Questão de Prática & Questão de Ternura

Questão de Prática & Questão de Ternura Louise Allen




Resenhas - Questão de Prática & Questão de Ternura


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Cris Paiva 12/02/2013

Adoro os históricos da época da regência (vulgo "luvinhas"), ainda mais quando eles fogem do normal para as historias da época.
Meg, no comecinho, é a perfeita mocinha ingênua inglesa: filha de um vigário, ela foge para se casar com um soldado, a partir daí a sua vida vira um inferno. Depois de 5 anos de guerra com a França de Napoleão, seu marido morre, e com o final da guerra ela procura um jeito de voltar para casa e acaba salvando um oficial de morrer afogado, ou melhor, um urso enorme de morrer afogado! E ela se aproveita que o pobre está desmaiado, se apresenta como esposa, e consegue entrar no navio e voltar para casa.
Os problemas começam quando o urso acorda, e todos sabem como ursos são mal-humorados. O homem não quer nem saber o que aconteceu e já sai rosnando pra todo lado, mas a mocinha é uma mulher muito prática e sabe dobra-lo direitinho, que acaba fazendo tudo o que ela quer!
O casal tem uma historia complicada: ele fugiu de casa com 17 anos, por se sentir culpado por conta de um acidente com o irmão, e agora tem de voltar para assumir o titulo e propriedades da família, apesar da culpa que sente. E Meg que reencontrar as irmãs das quais não tem noticia desde que fugiu para se casar e não tem para onde ir. Ele a ajuda contratando-a como governanta (apesar de eu achar que ele tem motivos escusos, hehehe), e os dois se completam de uma maneira linda!!! Ele tem um monte de dramas para lidar, e ela sabe ver por baixo de todos os problemas e oferecer soluções claras e precisas em uma aceitação incondicional do homem que ele é. Confesso que chorei em algumas partes, mas isso não quer dizer muito, porque eu choro em comercial de margarina.

A segunda historia é um conto bem safadinho, com o detetive contratado no primeiro livro para descobrir pistas das irmãs e tem umas ceninhas bem calientes, alias praticamente só tem cenas calientes! Kkkkkkk
comentários(0)comente



Patrícia 31/05/2020

Muito fofo...
Leitura curta e fluente, personagens sofridos mas fortes. Gostei muito da Meg, uma mulher corajosa que sobrevive apesar das dificuldades e não se vitimiza. Quando tudo parecia perdido, Ross aparece na vida dela como um ?salvador? e no decorrer da história, um salva o outro. Lindo, recomendadíssimo...
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sonali 18/10/2013

Questao de Pratica- nao me envolveu na historia nao, sem graca , sem motivacao

Nao gostei
comentários(0)comente



Na Nossa Estante 25/05/2014

Eu encontrei a trilogia das irmãs Shelly sem querer no site da Harlequin. Eu comecei a ler “Questão de desejo”, o segundo da trilogia, e como não precisava ler em ordem eu acabei lendo “Questão de Prática & Questão de ternura” por último. A autora Louise Allen conta em cada livro a história de três irmãs que viviam um verdadeiro inferno com o pai maldoso e religioso fanático. As meninas não podiam conversar, ler livros e fazer nada que proporcionasse alguma alegria na vida delas, era como se pelo fato dele ter sido infeliz as filhas também deveriam, principalmente por serem mulheres e filhas de sua esposa traidora. Na visão do pai maluco, nenhuma mulher era digna de confiança ou merecia ser feliz. Assim, cada uma, em cada livro, consegue se livrar da opressão do pai, fugindo de casa.

No primeiro livro encontramos Meg, a filha do meio e a mais romântica e sonhadora de todas, ela era a filha que sempre levava chicotada por ler um livro ou se arriscar a conversar com o garoto que sempre gostava, ainda que inocentemente. Com a ajuda de Bella, sua irmã mais velha, Meg foge de casa com seu amado e casa com ele, mas logo percebe que o casamento não é um conto de fadas, principalmente no quesito sexo, mas só quando o marido morre é que Meg descobre que ele nunca foi o que dizia ser.

Viúva e sem dinheiro algum, Meg se junta a um médico amigo para cuidar dos feridos da guerra, mas com o fim desta, Meg não tem pra onde ir e resolve voltar pra casa num navio. Porém, o destino planeja outra coisa para protagonista, que ao salvar a vida do Major Brandon, um comandante de guerra, tem sua vida mudada novamente, já que Meg se aproveita da inconsciência do homem pra dizer a todos que é sua esposa! Quando o homem acorda e sabe dos fatos, resolve ajuda-la na mentira contada.

Os poucos dias no navio são o suficiente para ambos se apaixonarem e se envolverem, mas somente quando o Major Brandon leva Meg pra sua casa como governanta é que descobrimos como é o verdadeiro Major e o motivo pelo qual ele se sente muito infeliz, afinal, ele sempre foi odiados pelo pai e pelos empregados, carregando a culpa pela morte do irmão mais novo. Por isso, Meg acaba sendo muito importante na vida dele, já que a moça não o julga como os demais.

Acredito que pelo enredo fica claro que o livro é um romance, melhor dizendo, um romance histórico de banca. No entanto, a história não é tão curta como os tradicionais e apesar dos clichês, Louise Allen trabalha bem seus personagens. As irmãs Shelly possuem personalidades e histórias cativantes, afastando-se de muitas protagonistas genéricas de romances de banca, o que me fez gostar ainda mais da história, por isso, eu super recomendo pra gosta do gênero, quando você menos esperar já terá lido toda a trilogia.

PS: “Questão de ternura” é um conto brinde no final do livro com um dos personagens do livro. Uma história simples, leve e romântica.

site: http://oquetemnanossaestante.blogspot.com.br/2014/05/livros-resenha-074-questao-de-pratica.html
comentários(0)comente



Tamara Dias 12/02/2017

Fofo!
É um livro que vale mto a pena ser lindo! Super envolvente e cativante! A história nos prende e faz nos apaixonar pelos personagens!!
Meg e Ross tiveram mto a mostra pra nós como o amor é transformador e capaz de ultrapassar barreira e preconceitos! Adorei a história e estou doida pra saber o que aconteceu com as irmãs de Meg, leiam, recomendo mto!
comentários(0)comente



Regiane Moreira 22/05/2018

Mais uma boa escritora que tenho o prazer de conhecer.
Nunca tinha lido nada da Louise Allen. Comprei esse ebook a muito tempo numa promoçao da Amazon e ficou lá no cantinho guardadinho.
Que felicidade quando do nada o reencontrei e me decidi a ler. Uma trama bem elaborada e envolvente com personagens do jeito que gosto, sofridos, lutadores e em busca de superação.
A série é sobre 3 irmãs, Bela, Meg e Lina que são órfãs de mãe e sofrem com o tratamento severo, austero e terrivelmente agressivo do puritano reverendo que têm como pai.
Neste livro a irmã do meio, Meg, a sonhadora das irmãs, de 1,60mt de altura, foge para se casar com um soldado, amor de infância, e vai viver junto ao exército.
Sem dinheiro, sofrida, magoada, enganada, traída e desonrada está resolvida a voltar para Inglaterra e a encontrar suas irmãs.
O destino coloca em seu caminho Ross, um enorme major do exército, ferido na perna e de cara tão fechada que chega a parecer um predador.
Dessa improvável união surge uma avassaladora atração e um futuro repleto de surpresas.
Um romance envolvente e delicioso que me fez acabar de comprar os 2 outros volumes da trilogia. Recomendo
comentários(0)comente



Calð 08/10/2020

1° livro que li...
Meus Senhor, o que falar desse romance de época? Nossa!! Tem tenho o que falar de tão perfeito que é. O livro é um trilogia que conta a história de três irmãs. O primeiro aconteceu com Meg... ? amo demais..
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8