Melissa e Vincnet : ) Quem sabe "Sombras" possa lhe inspirar mais emoções e paixões?
Abs,
Keila Gon




Vanessa Meiser 29/03/2013

http://balaiodelivros.blogspot.com/
Vamos lá então falar de Cores de Outono, este livro que me deixou encantada com a escrita da autora Keila Gon.
A primeira coisa que eu gostaria de falar é que, na boa, até eu me apaixonaria perdidamente por Vincent, gente este é o personagem dos meus sonhos, hiuahiua, lindo, sexy, reservado, por vezes prepotente, mas acima de tudo sensível, como não adorar um homem assim??? Rsrs.
Melissa é uma jovem garota que carrega muitas tragédias em seu currículo, a começar pela identidade do pai que ela não faz a menor ideia de quem seja, depois a morte da avó que era como uma segunda mãe, logo após, a mãe e o padrasto morrem num acidente de carro deixando a pequena Alice sob sua responsabilidade.
Mel está com poucos mais de 21 anos e sua irmã com 5 anos, as duas se mudam então para a pequena cidade de Campo Alto que fica ao pé de uma montanha sinistra onde Alice passou toda a sua infância e cultivou amizades, além de ser o lugar no mundo em que ela mais se sente em casa. Lá elas vão viver com o avô George que mora sozinho desde que a esposa faleceu e está muito feliz com a chegada das duas netas.
Assim que as duas irmãs chegam à cidade Mel fica conhecendo a fama que possui o misterioso Sr. Dippel, ele é temido por todos da cidade por ser extremamente arrogante e antissocial, fama esta que ele faz questão de cultivar e de afirmar assim que cruza com Mel pela primeira vez.
Mesmo com este jeito todo marrento, Mel não consegue conter o suspiro quando vê de perto o Sr. Dippel e precisa admitir para ela mesma que independente da personalidade, é um homem difícil de se esquecer.
Sr. Dippel vive na montanha ‘assombrada’ como é conhecida pelos moradores da cidade. Lá ele mora com a também reservada família Von Berg. Os Von Berg são ignorados pelos moradores de Campo Alto pelo mesmo motivo que Sr. Dippel, todos os acham rudes e antipáticos. Além desta coincidência, todos eles possuem uma beleza impecável, quase rara, que deixa Mel impressionada.
Assim que Mel e Sr. Dippel vão se aproximando – devido à muitos esbarrões desastrados – uma relação vai nascendo entre eles. Mel fica sabendo que seu nome é Vincent (coisa que ninguém na cidade sabe) e que seu temperamento difícil tem um motivo de ser, mas que apesar de ser tão rude na maior parte do tempo, ele consegue ser extremamente cativante em alguns momentos e é este oposto que enlouquece a cabeça da garota que já não consegue mais esconder que está apaixonada por Vincent.
No meio do processo desta nova amizade e admiração, surgem segredos e mistérios encantadores e ao mesmo tempo inacreditáveis que farão desta história uma trama muito intensa e eletrizante, onde fadas, elfos, magos e todos os possíveis seres místicos nos brindam com uma envolvente história digna de 5 estrelas.
A trama de Cores de Outono não termina aqui e isto é fácil de deduzir já que a autora deixou alguns pontos cruciais para serem resolvidos na sua continuação que irá se chamar Sombras da Primavera. Tá aí um livro que eu não quero e não posso perder de jeito nenhum e já é com certeza uma esperada futura leitura!
Enfim, adorei, adorei e adorei!
Como eu já disse, 5 estrelas com a mais absoluta certeza. São 440 páginas do mais puro encantamento, um livro escrito para se apaixonar e para ficar na memória de quem leu. Eu mais que recomendo e garanto que independente da idade ou do sexo do leitor, será praticamente impossível não viciar em Cores de Outono.
Keila Gon 30/03/2013minha estante
Mmmuuuuiiiittttoooo obrigada Vanessa, adorei sua resenha!!!! Obrigada pelo carinho que teve com estes personagens: ) sou só sorrisosssssss!!!!! Mil beijos!!!!!




Allison Feitosa 22/03/2013

Cores de Outono - Keila Gon
Mágico, encantador, sedutor, divertido, único e cheio de borboletas no estômago!

Melissa achava que passaria o resto de sua vida confinada numa casa em Campo Alto cheia de lembranças cuidando de sua irmã como se fosse sua filha e nada mais de emoções fortes... engano dela! Depois de sua mãe e seu padastro serem mortos em um acidente, Melissa tenta cuidar de sua irmã Alice o melhor possível e ainda tenta se recuperar da perda. Ela encontra conforto em seu avô, George ou Opa - avô em alemão - como ela carinhosamente o chama e tenta passar despercebida na cidade, coisa praticamente impossível em um lugar onde todos se conhecem.

''Três meses haviam se passado desde o acidente, mas eu ainda lutar para sair da minha inércia. Houve dias em que me surpreendi por esperar que ela voltasse para casa no fim do dia, contando as novidades sobre a nova encomenda de livros da loja... ou discutindo o cardápio do jantar com Oliver, seu marido. E por mais difícil que fosse encarar a verdade, isso era passado, Angelina e Oliver não voltariam mais. Eu e Alice perdemos tudo. E no fundo sabia que minha irmã perdeu mais do que eu. Alice tinha um lar, um pai, uma mãe, uma família desde que nasceu e agora tinha que confiar a própria vida a uma meia-irmã atrapalhada e medrosa. Nosso futuro eram tópicos esboçados em uma folha de papel e literalmente fiz isso. Estava determinada a me concentrar em nossa nova vida, mas não sabia o que esperar desse futuro.'' Pág. 14

Melissa parece ser encantadora (apesar de dizer que não) e seu jeito desastrado de ser nos faz ficar com vontade de cuidar! Como ela diz, o caos conspira contra ela. Alice é adorável e encanta qualquer um! Tem um probleminha em conhecer novas pessoas, mas é um doce quando consegue. George é gentil e não mede esforços para conseguir o bem estar das netas. E tem também Arthur, que é o amigo de infância de Melissa... o que roubou o primeiro beijo e que anos depois continua irritando com suas brincadeiras e piadas. E conhecemos Sr. Dippel... ou Vincent. Um cara carrancudo e misterioso, que a cidade inteira tem medo. Morador da montanha que esconde lendas locais que vão desde fantasmas a demônios.

Não faltaria pretendentes para Melissa, mas ela encontra o amor nos olhos tempestuosos de Vincent e isso parece até irônico, certo? A garota nova, desastrada e suicida (como era caracterizada pelos moradores mal informados) se envolvendo com ''Sr. Darth Vader Dippel'', o cara mais temido e mal humorado da cidade. Mal Melissa chega e quase é atropelada pela SUV preta de Vincent e esse não para nem para se desculpar. O segundo encontro dos dois também não foi romântico... era um fato que amigos não era algo que Vincent estivesse procurando.

''-Às vezes... não há alternativas. O destino complica as coisas contra nossa vontade e precisamos encarar as mudanças. Isso está além de nosso controle.
-Nós podemos controlar as mudanças do destino Melissa, com nossas decisões, com nossas escolhas - sua voz grave parecia o rugido, mas algo lá no fundo lembrava um ronronado melancólico.
Analisei seu olhar frio, ele poderia ter razão. Eu, por exemplo, poderia ter ficado com Arthur na festa de ontem... Poderia ter ido embora com ele e jamais teria concordado em ser amiga desse estranho fascinante. Por outro lado, nem tudo estava sob nosso controle. Olhei dentro de seus olhos violeta e depois para minha mão em seu braço que começava a esquentar com seu calor. A indignação pelo seu mau humor deu lugar a um sentimento maior, que aplacava tudo. Mesmo sabendo que estava aqui como sua amiga, e por mais que me assustasse com seu temperamento instável, sentia a revoada de borboletas insistentes em meu estômago. E isso mostrava que uma força além do meu controle me dominava quando estava próxima dele.'' Pág. 207

Numa relação de ódio e amor (mais ódio que amor) Melissa e Vincent Dippel vão descobrindo segredos e coisas em comum. Vão descobrindo numa amizade que um precisa do outro para enfrentar as dificuldades que a vida ironicamente joga nas costas deles.

Keila tem uma escrita tão pura e simples, faz fatores naturais como o nascer do sol se tornarem palpáveis e nos faz desejar um lugar bucólico para fugir da agitação da cidade.

''Uma linda luz amarela transbordava pela janela no sábado pela manhã. Os raios amarelados escapavam da cortina aberta e brincavam nas paredes, no assoalho de madeira... Sentei-me na cama e analisei a garota do reflexo no espelho mais uma vez, ela ainda estava com a aparência cansada, mas suas olheiras haviam melhorado sensivelmente. Aos poucos tudo melhorava'' Pág. 71.

Como a sinopse mostra, o livro é levado a um lado fantasioso, onde criaturas como Elfos, Duendes, Fadas e Magos são revelados a Melissa e ela percebe que tanto Vincent quanto sua irmã estão diretamente envolvidos com isso! Eu disse ''é levado'' porque a fantasia demora um pouco para acontecer e confesso que fiquei um pouco temeroso sobre o rumo que Keila levaria o livro mas ela soube intercalar de maneira... mágica! haha.

E no final, Keila nos presenteia com uma playlist maravilhosa, ma-ra-vi-lho-sa, que acompanha o ritmo do livro e eu tenho que compartilhar com vocês:
Rain - Creed
Come talk to me - Bon Iver
Gotta be somebody - Nickelback
Day to Day - The Ting Tings
Savin' me - Nickelback
Hide - Creed
Notion - Kings of Leon
Open your eyes - Snow Patrol
Whataya want from me - Pink
Patience - Guns N' Roses
Blue Eyes - Mika
Here for you - FireHouse
Never Ler Me Go - Florence And The Machine
Use Somebody - Kings of Leon
Warmer Climate - Snow Patrol
Chocolate - Snow Patrol
100 Suns - 30 Seconds to Mars
Cosmic Love - Florence And The Machine
Set the fire ti the third bar - Snow Patrol
Far Away - Nickelback
All this and heaven too - Florence And The Machine
Never gonna be alone - Nickelback
Higher - Creed
Search and Destroy - 30 seconds to Mars
The finish line - Snow Patrol
No light, No light - Florence And The Machine
On Off - Snow Patrol
Signal Fire - Snow Patrol
Falando da edição: A capa é linda, a cor, a diagramação! ''Cores'' é o primeiro livro de uma série que promete encantar! O próximo volume já tem nome: ''Sombras da Primavera'' e não preciso nem dizer que já estou ansioso certo? 5 estrelas

CONFIRA O POST NO BLOG: http://rabiscosefragmentos.blogspot.com.br/2013/03/resenha-cores-de-outono-keila-gon.html
Keila Gon 22/03/2013minha estante
Uau Alison... Sua resenha surpreendeu!! Adorei os pontos destacados e sinceridade... ela não poderia ser mais perfeita!!!! Obrigada pelo carinho ao descrever Melissa, Alice, George, Arthur e Vincent... Nós agradecemos : )
Muito sucesso para o blog "Rabiscos e fragmentos", com resenhas como essa não tenho dúvidas que ele chegará às estrelas... com muita magia: )ahahhahah. Beijos muito agradecidos!!
Keila Gon




"Ana Paula" 20/03/2013

http://livrosdeelite.blogspot.com.br/
Melissa Wels é a garota mais desastrada do mundo!! Qualquer pedrinha é fatal perto dela, e agora que tem a responsabilidade de cuidar de sua irmã caçula, Alice, Melissa não pode dar pontos ao desastre. Ela tem que ter mais atenção, afinal, ela e sua irmã já perderam muito...

A estória de Melissa começa com sua viagem de São Paulo para Campo Alto. Uma cidade do interior, cercada por florestas e montanhas. É onde mora seu avô George, o único parente que lhe resta. Melissa deixou tudo pra trás quando sua mãe e o pai de sua irmã morreram em um acidente. Como passou sua infância em Campo Alto, resolveu que Alice também poderia crescer assim, livre, sem preocupações.

Mas Melissa não esperava conhecer Vincent, o cara mais arrogante, irritante e misterioso da face da terra. A cidade toda tinha medo de Vincent, e ninguém nunca, ao menos tentou falar com ele. E não era só isso, a família de Vincent que mora na montanha, não era bem vista pelos moradores da cidade, eles eram diferentes, e isso já bastava para manter todos longe. Vincent não era o moço bonzinho apesar de sua aparente beleza, Vincent era problema, mas mesmo assim, Melissa se deixou levar pelos surpreendentes olhos turquesa e descobriu um mundo oculto dos humanos. Um mundo repleto de magia, onde Magos das Sombras, da Luz, elfos e duendes existem, mas não é como um conto de fadas, onde sempre tem um final feliz. Esse final pode ser trágico, para Melissa e principalmente para a pessoa que ela jurou proteger: sua irmã Alice.

“Apesar de toda confusão que Vincent causava em mim, estava de certa forma aliviada por ele estar aqui comigo. Não conseguia explicar isso a mim mesma, era apenas uma certeza, que de alguma forma me deixou segura. A situação poderia se turbulenta, errada, assustadora, confusa... mas ver seus olhos incrivelmente azuis brilharem debaixo da chuva era a única coisa boa no momento.”

Sabe quando você começa a ler um livro e logo no prólogo já dá o primeiro suspiro? Pois é, depois deste suspiro, passei o resto do livro suspirando.... A escrita da Keila é leve e descontraída, faz você perder a noção do tempo e me levou para um mundo mágico maravilhoso!!! Sem falar do Vincent, meu Deus!!! Que homem!!! A atração de Melissa e Vincent é tão complexa que chegava a me irritar em algumas partes, as brigas entre os dois eram momentos de alegria pra mim, porque adoro um mocinho/bandido. Melissa me saiu melhor do que o esperado. Comecei a leitura imaginando mais uma mocinha indefesa e blábláblá. Mas me enganei profundamente, ela é medrosa admito, mas enfrenta tudo, mesmo correndo riscos. Tem o gênio forte, e de todos na cidade, foi a única que realmente enfrentou Vincent, e eu simplesmente adorei esses momentos!!! Todos os personagens são perfeitos, cada um com sua personalidade diferente e encantadora. A narrativa é feita por Melissa, então podemos receber em primeira mão seus sentimentos duvidosos e sinceros. Os capítulos são separados por títulos, apesar de em alguns livros isso ser sinal de spoiller, neste livro ficou muito bem colocado. A capa ficou linda e confesso que já estou curiosa pelo próximo livro. Cores de Outono é o primeiro livro de uma série que vai surpreender o leitor, tem uma trama muito bem elaborada que nos lembra as séries americanas. Vincent me ganhou logo na primeira aparição no livro... Porque será que os mocinhos malvados chamam nossa atenção heim??? Adorei essa estória com todos esses seres mágicos e adorei ainda mais conhecer Vincent, ele é perfeito!!! Apesar se seu humor mudar constantemente creio que isso caiu como um charme a mais. No final do livro, encontramos mais surpresas!! Keila, em sua infinita bondade, nos agraciou com a play list do livro!!! Isso mesmo!!! Todas as músicas que supostamente Melissa escutou durante o livro, Keila colocou no final pra gente se deliciar, sem contar a super receita do brigadeiro de panela. Não quero mais nada!!! Ler este livro maravilhoso, escutando as musicas que me fazem lembrar de Vincent e comendo um delicioso brigadeiro de panela... AMEI!!!Super recomendado!!!

“Esse homem tinha sérios problemas de socialização, de humor, e ainda havia espaço para um emaranhado de esquisitices emocionais impossíveis de descrever.”
Keila Gon 21/03/2013minha estante
Ohhhhh Ana Paula!!! Obrigada !!! Sua resenha foi mesmo um presente de outono : ) Adorei ver os personagens de Cores por seus olhos! MMMUUUIIITTTOOOO obrigada pelo carinho!
mil beijos coloridos e Sucesso!!!
Keila Gon




Fulana Leitora 13/03/2013

Resenha feita por Kezia Martins para o blog Fulana Leitora: http://fulanaleitora.blogspot.com.br/2013/03/resenha-cores-de-outono-keila-gon.html
Cores de Outono conta a história de Melissa, uma jovem que sofreu uma perda terrível e tem de assumir uma grande responsabilidade. Após um acidente em que ela perde a mãe e o padrasto, Melissa volta para a cidade da montanha, Campo Alto, onde ela passou sua infância, para morar com seu avô, George, e sua irmã caçula, Alice. Melissa pensa que seu maior desafio agora é criar sua irmã, mas mal sabe ela o que o destino lhe reserva.

Alice é uma criatura adorável, tão jovem e tão esperta. Melissa faz o possível para que ela possa ter uma infância feliz, mesmo após a perda dos pais. George, seu avô, é uma pessoa gentil e amável que faz tudo pelas netas. A família vizinha, os Casellas, são grandes amigos e os ajudam como podem. Arthur, amigo de infância de Melissa, é brincalhão, atencioso e carinhoso, e tem por Melissa mais que amizade, o que ela reluta em aceitar.

Apesar dos olhares solidários e de pena da maioria da vizinhança, Melissa sente que as coisas estão indo bem, até que coisas estranhas começam a acontecer. E, uma dessas coisas, é conhecer Vincent. Vincent é parente dos Von Berg, família que mora nas montanhas e é mal vista por toda a cidade. Ele é arrogante, ignorante, rude... Mas totalmente lindo e impressionante com aqueles profundos olhos cor turquesa.

“Meu nome é Vincent... Vincent Dippel. E agora que já fomos apresentados você pode me evitar como os outros.”

Vincent apresenta para Melissa um novo mundo, onde elfos, fadas e magos são reais, mas nada encantadores como os bons e velhos contos de fadas. A princípio Melissa é relutante em aceitar esse novo mundo, principalmente, por medo do que pode acontecer a sua irmã. Mas não há como impedir o inevitável, Melissa fica cada vez mais envolvida com o mundo mágico e com Vincent.

“Ao contrário do que a maioria imagina, não há nada de gracioso ou inocente na magia. A fantasia que você imagina com seres frágeis e inofensivos cobertos de purpurina só existe nos livros infantis.”

Ao decorrer da história a relação deles se solidifica e Vincent apresenta seu outro lado, sensível, atencioso, encantador e apaixonado. Assim como a fantasia encantadora se manifesta o oculto e sombrio ficam à margem, apenas esperando o momento propício. Vincent não é o “mocinho padrão”, bonzinho, ele faz parte das sombras, mas tenta, incansavelmente, reprimi-las.

Por ser o primeiro volume, senti como se fosse uma grande introdução, para que o leitor pudesse fazer o “reconhecimento” desse novo mundo; creio que a ação e aventura estejam no próximo livro. Eu fiquei encantada e fascinada pelos personagens e o mundo mágico. Sempre tive certa paixão por contos de fadas, então, qualquer menção a esse universo me agrada. A leitura é rápida e fácil; o li de uma vez só e agora me sinto órfã.

Cores de Outono é o primeiro volume de uma série encantadora, literalmente. Você será levado a lugares inimagináveis através da beleza das estações. Deixe que as Cores de Outono lhe fascinem, e acompanhe, em breve, o que as Sombras da Primavera lhe reservam.
Keila Gon 13/03/2013minha estante
Olá Kezia,
Essa resenha foi um presente!! Obrigada pela percepção e delicadeza com que descreveu os personagens... Amei!! Meus sorrisos se estendem mmmuuuiiitttooo agradecidos!
Beijos
Keila Gon




Fernanda 12/03/2013

[Resenha[ Cores do Outono - Keila Gon.
Olá!

Blog Amor literário:http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

Este livro veio para as minhas mãos, após a parceria que fiz com a Keila, gente o livro é lindo e mágico. Tudo bem que furei um certa fila de livros para ler, mas estava precisando de algo que me fizesse feliz e encontrei essa "coisa" neste livro......Vincent...rsrsrrs


Cores do Outono é um livro mágico e lindo, não sei definir a felicidade que sentir lendo este livro, de verdade ele me fez feliz. Melissa e sua meia-irmã vão morar com seu avó, após a morte de sua Mãe e do Pai de Alice, uma garotinha linda e encantadora de 5 anos.

Quando elas chegam na pequena cidade da Montanha, Melissa conheci Vincent um homem misterioso e lindo. Todos da cidade tem medo dele por ser mal-encarado e sem amigos, mas Melissa e Alice não sentem medo deste homem.

Vincent e Melissa acabam por se aproximarem e as coisas ficam apaixonantes. Vincent é um cavalheiro a moda antiga. Melissa uma garota desastrada (kkkkkkkkkkkk)que faz tudo pela família. Logo que chega a cidade Melissa "quase" é atropelada por este homem misterioso várias vezes.

Alice é uma garotinha especial, ou seja, possui um dom "mágico" e Melissa precisa aprender a lidar com este mundo até para viver um grande amor com Vincent. Gente o livro é lindo e apaixonante, nem preciso dizer que já estou ansiosa pela continuação desta aventura mágica.

Compre o seu exemplar.
Saraiva
Buscapé
Siciliano

Beijokas!
Keila Gon 10/03/2013minha estante
Ohhhh Obrigada pelo carinho Fernanda!!! É muito bom ver a magia de "Cores" encantando corações : )
Beijos queridos!!!
Keila Gon




Carol 11/03/2013

Cores de Outono ...
Delicioso livro, romance com muito friozinho na barriga ( " revoadas de borboletas no estômago" ), perder a noção de espaço e tempo faz parte das sensações que ele provoca, sem contar personagens tão reais que a gente fica à procurar por aí ... ahh Vincent como não se encantar com seus olhos turquesa e seu duelo interno, Mel, tem sua doçura mas para poder desfrutar desse doce também se tem de suportar ferroadas...
Escolhas fazem parte de nossa vida antes mesmo de nascermos, e nesse livro aprendi que não seria diferente na vida cada passo cada gesto depende de uma ou diversas escolhas, mas somente quando há amor a escolha pode não ser a mais correta mas com toda certeza será a melhor à fazer ... Fadas, Elfos e Magos ... seres elementares e é isso que são,"elementares", tanto do lado da luz quanto da sombra, daí o equilíbrio, uma luta constante.
Keila Gon 12/03/2013minha estante
Uau Carol... Palmas e agradecimentos! Você pegou a sintese do livro!! Beijos mais que queridos : )
Keila Gon


Fernanda 12/03/2013minha estante
Carol parabéns pela resenha esta realmente linda.
E sim não ah uma forma de não se apaixonar pelo Vincent.kkkkkkk

Beijokas!

Fê!


Carol 13/03/2013minha estante
Obrigada meninas !!! bjoss




Mariana 07/02/2013

Quem leu a Saga Crepúsculo, consegue visualizar muito das personagens Edward, Bella e Jacob em Vincent, Melissa e Arthur, mas é uma história fascinante, cheio de mistério, magia e amor! Recomendo
Keila Gon 08/02/2013minha estante
Olá Mariana,
Que bom que você gostou!!!!! Triângulos amorosos são realmente marcantes: )
Obrigada pelo carinho.
Beijos Coloridos




Jéssica 06/02/2013


Eu li Cores de Outono através da parceria com a autora Keila Gon. O livro foi uma leitura prazerosa e encantadora , fiquei fascinada com todo o contexto que ela criou.

Somos levados a história de Melissa Wels , uma jovem de 21 anos , que sofre por uma perda muito grande. Ela perdeu sua mãe e padrasto num terrível acidente e isso a torna responsável pela sua meia-irmã , Alice, de 5 anos .Ela sai de São Paulo e volta para a cidade onde passou sua infância , Campo Alto, que fica perto das montanhas , onde seu avô mora.

Melissa tenta se interagir nessa nova vida e somos levados a todo o processo de ela lidar com isso. Seu avô, George , é um senhor muito educado , responsável e carinhoso e cuida das netas com muito amor.

George tem como vizinho Lucila e Antônio Casella, pais dos gêmeos Helena e Arthur , que quando crianças eram amigos de Melissa . A família Casella são donos de um restaurante italiano na cidade e cuidam com muito carinho de George, já que antes ele morava sozinho depois da morte de sua mulher .

Melissa no começo se senti desconfortável e insegura na casa de seu avô , mas com o tempo ela fica mais feliz e se anima com as visitas constantes da família Casella. Helena Casella , que era uma grande amiga de Melissa não mora mais na cidade , mas Arthur ainda mora com seus pais. E ele com seu jeito meigo, brincalhão , honesto e perfeito ficará encantado por Melissa.

Nessa cidade tem a família Von Berg, que vivem nas montanhas , eles são ignorados pela cidade e considerados rudes e ignorantes , e nessa família tem Vincent Dippel,parente da família Von Berg. Ele é um rapaz arrogante, rude , mas totalmente sexy , lindo e maravilhoso.

Vincent entrará na vida de Melissa de uma forma maravilhosa e divertida e teremos muitas cenas hilárias e engraçadas .E ele mostrará para ela que o mundo em que pertence não é o que é . Somos levados a uma onde de magia , que contém elfos, magos , fadas e um mundo mágico totalmente diferente ao qual pertencemos .

Melissa é uma protagonista legal, e assim como eu é muito desastrada, possui várias cicatrizes de seus intensos machucados. Uma outra coisa que gostei nela é que Melissa não mede esforço para proteger sua família , onde possui uma forte ligação com sua irmã mais nova.

Arthur e Vincent são rapazes totalmente diferentes, mas que possui um característica em comum : são persistentes. Eles não desistem do que querem , é essa qualidade trará na trama muitas cenas intensas. Fiquei totalmente apaixonada por eles , e não consigo escolher um .

No livro mesmo temos um capítulo da continuação da série , Sombras da primavera. Estou muito ansiosa por ela.

''O senhor George Wels, que carinhosamente chamo de Opa – avô em alemão – é um descendente de austríacos com um duvidoso senso de humor, mas muito correto. Tem uma visão simplificada da vida e esconde um coração sentimental. ''

''Meu nome é Vincent...Vincent Dippel. E agora que fomos apresentados você pode me evitar com os outros.''

''Arthur...- olhei-o com ironia - você acha realmente que me lembro de como ganhei cada cicatriz nos meus joelhos ou nos meus braços?''

''Entretanto, você não deveria julgar as pessoas sem saber suas razões.''

BLOG LEITORA SEMPRE http://leitorasempre.blogspot.com.br/2013/02/resenha-cores-de-outono-keila-gon.html
Keila Gon 07/02/2013minha estante
Adorei Jéssica!!! Muito obrigada... e confesso, (também amo os dois!!!!)
Beijos




Samy Rabelo 04/02/2013

Resenha no blog http://livroscomresenhas.blogspot.com.br/2013/02/resenha-cores-de-outono.html
Bom, antes de mais nada, devo dizer que o blog está com muita sorte com seus autores parceiros! Todas as obras que até agora temos aqui resenhadas valeu super a pena ter lido. Fico muito feliz, porque eu sendo uma ex-preconceituosa com a literatura nacional, vejo que nossos autores estão com ideias incríveis e histórias fascinantes para nós leitores. Keila Gon é o exemplo disso.


– Sempre podemos alterar nosso destino, com nossas decisões - falou eloquente.
– Pode ser, mas por mais que tente não consigo me desviar das provações desse "destino"


Começando a resenha então, apresento-vos a nossa protagonista Melissa, uma jovem de 21 anos que se vê responsável pela meia irmã de 5 anos, Alice. Com o acidente e consequentemente a morte de sua mãe e seu padrasto, Melissa faz de tudo para educá-la adequadamente e ver sua irmã bem.
Melissa resolve voltar a morar no interior na casa amarela de seu avô George para que a perda de sua família seja um pouco menos dolorosa. Além de reencontrar seu amigo de infância Arthur, Melissa acaba por conhecer um novo vizinho, o charmoso e misterioso Vincent, sendo ele rude e cruel com a jovem sem ela ao menos saber o motivo.
Vincent acaba mostrando um Mundo Mágico para Melissa, onde ela nem imaginava que sua irmã Alice estaria apta a encarar as diferenças da sua nova vida nesse Mundo.

Eu nadava nos oceanos turquesa, por mim ele poderia ser ousado sempre!

Em Cores de Outono, é nos apresentado uma escrita bem suave e prazerosa, chegando até ser bem poética com tanta delicadeza que a autora expôs suas palavras.
Do começo ao fim imaginei Keila numa casa de campo no meio de árvores e montanhas escrevendo essa belíssima obra acho que pelo fato de ver várias fotos no facebook dela em Campos do Jordão e tal :) nota-se perfeitamente que o livro foi escrito numa calmaria espetacular *.*
A história por ser narrada em primeira pessoa, teve um encaixe perfeito com a premissa e as situações da protagonista, dando para conhecer bem Melissa no decorrer da história. Adorei as cenas de suas atrapalhadas, ainda mais na frente de Vincent.
Vincent mesmo carrancudo e misterioso, se tornou meu personagem predileto. As cenas com ele ficaram bem sexys e em certos momentos até divertida.
A magia que a autora interligou com esse romance ficou bem interessante, bem diferente de tudo que já havia lido antes. Achei que ela dosou muito bem os dois gêneros.


– Nem sempre o "seu normal" é o certo. Às vezes, o diferente pode ser normal e se pensar assim é mais fácil aceitá-lo...

Gostei bastante de todos os personagens do livro, da protagonista por ser responsável pela irmã mais nova e por suas atrapalhadas, do charmoso Vincent, que até me fez suspirar por alguns minutos, pelo avô George com seu cuidado de pai com as netas, pela pequena Alice, que é uma fofa, enfim, com todos os personagens que nos são apresentados no decorrer da história.
Cenas de um filme desse livro ficariam encantadoras. Tanto pelo cenário quanto pelas cenas com o Vincent é claro ;)

– Às vezes... não há alternativas. O destino complica as coisas contra nossa vontade e precisamos encarar as mudanças. Isso está além do nosso controle.

Nem preciso dizer que já quero ler o Sombras da Primavera, segundo livro dessa saga mágica não é pessoal? Afinal, o livro termina com uma certa dúvida que estou super curiosa para saber a verdade!!
Para você que assim como eu adora um romance com uma boa fantasia, essa saga é um prato cheio! Tenho certeza que se encantarão com o trabalho da autora, que devo dizer viu pessoal, um trabalho feito com muito amor *.*
Quero aproveitar e agradecer a Keila por ter me proporcionado essa leitura prazerosa e agradeço também a oportunidade de conhecer mais uma obra nacional que valeu super a pena ser lida!
Parabenizo a Editora Novo Século pelo belíssimo trabalho realizado com o livro. A capa está divina, a diagramação perfeita com um espaçamento muito bom e ao meu ver, sem erros algum. Livro delícia gente \o/

Pessoal, adquiram um exemplar dessa obra, tenho certeza que não irão se arrepender. Cliquem aqui e conheçam os vários modos de garantir o seu exemplar ;)
Espero que tenham gostado da resenha. Comentem \o/
Keila Gon 07/02/2013minha estante
Muito obrigada Samy,
Adorei a resenha : )E as frases destacadas...
Sem palavras para tantos elogios : )
Beijos




91 encontrados | exibindo 76 a 91
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7